Arquivo para 5 de setembro de 2013

EM 5 DE SETEMBRO DE 1850 O AMAZONAS FOI ELEVADO À CATEGORIA DE PROVÍNCIA E ATÉ HOJE CONTINUA PROVÍNCIA

20100308030928

Até os meados do século XIX a Região Norte tinha como sua maior expressão econômica e política a Província do Grão-Pará, com capital em Belém. A Província do Grão-Pará não só representava um poder econômico e social da região, mas acima de tudo um tenaz poder político. Era, para o resto do governo no Brasil, uma espécie de fortaleza. Entretanto, por sua dimensão geográfica, não podia manter proteção às áreas territoriais que estavam em sua incumbência. Foi esse um dos principais motivos que no dia 5 de setembro de 185 o Amazonas elevado à categoria de Província.

Era necessário, e urgente, que uma administração-política instalada no Amazonas se responsabilizasse sobre a segurança de seu território, agora tão imenso. Um desafio geo-político. Essa preocupação derivava do fato de que o Peru, estimulado e protegido pelos Estados Unidos – como sempre os ianques mostrando sua voracidade capitalista -, tinha grande interesse nas terras brasileiras. Todavia, se a elevação à categoria de Província do Amazonas deu-lhe uma face de território autônomo, por outro lado, seus percursos históricos não lhe permitiram independência que pudesse permitir aos seus habitantes amazonenses uma existência digna de sua potência natural como estado.

       …o Ciclo da Borracha serviu apenas para o enriquecimento

    de coronéis de barranco e as indústrias europeias e norte-americana”

Em relação à satisfação de seu povo, sua realidade contém uma história mais de sofrimentos e mazelas que propriamente de segurança, satisfação e conforto. Os ciclos econômicos que ofereceu ao mundo, principalmente, o Ciclo da Borracha, serviu apenas para o enriquecimento de coronéis de barranco e as indústrias europeia e norte-americana – aí um fator do interesse ianque pela região Amazônica -. Deixando atrás de si famílias, nostalgicamente conservadores, com um ressaibo de uma recordação que socialmente não serve sequer de lembrança, mas de indignação. Visto que não permitiu ao estado e muito menos, ainda, à capital, Manaus, o sentido do desenvolvimento e progresso. O fim do Ciclo da Borracha, depois de causar a morte de milhares de índios e espoliar seringueiros, trabalhadores espoliados em sua dignidade através de um salário desumano, em condição de escravatura, deixou atrás de si um lugar bombardeado pela ganância capitalista. Uma praga que até hoje perdura impedindo que Manaus se torne uma cidade. Que Manaus tenha alma. Espírito. Mente.  

Esse o legado desse ciclo histórico-econômico que arrasou um povo e deixou como deboche um teatro que serve de orgulho – o orgulho é uma ideia má dos que carregam baixa potência de agir, como diz o filósofo Spinoza – aos imbecilizados pelos modelos culturais europeus. Um teatro chamado despudoradamente de Teatro Amazonas que não reflete a potência-natural do Amazonas. Um antropomorfismo predador.

                 “Colonizados passaram a repetir so atos de seus colonizadores.

                   A lógica: o colonizado reflete o modelo de seu colonizador”

Mas o estado do Amazonas não continua província apenas em razão das forças capitalistas alienígenas que lhe submeteram a condição de colônia para melhor explorar suas matérias-primas. Não. O Amazonas continua província porque o vírus da consciência colonizada – como diz o filósofo Hegel, o Senhor e o Escravo ou o psiquiatra africano Frantz Fanon em sua obra Condenados da Terra – se distribuiu atavicamente em algumas famílias do estado coadjuvadas por grupos estrangeiros. Colonizados passaram a repetir os atos de seus colonizadores. A lógica: o colonizado reflete o modelo de seu colonizador. Ou na linguagem de Freud: uma criança espancada reproduz nos outros, quando adulta, a violência recebida.

Daí que o estado molar – fixo – em que o Amazonas se encontra hoje é o resultado de uma trapaça política implantada em seio por grupos sem qualquer dimensão política.

  “Com considerável número de desemprego e municípios abandonados até

          pela prática médica. O que força a migração para a capital”.

O que o torna um dos estados do Brasil menos desenvolvido, com um baixo índice escolar, um alto índice de criminalidade, que vai de prefeito-corrupto-pedófilo de municípios aos descuidistas das esquinas-escuras. Com considerável número de desemprego e municípios abandonados até pela prática médica. O que força a migração para a capital. Daí, a importância histórica do Programa Mais Médicos do governo federal na região.

Para não redundar em um estado que apenas expressa a derrocada pode-se levar em consideração – por cortesia – a chegada do Nacional F. C. além das oitava s de finais, na Copa Brasil, parando no Vasquinho. E para quem gosta – e que gosto -, o representante, ou o escoadouro de nossa violência, de luta livre que no momento se encontra em ascensão. Mas luta livre não educa um povo, e muito menos é fundamental para criação de uma consciência-democrática. A não ser para o prefeito de Manaus, Arthur Neto, que adora essa violência travestida de esporte. Mesmo sem saber do significado psiquiátrico dessa atividade. Tem o boi do município de Parintins, mas não é autóctone. Além de ser uma carnavalização da fabulação pecuarista modelizado nas escolas-de-samba carioca banhado pela Coca-Cola.

      “Tudo que parecia ser progressista era apenas simulação. Falsa

               mentalidade burguesa fingindo revolucionária”

Essa condição molar em que o Amazonas se encontra na contemporaneidade – sem ser contemporâneo de estados desenvolvidos – bem que poderia ser diferente se tivesse havido, pelo menos, no pós-ditadura a formação de uma consciência política da população que impedisse a subida ao poder de grupos reacionários que há mais de trinta anos dominam o estado impondo este modelo triste de administração-pública. Mas nada disso foi possível. Tudo que parecia ser progressista era apenas simulação. Falsa mentalidade burguesa fingindo revolucionária. E a constatação se encontra na união siamesca dessa simulada esquerda com os ultraconservadores que dominam a alcunhada cena política do estado do Amazonas. Por enquanto, triste província.

PRÊMIO NOBEL DE 1980, ADOLFO ESQUIVEL, NÃO SE ESQUIVA E CRITICA O SUSPEITO NOBEL OBAMA

Premio Nobel de Paz, Adolfo Pérez Esquivel

Não há como comparar, em sentido político-humanista, o prêmio Nobel da Paz de 1980, Argentino, Adolfo Perez Esquivel, com o suspeito prêmio Nobel da Paz, Obama. O argentino, Esquivel, que é arquiteto, escritor e ativista de direitos humanos, não acredita que qualquer conflito em um país só possa ser solucionado através das armas, fato que obseda o presidente norte-americano. Para ele, em sua obsessão bélica, da mesma forma como de seu amigo Bush, invadir a Síria é uma questão de honra para o seu conceito de democracia fundido na mentalidade da politica de intervenção externa.

Por essa postura violenta que o ativista de direitos humanos, Esquivel, resolveu publicar e lhe enviar uma carta condenando a postura prepotente de seu governo imperialista/intervencionista. Em sua carta Esquivel comenta a incoerência proferida – incoerência não, despropósito – por Obama por ocasião dos 50 anos da morte do líder negro Martin Luther King – esse sim um homem de paz – quando Obama declarou “da necessidade de realizar o ‘sonho’ de quem foi a mais significativa expressão de luta pelos direitos civis contra o racismo na primeira democracia escravista do mundo”.

Do alto de sua superioridade e serenidade, Esquivel, pergunta a Obama ( ele não pode receber resposta ):

“Você realmente acha que invadir militarmente outro país é realizar esse sonho?”

E do alto de sua superioridade, serenidade e sublimidade, Esquivel, continua questionando esse arroubo dos Estados Unidos pretenderem ser o dono do mundo.

“Seu país não tem autoridade moral, legitimidade, nem legalidade para invadir a Síria.

Seu antecessor, George W. Bush, em sua loucura messiânica, soube instrumentalizar o fundamentalismo religioso para promover as guerras no Afeganistão e no Iraque. Quando declarava que conversava com Deus, e que Este lhe dizia que tinha de atacar o Iraque, para exportar a “liberdade”.

Armara rebeldes para depois autorizar a intervenção da OTAN não é algo novo por parte de seu país e aliados. Também não é novidade de que os Estados Unidos pretendam invadir países depois de acusa-los por posse de armas de destruição em massa, o que no caso do Iraque ficou provado que era mentira.

Seu país está transformando a “Primavera Árabe” no inferno da OTAN, provocando guerras no Oriente Médio e suscitando a rapina das corporações internacionais. A invasão que pretende realizar causará mais violência e mortes, assim como a desestabilização da Síria e da região.

O povo sírio, como qualquer outro, tem o direito a sua autodeterminação e a definir o seu próprio processo democrático, e devemos ajudar no que for preciso.

Nenhum congressista do Parlamento dos Estados Unidos pode legitimar o ilegitimável, nem legalizar o ilegalizável. Os povos estão dizendo ‘basta’ as guerras, a humanidade reivindica a paz e o direito de viver em liberdade. Espero que não termine transformando o sonho da fraternidade de Luther King em um pesadelo para os povos e a humanidade”, analisou o singular pacifista argentino.


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.243.092 hits

Páginas

setembro 2013
D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

Arquivos