Arquivo para 7 de outubro de 2013

TROCAS DE PARTIDOS MOSTRAM O QUANTO O CONCEITO DE POLÍTICA SE REDUZ NOS TROCADORES EM “PRIMEIRO A BARRIGA DEPOIS A MORAL (BRECHT)”

Dança das cadeiras

A alcunhada democracia legislativa e executiva durante sua história tem servido de teses folclóricas para estudiosos. A razão dessas teses é a composição de seu corpus alcunhado de político. Um corpo que, em verdade, não exige qualquer esforço de inteligência para ser examinado. Nada da dialética marxista para examiná-lo. É desnecessário tal sua visibilidade absurda.

A política como práxis humana com objetivo único de satisfação democrática de todos. É uma quimera para esses democratas legislativos e executivos, dado aos seus graus de limitação perceptiva e cognoscitiva. Todos são coerentes, com a máxima imoral do personagem do teatrólogo – esse um homem politico – alemão, Brecht: “Primeiro a barriga depois a moral”. Daí uma melhor relação com o fisiologismo que o personalismo burguês lhe admite.

Esses personagens legislativos e executivos são, como objetos de estudos, demonstrações da alteração sensorial e intelectiva do sujeito dos sentidos e do pensamento. Fixados em suas barrigas eles não podem ver longe. Suas percepções começam e terminam neles mesmos, confirmando que não há mundo distante ( do grego, tele). Sendo assim, não há com que se preocupar com o que não é visto. E o que não é visto não pode estimular operações intelectuais. Por isso, são tão fisiologistas.

O filósofo Nietzsche diz que “o homem é um ser da distância”. Precisa olhar o distante para manter a visão e o pensamento que constrói a sociedade democrática singular. Todavia, com essas alterações, esses personagens-burgueses, negam a própria condição natural e epistemológica do homem que proporciona a existência coletiva. Tudo neles são abstrações privadas saídas de suas condições limitadas. Quando falam sobre democracia, efetuam apenas um solilóquio: não tem função linguista coletiva. Mesmo sendo a língua uma instituição social neles ela se torna um instrumento de classe ou grupos privados, usado para seus próprios benefícios.

O que se viu e ouviu no dia 5, o último dia de registro de candidatos aos cargos legislativos e personagens legislativos em trocas de partidos, só confirma as teses folclóricas. Agente da extrema-direita, como Heráclito Fortes, aderindo ao PSB, partido que no passado foi socialista, e que, hoje, tem o socialismo apenas como recurso sedutor de se querer ser visto como de esquerda. Mesmo tendo o seu presidente Eduardo Campos, governador de Pernambuco, visão próxima, mas que por interesse pessoal, usa a imagem de seu avô Miguel Arraes – um perfeito militante socialista -, para ser tido como alguém de visão distante. Visão de quem ver o mundo periférico, além de seu centro – o centro da barriga -, o que significa para o filósofo Deleuze, o conceito de esquerda. Ao contrário do conceito de direita que sai dos fisiológicos que só enxergam o que se encontra próximo de si. O seu bem material.

Poderia se dizer, ingenuamente, que essa unidade de conduta pessoal que aflorou a partir do dia 5 nesses partidos só foi possível porque esses personagens mandaram às favas suas ideologias. Mas não pode ter favas. Eles sempre foram assim: urdidos em seus anseios burgueses. Seja a sigla DEM, PPS, PSB, PSDB, Solidariedade, Rede, é tudo uma sigla só: “Meu pirão primeiro”. Uma nulidade política geral, entre eles. Uma busca insana pelo poder. Uma compulsão incontrolável pelo “eu quero é me dar bem”.

Também, ingenuamente, alguém poderia dizer: “Não respeitaram nem os 25 anos da Constituição Cidadão para ter um milionésimo de pejo”. Como respeitar, se o respeito é uma virtude produzida na vivência coletiva. Se durante todas suas histórias esses homens não se tornaram democraticamente virtuosos, não seriam os 25 anos da Constituição que iriam torná-los. A data para essa gente é só mais uma data. Nada implica em sua máxima: ”Primeiro a barriga depois a moral”. 

MOBILIZAÇÃO CONTRA DEMOCRACIA DOS MASSACRES PEDE DESMILITARIZAÇÃO DO ESTADO

Confluindo com as comemorações dos 25 anos da Constituição Brasileira, os movimentos sociais, grupos de diretos humanos e representações da sociedade civil realizaram durante toda semana que passou atos contra a violência policial, culminando em um grande ato de lembrança dos 21 anos do Massacre de Carandiru, o mais irracional e covarde assassinato em massa de presos da história do Brasil quando l11 presos foram mortos sem qualquer direito de defesa no ano de 1999. Uma ocorrência policial perpetrada no governo Fleury. O ato ocorreu no Parque da Juventude, onde antes era o Presídio Carandiru.

Diante do aumento da violência policial que cotidianamente é estampada pela imprensa, onde as personagens que mais são submetidas a essa violência são os moradores dos bairros distantes, chamados de periferia – de quê? – em razão de suas condições econômicas e sociais – como diz a filosofia marxista, os que foram escolhidos para pagar a culpa dos ricos – as entidades decidiram pedir a desmilitarização do Estado que se constituiu em Democracia dos Massacres.

Danilo Dana, membro do Movimento Mães de Maio concebeu o ato como importante por ser uma oportunidade de discutir a chamada Constituição Cidadã.

“Foi muito importante tematizar com a sociedade em geral os diversos problemas cruciais da chamada Constituição Cidadã. A gente reforçar a luta contra os massacres cometidos pelos agentes do Estado, dito democrático, especialmente contra a população negra, pobre e periférica.

Trata-se de um conjunto de medidas que incluem não só as polícias, mas elas são, sim, um dos primeiros pontos, porque elas são o braço armado do Estado sobre a sua população.

Sem isso, não há uma democracia direta e efeiva”, observou Dara.

Parentes do ajudante de pedreiro Amarildo, morador da Favela da Rocinha que foi preso arbitrariamente, torturado e morto por policiais militares da Unidade Policia Pacificadora (UPP) – singela vivência de pacificação tem esses policiais – que prestavam serviço na região também compareceram ao ato. Como foi o caso da sobrinha de Amarildo, Michelle Lacerda, gestora de projetos, que falou da importância das prisões dos policiais acusados de assassinar seu tio.

“O Estado tirou ele de dentro de sua residência e tinha que ser responsabilizado por isso. Para a gente foi mais uma batalha vencida, mesmo sabendo que a guerra é longa.

A noite, nós vemos nossos meninos chegando da escola, tomando tapa na orelha, sendo chamados de negrinhos e favelados. Essa é nossa relação coma polícia. O que aconteceu com meu tio, na verdade, contribuiu para que minha comunidade desamarrasse as mãos e erguesse a cabeça”, analisou Michelle.

Entre tantos, também manteve presença o ex-detento do Carandiru Sidney Sales, que se encontrava no presídio no dia do massacre. Sidney é presidente de cinco centros de reabilitação de alcóolatra e drogados e comentou o ato.

“Vi várias pessoas sendo executadas. Eu fui uma das pessoas escolhidas para ajudar a carregar os cadáveres. Sobrevivi por um milagre. Eu luto pelo fim dos massacres, mas enquanto não houver mudança política, isso vai continuar sendo um episódio normal”, sentenciou Sidney.

Os atos ocorreram durante toda a semana em São Paulo, mas a violência policial se efetua cotidianamente em todo o Brasil. Essa luta é necessária em todos os estados, onde as policias não estão integradas em suas práticas de segurança com a sociedade. Onde ela é mais causa de rejeição do que de aceitação.


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.243.040 hits

Páginas

Arquivos