Arquivo para 6 de abril de 2017

EXISTE ALGUM MEMBRO DO MINISTÉRIO PÚBLICO COM CORAGEM E CARÁTER PARA PROCESSAR BOLSONARO?, TEXTO DO PROFESSOR E ATIVISTA PEDRO PULZZATO PERUZZO, NO SITE JUSTIFICANDO

Existe algum membro do Ministério Público com coragem e caráter para processar Bolsonaro?

Todos os dias que entro numa sala de aula, afirmo que a liberdade de expressão e de pensamento é direito constitucional e, também, que liberdade de expressão não se confunde com liberdade de opressão. Ao mesmo tempo em que o art. 5º, inciso IV, da CF, consagra a liberdade de pensamento e o inciso IX consagra a liberdade de expressão, o art. 3º, inciso IV, diz ser objetivo da República promover o bem de todos, sem preconceitos de origem, raça, sexo, cor, idade e quaisquer outras formas de discriminação.

Apesar de ser cada vez mais comum a aplicação da Constituição pela metade, com a validação de um Judiciário majoritariamente genocida, especialmente no que diz respeito aos direitos de minorias e a concessão de liminares para reintegração de posse em terras indígenas, quilombolas ou em qualquer outra ocupaç

Todos os dias que entro numa sala de aula, afirmo que a liberdade de expressão e de pensamento é direito constitucional e, também, que liberdade de expressão não se confunde com liberdade de opressão. Ao mesmo tempo em que o art. 5º, inciso IV, da CF, consagra a liberdade de pensamento e o inciso IX consagra a liberdade de expressão, o art. 3º, inciso IV, diz ser objetivo da República promover o bem de todos, sem preconceitos de origem, raça, sexo, cor, idade e quaisquer outras formas de discriminação.

Apesar de ser cada vez mais comum a aplicação da Constituição pela metade, com a validação de um Judiciário majoritariamente genocida, especialmente no que diz respeito aos direitos de minorias e a concessão de liminares para reintegração de posse em terras indígenas, quilombolas ou em qualquer outra ocupação por luta por moradia, qualquer um que tem compromisso com a legalidade precisa ser responsável e compreender a ordem constitucional como um todo.

A concessão de liminares para reintegração de posse, despejo ou qualquer outra medida judicial que retira, antes do trânsito em julgado, crianças de suas moradias para coloca-las na beira de estradas, na rua ou qualquer outro local de risco, é genocida pois viola frontalmente e irresponsavelmente o princípio da proteção integral consagrado em outro artigo da mesma Constituição que protege a liberdade de pensamento, de expressão e a propriedade privada. Esse artigo é o 227, que diz:

É dever da família, da sociedade e do Estado assegurar à criança, ao adolescente e ao jovem, com absoluta prioridade, o direito à vida, à saúde, à alimentação, à educação, ao lazer, à profissionalização, à cultura, à dignidade, ao respeito, à liberdade e à convivência familiar e comunitária, além de colocá-los a salvo de toda forma de negligência, discriminação, exploração, violência, crueldade e opressão.  

Sei bem que o fetiche pela violência é marca registrada de parcela considerável da nossa sociedade. O desejo quase que sexual pelo paletó ou pela farda violenta, marca aqueles e aquelas que encontram na violência, na humilhação e na destruição, um objeto fálico que satisfaz os desejos mais profundos que consubstanciam o vazio da angústia de não terem tido a oportunidade de compreender as delícias do afeto, do respeito e da liberdade. Parafraseando Raduan Nassar em “Lavoura Arcaica”, é impossível exigir um abraço de afeto daqueles de quem amputamos os membros.

Quando o Bolsonaro se refere à fome dos quilombolas fazendo referência a arrobas, quando afirma que não servem nem para procriar, temos a configuração clara do crime previsto no art. 20 da Lei 7.716/98, que diz:

Praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional. Pena: reclusão de um a três anos e multa.

A questão é saber se existe algum membro do Ministério Público com coragem e caráter suficiente para dar andamento a uma ação penal contra esse sujeito, considerando que manifestação de pensamento e imunidade parlamentar não autorizam a opressão.

Quando esse sujeito faz isso e outras pessoas riem ou se esforçam para justificar a legitimidade política dessa figura sórdida, o universo escancara para todos nós que prestigiamos a democracia o fato incontestável do nosso equívoco até aqui. Erramos, companheiros! Erramos feio! Todas as nossas lutas, todo o sangue que vimos escorrer, todo o nosso suor diário, não serviu para alterar as estruturas da violência.

As estruturas da violência e do ódio estão mais firmes do que nunca, apesar de termos cuidado daqueles que estavam mais dispostos a receber afeto e respeito para seguirem promovendo liberdade, não tivemos estômago para cuidar daqueles que, com os orifícios espirituais, psíquicos e físicos vazios de afeto, se apaixonaram loucamente pelo falo significante da violência, do desprezo e do descompromisso. Menos egocentrismo, menos falocentrismo! Por que não as flores (para não dizer que não falei das flores)?

Erramos, companheiros! E se quisermos mexer nas estruturas, teremos de preparar o nosso estômago e o nosso fígado, pois tem muita coisa podre que ainda não emergiu.

Sigamos firmes.

Pedro Pulzatto Peruzzo é advogado, professor pesquisador da PUC-Campinas e diretor da Comissão de Direitos Humanos da OAB-Jabaquara.

 
Quinta-feira, 6 de abril de 2017

DECIFRA-ME OU TE DEVORO! POR QUE ESSA IMAGEM, CAPTURADA PELO OLHAR-DEVIRIANO DO FOTÓGRAFO LULA MARQUES, É DESTAQUE NAS REDE SOCIAIS?

Moro

CNBB APOIA SINDICATOS E MOVIMENTOS SOCIAIS CONTRA AS REFORMAS DE TEMER

Da Redação da Rede Brasil Atual.

São Paulo – O bispo auxiliar de Brasília e secretário-geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Leonardo Ulrich Steiner, recebeu o presidente da CUT, Vagner Freitas, o diretor nacional da CTB Paulo Vinícius Santos da Silva, o secretário-geral da Intersindical, Edson Carneiro, o Índio, e o dirigente do Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST) Vitor Guimarães. As tentativas de reformas promovidas pelo governo Temer foram o tema da reunião.

O encontro ocorreu na sede da CNBB nesta quarta-feira (5), em Brasília, e serviu como ponto de partida do diálogoentre as centrais e os movimentos sociais com a mais importante autoridade católica do país. Para o bispo, hoje a população precisa ter conhecimento das medidas que estão sendo tomadas pelos três poderes que comprometem as garantias já conquistadas desde a redemocratização. “É o momento de chegarmos nas pessoas pois a mídia não está possibilitando fazer com que a população entenda a gravidade do que está acontecendo e o que aparece nos meios de comunicação é muito favorável  às reformas”, analisou Dom Leonardo.

Vagner Freitas pediu apoio da CNBB à greve geral que será organizada pelas centrais sindicais no dia 28: “Precisamos de apoio mais que político, humanitário! Hoje o aposentado é arrimo de família com o benefício da previdência, pois a maioria dos filhos e netos estão desempregados”. Vagner reafirmou que a nota da CNBB foi fundamental para alertar a sociedade dos malefícios da reforma da Previdência.

Para o representante da CTB, o país vive um momento grave de ataque à democracia que se expressa também nas medidas contra os trabalhadores. “Isso faz parte de um processo de desestabilização em toda América Latina”, observou Paulo Vinícius. Índio, da Intersindical, disse que a Igreja tem capilaridade para aprofundar o debate. “É importante trazer elementos para a sociedade se proteger dessas medidas.”

Dom Leonardo ressaltou a importância dos sindicatos e dos movimentos sociais para a defesa da democracia e dos direitos dos trabalhadores. O bispo se comprometeu, ainda, a levar à Assembleia Geral da CNBB, programada para 26 de abril a 5 de maio, o resultado da reunião como subsídio para redigir uma mensagem aos trabalhadores no 1º de Maio. Ele também manifestou preocupação com a situação dos povos indígenas, que ficaram ainda mais vulneráveis devido às medidas de desmonte das políticas indigenistas realizado pelo governo Temer.

Com informações de Luciana Waclawovsky, da CUT

registrado em:

PEDIDO PARA QUE CONSULTORIA ENVIE A MORO RELATÓRIO SOBRE CORRUPÇÃO NA PETRPBRÁS PARTIU DA DEFESA

Do site Lula.com.br

O pedido para que a consultoria KPMG forneça ao juiz de primeira instância Sérgio Moro uma cópia de relatório de auditoria sobre a Petrobras realizado enquanto Luiz Inácio Lula da Silva era presidente da República partiu dos advogados responsáveis por sua Defesa.

O objetivo é trazer algum tipo de prova pericial ao processo que corre na 13ª Vara Federal de Cutritiba, que, até agora, apenas contou com testemunhos e convicções. Já pedido em tela, no entanto, foi autorizado por Moro, que deu mando à empresa para que esta forneça o documento ao juiz de primeira instância e às partes envolvidas no processo.

Leia, abaixo, íntegra da nota dos advogados de Lula a respeito do assunto. 

Nota

       O ofício encaminhado em 13/03/2017 pelo juízo da 13ª. Vara Federal Criminal de Curitiba à empresa KPMG para que informe “se, durante a realização de auditoria na Petrobras, foi identificado algum ato de corrupção ou ato ilícito com a participação do ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva” decorreu de iniciativa da defesa do ex-Presidente. Os mesmos ofícios foram encaminhados a outras empresas que também auditaram a companhia.

A Petrobras mantém um sofisticado sistema de controle interno e externo de suas atividades. O controle externo sempre contou com a participação de renomadas empresas de auditoria, que jamais indicaram em seus relatórios qualquer ato ilícito, muito menos envolvendo o ex-Presidente Lula.

Em 2010, a PETROBRAS fez a segunda maior emissão de ações da história, no valor de R$ 115,041 bilhões, precedida de minuciosa auditoria coordenada por renomados bancos, empresas de auditoria e escritórios de advocacia, que, igualmente, jamais indicaram a prática de qualquer ilícito, muito menos envolvendo o ex-Presidente. Em documento denominado “Prospecto Definitivo da Oferta Pública de Distribuição Primária de Ações Preferenciais de Emissão da PETROBRAS” existe a afirmação textual que a PETROBRAS “não está envolvida em corrupção”.

Todos esses documentos – elaborados por conceituadas instituições nacionais e internacionais com elevado padrão de diligência exigido pela legislação – atestando a inexistência de atos de corrupção na Petrobras demonstram que não havia possibilidade de Lula ter conhecimento da prática de eventuais atos ilícitos na companhia durante o período em que exerceu a Presidência da República e muito menos que deles tenha participado.

As informações requisitadas às empresas de auditoria pela defesa de Lula tornarão ainda mais evidente o caráter frívolo das acusações impostas ao ex-Presidente, reforçando sua inocência.

Cristiano Zanin Martins

OS TEMORES DE BARROSO E SEU SILÊNCIO LICENCIOSO, TEXTO DO ILUSTRE E INVEJADO JORNALISTA, ECONOMISTA E MÚSICO LUIS NASSIF

Tinha prometido interromper as críticas contra o Ministro Luís Roberto Barroso, mas ele se tornou um personagem tão ilustrativo desses tempos do medo e da submissão ao obscurantismo, que sou obrigado a descumprir minha promessa.

Repisando o estilo Ayres Britto-Carmen Lúcia de manchetes, o MInistro do STF Luís Roberto Barroso cunhou sua frase seminal-semanal (https://goo.gl/s8p4AH):

“É impossível não sentir vergonha pelo que está acontecendo no Brasil”.

O que envergonha nosso liberal?

Diz o Estadão:

“Segundo o ministro, há uma “impressionante quantidade de coisas erradas” ocorrendo no País. “É uma prática institucionalizada, que vai do plano federal, passa pelo estadual e chega ao municipal. Pode ser na Petrobrás, no BNDES, na Caixa Econômica, nos fundos de pensão, no Tribunal de Contas do Estado A, B ou C, tudo está contaminado pelo vício de levar vantagem indevida, pra deixar de fazer o que se tem de fazer”.

