Arquivo para 18 de maio de 2017

JORNALISTA ROVAI MOSTRA MINUTO POR MINUTO VÍDEO DA CONVERSA DE TEMER COM JOESLEY, JBS

A conversa do empresário Josley Batista, da JBS, com o presidente Michel Temer, em sua residência. no Palácio do Jaburu, é uma peça histórica absolutamente explosiva. Acabo de ouvi-la por inteiro e conforme a ouvia fui resumindo minuto a minuto o seu conteúdo.

Além de concordar com Josley de que ele deveria continuar bancando Eduardo Cunha, Temer ouve o empresário dizer que comprava um procurador para ter informações privilegiadas e que precisava da ajuda de Temer pra pressionar Henrique Meirelles, ministro da Fazenda e seu ex-funcionário na JBS, a lhe atender em nomeações.

Foto Valter Campanato/Agência Brasil

Temer diz que só indicou Meirelles por conta da relação dele com Josley.

Num dado momento, Josley revela que por conta da boa relação que mantém na mídia conseguiu tirar da pauta a investigação contra a sua empresa. Não deixe de ler este minuto a minuto.

5 min – Começa a conversa. Ambos falam que faz tempo que não veem e coisas do gênero.

6 min – Temer começa a se vangloriar e diz que a economia está melhorando. E que com 10 meses de governo (parece que foi ontem, diz) já deu pra fazer muita coisa. Temer também fala que antes a oposição dizia que foi golpe e que isso não colou. Depois passou a dizer que a economia não ia se recuperar e voltou a errar, porque a economia melhoraria.

7 min – Temer fala das reformas que está aprovando rapidamente. Josley diz que os juros têm que baixar. Temer diz que isso vai acontecer.

8 min – Josley diz que veio ao encontro de Temer  por 2 ou 3 motivos. E diz que não havia visto Temer desde que ele assumiu a presidência. E que durante este tempo vinha falando com o Geddel.

9 mim – Temer diz que Geddel fez uma bobagem sem consequência nenhuma. E Josley diz que vinha falando também com Eliseu Padilha e que como ele adoeceu ficou sem interlocutor e por isso pediu uma conversa direta com ele. Josley introduz a conversa sobre Eduardo Cunha e pergunta como está relação dele com Temer.

10 min – Temer diz que Eduardo Cunha tentou fustigá-lo, mas que o juiz Sérgio Moro indeferiu 21 perguntas dele que eram pra lhe trucar. Josley diz que dentro do possível fez o máximo que deu. E que zerou tudo que tinha de pendências (dando a entender que pagou propina a Cunha).

11 min – Josley volta a falar que tratava dessas coisas com Geddel, mas que agora que ele está investigado, ficou dificil também conversar com ele sobre isso. Falou sobre os vazamentos do Geddel. E volta a falar que está de bem com o Eduardo e que todo mês estaria cumprindo o acordo. Temer diz claramente que ele tem que manter isso. Josley diz que está segurando as pontas.

12 mim – Josley diz também deu conta do juiz do caso dele de um lado. E do outro também deu conta do juiz substituto. Temer comenta em concordância, “tá segurando os dois”. Josley diz que tem um procurador dentro da Força Tarefa, que está lhe passando informações privilegiadas. E fala que está tentando trocar um procurador. E que “se der conta” tem o lado bom e o lado ruim. Porque o outro pode vir um com raiva e piorar as coisas. Temer vai ouvindo e fazendo comentários em concordância.

13 min – Josley diz que só está contando essa história pra dizer que está se defendendo. Josley fala que o negócio da anistia quase não deu com o Geddel. E Temer faz um comentário quase inaudível sobre líderes partidários e empresários. Parece estar falando sobre o Refis que foi aprovado há pouco para barganhar votos da previdência.

14 min – Fala sobre alguém que trabalhava com Lúcio e que isso teria rendido um Fantástico e um JN.

15 min – Josley fala claramente que a notícia sobre esse caso “quietou” porque ele tem uma boa relação com a imprensa. Ficou um dia ou dois e parou, diz. Neste trecho Josley também conta pra Temer que estaria dando 50 mil por mês (pelo que parece pelo contexto) para um procurador da Lava Jato que lhe passaria informações.

16 min – Pergunta qual a melhor maneira de ele conseguir falar com o Temer. Que antes ele falava via Geddel. Temer responde que a melhor pessoa é o Rodrigo (Maia). Josley então diz que se for alguma que ele precisar fala pra o Rodrigo, mas se for alguma coisa dessas que acabamos de falar, que o procura e vai à noite à casa dele. Fala em 22h30. E diz que aí eles conversariam ns 10 minutinhos, meia horinha.

17min  – Josley pergunta como Temer está com o Henrique (Meirelles). Ambos falam que ele é trabalhador e está indo bem.

18 min – Mas Josley começa a falar que tem discutido coisas com Henrique e que ele diz que não consegue mudar. Como decisões do Cade, do BC e da Receita, entre outras.

19 min – Josley diz que queria ter alguma sintonia com Temer para quando falar com Henrique não acontecer dele dizer que o Temer não quer. Josley diz que indicou um presidente do Cade e Henrique não teria aceitado.

20 min – Josley fala que trabalhou com Henrique quatro anos e que por isso às vezes fica constrangido. Temer diz que uma das coisas que o levou a indicar Meirelles pra Fazenda foi o fato de ele ser amigo de Josley. Volta-se a conversar sobre Eduardo Cunha que teria voltado a cobrar Josley 15 dias antes de ser preso.

21 min – Eu não sei o quanto eu devo ir ao Henrique. E aí Temer autoriza quando ele for pra cima do Henrique dizer que já falou com ele. Ou seja, banca a pressão do dono da JBS para seus interesses empresariais. Aí Josley fala da presidência do Cade.

22 min – Fala da troca da presidência da CDN. E diz que vai pressionar Henrique e sempre dizer que já conversou com Temer.

23 min – Josley diz que o que queria combinar com Temer era isso. De que poderia ir pra cima do Henrique e que quando ele tentasse escapar, dizer que  iria falar com Temer. Para que Henrique Meirelles soubesse que eles têm uma linha direta. Fala de uma operação da JBS com o BNDES. Uma operação que não deu de um jeito, mas deu do outro.

24 min – Josley reclama que o BNDES está problemático. Temer fala que têm servidores que estão com os bens indisponíveis e que por isso eles tão com medo de mexer com qualquer coisa. Mas Temer diz que quando Meirelles escorregar Josley pode dizer que vai falar com ele.

25 – Temer diz que falou naquele dia com Geddel. Josney pergunta como vai começar 2018. Temer diz que mesmo achando que vai melhorar bem a economia, não sabe como vai começar.

26 min – Temer fala que acha que não vai passar a cassação dele porque o pessoal TSE tem consciência política. E que mesmo se cassarem, tem recurso e aí acabou o mandato.

27 min – Josley reclama que os procuradores dão solavancos nele. E que se as coisas continuarem desse jeito iram acabar quebrando ele.

28 min – Josley fala que se não for feito alguma coisa mais dura, esses meninos não iram parar. Falam do Sergio Machado.

29 min – Diz que não conhecia Sergio Machado e que ele o denunciou falando da JBS. Diz que os procuradores fizeram ele falar da JBS.

30 min – Diz que um menino ficou 15 dias na cadeia porque não tinha nada para falar da JBS e que aí acabou falando qualquer coisa. Fala do bloqueio das contas, dos bens e do bloqueio do passaporte.

31 min – Josley diz que foi ao procurador e deu um seguro garantia de 1 bilhão e meio. Josley sugere que Temer crie alguma agenda, alguma coisa.

32 – Se despedem. E Josley diz que se Temer pode pedir o que precisar. E que se for urgente ele vai procurá-lo. E diz que gostou do jeito que fizeram o encontro. Diz que veio sozinho dirigindo o próprio carro.

33 min – Temer diz que não gostou de morar no Palacio do Alvorado. E que prefere o Jaburu, porque lá não conseguia nem dormir. E Temer diz que lá deveria ter fantasma. Josley pergunta como a Dilma conseguia ficar sozinha lá…

34 min – Temer elogia a forma de Josley que diz estar comendo melhor, menos alimentos industrializados….

 

FORA TEMER E DIRETAS jÁ! EM BRASÍLIA, RIO E PAULISTA E BELÔ

 

 

MINISTRO FACHIN TIRA SIGILO DO ÁUDIO QUE INCRIMINA TEMER. QUALQUER MOMENTO O BRASIL VAI OUVIR

 Resultado de imagem para imagens de temer

A pergunta, cadê o áudio?, vai parando o eco. É que o ministro Edson Fachin, relato da Lava Jato, determinou a retirada de sigilo do mesmo. Dessa forma, qualquer momento o Brasil poderá ouvi-lo.

    O áudio, como é do conhecimento da maioria do povo brasileiro, mostra a conversado empresário da JBS, Joesley Batista com Temer, onde o golpista-mor apresenta seus pedidos e recomendações.

     É ficar no aguardo. 

TEMER FAZ PRONUNCIAMENTO IMPRONUNCIÁVEL. NÃO RENUNCIOU

GLOBO E INSTITUIÇÕES PROTAGONISTAS NA VIOLAÇÃO DA CONSTITUIÇÃO TENTARÃO A SAÍDA POR CIMA. NÃO ACEITAREMOS!, AFIRMA DAMOUS, PARA O VIOMUNDO

por Wadih Damous, especial para o Viomundo

Pilhado em flagrante no delito mais escandaloso na história da República, ao negociar propina para calar o boca de um notório bandido encarcerado, o chefe da quadrilha golpista Michel Temer perdeu quaisquer condições de continuar ocupando de forma ilegítima a presidência da República.

Diante da gravidade da denúncia, devidamente gravada por um dos donos da JBS, Temer tenta ganhar tempo emitindo uma nota patética, negando o diálogo criminoso. A negativa, porém, terá efeito bumerangue, pois a qualquer momento o áudio que joga uma pá de cal no governo deve ser divulgado.

O quadrilheiro-mor certamente está atordoado pelo impacto da bomba atômica que veio a público na noite desta quarta-feira, 17 de maio, data já com direito a lugar cativo na história.

Ao longo da madrugada, Temer acumulou motivos de sobra para não conciliar o sono: seu principal pilar de sustentação, a Globo, não para de emitir sinais de que o abandonou à própria sorte e a base aliada golpista pede sua renúncia, no que é acompanhada até por organizações fascistas que emularam o golpe.

Ao amanhecer, mais dissabores para o conspirador que roubou a cadeira presidencial: busca e apreensão nos endereços do senador Aécio Neves, seu sócio de primeira hora na aventura golpista, suspensão do mandato do senador pelo STF e a prisão de Andrea Neves.

O governo Temer acabou. Mas o fim desse pesadelo significa o início de uma batalha de vida ou morte para a causa da democracia.

De um lado, a Globo, os seus parceiros do monopólio midiático, a base parlamentar golpista e as instituições do estado manchadas pelo protagonismo na ruptura da ordem constitucional de tudo farão para que a substituição de Temer se dê via eleição indireta, no Congresso Nacional.

Os verdugos da democracia insistirão na tese de que essa é a previsão constitucional para os casos de afastamento do presidente e do vice, desde que o mandato esteja na sua segunda metade como agora.

Essa solução por cima não será aceita pelo povo brasileiro, que, segundo todas as pesquisas, apoia por esmagadora maioria a eleição direta para presidente.

Ante a crise sem fim que os golpistas nos legaram, com o esfacelamento das instituições, a destruição da economia, a entrega das nossas riquezas e a ofensiva contra os direitos trabalhistas, previdenciários e civilizatórios, a única saída é a devolução da soberania popular aos brasileiros e brasileiras. A revolta das pessoas e a atmosfera das ruas apontam para a possibilidade concreta de reeditarmos em 2017 e campanha épica por Diretas Já de 23 anos atrás.

Vamos o ocupar o Brasil. Não aceitaremos nenhum arranjo que não passe pelo consulta ao povo. Só ele pode reconstruir o pacto republicano rasgado pelo golpe de estado.

Existe uma emenda de autoria do deputado Miro Teixeira que vem a calhar. Essa proposta, que já tramita há tempos na Câmara, muda o texto constitucional ao prever eleição direta para casos idênticos ao atual.

Enquanto isso, cabe a nós, parlamentares da oposição, impedir a todo custo que as contrarreformas sejam votadas no Congresso. Venceremos !

Wadih Damous, deputado federal e ex-presidente da OAB-RJ.

 

MORO JÁ ERA, TEXTO DO ILUSTRE, SÁBIO E ENGAJADO JORNALISTA LEANDRO FORTES, DE SEU BLOG BRASÍLIA, EU VI

Por Leandro Fortes

Agora, é possível entender a dimensão dessa foto.

Todo o trabalho de investigação, a partir da delação dos donos da JBS, foi feito pelo Ministério Público e pela Polícia Federal sem que o juiz Sérgio Moro soubesse de nada.

O sátrapa da República de Curitiba voltou ao seu tamanho real.

A ligação de Moro com o golpe, no todo, e com o PSDB, no particular, o reduziram a esse boneco de camisa preta cujo prazo está expirando rapidamente, até mesmo na Globo, onde foi fabricado.

Também ficou clara a razão de Moro ter censurado as perguntas de Eduardo Cunha sobre Michel Temer, agora revelada como uma proteção desavergonhada à gangue que derrubou uma presidenta eleita para assaltar os cofres da União.

Esse trio tem que ser expelido ao mesmo tempo.

Ou por depósito bancário:

Santander (033)
Ag. 3678
Cc. 01091956-3
CPF: 520.990.326-53
Leandro Boavista Fortes
 

A OPINIÃO DE NASSIF: A CONTA DO IMPEACHMENT

PERGUNTAS DO SITE CARTA MAIOR

Resultado de imagem para imagens do juiz moro com procuradores da lava jato

O cheiro do ralo em Curitiba: o q Cunha queria falar que Moro não deixou e Temer pagava p/ silenciar? Vamos acabar c/ a podridão, Dallagnol?

PARTIDOS DE ESQUERDA ENTRAM COM PEDIDO DE CASSAÇÃO DE AÉCIO NO CONSELHO DE ÉTICA, VÍDEO MÍDIA NINJA

PROCURADORIA-GERAL DA REPÚBLICA INVESTIGARÁ TEMER QUE PODE RENUNCIAR HOJE

Resultado de imagem para imagens de temer

 O golpista Temer, o chefe da escória que assaltou o Brasil e entregou parte de suas riquezas ao capital estrangeiro, será investigado pela Procuradoria-Geral da República. O fato-jurídico decorreu da aceitação do relator da Lava Jato, Edson Fachin, diante do pedido do procurador-geral Rodrigo Janot. Ele será investigado por obstrução de justiça.

    Temer agora pode arrumar seus bregueços sem direitos a aviso prévio (como afirmava sua “recatada do lar” debochando da expulsão de Dilma do governo)”. Segundo fontes próximas ao golpista, protegido das mídias-capitalizadas, principalmente a Rede Globo que estão fazendo o maior malabarismo para se mostrar distante do golpista-mor, ele poderá pedir sua renúncia ainda hoje.

   É o que a democracia espera constituída por sua eticidade política. 

BALADA DOS AMIGOS DE AÉCIO E CÚMPLICES DO GOLPE: DE ZICO AO CLUBE DA ESQUINA PASSANDO POR FAFÁ DE BELÉM E OUTRAS TRISTES FIGURAS

Resultado de imagem para imagens do senador aécio

Veja o vídeo e entenda a consciência democrática dessas figuras consideradas ídolos do gosto da classe média indiferente. Que, lógico, também tem participação no golpe.

NEGADA POR FACHIN PRISÃO DE AÉCIO

 O relator da operação Lava Jato, ministro Edson Fachin, negou o pedido de prisão do Mineirinho, Aécio. Ele ainda afirmou que não levará ao plenário do Supremo Tribunal Federal (STF).

    Diante da decisão de Fachin, o plenário só atuará no caso de o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, recorrer da decisão.

     O Brasil democrático espera que Janot recorra para o bem da República.

ATENÇÃO BRASIL! ÁUDIO QUE INCRIMINA AS ANOMALIAS SERÁ VAZADO EM INSTANTES.TEMER E AÉCIO SERÃO COMIDOS

É insustentável a permanência do golpista Temer no Palácio do Planalto. A situação política e econômica piora a cada instante. A Bolsa de Valores, BOVESPA está operando com um prejuízo como nunca dantes ocorrido.  Só resta a capitulação do dublê, golpista, usurpador do cargo de Dilma Vanna Rousseff, eleita com 54.501.118 votos dos democratas do Brasil. A queda do golpista mor caminha para um final feliz para estes democratas. Segundo o site de notícias 247,  “o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, acaba de pedir o levantamento do sigilo em que Michel Temer avaliza o pagamento de um mensalão para comprar o silêncio de Eduardo Cunha, seu parceiro no golpe parlamentar, que destruiu a economia e a imagem do Brasil; com a divulgação dos áudios, Temer não terá condições de ficar nem mais um dia no Palácio do Planalto e sairá da História como merece: pela porta dos fundos; carta de renúncia pode ser escrita ainda hoje.”

ANDRÉA,IRMÃ DE AÉCIO, É PRESA EM AÇÃO DA POLÍCIA FEDERAL

Da Redação da Rede Brasil Atual.

São Paulo – Andrea Neves, irmã do senador Aécio Neves (MG), presidente nacional do PSDB, foi presa por agentes da Polícia Federal na manhã desta quinta-feira (18) em Nova Lima, região metropolitana de Belo Horizonte. Seu apartamento em Copacabana, no Rio de Janeiro, também foi alvo de mandado de busca e apreensão.

Ela teria pedido dinheiro em nome do senador para Joesley Batista, presidente da JBS, em conversa que teria sido gravada.

De acordo com informações do portal G1, a Procuradoria-Geral da República também pediu a prisão de Aécio, mas o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin, juiz responsável pela Operação Lava Jato, teria deixado a análise da decisão para o plenário, determinando apenas o afastamento do senador.

No início da manhã, a PF cumpriu mandados de busca e apreensão em residências de Aécio no Rio de Janeiro, Brasília e em Belo Horizonte.

O STF também determinou, por meio de medida cautelar, o afastamento do deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR), que está em Nova Iorque acompanhando a comitiva do prefeito de São Paulo. João Doria (PSDB), de seu mandato.

Segundo o jornal O Estado de S. Paulo, o primo de Aécio Neves também foi preso preventivamente hoje pela PF. Frederico Pacheco de Medeiros, conhecido como Fred, teria sido filmado recebendo R$ 2 milhões a mando do empresário Joesley Batista.

Além dele, Menderson Souza Lima, assessor do senador Zezé Perrella (PMDB-MG), foi detido. Ele também é citado na delação.

AÉCIO, O RAIVOSO, NÃO É MAIS SENADOR. FACHIN ACEITA PEDIDO DE JANOT E AFASTA O GANGSTER

O senado caiu para Aécio Never.

O líder do golpe que derrubou Dilma Rousseff eleita com 54501.118 votos foi afastado do cargo pelo ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Edson Fachin.

O procurador Geral da República Rodrigo Janot fez o pedido e Fachin aquiesceu. Aécio está fora do Senado da República e a Polícia Federal já está no seu encalço.

O mineirinho, Aécio foi gravado pelo empresário Joesley Batista, da JBS, pedindo R$ 2 milhões em propina, primeiro para custear defesa na Lava Jato.

Sem imunidade e foro privilegiado, Aécio pode ter destino semelhante ao do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha e ter seu caso remetido para o juiz Sérgio Moro, em Curitiba. Com isso, a decisão por uma eventual prisão do mineiro estaria nas mãos de Moro.

AÉCIO TRAMOU O GOLPE DE DILMA E SUGERE MATAR O RECEBEDOR DA PROPINA ANTES DA DELAÇÃO. COMO MINEIRINHO TRATA SEUS ADVERSÁRIOS EM MINAS? O QUE ACONTECEU COM TEORI?

Marcos Oliveira/Agência Senado: <p>aecio neves</p>

Quando Aécio, mineirinho enfrentou Dilma no primeiro e segundo turno das eleições de 2014 percebíamos uma pessoa agressiva, violenta, raivosa. Aécio demonstrava ter ódio de Dilma e dele mesmo, é claro, o que se confirmou com a trama e derrubada da presidente que o derrotou ganhando o pleito  com 54.501.118 votos.

Aécio, Michel Temer e Eduardo Cunha com apoio norte americano, de empresários, emissoras de televisão, jornais e revistas, rádios e do judiciários derrubaram Dilma.

Falso moralistas incriminando uma presidente digna, honesta e proba. Mas o discurso de todos, deputados e senadores que se diziam éticos, filhos e filhas de pais honrados estão caindo um por um. Eduardo Cunha está preso. Aécio e Temer amanhã poderão ser hóspedes da Papuda. O crime que os dois cometeram o colocam como criminosos perigosos e só cerceando a liberdade de ambos a sociedade fica livre do perigo que os dois representam.

Para confirmar o que falamos acima do perigo que é Aécio quando pede R$ 2 milhões e sugere matar o recebedor da propina antes que haja uma delação é gravíssimo. “Tem que ser um que a gente mate antes de fazer delação”, disse mineirinho; na sequência do diálogo, Aécio fala “Vai ser o Fred, com um cara seu [Joesley]. Vamos combinar o Fred com um cara seu porque ele sai de lá e vai no cara. E você vai me dar uma ajuda do caralho”; Fred, a quem Aécio se refere, é Frederico Pacheco de Medeiros, primo do senador e ex-diretor da Cemig, que acabou recebendo o dinheiro, em uma cena filmada pela Polícia Federal.

Da maneira como Aécio se comporta na gravação feita cabe algumas interrogações: Como mineirinho tratava seus adversários políticos em Minas? Existem ou existiram presos políticos em Minas a mando do senador? Há suspeitas de mortes e/ou suicídio por questões políticas em Minas? Qual o resultado da perícia do avião que caiu em Parati e matou o ministro Teori Zawascki? O que diz o filho de Teori Zawascki diante dessa situação?

As indagações acima são questionamentos e não acusações. Mas que o povo deve acompanhar, saber, questionar nestes tempos de golpe contra nossa democracia isso deve ser feito.

 

NINGUÉM SEGURA MAIS O DUBLÊ DE PRESIDENTE

Para a Rede Globo de Televisão golpista ter divulgado a queda de Temer deve ter motivos que nas próxima horas hão de aflorar. Mas, todos os defensores do golpe sentiram o nocaute e estão na lona. O primeiro, Senador Ronaldo Caiado (DEM-GO) declarou: “Diante da gravidade do quadro e com a responsabilidade de não deixarmos o Brasil mergulhar no imponderável, só nos resta a renúncia do presidente Michel Temer e a mudança na Constituição. É preciso aprovar a antecipação das eleições presidencial e do Congresso Nacional”. Na página do nazifascista MBL está “Renuncia Temer”. Os calunistas Merval Pereira, Noblat se juntam aos verdadeiros democratas e declaram que Temer já era. Acabou a República dos Golpistas que ia estancar essa “porra”, né Caju?

TCHAU GOLPISTAS: O DESGOVERNO DE VOCÊS ACABOU

Resultado de imagem para imagens da votação do impeachment da Dilma na Camara dos Deputados

Nestes dias que marcam a derrubada da presidente Dilma Vanna Rousseff da presidência da República eleita democraticamente com 54.501.118 votos; que nosso país é alijado de um importante encontro na China onde era protagonista do BRICS, nosso país sofre, hoje, um prejuízo imensurável nas bolsas de valores de Nova York e do Japão com 7 grandes empresas tendo prejuízos que serão sentidos e difíceis de recuperação a curto prazo de tempo. Isto tudo, porque estes golpistas, ilegítimos que depuseram Dilma num golpe jurídico, parlamentar, midiático, norte americano acusando-a de improbidade quando a ex-presa política, torturada não tinha cometido nenhum crime, hoje vem à tona, uma delação que a Lava Jato nunca tinha feito. Temer e Aécio, o mineirinho foram pegos com as mãos  na “babita” mano. Por trás a JBS. A Friboi. Joesley Batista e seu irmão Wesley foram ao STF fazer uma denúncia explosiva ao ministro Luiz Edson Fachin, relator da Lava Jato; Relataram que eles têm gravações de Michel Temer dando aval para a compra do silêncio de Eduardo Cunha, ex-presidente da Câmara e deputado cassado, preso em Curitiba. O dinheiro, para manter calados, na prisão, o ex-deputado Eduardo Cunha e o operador Lúcio Funaro foi feita em  gravação, em março, onde o empresário diz a Michel Temer que estava dando uma mesada de  R$ 500.000,00 semanais durante vinte anos que seria para manter calados  Cunha e  Funaro; “Tem que manter isso, viu?”, está na gravação Temer determinando.  Afinal era preciso destruir o Brasil. Para mineirinho só 2 milhões para pagamento de custas na Lava Jato que depois descobre-se que atenderá o helicoca.

ALIADOS ACONSELHAM TEMER A RENUNCIAR. VOTAÇÕES DE REFORMAS SERÃO SUSPENSAS. TEXTO DA SÁBIA JORNALISTA HYLDA CAVALCANTE, PARA A RBA

Noite longa

Capital federal vive noite de manifestações e reuniões. Situação do presidente é considerada “gravíssima”. Ambiente de desânimo domina o governo

brasilia2.jpg

Brasília – A divulgação da notícia de gravações de conversas nas quais o presidente Michel Temer discute com o empresário Joesley Batista o pagamento de propina para compra do silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), na noite desta quarta-feira (17), tumultua a capital do país, que vive uma noite de movimentação. A Esplanada dos Ministérios e a praça em frente ao Palácio do Planalto recebem pessoas que chegam a todo momento portando bandeiras do Brasil, aos gritos de “Fora, Temer!” e pedidos de renúncia do presidente. Embora várias reuniões ainda não tenham terminado duas situações são dadas como certas. Primeiro, que a agenda de votação das reformas será suspensa. A segunda, confirmada nos bastidores por políticos do governo, é que caso não consiga reverter o quadro rapidamente, o presidente renuncie ao cargo.

“O Congresso não pode ficar calado. Estamos num ambiente de fim, um sentimento de que o governo acabou. A solução tem que ser ou a renúncia, ou um impeachment ou diretas já”, disse o líder da oposição na Câmara, deputado José Guimarães (PT-CE). O pedido de impeachment de Temer foi protocolado pouco tempo depois da divulgação da gravação pelo deputado Alessandro Molon (Rede-RJ), na Câmara, enquanto a Procuradoria-Geral da República (PGR) confirmou o teor da gravação, que foi feita pelo dono da empresa JBS, Wesley Batista, e apresentada em delação premiada.

No Supremo Tribunal Federal (STF) ainda há informações de que há magistrados reunidos para discutir o caso, mas um pronunciamento oficial da suprema corte ou de algum dos ministros só será feito nesta quinta-feira (18), segundo informações da secretaria de Comunicação.

Já em relação a Temer, por volta das 21h30 o Palácio do Planalto divulgou nota oficial afirmando que o presidente “jamais solicitou” pagamentos para obter o silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha. O documento destaca, ainda, que Temer “não participou nem autorizou qualquer movimento com o objetivo de evitar delação ou colaboração com a Justiça pelo ex-parlamentar”. Apesar das declarações, o presidente confirma, neste comunicado, que recebeu, sim, Joesley Batista em março passado, no Palácio do Jaburu.

Michel Temer permaneceu dentro do Palácio do Planalto reunido com vários ministros da sua equipe, líderes da base aliada, deputados e senadores e até alguns governadores para discutir a melhor saída da crise política até por volta das 22h30. Ele saiu para o Palácio do Jaburu, onde reside, e continua a reunião lá, ao lado de políticos mais próximos.

‘Tudo perdido’

Entre os deputados e senadores de todos os partidos, o ambiente é de nervosismo. Todos, quando abordados por jornalistas e questionados – seja em reservado ou publicamente – classificam a situação como “gravíssima”.

O líder do governo no Congresso, senador Romero Jucá (PMDB-RR), chegou a pedir aos repórteres que evitem precipitações neste momento e evitou falar em adiamentos na votação das reformas, mas não conseguiu convencer.

As contas feitas por parlamentares da oposição e da base do governo são de que, no caso da reforma da Previdência, o Planalto contava, na manhã de hoje, com 225 votos favoráveis e 123 indecisos. Com a presença de governadores e prefeitos, que vieram a Brasília para participar de um seminário e acompanhar a votação da proposta que refinancia dívidas dos estados, a intenção do governo era conseguir o convencimento de mais 123 parlamentares – de modo a garantir os votos que faltam. Com a notícia da gravação, as articulações neste sentido foram interrompidas. “Está tudo perdido. Não há como falar em votação nenhuma neste momento”, disse um senador peemedebista.

Impeachment, