Arquivo para 13 de maio de 2011

13 DE MAIO, DIA DA ABOLIÇÃO DA ESCRAVATURA, TERÁ MANIFESTAÇÔES EM VÁRIAS PARTE DO PAÍS

Os movimentos negros realizarão hoje, dia 13 (em alguns lugares já começou ontem, dia 12), o Dia da Libertação da Escravatura, manifestações reivindicando os direitos dos negros, entre eles o fim do genocídio contra a população negra, a manutenção de cotas em universidades e a reparação histórica para os negros. Além de exigir as cassações dos deputados nazi/racistas Jair Bolsonaro (PP/RJ) e Marco Feliciano (PSC/SP).

No dia de ontem, dia 12, “A 15ª Marcha Noturna pelos 123 anos da falsa abolição da escravatura”, se concentrou às 18 horas, em São Paulo, na Rua do Carmo, na Sé, e terminou no Largo do Paissandu. Durante o evento, foram realizadas homenagens às memórias das personalidades negras, como o Padre Batista, o criador da Pastoral-Afro.

Hoje é o “Dia Nacional de Denúncia de Racismo”. As mobilizações terão início às 12 horas, em frente ao Teatro Municipal, na Praça Ramos de Azevedo, onde serão realizadas várias manifestações como atos políticos e apresentações culturais. Em seguida, os manifestantes farão passeatas pelas ruas do Centro.

A reivindicação pelo fim do genocídio contra a população negra teve maior impulso após a divulgação do estudo do Mapa da Violência publicado em 2010 pelo Ministério da Justiça, que afirma que de 2006 a 2012, 33,5 mil jovens serão assassinados no Brasil, com clara probabilidade de que a maioria seja negra. Os ativistas também chamam atenção quanto à privação dos direitos fundamentais dos negros, como a saúde, onde 40,9% das mulheres negras nunca realizaram exames de mamografia e Papanicolau, de acordo com o Relatório Desigualdades Racial de 2010, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Por sua vez, a Uneafro, articuladora dos dois atos, divulgou nota, protestando contra as posições racistas dos dois deputados antidemocratas.

Infelizmente as palavras destes parlamentares racistas soam apenas como versão em prosa e verso de uma dura realidade que, 123 anos após a abolição, persiste: a morte física, cultural e simbólica de negras e negros”, diz o texto que é usado para convocação das manifestações…

Pela luta das liberdades, pela honra de poder ser existente produtivo, pelo afeto construtor de novas formas de sentir, perceber e pensar, como estão se movimentando os negros, e outros não negros, ou seja, todos que sabem que e liberdade é uma produção, nós desse Bloguinho Intempestivo queremos nos solidarizar mais uma vez – continuamente – com as companheiras e companheiros negras e negros para que a liberdade seja real, e em nome de todos do movimento oferecer esse embate ao cabra que vai nascer hoje nesse 13 de Maio, nessa sexta-feira 13, João Benedito!

CÓDIGO FLORESTAL SERÁ VOTADO NA ÚLTIMA SEMANA DE MAIO

Comunidades pobres do Rio de Janeiro vêm enfrentando violências contra seus direitos humanos como ameaças de despejos forçados e falta de acesso aos serviços básicos por força dos projetos de infraestrutura planejados para a Copa do Mundo de 2014, é o que afirma o Informe 2011 da Anistia Internacional: o Estado dos Direitos Humanos no Mundo.

A Anistia Internacional tem trabalhado em estreita colaboração com as comunidades ameaçadas de despejo no Rio de Janeiro. Em alguns casos estas expulsões têm ocorrido com a falta de consulta, sem aviso, ou habitação alternativa.

Algumas comunidades foram reassentadas a 50 quilômetros de distância de onde estavam. Em todos os casos, as autoridades deverão fornecer informações, consultar as comunidades sobre as possíveis alternativas para o despejo, e, se necessário, fornecer alojamento alternativo na zona onde vivem”, afirmou Patrick Wilcken especialista da organização.

O relatório mostra as formas como foram feitas as sondagens com as comunidades e também qual foi a prática, cita a demolição de um distrito comercial que funciona há mais de 20 anos na comunidade de Restinga, onde foram destruídas cinco lojas para dar lugar à construção da via expressa Transoeste , e também o caso dos moradores da Favela do Metrô, próxima ao Estádio do Maracanã.

