Arquivo para 27 de março de 2017

OS DANOS DA TERCEIRIZAÇÃO PARA O SISTEMA DE ENSINO SERÃO PERMANENTE, MATÉRIA DO PROFESSOR ZACARIAS GAMA, PARA O SITE JUSTIFICANDO

Os danos da terceirização para o sistema de ensino serão permanentes

A terceirização no âmbito da educação, de todos os níveis e modalidades, pode ser o maná de empresários fornecedores de mão de obra barata. Mas resolverá o problema crônico de falta de professores por déficits produzidos pelo Estado, ausências e licenças temporárias? Claro que sim! Em tese os estudantes somente ficarão sem aulas e sem professores se os administradores escolares deixarem de recorrer a alguma empresa terceirizadora.

Penso, entretanto, que aplaudir a aprovação da lei de terceirização irrestrita com base nesse olhar, é de uma miopia ou cegueira de fazer gosto. A escola, pública ou privada, está longe de ser uma empresa onde a linha de produção precisa sempre estar completa para se realizar. O processo escolar de ensino e aprendizagem é muito mais complexo do que qualquer processo do âmbito produtivo ou comercial. Ele supõe interações cognitivas, emocionais, afetivas e comprometimentos. É impossível de se realizar com professores para tapar buracos. Só os incautos, míopes e cegos defensores da Escola sem Partido, ao pensarem a possibilidade falaciosa de uma educação completamente neutra ou imparcial, podem pensar e querer a escola funcionando deste jeito.

Todas as escolas têm os seus projetos político-pedagógicos erigidos sobre valores e princípios para desempenhar determinada função de formação. Todas têm por missão a formação de estudantes que se insiram adequadamente como adultos em determinadas sociedades. O desprezo aos projetos político-pedagógicos, valores e princípios contidos nas missões das escolas tanto pode liberar os piores instintos humanos quanto impedir as aquisições indispensáveis ao apropriado convívio social. Ninguém em sã consciência pode pretender que a juventude se forme ao seu bel prazer, apenas tendo adquirido competências cognitivas ou práticas descoladas dos seus contextos sociais, políticos, econômicos, culturais, religiosos etc. O competente e brilhante físico Julius Robert Oppenheimer somente depois da morte de milhares adquiriu consciência do poder destrutivo da bomba atômica que ajudou a fabricar e teria dito: eu me tornei a morte.

A terceirização de professores é o desprezo completo à missão formativa mais ampla das escolas. Um professor nestas condições somente tem compromisso com a realização da sua tarefa imediata e com as prestações de contas ao seu terceirizante. Deixa de estar comprometido com o projeto político-pedagógico de qualquer escola. Seu único compromisso é com quem paga as suas horas de trabalho. Cabe-lhe exclusivamente apresentar-se conforme o que foi contratado para realizar num período curto de até três meses, no máximo. Seu caráter fica fora de cogitação, prevalecendo exclusivamente o seu desempenho aos olhos do empresário fornecedor de docentes de aluguel interessado na continuidade e lucratividade do seu negócio.

A sociedade nada ganha com isto. Quaisquer efeitos, por acaso positivos, advindos de professores terceirizados, se houver, serão colaterais, resultarão da atuação do que Adam Smith chamou de “mão invisível”. Os empresários terceirizadores jamais pensam em promover o interesse público e sequer se apresentam interessados em saber se o promovem. Eles têm em vista apenas a sua própria segurança, seu próprio ganho. É somente alguma mão invisível que pode promover um objetivo que não fazia parte de suas intenções primeiras.

Zacarias Gama é Professor Associado da Faculdade de Educação da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). 

TRABALHADORES DO BRASIL CHEGOU A HORA. OU AS DEFORMAS DA PREVIDÊNCIA, TRABALHISTAS E TERCEIRIZAÇÃO SÃO BARRADAS OU A CLASSE PERDE TUDO. GREVE GERAL DIA 28 DE ABRIL ACORDAM CENTRAIS SINDICAIS

Os degenerados, os humanos menos humanos, golpistas, facínoras acham que podem tudo. Cassar a presidenta Dilma no TSE e livrar o golpista Fora Temer. Ideia do maior e principal responsável pelo que  há de pior no Brasil hoje: desemprego, fome e volta da miséria. Principal responsável. Aécio Mineirinho Neves. O político mais citado em todos os escândalos e operações investigadas neste país. Estes golpistas, tramam, aprovam PECs, o PSDB que nunca mais tinha conseguido vencer uma eleição presidencial viu no golpe a única forma de se apropriar do Estado em benefício de seus chafurdando na grana e prejudicar, quebrar uma política social, justa que Lula e Dilma implantaram no Brasil. Diante dessa situação, só resta ao povo brasileiro, à classe trabalhadora um enfrentamento. Derrubar todas essas propostas de deformas da CLT, Previdência Social e Terceirização. Como? Participando e atuando na greve geral de todos os trabalhadores contra a maior violência praticada contra a classe por esses golpistas. Dessa vez não deve participar só alguns funcionários públicos, mas todos os trabalhadores do comércio, da indústria, de serviços, do campo e da cidade, dos municípios, dos Estados e da União num só movimento que antecede o grande 1º de Maio que se avizinha. Nesta convocação, tem as Centrais Sindicais combativas, mas tem também gente como Paulinho da Força Sindical que votou a favor do golpe contra  democracia, contra a presidenta Dilma e contra 54.501.118 eleitores. Para não perder Férias, Décimo Terceiro Salário, repouso semanal, FGTS, PIS, Seguro Desemprego, estabilidade que a CLT dava, bem como o pagamento  da Previdência Social, só tem um jeito: Reunir com os demais trabalhadores, se organizarem nos locais de trabalho e parar tudo nesse dia. Com golpista que rouba e que parece natural só há uma maneira de derrubá-los: Greve Geral. De forma pacífica, embora na luta de classe nada seja pacífico. Abaixo a

NOTA OFICIAL

São Paulo, 27 de março de 2017

Reunidos na tarde desta segunda-feira (27), na sede nacional da União Geral dos Trabalhadores (UGT), em São Paulo, os presidentes das centrais sindicais, dirigentes sindicais analisaram a grave situação política, social e econômica que o país atravessa e decidiram que:

Dia 28 de abril: Vamos parar o Brasil

As centrais sindicais conclamam seus sindicatos filiados para, no dia 28, convocar os trabalhadores a paralisarem suas atividades, como alerta ao governo de que a sociedade e a classe trabalhadora não aceitarão as propostas de reformas da Previdência, Trabalhista e o projeto de Terceirização aprovado pela Câmara, que o governo Temer quer impor ao País.

Em nossa opinião, trata-se do desmonte da Previdência Pública e da retirada dos direitos trabalhistas garantidos pela CLT.

Por isso, conclamamos todos, neste dia, a demonstrarem o seu descontentamento, ajudando a paralisar o Brasil.

São Paulo, 27 de março de 2017

Adilson Araújo
Presidente da CTB

Antonio Neto
Presidente da CSB

José Calixto Ramos
Presidente da Nova Central

Paulo Pereira da Silva (Paulinho)
Presidente da Força Sindical

Ricardo Patah
Presidente da UGT

Vagner Freitas
Presidente da CUT

Edson Carneiro (Índio)
Secretário Geral Intersindical

Luiz Carlos Prates (Mancha)
Secretaria Nacional da CSP-Conlutas

Ubiraci Dantas de Oliveira (Bira)
Presidente da CGTB

NEM MORO ACREDITA NO JORNALISMO DA VEJA

Do site Lula.com.br

O juiz de primeira instância Sérgio Moro proferiu decisão na última sexta-feira (24) afirmando que não acredita em informação publicada pela revista Veja no dia 3 de fevereiro deste ano. A reportagem do semanário diz respeito ao suposto vazamento de imagens gravadas pela PF da condução coercitiva do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ocorrida em março do ano passado.

A matéria afirma: “VEJA teve acesso à íntegra da gravação, feita por câmera digital de um agente da PF. Ao abrir a porta, Lula estava vestido para ir à academia e pergunta: “Não trouxeram o japonês de Curitiba?”. Um policial responde que não. Lula diz: “Ainda bem. Capaz de ele roubar as minhas coisas aqui em casa”.

Para Moro, porém, não há motivos para crer na veracidade da publicação da revista. Segundo o juiz de primeira de instância do Paraná, “não consta que qualquer gravação efetuada durante a diligência de condução coercitiva tenha sido disponibilizado (sic) à produção do filme ou a qualquer veículo de imprensa. Se o último fato tivesse ocorrido, aliás, provavelmente tais imagens já teriam sido publicizadas”.

Assim, em proferimento oficial, Sérgio Moro desmente a revista Veja. Ou seja, a considerar verdadeiro o que diz o juiz de primeira instância, o semanário inventou a seus leitores que houve vazamento de gravações sigilosas feitas pela PF na residência de Lula, o que jamais teria ocorrido.

A afirmação de Moro em questão se deu como resposta a petição da defesa de Lula que reclamava o vazamento de imagens de sua condução coercitiva que, de acordo com ordem do próprio juiz Moro, não deveriam ter sido gravadas.  

Ao fim de seu despacho, o juiz paranaense intima a Polícia Federal a esclarecer se a revista está efetivamente mentindo, ou se a ordem de Moro de não gravar e vazar a condução coercitiva foi descumprida, como afirma Veja.

SEGUNDA E TERCEIRA PARTE DA ENTREVISTA COM CIRO: 2 – “EU DISSE A FERNANDO HENRIQUE, PADILHA ESTA ROUBANDO” 3: !ESSE MO RO RESOLVEU PRENDER UM BLOGUEIRO. ELE QUE MANDE ME PRENDER. EU RECEBO A TURMA DELE A BALA, SE EU NÃO TIVER COMETIDO NADA ERRADO”

GGN

Segunda parte da entrevista que o ex-governador Ciro Gomes (PDT-CE) concedeu para Luis Nassif, do jornal GGN.

Neste bloco, ele conta que já alertava para as manobras ilegais de Eduardo Cunha no Congresso, desde o governo Collor, chama de “quadrilha” o grupo político composto por Cunha, Eliseu Padilha e outros nomes próximos a Michel Temer e, ainda, anuncia o envolvimento de Temer no esquema de corrupção do Porto de Santos e os embates políticos que evitou maior desgaste do governo Lula no Mensalão.

“Você tem uma quadrilha na Câmara, que ainda hoje existe, e é mandada hoje de dentro da cadeia, como acabou de denunciar o Renan Calheiros, pelo Eduardo Cunha, que documentou-se na grana que distribuiu aí pra todo mundo, você tem a quadrilha do Senado que aí é [Valdir] Raupp, [Romero] Jucá, essa turma, Renan, Eunício Oliveira, que é 14 anos o tesoureira do partido (PMDB), e você tem a enturragem pessoal do Michel Temer que ainda tem a característica pessoal de estar mofada mentalmente, porque alem de serem corruptos também são velhos que não conhecem mais o Brasil, daí você explica, também porque o Michel Temer faz tanta patetada (…) Na última eleição que ele disputou, ele saiu como o último deputado votado nos 71 deputados de São Paulo, e já estava chafurdando na corrupção da Docas [do Porto] de Santos. Eu tenho o processo onde uma moça reclama do reconhecimento de união estável e pede a pensão e diz lá como eram as reuniões, a divisão do dinheiro, e sumiram com esse processo do Fórum de São Paulo, mas antes um amigo me deu posse da cópia”.

Jornal GGN – Nesta terceira parte da entrevista que Ciro Gomes (PDT-CE) concedeu para ao GGN, no programa Na sala de visitas com Luis Nassif, o ex-governador do Ceará criticou o abuso de autoridade exercido pela Justiça e Ministério Público de Curitiba, fazendo um alerta ao juiz Sérgio Moro caso aplique a condução coercitiva contra o ex-ministro.
“Esse Moro resolveu prender um blogueiro [Eduardo Guimarães, em condução coercitiva, dia 21 de março]. Ele que mande me prender. Eu recebo a turma dele na bala, se eu não tiver cometido nada errado”, disse.
Neste trecho da entrevista, Ciro avalia também que Dilma não lutou o suficiente para evitar o golpe jurídico que a afastou do Planalto em 2016, fazendo uma comparação com a postura de João Goulart no golpe de 1964. Ele aponta também os erros do PSDB e que poderão levar a um descrédito ainda maior do partido que defendeu o impeachment contra Dilma, mas que acabou alimentando ainda mais a crise institucional do país.

JORNALISTA ILUSTRE E CORAJOSO, EDUARDO GUIMARÃES SOFREU ABUSO DE PODER DE MORO, É ENTREVISTADO PELO PORTAL FORUM

edumoro2

 Matéria da jornalista Isabelle Grangeiro.

O blogueiro Eduardo Guimarães, que foi levado na última terça-feira (21) pela Polícia Federal para depor sobre o suposto vazamento da também condução coercitiva do ex-presidente Lula, participou neste sábado (25) do 1° Encontro de Blogueiros e Ativistas Digitais de Campinas e Região. No evento, o responsável pelo Blog da Cidadania contou aos participante sobre a sua experiência com a Polícia Federal e por quais as dificuldades passam os movimentos de mídia independente hoje no Brasil. Em entrevista exclusiva para a Rede Fórum, o blogueiro fala sobre o que mudou após a sua condução coercitiva, o apoio que recebeu dos de seus colegas jornalistas e explica a importância da democratização dos meios de comunicação no país.

Rede Fórum – O que mudou após sua condução coercitiva e ampla exposição na mídia?

Eduardo Guimarães – A exposição que eu tive por conta das ações do juiz Sérgio Moro contra mim têm dois efeitos: um efeito é conferir maior visibilidade para o meu trabalho, como jornalista. Agora, eu não vivo só de jornalismo, ou melhor, eu tenho uma outra atividade que é a principal da minha vida, que é trabalhar como representante. Essa parte fica extremamente representada por aquilo que aconteceu, porque a gente sabe que no meio empresarial as empresas não gostam de pessoas de esquerda, pessoas que fazem militância política. Eu nunca escondi nada de ninguém, até porque seria impossível ter um site e querer esconder esse site, mas quando você é acusado de um crime em rede nacional, como eu fui, muitas pessoas não entendem do que se trata e começam a dizer que você é um criminoso. A maioria que pensa diferente do ponto de vista ideológico, ou que não tem ideologia, ou que não se interessa pelas coisas simplesmente diz: “aquele sujeito fez alguma coisa errada, a polícia não vai levar alguém preso se ele não tiver cometido algum crime”, e isso vai impactar, aliás já impactou. Eu tenho uma filha muito doente, ela tem 18 anos e 26 quilos, ela tem homecare em casa e possui terapeutas que frequentam a minha residência todo dia. Duas dessas terapeutas se desligaram da atividade e não querem mais ir à minha casa. Do ponto de vista do meu trabalho como jornalista e blogueiro eu acho que o tiro saiu pela culatra, a não ser que me prendam.

Rede Fórum – Qual a sua posição sobre a declaração do juiz Sérgio Moro, que não o reconheceu como jornalista?

Guimarães – O que o juiz Sérgio Moro disse que eu não sou jornalista, mas a ONG dos Repórteres Sem Fronteira, o Sindicato dos Jornalistas do Estado de São Paulo, a Federação Nacional de Jornalistas (Fenaj) dizem o contrário. Até colunistas da grande imprensa que, inclusive, não comungam das minhas convicções políticas, como Reinaldo Azevedo, Ricardo Noblat e tantos outros dizem ao contrário. O Supremo Tribunal Federal decidiu em 2009 que é o contrário, que não é necessário ter diploma de jornalista para exercer a profissão. Então, me desculpe, mas ele disse uma besteira.

Rede Fórum – Qual é a importância da democratização da mídia no Brasil?

Guimarães – Eu costumo dizer que o Brasil precisa de uma legislação para imprensa que pode se basear em países “comunistas” [ironia] como os Estados Unidos e a Inglaterra, que são legislações duras, que estabelecem limites. O jornalismo deve ser livre para informar, mas ele não pode ser livre para usar, por exemplo, concessões públicas para fazer política partidária. A maior emissora de televisão de um país não pode ser usada para combater um grupo político e favorecer outro grupo, porque aquela emissora pertence a todos, então ela deve ser equilibrada. A mídia atuar como partido político só é cabível nas ditaduras, e aí a gente tem uma ditadura privada. Tanto que o juiz Sérgio Moro recuou da sua opinião estapafúrdia de me desqualificar como jornalista quando a Globo disse a ele que não concordava com sua posição, pois estava pegando mal no exterior. O mais sério em relação a mídia é o que eles chamam de propriedade cruzada, mais uma vez uma “nação marxista” como os Estados Unidos têm um marco regulatório que impede a concentração da propriedade dos meios de comunicação. Então, nos Estados Unidos, se você tem uma televisão, você não pode ter na mesma cidade um jornal, uma coisa dos “comunistas americanos”. Eu estou sendo irônico, mas no Brasil, a Globo têm todas as plataformas de mídias. Não existe uma sociedade civilizada no mundo, nos países desenvolvidos e democráticos, que permite que uma só família, ou um só grupo empresarial tenha todas as plataformas de mídias possíveis e imagináveis. Daí se transformam em ditadores como a família Marinho. Então é necessário ter um marco regulatório que impeça a concentração de propriedade de meios de comunicação.

Rede Fórum – Como está a sua situação agora perante as investigações da Polícia Federal?

Guimarães – Há duas investigações que podem se transformar em processos. Uma é por obstrução de justiça porque eu supostamente teria alertado o ex-presidente Lula que ele seria alvo de uma operação de busca e apreensão e de sua condução coercitiva para depor, que já é por si uma ilegalidade. No outro processo o juiz Sérgio Moro me acusa de ameaçá-lo, porque eu em 2015 escrevi um tuíte sobre economia onde eu dizia que aquilo que o Sérgio Moro estava fazendo com a condução da Lava jato iria acabar com o “seu emprego e a sua vida”, mas eu estava me dirigindo aos leitores. existe um contexto nos tuítes, mas o juiz entendeu como ameaça a ele.

 


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.241.859 hits

Páginas

Arquivos