Arquivo para 29 de maio de 2011

AFIN NO SARES: UM ENCONTRO ONDE A TERRA É O POVO

foto
Como anunciado ontem neste bloguinho, a AFIN – Associação Filosofia Itinerante foi participar das atividades que estão ocorrendo no SARES – Serviço de Ação, Reflexão e Educação Social, levando para movimentar uma discussão vivificante, a partir do vetorTeatro Maquínico, a teatralização de Sem Terra o Homem não Fica em Pé, quadro da peça O Candidato Que Saiu do Povo. Logo no início da tarde o companheiro Pe Denis, que estava coordenando, deu início às atividades e anunciou a atividade a ser realizada pela moçada afinada.
foto
foto
Com oferecimento ao casal José Cláudio e Maria do Espírito Santo, assassinados na terça-feira passada (24) no Pará, e ao companheiro Adelino Ramos (Dinho), assassinado anteontem (27) em Rondônia, acrescentando-se também agora ao agricultor Erenilton Pereira dos Santos, testemunha do assassinato ao casal paraense, que ontem (28) também foi assassinado, e a todos que tombaram mortos e levantam vivos na luta autêntica pela defesa da terra. É para eles, e para tantos que estão sendo ameaçados e mortos por grandes latifundiários e madeireiros é que a companheira passa a placa brechtiana.
fotofoto
Na apresentação, questões comuns com a atuante plateia presente, como a questão de como ilustres famílias açambarcaram imensas glebas de terras tanto no campo quanto na cidade, passando também pelos aventureiros, que fazem da grilagem um lucrativo negócio, mas tudo trabalhado na estética maquínica que escapa da realidade objetiva massacrante e da seriedade no enfrentamento pela força.
fotofoto
Então, a partir de um olhar artístico-politizante que vai na raiz da questão a partir do humor desbloqueador e do riso liberador de afetos, e chegando na luta real dos sem terra e dos sem teto, que exigem o estatuto da cidadania, que passa pelo direito à moradia, envolvido a todos os serviços públicos essenciais, e que parte para a construção de novas formas de comunidades e novas formas de relações que aumentem a potência da multidão e o envolva num processual de aumento da potência de agir, transformado-a numa verdadeira potência democrática.
foto
foto
Como sempre acontece, ao final da apresentação, os participantes se envolveram e deixaram suas falas/práxis construtoras no mundo a partir de questões suscitadas na performance artística teatral maquínica afinada.

Nós somos do ramal Uberê, no Brasileirinho. Nós somos agricultores, somos oitenta famílias. Nós sofremos muitas ameaças lá, que se relacionam com tudo que vocês colocaram aí na peça. Apareceram grileiros. Eles derrubam as plantações, ameaçam, queimam casas. Através da Comissão Pastoral da Terra – CPT nós nos organizamos e conseguimos documentos pelo uso capião. Nós estamos conseguindo fazer algumas denúncias pelo Ministério Público Federal, que o Ministério Público Estadual não nos deu atenção. Também conseguimos amenizar a questão das perseguições a partir do ouvidor agrário, Dr. Gercino, de Brasília. Mas ainda não acabou a perseguição.(Ivaneide, da comunidade Uberê, do Brasileirinho)

foto
Nós somos da Colônia Antônio Aleixo, e há um grupo de grileiros lá, que dizem ser donos de terras, mas há três anos não apresentam documentos. Documentos têm quem está morando, vivendo lá há sessenta, oitenta anos, mas eles chegaram um dia desses e querem se apropriar de terras de pessoas que estão há décadas e décadas lá. Eles falam enrolado que nem esse rapaz da peça, apresentando documentos com nomes que a gente não sabe nem pronunciar, mas se dizendo amazonense, que nasceram aqui. Já numa outra comunidade é o próprio exército que está expulsando o pessoal para fazerem lá suas manobras na beira do rio, tomando a terra dos ribeirinhos, e não deixando o projeto Luz Para Todos, do governo federal, chegar lá.(Mariza, comunitária da Colônia Antônio Aleixo)
foto
Quando eu vi o começo dessa peça, eu lembrei muito das nossas lutas, quando eu ainda era moleque, e que nós enfrentamos tudo isso, e até hoje nós não podemos ser donos da terra lá. Moramos na terra, mas não podemos construir algo de forma legal. Há 22 anos que estamos lá e ainda não temos o direito de ter o título definitivo da terra. Também não podemos desenvolver determinados projetos porque a terra não é nossa. Todos nós já passamos lá por esta questão de polícia, cachorro e revólver na cabeça. O que vocês apresentaram aqui nos fortalece e nos deixa com mais gana de querer lutar. Porque temos de ter a consciência de que não estamos sozinhos. Tem muitos outros loucos como nós querendo discutir as questões num sábado à tarde, e não só ficar na frente da tv assistindo o jogo e tomando a gelada.(Joci, da comunidade São Mateus – Zumbi II)
foto
Como mostrado aí na peça, a polícia vem e senta o cacete, já vem atirando de longe quando é pra tirar um pobre da terra. O Nova Vitória, quando começou, a polícia entrava lá com cavalos e quebrando tudo e botando todo mundo pra correr. Hoje nós já temos um bairro mais ou menos urbanizado, mas ainda não está bom, porque o governo federal mandou e está mandando muito dinheiro, mas nada é feito pra melhorar realmente o bairro.” (José Augusto, da comunidade Nova Vitória)
foto

A partir desse encontro, a Afin marcou várias outras tentativas de encontros, a partir de diversos vetores, a serem realizados na comunalidade que cria relações que perpassam todos os corpos na prática de transformar o mundo, de criar novos mundos onde passem o humor e a inteligência.


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.241.958 hits

Páginas

Arquivos