Arquivo para 24 de maio de 2014

O FILÓSOFO WLADIMIR SAFATLE RENUNCIA A SUA CANDIDATURA AO GOVERNO DE S.P. DEVIDO SEU PARTIDO, PSOL, SER CONTRA ALIANÇA COM A FRENTE DE ESQUERDA E PSTU

O PSOL, em São Paulo, vive momentos constrangedores internamente. O filósofo Wladimir Safatle e professor da Universidade de São Paulo (USP) retirou sua candidatura ao governo de São Paulo por não concordar com a orientação do partido em não querer se aliar a Frente de Esquerda, com o PSTU e posicionar sua crítica ao petismo. Para ele é uma orientação equivocada e a demonstração de uma ausência de consciência política, já que o partido também não concorda em se juntar com os movimentos de ruas.

“A que interessa que nosso partido continue pequeno? Durante várias que discuti a infraestrutura para a campanha, ouvi que 2% dos votos estaria bom. Não penso assim, acho esse raciocínio completamente equivocado e, se pensasse dessa forma, não teria aceitado entrar no debate em torno da candidatura.

Creio que, no fundo, a candidatura para o governo não era uma prioridade para o partido. Senão seria difícil explicar porque o diretório estadual nunca foi atrás de possíveis doadores que indiquei há semanas e porque ele nunca aceitou discutir com membros da frente, como o PSTU, que estavam claramente dispostos a contribuir de maneira substancial para viabilidade financeira da campanha.

Uma esquerda que entenda como é impossível defender a transformação da experiência democrática na sociedade enquanto continua a ter as piores práticas no interior de certos aparelhos partidários. Ninguém confiará em alguém incapaz de fazer na própria casa aquilo que propõe fazer na casa dos outros”, analisou Wladimir

 Agora, o candidato é o professor universitário Gilberto Maringoni, que ao contrário de Safatle, que orienta sua crítica às posições do PSDB e PT, orienta sua crítica exclusivamente ao PT. Segundo ele, não disputou com o filósofo, mas para que o partido não ficasse “desguarnecido” em São Paulo.

“Safatle, até poucos dias, relutou em definir se seria mesmo candidato, dadas as precariedades matérias de um partido que não recebe dinheiro de empresa e tem na militância voluntaria sua razão de ser.

Eu não concorri com o professor Safatle. Entrei na disputa para que o PSOL não ficasse desguarnecido a quatro meses das eleições, sem poder compor chapa, estabelecer calendário, metas, orientações e política de orientação de arrecadação de fundos em uma campanha duríssima”, observou Maringoni.

Sem participação social, não há reforma política, diz presidenta

Ao lançar Política Nacional de Participação Nacional, Dilma Rousseff ressaltou o papel da sociedade civil na elaboração e implantação de políticas públicas.

Najla Passos

Agência BrasilBrasília – A presidenta Dilma Rousseff ressaltou, nesta sexta (23), durante o lançamento da Política Nacional de Participação Nacional, em Brasília, o importante papel da sociedade civil e dos movimentos organizados na elaboração e implementação das políticas públicas que fizeram o país avançar nos últimos 12 anos.

E conclamou os representantes das organizações das sociedade civil, militantes dos movimentos sociais e gestores públicos que participam do evento Arena da participação Social a continuarem lutando para construir uma Brasil menos desigual e mais solidário. “A participação tem potencial transformador”, afirmou.

Segundo ela, há momentos significativos da história brasileira que, a despeito do interesse ou não dos governos, só a participação social pode fazer com que o Brasil avance. Como exemplo, citou a batalha pela reforma política, uma das mais robustas reivindicações dos protestos de junho do ano passado, que permanece paralisada no parlamento, apesar do esforço do governo em viabilizá-la por meio de um plebiscito.

“O meu governo enviou para o Congresso uma proposta de transformação que tinha como base a consulta popular. Não foi aprovada”, lembrou ela.  Para a presidenta, em causas que mexem com interesses históricos consolidados das elites do país, como é o caso da reforma política, a participação social é a única via de mudança. “Não se trata de opção. Em alguns processos, a participação social significa a única opção para transformar”, ressaltou.

De acordo com Dilma, desde que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva assumiu a presidência, em 2003, sete milhões de brasileiros participaram de mais de 90 conferências que definiram as principais políticas públicas implantadas no país. “Muitos projetos saíram do papel”, comemorou ela, ao assinar o decreto que cria a Política Nacional de Participação Social, o arcabouço legal que consolida o método como política de governo.

O texto, que amplia as formas de diálogo entre governo e sociedade, foi construído a partir de amplo processo participativo, conduzido pela Secretaria Geral da Presidência, que recebeu mais de 700 contribuições da sociedade civil e movimentos organizados. “Este é um grande legado que ficará do governo da presidenta Dilma”, avaliou o ministro-cehfe da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho.

“Essa política expressa o fortalecimento das formas de participação social já existentes, mas reconhece outras formas que a sociedade vem ressignificando, para além das redes sociais. É importante porque não escuta só quem tá organizado socialmente, mas também ocidadão comum que precisa de um canal direto com o governo”, afirmou  a presidente do Conselho Nacional de Saúde, Maria do Socorro. 

Marco Regulatório das ONGs

No evento, Dilma anunciou também o compromisso do governo com a aprovação do Marco Regulatório das Organizações Sociais, em tramitação no Congresso, que visa desburocratizar o relacionamento entre ONGs e governo, ao mesmo tempo em que aprimora a garantia da correta aplicação dos recursos públicos destinados às parcerias.

“Este novo marco regulatório mais favorável se parece com as obras de saneamento básico que nenhum político quer fazer porque fica embaixo da terá e não rende muitos dividendos políticos”, comparou a diretora-executiva da Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais, Vera Marzagão.

Segundo ela, em um país como o Brasil, marcado por profundas desigualdades sociais, o conceito de desenvolvimento está sempre em disputa, e é papel dos governos permitirem que os setores mais desprovidos de poder econômico também possam ser ouvidos.

Na cerimônia, a presidenta pediu a adesão de estados e municípios ao Compromisso Nacional da Participação Social, que estende o método as outras esferas de poder. De acordo com o ministro Gilberto de Carvalho, dez estados e diversos municípios já aderiram à iniciativa.

Créditos da foto: Agência Brasil

SE AÉCIO NEVER FOSSE ELEITO PRESIDENTE, ESSE SERIA SEU MINISTÉRIO, SEGUNDO GUSTAVO CASTAÑON

Veja e comente, mesmo não tendo o que comentar, já que esse mistério jamais seria real. Não que seu possível não seja passível de ser realizado com essas figuras pertencente ao clã das direitas. Mas porque Aécio jamais será eleito presidente do Brasil. O eleitor brasileiro, em sua maioria, já conhece o cheiro da “massa cheirosa” que se refere à retrógada jornalista, Eliane Cantanhede, do também retrógado jornal, Folha de São Paulo.

ministério

 


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.244.871 hits

Páginas

Arquivos