Arquivo para 2 de dezembro de 2013

O MÉTODO ABSOLUTO DO FILÓSOFO HEGEL, A ABSTRAÇÃO DAS DIREITAS ATRAVÉS DAS PESQUISAS E A REELEIÇÃO DE DILMA

13-01-09_ler-a-hegel_emir-sader2

A grande contribuição do filósofo Hegel para a estruturação do capitalismo foi dada por seu método absoluto. O método que consiste na abstração do movimento, ou seja, o movimento em estado abstrato que é “a fórmula puramente lógica do movimento ou o movimento da razão pura”. Uma metafísica idealista conhecida como dialética das categorias simples. “Situar-se em si mesma, opor-se a si mesma e combinar-se consigo mesma”. Tese, síntese e antítese. Uma lógica absoluta nascida na consciência e não da experiência real. Nada a ver com a dialética marxista.

Foi exatamente sobre essa lógica absoluta que foi fundado o Espírito Absoluto, Estado Absoluto de Hegel, tendo o Poder Judiciário como seu maior representante depois do poder econômico, como também o Estado Teológico, o Estado Metafísico do Absoluto Deus. Estados onde nenhuma individualidade pode escapar. Tudo converge para a Ideia Absoluta. Uma platonada moderna.

É com essas propriedades que o capitalismo se apresenta como abstração, como mostra o filósofo Marx. O que significa afirmar que todos os valores oferecidos pelo capitalismo são tão somente aparências. Visto que saem da abstração do movimento realizado pela razão pura ou consciência absoluta. Daí ser possível construir assertivas de que não existem manifestações no capitalismo, visto seus valores serem aparências. Para que haja manifestações é preciso que as aparências sejam dissipadas. Enquanto as aparências predominam todas as percepções e cognições são fantasmagorias. Como o fetichismo produzido como dissipação da matéria na formula perversa da mais-valia. Ou o fetichismo nos enunciados dos filósofos Deleuze e Guattari: o desejo aprisionado na oficina inconsciente.

É por essa ótica embaçada da aparência que às direitas alucinam o movimento real. Abstraídas elas não podem pensar. Só imaginam, porque seu imaginário-virtual é estruturado pela abstração. Não produzido pela experiência real da matéria. Nisso a incomunicabilidade com o sujeito do pensamento. Enquanto o sujeito do pensamento é um ser que opera com o concreto, às direitas projetam abstrações em forma de valores fantasmagóricos. Por isso, são elas as que mais perseguem o lucro, a opulência que lhe concede o capital, como afirma o filósofo Marcuse. Um exemplo da voracidade alucinada do se querer lucro: as mídias reacionárias. Envoltas nesse véu das aparências elas desesperam no querer lucrar. Daí ser certo afirmar: é mais fácil uma pedra se expressar como real do que fazer os reacionários entenderem um enunciado saído da consciência empírica/material. Para as direitas não existe a matéria-real só a abstração. 

O homem para às direitas não é concreto, é uma abstração. Um exemplo breve e esclarecedor. Fernando Henrique, enquanto presidente, não pôde realizar um governo que fosse direto às necessidades da população, principalmente a parcela mais pobre, porque ele não pensa o homem como um ser concreto. Ele imagina o homem como uma abstração saída de sua consciência hegeliana. E não uma consciência empírica/material: concreta. O que não ocorreu com Lula e, agora, com Dilma. Lula possivelmente não estudou academicamente Hegel, mas o entendeu em sua práxis de individuo concreto. Assim como entendeu Marx, através de sua práxis de metalúrgico e homem que nasceu no sertão brasileiro. Como homem concreto foi fácil para ele não se perder nas fantasmagorias da abstração direitistas. As políticas sociais de seus governos concretizam o ser real que ele é. A consciência de Lula foi produzida no movimento real do empírico/social.

Com Dilma acontece o mesmo. Oriunda de uma família classe média, ao contrário de Lula, Dilma pôde fazer os percursos graduadores que a sociedade apresenta. Fez curso superior e outros cursos. Mas nada disso seria importante para ser uma grande governante e produzir a ‘dilmacracia’, se ela não tivesse o conhecimento concreto do homem. Se não tivesse conseguido dissipar o véu fantasmagórico da abstração que cobre os sentidos e a cognição. Os cursos são apenas abstrações oferecidas pelas chamadas instituições de saberes oficiais, mas não servem para a realidade se esses saberes não são encadeados com os desejos produtivos manifestados como movimento real. O que Dilma pôde realizar.

Desse quadro, pode-se inferir porque às direitas desesperam sempre que um dos seus institutos de pesquisa eleitoral como IBOPE e Datafolha mostram resultados favoráveis à reeleição de Dilma. Como a pesquisa divulgada no sábado pelo Datafolha, do reacionário jornal Folha de São Paulo, que mostra vitória de Dilma no primeiro turno. Abstraídas às direitas não entendem que esses dados são produtos das políticas sociais que chegam aos indivíduos concretos. Indivíduos que se encontravam abstraídos da política econômica e com os governos populares passaram a condição de existentes como indivíduos-concretos socialmente. Deixaram de serem abstrações estatísticas para serem átomos sociais atuantes na história.

Como indivíduos-concretos, átomos sociais, às direitas podem mandar pesquisas eleitorais. Só vai dar ‘dilmacracia’. O que significa antecipar: 2015 já começou.

Meus herois morreram de AIDS

cazuza

Por: Por Cynara Menezes

Em uma de suas canções mais conhecidas, Ideologia (1988), o cantor Cazuza dizia que seus heróis tinham morrido de overdose. Referia-se a ídolos como Jimi Hendrix, Janis Joplin ou Jim Morrison, todos mortos precocemente pelo uso excessivo de drogas. “Meus heróis morreram de overdose” é uma frase muito forte e verdadeira, mas não para mim. Muitos dos meus “heróis”, pessoas que admirei na vida, que foram modelos de rebeldia, coragem e inteligência, não morreram de overdose. Morreram de Aids. E Cazuza foi um deles.

A Aids entrou na minha vida aos 17 anos, no primeiro ano da faculdade de jornalismo. Era uma época livre, aquela, na Salvador dos anos 1980. Meninos e meninas provavam beijar-se, muitos garotos experimentavam pintar os olhos, a boca. Era proibido proibir. De repente veio a Aids e parou tudo. O Brasil e o mundo retrocederam cem anos em termos sexuais e morais, porque a Aids não era como o câncer, era uma doença que trazia consigo o preconceito; quando surgiu, era anunciada pelos conservadores como um verdadeiro castigo que os céus haviam mandado aos “pecadores”.

Sempre tive muitos amigos homossexuais. Posso dizer, inclusive, que as pessoas que exerceram maior influência intelectual e artística sobre mim são gays. Eu os adoro. E logo a Aids contaminaria um destes amigos queridos, pintor, que morreu, infelizmente, um ou dois anos antes de surgir o coquetel de remédios que mantém o vírus sob controle. Havia tanto desconhecimento sobre a doença neste primeiro momento, que as pessoas tinham medo até de compartilhar talheres e pratos com os infectados. Imaginem que crueldade.

Com o tempo, se foi vendo e informando as pessoas que a Aids não se contagia no vento, tampouco pelo beijo ou pelo abraço, mas sim por relações sexuais sem proteção; pela transfusão de sangue contaminado; pelo compartilhamento de seringas e agulhas; e durante a gravidez e a amamentação (o que já é possível reverter). Nada a ver, portanto, com “pecado”, isso é ignorância pura.

Segundo a Organização Mundial de Saúde, a Aids ainda é um dos problemas de saúde mais graves em todo o mundo, sobretudo nos países mais pobres. Existem hoje cerca de 35,3 milhões de pessoas infectadas com o vírus –3,34 milhões delas, crianças. O HIV continua a ser o agente infeccioso mais mortífero do planeta: desde que a doença apareceu, calcula-se que 36 milhões de pessoas tenham morrido em decorrência da Aids. No ano passado foram 1,6 milhão.

Neste 1º de dezembro, Dia Mundial de Combate à Aids, quero homenagear todas as vítimas desta doença nas figuras destas pessoas especiais. Alguns dos que aparecem aqui não são homossexuais e foram contaminados de outras formas que não a sexual. O cartunista Henfil e seu irmão Betinho, por exemplo, eram hemofílicos e contraíram o HIV em transfusões. Mas isso não importa. O que importa é que todos eles eram seres humanos incríveis, gênios que foram levados desta vida, a maioria absurdamente cedo, por uma doença brutal. Saúdo todos eles e digo que sinto saudades.

P.S.: Não deixe que a Aids atrapalhe sua liberdade sexual: use camisinha.

(Clicando nos nomes dos meus heróis, você pode ler entrevistas e reportagens que selecionei sobre cada um deles, em texto e em vídeo.)


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.243.087 hits

Páginas

Arquivos