EMPRESA DEGELO, ASSISTÊNCIA TÉCNICA DA ELETROLUX, MOSTRA SUA IMPRODUTIVIDADE COM RELAÇÃO AO CONSUMIDOR E O COMÉRCIO

A inclusão dos aparelhos mecanizados, aparelhos eletrodomésticos, no interior da existência doméstica do consumidor, não apenas concretizou a substituição das formas da relação inteligência e força motriz dos que atuavam como sujeitos de satisfação de suas próprias necessidades criando seus objetos de consumo, como também criou uma nova forma de relação social. O homem-doméstico mais as máquinas. Ou em outra concepção: o homem com aparelhos domésticos. Ou de forma mais sintética: o homem/máquina.

Assim, não é necessário afirmar que o mundo gestual do homem, que trabalhava em suas formas anteriores de produção de suas necessidades domésticas, foi substituído pelas formas de desempenho das máquinas. Despojado de sua força natural de trabalho doméstico o homem passou à dependência do objeto de consumo que lhe substituiu: os aparelhos domésticos, ou eletrodomésticos.  Esses aparelhos passaram a realizar, mecanicamente, os gestos técnicos e motrizes do homem que naturalmente satisfazia suas necessidades.

 Com o transcurso da chamada modernização da sociedade através dos aparelhos domésticos, a existência do homem urbano passou diretamente para a dependência desses aparelhos. Que são, em verdade, próteses do corpo e da inteligência humana. Lógico, que como próteses não substituem a inteligência e a força natural do homem. Servem apenas de elementos artificiais utilitários. Mas o certo mesmo, é que eles sintetizaram a existência do homem da urbe. Exemplo simples: os automóveis, que são próteses das pernas como forma de deslocamento. Na urbe a existência do homem se tornou dependente desses veículos dada à necessidade de deslocamento em grandes distâncias.

Como objeto utilitário da existência moderna, não é preciso expressar aqui, a vaidade, a intimidade, o prazer da velocidade que os carros proporcionam aos seus proprietários, como afirma o filósofo francês Jean Baudrillard. O que conta é apenas a sua forma utilitária. A real dependência do homem diante desse objeto de consumo.

Também pode ser mostrado, que não foram só estes objetos, em suas formas sintéticas, que modificaram as formas de relações sociais no momento em que o consumidor adquire qualquer objeto que o torna mais um inserido no mundo dos objetos domésticos. Deve também ser mostrada a relação da empresa que vende o objeto-utilitário ( a mercadoria-industrial ) com o consumidor. Que não é nada mais do que a cumplicidade de ambos no seio da sociedade de consumo. A empresa precisa do lucro que a compra do objeto lhe concede, assim, como, o consumidor precisa da mercadoria, objeto-utilitário, com suas qualidades de eficiência e durabilidade. Sem esses elementos capitalísticos não há cumplicidade. Cumplicidade que se resume em necessidade do lucro do dono da empresa e crença por parte do consumidor. Daí que essa cumplicidade não termina no ato da compra. Transcende esse ato na forma de garantia do objeto. Ou seja: assistência técnica. Um signo comercial que afirma que a cumplicidade está mantida. Qualquer defeito no objeto seja enquanto está em garantia ou fora da garantia, à assistência técnica deve se fazer atuante. Caso contrário, quebra a cumplicidade entre o consumidor e a empresa representante do capitalismo industrial e comercial.

 O DESCASO DA DEGELO COM O CONSUMIDOR

É nesse quadro que entra a Degelo Comércio e Serviços, que é a assistência técnica da empresa de aparelhos eletrodomésticos Eletrolux. Situada no centro de Manaus, no bairro da Praça 14 de Janeiro, sua área de ação vai até os limites do bairro. O que significa que os consumidores que precisam de um serviço para um aparelho Eletrolux, e que moram nessas mediações, têm que se submeter às determinações dos responsáveis da Degelo. Não podem pedir auxílio de assistências da Eletrolux situadas em outros bairros. Resultado: angústia do consumidor, porque a Degelo é improdutiva quando se tem necessidade de seus serviços. Falta com seus compromissos.

São várias as queixas contra a Degelo. Queixas que vão desde o descaso no atendimento telefônico, dificuldade de se conseguir comunicação, falta de execução de compromisso agendado, e, algumas vezes, desconhecimento técnico dos aparelhos que precisam de assistência. Exemplo reivindicador. Uma consumidora agendou uma visita técnica para uma máquina de lavar, depois de muitas tentativas telefônicas, para terça-feira, dia 31 (ela queria para segunda-feira, dia 30, mas não foi possível). O técnico não compareceu. Na quinta-feira, depois de muitas tentativas telefônicas e deboche da atendente, a consumidora reivindicou que o técnico não havia comparecido. E ouviu como resposta da atendente que ela não poderia explicar porque ele não compareceu. Como a visita já estava agendada, a consumidora tentou marcar para a mesma quinta-feira, mas ouviu da atendente a negativa de que o técnico não poderia fazer a visita, porque havia faltado ao emprego.

Diante dessas ocorrências, que se caracterizam como violência contra o consumidor, a Degelo se mostra como empresa que não pode ser considerada uma empresa de assistência técnica, visto que quebra a cumplicidade capitalística industrial e comercial da empresa Eletrolux com seus clientes. Ela, Degelo, desapropria a funcionalidade da Eletrolux e o consumidor. Quebra a forma de relação social que emergiu no momento em que a inteligência e a força motriz do homem, foram substituídas pelos aparelhos domésticos.

Desta forma, a Degelo compromete a atuação da Eletrolux que passa a ter a sua dimensão comercial sob suspeita diante do olhar do consumidor. Uma empresa que não cumpre seus contratos comerciais.   

3 Responses to “EMPRESA DEGELO, ASSISTÊNCIA TÉCNICA DA ELETROLUX, MOSTRA SUA IMPRODUTIVIDADE COM RELAÇÃO AO CONSUMIDOR E O COMÉRCIO”


  1. 1 Anônimo terça-feira, 11 novembro, 2014 às 9:51 am

    uma assistencia tecnica de reponsabilidade atende es telefones para dar informações,,,,

  2. 2 Anônimo segunda-feira, 30 janeiro, 2017 às 10:01 am

    Bando de irresponsáveis falta de competência não conseguem atender um telefone um verdadeiro absurdo a cônsul ter uma empresa como essa como assistência técnica .

  3. 3 Zeina Miranda Correa segunda-feira, 19 junho, 2017 às 9:27 am

    Concordo com as queixas dos consumidores. Ja liguei 3 vzs e ninguém atende o telefone. Irresponsaveis.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s




USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.242.060 hits

Páginas

Arquivos


%d blogueiros gostam disto: