Arquivo para 30 de maio de 2011

GOVERNO CRIA MEDIDAS PARA REGULARIZAR SITUAÇÃO FUNDIÁRIA DEPOIS DE ASSASSINATOS DE TRABALHADORES

O presidente em exercício, vice-presidente Michel Temer, reuniu uma comissão interministerial para acelerar a situação fundiária e com isso diminuir a violência nas regiões agrárias em conflito depois que os trabalhadores José Cláudio Ribeiro da Silva e sua esposa Maria do Espírito Santo, e a testemunha Eremilton Pereira dos Santos, como também Adelino Ramos, foram assassinados em no Pará e em Rondônia.

A comissão irá acompanhar as investigações dos assassinatos dos agricultores e acelerar ações de regularização fundiária e desenvolvimento sustentável, nessa parte da Região Norte, onde as violências agrárias têm se acirrado por obra dos madeireiros com suas ações predadoras do meio ambiente através da sanha do desmatamento da floresta.

Entendemos que as providências anunciadas hoje são uma resposta aos óbitos. Não aceitamos e vamos recrudescer a fiscalização e investigação e fortalecer as ações para o desenvolvimento sustentável na região.

Antes dos óbitos, a presidenta Dilma já havia determinado a liberação de todo recursos financeiros previstos no orçamento de 2011 parta aquisição de terras”, disse o ministro do Desenvolvimento Agrário, Afonso Florence.

O ministro afirmou ainda que o Diário Oficial da União (DOU) publicou hoje, dia 30, um decreto para liberação de verbas diárias para o pessoal da área de fiscalização.

Por sua vez, o secretário executivo do Ministério da Justiça, Luiz Paulo Barreto, disse que o governo federal vai atuar em conjunto com os governos do Pará, Rondônia e Amazonas, e que a Operação Arco de Fogo, iniciada em 2008, vai intensificar suas ações para conter a violência, além de estudar uma forma de como manter proteção aos trabalhadores ameaçados de morte.

Essa investigação é de competência do governo estadual, mas podemos ajudar em apoio com sistema de inteligência para maior investigação e vamos delimitar o tamanho da atuação da Polícia Federal, da Força Nacional de Segurança e Polícia Rodoviária Federal.

Será intensificada no sentido de conter os cortes de madeira ilegal que é a causa desse tipo de violência que se estabeleceu na região”, afirmou Paulo Barreto.

Kit-Polêmica

*Debora Diniz

A história ainda é nebulosa. Parece um daqueles eventos políticos em que os fatos são piores que os rumores. O teatro público foi o seguinte: o Ministério da Educação anunciou a distribuição de material didático de combate à homofobia nas escolas de ensino médio; um grupo de parlamentares evangélicos reagiu ao que foi descrito como kit gay e pressionou o governo contra a iniciativa; a presidente anunciou o veto ao material didático do MEC. As breves palavras da presidente sobre o ocorrido se resumiram a “não vai ser permitido a nenhum órgão do governo fazer propaganda de opções sexuais”. Não arrisco dizer que essa foi a primeira grande polêmica do governo Dilma, mas pressinto uma atualização da patrulha moralista que a perseguiu durante a campanha presidencial. O primeiro capítulo desse teatro parece ser o único a sobreviver como relato oficial da história. O MEC produziu um material didático para a sensibilização e o combate à homofobia nas escolas de ensino médio. O diagnóstico do MEC é simples: a homofobia mata, persegue e violenta aqueles que estão fora da norma heterossexista de classificação das sexualidades. Um adolescente gay tem medo de ir à escola e ser discriminado. Há histórias de abandono escolar e de suicídio. Uma das personagens do vídeo original do MEC se chama Bianca, uma travesti que sai do armário ainda no período escolar. Seu primeiro ato de rebeldia foi pintar as unhas de vermelho e ir à escola. A ousadia rendeu-lhe um ano de silêncio familiar.

Ainda não entendo a controvérsia em torno desse material. O puritanismo que crê ser possível falar de sexo e sexualidades sem exibir práticas e performances foi respeitado pelo material do MEC. Bianca é uma voz desencarnada em um vídeo sem movimento. Não vemos Bianca em ação, conhecemos apenas o seu rosto. Só sabemos que Bianca existe, quer ir à escola e sonha em ser professora. Ela insiste que para ser professora precisa ir à escola. Mas ela depende da autorização dos homens homofóbicos de sua sala de aula, que ameaçam agredi-la. Bianca agradece às suas professoras e colegas que a reconhecem como uma estudante igual às outras. Sozinha, a escola pode ser um espaço aterrorizante.

