Arquivo para 21 de março de 2016

REPRESENTAÇÃO SUPRAPARTIDÁRIA DE SENADORES PEDE AO CONSELHO NACIONAL DE JUSTIÇA A EXONERAÇÃO DE MORO

100-pcs-grampo-de-cabelo-para-penteados-invisivel-21353-MLB20209492826_122014-OQuando começaram as investigações da Operação Lava Jato a sociedade brasileira aplaudiu: era o combate à corrupção através dos órgãos pertinentes. Um dos feitos dos governos populares de Lula e Dilma. Porém, alguns comportamentos do juiz Sérgio Moro referentes à aplicação da lei começaram a ser contestados. A lei mais elementar da presunção de inocência não foi aplicada por ele.

Assim, com o decorrer do tempo ficaram visíveis o predomínio das arbitrariedades denunciadas inicialmente pelos advogados dor presos. Em seguida ampliou-se a compreensão das arbitrariedades pela sociedade. Várias entidades ligadas ao corpo jurídico ou não passaram a contestá-lo. Até que ocorreu o clímax da arbitrariedade: a prisão de Lula. Aí, as contestações aumentaram. Até ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) se opuseram ao ato agressivo contra um ex-presidente preso coercitivamente.

Mas a gota d’água ocorreu semana passada quando Moro entregou para emissora golpista, que já lhe premiou, TV Globo áudios de escutas de conversas da presidenta Dilma com o ex-presidente Lula, além de escutas de 35 advogados e ministro do STF.

Agora, como se diz, ele extrapolou. Diante desse fato que feriu a Constituição mais uma vez, ministros do STF se posicionaram contra a ilegalidade, assim como parlamentares. Para configurar a contestação um grupo suprapartidário de senadores entraram com representação no Conselho Nacional de Justiça (CNJ) pedindo a exoneração do juiz Moro.

“Ao levantar o sigilo de conversas telefônicas do ex-presidente Lula no momento em que se preparava para assumir o cargo de ministro da Casa Civil, o juiz federal Sérgio Moro sabia que cometia um crime”, trecho do pedido entregue ao presidente do CNJ, Ricardo Lewandowski.

Leia o documento.

EMBAIXO DA MÁSCARA DO ÓDIO E INVEJA NAZIFASCISTA HÁ UMA CRIANÇA MORTIFICADA

hey_2074146c

O magnífico feito do homem foi à criação da linguagem. Inicialmente transitando pelo mundo sem referencias que pudessem sustentar sua jornada, tudo para o homem era obstáculo. Porém com seus desenvolvimentos genéticos-sensórios-epistemológicos suas acuidades sensorial e intelectiva foram descobrindo um mundo se dando em visibilidade. Aí, ele começou a significá-lo. O mundo se deu ao homem que o recebeu em compreensão. Era processada a linguagem. Tudo passou a ser signo. Significado sensório-material e significado cerebral-intelectivo.

De sua forma sensória-intelectiva-fonética, a linguagem se processou em formas gestuais, corporais e incorporais. O homem tornou-se todo linguagem. A linguagem atingiu territórios que antes escapavam ao homem. Assim, ele conseguiu realizar o processo de materialização da passagem do conteúdo à forma. A comunicação tornava-se possível entre a comunidade. O conteúdo e a forma se concretizaram na comunicação. O interior no exterior. Assim, tornou-se possível expressar o conteúdo-interior em forma-exterior.

Um olhar, um movimento de braço, um andar, um grito, um suspiro, uma inflexão vocal qualquer, tudo se mostra como linguagem. Como significado-significante. Imagem-mental e conceito. É a comunicação se apresentando entre os homens. Mas, essa comunicação sustentada em conteúdo e forma, não termina nela mesma. É preciso exame do que é comunicado. O senso-comum não é dado a esse exame, por isso, é uma doxa (opinião) vulgar, superficial. Muito bem usada pelos que não querem ser incomodados pelas revelações que possam saltar do interior-conteúdo submetido ao exame. É esse receio do resultado desse exame que faz com que o nazifascista não saiba quem ele é. Porém, os que observam o ódio e a inveja do nazifascista não podem temer esse exame.

O nazifascista sempre promove uma pergunta para os que não são nazifascistas. De onde vem tanto ódio? Esse ódio é uma máscara sobre outras máscaras saídas de uma cena profundamente traumática. O nazifascista quando criança, talvez quando tinha menos de um ano, há psiquiatras que afirmam que o trauma ocorreu entre um ano e dois, sofreu um trauma mortificador. Ele foi fortemente oprimido pelos pais – pode ser só o pai – de forma violenta através da linguagem fortemente castradora. Criança, indefesa, ele ficou paralisado pela fúria que foi submetido. Mortificado, porque paralisaram todas suas funções corporais, sensoriais, motrizes e cognitivas, ele por um momento observou em pânico a imagem de seu algoz. Que pode ser opressão física e psicológica. Uma surra, um olhar, um desprezo, uma palavra de acusação, julgamento e condenação.

Como sua natureza, apesar da dor, tinha que se movimentar, ele realizou uma fuga: se identificou com o agressor. Para Freud é um claro sintoma de homossexualismo: identificação com a imagem do pai. Essa é sua primeira máscara. O mundo ao seu redor passou então a ser sentido por ele em forma abstrata, porque ele havia perdido, com a interdição-opressiva, os corpos sensitivos e cognitivos a possibilidade de sentir o mundo concretamente. A partir, desse momento ele, visto que precisava existir no meio de pessoas além de seu grupo familiar, passou a criar outra máscara. O filósofo Nietzsche, embora vivendo próximo à Freud, mas sem qualquer influência do psicanalista, pelo contrário, este que foi influenciado pelo filósofo, diz que debaixo de uma máscara existem outras máscaras, e que é preciso ir além da superfície. O nazifascista é um sujeito-sujeitado de superfície. Nada nele tem profundidade.

Se nada nele tem profundidade, é necessário que os que não são nazifascistas não caiam nesse logro de tomá-lo apenas como superfície. E para não cair nesse logro, imprescindível se faz examinar sua concreta interioridade dissimulada na superfície pelos signos do ódio, inveja, estupidez, brutalidade, irracionalidade, que quer ser tida como coragem, quando essa interioridade muito abaixo de todas as suas máscaras, mostra uma criança mortificada pela opressão sofrida. Uma criança medrosa, acuada, desesperada, desamparada, a procura de alguém que lhe proteja. Que lhe vivifique.

Com esse exame podemos observar que o nazifascista incrustou em si essa máscara de ódio para poder sobreviver ao seu modo como sublimação de sua dor de criança mortificado. Por tal, seu modo total de sentir o mundo é abstrato. Mas é preciso entender também, que nem sempre o nazifascista se explicita claramente. Por isso, o exame tem que ser amplo, já que ele encontra-se em todos os territórios existenciais. Em instituições, em cargos que representam o poder, como o Poder Judiciário, Legislativo, Executivo, na igreja, no mudo chamado de entretenimento, na escola, universidade, nos esportes, no jornalismo, nos gêneros heterossexuais, no casamento, em forma de homossexualismo uranista – relativo ao deus Uranos – tipos de homossexuais, homem ou mulher que mesmo praticando ou não o homossexualismo nutrem um ódio profundo pelos homossexuais, cuja expressão típica é a arrogância, a prepotência, o autoritarismo, sintoma paranoico produzido pela relação incestuosa com o pai, como nos mostrou o Terceiro Reich composto por esse tipo de homossexuais uranistas.

Diante desse quadro, podemos entender que um país governado por nazifascista corre dois graves perigos. Um é que o governo terá como suporte os instintos destrutivos produzidos pelas fantasias e delírios paranoicos de vingança que a criança construiu contra o pai quando se sentia oprimida e que serão simbolicamente projetadas na sociedade como forma sublimada de administração, burocracia e justiça. O que significa que o país será a grande clínica psiquiatra de tal governante. Exemplo cristalino: Hitler. Dois como se trata de sintoma, o nazifascista não tem os corpos afetivos e epistemológicos para produzir políticas públicas democraticamente necessárias ao povo. Porque ele é um sujeito-sujeitado, limitado sensorial e epistemologicamente. Por isso sua fala é basicamente construída por estereótipos, chavões, palavras de ordem, clichês, pornofonias, pornografias. Linguagem da superfície.

Outra observação sobre o perigo da ascensão do nazifascista em um país nos é bem mostrado pelo psiquiatra-marxista Wilhelm Reich. Ele analisando a ascensão do nazismo na Alemanha disse que não estava convencido de que o nazismo na Alemanha tivesse sido obra exclusiva de Hitler. Para ele o povo queria o nazismo. Como o nazismo é uma subjetividade da dor que cultua a morte, um povo sofrido sem esperança política, econômica e social qualquer prefere mais a morte do quê a vida. E o nazismo é a subjetividade exemplar nessa pedagogia de elogio à morte. Filósofos como Marx, Nietzsche, Sartre, entre outros, mostraram essa realidade.

No caso específico do Brasil atual, ter um governo nazifascista é impossível, porque o povo brasileiro não foi capturado pela subjetividade nazifascista do desejo de morte. Culto a tânatos, em grego o deus da morte. As políticas sociais e econômicas, as políticas de direitos humanos, das igualdades negras, indígenas, mulheres, géneros, criadas e estimuladas pelos governos populares de Lula e Dilma possibilitaram ao povo a segurança e a crença em sua potência criadora e transformadora como sujeitos ativos do processual histórico.  

E para o bem da democracia brasileira, o número de nazifascistas no Brasil é diminuto em relação aos que se movem pelo espírito democrático. A potência-multitudo imperium, como nos mostram os filósofos Machiavel, Spinoza e Toni Negri, entre outros.

 

 

 

AINDA SOBRE A FESTA DEVIR-DEMOCRACIA DO DIA 18 CONTRA O GOLPE, EM DEFESA DE LULA E DO ESTADO DE DIREITO DEMOCRÁTICO

IMG-20160319-WA0013

A festa que tomou conta de todo o Brasil no dia 18 contra o impeachment da presidenta Dilma Vana Rousseff, contra o arbítrio contra Lula e contra a democracia, ainda tem se mostrado em sua potência multitudo: o direito democrático.

Vejam as imagens e confirmem a festa devir-democracia dos candangos.     

IMG-20160318-WA0022 IMG-20160318-WA0026 IMG-20160318-WA0029 IMG-20160318-WA0030 IMG-20160318-WA0034 IMG-20160318-WA0038A potência multitudo é o estado democrático resultante da composição de todas as potências que não estão degeneradas. Que mantém a potência natureza como estado natural e a potência-politica como estado social. Ambas corpos-natural-político-social que os impotentes degenerados pretendem obstruir, porque, em suas impotência, não suportam observar a vida fluir.

Assim, esse Blog Afinsophia publica hoje, dia 21, imagens do movimento multitudo ocorrido em Brasil vivenciado por nosso correspondente João Bosco Lima.

IMG-20160318-WA0039 IMG-20160318-WA0040 IMG-20160319-WA0001 IMG-20160319-WA0003 IMG-20160319-WA0007 IMG-20160319-WA0010 IMG-20160319-WA0014 IMG-20160319-WA0015 IMG-20160319-WA0007 IMG-20160319-WA0020 IMG-20160318-WA0019 IMG-20160318-WA0020 IMG-20160318-WA0023 IMG-20160318-WA0026


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.244.789 hits

Páginas

Arquivos