Arquivo para 7 de agosto de 2012

O MUNDO É GAY

(enunciações geradores de afectos alegres)

O que lhe faz alegre? Preocupo-me em agir procurando sempre o que há de bom nas coisas, investigando, estudando e analisando suas possibilidades, de um modo que o pensamento seja ordenado pela alegria. Então não transa com o preconceito? De jeito algum. O preconceito é justamente ao contrário da alegria, ele corrompe a geração da alegria e nos leva a tristeza. Sim; a tristeza é da ordem da ignorância, assim como a tristeza é da ordem dos maus encontros e engendra a ação dos homens maus. E estas ações estão constituídas em um mundo que se engendrou a partir de efeitos de ações perversas, as quais o processo do capital escamoteia suas causas. Esforçar-se para que tudo possa nos parecer como natural. Sim, mas identificar indivíduos dentro de uma realidade constituída para que eles possam ser sujeitados a uma disciplina e controle normalizador é fazer com que muitos queiram para si o papel do juiz-normalizador da sociedade. Sim, uma sociedade que julga a todo momento. Uma sociedade da vigilância onde quem faz seu corpo e razão sair da norma é suspeito e, logo depois, condenado. Por isso, a ignorância é da ordem de um pensamento confuso, banhado de supertição, de um olhar estreito para o mundo. Sim, pois quando se tenta olhar ao longe, distante, encontra apenas sua própria imagem cristalizada como modelo. Pensamento confuso? Talvez nem sequer pensamento, pois a má vivência nos impede de pensar. Entendeu? Clara e distintamente como as estrelas sobre nós e a terra em que pisamos. E você? Clara e distintamente como o amor coletivo que gera esta nossa alegria no beijo que doamos a nós.

 (conversações pelos vários espaço/tempo da existência)

“Discriminação: Amsterdã acabou com ela”. Com essa Spinoza deve está uma alegria só! E não é?! Por mais que ele saiba que o orgulho é delirante, pois é considerar a imaginação como real e, assim, por conseguinte, ter uma opinião sobre si mesmo superior do que lhe é justo ter, a alegria foi as ruas contra o preconceito na Holanda. Foi sábado. As ruas de Amsterdã se encheram de gente para celebrar o Desfile do Orgulho LGBT pelo 17° ano consecutivo. Nem a chuva foi problema. A chuva é da natureza. É, ela só veio refrescar mais ainda a luta contra a ignorância. Qual? Não fizeram por lá uma nova legislação anti-LGBT imposta na cidade há quatro meses. Viche! Mas quero ver se isso vai ficar assim na Holanda?

Sabes o que é “caminho da sodomia”? É o caminho pelo qual chegamos primeiramente apalpando. Deixa de lezeira! Tá bom; diz o que é então. O pastor americano Kevin Swanson, do Colorado, em um programa de rádio disse que os bonecos criados por Jim Henson devem morrer, por seguirem o “caminho da sodomia”. Minha nossa! Quanta ignorância social!pois não é!? Tudo aconteceu porque a “Jim Henson Co.”, empresa criadora dos bonecos Muppets – decidiu rescindir o contrato com a empresa de fast food “Chick-fil-A” por sua postura contra o casamento igualitário. Já devia ter recendido antes por conta do colesterol altíssimo que estes fast food causam. Daí o pastor destilou o veneno: “Vila Sésamo e os Muppets estão seguindo o caminho da sodomia”. Tem mais: “a perspectiva cristã para a homossexualidade era a pena de morte, foi assim entre os anos 350 aC e 1850 aproximadamente. Por 1.500 anos, este modo de vida quase foi eliminada, exceto em alguns lugares, onde permaneceu escondido durante quase 1.000 anos, até recentemente “. justificou. Sabes o que é superstição? Sei: medo. Este pastor toma o irreal por real e não percebe quantos problemas há entre o céu e a terra que nem sonha a sua vã religião. Não sabe mesmo? Olha o apelido da empresa homofóbica: “frango de Jesus”. Minha nossa, Jesus agora é comerciante!

