Arquivo para 12 de outubro de 2013

PROCURADOR-GERAL DA REPÚBLICA AFIRMA QUE NÃO SERÁ ACERVADOR-GERAL: TODOS OS PROCESSOS ENTRARÃO EM TRAMITAÇÃO

dda5ec68-6134-4d7f-9ed7-acde703a323e

Para evitar que investigações criminais e outras ações fiquem paradas, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, afirmou que vai criar regras de tramitação dos processos que cheguem ao seu gabinete. Para que esse trabalho seja executado ele baixará uma portaria no mês de dezembro que irá fixar os prazos de tramitação e regras para distribuição dos processos. O que vai dar transparência para tramitação dos processos e evitar questionamentos políticos. Com isso ele pretende zerar todos os processos que se encontram parados no Ministério Público (MP).

Durante a entrevista em que afirmou sua política de trabalho na Procuradoria-Geral da República, Janot, fez uma afirmação que mesmo que não se queira toca em cheio em Roberto Gurgel, o antigo procurador-geral que ficou conhecido como o clone do procurador-geral dos desgovernos do ‘príncipe’ sem trono, Fernando Henrique, Geraldo Brindeiro, conhecido como engavetador -geral da República por sua eficácia em engavetar processos e ações contra amigos do ‘príncipe’. Exemplo breve, a compra de votos para reeleição do empáfico ex-presidente. Rodrigo Janot afirmou que não será o acervador-geral da República. Tudo que Roberto Gurgel, o antigo, fez.

Há em seu gabinete 2.039 processos. Desses, 370 já foram despachados. O novo Procurador-Geral encontra-se no cargo há menos de um mês.

“O MP vai se estruturar para que possa dar mais agilidade na tramitação dos feitos de responsabilidade do procurador-geral. Qual a estrutura que a gente imaginou: criar assessorias por colegas procuradores da República dentro de suas áreas expertise para dar agilidade com qualidade na tramitação dos feitos.

Qualquer acervo gera leituras políticas que podem não ser corretas. Se eu tenho em área penal, por exemplo, questões que envolvem cidadãos brasileiros que têm prerrogativa de foro, qual a leitura que se faz quando eu solto um inquérito, uma denúncia, um arquivamento para um em uma velocidade e para outro, não. Nós temos problemas estruturais hoje que justificariam essa diferença de tempo. Por isso, a meta é não ter acervo.

A gente não defende investigação exclusiva do Ministério Público, nós queremos participar das investigações. O Ministério Público é destinatários da coleta de provas que a polícia faz, que a Receita Federal faz, que o Banco Central faz. Nós somos o titular exclusivo da ação penal. Se compete ao membro do Ministério Público ir ao Judiciário para iniciar penal, o membro do Ministério Público tem que ter o juízo de valor se aquela é prova boa ou insuficiente”, sentenciou o desacervador-geral.

LULA DIZ QUE A IMPRENSA BRASILEIRA PRECISA EVOLUIR COMO O BRASIL

Sabe-se que vivemos em um tempo não da informação, mas da desinformação, como afirma o filósofo francês Jean Baudrillard, em função da quantidade de enunciados em tempo impossível de se armazenar dado seu grau de velocidade. Mas há um tipo de informação que não tem a velocidade que leva ao confronto com outras informações velozes. A velocidade da imprensa de mercado eminentemente comercial. Essa informação é a que tem um suporte fundamentalmente partidário. A informação repetitiva que tem como objetivo atingir uma pessoa, um grupo, uma entidade, um partido, um governo.

Ao ser sempre semelhante, essa informação acredita nos propósitos ideológicos do ministro da propaganda nazista, Goebbels: repetir a informação para que ela seja tida pelos incautos como verdadeira. É essa a informação praticada pelos meios de comunicação direitistas claramente trapaceiros que trabalham para levar vantagem em seus objetivos espúrios de uma mídia antidemocrática. No Brasil, são representados pelas Organizações Marinho, no caso específico, a TV Globo e sua revista Época. A  família Frias, da Folha de São Paulo. A família Mesquita, do Estadão. A família Civita, da revista Veja. Todos esses grupos e congêneres informam conteúdos imóveis: notícias repetidas contra os governos populares. Assim, foi contra os governos de Lula. E agora, o governo de Dilma. Porém, para o bem da democracia, essa informação goebbelsiana não tem tido materializado seu propósito.

Observando essa imobilidade comunicacional apresentada por esses grupos midiáticos, entende-se porque Lula afirma que a imprensa do Brasil não evoluiu enquanto aconteceu o contrário com o País Brasil. Daí sua ironia em afirmar que a imprensa sempre lhe tratou “condignamente bem”.

“Esse é um debate que acontece em todo mundo. E aqui no Brasil também vamos ter esse processo. Como aqui não tem briga, para tudo se chega a um acordo. Até para nossa independência parecia que ia precisar de uma briga sentou-se à mesa e saiu um acordo. Como aqui para tudo tem um jeitinho, eu acho que a gente vai poder chegar a um acordo e ter uma regulamentação que seja confortável para todo mundo. Por isso eu não reclamo da imprensa. Eu sou até agradecido porque eu só sou o que sou por causa da imprensa.

A imprensa sempre me tratou condignamente bem. Poucos presidentes tiveram tanta publicidade “favorável” como eu. Quando eles falavam mentiras sobre mim, o povo percebia. As pessoas passaram a procurar outros meios de informação que não os tradicionais. Portanto, a imprensa só vai ganhar credibilidade se for verdadeira. Não adianta mentir. O Brasil evoluiu, e a imprensa precisa evoluir também. Eu fico lendo matérias sobre economia e fico com a impressão de que o Brasil acaba todo dia. Tem hora que a gente fica com vontade de se trancar e nem sair de casa”, analisou Lula.

GABRIELA LEITE, CRIADORA DA DASPU, TRANSCENDE AO SEU PROJETO EXISTENCIAL

Aos 62 anos, Gabriela Leite, transcendeu seu projeto existencial. Sempre transitando pelos platôs da existência e da inexistência, ela produziu uma nova forma de pensar a prostituição. Lutou por sua profissionalização para evitar a exploração como forma mais indigna que o capitalismo submete uma mulher.

Gabriela não se intimidou diante da moral burguesa reacionária e judicativa. A moral da condenação dos próprios valores criados pelos próprios burgueses. Aproveitou o charme simulado da empresa de vestuários da elite paulistana, Daslu, e criou a grife de seu engajamento: Daspu. As dondocas psicoplásticas foram à loucura. O que Gabriela queria: mexeu com o modo de fazer gênero da pose inútil da burguesia ignara.

Transitando com seu projeto existencial de compromisso com a liberdade de dizer e se movimentar, ela, de ex-estudante de sociologia da USP, militou grande parte de sua existência no Rio de Janeiro defendendo os direitos das prostitutas. O que ajudou muito na prevenção da AIDS e outras doenças sexualmente transmissíveis. Além de dar segurança contra a violência policial e a violência de homens frustrados que acreditam encontra-se em posição superior às prostitutas e procuram espancá-las.

“Filha, Mãe, Avo e Puta”, o livro que escreveu para relatar seus percursos existenciais. Por sua singularidade, se não tivesse escrito o livro, seu projeto existencial já lhe colocava na amplitude dos que fazem história.

“Liberdade de pensar diferente, de vestir diferente, de se comportar diferente”, filosofou certa vez, Gabriela.


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.243.045 hits

Páginas

Arquivos