Arquivo para 10 de março de 2011

OAB/DF QUER QUE DELATOR DO MENSALÃO DO DEM, DURVAL, PERCA O BENEFÍCIO DA DELAÇÃO PREMIADA

Depois de defender a cassação da deputada Jaqueline Roriz (PMN), afirmando que “não tem explicação que ela dê que iniba a conclusão que foi ou fruto de compra de apoio político ou ilícito de campanha, e ambos merecem cassação”, o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil no Distrito Federal (OAB/DF), Francisco Caputo, resolveu pedir o fim da delação premiada para o delator Durval Barbosa.

O presidente da OAB/DF disse que irá ao Ministério Público para discutir o tema da exclusão de Durval Barbosa, autor da gravação do vídeo em que Jaque aparece recebendo um maço de dinheiro das mãos dele. Para Francisco, a forma como Durval Barbosa vem divulgando, aleatoriamente, os vídeos é contra a delação premiada, que prevê que o delator divulgue todas as informações que possui.

Temos que cogitar que seja cassada a condição de Durval de delação premiada, já que divulgação dos vídeos acontece de forma aleatória. A delação premiada pressupõe que todas as informações venham à tona.

Não é razoável que um delator use as informações de acordo com as suas conveniências pessoas. Nós queremos a ampla divulgação.

Tem mais vídeos envolvendo outras autoridades. Eventualmente as pessoas estão ocupando outros cargos e queremos saber quem são os personagens”, afirmou Caputo.

Para o presidente da OAB/DF, ainda existem calculadamente 200 vídeos, e o vídeo da Jaque foi o de número 31.

A DEPUTADA JAQUELINE RORIZ DECIDE PELO ÓBVIO, MAS PODE SER CASSADA

A deputada federal Jaqueline Roriz (PMN), filha do ex-governador do Distrito Federal (DF) Joaquim Roriz, arrolado pela Lei da Ficha Limpa por corrupção, vista em um vídeo gravado por Durvala Barbosa, ex-secretário do ex-governador José Roberto Arruda – preso pela Polícia Federal na Operação Panetone -, onde aparece recebendo dinheiro para sua campanha, tomou a decisão óbvia como membro da Comissão da Reforma Política da Câmara Federal: pediu sua substituição.

Jaqueline, em carta enviada à secretária-geral do partido PMN, Telma Ribeiro dos Santos, comenta porque decidiu ser representante do partido na Comissão de Reforma Política. Segundo ela, quando decidiu ser representante do partido na comissão “fez com a convicção de que o nosso PMN e seus militantes, têm uma valorosa contribuição a dar a essa comissão”.

Aprendi que os interesses da sociedade, de um grupo político devem prevalecer acima de qualquer interesse individual ou vontade pessoal e, neste contexto, solicito a minha substituição na Comissão especial representando o PMN”, diz a deputada filha de Roriz, em sua carta.

Na carta, ela ainda comenta sobre a necessidade da reforma política. “O atual modelo é falho e precisa ser revisto com a maior brevidade possível”. Mas Jaqueline não se toma como fora do processo. Disse que mesmo fora da comissão vai lutar para que o país encontre mecanismos eleitorais mais democráticos.

A nobre deputada não pode ser tomada como uma personagem da dita vida política que se envolveu em corrupção apenas por ser filha de um grande mestre das falcatruas com o dinheiro, segundo denúncias na Justiça, Joaquim Roriz. Se assim fosse, todos os outros seriam parentes de Roriz, inclusive os daqui do Amazonas, assim ele seria o criador da corrupção, o que não é. É apenas mais dos continuadores.

A nobre deputada Jaqueline fez apenas seguir o modelo normal que alguns chamados políticos usam para serem eleitos. Um modelo com tamanha normalidade que esses personagens quando são flagrados usam as mesmas expressões distantes, como se nada imoral tivesse ocorrido com eles.

Jaque diz na carta que aprendeu que “os interesses da sociedade, de um grupo político, devem prevalecer acima de qualquer interesse individual”, mas Jaque, ao receber a grana, não tinha essa convicção já que a grana tinha relação direta com a sociedade.

Outro signo de distância nada imoral é quando ela afirma que mesmo assim vai trabalhar para que o país encontre mecanismos eleitorais mais democráticos. Se o país encontrar mecanismos eleitorais mais democráticos, babau, Jaques Rorizes. Esse é o nó da questão da reforma partidária. Um grande número de parlamentares – os do tipo que Lula chamava de 300 picaretas – não pretende a reforma política, porque ela pode acabar com as facilidades eleitorais deles.

Mas o pior para Jaque é que mesmo com as preocupações dela em colocar os interesses da sociedade acima dos interesses individuais, seus interesses individuais podem ser cortados. Ela pode ser cassada, segundo o presidente da Câmara dos Deputados Marco Mais (PT), que pediu informações ao Ministério Público Eleitoral (MPE) sobre o caso.

Há outras provas que incriminam essa prática de ilícito. Se Jaque for cassada, fica caracterizado os interesses da sociedade acima dos individuais.

CNBB LANÇA CAMPANHA DA FRATERNIDADE 2011: “FRATERNIDADE E A VIDA NO PLANETA”

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) lançou ontem, dia 9, a 48ª Campanha da Fraternidade, edição ano 2011, cujo tema é Fraternidade e a Vida no Planeta. Com a Campanha, a Igreja Católica tem como objetivo levar os fiéis a se mobilizarem contra os impactos nas mudanças climáticas e se engajarem em defesa do meio ambiente. Para a Igreja, os católicos devem tomar consciência do perigo que corre o planeta com seu aquecimento e buscarem mudanças em seus hábitos referentes à Natureza. Outro ponto que defende a campanha é que sejam criadas políticas públicas que levem à preservação do planeta.