Casal Alejandro Grinblat (à dir.) e Carlos Dermger com o bebê, Tobias (Foto: Leo La Valle/Efe)

Essa aqui é para festejarmos com toda  alegria que temos. Manda lá!  Um casal gay, na Argentina, inscreveu nesta terça-feira o filho no registro civil de Buenos Aires sem a mediação de uma decisão judicial, um caso único no mundo. Maravilha! “É o primeiro caso em nível mundial onde a certidão de nascimento é expedida diretamente pelo registro civil como filho de dois homens. Em outros casos foi feito a partir de uma decisão judicial, que retificava a certidão anterior”, Maria Rachid, dirigente da ONG LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais) explicou. Sabe qual a única luta de Carlos Grinblat, 41, e Alejandro Dermgerd, 35, os pais que registraram o pequeno Tobias? Diga. Formar uma família. “Nossa única luta era formar nossa família. É outro passo no reconhecimento dos direitos igualitários. Este é um caminho que começou há anos, e um marco foi o casamento igualitário”. Há minha Buenos Aires querida, minha Argentina de tantos tangos, de lutas contra torturadores e outras cositas mais…

 

Vamos “Todos Contra a Homofobia”. Vamos que vamos! Campanha contra a homofobia nas urnas. A política é o lugar onde o preconceito não deve mesmo existir. Mas… Sei, tem até demais. Mas isso não impede que possamos embarcar nesta campanha. Pelo contrário, vamos com tudo, digo, com toda alegria contra a ignorância. A campanha é: “Eu voto contra a homofobia” “Precisamos de políticas voltadas aos LGBTs, de pessoas que nos defendam. Por este motivo temos que estar atento aos candidatos que nos apoiam”, disse um dos responsáveis pela campanha. Mas lembremos que a política não tem que ter identidade, mas sim destacar o quanto puder as diferenças. Para participar da campanha, você precisa enviar uma foto com a frase “Eu voto contra a homofobia” para contra.a.lgbtfobia@gmail.com.

Se você mora em São Paulo vou lhe dá uma dica. Mas só para São Paulo? Sim. Então fale. “Estão abertas as inscrições para a 5ª edição do curso à distância “Conquista da Cidadania LGBT: a Política da Diversidade Sexual em São Paulo”. Realizado pela Coordenação de Políticas para a Diversidade Sexual, da Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania em parceria com a Escola de Governo e Administração Pública (EGAP) da FUNDAP, o curso tem como objetivo capacitar quatro mil funcionários públicos do Estado, criando discussões sobre políticas públicas e reafirmando a concretização dos direitos da população LGBT. As aulas terão início em 28 de agosto”. Informações  aqui.

 

E pensar que o Milan já foi um time dos operários. Por que tá dizendo isso? O atacante Antonio Cassano, do Milan, foi multado em € 15 mil (R$ 37 mil) pela Uefa por declarações homofóbicas durante a última Eurocopa. O que ele disse? A declaração foi essa: “Se eles são “frocio” (termo vulgar em italiano para se referir a gays), o problema é deles. Eu espero que não exista qualquer “frocio” . depois pediu desculpa, ainda. Mas aí já era; até parece que poderia resolver o que disse retirando a culpa de si mesmo. Tem cada uma de cada um que vou te contar!

 Esta é antiga mais vale apena. Já sei o que é. Eu vi no meu Face. Tu tens, é? Claro, mas não reduzo minha vida a estas tecnologias, tanto que estamos aqui neste passeio lindo sob o luar. Então diz o que é. Tá bom: A imagem da união civil dos sargentos Will Behrens, de 34 anos, e Erwynn Umali, de 35 anos, oficializando a união deles fazendo o registro na capela de McGuire-Dix-Lakehurst, em Nova Jersey, nos Estados Unidos. Então mostra. Claro, amor.

Os militares Will Behrens e Erwynn Umali viraram viral no Facebook após casamento gay (Foto: Reprodução)

 Ficastes sabendo daquela da Joelma, da banda Calypso, que causou polêmica na rede social por aconselhar um fã gay a “se converter, virar homem e ter um filho”. Se vi. Até agora estou surpresa, pensei que ela não fosse assim. E não é? O que o Chibinha pensou disso? Sei lá. O que sei é que a Gaby Amarantos decidiu, neste sábado (4), fazer uma campanha contra a homofobia. Eu vi, ela tascou no perfil dele no Facebook, uma mensagem com uma camiseta contra o preconceito de LGBTs e escreveu: “Homofobia? Tô fora!”. Olha a foto. A ignorância tá até no meio artístico. Tá mesmo!!!

O companheiro Toni Reis mandou esta aqui para nós:

Para  conhecimento: RedeTV nega direito de resposta à ABGLT – pelo programa  Vitória em Cristo que   ofendeu  a comunidade  LGBT. Vamos  recorrer ao Ministério Público e ao Ministério  das Comunicações. As televisões são concessões públicas e não podem ser usadas para massacrar uma minoria.

Toni Reis

 

“O ódio que é inteiramente vencido pelo amor transforma-se em amor; e por essa razão, o amor é maior do que se o ódio o não houvesse precedido.” (Spinoza)

 

ADVOGADOS DE DEFESA DOS RÉUS DO MENSALÃO CONTESTAM TESE DE GURGEL E FALAM EM CAIXA 2

No primeiro dia das sustentações dos advogados de defesa dos réus do alcunhado mensalão acusados pelo procurador-geral, Roberto Gurgel, o que foi visto e ouvido foi à descaracterização do que foi apresentado. Os advogados de defesa mostraram e afirmaram no Supremo Tribunal Federal (STF) que seus constituintes não tiveram condutas que pudessem produzir o chamado mensalão. Para sustentarem este argumento, afirmaram que não havia qualquer prova contra seus constituintes e que a sustentação do procurador-geral da República foi fraca e sem consistência.

Para o advogado de defesa do ex-deputado federal e ex-ministro da Casa Civil, José Dirceu, José Luis de Oliveira Lima, seu constituinte nunca negociou compra de apoio de parlamentar e desconhecia todos os detalhes da administração do Partido dos Trabalhadores enquanto foi ministro do governo Lula. Ele disse também, que as principais provas colhidas no processo desconstruíram a tese do Ministério Público (MP) de que José Dirceu foi mentor do esquema.

Ele admitiu a influência de Dirceu no governo Lula, inclusive na negociação de cargos, lembrando que isso não é crime. Segundo José Luis, seu constituinte, como ministro, tinha livre trânsito com empresários e representantes de instituições financeiras, até com Marcos Valério.

“O Ministério Público não comprovou sua tese não por incompetência, mas porque não existiu a tão propagada compra de votos.

Não estou afirmando que é um homem sem importância no partido, que não teve relevância, é lógico que teve. Mas, quando assumiu a chefia da Casa Civil, deixou de participar da vida do partido e quem fala isso não é a defesa, são as testemunhas”, afirmou o advogado José Luis Oliveira.

Já para Luiz Fernando Pacheco, advogado do ex-deputado federal e ex-presidente do PT, José Genoino, seu constituinte só se encontra como réu do chamado mensalão porque era presidente do partido. Genoino jamais tratou das finanças do partido, ele cuidava apenas da militância e da base do governo no Congresso Nacional, e era avalista dos contratos de empréstimos do Banco BMG, com fiança na legalidade do que era negociado com Delúbio Soares.

“O PT estava com as finanças em frangalhos, por dívidas das eleições de 2002 e porque os diretórios estaduais estavam todos inadimplentes, São dois contratos dos que foram firmados para que o Partido dos Trabalhadores saldasse suas dívidas. Esses dois contratos são absolutamente legítimos.

O Genoino não conhece ninguém do núcleo financeiro e ninguém do núcleo operacional. Associou-se por um projeto político e não para praticar qualquer crime.

Era um homem generoso e solidário. Sempre com ética e integridade, um homem pobre, que jamais teve qualquer ganho pessoal na vida pública. O mensalão é algo que nunca existiu”, sentenciou Pacheco.

Por sua vez, Arnaldo Malheiros Filho, advogado do ex-tesoureiro do PT, Delúbio Soares, se fixou no Caixa 2. Segundo ele, seu constituinte operou Caixa 2, nunca se envolveu com jogo político, por isso não pode ser responsabilizado por formação de quadrilha e corrupção ativa.

“O PT não podia fazer transferência bancária porque o dinheiro era ilícito (…). Delúbio não se furtar a responder ao que é responsável. Ele operou caixa 2? Operou. É ilícito? É. Ele não nega. Mas ele não corrompeu ninguém.

A verdade é que a prova é rala e não se presta a condenação de Delúbio Soares de maneira nenhuma”, sustentou o advogado Arnaldo Malheiros.

LULA FAZ EXAME, É LIBERADO E VAI ÀS RUAS PARA POLITIZAR A CANDIDATURA DE HADDAD

O ex-presidente Lula voltou ao Hospital Sírio-Libanês para realizar uma série de exames para saber se ele encontrava-se liberado para trabalhar sem restrições. O resultado, segundo os médicos, não poderia ser outro: Lula pode colocar a boca e o corpo no mundo. Está liberado!

“Todos os exames foram considerados normais. O paciente foi liberado para atividades normais, sem qualquer restrição de natureza médica”, disse nota publicada pela equipe médica.

Em entrevista, o médico cardiologista, Roberto Kalil, chefe da equipe médica, voltou a reafirmar a nota publicada.

“O presidente Lula está liberado para fazer tudo que quiser. Pode sair do hospital agora, subir em um palanque e ficar 24 horas falando”, disse o cardiologista.

Uma notícia que não agrada nada à direita, principalmente a direita PSDB com seu eterno candidato Serra. Lula liberado ele vai cair para valer na campanha de seu pupilo Fernando Haddad, que é candidato ao cargo de prefeito de São Paulo pelo Partido dos Trabalhadores.

Se a notícia causou pânico na direitaça, em Haddad causou alegria, visto que a entrada de Lula em sua campanha pode lhe render os pontos que ele necessita para entrar na luta direta com os candidatos que se encontram, segundo as pesquisas, muito acima de si. Ele não pode continuar com seu 7 pontos na preferência do eleitor. Aí, a importância a participação geral de Lula.

DECLARAÇÃO DO MINISTRO MARCO AURÉLIO SOBRE O MENSALÃO LEVA PRESIDENTE DA OAB/RJ PROTESTAR

As declarações do ministro Marco Aurélio de Mello sobre o mensalão, em entrevista, onde ele afirmou que não precisa de prova para condenar os réus e insinuou que Lula sabia de tudo, levou o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil Rio de Janeiro, Wadih Damous, protestar contra o posicionamento do ministro, porque o mesmo faz parte de um julgamento que pode tirar a liberdade de pessoas. Além de que, com suas palavras ele torna público seu voto.

“A crônica da magistratura recomenda que um juiz se abstenha de fazer comentários públicos a cerca de processos que esteja julgando ou possa vir a julgar. Esse comentário do ministro Marco Aurélio aborda uma tese da defesa – que talvez seja a tese mais importante da defesa – e faz comentários sobre ela. Eu, particularmente, acho que isso, a entrevista, não deveria ter acontecido.

Nenhum dos ministros do STF deveria se manifestar deveria poder se manifestar a cerca desse ou de qualquer outro processo parecido. Essa é uma ação penal que pode levar à condenação de pessoas, com perda de liberdade, e deve ser tratada como a lei manda, com discrição. Juiz fala nos autos, o juiz não deve falar previamente”, repudiou o presidente da OAB/RJ.

Sabe-se que o Poder Judiciário do Brasil é reacionário, salvo alguns ministros, a tendência é sempre de seguir um juízo jurídico que não cause fissuras para que novas formas de entendimento do que é Justiça possa se revelar. A posição do ministro Marco Aurélio é claramente impulsionada por esse reacionário jurídico que acredita que nada deve mudar. Daí que se infere de sua atitude uma semelhança com a mídia que pretende seduzir a opinião pública a se colocar contra os réus, seus advogados e os ministros mais progressistas do Supremo Tribunal Federal.

Mas nada disso pode ocorrer visto que a opinião pública como massa, como afirma o filósofo francês Baudrillard, não reflete o que lhes propõem como quesito. Por isso, não responde aos simulacros dos poderes.

Lista de Furnas: Deputados do PSDB acusados de pressionar lobista preso

Relato do lobista Nilton Antonio Monteiro, preso na Penitenciária da Gameleira, nesta capital, reproduzido na página do jornal eletrônico mineiro Novo Jornal, acusa parlamentares tucanos de o pressionar para que não fale sobre a “Lista de Furnas”, como ficou conhecido o esquema de corrupção investigado pela Polícia Federal durante o governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, montado para financiar campanhas políticas e o enriquecimento ilícito de seus operadores.

Leia, aqui, a íntegra da matéria:

“Em tempos obscuros da democracia brasileira Graciliano Ramos, detido pela Polícia Política do regime então vigente escreveu uma obra prima da literatura nacional, Memórias do Cárcere. Mesmo sem o talento do escritor, o lobista Nilton Antonio Monteiro narra o mix de terror, pressão, dinheiro e poder a envolver notadamente o primeiro período em que ele foi preso.

“De acordo com (…) documentos autenticados página por página para o Novo Jornal, ‘o fato foi determinado ao delegado Márcio Nabak por influência do atual deputado federal por Minas Gerais Eduardo Brandão de Azeredo (PSDB), do atual secretário de Governo, Danilo de Castro, da juíza Rosimeire das Graças do Couto, do promotor Adriano Botelho Estrela, da promotora Rita de Cássia Mendes Rolla, do ex-presidente da OAB Seção de Minas Gerais, advogado Raimundo Cândido Júnior, do empresário e ex-deputado federal Vittorio Medioli, do ex-tesoureiro de campanha do senador Eduardo Azeredo, Cláudio Mourão, do empresário Antônio Pontes Fonseca, proprietário da Calsete Siderúrgica Ltda., na cidade de Sete Lagoas e integrantes da Felipe Amodeo Advogados Associados’.

“Para Nilton Antonio Monteiro, a entrada do delegado Márcio Nabak na história, substituindo o colega dele João Otacílio Silva Neto na qualidade de chefe do Deoesp, ‘teve exatamente a finalidade de tentar desqualificar a Lista de Furnas’, além de desqualificá-lo pessoalmente.

“O lobista faz uma acusação grave ao afirmar que antes de ser preso o delegado Nabak, já substituindo João Otacílio, lhe fez ‘uma proposta milionária dizendo-se portador da cifra de cinco milhões de reais provenientes dos cofres de Vittorio Medioli, Antônio Pontes Fonseca e Felipe Amodeo, para ser dividido entre os dois, para que todos os problemas fossem encerrados’, principalmente o caso a envolver a Lista de Furnas.

“Para a viabilização do pretendido bastava a Nilton Antonio Monteiro reconhecer como falsa a Lista de Furnas, o que teria gerado sérias conseqüências para o deputado estadual mineiro Rogério Corrêa, do Partido dos Trabalhadores – PT – e mais pessoas ligadas a ele. Nilton afirmou não poder aceitar a proposta, ‘pois a lista é reconhecidamente autêntica’.

“Além disso, o delegado Márcio Nabak pediu todos os documentos envolvendo o secretário Danilo de Castro. Principalmente o que consta o nome de José Tasso de Oliveira, ex-diretor da Espírito Santo Centrais Elétricas S/A – Escelsa.

“Nilton acusa a autoridade policial de ter desaparecido com peças do inquérito e salienta que fez, sem sucesso, denúncias à Corregedoria da Polícia Civil, à Fazenda Pública e ao Ministério Público de Minas Gerais.

“A primeira prisão dele ‘ocorreu na porta da Corregedoria no dia 20 de outubro de 2011, ligada à prisão, em Vila Velha, no Espírito Santo, de Maria Maciel de Souza, posteriormente transportada para Belo Horizonte’.

