Arquivo para 25 de agosto de 2014

DILMA, EM ENTREVISTA COLETIVA, FALA SOBRE A MORTE DE GETÚLIO, ENTRE OUTROS TEMAS, E ENCARA O “ESTADÃO’

A presidenta Dilma Vana Rousseff, concedeu entrevista coletiva onde falou sobre os 60 anos da morte de Getúlio Vargas, relembrada ontem, dia 24, o almoço que teve com o jornalista Lira Neto, autor de uma trilogia sobre o ex-presidente gaúcho, a Petrobrás, sua candidatura à reeleição a Presidência da República, e de quebra mandou o Jornal Estado de São Paulo apresentar prova de que o pagamento do PAC encontra-se atrasado. A cobrança ocorreu por causa de uma reportagem do jornal reacionário, que em plena campanha contra a reeleição de Dilma, afirmou o despropósito.

Da importância de Getúlio – “Se nós não entendermos a História de nosso país, nós não entenderemos a construção da nação brasileira. Não é o momento que faz o país. Um país é feito de sua História, suas memórias, suas lideranças políticas e acredito que o Getúlio, com toda a humanidade dele, permite entender o Brasil de um determinado momento histórico”.

Sobre as acusações contra agentes da Petrobrás – “A Petrobrás é muito maior que qualquer agente dela, seja diretor ou não, que cometa equívocos crimes (…) isso não significa a condenação da empresa”.

Sobre o período eleitoral para divulgar as obras do governo – “É como se tivesse fazendo uma prestação de contas para a sociedade. Por exemplo, as pessoas que nunca tiveram e nem passaram pela cabeça delas, que eram pessoas muito humildes, que elas teriam como ver um filho se formando como médico. Isso está acontecendo no Brasil. Eu quero mostrar as conquistas desse país, eu quero mostra que esse país mudou”.

Sobre a acusação leviana do reacionário pasquim, Estadão – “O que existe é o seguinte: até você empenhar, fiscalizar e pagar tem um período, não é automático, você não sai pagando.

Vocês têm que mostrar e provar que tem atraso de tantos dias. Porque tem horas que as afirmações, e é por isso que eu quero esse período de resposta na televisão, é que tem hora que as afirmações nossas não chegam ao leitor”, mandou ver a presidenta. 

O PERIGO DO ‘BEM’

nietzsche

“Devemos falar apenas do que não podemos calar; e falar somente daquilo que superamos. Todo o resto é tagarelice…”, diz o filósofo da tresvalorização dos valores, Nietzsche. É exatamente a tagarelice que se mostra, contundentemente, em nosso país, nessa época de eleições. Fala-se o que se pode calar, como, também, fala-se do que não foi superado. Tudo isso é muito simples de compreender. Para se descobrir que se deve falar daquilo que não se pode calar e falar sobre o que foi superado é necessário um exercício transcendental dos sentidos e do intelecto que se encontram determinados pela objetividade dominante. E os tagarelas não conseguem esse movimento de ultrapassagem de um estado de coisa estabelecido.

SOBRE OS TAGARELAS METAFISICADOS

Esses são os sem vozes e sem intelecto-agente. Foram apanhados desde criança pelos agenciamentos de enunciação coletiva-dominante que refletia a objetividade tida como real, e a eles se submeteram e se tornaram sujeitos-sujeitados, como nos dizem os filósofos, Deleuze e Guatarri. Daí a impossibilidade do exercício transcendental dos sentidos e intelecto. São sujeitos-sujeitados cujo sistema de valores que carregam, propagam e defendem não saiu de uma crítica sobre a origem e a cristalização desses valores. Assim como também não podem saber, a quem interessa esse sistema de valores.

Se perguntarmos a eles por que seguem uma específica religião, eles têm basicamente duas respostas: Porque Deus existe e porque a família deles sempre seguiu essa religião. O que demonstra que eles jamais realizaram a crítica da religião. Daí que são religiosos por tradição e não por fundamento. Por exemplo, acreditam em um Deus hebreu, ao mesmo tempo, que acreditam em Cristo que foi perseguido pelos hebreus, como se Cristo fosse filho do Deus hebreu. Tudo sem qualquer ação dos sentidos livres e do intelecto agente. Assim, dogmatizados, afirmam que religião não se discute.

A NÃO SUPERAÇÃO DO MÍTICO E DO MÍSTICO

Calados e não superados, não percebem que suas falas de sujeitos-sujeitados de enunciação estão cristalizadas por elementos míticos e místicos. Corpos mitológicos sobrenaturalizados e metafísicos teologizados muito distantes dos corpos sensoriais-devirianos e intelectivos-mutantes e desterritorializantes. O movimento que afirma a vida. E é dessa cristalização que eles extraem seus valores de bem e mal. O que corresponde aos seus anseios, se adequa as suas perspectivas, é bem. O que não corresponde e nem se adequa aos seus anseios e perspectivas, é mal.

Para o filósofo Nietzsche, esse tipo de sujeito-sujeitado é o tipo reativo. O que negou a vida em benefício da culpa, da dívida, do ressentimento e o ascetismo. É alguém sempre em dívida em busca do perdão de sua dívida. Assim, que quando encontra outro semelhante, porém muito mais tagarela, passa a se submeter ao que  é expressado por esse semelhante, que em sua relação, lhe surge como muito mais superior, visto que carrega sinais metafísicos, sobrenaturais, messiânicos e divinizantes que os usa para controlar o sujeitos-sujeitados cujo o bem é a submissão.

