Arquivo para 21 de agosto de 2014

DILMA VISITA O SENAI DE MINAS GERAIS E DIZ QUE O PRONATEC JÁ ATINGIU A META DE 8 MILHÔES DE ALUNOS

“O pessimista é aquele que desiste antes de começar”

                                                                               Dilma

A presidenta Dilma Vana Rousseff visitou o Senai no Campus Horto, em Belo Horizonte, onde as aulas do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) são ministradas. Durante a visita a presidenta conheceu algumas instalações da instituição e conversou com os diretores, professores, técnicos e, principalmente, alunos que falaram sobre suas experiências em suas áreas de estudo e também aproveitaram para realizar algumas fotografias junto com Dilma.

O Pronatec nasceu estimulado pela política de criação de escola do ensino técnico começado no governo Lula que acabou com a Lei de Gestão do governo Fernando Henrique que proibia o governo federal investir nessa categoria de educação. Já o Pronatec é uma criação do governo Dilma que pretende em sua segunda etapa atingir a meta de 12 milhões de vaga. Na primeira etapa, que termina em dezembro, o objetivo é alcançar 8 milhões de vagas. Só que já no mês de agosto, essas vagas já foram alcançadas.Link permanente da imagem incorporada

“A meta do Pronatec era de 8 milhões de alunos em dezembro, mas alcançamos em agosto. Nós voltamos a investir em institutos federais de educação em 2005, depois de derrubar a alei que proibia cursos técnicos.

Para a segunda etapa do Pronatec estão previstas 12 milhões de vagas que dará atenção especial para o micro e pequeno empreendedor”, revelou Dilma durante entrevista.  

NÃO ESQUECER! ENTRE OS DIAS 1° E 7 DE SETEMBROS OS MOVIMENTOS SOCIAIS VÃO ÀS RUAS PERGUNTAR: “VOCÊ É A FAVOR DE UMA CONSTITUINTE EXCLUSIVA E SOBERANA SOBRE O SISTEMA POLÍTICO?”

image_large

Como o Congresso barrou a proposta da presidenta Dilma Vana Rousseff de um plebiscito sobre a reforma política, os movimentos sociais, ONGs, entidades com trabalhos variados e sociedade civil vai às ruas entre os dias 1° e 7 de setembro propor a seguinte pergunta para a sociedade brasileira: “Você é a favor de uma Constituinte Exclusiva e Soberana sobre o sistema político?” O movimento toma como ponto de partida a consulta feita em 2002, quando se fez a consulta popular contra a Adesão do Brasil à Área de Livre Comércio das Américas (Alca) que Fernando Henrique defendia junto com seus comparsas, mas que o povo, com mais 10 milhões de votos, mandou de volta para o fundo do mundo onírico, tenebroso, do capitalismo, e Lula, em 2005, jogou a pá de cal nos interesses do governo norte-americano. É por isso que as direitas odeiam o Mercosul.

No conjunto dos que trabalham com esse propósito estão reunidas 373 entidades distribuídas em mil comitês populares em todo o Brasil. Para as pessoas que lutam por uma reforma política com a participação popular, não possibilidade nenhum dessa ideia política ser aceita e defendida pelo Congresso Nacional. É mais do que óbvio, que uma grande parte dos congressistas, por não saberem o que é democracia e, por isso, só defendem seus interesses e de seus patrões, essa ideia é rejeitada como um capitalista rejeita o aumento salarial do trabalhador e diminuição da jornada de trabalho.

“O conservadorismo dentro do Legislativo impede que existam mudanças com esse caráter de ampliar a participação popular. Eles têm propostas de reforma política, mas não com participação popular. A única forma de criar essa participação popular é através de um processo pedagógico. É por isso, que os movimentos sociais constroem essa ferramenta do plebiscito popular.

A proposta do plebiscito, originalmente, foi da presidenta Dilma, em junho do ano passado, quando a juventude brasileira saiu às ruas para pressionar por mudanças na política, mas o Congresso Nacional rechaçou essa proposta”, arguiu o ativista do Levante da Juventude Popular de São Paulo, Alberto Marques.

Além dos pontos consensuais da reforma política, segundo o coletivo Intervozes, é preciso que a reforma também contenha dispositivo que regre as relações de políticos com os meios de comunicação. E uma regra seria proibir que eles recebam concessão para explorarem sinais de comunicação que é autorizado pelo governo federal. Esse privilégio conspurca a consciência política eleitoral.

“Hoje, nós temos o artigo 54 da Constituição Federal, que diz que deputados e senadores não poderão firmar ou manter contrato com pessoa jurídica de direito público, autarquia, empresa pública, sociedade de economia mista ou empresa concessionária de serviço público, mas a interpretação atual do Ministério das Comunicações sobre isso é de que vale apenas para os cargos de direção nas emissoras de rádio e TV, e também alega não haver uma diretiva específica para isso. O artigo 54 é um pouco vago e propício a interpretações”, observou a ativista do Intervozes, Ana Cláudia Mielke.

A resposta de Obama ao Bonner da Fox

A isenção parece não representar mais um valor passível sequer de ser simulado pelo maior oligopólio midiático, que se arroga o papel de um poder moderador.

por: Saul Leblon

Há alguma coisa de profundamente errado com a liberdade de expressão num país quando, a cada escrutínio eleitoral, a maior preocupação de uma parte da opinião pública e dos partidos, do início ao fim da campanha, não é propriamente com o debate de ideias, mas com o impacto da ‘emboscada midiática’.
 
Não se duvida de que ela virá.

Apenas se especula como e com que intensidade a maior emissora de televisão do país –seus satélites e assemelhados– agirá na tentativa de raptar o discernimento do eleitor, sobrepondo-lhe denúncias, recortes e interditos da exclusiva conveniência dos interesses que vocaliza.

Carta Maior já disse algo parecido na eleição de 2012, na de 2010 e na de 2006; outros veículos e blogs fizeram o mesmo, assim também como muitos advertiram em 2002 e 1989…

Infelizmente, depois da ‘entrevista’ a que foi submetida a Presidenta Dilma no Jornal Nacional, nesta 2ª feira, não há motivo para não reiterar a mesma assertiva na forma e no conteúdo.

A novidade é a radicalização observada, inversamente proporcional à capacidade conservadora de oferecer um projeto alternativo a à sociedade que não se magnetize em torno da palavra arrocho.

Hoje isso é mais ostensivo do que em 2010.

Abre-se assim uma etapa de viva transparência; um embate bruto em que a mídia dominante não consegue dissimular as consequências daquilo que a define.

Tampouco parece ter pejo em descartar uma isenção – a rigor nunca praticada– mas da qual sempre se avocou em guardiã, para sonegar pertinência à democratização estrutural dos meios de comunicação.

A isenção parece, enfim, não representar mais um valor passível sequer de ser simulado por quem se arroga o papel de um poder moderador acima da sociedade.

Caricaturas de um oligopólio que não pretende debater, nem informar, mas apenas veicular a agenda conservadora, Willian Bonner e Patrícia Poeta deram inestimável contribuição a esse enredo nesta 2ª feira.


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.243.086 hits

Páginas

Arquivos