Peça 1 – a visão vulgar de um constitucionalista

Vamos analisar, primeiro, a maneira como Barroso analisa o papel do BNDES.

Ao lado do Banco do Brasil, o BNDES foi a instituição pública que mais avançou nos métodos de compliance. Todas as decisões são colegiadas, passam por mais de uma instância.

Pode ser criticado por suas políticas genéricas – como, por exemplo, o excessivo apoio aos campeões nacionais e o pouco caso com as empresas de conteúdo tecnológico.

Sobre a prática de corrupção, não há nada que aponte qualquer deslize do BNDES, enquanto instituição.

Ao inclui-lo na relação das “vergonhas nacionais”, o Ministro Barroso revela uma faceta nova de sua personalidade:

Conclusão 1 – o Ministro e professor Barroso é leviano nos julgamentos, condenando uma instituição histórica, relevante, uma corporação séria, apenas com base em achismos veiculados pelo Ministério Público e preconceitos ideológicos pela Globo.

Todos os governos montam mecanismos de crédito direcionado, especialmente em países de risco jurídico e econômico elevados, como é o caso do Brasil.

Existem fundos públicos parafiscais no Japão, Singapura, Brasil e México (conforme o Ministro poderá se ilustrar, no trabalho do professor Ernani Torres Filho, em anexo.

Existe, igualmente, o mecanismo das garantias públicas, utilizado nos Estados Unidos e na Europa. Como os financiamentos são peças centrais para exportações, especialmente de produtos de ciclo longo, há o recurso da equalização das taxas de juros com as praticadas por outros competidores.

Existem bancos públicos na Alemanha, Suíça, França, Japão, China, Índia e Canadá. Um dos papéis centrais dos bancos públicos é atuar contra ciclicamente. Em 2016, quando o crédito corporativo despencou e a crise se aprofundou, o BNDES não compensou devido ao preconceito ideológico – que sai do mercado e chega até o Ministro na forma de slogan de boteco, perdão, de boutique.

O trabalho do professor Torres é relevante para entender o peso dos financiamentos do BNDES no crédito corporativo como um todo, o funding para o crédito bancário de longo prazo, o papel no mercado de debêntures, peça essencial para utilizar o mercado de capitais para financiamentos de longo prazo.

Em suma, é um conjunto de desdobramentos complexos, que exigem visão técnica.

Tema de tal complexidade é reduzido a uma frase padrão (e enganosa) contra corrupção. Da mesma maneira que seus mentores do MBL.

Conclusão 2 –  O constitucionalista Barroso abdicou do conhecimento técnico, trocando-o pelo senso comum vulgar.

O Ministro Barroso etem afinidades óbvias com a Globo e temores excessivos da ultra-direita. Coube a esses grupos espalharem histórias sobre o apartamento em Miami, adquirido por sua esposa em nome pessoal. Depois, a informação foi repercutida pela Veja, na pior fase da história da revista.

Imediatamente o Ministro mudou e surpreendeu seus admiradores votando a favor da prisão após o julgamento de 2a instância.

Critiquei-o, o Ministro me convidou para um café para explicar sua posição.

Lá chegando, encontrei Barroso visivelmente incomodado com os ataques. Ponderei que ninguém com discernimento levaria a sério as denúncias.

E ele:

– Mas fica sempre a imagem suspeita no ar.

Aleguei que a influência política – de governos ou da mídia – em tribunais estaduais colocaria qualquer crítico sob risco. Ele minimizou. Desde então, tornou-se o principal porta-voz do penalismo como solução para todos os problemas nacionais. Um breve passeio pelo Facebook mostrará enorme quantidade de perfis de ultradireita disseminando os ensinamentos de Barroso rede afora.

Peça 2 – os pontos de vergonha ignorados por Barroso

Todos os episódios listados abaixo se referem a temas da área de especialização e de trabalho de Barroso. Vamos conferir sua pro atividade midiática, levando em conta três parâmetros:

(1) a posição da Globo,

(2) a posição dos grupos de direita e

(3) a posição de sua própria casa, o Supremo.

Ou seja, em nenhum caso de colocou contra as posições da Globo, do MBL ou de seus colegas Ministros.

Dá para considerá-lo um pensador profundo – e isento -, um membro do cientificismo civilizatório, ou apenas um estimulador do obscurantismo que dominou o debate político brasileiro?

PARLAMENTARES VÃO AO MPF CONTRA PRODUÇÃO DE FILME QUE QUER CRIMINALIZAR LULA

Cena-do-Filme-Polícia-Federal-A-Lei-é-Para-Todos.jpg

Da Redação da Rede Brasil Atual.

São Paulo – Os deputados federais Wadih Damous (RJ), Paulo Pimenta (RS) e Paulo Teixeira (SP), todos do PT, informaram hoje (5) em entrevista coletiva na Câmara que vão protocolar amanhã no Ministério Público Federal (MPF) pedido de apuração e investigação de conduta de agentes da Polícia Federal em relação à realização do filme Polícia Federal – A Lei é Para Todos, que deverá ser lançado em 31 de agosto. Os parlamentares denunciam atos de improbidade administrativa, peculato, abuso de autoridade e prevaricação no apoio que a instituição federal, por meio de seus agentes, tem dado à realização do filme, que buscará criminalizar a figura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Lula está sendo processado pela Operação Lava Jato, sem que até agora existam provas de qualquer ato ilícito por parte do ex-presidente ao governar o país por dois mandatos, de 2003 a 2010. Uma questão central na realização do filme, objeto de denúncia por parte dos deputados petistas, como também dos advogados de defesa, é que seus produtores tiveram acesso a imagens ilegais da condução coercitiva do ex-presidente à PF em São Paulo, em março do ano passado, ocasião em que o próprio juiz Sérgio Moro havia proibido a realização e divulgação de imagens.

Na coletiva, Wadih Damous disse que em 18 de novembro de 2016, uma sexta-feira, a Superintendência da PF em Curitiba ficou fechada para facilitar a realização do filme em suas dependências. A produção também teria ocupado as dependências da PF no fim de semana que se seguiu àquela data. “Queremos que isso seja rigorosamente apurado, esse tipo de promiscuidade com particulares (atores e produtores do filme), para enaltecer o papel da PF. Esse filme integra o cenário de Estado de exceção”, afirmou.

Os deputados vão protocolar também uma representação no Conselho Nacional de Justiça (CNJ), “pois Moro havia proibido a cessão de qualquer imagem da condução coercitiva de Lula e agora, ao ser interpelado, ele diz que não pode funcionar como censor”, disse Damous. “Mas ele deve funcionar como juiz e incorre em falta disciplinar que será apreciada pelo CNJ.”

Nas provas recolhidas pelos deputados para sustentar a denúncia há imagens de uma confraternização de agentes da PF com a equipe do filme numa das unidades do restaurante Madero, na capital paranaense. Também há informações de deslocamento de agentes da PF para São Paulo no carnaval deste ano, para participar da produção. Os parlamentares dizem que 10 agentes da PF em Curitiba estão diretamente envolvidos no apoio ao filme. “Há um delegado, de nome Reinaldo, que teria sido instado pelo diretor-geral da Polícia Federal para ajudar no patrocínio do filme, para arrumar patrocinadores”, disse Damous. Segundo ele, foram usadas viaturas, combustíveis, tudo pago com dinheiro público, até mesmo o uso de helicópteros sem que exista um convênio que ofereça contrapartidas.

“Todo brasileiro quer um julgamento justo, ninguém está acima da lei, mas esse episódio revela o Estado querendo influenciar a opinião pública, e seu uso de meios ilegais, sem nenhuma transparência. O próprio Estado usa seu poder de coerção para fazer o filme”, disse Paulo Teixeira. “Isso sai do controle da lei, e se utiliza do mecanismo do lawfare, que é uma guerra jurídica. Esta denúncia precisa ter atenção da sociedade, e a polícia precisa responder. Ninguém pode estar acima ou fora da lei, e por isso queremos que a PF se pronuncie e responda às perguntas que foram feitas”, afirmou.


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.244.548 hits

Páginas

Arquivos