Arquivo para 19 de março de 2013

AFINADO VINICIUS PADILLA DEFENDE SEU TRABALHO DE MESTRADO

DSC00341

O mês de fevereiro trouxe para a Afin duas atividades bastante importantes. Uma delas foi durante o carnaval com a bandinha do outro lado. A outra foi a apresentação da dissertação de mestrado do afinado Vinicius Padilla, que atualmente é presidente da associação.

O trabalho intitulado “A pichação como fenômeno socioambiental na cidade de Manaus” foi realizado pelo Programa de Pós Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Amazonas (UFAM). A apresentação ocorreu na Faculdade de Psicologia da UFAM.

A pesquisa buscou entender os aspecto socioambientais da pichação além dos preceitos da psicologia do espaço, que se caracteriza por um determinismo das ações do homem no espaço. Destas formas além das produções visíveis e sociais dentro do espaço foram discutidas as produções maquínicas onde a interpelação que sofremos dos espaços não ocorrem visivelmente (Guattari).

Além disto a pichação foi estudada a partir da ensignação dos espaços urbanos que já são ultracodificados com os valores do sistema capitalista (Baudrillard).

DSC00348

DSC00350DSC00361

DSC00347

A banca formada foi formada pela orientadora Iolete Ribeiro da Silva, Lídia Ferraz, ambas da Universidade Federal do Amazonas. A pesquisadora convidada Livia Freitas Fonseca Borges da Universidade de Brasília (UNB).

O trabalho teve a coleta de dados através de fotografias de pichações de diversos bairros de Manaus, que foram categorizadas quanto o tipo de pichações e lugares de pichação. Além disto o pesquisador fez entrevistas semi-estruturadas com diversos jovens pichadores que atuam na não-cidade de Manaus.

Muitos destes jovens possuem leituras da realidade urbana e entendimentos necessários para a prática coletiva, sendo autodenominados ativistas sociais. Com isto vemos que mesmo sendo excluidos das atividades sociais e sem ter oportunidades socioeducativasculturais este jovens buscam ser protagonistas a sua maneira e muitas vezes com entendimentos positivos.

A pesquisa teve ainda uma ampla análise dentro dos aspectos juridicos, sociais, ambientais, urbanos e interventivos da pichação, como grafismo, arte (ou não) e manifestação urbana destes jovens.

Após a defesa a banca se reuniu para deliberar e discutir o trabalho e a possibilidade de sua aprovação.

DSC00355

Após a deliberação, os professores que conpuseram a banca anunciaram o resultado no qual o mestrando Vinicius Padilla, após receber sua aprovação, se tornou o 25° mestre do Programa de Pós Graduação em Psicologia.

A banca então fez suas considerações, correções e algumas sugestões para o afinado. E como a Afin estava presente com seus diversos membros logo a conversa se alongou em intercalações de ideias e conceitos sobre o trabalho que compreendeu esta pesquisa e a própria realidade opressora que os jovens enfrentam nesta não-cidade.

DSC00358

DSC00383

Acima vemos a presença dos afinados junto com Vinicius e sua orientadora Iolete Ribeiro da Silva.

Com o trabalho já corrigido nosso bloguinho traz a dissertação completa a público podendo ser baixada, citada e reproduzida para fins acadêmicos e não-comerciais.

Com o fim do mestrado o agora mestre Vinicius continua suas atividades afinadas com a mesma vontade e afinco.

CESTA BÁSICA, REFORMA TRIBUTÁRIA, INFLAÇÃO E ESCRAVIDÃO

Sabe-se que a cobrança de impostos no Brasil é, historicamente, injusta. E não somente pelos altos preços cobrados por serviços públicos – que muitas vezes não cumprem seu papel social de modo digno. Contudo, é evidente o modo como os estados da federação driblam as tentativas de diminuição destes impostos e de melhoria da existência do cidadão brasileiro.

O desinteresse de boa parte dos políticos profissionais em relação à reforma tributária no país é incontestável. Embora necessária ao desenvolvimento político-social do país, tal reforma não ocorreu no governo do ex-presidente Lula; entretanto sua discussão foi ampliada. No atual governo Dilma, presenciamos a desoneração total dos produtos da cesta básica, mas nada disso parece diminuir os impostos, responsáveis por determinar políticas de governos estaduais, que compreendem as ações do Estado do Bem-Estar social controladas pelo neoliberalismo.

É, exatamente, sobre os alimentos que percebemos o peso dos impostos sobre a população – por meio do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) – cada vez que compramos comida. Atualmente, não mais estamos contribuindo, de maneira direta, para o governo federal, mas continuamos a contribuir para os estados.