Após meses de ameaças, às 9 horas da manhã do dia 22 de outubro, funcionários da subprefeitura, acompanhados por policias civis e militares armados, começaram a demolir com escavadeiras o distrito comercial. A comunidade não recebeu nenhum aviso prévio alertando sobre a intervenção”, diz o relatório.

Sobre o caso da Favela do Metro, os funcionários também fizeram uso da violência.

Ele avisaram que os moradores ou seriam transferidos para conjuntos habitacionais no bairro do Cosmos, a 60 quilômetros de distância, na periferia do Rio de Janeiro, ou seriam levados para abrigos temporários sem receber nenhuma compensação”, cita o relatório.

Em outra parte do relatório da Anistia Internacional, é narrado que comunitários afirmam que foram transferidos para locais em condições extremamente precárias.

No fim do ano, sobreviventes das enchentes, inclusive os do Morro do Bumba, estavam sendo abrigados em condições extremamente precárias em dois quartéis desativados. Eles disseram à Anistia Internacional que, mais de seis meses após ficarem desalojados, as autoridades municipais não haviam oferecido nenhuma alternativa de alojamento para as famílias, e que o aluguel social que estavam recebendo era insuficiente e frequentemente atrasava.”

O INFORME 2011 DA ANISTA INTERNACIONAL MOSTRA QUE COMUNIDADES POBRES DO RIO TÊM SEUS DIREITOS VIOLADOS

Comunidades pobres do Rio de Janeiro vêm enfrentando violências contra seus direitos humanos como ameaças de despejos forçados e falta de acesso aos serviços básicos, por força dos projetos de infraestrutura planejados para a Copa do Mundo de 2014, é o que afirma o Informe 2011 da Anistia Internacional: O Estado dos Direitos Humanos no Mundo.

“A Anistia Internacional tem trabalhado em estreita colaboração com as comunidades ameaçadas de despejo no Rio de Janeiro. Em alguns casos estas expulsões têm ocorrido com a falta de consulta, sem aviso, ou habitação alternativa.

Algumas comunidades foram reassentadas a 50 quilômetros de distância de onde estavam. Em todos os casos, as autoridades deverão fornecer informações, consultar as comunidades sobre as possíveis alternativas para o despejo, e, se necessário, fornecer alojamento alternativo na zona onde vivem”, afirmou Patrick Wilcken especialista da organização.

O relatório mostra as formas como foram feitas as sondagens com as comunidades e também qual foi a prática, cita a demolição de um distrito comercial que funciona há mais de 20 anos na comunidade de Restinga, onde foram destruídas cinco lojas para dar lugar à construção da via expressa Transoeste , e também o caso dos moradores da Favela do Metrô, próxima ao Estádio do Maracanã.

“Após meses de ameaças, às 9 horas da manhã do dia 22 de outubro, funcionários da subprefeitura, acompanhados por policias civis e militares armados, começaram a demolir com escavadeiras o distrito comercial. A comunidade não recebeu nenhum aviso prévio alertando sobre a intervenção”, diz o relatório.

Sobre o caso da Favela do Metro, os funcionários também fizeram uso da violência.

“Ele avisaram que os moradores ou seriam transferidos para conjuntos habitacionais no bairro do Cosmos, a 60 quilômetros de distância, na periferia do Rio de Janeiro, ou seriam levados para abrigos temporários sem receber nenhuma compensação”, cita o relatório.

Em outra parte do relatório da Anistia Internacional, é narrado que comunitários afirmam que foram transferidos para locais em condições extremamente precárias.

“No fim do ano, sobreviventes das enchentes, inclusive os do Morro do Bumba, estavam sendo abrigados em condições extremamente precárias em dois quartéis desativados. Eles disseram à Anistia Internacional que, mais de seis meses após ficarem desalojados, as autoridades municipais não haviam oferecido nenhuma alternativa de alojamento para as famílias, e que o aluguel social que estavam recebendo era insuficiente e freqüentemente atrasava”.


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.244.536 hits

Páginas

Arquivos