Pergunta-se o que o cidadão comum pode fazer. As enchentes em São Paulo e outras capitais, por exemplo, poderiam ser minimizadas se não houvesse uma massa de detritos jogados no rio.

As campanhas da Fraternidade são caracterizadas pela capilaridade, chegamos ao ribeirinho da Amazônia e aos grandes condomínios. Isso contribui para o alcance da reflexão”, afirmou dom Dimas Lara Barbosa, secretário-geral da CNBB no momento do lançamento da campanha.

Dom Dimas censurou a ausência de investimentos em fontes alternativas de energias como eólica e solar, e ainda teceu comentário sobre o novo Código Florestal que, segundo ele, não levou em consideração a opinião de movimentos ligados à terra. Dom Dimas ainda se mostrou contrário aos grandes projetos de infraestrutura que não dão garantia de contrapartidas sociais.

Nossa preocupação é que o código não seja votado de forma apressada porque as consequências serão duradouras”, considerou.

CARNAVAL CARIOCA, NA CATEGORIA ESCOLA DE SAMBA, OPTOU PELA DOR: ROBERTO CARLOS

O carnaval carioca como categoria escola de samba só é tido como carnaval apenas por cortesia, pois não é carnaval. Ao contrário do movimento dionisíaco que poetisa o carnaval como potência da ‘embriagadez’, onde os fluxos dos cantos e dos movimentos exaltam a vida, revigorando ontologicamente os brincantes, que em suas performances perdem as formas e as ideias determinadas como normais, constituindo novos modos de ser alegre, a escola de samba é uma terrível falsificação da alegria. Nela não há nada de liberdade cósmica que compõe a alegria. Nada do grito de Tragos, o bode dionisíaco, o desmedido, a força ditirâmbica criadoramente transcendente. A escola de samba é uma triste cama de Procusto. Tudo tem que estar na medida. Não na medida da alegria, visto que a alegria não tem medida, mas a medida da dor, visto que a dor é uma limitação dos fluxos do viver.

A escola de samba, que já começa com a ordem autoritária despótica no momento da disputa pelos compositores do samba enredo, uma verdadeira indústria capitalista do entretenimento doméstico, tem tempo cronológico, tempo pulsado, tempo paranoico. Tem pré-determinação histórica: começo, meio e fim. Tem espaços-alas, todas metrificadas, todas lotes que não podem ser diferentes para seus proprietários. Tem ilusão de movimento na superfície pontuada do sambódromo. Tem imobilidade harmônica musicalmente hipnótica. E tem o pior: a submissão aos tiranos. Os jurados, participantes da elite-ignara, os empresários, as secretarias de Estado e Município e, mais ainda, no caso do Rio de Janeiro, a deplorável tirania da Rede Globo. Elementos despóticos que só mesmo por cortesia de algum bonachão pode ser tido como carnaval, já que o carnaval-dionisíaco não se prende e não se submete em razão de sua potência liberdade poiética.

E a escolha da Escola de Samba Beija Flor, pelos tiranos jurados, com aval da TV Globo, que apresentou seu samba enredo, baseado na existência de Roberto Carlos, resume o quanto a dor prevalece nesse tipo cortês de carnaval.

Roberto Carlos, “o importante é que emoções eu vivi”, é o maior representante da dor que já existiu no cancioneiro brasileiro. Roberto Carlos é um sujeito-sujeitado enunciador da tristeza. Suas letras são verdadeiras apologias da amargura, da depressão, principalmente urbana. Roberto Carlos é o maior marqueteiro dos ansiolíticos e antidepressivos. Roberto Carlos não tem uma canção(?) condutora de fluxos disjuntores que proporcione ao ouvinte a alegria do viver atuante, participativo, porque é um insuportável poço de clichês, de palavras desativadas de potências, de palavras neuróticas que só se referem a ele, e as pessoas que se encontram no mesmo quadro de dor. Roberto Carlos, ao contrário da potência coletiva do carnaval, propaga o individualismo. Até em suas canções(?) teológicas predomina o confinamento individualista. Deus, Cristo, Maria, todos reduzidas personagens de sua superstição individualista. O Rei da Dor, quando enuncia a salvação de seus “irmãos camaradas”, tenciona salvação pela imaginação, nunca pela razão. A imaginação como força da imobilidade.

São por essas belas notas que Roberto Carlos serve para a Rede Globo. E também serviu para a Escola de Samba Beija Flor – que rimou, perversamente, a liberdade do beija-flor com dor – se dar bem e conquistar o carnaval cortês pela décima segunda vez.

É uma das maiores emoções da minha vida”, disse Roberto Carlos, o rei do pessimismo, na comemoração do título. Ele estava certo. É muita emoção participar de um desfile com as presenças de seus amigos de fé, seus irmãos camaradas, Erasmo Carlos, Wanderléia, Hebe Camargo, Miéle, Agnaldo Rayol, Boni, Martinha, Cláudia Raia, e tantos outros emocionados emocionantes da geração “e éramos todos mortos”. Uma verdadeiro manjar oferecido pelo “minha alegria é triste” aos seus ascéticos jurados.


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.241.859 hits

Páginas

Arquivos