De acordo com a Agência Brasil: “De responsabilidade dos governadores, o ICMS responde por 45% dos tributos que incidem sobre os alimentos, de acordo com a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP). A alíquota padrão corresponde a 17% ou 18% conforme o estado de origem, mas algumas unidades da Federação chegam a estabelecer mais de 40 alíquotas diferentes para esses produtos”.

Este sistema de cobrança de tributos afeta a população mais pobre, pois atinge, diretamente, aqueles que consomem mais. Além disso, tal cobrança é confusa por não estabelecer uma isonomia entre os estados. O gerente do Departamento de Agronegócio da FIESP, Antonio Carlos Costa, ressalta que “O ICMS incide de forma desigual, o que resulta num sistema confuso e em alta carga tributária sobre os alimentos”.

O diretor técnico do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), Clemente Ganz Lúcio, referindo-se ao fato do pobre ser o mais prejudicado por este tipo de cobrança de impostos, explica: “Quem ganha menos, proporcionalmente, paga mais imposto do que os mais ricos, principalmente ao consumir produtos básicos, de que não pode abrir mão.”

Diante de tal situação, entidades ligadas a este tema, foram ouvidas pela Agência Brasil e “cobraram não apenas a simplificação das alíquotas, mas também a desoneração da cesta básica pelos estados”.

Segundo a Agência Brasil:

“Enquanto a população que ganha até dois salários mínimos gasta cerca de 30% da renda com a compra de alimentos, quem recebe acima de 25 salários mínimos desembolsa de 10% a 12%, em média. “A desoneração da cesta básica em nível estadual é uma forma de justiça fiscal porque barateia os produtos que mais impactam a mesa do trabalhador, combatendo a inflação e aumentando a renda disponível dessas famílias”, destaca Lucídio Bicalho, assessor técnico do Instituto de Estudos Socioeconômicos (Inesc)”.

Quando a lei é  tratada somente no campo constitucional e é apresentada somente como uma série de normas processuais, responsáveis por regular a normatividade conservada por governos aptos a controlar os fluxos da produção social, por meio de impostos, por exemplo, fica evidente o quanto não se trata somente de uma reforma tributária para que esta situação mude.

Tal reforma continua a explorar e controlar a dinâmica da produção social por meio de uma lei, que só se mostra isonômica quando partirmos das imagens morais/dogmáticas das instituições representativas do capitalismo. Fora destas imagens, o que vemos é a necessária desigualdade política e social para que se mantenha a relação de soberania entre dominado e dominador.

Deste modo, a democracia representativa, por meio de suas instituições, apenas faz a manutenção desta relação de soberania, agindo moralmente, constituindo os valores como regras sociais necessárias à coesão social; a lei moral age para que os explorados continuem como escravos à medida que lutam para se manterem vivendo com vários tipos de privações, pois o que podem ganhar com a venda de sua força de trabalho e mesmo com sua criatividade é subsumido por governos estaduais quando compram seus alimentos. Manter-se vivo para manter-se escravo.

Esta condição de desumanidade, de besta humana, a qual o homem é sujeitado, não é percebida pelos políticos profissionais. Um exemplo, em Manaus, é o deputado estadual Marcelo Ramos (PSB), que divulgando seu voto contra a cobrança de ICMS em alguns produtos da cesta básica através de outdoors espalhados pela cidade, talvez espere convencer as pessoas de sua posição contrária a esta triste realidade montada.

Ora, pensamos que não se deve ser contra, pois não esperamos destruir o Outro para tomar seu lugar e ter o poder em seu lugar; atitudes como estas apenas reforçam o poder de uma democracia impotente, como é a democracia representativa. Votar contra uma lei e anunciar quem é o culpado é julgar, ou seja, tudo dentro da lei moral, tudo dentro da isonomia que se faz na imagem moral do pensamento do Estado, nada mais.

Marcelo Ramos não ultrapassa a democracia representativa, ele a conserva. Pensar a democracia e o público como a ação que produz a cidade e seus cidadãos ao mesmo tempo, talvez lhe seja difícil, talvez possa lhe parecer utópica; mas a democracia pode ser, justamente, a ética dentro da política, isto é, os talentos de todos criando a cidade sem privações, sem representantes legais, mas como seres donos de suas próprias vozes que saibam que, ao comer, não estão somente repondo energia para depois gastá-la em sua própria exploração, e, sim, alimentando-se para sentirem o mundo de outro modo, mais suave, alegre.

ESTADOS UNIDOS ATIÇAM GUERRA NUCLEAR AO DISPONIBILIZAR ARSENAL A CORÉIA DO SUL

A ameaça de uma guerra nuclear há tempos ameaça a humanidade. Na paranóia da Guerra Fria a destruição poderia ser tamanha que acabaria com boa parte da vida na terra. Ao menos na cabeça dos produtores dos filmes de ficção científica da época. Para muitos porém esta ameaça terminou na explosão das duas bombas na 2a guerra, ou quem sabe na contra capa do vinil A terceira lâmina de Zé Ramalho.

Porém as bombas americanas, israelenses, egípias, sauditas e de vários outros países nunca foram desativadas e sempre tiveram suas pontas voltadas para alguma direção. Porém os americanos com seu delírio imperialista continuou quente a esperança das guerras se envolvendo em dezenas de conflitos mundo afora.

Atualmente o governo americano chama de inconsequente e louco o governo norte-coreano poer estar produzindo uma bomba parecida com a que os americanos possuem, mas em menor grau destrutivo. Insatisfeito com tamanha irracionalidade e violência do lider nortecoreano os americanos tomam uma decisão para o combate a Pyongyang: deixar as postos suas ogivas nucleares. O mínimo que a racionalidade poderia falar disso é que há uma incoerência na posição americana. Porém deve-se ir mais longe nesta concepção.

O arsenal norte-americano disponibilizado ontem à Coreia do Sul como uma forma de defesa vem de uma posição moralista como falou o secretário de Estado da Defesa adjunto, Ashton Carter, onde os Estados Unidos estão “firmes no seu compromisso de usar as suas armas nucleares como força de dissuasão contra as ameaças de ataque nuclear feitas por  nos últimos dias. Poremos todos os recursos à disposição da nossa aliança”.

Na verdade não há nenhuma preocupação americana com o bem estar do mundo ou da própria parceira Coréia do Sul. Se houvesse nem se cogitaria todo este aparato nuclear. Os Estados Unidos estão buscando uma prerrogativa para sua próxima guerra e inclusive já anunciou exercícios militares junto com a parceira do sul. A preocupação da ONU e dos Estados Unidos ultrapassam a questão nuclear. O que está em jogo é a não aceitação dos preceitos imperialistas norteamericanos pela Coreia. Não se deve esquecer ainda o histórico conflito americano na Guerra da Coréia, que desde lá vem semeando o ódio a uma das partes divididas. Nesta hora onde estará a terceira lâmina que corte a carne de vocês, dominadores, para que a vida possa continuar brotando em sua paz?

COMISSÃO NACIONAL DA VERDADE INVESTIGARÁ A MORTE DO PRESIDENTE JOÃO GOULART

O presidente João Goulart, o Jango, teve uma grande importância na luta em defesa dos pobres e trabalhadores brasileiros. Porém antes que pudesse desenvolver suas políticas públicas, Jango e o Brasil sofreram o golpe militar de 64 que teve como parceiro a força bélica, econômica e subjetiva dos Estados Unidos.  Ao ser escurraçado, Jango foi para o Rio Grande do Sul e depois se exilou  no Uruguai e Argentina.

Ontem a Comissão Nacional da Verdade recebeu um pedido do Instituto João Goulart, através do presidente João Vicente Goulart, filho de Jango. A família e parte do Brasil acredita que ele foi assassinado pela ditadura militar na cidade argentina de Mercedes, em provavel desdobramento da Operação Condor. O fato pode estar ligado a uma possível volta de Jango para o Brasil a resistência ao regime.

Há uma suspeita de assassinato por envenenamento e por isto foi solicitado uma autopsia, além de consulta a documentos e testemunhos, inclusive consultas oficiais a autoridades dos Estados Unidos, do Paraguai, Chile, Uruguai e  da Argentina para saber a real causa de Jango.

A comissão recebeu com a solicitação com muito interesse, e vai averiguar as causas da morte de Jango. Rosa Cardoso uma das integrantes afirmou que nos documentos há “um conjunto de indícios muito concludente” e que apontam que Jango pode ter sido vítima “da operação repressiva, dessa repressão terrível que se impôs aos exilados”.

Bolívia cogita deixar Comissão Interamericana de Direitos Humanos

Da Telesur

O presidente da Bolívia, Evo Morales, disse hoje (18) que está avaliando a possibilidade de retirar o país da Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH), segundo ele, porque o organismo não segue seus próprios princípios em defesa dos direitos humanos.

“Estou pensando seriamente em nos retirarmos da CIDH,” disse o presidente boliviano, em uma conferência à imprensa no palácio do governo. Ele acrescentou que vê a CIDH como outra base militar dos Estados Unidos, “insinuam, julgam os países e com o que contribuem?”.

No sábado (16), o presidente equatoriano, Rafael Correa, sugeriu novamente a necessidade de uma reforma das organizações regionais como a Organização dos Estados Americanos (OEA), e da CIDH, porque, de acordo com ele, são organismos dominados por nações hegemônicas.


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.245.531 hits

Páginas

Arquivos