SECRETARIA ESTADUAL DE EDUCAÇÃO E EDITORA VALER DISTRIBUEM LIVRO COM ERRO

A Secretaria de Estado de Educação do Amazonas (Seduc-AM) – tendo sempre à frente, seja com o ex-governador Eduardo Braga, seja com o atual Omar Aziz, como secretário, o professor Gideão Timóteo Amorim -, em convênio com a Editora Valer, distribuíram nas escolas municipais os livros da série Comunicação & Arte para ser adotado como material didático pelos professores junto aos alunos. A edição da série Comunicação & Arte, que vai da 5ª Série até a 8ª Série do Ensino Fundamental, apresenta alguns tópicos que, pelo que se deduz de quem se encontra envolvido em um projeto desta magna responsabilidade, seus editores e autores acreditam ser fundamental para os estudantes aprenderem como conteúdos necessários às suas existências.

Ou seja, seus editores e autores, juntamente com a Seduc, ao assumirem tamanha responsabilidade com os saberes e viveres das crianças e adolescentes, visto que saberes e viveres implicam revolução sensorial e epistemológica, transformação do presente, como pensou Marx, acreditam carregar em suas existências, vivências históricas, pedagógicas, políticas, econômicas, sociais, antropológicas, éticas, culturais e estéticas, capazes de servir como potência disjuntiva de uma saber supérfluo para produção de um saber que vivifica ontologicamente a vida, como pronunciou o filósofo Nietzsche.

Mas não é o que se compõe no volume da 8ª Série, no tópico sobre arte, especificamente sobre teatro. O escritor, que de acordo com o que postou como realidade histórica, apresenta um texto, além de manifestar o ranço do conceito de história como mera narrativa, com erro deplorável de datas referentes aos personagens que atuaram no teatro amazonense.

Seu autor erra – não se equivoca – ao fazer uso de um texto desértico, apresentando o teatro amazonense sem qualquer crítica. Um erro porque torna o fato somenos. Posto que seria essencial ao educando, já que nessa idade ele carrega os instrumentos epistemológicos auxiliares no exame do princípio de realidade, como pensou o filósofo Vygotsky, a objetividade do sistema em que se encontra inserido – não por sua vontade. Um sistema perverso que foi dissecado na década de 70 pelos artistas do Grupo Universitário de Teatro do Amazonas – Gruta – hoje, pelo Teatro Maquínico da Associação Filosofia Itinerantes – AFIN –, principalmente com o uso do Teatro Dialético do alemão Brecht.

O autor do texto apresenta um erro banal de atenção – não precisava paranoia. Ele faz desfilar na década de 80 nomes de personagens que foram atuantes já nas décadas de 60 e 70. Como são os casos de Marcos José, Márcio Souza, Álvaro Braga, entre outros, além de citar nomes de diretores de teatro de São Paulo e Rio de Janeiro que surgiram também na década de 70.

O erro histórico em si não é perturbante. A história não serve para nada, como dizia Nietzsche através do filósofo Deleuze: “A história não é experimentação; é apenas o conjunto das condições quase negativas que possibilita a experimentação de algo que escapa à história”. Mas o que implica é que vai que um dia essa questão cai no vestibular. E aí o estudante responde que o Marcito teve seu nome projetado em 80, quando foi em 70. Um estudante – um não, vários – será reprovado porque errou a resposta por ter sido induzido ao erro cronológico – o tempo pulsado da paranoia capitalista – pelo autor, a Secretaria de Estado de Educação e a Editora Valer, cujo proprietário prima por seu nome, visto que foi mais um estrangeiro que deu certo no Amazonas em parceria com os governos.

Tirando o caso do vestibular, que implica um dos editores que é professor da Universidade Federal do Amazonas (UFAM), o autor do erro pode até ser compreendido sem implicações maiores quanto à crítica sobre o teatro amazonense. O que ele teria para criticar, marxistamente, na história do teatro amazonense, de acordo com o processual ontológico e histórico da estética teatral, como diz o filósofo Marcuse? Pouco. Ele iria só tratar do GRUTA, que foi o único grupo de teatro que na época da ditadura era engajado politicamente não só em suas encenações, mas nas posições de seus representantes, como o filósofo social Rui Brito. Mas alguém pode questionar: “E o TESC ?” As montagens do TESC só iam até onde os diretores do SESC permitiam, coadjuvado pela classe média ignara de Manaus.

Outros personagens – tirando o jornalista Mário Freire, com seu Grupo Chaminé, e o artesão Nato, com a Companhia Vitória Régia – se confundem na névoa do teatro fabulação de Sérgio Cardoso e Francisco Cardoso. Nada que sirva à crítica marxista que escapa da consciência alienada. Nesse caso, o autor encontra-se certo.

1 Response to “SECRETARIA ESTADUAL DE EDUCAÇÃO E EDITORA VALER DISTRIBUEM LIVRO COM ERRO”


  1. 1 reginalva quinta-feira, 5 janeiro, 2012 às 10:28 am

    meu comentario e sobre o utimo concurso da seduc, secretario ouvir falar que vao ser renovado os contratos do pessoal que trabalha na merenda.
    quero pedir que o senhor nao faca isso com os concursados, se esforcamos tanto pra passarmos chegar ate aqui e corre o risco de nao
    ser chamados pois a nossa colocacao e abaixo de 600 e as vagas sao 603
    por favor nao renove contrato pelo o contrario aja com justica e chame
    todos os concursados e assim tera vagas para o mil e poucos canidatos que passaram pra merenda


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s




USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.244.770 hits

Páginas

Arquivos


%d blogueiros gostam disto: