Arquivo para 3 de julho de 2013

CÂMARA ARQUIVA PROJETO DE CURA GAY E FELICIANO NÃO CONSEGUIRÁ NESTE ANO A CURA QUE DESEJAVA

A Câmara dos Deputados aprovou o requerimento do autor da proposta conhecida como cura gay que faria com que, através de mudança de resolução do Conselho Federal de Psicologia, os psicólogos pudessem curar os homoafetivos. Este processo é uma tentativa de mudança na semiótica psicológica ao criar um falso entendimento (e anticientífico) de que a escolha sexual é uma doença.

O arquivamento foi pedido através da aprovação do requerimento, apresentado pelo autor da proposta, o deputado ultraconservador tucano João Campos , e implica na não reapresentação desta matéria no plenário até o fim deste ano.

O projeto derruba a aplicação de dispositivos de uma resolução do Conselho

Todos os partidos encaminharam favoravelmente à aprovação do requerimento, a exceção foi o PSOL que encaminhou contrário à proposta por entender que a proposta deveria ser votada para que não mais pudesse ser apresentada durante a legislatura que termina em 2015.

O deputado Jean Wyllys afirmou  com seu arretamento bahiano de que “o projeto deveria ir para o lixo, de onde nunca deveria ter saído”. O presidente da Câmara, dep. Henrique Eduardo Alves , criticou a proposta, mas se contradisse ao vangloriar autor do projeto: “Ao nosso ver, o projeto é preconceituoso, é inconveniente, é inoportuno. E esta Casa não gostaria de vê-lo aprovado. Eu quero enaltecer que ele [João Campos] foi sensível às reclamações das ruas em relação ao projeto”.

 

CONSELHOS DE PSICOLOGIA FAZEM MANIFESTAÇÕES CONTRA O ATO MÉDICO

O Conselho Federal de Psicologia convocou todos os psicólogos nesta quinta (4) a partir das 17 horas para um “Dia Unificado de Luta Pela Saúde”. Em Brasília este ato ocorrerá em frente ao Museu da República e terá como grito nacional o pedido de Veto da presidenta. Além do veto o Conselho também luta por 10% do Orçamento da União para a saúde; Acesso à saúde integral e multiprofissional; e condições adequadas de trabalho.

Os psicólogos inclusive estão colhendo assinaturas por um manifesto pedindo o veto presidencial e que já conta com mais de 31.000 assinaturas. Há ainda uma petição na internet solicitando o veto da presidenta.

O Ato Médico se refere ao projeto de lei 286/02 aprovado no dia 18 de junho no Congresso Nacional e que aguarda sanção presidencial que deverá ocorrer até semana que vêm, já que o prazo termina na terça (9). A presidenta Dilma Vana Rousseff afirmou que antes de sancionar ou vetar deseja discutir item por item do projeto com os representantes de cada área envolvida como enfermeiros, fisioterapeutas, psicólogos, acupunturistas etc.

De acordo com o CFP “não há posicionamento contrário à regulamentação da Medicina (mas) da forma como foi enviado à presidente, o projeto torna privativo aos médicos os diagnósticos de exames e a prescrição terapêutica. A restrição compromete princípios básicos do SUS, como o tratamento integral e multidisciplinar.” Além disto o projeto prevê “indicação de tratamento e a realização de procedimentos invasivos e, ainda, a possibilidade de atestar as condições de saúde, desconsiderando a trajetória das demais profissões que constituem o cenário da saúde pública na ótica do SUS”

Os conselhos regionais e sindicatos organizaram protestos também por todo país no mesmo horário. Em Campo Grande, o ponto de encontro será na Praça do Rádio Clube. Em Alagoas na Praça do Centenário, Farol às 15 horas, com saída prevista às 16 horas. Em Florianópolis em frente ao TICEN às 17 horas.

O Sindicato dos Psicólogos de São Paulo (SinPsi) fará um ato será nesta hoje, 3 de julho, às 18h, no vão livre do Masp, à Av. Paulista (metrô Trianon-Masp).

MÉDICOS BRASILEIROS FAZEM DIA DE PROTESTOS PELA MELHORA NA SAÚDE

Médicos de todo o país farão hoje (3) em todo o país manifestações pela saúde no país. As manifestações organizadas via Conselho Federal de Medicina (CFM) tem como reclamações o baixo investimento do governo brasileiro na saúde pública, o a contratação de médicos estrangeiros sem que haja a revalidação de diplomas e falta de estrutura.

Em Sergipe, Mato Grosso e no Acre o atendimento médico será paralizado só funcionando os serviços de urgência e emergência. A categoria culpa o governo federal de baixo investimento em saúde pública e afirmam não haver falta de profissionais.

Além da reestruturação, de melhores condições, há uma solicitação de que haja uma carreira médica que começe em locais mais distantes e progrida para cidades maiores.

Os médicos possuem algumas reinvindicações necessárias para que haja uma melhora na saúde brasileira. O dinheiro repassado pela União tem que ser cada vez maior. Porém não se deve esquecer que se fiscalizar os estados, municípios e as secretarias de saúdes. Deve-se ainda focar as manifestações a ampliação do trabalho municipal na saúde profilática e informativa, que atualmente é incipiente.

Na última semana o Ministério da Saúde confirmou a criação 35 mil vagas para médicos no Sistema Único de Saúde para médicos brasileiros e o excedente para estrangeiros.

DE ENTENDIMENTOS DA CLASSE MÉDICA

Os médicos entram na universidade em sua maioria pensando mais do que ter uma profissão. Decoram, comparam, entendem técnicas que reverterão em boa parte dos casos em uma ambição de um gordo salário a custa de muito tempo em sua atuação.

Por vezes uma atuação médica, que era para ser humana, faz os pacientes desaparecer como apenas sintomas e sinais de formas já constituidas a serem comparadas com o quadro clínico. Seu entendimento de saúde pública é quase sempre limitado e faz grande quantidade deles buscar empregos em seus consultórios particulares (onde tratam os paciente$ “melhor”) ou ainda em cooperativas que em sua maioria são envolvidas corruptamente com questões eleitoreiras.

Desta forma não é somente uma manifestação que modificará uma estrutura de saúde. A mudança deve estar presente com os médicos em sua produção coletiva de uma saúde pública de qualidade e na luta responsável pela melhora das condições.

SOBRE A QUANTIDADE DE MÉDICOS

De acordo com o Conselho Federal de Medicina a média nacional é de 1,95 médicos para cada mil habitantes. Porém este número ainda muito baixo para atender a demanda da população. Este mesmo estudo mostra uma grande desigualdade demográfica de médicos pois no total de 371.788 médicos brasileiros, 260.251 estão nas regiões Sul e Sudeste. Há estados com média de 3 ou 4 médicos/1000 habitantes enquanto outros como Amapá, Pará, Maranhão estão abaixo de 1 médico/1000 hab.

Muitos médicos afirmam que nestas regiões há um menor custo de vida e melhor condições de se trabalhar. Muitos saem de suas cidades para outros estados no intuito de conseguir mais dinheiro e oportunidade sem lutar pela transformação  a saúde pública em seu estado.

Desta forma entendemos que o SUS, maior sistema de saúde pública do mundo, deve cada vez mais ser ampliado e que a luta por melhores condições sejam voltadas ao público.

DAS MANIFESTAÇÕES DE AMANHÃ

A Agência Brasil divulgou os horários e local das manifestações marcadas en todos os Estados brasileiros:

Acre:
Em Rio Branco a concentração começa às 16h,  em frente à Assembleia Legislativa do estado. De lá, os médicos e estudantes sairão em caminhada pelo centro da cidade. O protesto, que inclui a suspensão do atendimento eletivo na rede pública por até 24 horas, não afetará os atendimentos de urgência e emergência.

Amazonas:
Em Manaus, a partir das 15h, médicos e estudantes farão um ato público no Largo São Sebastião, no centro da capital.

Alagoas:
Em Maceió, as atividades começarão às 7h30, com oficina de cartazes e faixas na sede do Conselho Regional de Medicina de Alagoas (Cremal).  O ato público será na frente do Cremal e começa às 9h. Os manifestantes seguirão em caminhada pela Avenida Fernandes Lima até a Praça dos Martírios.

Amapá:
A concentração, em Macapá, será a partir das 9h em frente ao Conselho Regional de Medicina, na Avenida Feliciano Coelho, 1060, no bairro do Trem. No local, serão distribuídos panfletos com as reivindicações.

Bahia:
Médicos e estudantes vestidos de jalecos brancos se concentrarão às 15h no Campo Grande. De lá, sairão em caminhada até a Praça Castro Alves.

Ceará:
A partir das 9h, médicos e estudantes, usando jalecos brancos, se concentrarão na Assembleia Legislativa do estado, em Fortaleza. Às 15h30, os manifestantes se reunirão em frente ao Palácio da Abolição e, em seguida, caminharão até o Jardim Japonês, na Avenida Beira-Mar.

Distrito Federal:
Em Brasília, a concentração será a partir das 17h em frente ao Ministério da Saúde, na Esplanada dos Ministérios. Em seguida, os manifestantes seguirão até o Palácio do Planalto. O Conselho Regional de Medicina convocou a categoria a paralisar o atendimento ambulatorial na rede pública.

Espírito Santo:
Em Vitória, a partir das 9h, haverá uma visita das entidades médicas estaduais ao Hospital Universitário Cassiano Antônio de Moraes. Às 17h haverá concentração dos médicos, centros Acadêmicos e estudantes de medicina na sede do Conselho Regional de Medicina.

Goiás:
Em Goiânia haverá uma concentração na sede do Conselho Regional de Goiás às 15h30 (Rua T-27, nº 148, Setor Bueno). Em seguida, o grupo sairá em passeata pelas ruas de Goiânia.

Maranhão:
Em São Luís, a concentração será na Praça Deodoro, às 9h. De lá, médicos e estudantes sairão em caminhada pelo centro da cidade até a Praça João Lisboa.

Mato Grosso:
Em Cuiabá, o protesto deve iniciar-se ao meio dia, com a paralisação de todo atendimento eletivo. A partir das 14h haverá uma concentração em frente à sede do Conselho Regional de Medicina. Em seguida, os manifestantes irão até a Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso, concluindo a manifestação na Assembleia Legislativa.

Mato Grosso do Sul:
Em Campo Grande será protocolado documento nas sedes do governo do estado, da prefeitura de Campo Grande e no Ministério Público às 9h, mostrando as razões e reivindicações da classe médica. À tarde, a partir das 16h, será feita uma manifestação em frente ao prédio da representação do Ministério da Saúde em Mato Grosso, que fica na Rua Jornalista Belizário Lima.

Minas Gerais:
Na capital mineira, a concentração começará às 16h, em frente à sede do Conselho Regional de Medicina, que fica na Avenida Afonso Pena, 1.500, no centro da cidade. Os manifestantes farão uma marcha pela área hospitalar.

Pará:
Na capital paraense haverá concentração em frente à Santa Casa de Misericórdia a partir das 8h. De lá, o grupo seguirá em caminhada, passando em frente ao Centro Integrado de Governo, com destino à Secretaria Estadual de Saúde.

Paraíba:
Em João Pessoa, a concentração do protesto começa às 9h em frente à sede do Conselho Regional de Medicina, na Avenida. Dom Pedro II, 1335, centro da cidade.

Paraná:
Em Curitiba a concentração será na Boca Maldita, a partir das 10h. De lá, o grupo seguirá em caminhada pela Rua das Flores até a Praça Santos Andrade (em frente ao prédio da Universidade Federal do Paraná).

Pernambuco:
No Recife, haverá uma concentração na Praça do Derby às 14h. Na ocasião, médicos doarão sangue no Memorial da Medicina. Às 16h, os médicos farão caminhada pela Avenida Agamenon Magalhães, passando pelo Parque Amorim e retornando pela Agamenon Magalhães para a Praça do Derby.

Piauí:
Em Teresina, a concentração em frente à sede do Conselho Regional de Medicina do Piauí (CRM-PI), que fica na Rua Goiás, no Ilhotas, começará às 8h. De lá, os manifestantes partirão em caminhada pelos principais hospitais públicos e privados da cidade, retornando ao CRM-PI, onde ocorre uma assembleia geral.

Rio de Janeiro:
Os médicos cariocas farão, a partir das 10h, uma concentração na Cinelândia, onde ocorre um ato público.

Rio Grande do Norte:
A partir das 10h haverá uma concentração em frente à sede da Associação Médica (Avenida Hermes da Fonseca – Tirol). De lá, os manifestantes seguirão até Hospital Walfredo Gurgel.

Rio Grande do Sul:
Em Porto Alegre, a concentração, a partir das16h, será em frente ao Hospital Beneficência Portuguesa. De lá, os manifestantes seguirão até o Palácio Piratini.

Rondônia:
Concentração, a partir das 10h, em frente à sede do Conselho Regional de Medicina de Rondônia, em Porto Velho.

Roraima:
Às 18h haverá concentração dos médicos em frente ao Portal do Milênio, em Boa Vista.

Santa Catarina:
A concentração, a partir das 10h, será na Esquina Democrática, no centro de Florianópolis (entre as ruas Felipe Schmidt e Trajano).

São Paulo:
O ponto de encontro da manifestação, a partir das 16h, será na Associação Médica Brasileira (AMB), na Rua São Carlos do Pinhal, 324. De lá, os manifestantes sairão em passeata rumo ao gabinete de representação da Presidência da República, na Avenida Paulista.

Sergipe:
Em Aracaju, a concentração dos médicos começa às 9h , na sede do Conselho Regional de Medicina  do Sergipe. Em seguida, os profissionais farão uma caminhada até a Secretaria Estadual de Saúde.

Tocantins:
As atividades começarão às 8h com um abraço simbólico no Hospital Geral de Palmas. Na sequência, está prevista caminhada até a Praça dos Girassóis.

Líderes partidários podem decidir sobre plebiscito na terça-feira da próxima semana

da Agência Brasil

O presidente da Câmara, deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), e os líderes partidários marcaram para terça-feira (9) da próxima semana uma reunião para deliberar sobre fazer ou não o plebiscito sobre a reforma política. Ficou acertado que os líderes vão se reunir com as respectivas bancadas para se posicionar em relação à convocação do plebiscito. Alves pediu aos líderes que apresentem suas propostas relacionadas ao conteúdo das perguntas para a consulta popular.

Os contrários à consulta defenderam a criação de um grupo de trabalho para em 90 dias apresentar um relatório de consenso sobre a reforma política para ser votada pelo Congresso. Na reunião de hoje (2), de acordo com Henrique Alves, a maioria dos líderes se manifestou a favor do plebiscito “por uma margem apertada, mas se manifestou”, disse.

“Eu não quero correr o risco de o plebiscito ser inviabilizado pela materialidade legal, por não ter consensos e que esta Casa perca a oportunidade, mais uma vez, de fazer a reforma política. Mas quero uma carta de seguro. Se o plebiscito se inviabilizar, não vamos deixar esse vácuo de novo”, disse Henrique Alves.

Segundo o presidente da Câmara, se o plebiscito for inviabilizado a outra opção seria a criação de um grupo de trabalho para em 90 dias elaborar uma proposta de reforma política para ser aprovada. “Eu estou apenas criando um paralelo, uma alternativa, um caminho outro para que se o plebiscito não caminhar, nós tenhamos um outro caminho a percorrer que seria o projeto aprovado por esta Casa”.

Henrique Alves destacou que o prazo de 70 dias que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pediu pode dificultar a aprovação da reforma política. “Vamos ver se se ajusta no tempo e no tema. Se não acontecer, eu não vou deixar esse vazio. Fica muito apertado para valer toda a discussão, até definir itens. Só a questão do voto distrital, misto, puro, cada item tem dois, três subitem. É uma pauta extensa, tecnicamente complicada. Vai ter sim um projeto de reforma, vou lutar por isso todos os dias”.

O líder do PPS, deputado Rubens Bueno (PR), declarou que não só os partidos de oposição, mas alguns aliados do governo se posicionaram a favor da aprovação da reforma política e de fazer um referendo sobre a matéria no segundo turno das eleições do ano que vem. “Plebiscito é uma forma de golpe, nós queremos que seja respeitado o calendário eleitoral. Tem dificuldade para votar. A reforma é como uma seleção de futebol. Cada cabeça pensa de forma diferente. Daí cada um ter a sua proposta de reforma”, disse Bueno.

O líder do PT, deputado José Guimarães (CE), informou que na semana que vem as lideranças partidárias vão deliberar se fazem o plebiscito ou se criam um grupo de trabalho para elaborar uma proposta de reforma política para ser aprovada. “Vamos deliberar um caminho ou outro: fazer o plebiscito, quando e em que condições de mérito. Alternativa dois, fazemos a reforma política com referendo, ou até colocar o plebiscito em 2014. O que a Câmara está discutindo é ver qual é o melhor caminho, como modular isso é a discussão”, declarou.


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.243.141 hits

Páginas

julho 2013
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

Arquivos