O segundo capítulo da história é mais difícil de acreditar. Grupos evangélicos teriam substituído a história de Bianca por um vídeo vulgar, uma fraude grotesca cometida por quem não suporta a igualdade sexual. Em audiência com a presidente, teriam entregado o vídeo e, ao que se conta, aproveitado a ocasião para conversar sobre a crise política que ronda o ministro da Casa Civil, Antônio Palocci. Entre as peripécias de Palocci, as travestis em ato sexual e o fantasma da homossexualidade, a reação da presidente foi suspender o material didático do MEC. O surpreendente não está no uso de mentiras para a criação de fatos políticos, mas na proeza de os grupos evangélicos terem conseguido convencer a presidente de que sua equipe de governo do MEC seria tão medíocre na seleção de material didático para as escolas públicas.

Se a presidente assistiu aos vídeos reais ou aos fraudulentos, não importa. O fato é que foi anunciado o veto ao material didático do MEC – uma vitória para os conservadores, que não sossegam desde que o Supremo Tribunal Federal reconheceu a igualdade sexual em matéria de família. Mas há uma injustiça covarde nessa decisão. O tema do material era a homofobia, algo diferente de propaganda de opções sexuais. Na verdade, jamais assisti a um vídeo de propaganda de algo tão íntimo e da esfera da privacidade quanto a opção ou o desejo sexual consentido. Homofobia é um crime contra a igualdade, viola o direito ao igual reconhecimento, impede o pleno desenvolvimento de um adolescente. Homofobia é o que faz Bianca ter medo de ir à escola.

O verdadeiro material do MEC tem um objetivo claro: sensibilizar professoras e estudantes para a mudança de mentalidades. Uma sociedade igualitária não discrimina os fora da norma heterossexista e reconhece Bianca como uma adolescente com direitos iguais aos de suas colegas. Mas, diferentemente do fantasma conservador, a mudança de mentalidades não prevê uma subversão da ordem sexual – os adolescentes não serão seduzidos por propagandas sexuais a abandonarem a heterossexualidade. A verdade é que o material do MEC não revoluciona a soberania da moral heterossexista, mas contesta a falsa presunção de que a homofobia é um direito de livre expressão. Homofobia é um crime contra a igualdade sexual.

* Professora da Universidade de Brasília e pesquisadora da Anis – Instituto de Bioética, Direitos Humanos e Gênero.

SEGUNDA-FEIRA DOMINICAL

O dia das boas almas

# Deus Sive Natura. Deus é Natureza, disse o filósofo holandês Benedito Spinoza. O homem, como animal, como um vegetal, mineral, metal, é natureza. Como natureza, é um corpo em composição com outros corpos naturais. E em composição forma essa cartografia deviriana que chamamos ecologia, meio ambiente, oikia, morada produtiva do Existir. Daí que todos os corpos como potências produtivas, potências em composição, constituem-se como Corpus/Políticus. Democracia. O existir coletivo criador, poiético.

Mas a existência não se manifesta apenas como composição política democrática, direito civil, coisa pública, República, cidadania. No social há corrupções. Degeneração do instinto, do espírito. Patologias. Corpos psicopatas que reagem como destruidores da composição Deus Sive Natura. Psicopatas predadores da ecologia, do meio ambiente. Psicopatas que, por causa de suas degenerações, não puderam compor com o Corpus/Politicus. Daí serem destruidores de tudo que se manifesta como composição natura.

Os assassinatos dos líderes extrativistas José Cláudio Ribeiro da Silva e sua companheira Maria do Espírito Santo, no assentamento Nova Ipixuna, no Pará, mais o assassinato do líder agrícola Adelino Ramos, em Rondônia, são expressões das taras desses psicopatas tanto mandantes como executores. Para os mandantes, a natureza é nada mais do um ambiente de exploração capitalista que lhes permite lucros. Para os executores, é nada mais do que o lucro combinado com o alheamento da vida. Ambos são taras expurgadas pela natureza. Daí seus fatores assassínios.

Como se trata de psicopatas, nenhuma representação institucional tem poderes sobre eles, visto que não podem vivenciar valores coletivos, onde nasce a relação com os outros. Assim é que as declarações do governo federal em colocar seus órgãos, como  a Polícia Federal, para investigar o crime e prender seus responsáveis não causou qualquer preocupação aos psicopatas que mataram o casal.