“Horror

“De acordo com Monteiro, primeiro os policiais foram com ele até a residência onde ele morava e depois o conduziram ao Deoesp onde foram feitos dois autos provisórios de apreensão de documentos. Na noite do mesmo dia, o prisioneiro foi conduzido para o Departamento de Investigações – DI.

“– Onde fiquei junto a 40 outros presos num ambiente imundo e nojento, todas as pessoas como eu dormindo no chão’.

“Pela manhã, o prisioneiro foi conduzido sob escolta para depor perante o delegado Márcio Nabak e o promotor Adriano Botelho Estrela, que Nilton Antonio Monteiro acusa de ‘pertencer ao grupo ligado ao secretário Danilo de Castro’. À noite, Nilton retornou ao DI onde dormiu.  Foram lavrados mais dois autos de apreensão na presença do senhor promotor e com a assistência da defesa.

“À noite, conta o depoente, há horas tantas um grupo de policiais abriu a porta do xadrez e empurrou para dentro outro preso – segundo ele, um negro bastante forte.

“– Eu não conseguia dormir e estava atento, preocupado com toda a situação. O novo preso vasculhou todo o ambiente com o olhar e se dirigiu para o meu lado, me derrubando e pisando fortemente em meu pescoço. Pensei que ia ser morto.

“Mas os demais presos intervieram, gritaram muito e os policiais em serviço acabaram por retirar o agressor do local. Na opinião de Nilton Antonio Monteiro, ‘isso aconteceu a mando de alguém’. Ele confessa que o episódio o deixou bastante abalado. Depois ele foi transferido para o Ceresp Gameleira, tendo ficado preso durante quatro meses antes de ser libertado para posteriormente ser novamente detido.

“Intervenção do Poder

“Ainda detido no Ceresp Gameleira, conta Nilton Antonio Monteiro, certa manhã ele foi retirado da cela para conversar com o delegado Márcio Nabak que voltou a fazer referência a uma proposta que tinha para lhe apresentar. Porém, antes de dizer do que se tratava pediu-lhe para acompanhá-lo a uma sala mais reservada onde estavam os deputados federais tucanos Rodrigo de Castro, filho do secretário Danilo de Castro,  Marcos Pestana, ex-secretário estadual da Saúde no governo Aécio Neves, atual presidente do PSDB mineiro e Domingos Sávio, que foi líder da bancada do PSDB também no governo do atual senador por Minas Gerais.

“A conversa, segundo Monteiro, foi iniciada por Nabak afirmando-lhe que aquela era a última chance que ele teria para negar a autenticidade da Lista de Furnas em troca de uma deleção premiada capaz de comprometer o deputado estadual petista Rogério Correa e pessoas a ele ligadas.

“O depoente acusa o deputado Rodrigo de Castro, Mascos Pestana e Domingos Sávio de se referirem ao PT ‘como partido de bandidos’, ‘tendo Rodrigo argumentado que os petistas pagam muito bem. Marcos Pestana por sua vez queria saber de outros documentos que eu pudesse ter comigo, se algum envolvia o senador Aécio Neves. Rodrigo de Castro só queria saber de documentos envolvendo o nome do pai dele e se eu tinha algum tipo de ligação com o deputado estadual Durval Ângelo, do PT’. Foram muitas as insistências feitas, ‘sempre com o Márcio Nabak insistindo em delação premiada e afirmando que o deputado Rogério Correa é bandido’. Mas diante da resistência de Nilton Monteiro, ‘os deputados foram embora e eu voltei para a prisão’. Se Nilton Antonio Monteiro tivesse aceitado as condições do grupo seria chamado, como foi dito a ele o promotor Adriano Botelho, Estrela para testemunhar os procedimentos legais.

“– A respeito desse assunto eu escrevi para os deputados estaduais Rogério Correa e Durval Ângelo, informando o que tinha acontecido.

“Segunda prisão

A segunda prisão de Nilton Monteiro ocorreu nas dependências da Fazenda dos Parreiras, em posse do depoente, quando ele lá estava tratando de negócios envolvendo a propriedade e que ele discordava por entender que eram procedimentos “executados” para de alguma forma comprometê-lo.