O PERIGO DOS TAGARELAS PARA A DEMOCRACIA

Para a democracia essa identificação é perigosa, posto que a democracia é um estágio político da razão coletiva. Uma democracia é produzida através dos sentidos-livres e da razão-criativa cujos corpos são encadeados produtivamente no mundo real e não no fantasioso. O trabalho, a moradia, a saúde, a educação, a alimentação, o entretenimento, a locomoção acontecem no mundo real. Por isso, a democracia se expressa como física-politica e não como metafísica, onde o sistema nervoso central e o cérebro, como razão e sentidos, encontram-se ausentes.

O sujeito metafísico, sobrenatural, messiânico e auto-divinizado, é alguém que não superou os pressupostos que lhe captaram impedindo a falar diante “do que não podemos calar”, e, não superou as ideias inadequadas, ideias confusas, como diz o filósofo, Spinoza, “para falar somente daquilo que superamos”. Desta forma, só lhe resta à tagarelice. Como a tagarelice é uma pseuda-fala, porque não tem suporte linguístico derivado da experiência direta com a matéria, lhe corresponde, então, um falso significante sem significado-concreto.

O LÍDER MESSIÂNICO E A QUEDA DO REBANHO

Assim, quando esse sujeito metafísico, sobrenatural, messiânico e auto-divinizado se toma como líder, porque, segundo ele, tem uma missão a cumprir, impulsionada pelo seu sentido de bem, o perigo se dilata, visto que seu rebanho pode cair todo no precipício. E o pior, tratando-se de democracia, a queda no abismo não é só de seus fieis, mas também do país onde predominam estes tipos de fiéis.

AFORISMO DE NIETZSCHE PARA TEMPO DE ELEIÇÃO

Partindo desse quadro, o filósofo Nietzsche, nos proporciona dois aforismos de sua intrigante obra Humano Demasiado Humano II, para a crítica desta metafisicada do real. Em um, o “Deixar-se levar”, ele diz – “Quanto mais alguém se deixa levar, tanto menos os outros o deixam andar”. E em outro, “Contra os fantasiosos”, ele diz – “O fantasioso nega a verdade para si mesmo; o mentiroso, apenas para os outros”.

Esse, Nietzsche, é atualíssimo. Principalmente nessas eleições quando o ‘bem’ é um perigo.

 

A justiça reacionária de Gilmar Mendes em 5 atos

Por que Gilmar Mendes conferiu Habeas corpus a Daniel Dantas e Roger Abdelmassih? Por que protegeu a Rede Globo e os financiadores privados de campanha?

1) Com argumentos falaciosos, Gilmar Mendes pede vistas do processo sobre o fim do financiamento privado de campanha.

Embora o julgamento tenha sido suspenso devido a um pedido de vistas do ministro Gilmar Mendes, seis outros já votaram pela procedência do pleito, reconhecendo que o financiamento privado de campanha desequilibra o sistema eleitoral brasileiro, enquanto apenas um foi contrário. Mendes pediu vistas do processo justamente após fazer as contas e ver que o resultado caminhava para este desfecho. Gilmar Mendes, sempre ele, travou a porta com o pé direito ao pedir vista do processo. E Fux adicionou a sua relatoria — impecável, como uma ponte de sobrevivência depois do mergulho no lamaçal da AP 470 — um prazo capaz de jogar a regra para 2018.

2) Habeas corpus em favor de Roger Abdelmissih

Para quem já esqueceu o episódio, Roger Abdelmassih mantinha uma clínica de genética na Avenida Brasil, região nobre da capital paulista, onde atendia clientes milionários. Durante muito tempo, ele foi paparicado pela mídia privada. Em 2008, porém, surgiram as primeiras denúncias de que o médico sedava as pacientes e cometia crimes sexuais. Em junho de 2009, ele foi indiciado por estupro e atentado violento ao pudor. Aos poucos, 35 pacientes denunciaram os crimes do “médico das elites”, que teria cometido 56 estupros. Abdelmassih chegou a ficar detido de 17 de agosto a 24 de dezembro de 2009, mas foi beneficiado por um habeas corpus concedido pelo ministro Gilmar Mendes.

3) Procuradores e juízes repudiam decisões de Gilmar Mendes quanto ao Habeas Corpus dado a Daniel Dantas

Para Procuradores, Regime Democrático foi atingido pela decisão do Presidente do STF, proferida em tempo recorde, desconstituindo a decisão que decretou a prisão temporária de conhecidas pessoas da alta sociedade brasileira, sob o argumento da necessidade de proteção ao mais fraco. Juízes federais também divulgam carta de protesto.

4) Habeas Corpus para Cristina Maris Meinick Ribeiro, condenada por sumir com o processo de sonegação fiscal da Receita Federal contra a Globo

Em 2007, uma funcionária da Receita Federal, Cristina Maris Meinick Ribeiro, foi denunciada pelo Ministério Público Federal por ter dado sumiço no processo contra a Globopar, controladora das Organizações Globo, por sonegação fiscal. Como não poderia deixar de ser nesses casos, o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, deu sua contribuição às trevas: foi ele que relatou o habeas corpus que soltou a funcionária da Receita, depois da ação de CINCO advogados junto ao STF.

Fábio Rodrigues Pozzebom / ABR

5) Gilmar Mendes votou contra a lei da Ficha Limpa

O ministro chegou quase a perder a compostura ao defender seu ponto de vista. E, no calor do debate, distribuiu críticas aos legisladores que aprovaram a lei, por unanimidade, na Câmara e no Senado. Também sobrou para os membros dos conselhos de classe (como a OAB e o Conselho Nacional de Medicina, por exemplo), que, pela Lei da Ficha Limpa, também tornariam inelegíveis profissionais expulsos por infrações ético-profissionais. 


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.243.047 hits

Páginas

Arquivos