Arquivo para 26 de maio de 2012

SABATINA MIDIÁTICA

 

Êxtase da informação: simulação. Mais verdadeira que a verdade.

Êxtase da informação: simulação. Mais verdadeira que a verdade. Jean Baudrillard

 

@ Conforme estava sendo cogitado por grande parte da sociedade brasileira representada por entidades ambientalistas, políticos, estudantes, donas de casa, a presidenta Dilma Vana Rousseff vetou os pontos indignos do novo Código Florestal votado pelos deputados federais como o artigo que trata da consolidação de atividades rurais e da recuperação de áreas de preservação permanentes (APPs). Os deputados haviam aprovado um texto que só exigia a recuperação da vegetação das áreas de preservação permanente nas margens de rios de até 10 metros de largura, não prevendo nenhuma obrigatoriedade de recuperação dessas APPs nas margens de rios mais largos. Pura consciência predadora de ruralista capitalista voraz.

O advogado-geral da União, Luiz Inácio Adams, que participou da divulgação dos vetos junto com outros ministros como a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, resumiu os vetos deflagrados pela presidenta.

“Foram 12 vetos e 32 modificações, das quais 14 recuperam o texto do Senado, cinco correspondem a dispositivos novos e 13 são ajustes ou adequações de conteúdo”, disse Adams.

Para regulamentar os pontos que sofreram intervenção da presidenta Dilma, o governo vai editar uma medida provisória (MP). Na segunda-feira o Diário Oficial da União (DOU) vai publicar os vetos e a MP executados pela presidenta. Depois da publicação todos tomarão consciência dos conteúdos.

Os vetos deflagrados pela presidenta Dilma no novo Código Florestal ainda não estão garantidos como alteração. Se o Congresso Nacional em sua unidade de Senado e Câmara Federal conseguir maioria absoluta contra os vetos eles poderão ser derrubados. O que a maioria da população não espera. Apesar da sociedade, saber muito bem, de que tipo de parlamentares o Congresso Nacional é composto. Um Parlamento que coloca os interesses de grupos acima dos interesses da sociedade merece desconfiança. E não desconfiança, mas também repúdio.

Por sua vez, o governo acreditar – não custa nada acreditar – que o Congresso Nacional vai manter os vetos. O otimismo saiu da avaliação do advogado-geral da União que acredita, apesar das derrotas sofridas pelo governo na Câmara dos Deputados, que os vetos têm toda possibilidade de ser mantido pelo Congresso.

“Vamos levar e discutir com os parlamentares os elementos que levaram à adoção dessa medida provisória e desses vetos. Essa discussão nos traz muita confiança de que será atendido o pequeno produtor e mantido o equilíbrio ambiental. Esse projeto tem todas as condições de ser mantido integralmente no Congresso Nacional”, afirmou Adams.

@ Ambientalistas, apesar de ainda não terem tomado conhecimento do conteúdo da medida provisória (MP) que vai ser editada pela presidenta Dilma e como ficou o texto com os vetos, se posicionaram de acordo com seus objetivos ambientais. Para alguns a presidenta cumpriu o esperado pela sociedade, para outros a MP não vai mudar nada visto que todo o texto do novo Código Florestal coloca em perigo o ambiente brasileiro.

Algumas entidades ambientalistas defenderam o veto total do Código Florestal, mesmo o que foi aprovado no Senado e o governo e alguns ambientalistas concordaram. É o que defende Pedro Picoli, representante do Comitê do Distrito Federal que faz parte do Comitê Brasil em Defesa das Florestas, composto de 160 organizações da sociedade civil, como a WWF, Greenpeace e SOS Mata Atlântica, para quem os vetos não atendem às demandas ambientalistas.

“Nossa avaliação é que a medida provisória vai seguir a linha do projeto do Senado, ao qual estamos nos opondo porque, diferente do que o governo vem anunciando, o texto é insuficiente e não é o projeto do equilíbrio”, contestou Pedro.

Tendo como base o mesmo raciocínio de condenar os vetos do governo, a entidade WWF  contestou, em nota, afirmando que o governo contrariou os apelos da maioria da sociedade.

“Apenas o veto integral ao texto possibilitaria a regulamentação da lei atual com participação real da sociedade e da comunidade científica. Sem isso, o Brasil ainda corre o risco de retrocesso legislativo, pois as medidas associadas ao veto precisarão novamente do aval do Congresso, onde ruralistas vêm tentando impor retrocessos à sociedade”, afirma nota da WWF.

A espera de que a presidenta vetasse em sua totalidade o novo Código Florestal é de certa forma aceitável como expectativa dessas organizações. Entretanto, elas mesmas já sabiam que isso não iria ocorrer. Mas era preciso manter sua posição. Embora se saiba muito bem que muitas vezes perseguir um ideal é em verdade não querê-lo, como diz, muito bem, o filósofo Clement Rosset.

Mas o certo é que esse novo – novo ? – Código Florestal não tem como ideia o ambiente-natural. Tem um forte ambiente capitalista. Não é por outro motivo que os ruralistas o aceitaram em sua quase totalidade.

@ O Ministério da Saúde divulgou pesquisa que mostra que no ano de 2011 o índice de mortalidade materna caiu 21%. Entre janeiro e setembro de 2010, 1.317 morreram por complicações na gravidez e no parto. No mesmo período, em 2011, as mortes por complicações também na gravidez e no parto, caiu para 1.038.

Para o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, a queda na mortalidade materna tem estreita relação como o programa Rede Cegonha, lançado em março pela presidenta Dilma Vana Rousseff quando foram investidos R$ 2,5 bilhões para qualificar assistência à mulher e ao bebê. Uma iniciativa que já atende 36% das gestantes do Serviço Único de Saúde (SUS).A pesquisa mostra que já em 2011, 1,7 milhão de mulheres realizaram, no mínimo, sete pré-natais. Mas a pesquisa mostra também, que de quatro gestantes atendidas, uma se queixa de maus-tratos no momento do parto.

“Essa marca histórica de 21% em 2011 não nos permite descansar. Queremos perseguir a meta do milênio de chegar a 25% de redução até 2015.

Houve uma importante intensificação da redução quando comparada aos anos anteriores. Nos últimos dez anos, sempre teve variando entre 5% e 7%. É a primeira vez que a gente chega a reduzir fortemente, com mais de 20%. E, pelos dados preliminares, essa tendência continua ao longo do último trimestre de 2011”, anunciou o ministro muito contente.

Um contentamento que deve ser desdobrado com a população, porque é um tipo de situação grave inaceitável quando se trata da morte de mulheres em situação natural que é o parto. Uma mulher morrer no período da gravidez e no parto é racionalmente inaceitável. Ainda mais quando se exalta exacerbadamente as tecnologias.

@ Mais de três mil manifestante participaram na Esplanada dos Ministérios da Marcha da Maconha. A marcha que foi proibida em 2011, e depois recebeu aval do Supremo Tribunal Federal (STF) que considerou que todos têm direito à liberdade de expressão, começou pontualmente no horário da cultura canábica de fumar: 16h20. Seguiu até a descida do Congresso Nacional, onde foi feita a Ola. Depois foi direto à Praça dos Três Poderes, onde foi confeccionada “A grande Folha Humana” , desenho da folha da maconha.

Flávio Pompêo, organizador da marcha, falando sobre a manifestação disse eles defendem a legalização da maconha para três finalidades, e que a proibição fortalece o crime organizado.

“Achamos que a proibição é negativa, fortalece o crime organizado e causa mais males do que benefícios.

Nós defendemos a legalização da maconha para três finalidades: uso medicinal, para pacientes com câncer, glaucoma; uso religioso, que garante a liberdade de algumas religiões afro-brasileiras que estão hoje impedidas de expressar sua liberdade religiosa; e uso cultural, que é uso social que não causa males ao indivíduo”, defendeu Pompêo.

