Arquivo para 25 de setembro de 2013

DILMA, CONFORME PROMETEU, CUMPRIU: DENUNCIOU, NA ONU, A ESPIONEGEM DOS ESTADOS UNIDOS. OBAMA OUVIU CALADINHO DA SILVA

A presidenta Dilma Vana Rousseff chegou na 68ª Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), que se realiza em Nova York, como diz o poeta, com aquele jeito simples de quem sabe que a história é produzida por quem tem compromisso com a inteligência e a existência social, e espargiu com serenidade seu discurso. E conforme havia prometido para o povo brasileiro e a comunidade internacional, fez a denúncia contra o atentado de espionagem praticado pela Agencia Nacional de Segurança (NSA) dos Estados Unidos no Brasil tanto diretamente ao governo como em órgãos públicos, empresas, como a Petrobrás, e os cidadãos brasileiros.

Humanitariamente e detentora e praticante do sentido da paz mundial, Dilma, iniciou seu discurso condenando o ataque terrorista em um shopping em Nairóbi, no Quênia, que deixou 68 mortos além de mais de 150 feridos. Sentado em seu trono imaginário o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, até esse momento era só concordância com Dilma. Quase que dizendo: “Eu também sou de paz e repudio todo ato terrorista que mata principalmente inocentes”. Claro que isso só são quimeras, visto que ele se encontra com forte propósito de invadir a Síria. Assim, como tem disposição à paz armada, como já demonstrou.

Foi então, que Dilma, começou a cumprir o prometido para população brasileira e o Direito Internacional. Dilma começou a falar sobre o ato de espionagem – para alguns especialistas, terrorismo – consumado no Brasil pelo governo do Tio Sam representado pelo prêmio Nobel da Paz. Obama deve ter se mexido imperceptivelmente na poltrona, contraído os músculos imperialistas e sentido o olhar do mundo sobre si. Mas, como diz o filósofo Nietzsche, os que mandam não sentem os atos de seus subordinados, porque estão distante no momento da execução. Por tal, não podem imaginar o ocorrido. Provavelmente, Obama, tenha expressado, para si, o filósofo alemão. Embora o aforisma de Nietzsche seja contra a brutalidade praticada por alguns homens. Os nervos ficaram mais tensos quando Dilma observou e condenou o argumento do governo norte-americano de que mantem vigilância nos outros países com o objetivo de proteger o mundo contra o terrorismo.

“Também missões diplomáticas brasileiras, como a representação permanente do Brasil na ONU, e até mesmo a Presidência do Brasil, tiveram as suas comunicações interceptadas.

Imiscuir-se assim na vida de outros países é ferir o direito internacional e a boa convivência das nações. Jamais uma soberania pode firmar-se em detrimento de outra soberania. Jamais podem os direitos dos cidadãos de um país ser garantidos pela violação dos direitos dos cidadãos de outros países. Pior quando as empresas privadas de telecomunicações estão envolvidas.

O Brasil sabe se proteger. Combatemos, reprimimos e não temos grupos terroristas em nosso território. Vivemos em paz com nossos vizinhos a mais de 140 anos. Como vários latino-americanos, lutei contra a censura, e não posso deixar de defender o direito à privacidade das pessoas. Sem ele não há direito à liberdade de expressão. E não há democracia.

Governos e sociedades amigas, como é o nosso caso, não podem permitir que ações ilegais recorrentes tenham cursos como se fossem normas. O Brasil redobrará os esforços para dotar-se de legislação, tecnologia e mecanismos que nos protejam da interceptação ilegal de dados. Meu governo fará o que tiver ao seu alcance para proteger o direito de seus cidadãos. O problema, porém, transcende o relacionamento bilateral. Afeta a comunidade internacional e dela exige resposta.

Temos que evitar que o espaço cibernético seja instrumentalizado como espaço de guerra. O Brasil apresentará propostas para o estabelecimento de um marco civil multilateral para governança da internet. O aproveitamento do pleno potencial da internet passa por uma regulação responsável que garanta liberdade de expressão, segurança e respeito aos direitos humanos”, discursou a presidenta do Brasil.

E para piorar a sanha dos que pretendem uma solução aramada na Síria, Dilma, afirmou sua consciência pacificadora.

“É preciso impedir a morte de inocentes, crianças, mulheres e idosos. É preciso calar a voz das armas convencionais ou químicas, do governo ou dos rebeldes. Não há saída militar. A única solução é a negociação, o diálogo, o entendimento”, discursou a presidenta.

E Obama sentadinho, ouviu tudinho caladinho. Agora, usando o mínimo de imaginação. Seria possível essa postura serena, inteligente, respeitadora e destemida de Dilma ser vista, em situação símile diante de um presidente dos Estados Unidos, em um Fernando Henrique, em um Serra ou qualquer um das direitas? Evidente que não. As direitas são servis às determinações do Estado ianque. Fernando Henrique mostrou claramente este servilismo. É exatamente por isso que eles querem voltar à Presidência do Brasil: para colocar a Nação brasileira na dependência do capital estrangeiro. E é exatamente por isso que a maior parte da sociedade brasileira não quer.   

