Arquivo para abril \30\-04:00 2013

FESTIVAL VARILUX DE CINEMA ACONTECE EM 45 CIDADES BRASILEIRAS

Festival Varilux 2013

Segue abaixo a lista com os filmes que passarão em 45 cidades brasileiras. Confira se a sua está na listagem:

“Entre as cidades que irão receber o Festival na primeira semana (1 a 9 de maio) estão: Belo Horizonte, Brasília, Cotia, Curitiba, Campinas, Florianópolis, Fortaleza, Goiânia, Indaiatuba, João Pessoa, Jundiaí, Macaé, Nova Friburgo, Porto Alegre, Recife, Resende, Ribeirão, Rio de Janeiro, Salvador, Santos, São Gonçalo, São Paulo, Sorocaba e Vitória.
Na segunda semana (10 a 16 de maio) : Aracaju, Belém, Belo Horizonte, Blumenau, Floripa, Londrina, Maceió, Manaus, Maringá, Natal, Palmas, Santa Maria, São Luís e Tubarão.”

Cinemas e filmes desta edição:

1. “A DATILÓGRAFA“;
2. “ACONTECEU EM SAINT-TROPEZ“;
3. “ADEUS, MINHA RAINHA“;
4. “ALÉM DO ARCO-ÍRIS“;
5. “ANOS INCRÍVEIS“;
6. “CAMILLE CLAUDEL 1915“;
7. “FEITO GENTE GRANDE“;
8. “FERRUGEM E OSSO“;
9. “O HOMEM QUE RI“;
10. “O MENINO DA FLORESTA” – animação;
11. “OS SABORES DO PALÁCIO“;
12. “PEDALANDO COM MOLIÈRE“;
13. “PRENDA-ME“;
14. “RENOIR“;
15. “UMA DAMA EM PARIS“.

Vai rolar ainda uma homenagem a Benoît Jacquot no IMS no Rio de Janeiro.

“De 4 a 12 de maio, o Instituto Moreira Salles – Rio de Janeiro apresenta um ciclo especial em homenagem ao cineasta Benoît Jacquot e uma seleção dos filmes do Festival Varilux de Cinema Francês.
A Mostra contará com a presença do diretor dia 4 de maio, após a sessão de Adeus, minha Rainha.

Confira a programação completa abaixo.

Instituto Moreira Salles
Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea
Tel.: (21) 3284-7400; Fax: (21) 2239-5559
Entrada franca.”

Homenagem à Benoît Jacquot:

1. “A MORTE DO JOVEM AVIADOR INGLÊS“;
2. “ESCREVER“;
3. “ADEUS, MINHA RAINHA” com a presença do diretor e possivelmente de Léa Seydoux, que estará alguns filmes da programação;
4. “ATÉ JÁ“;
5. “NO FUNDO DA FLORESTA“;
6. “SADE“;
7. “SEM ESCÂNDALO“.

Seleção Varilux em exibição no IMS:

1. “CAMILLE CLAUDEL 1915“;
2. “FERRUGEM E OSSO“;
3. “O MENINO DA FLORESTA“;
4. “RENOIR“.

ESTUDOS INTERNACIONAIS AFIRMAM QUE BRASIL ELIMINARÁ POBREZA EXTREMA E TRABALHO INFANTIL

Dois informes internacionais divulgados nesta segunda-feira demonstraram com muito otimismo os avanços brasileiros frente as questões da redução do trabalho infantil e da miséria a partir das políticas  do Governo Dilma em continuidade ao governo Lula.

No primeiro pronunciamento feito pelo representante do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud), Jorge Chediek, o Brasil efetivamente acabará com a extrema pobreza e conseguirá cumprir uma das principais promessas da presidenta Dilma Vana Rousseff.

Ele veio ao país e conheceu o estudo Vozes da Nova Classe Média se mostrando muito otimista: “Vemos que políticas públicas sociais e econômicas farão com que o Brasil atinja o resultado de 100% de redução da pobreza extrema. E a ONU tem um compromisso assumido de combate à pobreza. Pensamos muito nisso, mas [pensamos] pouco no ponto de chegada, que é a classe média. É muito útil o Brasil estar pensando neste ponto de chegada”.

Segundo o ministro e presidente do Instituto de Pesquisa Econômica e Aplicada (Ipea), Marcelo Neri,  “o fim da miséria é apenas o começo”. Segundo ele, a desigualdade teve uma “queda espetacular (…) Em 2012, mesmo com [baixo crescimento do PIB] o chamado Pibinho, 35% das pessoas subiram [de nível social], enquanto 14% caíram. Isso mostra que o país vive mais prosperidade e oportunidade, e menos desigualdade” .

Organização Internacional do Trabalho (OIT) e a redução do trabalho infantil

Já a OIT divulgou o seu Informe Mundial sobre o Trabalho Infantil, afirmando que o programa Bolsa Família, desde a sua criação, reduziu em 8,7% a quantidade de crianças trabalhando no campo e 2,5%, nas áreas urbanas.

Segundo a  diretora do Programa Internacional para a Eliminação do Trabalho Infantil da OIT, Constance Thomas   as políticas de proteção social são cruciais no combate a esse tipo de trabalho, que atinge cerca de 215 milhões de crianças no mundo, e por isto “O relatório demonstra claramente que investir na proteção social por meio dos pisos de proteção social definidos em nível nacional é uma parte fundamental da resposta na luta contra o trabalho infantil, que inclui também o acesso a empregos decentes para os adultos e a educação para as crianças”.

O que se percebe nos dois pronunciamentos é o reconhecimento dos órgãos mundiais voltados ao desenvolvimento humano no avanço brasileiro durante os governos Lula e Dilma que vêm reduzindo os índices vergonhosos da desigualdade social, e que em breve conseguirão erradicar dois grandes problemas: pobreza e exploração do trabalho infantil. Desta forma o país deve continuar avançando para que finalmente estas duas graves questões sejam solucionadas.

MPF denuncia coronel Ustra por ocultação de cadáver na ditadura militar

da Agência Brasil

O Ministério Público Federal (MPF) em São Paulo denunciou, pelo crime de ocultação de cadáver, o coronel reformado Carlos Alberto Brilhante Ustra, comandante do Destacamento de Operações de Informações – Centro de Operações de Defesa Interna de São Paulo (DOI-Codi) no período de 1970 a 1974. Também foi denunciado pelo mesmo crime o delegado aposentado Alcides Singillo, que atuou no Departamento de Ordem Política e Social de São Paulo (Deops-SP) na ditadura militar.

Na ação, ajuizada na última sexta-feira (26), Ustra e Singillo são acusados de ocultar o cadáver do estudante de medicina Hirohaki Torigoe, então com 27 anos, morto no dia 5 de janeiro de 1972. Torigoe foi membro da Ação Libertadora Nacional (ALN) e do Movimento de Libertação Popular, organizações de resistência à ditadura.

De acordo com o MPF, a versão oficial do crime – divulgada à imprensa duas semanas após o desaparecimento do estudante – sustenta que Torigoe foi morto na Rua Albuquerque Lins, no bairro de Higienópolis, na zona oeste de São Paulo, em um tiroteio com a polícia. Segundo as fontes oficiais da época, a demora na divulgação da morte ocorreu porque a vítima usava documentos falsos, com o nome de Massahiro Nakamura.

No entanto, o MPF contesta a versão oficial com base no depoimento de duas testemunhas: André Tsutomu Ota e Francisco Carlos de Andrade, presos na mesma data. De acordo com os depoimentos, Torigoe foi ferido e levado ainda com vida ao DOI-Codi do 2º Exército, no bairro do Ibirapuera, onde foi interrogado e submetido à tortura.

As testemunhas afirmaram que os agentes responsáveis pela prisão de Torigoe tinham pleno conhecimento da verdadeira identidade do detido. Apesar disso, de acordo com o MPF, todos os documentos a respeito da morte da vítima, inclusive o laudo de necropsia, a certidão de óbito e o registro no cemitério, foram elaborados em nome de Massahiro Nakamura.

Para o MPF, além de utilizarem o nome falso nos documentos de óbito e de sepultarem clandestinamente o estudante no Cemitério de Perus, em São Paulo, os subordinados de Ustra negaram aos pais de Torigoe informações a respeito do filho desaparecido.

Na ação, o órgão acusa Ustra de enterrar clandestinamente Hirohaki Torigoe, falsificar os documentos sobre a morte com o intuito de dificultar a localização do corpo, ordenar a seus subordinados que deixassem de prestar informações aos pais da vítima e de retardar a divulgação da morte em duas semanas, com a intenção de ocultar o cadáver e garantir a impunidade pelo homicídio.“A conduta dolosa de ocultação do cadáver resta totalmente caracterizada pelo fato de que os pais da vítima estiveram nas dependências do DOI-Codi antes da divulgação da notícia do óbito, em busca do paradeiro do filho. Lá, porém, funcionários do destacamento sonegaram-lhes a informação de que Hirohaki Torigoe fora morto naquele mesmo local e que seu corpo fora clandestinamente sepultado com um nome falso”, ressalta o texto da ação.