A prova crucial encontra-se na execução do agricultor Eremilton Pereira dos Santos, de 25 anos, que se encontrava desaparecido desde o dia 26, cujo corpo que foi encontrado em um matagal por uma equipe do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) quando fazia fiscalização no assentamento, a 7 quilômetros do local onde o casal fora assassinado.

Para a Comissão Pastoral da Terra (CPT), Eremilton Santos foi assassinado porque era testemunha do assassinato dos dois líderes extrativistas.

# Adelino Ramos, conhecido como Dinho, líder camponês em Rondônia, foi assassinado com seis tiros sexta-feira quando vendia verduras produtos de seu trabalho. Adelino Ramos era um líder inteligente e comprometido com a defesa da ecologia, da Amazônia, por isso denunciou madeireiros que estavam desmatando sem qualquer pudor a floresta.

Ontem, a Polícia Civil de Rondônia divulgou que já sabia quem assassinara Dinho. Ozeas Vicente, agricultor, é o responsável pela execução de Adelino, segundo a polícia local, por isso ela  vem tentado encontrar o suspeito assassino,  mas se isso não ocorrer ela fará um pedido de prisão temporária.

Esse crime é uma comprovação de que o mundo social com seus princípios de valores para os psicopatas não tem qualquer significação moral.

# A convenção do partido da burguesia ignara, PSDB, executou solenemente o ocaso melancólico do ex-eterno candidato da direita ultraconservadora José Serra. O patético membro do partido retrógrado foi humilhado pelo grupo do boyzinho Aécio Neves, que impediu que Serra fosse içado para a presidência do partido das elites parasitárias.

Como consolo lhe deram a direção do Conselho Político do partido, um cargo inventado para servir ao tristonho inimigo das solidariedades. Como se sabe que por suas práticas em disputar cargos executivos Serra jamais mostrou que é um político, infere-se que em seu novo cargo vai se sair bem: não fazer nada.

Mas Serra é vaidoso e não pretende deixar que a humilhação se torne de toda visível, por isso, ao ser indicado para o cargo consolo, afirmou – tirando as broncas – que “antes de ser um oficial na política, é um soldado”.

Como Serra sabe que seu partido sempre se sustentou pelas intrigas tanto contra seus adversários externos, como o Partido dos Trabalhadores, que se encontra há mais de oito anos no poder, quanto seus adversários internos, ele tentou dissimular a atmosfera que domina todos os membros do partido reacionário. Para isso usou expressões tentando desfazer o conceito que se tem do partido como sendo um ninho de intriga. O que não convence nem os externos nem os internos.

“Temos que afastar a arma do adversário que é a mentira ao nosso respeito, que é a intriga. A intriga nos enfraquece e fortalece os adversários”, disse Serra, languidamente concluindo: ”Contem com esse soldado em qualquer momento”.

Serra, o intrigante, em seu ocaso, está colhendo o que semeou durante toda sua existência ambiciosa de candidato.  

# Depois de se manter nas últimas semanas, segundo pesquisas, na primeira colocação na disputa pela Presidência do Peru, a candidata da extrema-direita peruana, Keiko Fujimori, filha do ex-ditador Alberto Fujimori, preso por crime de corrupção e contra a humanidade, sentiu ontem, dia 29, a certeza que seus recursos de campanha em usar métodos de exploração da miséria popular para conseguir votos não alcançou seus objetivos desejados.

Pesquisa feita pelo instituto Imasen, e divulgada pelo jornal La República, mostra que é o candidato das esquerdas Ollanta Humala que se encontra na frente da disputa do pleito com 43,8% das intenções de votos contra 42,5% da candidata de tendência fascista cuja campanha propaga a intenção de que se eleita dará anistia para seu pai fascista. Um dos motivos que fez com mais 15 mil peruanos fossem às ruas de Lima para protestar contra a candidatura da filha do ditador.

# Barça é mais uma vez Campeão da Liga dos Campeões. Já está se tornando vício. Mas esse vício que se torna, para nós brasileiros, não fica somente em si mesmo. Ele tem outros alcances por sua singularidade. O Barça, com sua arte poiética futebolística, cujo poeta principal é o argentino Messi, vizinho narcísico da maioria dos brasileiros, que o rejeitam em nome dos Pelés, Zicos, Romários, Ronaldos, expressa porque o atual futebol brasileiro é em verdade um universo peladeiro.

Diante dessa verdade reveladora só temos que parabenizar a poiesis barcelonesa cuja finesse estetiza o mundo.   


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.241.958 hits

Páginas

Arquivos