“Ele conta que caminhava em companhia do seu sogro quando dois policiais saíram por detrás de árvores e lhe deram voz de prisão, não permitindo que ele, que estava sem camisa, pudesse pelo menos voltar na sede da fazenda para se trajar por completo. Foi algemado com as mãos para trás e conduzido a uma viatura descaracterizada. Nilton tem desconfianças de que um ex-funcionário da fazenda telefonou avisando os policiais que ele estava no local. Algemado, ele conta que foi ‘arrastado uns 200 metros’, sendo conduzido para a Delegacia de Venda Nova. Uma longa viagem.

“Antes de chegar à prisão, pelo menos por três vezes os policiais que o detiveram, sem exibir o devido mandado de prisão, pararam em locais variados e o deixaram sozinho no interior do veículo, dando-lhe ‘oportunidade de fuga’, o que ele em momento algum tentou, presumindo ser aquilo uma manobra para existir a oportunidade de execução sumária sob o argumento de tentativa de fuga. As saídas eram demoradas, perto de matagais e os policiais postados à distância que lhe permitiria tentar escapar, porém, sob o risco de tombar por disparos de armas de fogo potentes e de longo alcance. Em uma dessas paradas ele escutou um dos seus captores dizer: ‘O cabrito está preso’. Em outra ocasião os autores da prisão receberam um papel cujo conteúdo até hoje Nilton Monteiro não sabe do que se trata. Até então a sua prisão era caracterizada mais por arbitrariedades do que legalidades, principalmente a ausência de um advogado de defesa. No trajeto os policiais ainda foram à casa de um delegado no bairro Santa Amélia, ‘onde outro papel cujo teor eu também desconheço foi buscado’. De lá a viatura seguiu para Venda Nova.

‘Quando chegaram à Delegacia de Polícia de Venda Nova, eles me colocaram no ‘coró’ (cela na gíria dos presos comuns’. Nilton reclama que ficou muito tempo sem comer e só aí foi oferecido a ele um lanche que ele se recusou a comer ‘temendo ser envenenado’. Quando ia jogar o alimento ao lixo outro preso disse que comeria, mas Nilton o advertiu:

“– Se você quer comer que coma, mas se morrer envenenado eu não terei culpa nenhuma.

“Mesmo assim o preso se alimentou e nada aconteceu. Enquanto ele comia o telefone celular dele tocou e depois de terminada a conversa Nilton perguntou a ele se poderia usar o aparelho, o que foi consentido, oportunidade em que Monteiro se comunicou com a família para dizer que do momento da sua prisão até àquela hora estava sem a assistência de um advogado, sem camisa (apesar do tempo bastante frio) e sem comer. Monteiro ficou até aproximadamente meia noite em Venda Nova, horário em que foi transferido para o Deoesp onde dormiu algemado tanto nos pulsos quantos nas pernas, inclusive com a utilização de correntes nos tornozelos. Posteriormente Nilton Antonio Monteiro foi informado que ele não poderia ter dormido naquelas dependências e de outro fato bastante grave, sem ter sido submetido a um Auto de Corpo de Delito. Tais fatos já estão comunicados ao Conselho Nacional de Justiça – CNJ. Os mesmos episódios encontram-se relatados à Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados.

“Nilton Antonio Monteiro só foi transferido novamente para o DI depois dos policiais rodarem muito com ele por diversos lugares, já num domingo, quando a sua prisão ocorrera no sábado. Porém, nesse ínterim foi convocado a depor perante a delegada da Polícia Federal Josélia Braga da Cruz. Foi sugerido a Nilton Antonio Monteiro, pela delegada, a sua ida para o presídio de segurança máxima da Papuda, em Brasília, por questões de segurança e proteção de testemunha. Segundo ele, a delegada federal ‘desempenhou o seu papel com extremo profissionalismo’. Dela ouviu da impossibilidade de transferência para a Nelson Hungria, que abriga igualmente presos da esfera federal indo parar no complexo penitenciário de Neves onde ficou até 17 de maio de 2012 ‘sob intensa vigilância, porém, sem sofrer nenhum mau trato’. Ao contrário da PF, a polícia mineira pretendia que Nilton Antonio Monteiro ficasse detido no Departamento de Investigações – DI. Hoje as autoridades competentes estão redobrando cuidados para que nenhum tipo de agressão ocorra a ele e membros da sua família.

“Confirmação

“O deputado estadual Rogério Correa, do PT, confirmou estar protocoladas na Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa de Minas Gerais as cartas enviadas por Nilton Antonio Monteiro denunciando a trama que estava sendo armada, frisando que o seu colega Durval Ângelo também recebeu as mesmas informações. Além do mais, Rogério Correa disse ter encaminhado a denúncia ao Ministério Público de Minas Gerais ‘que não tomou providências’.

“Ele comenta que o delegado Márcio Nabak repassou à revista Veja informações tentando incriminá-lo e posteriormente ao jornal O Estado de Minas, levando o deputado federal Domingos Sávio, (PSDB/MG), da cidade de Divinópolis, Centro Oeste de Minas, a pedir a cassação do mandato dele, Rogério.

“– Entretanto a situação era tão absurda que o próprio governo do Estado não conseguiu mobilizar a sua base, tendo vários parlamentares se rebelado contra a situação contra a qual se levantou também o presidente do Poder Legislativo, deputado Diniz Pinheiro.

“Lembrou ainda que foi de ‘valor inestimável’ a coragem do deputado Antônio Júlio, do PMDB, que declarou, através da mídia, que a Lista de Furnas é verdadeira, acrescentando ele próprio ter sido beneficiado ao comparecer pessoalmente perante Dimas Fabiano e receber o montante de R$ 200 mil.

“O representante petista disse ter sido informado também da visita feita pelos deputados federais Marcos Pestana, Domingos Sávio e Rodrigo de Castro ao Ceresp Gameleira para, a mando do senador Aécio Neves e do secretário Danilo de Castro, tentar com a colaboração do delegado Márcio Nabak obter de Nilton Antonio Vieira a sua implicação.

“A revista Veja está sendo processada, observa Rogério Corrêa. Quanto ao jornal O Estado de Minas, ele lembra que a Justiça já determinou o pagamento de multa e que o próximo passo, que a Lei prevê caso não lhe sejam assegurados os seus direitos, ‘é a prisão do diretor responsável’. Ele ainda estuda qual atitude irá tomar em relação ao delegado Márcio Nabak. ‘O caso é idêntico! O mesmo que Policarpo fez com Calinhos Cachoeira, tentaram repetir aqui em Minas’.

Consultado, o deputado Marcus Pestana respondeu: ‘O fato narrado nunca ocorreu e deve ser mais uma fantasia do estelionatário Nilton Antônio Monteiro. É uma grosseira e deslavada mentira. Portanto, tal fato inexistente envolvendo um conhecido falsário não merece comentários’.

“Os deputados Domingo Sávio e Rodrigo de Castro, igualmente consultados, nada responderam até o fechamento desta matéria.

“Ressaltando, contudo, que fica reservado aos mesmos o direito legal de acrescentarem a esta matéria suas versões.

“A Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), encarregada de apurar os fatos ocorridos e narrados através de correspondências enviadas do cárcere por Nilton Monteiro a seus integrantes, promete emitir nota a respeito.

Novo Jornal entregou possível vídeo feito por celular do encontro para ser periciado.

“Nossa reportagem solicitou, sem sucesso, do Ceresp Gameleira a lista de presença dos visitantes do dia que possivelmente ocorreram os fatos denunciados.

“A Comissão Nacional de Direitos Humanos informa que requisitará as imagens de vídeo da entrada do presídio.

“A Comissão de Ética da Câmara dos Deputados informou que só se pronunciará sobre o fato após ser consultada oficialmente por quem de direito”.

A Lista de Furnas foi recentemente denunciada também pela revista semanal independente Carta Capital.


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.243.128 hits

Páginas

Arquivos