CAMELÔ PROTESTA CONTRA DECISÃO CAMELÓGICA DO PREFEITO DE MANAUS, ARTHUR (PSDB), E O CHAMA DE “DESONESTO”

20140222_094511

O prefeito de Manaus, Arthur Neto, do PSDB, partido reacionário representante da burguesia-ignara cujo modelo encontra-se configurado na imagem da elite – elite financeira, nada de nobreza filosófica e honradez política – paulistana, carrega em sua biografia de personagem que desfilou pelos palcos do Legislativo e Executivo uma nota atraente como fator de análise da administração pública elaborada em seu tempo de prefeito de Manaus – eleito em 88 – quando se tornou o primeiro prefeito do Brasil a se aliar com o presidente Collor, retrógado representante do poder econômico, na época, e principal cria da TV Globo.

NOTA BIOGRÁFICA DE ARTHUR

Essa nota foi escrita – ou inscrita – quando naquela administração ele não teve o entendimento político necessário e possibilitou o espancamento de camelôs que trabalhavam no centro de Manaus. O que redundou em pessoas feridas e com traumas indeléveis. Depois desse incidente os camelôs nomearam Arthur, seu maior inimigo. Os camelôs não sabiam – e muitos ainda não sabem – que ele é de origem de família considerada tradicional em Manaus, e que sua determinação tinha ligação com os comerciantes do centro e as famílias que acreditam que o espaço urbano é de propriedade dos dessas ditas famílias tradicionais.

Foi então que na eleição passada, Arthur, se candidatou para o cargo de prefeito. Sua grande preocupação foi conversar com os camelôs para tentar reverter a nota despolitizada de sua antiga administração. Lavá-los a acreditar nas novas promessas. Para tal, disse que era outro, assim como era outro o tempo. Resultado: recebeu o apoio da maioria dos camelôs. Daí ficou tudo fácil. Com o apoio da classe média indiferente, profissionais aburguesados, jovens-facebookados- alienados, professores descompromissados, mídia subserviente, blogueiros intelectualmente- assépticos e a-históricos, e empresários calculistas, foi eleito.

20140222_094427

A CAMELÓGICA DE ARTHUR

Eleito se prontificou a colocar em ato seu plano de retirada dos camelôs do centro. Espaço-domográfico das famílias tradicionais, e alojá-los em prédios localizados distante do espaço onde esses pequenos trabalhadores realizavam seus negócios.

O certo é que uma parte desses pequenos-comerciantes não concordou com a camelógica de Arthur (camelógica, palavra-valise encadeada pelas palavras camelô e lógica, como uma terceira-potência linguística). Não concordou com o deslocamento provocado pela estratégia de revitalização do chamado centro histórico de Manaus. Uma revitalização que compromete o conhecimento de cidade e urbanidade da prefeitura. Daí que muitos camelôs protestaram contra a determinação de Arthur, apesar do marketing que sua gestão vem fazendo, mostrando camelôs elogiando a determinação do prefeito.

A CONSCIÊNCIA PROFISSIONAL DE HAVIER

Entre os que estão protestando contra a camelógica da prefeitura, o alcunhado plano de revitalização do centro, encontra-se o camelô Havier, peruano que se encontra em Manaus há mais de 30 anos e que foi um dos espancados pelos rapas de Arthur. Para ele tudo que é apresentado na propaganda pró- prefeitura é encenação feita por camelôs que foram pagos para dizerem o que dizem.

Em seu entendimento do caso Havier, conclui que o prefeito é desonesto e que sua carreira acabou. Para tornar público seu protesto, Havier, se postou em um cruzamento estratégico do centro de Manaus com um cartaz de duas faces escrito em inglês com mensagens contra o prefeito do PSDB. Um saque inteligente, já que são ruas onde transitam muitos turistas.

Em sua conversa com afinados, ele comparou a administração popular de Lula e Dilma, com suas políticas sociais endereçadas ao povo, e a administração de Arthur, que segundo ele, não tem o povo como seu objetivo.

HAVIER ANALISA A OUTRA NOTA BIOGRÁFICA DE ARTHUR

Enquanto isso, a mídia subserviente e parasitária propaga que a retirada dos camelôs está sendo realizada de forma ordeira – chamam os manauaras de ordeiros – e pacífica, conjuntamente com os edis apaniguados do prefeito. Em tom de ironia, Havier, disse que ia desfilar na Banda da Banca nas Costas.

“Eu tenho 53 anos. Sou de Lima, Peru. Moro no loteamento Piorinim. Aqui na rua eu vendo cintas e luvas ortopédicas. Estou aqui desde a primeira administração de Arthur. Também sofri a violência dele naquela época. E hoje estou me sentindo enganado.

Eles estão mascarando a realidade. Aqueles que estão dando entrevistas nas mídias são pagos para falar bem do prefeito”, analisou Havier.

0 Responses to “CAMELÔ PROTESTA CONTRA DECISÃO CAMELÓGICA DO PREFEITO DE MANAUS, ARTHUR (PSDB), E O CHAMA DE “DESONESTO””



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s




USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.242.059 hits

Páginas

fevereiro 2014
D S T Q Q S S
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
232425262728  

Arquivos


%d blogueiros gostam disto: