Arquivo para 24 de junho de 2016

FRENTE BRASIL POPULAR AFIRMA QUE AS ESQUERDAS ESTÃO UNIDADAS CONTRA A POLÍTICA CRUCIAL DE TEMER E QUE PRISÃO DE BERNARDO FAZ PARTE DO GOLPE

PF_PT_Rovena_Rosa.jpg

Depois que foram divulgadas as gravações realizadas por Sérgio Machado, ex-deputado federal e ex-senador do PSDB, onde ficou durante 10 anos, e ex-membro do PMDB, onde permaneceu por 15 anos, como amigo de Temer e de todos os figurões do partido fisiológico, onde são revelados diálogos com os senadores Romero Jucá, Renan Calheiros e José Sarney, tramando para estancar a “sangria” a Lava Jato, para eles, já se sabia que os golpistas de todos os quadrantes iriam fazer de tudo para diminuir o impacto das revelações diante da opinião pública. Só que não diminuiu, porque a opinião pública não reflete a opinião de golpistas. Para ela Temer e sua turma continuam golpistas.

          Por isso se entende que a prisão de Paulo Bernardo, ex-ministro de Lula, tem dois objetivos: forçar o nome de Lula, novamente para cena da maledicência, e tentar diminuir o impacto das delações que atingem de cheio o desgoverno corrupto de Temer. Esses entendimentos foram corroborados pelos principais articuladores da Frente Brasil Popular Rob

Depois que foram divulgadas as gravações realizadas por Sérgio Machado, ex-deputado federal e ex-senador do PSDB, onde ficou durante 10 anos, e ex-membro do PMDB, onde permaneceu por 15 anos, como amigo de Temer e de todos os figurões do partido fisiológico, onde são revelados diálogos com os senadores Romero Jucá, Renan Calheiros e José Sarney, tramando para estancar a “sangria” a Lava Jato, para eles, já se sabia que os golpistas de todos os quadrantes iriam fazer de tudo para diminuir o impacto das revelações diante da opinião pública. Só que não diminuiu, porque a opinião pública não reflete a opinião de golpistas. Para ela Temer e sua turma continuam golpistas.

          Por isso se entende que a prisão de Paulo Bernardo, ex-ministro de Lula, tem dois objetivos: forçar o nome de Lula, novamente para cena da maledicência, e tentar diminuir o impacto das delações que atingem de cheio o desgoverno corrupto de Temer. Esses entendimentos foram corroborados pelos principais articuladores da Frente Brasil Popular Roberto Amaral, ex-presidente do PSB, e Roberto Bonfim, da Central de Movimentos Populares (CMP).

          “Independentemente da Frente Brasil Popular, não me recordo de outro momento de tanta unidade das forças de esquerda no Brasil e das forças populares. Os principais partidos estão unificados na luta. A presença da CUT da CTB na frente e em todos os entendimentos, e das outras frente, como a Frente Povo Sem Medo, mostram que estamos conseguindo importante grau de unidade e integração. Estamos trabalhando nessas ao lado do MST, do PT, do PCdoB, do PDT, dos movimentos sociais. O que se quer mais?

         A ação da Lava Jato é uma peça usual, comum, repetida do processo do golpe. Sempre que há condições de nós avançarmos na defesa do mandato de Dilma eles iniciam uma operação. Esperaram que o Senado se reunisse e votasse a admissibilidade para revelar a delação do Sérgio Machado. Agora, é o ex-ministro de Dilma e marido de uma senadora e ex-chefe da Casa Civil.  Como isso é contragolpe? Isso é golpe. Está dentro do golpe”, analisou Amaral.

         A análise de Amaral contrariou a posição do sociólogo Emir Sader que, em artigo, escreveu que “as forças retomaram iniciativa em todos os planos, contra-atacam. Os golpistas contam com a falta de iniciativa política unificada das forças democráticas”.

        A mesma posição contrariando o sociólogo foi tomada Roberto Bonfim.

        “A prisão de Bernardo é a continuidade do projeto e da estratégia de atacar a esquerda, e para isso precisam atacar o governo liderado pela presidenta Dilma, pelo PT, o principal partido de esquerda. Não tem nada de “desunidade”.

         Tinham que prender para dar manchete na televisão. Lamentamos mais uma investigação seletiva da operação Lava Jato, enquanto núcleo mais importante do PMDB foi flagrado numa operação de obstrução da Lava Jato, enquanto as pessoas que poderiam depor normalmente são coagidas e presas de forma ilegal”, observou Bonfim.

        A questão. O povo sabe que quem usurpou o poder foram os golpistas, e não está de acordo com essa violência contra a Constituição. Por esse entendimento, sabe que esse desgoverno não se sustenta. Existe uso abusivo de poder, mas nenhuma operação vai mudar o entendimento do povo e sua conduta ética que reflete seu espírito democrático.

      Porém, existem os senadores que foram a favor do golpe, por tal são também golpistas, e não serão operações para atingir as esquerdas que eles vão aumentar seus afetos antidemocráticos. São antidemocráticos por opções. Como também, não mudarão com denúncias contra os golpistas-corruptos que estão ocupando cargo no desgoverno Temer. Eles se cumpliciam.

        Diante desse quadro, somente senadores que votaram pela admissibilidade da denúncia contra Dilma na primeira votação porque queriam vivenciar a análise da defesa e da acusação, podem mudar de votos se por um acaso, como afirma Freud, no dia da segunda votação algum afeto racional, democrático, se deslocar e passe a ser conteúdo de suas consciências. O que significa: tudo depende, como diria o filósofo psiquiatra, Karl Jaspers, do peri mundo, da ambiência-fenomenológica do instante.

erto Amaral, ex-presidente do PSB, e Roberto Bonfim, da Central de Movimentos Populares (CMP).

          “Independentemente da Frente Brasil Popular, não me recordo de outro momento de tanta unidade das forças de esquerda no Brasil e das forças populares. Os principais partidos estão unificados na luta. A presença da CUT da CTB na frente e em todos os entendimentos, e das outras frente, como a Frente Povo Sem Medo, mostram que estamos conseguindo importante grau de unidade e integração. Estamos trabalhando nessas ao lado do MST, do PT, do PCdoB, do PDT, dos movimentos sociais. O que se quer mais?

         A ação da Lava Jato é uma peça usual, comum, repetida do processo do golpe. Sempre que há condições de nós avançarmos na defesa do mandato de Dilma eles iniciam uma operação. Esperaram que o Senado se reunisse e votasse a admissibilidade para revelar a delação do Sérgio Machado. Agora, é o ex-ministro de Dilma e marido de uma senadora e ex-chefe da Casa Civil.  Como isso é contragolpe? Isso é golpe. Está dentro do golpe”, analisou Amaral.

         A análise de Amaral contrariou a posição do sociólogo Emir Sader que, em artigo, escreveu que “as forças retomaram iniciativa em todos os planos, contra-atacam. Os golpistas contam com a falta de iniciativa política unificada das forças democráticas”.

        A mesma posição contrariando o sociólogo foi tomada Roberto Bonfim.

        “A prisão de Bernardo é a continuidade do projeto e da estratégia de atacar a esquerda, e para isso precisam atacar o governo liderado pela presidenta Dilma, pelo PT, o principal partido de esquerda. Não tem nada de “desunidade”.

         Tinham que prender para dar manchete na televisão. Lamentamos mais uma investigação seletiva da operação Lava Jato, enquanto núcleo mais importante do PMDB foi flagrado numa operação de obstrução da Lava Jato, enquanto as pessoas que poderiam depor normalmente são coagidas e presas de forma ilegal”, observou Bonfim.

        A questão. O povo sabe que quem usurpou o poder foram os golpistas, e não está de acordo com essa violência contra a Constituição. Por esse entendimento, sabe que esse desgoverno não se sustenta. Existe uso abusivo de poder, mas nenhuma operação vai mudar o entendimento do povo e sua conduta ética que reflete seu espírito democrático.

      Porém, existem os senadores que foram a favor do golpe, por tal são também golpistas, e não serão operações para atingir as esquerdas que eles vão aumentar seus afetos antidemocráticos. São antidemocráticos por opções. Como também, não mudarão com denúncias contra os golpistas-corruptos que estão ocupando cargo no desgoverno Temer. Eles se cumpliciam.

        Diante desse quadro, somente senadores que votaram pela admissibilidade da denúncia contra Dilma na primeira votação porque queriam vivenciar a análise da defesa e da acusação, podem mudar de votos se por um acaso, como afirma Freud, no dia da segunda votação algum afeto racional, democrático, se deslocar e passe a ser conteúdo de suas consciências. O que significa: tudo depende, como diria o filósofo psiquiatra, Karl Jaspers, do peri mundo, da ambiência-fenomenológica do instante.

UM VÍDEO PARA QUEM É POTÊNCIA-DEMOCRACIA, COMO AFIRMA O FILÓSOFO SPINOZA

spinoza

O filósofo que mais entendeu que a democracia antes de ser um regime estruturado por leis encadeadas com as disposições do Estado foi o filósofo holandês, Spinoza. Para ele, a democracia é uma constituição social composta pelas potências de todos os homens e mulheres que, aí sim, produzem o estatuto do Estado como Bem Comum de onde emergem os corpos que produzem os homens e mulheres como cidadãos e cidadãs praticantes de seus direitos e deveres.

Todavia, nem todos os homens e mulheres refletem potências constituintes que criam a constituição social que é a democracia. Alguns homens e mulheres tiveram seus corpos alterados durante seus percursos filogenéticos e ontogenéticos. Sofreram em suas potências avarias teratogênicas que os transformaram em aberrações.

Como aberrações não podem ser potências capazes de encadear desejos produtores da cartografia-democrática. Não podem perceber e nem conceber que existir é encontra-se intensivamente em movimento criativo de comunalidade, onde todos são práxis e poiesis como sujeitos-coletivos. E jamais sujeitos-sujeitados como sintoma antidemocrático resultante de suas aberrações filogenéticas e ontogenéticas.

Daí, porque todo sujeito-sujeitado, como sintoma antidemocrático, tem sempre comportamento irracional, estúpido, ambicioso, invejoso, odiento, inescrupuloso, hipócrita, medroso, covarde, mentiroso, desonesto, traidor, golpista, trapaceiro, violento, entre outros afetos tristes.

O filósofo Spinoza, que criou a filosofia dos afetos, onde apresenta os afetos tristes e os afetos alegres, nos mostra como esse sujeito-sujeitado encontra-se impossibilitado de compor com pessoas movimentadas por afetos alegres. E, porque, ele só compõe com pessoas imobilizadas por afetos tristes que ele toma como necessário a sua existência aberrante. O sujeito-sujeitado pela tristeza jamais faz bons encontros como faz aquele que é movimentado pelos afetos alegres.

O sujeito-sujeitado, como não compõem bons encontros, tem sempre baixa potência de agir, por isso só reage. Ao contrário daquele que compõem bons encontros e que por causa desse encontro bom, sua potência de agir sempre aumenta. Seu conatus, sua potência de perseverar na vida, encontra-se sempre aumentada.

É por essa falta de vida, baixa potência de agir, que esses personagens aberrantes não são éticos, porque a Ética, como afirma Spinoza, é a arte dos bons encontros. Por essa realidade, não adianta tentar diálogo com eles. Eles não entendem nada do que o sujeito-coletivo democrático fala.

Eles não entendem nada do que essas potências democráticas falam nesse vídeo singularmente spinozeano.

O vídeo, aluta da democracia ontem e hoje.


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.246.602 hits

Páginas

Arquivos