Confirmando a realidade de que o mundo é construído de multiplicidades de percepções e entendimentos díspares, uma jovem garçonete ao se deparar com marcha, teceu seu comentário judicativo: “O mundo realmente está louco, como é que podem pedir uma coisa como essa”.

@ Rastros do governo de Fernando Henrique ainda continuam bruxuleando na cena da política brasileira. Agora é a vez de seu procurador-geral da República, Geraldo Brindeiro, que de tanto engavetar processos contra os amigos do presidente que vendeu parte da riqueza pública do Estado brasileiro, passou a ser conhecido como engavetador-geral da República.

É que a quebra de sigilo do contador do mafioso Carlos Augusto Ramos, vulgo Carlinhos Cachoeira, mostrou que o escritório do engavetador-geral da República recebeu a parca quantia de R$ 161,2 mil das contas de Geovani Pereira da Silva, procurador de empresas fantasmas usadas para lavagem de dinheiro do mafioso.

O achado foi feito pelo senador Pedro Taques (PDT/MT) que encontra-se aprofundando as denúncias contra o escritório de advocacia do amigo do ex-presidente Fernando Henrique.

Messi, o melhor jogador de futebol do mundo, conseguiu mais um tento em sua carreira. Foi campeão, junto com seus companheiros, da Copa do Rei. Somando assim, o 14° titulo dos 17 disputados nos últimos quatro anos. Foi a vigésima sexta vez que o Barça conquista a Copa do Rei. Desta vez, contra o Atlético de Bilbao do talentoso técnico argentino Marcelo “El loco” Bielsa

A partida não foi apenas a final da disputada taça, mas também a despedida do técnico Guardiola, também grande campeão do time do Barcelona nos últimos quatro anos. Para cumprir a promessa de oferecer a vitória ao técnico, Pedro, aos dois minutos de jogo marcou abrindo o placar que seria de 3 a 0, com direito ao segundo gol de autoria do invejado craque e o terceiro novamente de Pedro.

Mas a conquista da Copa do Rei não ficou apenas na promessa paga pelos jogadores ao técnico Guardiola, mas também um duro golpe ao vaidoso e inseguro ex-jogador de futebol Edson-Pelé. Messi com seu gol ultrapassou o brasileiro ambicioso que tinha 77 gols em uma temporada. Messi chegou a 78. E olha que Messi, ao contrário de Maradona, não sabe nem que Pelé existiu.

Para homenagear seu companheiro francês, Eric Abidal, que se encontra em recuperação da saúde em decorrência de um transplante de fígado acometido que fora de um câncer, os jogadores do Barça vestiram a taça com sua camisa.

Cachoeira plantou notícias na revista Época

Reportagem da edição desta semana de CartaCapital, nas bancas a partir de sexta-feira 25, revela como o grupo do bicheiro Carlinhos Cachoeira plantou notícias também em veículos das Organizações Globo para fragilizar adversários. É um exemplo de como a quadrilha abastecia jornalistas investigativos por meio de arapongas para sedimentar seus interesses. Assinada por Leandro Fortes, a reportagem mostra também como o vice-presidente Michel Temer se tornou, desde o início da crise, interlocutor do Planalto com cúpula das Organizações Globo.

CartaCapital mostra como Idalberto Matias Araújo, o Dadá, considerado o braço direito de Cachoeira, negociou com o diretor da sucursal da revista Época em Brasília, Eumano Silva, a publicação de informações contra a empresa Warre Engenharia, uma concorrente da empreiteira Delta em Goiás. Por causa da reportagem plantada pelo grupo (“O ministro entrou na festa”), a Warre figurou na lista de suspeitas da Operação Voucher da Polícia Federal, que mais tarde resultou na queda do então ministro Pedro Novais (Turismo). A Warre acabou sendo inocentada.

Cachoeira era uma espécie de sócio oculto da construtora Delta, empresa para a qual seu grupo fazia lobby.

A revelação sobre as relações entre o grupo do bicheiro e a revista acontece na mesma semana em que Leonardo Gagno, advogado de Dadá, informou à CPI do Cachoeira que o trabalho do araponga (e de seu colega Jairo Martins de Souza) consistia em “abastecer veículos de comunicação”, e que “é notório que o interesse de Cachoeira era usar essas informações no mundo dos negócios”.

A negociação entre Dadá e o jornalista da Época para a publicação de textos de interesse da Delta foi flagrada em interceptações telefônicas da Polícia Federal. CartaCapital teve acesso a cinco ligações telefônicas entre os dois.

Na primeira delas, Eumano Silva diz para Dadá “muito boa, aquela história”, se referindo às informações sobre a Warre. Pertencente ao empresário Paulo Daher, a Warre atropelou os interesses da Delta em Goiânia (GO). Silva adianta, naquele dia, que o Jornal Nacional iria falar dos grampos da Operação Voucher. Ele estava com medo que a história da Warre, passada com exclusividade para a Época, vazasse no telejornal da TV Globo, o que não ocorreu. No quarto áudios, Eumano Silva liga para Dadá avisando-o da possibilidade de a Delta aparecer no escândalo do Ministério do Turismo, o que comprova que o jornalista sabia exatamente a quem interessava a divulgação das denúncias contra a Warre.

Procurada, a direção da revista Época disse não saber que os emissários integravam a quadrilha de Cachoeira. A PF interceptou também conversas do grupo com o repórter Eduardo Faustini, da TV Globo, para uma reportagem sobre compra de votos para prefeito numa cidade do interior. A reportagem não foi ao ar, segundo Faustini.

Confira as gravações abaixo:

Na primeira gravação, Eumano Silva diz para Dadá “muito boa, aquela história”, se referindo às informações sobre a Warre Engenharia, do empresário Paulo Daher, que atropelou os interesses da Delta, em Goiânia (GO). Silva adianta, naquele dia, que o Jornal Nacional vai falar dos grampos da Operação Voucher, no Ministério do Turismo. Ele estava com medo de a história da Warre, passada com exclusividade para a Época, vazasse no telejornal da TV Globo, o que não ocorreu:

Na segunda gravação, Eumano Silva fala com Dadá sobre o que saiu no Jornal Nacional, comenta do grampo de Frederico da Silva Costa, ex-secretário-executivo do Ministério do Turismo e comemora que não “apareceu o nosso assunto”, justamente a parte da Warre. “Tamo (sic) indo bem, até agora não se falou naquela firma (Warre)”. Aí, Dadá especula que “devem falar depois que vocês (revista Época) fizerem (a matéria)”. Silva diz que já foi tudo mapeado da Warre, e que foi tudo “encaminhado”. E se despede de Dadá: “Tamo (sic) junto, amigão. O que tiver aí a gente chuta para você

Na terceira gravação, Dadá diz a Eumano Silva que “aquele povo lá”, referindo-se à Warre, construiu um aeroporto subfaturado (?) no Ceará. Mais um esforço de Dadá para plantar novas informações contra a Warre em favor da Delta:

Na quarta gravação, Eumano Silva avisa a Dadá que um post no Twitter do jornalista Ronaldo Brasiliense avisava da possibilidade de a Delta aparecer no escândalo do Ministério do Turismo. Isso demonstra que ele sabia do interesse do araponga em proteger a Delta. Esse é o único áudio em que Silva liga para Dadá, e não o contrário:

No quinto áudio, Dadá parece estar com a matéria da Época contra a Warre na mão e comenta que “o nosso contato”, provavelmente Cláudio Abreu, da Delta, disse que eles (a matéria é assinada por quatro repórteres) “foram na ferida certinha”. Silva, contudo, se ressente por conta da falta de repercussão da matéria da Época, porque naquele mesmo fim de semana a revista Veja tinha publicado uma reportagem de capa contra o ex-ministro da Agricultura Wagner Rossi:

No sexto áudio, Dadá fala que vai encontrar “com a pessoa” mais tarde, provavelmente, Cláudio Abreu, da Delta:

Carta Capital


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.243.164 hits

Páginas

Arquivos