Arquivo para 26 de junho de 2013

O jornalista, o Rio e Tio Sam

Da Tijuca, Glenn Greenwald disseca os Estados Unidos. Por Cynara Menezes

por Cynara Menezes

Imagine o clichê de um estrangeiro homossexual no Rio de Janeiro: sarado, bronzeado, frequentador das areias de Ipanema de dia e das boates de Copacabana à noite. Pense agora em algo completamente oposto e talvez você se aproxime do perfil e do cotidiano, no Brasil, do jornalista norte-americano Glenn Greenwald, responsável pela reportagem que revelou ao mundo, no início do mês, o sistema de espionagem do governo Barack Obama em telefones, e-mails e perfis nas redes sociais de milhões de cidadãos nos Estados Unidos.Tio Sam

Para começar, Greenwald, cujo blog está vinculado ao jornal britânico The Guardian, não está aqui para informar sobre o Brasil e sabe muito pouco do que se passa ao redor. Na terça-feira 18, quando o encontrei, as manifestações se espraiavam pelas principais capitais, a maior delas no centro do Rio, mas ele tinha uma vaga noção sobre os acontecimentos. Seus olhos estão voltados para o país natal na tela do laptop. Greenwald é um analista político norte-americano que circunstancialmente vive no Brasil, não um correspondente estrangeiro. Em 2012, foi considerado pelo site Daily Beast e pela revista Newsweek um dos dez mais influentes dos Estados Unidos na atualidade.

O lugar onde o jornalista vive também é dos mais improváveis. Greenwald marcou nosso primeiro encontro na Vista Chinesa, famoso mirante turístico no alto da Floresta da Tijuca, por uma razão, na verdade, prática: sua casa fica tão escondida nas proximidades da Estrada da Gávea Pequena que mesmo os taxistas conhecedores da região têm dificuldade para encontrá-la. Precisamos, a fotógrafa e eu, seguir seu carro até lá. Greenwald para em frente a uma casa simples, porém confortável, no meio da Mata Atlântica, com uma cachoeira na entrada. Lá ele montou um lar ao lado do namorado brasileiro, David Miranda, e dez cachorros recolhidos pelas ruas. Até o clima é diferente do Rio à beira-mar. Faz frio e há uma lareira na sala.

O jornalista de 46 anos chegou ao Brasil, em 2005, após terminar um relacionamento de 11 anos e um longo ciclo como advogado constitucionalista. Nascido em Nova York e criado na Flórida, Greenwald define-se como um ser urbano que ainda estranha viver cercado de macacos e se espanta com o tamanho das jacas. “Como é que isso nunca caiu na cabeça e matou alguém?” Há algum tempo colocou no YouTube um vídeo sobre um saruê que surgiu em sua casa e lhe pareceu o bicho mais estranho sobre a Terra.

A razão pela qual alguém assim decidiu viver no meio da floresta e a milhares de quilômetros de seu principal objeto de análise, os EUA, é justamente o relacionamento amoroso. “No meu país, David não teria cidadania. No Brasil, o governo dá visto a estrangeiros em uma relação homossexual”, explica. A orientação sexual não fez dele um alvo de críticas homofóbicas daqueles incomodados com suas denúncias contra o governo Obama. “Nos EUA, isso não funciona mais”, diz. Há outra, porém, recorrente: “Uma pessoa que mora no Brasil tem o direito de reclamar?” Greenwald fica furioso. “Sinto raiva. Não moro lá por causa de uma lei que não permite que meu namorado tenha cidadania, não por opção.”

Quando decidiu ficar no Brasil, Greenwald criou o blog e obteve repercussão rápida. Logo passou a ser publicado pela respeitada revista online Salon. Um de seus primeiros temas foram os grampos empreendidos pelo governo George W. Bush sem autorização judicial. Segundo Greenwald, o jornal The New York Times sabia do caso antes da reeleição de Bush, mas escondeu de seus leitores durante um ano, a pedido do governo, por questões de segurança nacional.

“Eles têm orgulho de fazer isso. Falam: ‘O governo diz que somos responsáveis’. Mas jornalistas de verdade não querem ver o governo feliz, e sim zangado”, opina. Segundo o analista, por posições como esta o jornalismo norte-americano perdeu credibilidade. Durante a Guerra do Iraque, a mídia, em sua opinião, pecou por omissão.

“Nos anos 1960 e 1970, os jornalistas importantes eram os mais engajados, mas isso mudou completamente nas últimas décadas. O único modelo aceito passou a ser o do jornalista ‘imparcial’, ‘objetivo’. Isso não existe. Todo ser humano tem opinião, e jornalistas são humanos. O que existe é jornalista honesto e desonesto”, defende. “Eu não aceito essas regras. A internet mudou muito isso. Para sobreviver na rede é preciso ter um relacionamento com o leitor, saber o que ele quer.”

Essa relação de confiança com quem lê se expressa diretamente no modelo adotado pelo jornalista para poder ser independente: ele recebe doações, um esquema chamado de reader funding (ou financiamento via leitor). Também é pago pelo Guardian, mas possui um contrato de plena liberdade editorial com o jornal. Ou seja, o diário britânico não interfere no conteúdo do blog.

Na varanda de sua casa, Greenwald trabalha com dois laptops ao mesmo tempo. Um deles, conectado à internet, e o outro, totalmente virgem de ligações com a rede, para evitar o monitoramento pelo governo dos EUA. Os documentos recebidos do ex-agente da CIA Edward Snowden sobre a espionagem da Agência Nacional de Segurança (NSA, em inglês) estão criptografados em vários pen drives e são conectados apenas no laptop sem ligação com a internet. Toda segurança é pouca, explica, pois, se o pen drive for inserido no laptop com conexão à rede, é possível rastrear seu conteúdo.

O objetivo de Greenwald e de seus parceiros de reportagem, a documentarista Laura Poitras e o chefe da sucursal do Guardian em Washington, Ewen McAskill, é impedir o governo norte-americano de descobrir qual é o teor exato dos documentos. Segundo ele, muita coisa ainda virá à tona. No domingo 16, o jornal britânico revelou que o Reino Unido também espionou telefonemas e e-mails de diplomatas estrangeiros durante a reunião do G-20, em 2009. A denúncia causou constrangimento aos países participantes do G-8, reunidos na Irlanda do Norte.

Em 2010, Greenwald tinha revelado ao mundo as condições sub-humanas em que se encontra preso o soldado Bradley Manning, responsável por vazar documentos secretos dos EUA ao site WikiLeaks. Mas trabalhar com papéis criptografados não era bem a sua praia. Quando recebeu o primeiro e-mail de Snowden, em dezembro do ano passado, naquela mesma varanda carioca, o informante acabou por desistir, diante da dificuldade do jornalista em aprender como decodificá-los. Só depois de ­Snowden ter contatado a documentarista Poitras é que Greenwald percebeu a seriedade do caso.

Obviamente, Snowden, a exemplo de Manning, tornou-se alvo de perseguição do governo dos EUA. Surpreendente, porém, é a existência de cidadãos que também defendem a prisão do jornalista. O senador republicano Peter King justificou, na conservadora Fox News, que Greenwald deveria ser preso por colocar a vida dos norte-americanos em risco. Um articulista do Washington Post, o outro jornal que publicou as denúncias, concordou com o político. “Sim, publicar segredos da NSA é crime”, escreveu o colunista Marc Thiessen.

O advogado de Greenwald o aconselhou a não viajar para os EUA por enquanto, e o jornalista acredita que o governo brasileiro não o entregaria, mas a situação o deixa ainda mais indignado com o governo Obama. “Não vou falar que é pior do que Bush por causa da tortura. Mas, em termos de imprensa, é muito mais agressivo, não só por admitir monitorar jornalistas como por processar criminalmente fontes. Há sete fontes processadas atualmente pelo governo Obama, mais do que todos os presidentes juntos.” Um lado engraçado dessa história toda é o fato de Greenwald ser o primeiro a ter se refugiado no Rio de Janeiro antes e não depois de se tornar um “fora da lei”.

COM PRESSÃO POPULAR, CÂMARA REJEITA A POLÊMICA PEC 37

O clamor popular resultou ontem (25) na derrubada da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 37, que buscava limitar os poderes de investigação do Ministério Público. Embora tenha sida previamente aprovada na Comissão de Constituição e Justiça. o plenário da câmara a rejeitou por 430 votos a favor, 9 contrários e 2 abstenções.

Após a rejeição da PEC, as centenas de pessoas que acompanharam a sessão das galerias da Câmara, cantaram um trecho do hiper patriótico Hino Nacional. Os manifestantes,  que representavam em sua maioria o Ministério Público e agentes da Polícia Federal, aplaudiram os encaminhamentos da rejeição.

A derrubada da PEC 37 era uma das principais solicitações dos movimentos populares, inclusive haviam movimentos como o de Manaus que tinham uma passeata marcada nesta quarta-feira (26) para protestar contra a PEC.  Quanto a manifestação citada acima não sabemos se sera cancelada ou não.

 O Autor da PEC, deputado Lourival Mendes, foi o único no plenário a defender a aprovação da proposta, já que Segundo ele as manifestações foram “um erro de percurso que considerarama PEC 37 como “nefasta.

GOVERNO DESCARTA CONSTITUINTE E DECIDE POR PLEBISCITO DIRETO

Ápós longas conversas com os presidentes do Supremo Tribunal Federal, do Senado Federal e da Câmara dos Deputados, o governo através do Ministro da Educação Aloizio Mercadante, afirmou que a reforma política  somente sera capaz de ser feita através de plebiscito.

De acordo com o ministro “nessas consultas, houve um entendimento da realização de um plebiscito com foco na reforma política, que é um tema fundamental para melhorar a qualidade da representação política no país, para ser mais permeável, mais oxigenável às aspirações populares que estão se manifestando nas ruas”. A consulta sera realizada o quanto antes pois conforme Mercadante “o que nós queremos é fazer a reforma política com participação popular. O instrumento que temos que viabiliza o entendimento é o plebiscito, é o povo participar e votar’.

A presidenta Dilma Vana Rousseff se reunirá líderes do governo e da oposição para discutir o processo do plebiscito e as questões que farão parte da consulta popular.  Dentre as lideranças que Dilma consultará está a presidenta do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ministra Cármen Lúcia.

A decisão de Dilma envolvendo uma possível Assembleia Constituinte gerou diversas opiniões dentro do meio jurídico que fez o governo se retificar que a presidenta sugeriu na verdade um plebiscito para ouvir a população sobre como fazer a reforma política. De acordo com Mercadante “há uma polêmica constitucional, se na Constituição Federal existe espaço para a Constituinte exclusiva, ou não. Vários juristas de peso sustentam que há. No entanto, nós não temos tempo hábil para realizar uma Constituinte. Por isso, a presidenta falou em plebiscito popular para que se estabeleça um processo constituinte específico para a reforma política. Processo constituinte porque há matérias no plebiscito que poderão tratar de questões constitucionais da reforma política”.

De qualquer forma uma Constituinte ou um plebiscito envolverá os brasileiros como um todo na escolha da organização daquilo que se denominou Reforma Política.

Inscrições para ProUni são prorrogadas

da Agência Brasil

As inscrições para o Programa Universidade para Todos (ProUni) foram prorrogadas para a próxima quinta-feira (27). Os estudantes teriam até hoje (25) para se inscrever, agora podem fazê-lo até as 23h59 do dia 27. As inscrições devem ser feitas no site do ProUni. Com o adiamento, o calendário do ProUni também teve modificações.

Segundo o último balanço divulgado pelo Ministério da Educação (MEC), até as 18h desta terça-feira, foram registradas 336.748 candidatos inscritos e 648.807 inscrições a bolsas — cada estudante pode fazer até duas opções de curso. De acordo com o MEC, o adiamento foi feito para que mais estudantes possam fazer a inscrição. Até o momento, o número de candidatos é inferior ao do segundo semestre de 2012: 456.973 inscritos.

O Prouni oferece bolsas em instituições particulares de ensino superior. Pode se inscrever no programa o estudante brasileiro que não tenha diploma de curso superior. É preciso ter participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e obtido, no mínimo, 450 pontos na média das notas. O candidato não pode ter zerado a redação e deve ter cursado todo o ensino médio na rede pública ou ter tido bolsa integral em escola particular.

Nesta edição, serão oferecidas 90.045 bolsas – dessas, 55.693 integrais e 34.352 parciais, no valor de 50% da mensalidade.

As bolsas integrais do ProUni são para os estudantes com renda bruta familiar, por pessoa, de até um salário mínimo e meio. As bolsas parciais são destinadas aos candidatos com renda bruta familiar de até três salários mínimos por pessoa.

O processo terá duas chamadas. O resultado da primeira será divulgado no dia 30, e não mais no dia 28, pela internet. Do dia 1º de julho ao dia 8, o estudante pré-selecionado deverá comparecer à instituição de ensino para comprovar as informações prestadas no momento da inscrição, providenciar a matrícula e, se for o caso, participar de seleção própria da escola.

O resultado da segunda chamada foi transferido para o dia 16 de julho. O estudante terá de 16 a 22 de julho para comprovar as informações e providenciar a matrícula.

Os candidatos não selecionados nessas etapas podem aderir à lista de espera de 26 a 29 de julho. Eles começarão a ser convocados a partir de 2 de agosto.


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.243.073 hits

Páginas

Arquivos