LULA, EM ENTREVISTA, DIZ QUE DEVE SER CONVOCADA UMA CONSTITUINTE PARA REALIZAR A REFORMA POLÍTICA

lula_andrisbovo_abcdmaior.jpg

Durante entrevista à RBA, TVT e ABCD MAIOR, o ex-presidente Lula analisou a situação atual do quadro relacionado à reforma política que tramita no Congresso. Para ele essa reforma política vai apresentar vários defensores dos mesmos pontos de vistas que garantem segurança do exercício legislativo. Para Lula, os atuais personagens que têm mandatos não vão querer mudar a regar do jogo. Ainda falando sobre as chamadas manifestações de junho, ele, afirmou que foi bom porque serviu de lição para os governantes brasileiros. Agora, é só lê-lo.

“Por que o empresariado brasileiro não está rua fazendo campanha para que seja pública a parar de dar dinheiro? Oras, é porque a eles interessa cada um construir sua bancada.

Eu acredito que o impacto de tudo que aconteceu em junho de 2013 deve servir como uma grande lição para a sociedade brasileira e, sobretudo, para os governantes brasileiros.

Costumávamos afirmar que o povo precisa reivindicar sempre. Certamente, muita gente de partidos políticos, sindicatos e movimentos organizados da sociedade da sociedade civil foi pega de surpresa, porque foi um movimento que se deu à margem daquilo que nós conhecíamos como tradicional forma de organização. Eu me lembro que não aconteceu nada no Brasil nos últimos 40 anos que a gente não tivesse à frente. Seja o movimento sindical, sejam os partidos de esquerda, seja a UNE, sejam os Sem-Terra…

Que bom que o povo resolveu dizer, “estou aqui”. A única coisa grave do movimento é a manipulação para a tentativa de negar a política. Tenho dito publicamente, que toda vez, em qualquer lugar histórico, em qualquer lugar do mundo em que se negou a política, o que veio depois foi pior. Portanto, se você que mudar, mude através da política. Participe, entre num partido, crie um partido, faça o que você quiser. Aqui no Brasil o que teve foi o regime militar de 1964. No Chile foi Pinochet, na Argentina foi ditadura. Não queremos isto. Queremos democracia exercida em sua plenitude. A sociedade que isso. A sociedade quer debater política, então vamos debater sem medo de debater qualquer assunto. Sou daqueles que acham que não tem tema proibido.

O que eu acho importante? Aquilo não foi um movimento contra o governo, não foi um movimento em que as pessoas queriam derrubar o governo, mas foi um movimento em que as pessoas diziam, “nós queremos mais”. Nós queremos mais educação, nós queremos mais saúde, nós queremos mais transportes, nós queremos mais qualidade de vida. Aí eu lembro de um discurso do Fernando Haddad durante a campanha que ele falava você está lembrado na sua casa, da porta para frente, melhorou muita coisa, mas da porta para fora piorou ou ficou como está. E era verdade, porque o cara tinha comprado uma máquina de lavar roupa, uma geladeira, um televisor, mas a cidade não foi cuidada adequadamente. Ou seja, você não fez as tarefas para cuidar dos transportes adequadamente, não fez o saneamento básico adequado, não tornou a periferia boa para se morar.

A nossa presidenta teve a sabedoria de dar uma resposta muito imediata, colocando a reforma política como uma coisa fundamental para que a gente possa mudar a situação do Brasil, depois da questão da saúde com o Mais Médicos, depois da aprovação de 75% dos royalties para a educação… Ou seja, foram medidas tomadas pela nossa presidenta que mostraram que o governo está num processo de evolução para tentar encontrar soluções.

Eu acho que agora ninguém pode mais dizer que o problema dos transportes é só do prefeito. É do prefeito, do governador, do governo federal. Os problemas da saúde e da segurança não mais do prefeito, passam a ser dos três juntos.

Tenho dito que só teremos uma reforma política plena no dia em que tivermos uma constituinte própria para fazer uma reforma política. Achar que os atuais deputados vão fazer uma reforma política mudando o status quo é muito difícil. Pode melhorar um pouco.

Acredito que é possível discutirmos uma mudança na votação, votar em lista, financiamento de campanha. Há um equívoco de fazer a sociedade compreender que o financiamento público vai tirar o dinheiro da União. A forma mais eficaz, honesta, barata de se fazer uma campanha política é você saber que cada voto vale um centavo, R$ 1 real, R$ 10 reais e que cada partido vai ter tanto, e que cada partido vai fazer aquilo e se alguém pegar dinheiro privado tem de ser considerado crime inafiançável, para que as pessoas não fiquem subordinadas aos empresários.

Por que os empresários não estão defendendo o financiamento público? É muito interessante, que algumas pessoas que se acham as mais honestas do planeta, acham que o financiamento público é corrupção e vai gastar dinheiro público.

Por que o empresariado brasileiro não está na rua fazendo campanha para que seja pública e parar de dar dinheiro? Oras, é porque para eles interessa cada um construir sua bancada. Os bancos têm bancada no Congresso Nacional, têm influência, porque cada um tem a lista de quem financia. Quem tiver dúvida disso saia candidato para ver o que acontece para ver como você se elege no Brasil. Quando colocamos financiamento público é porque a gente acredita que pode melhorar”, disse Lula e muito mais.


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.243.048 hits

Páginas

setembro 2013
D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

Arquivos