Desde 2006, um inquérito civil público busca localizar os restos mortais de Hirohaki Torigoe. “Até hoje permanecem os restos mortais de Hirohaki Torigoe ocultos para todos os fins, inclusive os penais”, afirma o MPF.

O delegado de Polícia aposentado Alcides Singillo é acusado de deixar de comunicar a correta identificação e localização do corpo à família da vítima, o cemitério onde ele supostamente foi enterrado e o cartório de registro civil onde a morte foi registrada. De acordo com o MPF, Singillo era, na época, delegado do Deops de São Paulo e tinha ciência da identidade do estudante, pois colheu o depoimento do verdadeiro Massahiro Nakamura, que foi a delegacia após a notícia de que Torigoe usava seu nome.

Segundo o advogado de Ustra, Paulo Esteves, o ex-coronel nunca participou de nenhum tipo de violação de direitos. “A violência não foi apanágio da vida dele”, disse. A reportagem não conseguiu localizar o advogado do ex-delegado Singillo.

 

SEGUNDA-FEIRA DOMINICAL

Dia das boas almas

bolsonaro feliciano  camara senado A Procuradoria da Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados declarou pretende entrar nesta semana com uma representação contra os deputados “negadores da vida” Marco Feliciano e Jair Bolsonaro  pelo crime de quebra de decoro parlamentar.  Segundo Wadih Damous, o presidente da Comissão Nacional de Direitos Humanos  da OAB, “Eles estão divulgando vídeos e difamando pessoas se valendo da imunidade parlamentar. A representação será baseada nisso”.

O recurso será feito a Corregedoria da Câmara exigindo punição aos parlamentares devido à campanha veiculada na internet contra os deputados Jean Wyllys , Erika Kokay, Domingos Dutra. No vídeo postado por Bolsonaro  estes deputados são colocados como inimigos da família brasileira, uma vez que defendem os diretos de brasileiros, incluindo a população homossexual.

Para a OAB a ação depende da conclusão da procuradoria, já que “essas questões técnico-jurídicas têm de ser vistas com muito cuidado. Não vou colocar a OAB numa aventura jurídica, de entrar num jogo partidário. Assim que tivermos uma petição consolidada, ingressaremos na Câmara com a representação. (…) Pensar que tais absurdos partem de representantes do Estado, das estruturas do Congresso Nacional, é algo inimaginável e não podemos ficar omissos. Direitos Humanos não se loteia e não se barganha”.

A ação da OAB não envolve apenas a difamação gerada pelos irracionais parlamentares, mas um entendimento que pessoas que representam o povo brasileiro devem respeita-lo em sua heterogenia, e respeitar aqueles que defende a pluraridade. Porém, presos em seu mundo fantasioso, os deputados não tem condições de serem representantes.

refugiados refugees imigrantes imigrantsSegundo o Comitê Nacional para os Refugiados (Conare) e a Agência da ONU para Refugiados durante os últimos três anos, o número de imigrantes que solicitaram refúgio no Brasil cresceu 254%.  Os países que lideram em número de solicitações é Angola com 1060 refugiados  seguido da Colômbia com 738 refugiados no Brasil.

O presidente do Conare, Paulo  disse que “essas pessoas, geralmente, já constituíram família, estão integradas socialmente no Brasil e já têm empregos”. Atualmente há cada vez mais um número maior de solicitações, e por isto deve se aprimorar o atendimento para diminuir o tempo de espera dos povos que pedem refúgio.

Abrão ainda afirma que Ipea fará sugestões ao Conare para que, com as entidades parceiras como Acnur, Cáritas e Instituto Migrações e Direitos Humanos (IMDH), avaliem e busque conjuntamente soluções para este problema tão sério.

O Brasil, ao contrário da xenofobia europeia aos imigrantes vem voltando suas políticas públicas e criando cada vez mais maneiras de receber estes imigrantes e dar condição para que todos os países envolvidos nas relações internacionais brasileiras possa ter um desenvolvimento conjunto com políticas públicas responsáveis.

Russian gay-rights activists fly national flag next to poster with a caricature painting of Russian President Putin and Prime Minister Medvedev during CSD parade in BerlinO presidente russo Vladimir Putin declarou nesta semana que pretende modificar os acordos de adoção de crianças firmados com todos os países que autorize o casamento entre pessoas do mesmo sexo. Esta fala ocorreu na mesma semana em que a França aprovou o casamento gay. As modificações seriam retroativas e poderiam “desadotar” crianças deste país independente do tempo da adoção.

Em seu preconceito bradou com determinação afirmando que considera ” correto fazer modificações nos tais documentos. É uma questão atual e temos de pensar sobre isso (…) Devemos reagir ao que está acontecendo a nossa volta. Respeitamos os nossos parceiros, mas também pedimos que respeitem as tradições culturais e normas éticas, legais e morais da Rússia”.

Mesmo que desde 1993 a Rússia tendo descriminalizado a homossexualidade, vemos que a homofobia ocorre generalizadamente no país, a começar pelo presidente e parlamentares. A Rússia demonstrou um grande desagrado nos acordos de adoção com a França, uma vez que há várias agências francesas que tem convênio com o país.

russia-gay-MEntendemos que esta falsa preocupação, que usa como desculpa as tradições russas, nos mostra que no frio russo, onde é comum homens terem comportamentos afetuosos como o beijo na boca, há uma tentativa irracional de proteger as crianças e cidadãs russas dos nefastos casais homossexuais. Isto já demonstra que há uma ideia em que a Rússia seria um país que destina suas crianças a outros que considera puros. Uma atitude micronazista baseada em que o país se macula pela sua situação de diversidade. E também vemos que as adoções que já ocorreram não podem ser desfeita e tirar as crianças de famílias já construída. Isto mostra a dificuldade deste país em lidar com uma fobia dos homens e mulheres livres.

pirate-bay-wikileaksO portal de notícias WikiLeaks, cuja função é divulgar documentos “sigilosos” de governos do mundo todo, e o sítio global Pirate Bay venceram nos tribunais uma disputa contra a Visa, uma das grandes operadoras de cartões e pagamentos.  Um tribunal islandês tomou a decisão de obrigar a empresa a liberar as doações feitas na sua rede para as contas do portal.

Caso o roubo praticado por esta grande empresa capitalista, que nada mais faz além de usurpar descaradamente o dinheiro alheio, seja indiferente para os magnatas das operadoras, a multa estipulada pelo tribunal é de 800 mil Kronas (cerca de 13.774 reais) diárias.

Julian Assange, nunca satisfeito e sempre atuante na luta contra o capitalismo e contra os países dominadores e manipuladores da informação, publicou que agora o foco da luta será contra as outras empresas que praticam o mesmo tipo de crime, a Mastercard e a Paypal.

De acordo com Assange: “Nós agradecemos ao povo islandês por mostrar que não serão molestados por empresas poderosas apoiadoras de Washington como a Visa. E nós mandamos um aviso para as demais companhias envolvidas no bloqueio de fundos: vocês serão os próximos.”.

 

Fluminense-Volta-Redonda-Foto-LANCEPress_LANIMA20130428_0099_1As peladas mornas que rolam Brasil afora continuam fazendo até os brutos chorarem. No carioquinha, nenhuma surpresa, o Foguinho bateu o Resende e o Fluzinho passou pelo Volta Redonda. Agora, as equipes duelam na final da desejada Taça Rio, que está entre os maiores campeonatos de pelada do mundo.

Gremio juventudeNo gauchinho mais triste do que gaúcho depois de churrasco, o Internacional passou pelo Veranópolis e vai para final da Taça Farroupilha contra o Juventude, que bateu no desesperado Grêmio. No mineirinho mais frio que o pão de queijo vendido no Mineirão, o Cruzeiro venceu o Villa Nova e o Galinho passou pelo desconhecido Tombense.

Ponte Preta x CorinthiansJá a maior pelada de todas, o Paulistinha, começou sua fase de mata-mata matando os torcedores de tédio. No jogo dos bichos, o porquinho perdeu nos pênaltis para o peixinho de Neymídia, ator global. A Ponte Preta, para não perder o costume, morreu na praia contra o apático Corinthians. O São Paulo sofreu mais que apaixonado ouvindo música do Roberto Carlos para vencer o Penapolense. E o Mogi Mirim derrotou o Botafogo de SP.

 

Campeonato Paulista jogo Santos x Palmeiras

Campeonato Paulista, Santos X Palmeiras

Artistas e intelectuais promovem manifesto por Cinemateca Brasileira

“A Cinemateca Brasileira, fundada há mais de 60 anos por intelectuais e amantes do cinema, passou ao Governo Federal em 1984. Desde então vem desenvolvendo de forma regular sua vocação de preservar a memória audiovisual, tendo atingido um nível de excelência reconhecido em âmbito nacional e internacional.

Ao longo do tempo, a sua precariedade institucional foi compensada pelo apoio decisivo da SAC – Sociedade Amigos da Cinemateca, criada em 1962, configurando uma parceria público-privado, que se tornou uma das marcas valiosas de seu sucesso.

Nos últimos meses, a Cinemateca vem enfrentando dificuldades que colocam em risco sua missão institucional. A interrupção dos projetos apoiados pela Sociedade Amigos da Cinemateca acarretou a dispensa de mais de 50 trabalhadores, alguns deles com vínculos muito antigos com a Cinemateca. Essa mão de obra, treinada por mais de 20 anos é indispensável para a instituição, não pode ser simplesmente descartada, sob pena de não ser jamais reposta.

Em vista da urgência da situação, vimos apelar à Ministra da Cultura Marta Suplicy para que, independentemente de reformulações que venha a promover na instituição, determine o fim da intervenção da Secretaria do Audiovisual na Cinemateca Brasileira e restabeleça os canais de entendimento com a SAC, visando a retomada imediata dos trabalhos regulares, o reaproveitamento dos quadros qualificados e, em última instância, a preservação da própria integridade da memória audiovisual brasileira.

Abril de 2013.”

Já assinaram o Manifesto:
Antonio Candido – Lygia Fagundes Telles – Affonso Beato – Arrigo Barnabé Benjamim Taubkin – Betty Faria – Bob Stam – Bruno Barreto – Eduardo Escorel Fernando Moraes – Francisco Ramalho Jr. – Hector Babenco – Jean-Claude Bernardet – Jorge Bodansky – Jorge Peregrino – José de Abreu – José Roberto Aguillar – José Roberto Torero – Lauro Escorel – Luiz Carlos Barreto – Mariza Leão – Maureen Bissiliat – Moacir Amâncio – Moacyr Goes – Pedro Farkas – Sara Silveira – Sergio Muniz – Sergio Rezende – Sergio Santeiro – Suzana Amaral Walter Lima Jr – Yael Steiner – Zulmira Ribeiro Tavares

Através da lista do Fórum Nacional de Cineastas:

Alain Fresnot – Ana Maria Magalhães – André Klotzel – André Sturm – Aurélio Michiles – Beto Brant – Cao Hamburger – Carlos Riccelli – Claudio Kahns – David Kullok – Dodô Brandão – Eliana Fonseca – Eunice Gutman – Fernando Meirelles Guilherme de A. Prado – Gustavo Rosa de Moura – Gustavo Steinberg – Helena Solberg – Ícaro Martins – Isa Albuquerque – João Daniel Tikhomiroff – João Jardim – Jorge Alfredo – Jorge Duran – José Carone Júnior – José Joffily – Kiko Goifman – Lucia Murat – Luiz Carlos Lacerda – Luiz Dantas – Luiz Villaça – Mallu Moraes – Marcelo Machado – Marina Person – Matias Mariani – Maurice Capovilla Mauro Farias – Miguel Faria Jr. – Mirela Martinelli – Murilo Salles – Omar Fernandes Aly – Oswaldo Caldeira – Paulo Morelli – Philippe Barcinsky – Renato Ciasca – Ricardo Dias – Ricardo Pinto e Silva – Ricardo Van Steen – Roberto Gervitz – Rodolfo Nanni – Rossana Foglia – Sergio Bloch – Sergio Roizemblit Silvio Da-Rin – Tadeu Jungle – Tata Amaral – Tereza Trautman – Tete Moraes Vera de Figueiredo

E também:

Adrian Cooper, Adriana Rouanet, Aída Marques, Alba Liberato, Alberto Baumstein, Alex Magalhães Vieira, Alexandre Elauiy, Anderson Craveiro, André Carvalheira, Andrea Tonacci, Antonio Urano, Augusto Cezar, Atalia Haim, Bernardo Ferreira, Beth Sá Freire, Bettina Turner, Bruno Barrenha, Carlos Nascimbeni, Cássio Starling, Celina Becker, Cesar Charlone, Cezar Moraes, Chantal Marmor, Chica Mendonça, Chico Liberato, Christain Lessage, Christian Petermann, Claudio Leone, Cosmo Roncon, Cristhine Lucena, Diogo Costa, Eduardo dos Santos Mendes, Elisandro Dalcin, Fernanda Luz, Fernando Duarte, Fernando Fonini, Francisco Costa Júnior, Geraldo Ribeiro, Guido Araújo, Humberto Silva, Idê Lacreta, Ivan Hlebarov, Ivonete Pinto, Jailson Almeida, Jaime Prades, João Horta, João Paulo Maria, João Vargas, José Luiz Sasso, Juliana Motta, Júlio Wainer, Kiko Mollica, Leo Edde, Leonardo Crescente, Liloye Brigitte Boubli, Lito Mendes da Rocha, Louis Robin, Lucas Bettine, Lucila Avelar, Lúcio Kodato, Lúcio Vilar, Luiz Adelmo Manzano, Luiz Fernando Noel, Luiz Leitão de Carvalho, Marcela Lordy, Marcello Bartz, Marcelo Marques, Marcos Botelho Jr., Marcos Santilli, Maria Cristina Amaral, Maria Emília Bender, Maria Elisa Freire, Marilia Alvarez Melo, Marilia Santos, Mario Masetti, Matheus Parizi Carvalho, Natalia Piserni, Ninho Moraes, Patrícia Guimarães, Patrick Tristão Ludgero, Paulo Castilho, Paulo Klein, Paulo Rufino, Paulo Zero, Pedro Vieira, Pedro Gabriel Amadeu, Pedro Lacerda, Pedro Olivotto, Rita Maria Terra, Roberto Faissal Jr., Sergio Trabucco Ponce, Suzana Amado, Suzana Villas-Boas, Tico Utiyama, Umbelimo Brasil, Vânia Debs, Vânia Perazzo Barbosa, Vera Hamburger, Vera Arruda Esteves.

Apoios podem ser dados através do e-mail: assinaturascinemateca@gmail.com

Jovens do campo terão direito a 5% dos lotes da reforma agrária

da Agência Brasil/EBC

Os jovens do meio rural terão, a partir deste ano, 5% dos lotes da reforma agrária em todo o Brasil. Com isso, o governo espera assegurar, nos assentamentos com vinte lotes ou mais, a permanência (ou o retorno ao campo) de jovens trabalhadores rurais solteiros até 29 anos, residentes ou com origem no meio rural.

“O nosso trabalho tem uma visão de acolhimento dos jovens que foram buscar conhecimento, oportunidades fora do assentamento e que depois de passar por um período de aprendizado – seja de qualificação profissional ou de vivência fora do assentamento – decidem retornar e transformar o lote da reforma agrária como seu espaço de vida e convivência com a sua família”, explica Guedes.

Segundo o presidente do Instituto de Colonização e Reforma Agrária, Carlos Guedes, a medida, estabelecida em portaria do ministro do Desenvolvimento Agrário, Pepe Vargas, é inédita, já que estimula o fortalecimento dos laços familiares e a manutenção dessas comunidades no campo.

A portaria também trata da “sucessão rural”, e vai beneficiar jovens cujos pais tenham dois ou mais filhos e que sejam assentados ou agricultores familiares, como prioritários no assentamento em lotes vagos em decorrência de desistência, abandono ou retomada, localizados em projetos de assentamentos do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra).

O Semiárido brasileiro tem exemplo de jovens, que apesar das dificuldades impostas pelo clima, querem continuar no campo ou retornar a ele. É o caso de Sérgio Queiroz, de 26 anos, morador do Projeto de Assentamento Santo Expedito, a 87 quilômetros de Barra, na Bahia. O artesão já morou em Salvador, mas retornou ao sertão há dois anos.

“A vida do campo para mim é um recomeço: onde eu moro há um cenário maravilhoso. Eu mesmo planto e consumo a minha própria plantação e tenho uma visão de crescimento muito grande. Por eu ser artesão é onde encontro todas as minhas peças. Além de tudo, tenho a tranquilidade. Apesar disso, há o sol com frequência, o calor. A gente ‘briga com a natureza’ para sobreviver. Na cidade há os aparelhos tecnológicos, e aqui no campo, não. É você e a natureza direto. O agricultor tem de ter orgulho de estar nessa riqueza, não preconceito”, argumenta.

Sérgio disse que quer trabalhar com os jovens do assentamento para provocar a autoestima deles por viver na zona rural. “Temos de tirar a venda dos olhos das pessoas e mostrar que aqui é a mesma zona urbana, só que nós temos o privilégio de ter esse cenário que eles não tem. Vou começar esse trabalho com as crianças, porque é educando crianças que se educa o adulto”, acredita.

Daiarc Silva, de 23 anos, moradora da mesma comunidade de Sérgio, não teve oportunidade de morar fora do campo, mas afirma não ter vontade de deixar a região onde cria sua filha de dois anos. “Isso aqui é um bem que nem todo mundo tem e nem vai ter”, descreve.

“Tem muita gente que reclama de trabalhar no campo, de ficar no sol. Mas não tem coisa melhor do que colher o seu próprio alimento, o que você plantou e sabe de onde vem. Eu vivo isso. As dificuldades são relacionadas ao sol e ao transporte. O agricultor, pai de família, trabalha de sol a sol para ter e vender o alimento. Mas ele faz isso para ver seus filhos crescerem, estudarem. Ele não teve essa oportunidade, mas quer que o filho tenha”, conta.

Os jovens camponeses reivindicaram mais escolas no meio rural, já que muitos precisam percorrer quilômetros para estudar nos centros urbanos. “Nossa realidade aqui é diferente, não é como eles imaginam. Não quero ser só um morador do campo, quero ser respeitado”, disse Sérgio Queiroz.

De acordo com a secretária de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão do Ministério da Educação (Secadi/MEC), Macaé Maria Evaristo, o governo vai reforçar a formação de professores para atuar na escola do campo. Segundo a secretária, esse é um dos grandes desafios do MEC. Quarenta e três universidades do país vão oferecer licenciatura em educação do campo e formar 4 mil professores para atuação nos anos finais do ensino fundamental e ensino médio.

“Estamos trabalhando no acesso, permanência e aprendizagem do aluno que estuda no campo com o Pronacampo. Além da formação de professores, a prioridade é a construção de mais escolas em 2013, pricipalmente para atender ao ensino médio porque nessa etapa temos um índice menor de alunos no campo”, explicou.

Informações do MEC apontam que 23,18% da população rural com mais de 15 anos são analfabetos e 50,95% não concluíram o ensino fundamental. Dados do Censo Escolar referentes ao ano passado registraram que o número de matrículas nas áreas rurais obteve a alta mais expressiva, quando o número de matrículas saltou de 81.155 para 125.634 nos anos iniciais do ensino fundamental, e de 52.010 para 82.087 nos anos finais, um crescimento de 54,8% e de 57,8%, respectivamente. O ensino médio em tempo integral nas zonas rurais cresceu 34%, com uma evolução de 10.675 matrículas para 14.369.

“Desde o ano passado, a ampliação do Mais Educação, que é o ensino em tempo integral, tem permitido que a escola mobilize a comunidade com artes, cultura e recreação. Também temos atividades que dialoguem com o território local, como horta escolar, agroecologia, estudos sobre a memória da comunidade”, disse Macaé.

SABATINA MIDIÁTICA

Êxtase da informação: simulação. Mais verdadeira que a verdade. Jean Baudrillard

Êxtase da informação: simulação. Mais verdadeira que a verdade. Jean Baudrillard

@ Indios aldeia maracanã RioO prédio do antigo Museu do Índio, que desde o fim do ano passado vem sendo reivindicado pelos índios que lá moravam e que há pouco mais de um mês foi esvaziado, foi ocupado na tarde de ontem por um grupo de mulheres indígenas que buscavam promover a reintegração de posse do local e exercer “os direitos indígenas”.

Um outro grupo de índios e defensores da causa manifestaram do lado de fora pela devolução do imóvel. O lider indígena Tiuré Potiguara protestou contra a expulsão do povo que tem vivido em condições precárias: “Infelizmente nós temos parentes que estão em uma situação de precariedade total porque não aceitaram essa migalha, essa esmola do governo lá em Jacarepaguá. Nós estamos lutando nessa resistência. Nós precisamos do nosso imóvel, não precisamos morar em contêiner”.

Indios aldeia maracanãO local, que nos planos do governo seria demolido e que não o foi por intervenção popular, logo recebeu a presença do Batalhão de Choque da Polícia Militar que com um grande efetivo e um helicóptero isolaram a área. Segundo o defensor público federal no Rio de Janeiro, Daniel Macedo, a reintegração de posse do antigo museu pelos índios só poderia ser feito por ordem judicial e não valendo-se da própria força ainda mais porque “a polícia, infelizmente, no Rio de Janeiro, tem um histórico de truculência. E a defensoria também não vai admitir isso”.

Mesmo sabendo que a ocupação não se sustenta pela lei do homem branco, a retirada dos índios que já ocupavam aquela terra e todas as outras que o branco se apossou, não se pode deixar que os autóctones de nossa nação sejam desrespeitados e vivem em condições opressoras em uma moradia inadequada própria da exclusão presente na cultura capitalista do branco dominador. Se a presença enraizada dos autóctones nesta área que lhes pertence é uma afronta para a justiça de origem européia resta ao nosso povo continuar lutando contra esta falsa justiça.

@ santiago_de_cuba(1)Chefes de Estado que participaram ontem da Cúpula da Associação dos Estados do Caribe (EAC) em Porto Príncipe, Haiti pediram o fim do bloqueio econômico dos Estados Unidos a Cuba, além de discutir mecanismos para aumentar a integração regional. Presidido pelo presidente do Haiti, Michel Martelly, o encontro teve a participação dos presidentes da Colômbia; da Costa Rica; do México; do Chile e de Honduras, além de enviados da Venezuela, do Suriname, de Barbados, de El Salvador e de Belize.

Ao final do encontro foi assinado um documento nomeado de Declaração de Pétion Ville, que oficialmente pede ao fim do embargo a Cuba e trata das relações envolvendo um plano de ação de 2 anos para a educação, cultura, ciência e tecnologia, relações econômicas externas, redução e prevenção de desastres e do combate ao narcotráfico.

Este encontro além de marcar toda a união dos povos e governos do Caribe marca uma posição da América Latina fortalecida, autêntica e independente das imposições do imperialismo norte-americano/europeu.

Desta forma além desta atitude racional de impor através da inteligência um posicionamento contra o embargo norte-americano vemos a presença de unidade em um discurso que defende a soberania dos povos latinoamericanos e da solidariedade a ilha caribenha de Cuba, que há decadas resiste ao embargo econômico que lhe é imposto por uma economia maior e destruidora.

vladoO prefeito de São Paulo Fernando Haddad sancionou nesta semana um projeto de lei que prevê que ruas que tenham nome de autoridades e políticos com histórico de desrespeito aos direitos humanos, como os ligados a ditadura militar, poderão mudar de nome.Antes desta lei uma rua só poderia mudar de nome por lei quando houvesse um endereço igual ter seu nome modificado por lei, quando existisse algum endereço igual ou caso expusesse seus moradores ao ridículo.

Com a mudança os moradores podem solicitar alteração de nome de qualquer via pública através de um abaixo assinado, e de quebra sugerir o nome que homenageie uma figura históricas importante. Um dos endereço que urge uma mudança no bairro Vila Leopoldina, é a Rua Doutor Sérgio Fleury, delegado de polícia que participou e organizou diversas sessões de torturas. O novo nome da rua será Frei Tito, que foi torturado pelo delegado.

Este projeto sancionado é de autoria dos vereadores Orlando Silva e Jamil Murad que junto com o projeto do vereador Nabil Bonduki, que proíbe nomeação de rua ou lugar com nome de autoridades que participaram do governo militar, mudarão a cidade de São Paulo que ficará livre de qualquer exaltação de seus verdugos.

Este avanço de São Paulo mostra pro país a necessidade de enfrentar este passado negro e apagar qualquer louvação a estes maleficentes.Na Argentina há alguns anos o país inteiro proibe qualquer forma de nomeação ou homenagem a apoiadores do regime assassino dos militares. Mais do que qualquer forma de ressentimento, é uma forma de não deixar que esta subjetividade linha dura participe da construção urbana, e seja valorizada pela população.

E NEM POR ISSO BAIXOU O PREÇO DO PEIXE

≈ Os vereadores da não-cidade de Manaus, sempre criativos quando o assunto é produção, estudam criar uma lei que obrigue os donos de empresas do transporte coletivo a empregar jovens para orientar os usuários dentro dos ônibus. O projeto, criado pelo vereador Júnior Ribeiro (PTN), ainda aguarda o parecer das mentes pensantes da CMM (Câmara Municipal de Manaus). E nem por isto baixou o preço do peixe.

≈ O prefeito ultraconservador da não-cidade de Manaus, Artur “Anunciação” Neto, aclamou profeticamente que dará uma nova cara para Manaus. Sua promessa é transformar a não-cidade num “canteiro de obras”, sendo a maior prioridade o recapeamento das principais avenidas. Resta saber se Amazonino Mendes reclamará os direitos autorais do discurso. E nem por isto baixou o preço do peixe.

≈ Em mais um capítulo da novela “Promessa é dívida”, o prefeito Artur “Prometo” Neto, do PSDB paulistano, estima contar com R$ 4,3 bilhões de receita no último ano de mandato dele, em 2016.  Os valores correspondem as previsões da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) que tramitou nesta segunda-feira (22) na Câmara Municipal de Manaus (CMM). E nem por isto baixou o preço do peixe.

 A The New York Times Company, que publica o “New York Times”, divulgou seu balanço dos três primeiros meses do ano. O lucro líquido caiu de US$ 42,1 milhões, devido a venda de 16 jornais regionais em janeiro do ano passado, para US$ 3,1 milhões agora. Interessante notar que a mídia acéfala brasileira bombardeia a falência do jornal, justamente na semana em que o mesmo anunciou a contratação do ex-presidente Lula, cuja inteligência e produção foram reconhecidas pelo jornal. Ele terá uma coluna para discutir política internacional e programas sociais.  E nem por isto baixou o preço do peixe.

 A seleção brasileira jogou nesta quarta-feira (24/04) contra a seleção chilena, no “novo” Mineirão. A partida em si, nada de diferente, a mesma apatia de sempre. Neymídia, em mais um de seus achaques, adota agora a postura do “estou acima de tudo isso” frente às vais da torcida: “Eu não estou nem aí. Em todo lugar somos vaiados”.  E nem por isto baixou o preço do peixe.

Sistema Nacional LGBT faz primeira audiência pública

Da Agência Brasil

A primeira audiência pública do Sistema Nacional de Enfrentamento à Violência contra Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis (LGBT) ocorreu hoje (25) no Rio de Janeiro para  integrar as ações do governos federal, estadual e municipal de combate à homofobia e respeito à diversidade.

O evento reuniu representantes de movimentos sociais, gestores públicos, parlamentares e interessados pelo tema, que apresentaram propostas para a construção do sistema e auxiliaram na formulação de politicas públicas voltadas para essa população.

O sistema deverá qualificar e ampliar o atendimento à população LGBT, familiares, amigos e vítimas da discriminação, além de potencializar ações nas áreas de direitos humanos, segurança pública e assistência social. Pretende-se construir um tripé formado pelos conselhos, coordenadorias e planos estaduais e municipais LGBT nos estados e municípios.

“A homofobia no Brasil é estrutural, perpassa toda a sociedade, é transversal. Então nós precisamos do apoio dos estados e municípios para fazer esse enfrentamento da violência. O Sistema Nacional LGBT visa a articular as coordenações, os conselhos estaduais e municipais com as estruturas nacionais para que as políticas públicas em nível federal tenham capilaridades nos estados”, disse o presidente do Conselho Nacional LGBT, Gustavo Bernardes.

A presidenta do grupo Arraial Free, coletivo de lésbicas do município de Arraial do Cabo e segunda secretária do Conselho Estadual LGBT, Ester Silveira, disse que a audiência é mais um espaço de reivindicação para mostrar que apesar de alguns avanços ainda há bastante retrocesso. “O grande sonho dos militantes do Brasil é que a homofobia seja equiparada ao racismo, que seja criminalizada. A cada dois dias um homossexual é assassinado no país e fica por isso mesmo. Nossa ideia é botar atrás das grades quem pratica esse crime”, disse.

A audiência foi feita pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, por meio da Coordenação-Geral de Promoção dos Direitos LGBT e pela Secretaria de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos, por meio da Superintendência de Direitos Individuais, Coletivos e Difusos do Programa Rio sem Homofobia.

O Sistema Nacional LGBT está em consulta pública em diversos estados até a próxima segunda-feira (29). Segundo Bernardes, ele deverá ser lançado ainda este ano e vai integrar todas as entidades existentes no país, mas que funcionam de forma desarticulada. Segundo o presidente, pretende-se que as politicas públicas no âmbito federal sejam pactuadas com estados e municípios, atingindo a todos os brasileiros.

COLEÇÃO DISCOS MARCUS PEREIRA COMPLETA EM TORRENT

Como já haviamos escrito anteriormente sobre sua história, os Discos Marcus Pereira são uma grande contribuição deste publicitário, musicólogo e amante da música popular para a nossa cultura musical e humana. Nosso povo teve oportunidade de ter contato com aquilo que lhe pertence em sua constituição ontofilogeneticamusical, mas que cada vez mais com a (m)idiotização das rádios e televisões (felizmente com algumas poucas exceções), com a imposição da subjetividade cultural norte-americana e de outros padrões da indústria cultural, o brasileiro deixou de conhecer sua música.

O acervo dos Discos Marcus Pereira que foi comprado pela extinta Copacabana, depois ABW, e hoje está engavetado no acervo da Odeon. Preciosidades de grandes músicos, interpretes e intrumentistas que puderam enfim lançar discos como Abel Ferreira, Altamiro Carrilho, Banda de Pífanos de Caruaru, Canhoto da Paraíba, Carlos Poyares, Cartola, Chico Buarque, Chico Maranhão, Dercio Marques, Dilermano Reis, Donga, Elomar, Evandro do Bandolim, Jane Duboc, Leci Brandão, Luperce Miranda, Luis Carlos Paraná, Marcus Vinicius, Noel Guarany, Papete, Paulo Vanzolini, Quinteto Armorial, Quinteto Villa-Lobos, Raul de Barros, Renato Teixeira, Tia Amélia, Tó Teixeira, Walter Smetak entre outros.

Porém o acervo de Marcus Pereira foi recuperado na internet e catalogado com todo esforço e esmero do amigoblog 300 discos que contou com auxílio de vários outros blogs como Abracadabra, Um que tenha, Toque Musical, Preludiando, Acervo Origens e tantos outros.

A própria lei de direitos autorais afirma que não se pode restringir o acesso a educação e a cultura, algo que acontece no caso dos Discos Marcus Pereira que há um bom tempo o povo é vilipendiado tanto no acesso através dos meios de comunicação de massa tanto quanto pela indústria fonográfica.

Desta forma com auxílio de uma leva de pessoas que disponibilizaram sua coleção pessoal trazemos com toda esta moçada e muito carinho e respeito a nossa música uma coleção praticamente completa dos Discos Marcus Pereira em torrent. Há somente três compactos que foram lançados como MP e não estão na lista: um de Adauto Santos, o primeiro de Leci Brandão, além de Walter E Tereza Santos (Pesquisa, Arranjos E Direção Musical – Folclore Musical Baiano).

BAIXE AQUI O MAGNET LINK/TORRENT DA COLEÇÃO COMPLETA DOS DISCOS MARCUS PEREIRA

MINISTÉRIO PÚBLICO EXIGE QUE PLANOS DE SAÚDE REEMBOLSEM O DOBRO PARA CONSUMIDORES

O Ministério Público Federal (MPF) no Rio de Janeiro solicitou atravez de um ofício à Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) para que seja cumprida a lei (Código de Defesa do Consumidor. e que a ANS modifique sua resolução normativa em relação ao ressarcimento de combranças indevidas aos consumidores.

Na recomendação do MPF foi citado o Artigo 42 do Código de Defesa do Consumir que  entede que “o consumidor cobrado em quantia indevida tem direito à repetição do indébito, por valor igual ao dobro do que pagou em excesso, acrescido de correção monetária e juros legais, salvo hipótese de engano justificável”.

Assim na visão do MPF a Agência Nacional de Saúde deveria fazer a lei ser cumprida e obrigar os planos a ressarcirem o dobro do valor pago. A ANS tem como função regulamentar os planos de saúde no país e controlar suas ações.

Mas do que uma simples sugestão, o MPF pretende que este ramo dos planos de saúde, que cresce cada vez mais no país, possa fazer com que os consumidores sejam respeitados, ainda mais em seus direitos.

Houve ainda uma normatização aprovada nesta semana que prevê que só seja negado direitos que tenha cláusulas explicitadas no contrato e que o plano tem um prazo máximo de dois dias de responder ao consumidor o movito da recusa de atendimento.

COMISSÃO DE DIREITOS HUMANOS DA CÂMARA VIOLA PRINCÍPIO CONSTITUCIONAL EM SUA REUNIÃO

A Constituição Federal de 1988 prevê que todos são iguais perante a lei. Todos possuem os mesmos direitos e obrigações. Porém o que se viu ontem na reunião da Comissão de Direitos Humanos foi uma violação deste princípio:  manifestantes contrários a Pastor Felicano foram impedidos de entrar no plenário, enquantos evangélicos pró-Feliciano tiveram acesso liberado. Para que isto acontecesse a polícia legislativa desde cedo bloqueou os corredores e reduziu o número de pessoas próximas à sala da CDHM.

Um dos manifestantes contra Feliciano foi retirado da sala de reunião dizendo que não houve nenhuma agressão que justificasse sua retirada.O deputado Simplício Araújo  que participa da comissão defendeu o manifestante e solicitou que houvesse presente os contraditórios a Feliciano.

Esta atitude dos deputados em violar a igualdade dos direitos mostra algo que já sabemos na composição do próprio congresso. Há uma homogeneidade da hipocrisia, que faz que algumas subjetividades endurecidas prevaleçam nas decisões parlamentares e que ainda permitam que sejam eleitos desrepresentantes como Feliciano, que não tem condições de representar direitos do povo brasileiro.

Porém como pessoas cujo a função é criar e regulamentar leis, os membros da Comissão deixam de lado a lei magma deste país e a concepção mais simples da democracia representativa em sua constituição mais falha.  Se a própria base de sua constituição, a lei, é abandonada imagine a discussão do bem comum a partir da filosofia dos afetos que pode aumentar a potência de agir no mundo? De qualquer maneira a violação da Comissão é tanto uma violação a Constituição Federal, quanto a vida.

SENADO COLOMBIANO REJEITA CASAMENTO HOMOSSEXUAL

O Senado colombiano que tinham até junho para decidir sobre o casamento gay (matrimônio igualitário), rejeitou ontem o projeto de lei com 51 votos contra 17. Os partidos La U e Conservador foram os que mais votaram contra enquanto os esquerdistas Liberal e Polo Democrático foram os que mais apoiaram.

A matéria será arquivada  e só voltará à pauta do Congresso quando outro projeto tramitar por uma das casas legislativas do país. O Congresso assumiu esta votação após a Suprema Corte se negar a decidir sobre a definição do matrimônio.

O autor do projeto, o senador Armando Benedetti Villaneda, acreditava que o projeto tinha chances de ser aprovado devido as fortes discussões que a sociedade colombiana. Para Benedetti “ficou comprovado que o Congresso do país não serve para nada. (…) No dia que formos capazes de converter-nos em um Congresso moderno, vanguardista e progressista, poderemos contribuir para o fim da desigualdade e da pobreza na Colômbia”.

Conservadores como Roberto Gerlein afirmou que mesmo com estado laico, a população é religiosa e afirmou que “Não compartilho, não aplaudo e não desejo o sexo escatológico. Acho que este tipo de sexo é incapaz de gerar vida humana, por ser um sexo que se pratica com fins recreativos […] Não tem importância, não se justifica e desqualifica o projeto em análise”.

A Colômbia conhecida por seus governos altamente conservadores e dependentes das políticas imperialistas norte-americanas tinha a chance de se destacar e ser um dos poucos paises da América do Sul a ter este avanço: a igualdade matrimonial. Porém assim como o Brasil, formado por um congresso altamente reacionário (vide PL 122 e o próprio casamento gay), nossos vizinhos não estão preparados para este avanço democrático e humano.

Programa Nova África, da TV Brasil, ganha Prêmio Camélia da Liberdade

da Agência Brasil

A série de reportagens do programa Nova África, que mostra o continente e suas diversidades culturais do ponto de vista do próprio africano, com ênfase tanto nos problemas regionais do continente, como no desenvolvimento de soluções a partir dos próprios personagens locais, deu à TV Brasil o Prêmio Camélia da Liberdade.

Em sua 7ª edição, o Prêmio Camélia da Liberdade visa a incentivar instituições públicas, universidades, governos, empresas e veículos de comunicação a desenvolver projetos de ações afirmativas, de valorização da diversidade e inclusão étnica nos seus quadros e que, ao longo do ano, tenham demonstrado compromissos concretos com a inclusão dos afrodescendentes na sociedade brasileira.

O Nova África recebeu do Centro de Articulação de Populações Marginalizadas (Ceap), o Camélia da Liberdade Ação Afirmativa, Atitude Positiva, na categoria Veículo de Comunicação. O prêmio foi pela primeira temporada do Nova África, exibida pela primeira vez em 2009 e produzida pela Baboom Filmes.

Em seus 26 episódios, o programa ouviu trabalhadores, políticos, intelectuais, artistas e ativistas sociais africanos, revelando facetas do continente pouco conhecidas pelos brasileiros. Ao comentar a premiação para o Portal da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), a diretora de jornalismo da empresa, Nereide Brandão ressaltou o fato de que o prêmio “reconhece iniciativas da EBC que promovem ações para a superação das desigualdades raciais e sociais”.

Para o babalaô Ivanir dos Santos, representante da Comissão de Combate à Intolerância Religiosa, ao premiar a TV Brasil com o Camélia da Liberdade, o Centro de Articulação de Populações Marginalizadas (Ceap) fez justiça a um dos poucos veículos de comunicação do país que se dedica a explorar de forma diferenciada o continente africano, suas populações e suas diversidades.

“A premiação ao Nova África é importante porque, neste momento, em que existem poucos veículos de comunicação que se dedicam ao tema, o programa procura trazer a tona os problemas do continente africano, suas soluções e peculiaridades para um país onde a grande maioria da população é descendente da África”.

Lembrando que a Camélia era um simbolo abolicionista, Santos ressalta o fato de que o programa é uma forma de ajudar a entender melhor que a África tem uma diversidade cultural intensa. “A África não é um continente que serviu de celeiros de escravos para o mundo, mas sim um conjunto de Estados que pulsa e deu origem à civilização”.

Santos diz que, no Brasil, se fala muito da civilização europeia, considerada o berço mundial da cultura. “Isto não corresponde à verdade e o programa procura mostrar exatamente isto: que a África não é, necessariamente, um continente atrasado, mas sim um continente diferente e que é inclusive o berço da civilização mundial”.

Desde 2005 sob patrocínio da Petrobras, o projeto Camélia da Liberdade desenvolve uma série de ações voltadas para afirmação e promoção da comunidade negra. O desafio é criar justiça social em uma sociedade em que a desigualdade, provocada por fatores históricos e políticos e a injustiça são fatores geradores de conflitos sociais.

A marca do projeto é o resgate de um antigo simbolo abolicionista, uma Camélia, que procura por meio de sua popularização criar uma ação visual acerca das ações afirmativas em nosso país.

A entrega do prêmio por parte do Centro de Articulação de Populações Marginalizadas ocorre na noite de hoje (24) na casa de espetáculos Vivo Rio, a partir das 20h. O tema escolhido é a Pequena África, região formada pelos bairros da Zona Portuária do Rio de Janeiro e que, até o início do século 20, era ocupada por um grande contingente de negros libertos, escravos e remanescentes dos antigos quilombos da Pedra do Sal.

Serão premiados com o Camélia da Liberdade instituições ou personalidades. A TV Brasil concorria ao prêmio Veículo de Comunicação com três programas: Caminhos da Reportagem, com o tema Herança Negra no Rio de Janeiro; Para Todos; e com o Nova África – que acabou levando a premiação.

O Ceap reconhece e premia instituições de ensino, empresas, órgãos governamentais, veículos de comunicação e personalidades que apoiam a integração do negro na sociedade. Rede Globo, Record, Governo do Estado do Rio de Janeiro e Supremo Tribunal Federal (STF) estavam na lista de concorrentes.da Agência Brasil

Rio de Janeiro – A série de reportagens do programa Nova África, que mostra o continente e suas diversidades culturais do ponto de vista do próprio africano, com ênfase tanto nos problemas regionais do continente, como no desenvolvimento de soluções a partir dos próprios personagens locais, deu à TV Brasil o Prêmio Camélia da Liberdade.

Em sua 7ª edição, o Prêmio Camélia da Liberdade visa a incentivar instituições públicas, universidades, governos, empresas e veículos de comunicação a desenvolver projetos de ações afirmativas, de valorização da diversidade e inclusão étnica nos seus quadros e que, ao longo do ano, tenham demonstrado compromissos concretos com a inclusão dos afrodescendentes na sociedade brasileira.

O Nova África recebeu do Centro de Articulação de Populações Marginalizadas (Ceap), o Camélia da Liberdade Ação Afirmativa, Atitude Positiva, na categoria Veículo de Comunicação. O prêmio foi pela primeira temporada do Nova África, exibida pela primeira vez em 2009 e produzida pela Baboom Filmes.

Em seus 26 episódios, o programa ouviu trabalhadores, políticos, intelectuais, artistas e ativistas sociais africanos, revelando facetas do continente pouco conhecidas pelos brasileiros. Ao comentar a premiação para o Portal da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), a diretora de jornalismo da empresa, Nereide Brandão ressaltou o fato de que o prêmio “reconhece iniciativas da EBC que promovem ações para a superação das desigualdades raciais e sociais”.

Para o babalaô Ivanir dos Santos, representante da Comissão de Combate à Intolerância Religiosa, ao premiar a TV Brasil com o Camélia da Liberdade, o Centro de Articulação de Populações Marginalizadas (Ceap) fez justiça a um dos poucos veículos de comunicação do país que se dedica a explorar de forma diferenciada o continente africano, suas populações e suas diversidades.

“A premiação ao Nova África é importante porque, neste momento, em que existem poucos veículos de comunicação que se dedicam ao tema, o programa procura trazer a tona os problemas do continente africano, suas soluções e peculiaridades para um país onde a grande maioria da população é descendente da África”.

Lembrando que a Camélia era um simbolo abolicionista, Santos ressalta o fato de que o programa é uma forma de ajudar a entender melhor que a África tem uma diversidade cultural intensa. “A África não é um continente que serviu de celeiros de escravos para o mundo, mas sim um conjunto de Estados que pulsa e deu origem à civilização”.

Santos diz que, no Brasil, se fala muito da civilização europeia, considerada o berço mundial da cultura. “Isto não corresponde à verdade e o programa procura mostrar exatamente isto: que a África não é, necessariamente, um continente atrasado, mas sim um continente diferente e que é inclusive o berço da civilização mundial”.

Desde 2005 sob patrocínio da Petrobras, o projeto Camélia da Liberdade desenvolve uma série de ações voltadas para afirmação e promoção da comunidade negra. O desafio é criar justiça social em uma sociedade em que a desigualdade, provocada por fatores históricos e políticos e a injustiça são fatores geradores de conflitos sociais.

A marca do projeto é o resgate de um antigo simbolo abolicionista, uma Camélia, que procura por meio de sua popularização criar uma ação visual acerca das ações afirmativas em nosso país.

A entrega do prêmio por parte do Centro de Articulação de Populações Marginalizadas ocorre na noite de hoje (24) na casa de espetáculos Vivo Rio, a partir das 20h. O tema escolhido é a Pequena África, região formada pelos bairros da Zona Portuária do Rio de Janeiro e que, até o início do século 20, era ocupada por um grande contingente de negros libertos, escravos e remanescentes dos antigos quilombos da Pedra do Sal.

Serão premiados com o Camélia da Liberdade instituições ou personalidades. A TV Brasil concorria ao prêmio Veículo de Comunicação com três programas: Caminhos da Reportagem, com o tema Herança Negra no Rio de Janeiro; Para Todos; e com o Nova África – que acabou levando a premiação.

O Ceap reconhece e premia instituições de ensino, empresas, órgãos governamentais, veículos de comunicação e personalidades que apoiam a integração do negro na sociedade. Rede Globo, Record, Governo do Estado do Rio de Janeiro e Supremo Tribunal Federal (STF) estavam na lista de concorrentes.

AÇOUGUE T-BONE E MAIS UMA NOITE CULTURAL

ed_motta_PROGRAMACAO

FRANÇA, TERRA DE SARTRE E BEAUVOIR, APROVA O CASAMENTO GAY

france-gay-flag-360x222Ao contrário do Brasil onde o casamento e os direitos civis do casal não são reconhecido, a França através de seu parlamento aprovou ontem com 331 votos a favor e 225 contra o projeto de lei que implementa o casamento gay e a adoção de casais homossexuais.

A maior parte dos votos favoráveis veio dos deputados da esquerda e os votos contrários  da direita. A direitaça francesa berrou e bateu o pezinho anunciando que enviará o texto para fiscalização do Conselho Constitucional em uma tentativa de barrar o projeto conhecido como Lei Taubira.  Com a aprovação a França é o 14º país no mundo a autorizar o casamento para casais homossexuais. A terra de amores necessários, como Sartre e Beauvoir, finalmente poderá abrir seu corpo a todos os gêneros e opções e mostrar que lá ninguém vira o bico para os direitos da diversidade.

Enquanto isto na Colômbia há um grande debate parlamentar e civil sobre a aprovação do casamento gay no país. O senado responsável pela escolha foi intimado e tem até junho para decidir. E o Brasil fica pra traz. Ontem inclusive o governo do Rio aprovou o casamento gay, mas contraditoriamente os casamentos precisam do judiciário. INDA TEM FRANCÊS QI DIZ QI A JENTI NUM SEMO SERO…

INDÍGENAS XAVANTES ENTREGAM DOCUMENTOS A COMISSÃO DA VERDADE QUE PROMETE TAMBÉM JULGAR RELATÓRIO OUTRAS DE DENÚNCIAS

Representantes dos índios Xavantes que  vivem na Terra Indígena Marãiwatsédé, entregaram ontem a Comissão Nacional da Verdade um documento relatando episódios de violações aos seus direitos ao longo de décadas. O relatório foi produzido pela Associação Bö´U (Urucum) e pela ONG Operação Amazônia Nativa (Opan)  e nele narra-se invasão, assassinatos e dissiminação de doenças para os índios.

O grupo xavante  contou também a Comissão as dificuldades de receberem o direito de sua terra que pertence a União, e de não índios que vem tentando de várias maneiras ocupar as áreas onde moram os indígenas.

A apuração das violências ocorridas entre 1946-1988 será coordenada pela psicanalista Maria Rita Kehl. De acordo com Maria Rita Kehl, os  xavantes falam no relatório sobre as expulsões que sofreram; as epidemias que dizimaram mais da metade da etnia nos anos 1950 e 1960; e a ocupação de suas terras por um fazendeiro que abriu uma empresa no lugar.  De acordo com Kehl “a maioria dos xavantes morreu por epidemias antes de, já nos anos 1990, voltarem para uma reserva muito menor que o território que tinham anteriormente”..

Para o xavante  Cosme Paridzané “A importância do relatório é para que nossa história seja reconhecida nacionalmente. Nossos antepassados sofreram muito quando foram transferidos de nossa terra tradicional e [no local] foi instalada a fazenda [Suiá Missú]”.

Sobre estas às denúncias dos Xavantes, Maria Rita comentou que a Comissão da Verdade não pode interferir em nenhum conflito social, mas que poderão recomendar o litígio a orgãos responsáveis.

A COMISSÃO DA VERDADE E O RELATÓRIO FIGUEIREDO

Maria Rita Kehl também informou que a comissão vai investigar todas as denúncias e fatos no chamado Relatório Figueiredo, produzido em 1968 pelo  procurador Jader de Figueiredo Correia e encontrado há poucos dias após mais de 40 anos dado como perdido. Segundo Kehl “É um documento complexo que vai nos dar muito trabalho. Já estamos prevenidos de que vamos ter que analisá-lo com muito cuidado e discernimento. Ao mesmo tempo em que relata muitas violações aos direitos dos povos indígenas, por se tratar de um relatório elaborado em plena ditadura militar, também traz algumas acusações que vão exigir que procuremos outros subsídios para avaliar [as denúncias] sem nos precipitarmos”

Marcelo Zelic do Grupo Tortura Nunca Mais de São Paulo, está confiante com a pesquisa e acredita que o relatório de mil páginas possui “muitos e importantes relatos de violações (sendo) um documento que pode ajudar muito a sensibilizar a sociedade para a situação que os índios ainda hoje vivem no Brasil (e talvez o ) 

Segundo a Agência Brasil “Durante o trabalho de apuração, o grupo coordenado por Figueiredo Correia apurou denúncias como o extermínio de tribos indígenas inteiras, torturas, expulsões e diversos tipos de violência, muitas vezes praticada por servidores do extinto Serviço de Proteção ao Índio (SPI), órgão indigenista federal que antecedeu a Funai (criada em 1967) e sobre o qual pesavam suspeitas tão graves que o ex-ministro do Interior, Albuquerque Lima, admitiu, durante depoimento no Congresso Nacional, em 1977, ser impossível manter o órgão “por culpa de algumas dezenas de servidores menos responsáveis”.”

EDUCAÇÃO DE MANAUS COM ARTHUR É DEJA VU DE AMAZONINO: NA PRIVAÇÃO DO DIREITO ALIMENTAR DOS ESTUDANTES

O prefeito de Manaus Arthur Virgílio Neto do partido paulistano PSDB, que recentemente completou 100 dias 100 nada, continua desgovernando a não-cidade e mostrando a todos que na prática ele e seu duplo Amazonino  não possuem entendimentos sobre coletividade para poderem ser prefeitos.

Em relação a educação municipal nosso blog já havia feito um post sobre o descaso de Arthur e do secretário de educação/engenheiro Pauderney Avelino. Porém além da mesma concepção de Amazonino em que a educação deve servir apenas para manter a imobilidade social da não-cidade, a gestão Arthur continua fazendo que as crianças não possuam uma alimentação adequada com a merenda escolar. Manaus teoricamente recebe recursos e teoricamente participa em diversas escolas do município do Programa Nacional de Alimentação-PNAE (consulte aqui), porém estes recursos não são devolvido a população em forma de merenda. Para que Arthur e a Secretaria de Educação estão usando estes recursos federais, já que o programa é sabotado em Manaus?

O PNAE E CONTINUIDADE DA SABOTAGEM DA MERENDA EM MANAUS

Como já descrevemos em outro post sobre a falseação da merenda escolar e educação da não cidade de Manaus feita por Amazonino, o acordo da secretaria de educação com o PNAE  continua não sendo cumprido. Há neste post uma explicação mais detalhada do programa.

O PNAE é um programa premiado mundialmente que produz a merenda escolar desde a tipo de plantio dos generos alimentícios (priorizando os alimentos orgânicos e provenientes da agricultura familiar/assentamentos de reforma agrária), formação dos gestores municipais, construção do cardápio junto com a comunidade (respeitando os hábitos regionais sem perder a qualidade,sendo proibido alimentos prejudiciais a saúde), até a distribuição dos recursos via FNDE.

Os Estados e municípios são Entidades executora do programa que recebem os recursos do FNDE para aplicar na merenda escolar conforme a legislação (RESOLUÇÃO/FNDE/CD/No 38), que tem como critérios para participação no programa ter um nutricionista responsável, ter cozinhas adequadas para fornecer no mínimo 3 refeições diárias, inserir no currículo escolar o tema “Alimentação saudável”, um cardápio variado que nutra 70% das necessidades nutricionais dos estudantes” (no caso do Mais educação e 30% na educação regular), etc.

Nas normas de execução legais do PNAE (RESOLUÇÃO/FNDE/CD/No 32), vemos princípios como “a universalidade do atendimento da alimentação escolar gratuita”, “emprego da alimentação saudável e adequada, que compreende o uso de alimentos  variados, seguros”, respeito a lei de licitações. Os estados e municípios assinam um termo de compromisso a cada mandato. Além disso cada município/estado terão um Conselho de Alimentação escolar que deveriam entre outra coisas “acompanhar a aplicação dos recursos federais transferidos à conta do PNAE” “acompanhar e monitorar a aquisição dos produtos adquiridos para o PNAE”.

Nas escolas municipais como já discutimos anteriomente desde a gestão Amazonino a merenda escolar não é diversificada e em boa parte do ano letivo houveram falta de merenda escolar sendo comum nas escolas os diretores liberarem mais cedo pois não há merenda, este direito garantido pelo PNAE.

Atualmente com Arthur não é diferente. Várias escolas repetem por semanas a mesma merenda, onde todos os dias é a mesma merenda. Durante uma semana, todos os dias  tem mingau de banana por exemplo. E onde está a variedade? Está na outra escola onde todos os dias a merenda é mamão por exemplo. Assim continua esta não distribuição diversificada garantida por lei. Muitas vezes aparecem nas escolas apenas um dos ingredientes para a merenda, sendo impossível de ser usado. Exemplo que ocorreu recentemente em escolas de Manaus é ter o milho mas falta o leite ou açucar para fazer o mingau de mungunzá.

Continuam também várias escolas sem merenda e falta ação dos Distritos de Educação quando questionados. Continua havendo esta prática ilegal de liberar os alunos pois não há merenda. E o compromisso de fornecer no mínimo três refeições diárias.

No discurso do Secretário de Educação, o engenheiro Pauderney Avelino, os alunos da rede municipal de ensino tem 7 refeições diárias. Bom seria se tivessem sempre uma. Além disso programas como o Mais Educação, que fornecem educação integral deveriam conforme o Plano Nacional de Educação possuir  “atendimento diferenciado da alimentação escolar” além da ampliação da rede física e do número de funcionários. Porém não se consegue prover nem a alimentação adequada das escolas regulares, e imaginem o controle da merenda do Mais Educação (que recebe recursos específicos e separados do PNAE) separado da merenda dos alunos do turno regular.

NA ZONA RURAL/RIBEIRINHA A SITUAÇÃO É PIOR: O CASO DAS ESCOLAS DO TARUMÃ-MIRIM

Se nas escolas urbanas o descaso é tamanho, nas escolas ribeirinhas a situação ainda é pior. Muitas vezes a merenda não é entregue na escola, tendo os gestores da escola que buscarem em locais distantes. Além disso, nas escolas do Tarumã-Mirim que possuem recursos do Mais Educação (via FNDE/PNAE), e portanto é uma escola integral,  a merenda entregue para um mês mal dá para semana,  e várias vezes as crianças voltam pra casa sem comer.

Assim como acontece nas escolas urbanas, os distritos ao serem questionados não resolvem as questões, pois afirmam não possuir merenda disponível. A merenda das crianças do Mais Educação também não é diferenciada do turno único, e muitas vezes é a única existente para fornecer aos alunos da educação integral e regular.

Se na capital não há variedade e muitas vezes não há alimentação escolar, no interior a situação é mais comum, e os estudantes destas escolas tem que ir para casa comer para voltar posteriormente no contra-turno para as atividades do Mais Educação.

Assim por uma má execução municipal, um programa necessário que visa gerar crianças saudáveis física e mentalmente é preterido pela irresponsabilidade e a desadministração do prefeito da não-cidade de Manaus e seu secretário que sabe construir escolas, mas não sabe que educar precisa de um corpo são e uma mente produtiva, para que se possa pensar fora do aprisionamento que este tipo de governo e o estado de direito se propõe.

Governo vai entregar 2,6 mil ônibus escolares a municípios brasileiros

da Agência Brasil

 A presidenta Dilma Rousseff disse hoje (22) que o governo federal vai comprar ainda este ano 2,6 mil ônibus escolares a serem distribuídos a municípios brasileiros. Segundo ela, este mês, foram entregues unidades no interior do Ceará, do Rio Grande do Sul e de Minas Gerais.

No programa semanal de rádio Café com a Presidenta, Dilma destacou que o investimento de R$ 2,7 bilhões já garantiu a compra de 13.440 ônibus escolares desde o início de seu mandato por meio do Programa Caminho da Escola. No total, os 16.040 veículos beneficiarão crianças de mais de 4 mil municípios.

“Eles permitem que milhões de crianças tenham acesso à educação, principalmente aquelas que vivem nas áreas rurais. Antes dos ônibus do Caminho da Escola, muitas dessas crianças seguiam para as salas de aula em veículos improvisados, nas garupas de bicicleta ou nas traseiras de caminhões, sem nenhuma segurança.”

A presidenta comentou ainda a entrega de máquinas e equipamentos como retroescavadeiras, motoniveladoras e caminhões-caçamba a municípios com até 50 mil habitantes, na tentativa de ajudar as prefeituras a manter as estradas vicinais em boas condições.

“É muito importante dar condições para que esses municípios do interior do nosso país cresçam e se desenvolvam. Assim, nós melhoramos a distribuição regional da renda e damos aos habitantes do interior do nosso país melhores e maiores oportunidades de melhorar de vida.”

Na área da saúde, Dilma falou sobre a compra de ambulâncias para expandir o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Ao todo, foram adquiridas 2.180 unidades a serem distribuídas em mil municípios brasileiros.

”O governo faz muitas compras porque precisa oferecer bons serviços à população. Mas é importante que o governo use seu poder de compra para estimular as indústrias, gerar empregos e aumentar a renda dos trabalhadores aqui no Brasil.”

Blog dos Antiquários completou um ano!!!!

O Blog dos Antiquários fez neste mês de abril um ano de existência produtiva, que neste percurso virtual-artístico trouxe uma série de trabalhos com objetos e lugares que são produções humanas que cortam as falsas novidades que o consumismo quer propor com seus ”novos” produtos. Isto sem contar sobre os excelentes textos sobre cinemas antigos e
Colocando as artes, objetos, antiguidades e espaços como intempestivos, com uma importância que ultrapassa a história, os assuntos tratados trazem estéticas que chegaram ao presente e que carregam valores que compõe com nosso tempo.

O blog escrito pelo jovem Aruã Silva Vargas, que em suas palavras adora ” coisas antigas,e por isso eu quero compartilhar com vocês leitores” , traz diversas informações dos tempos idos que continuam ligados conosco. Acesse o Blog dos Antiquários em seu post de um ano e que este blog importante continue por muitos anos trazendo tudo do antiquário das artes que já existe há muitos anos.


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.245.599 hits

Páginas

Arquivos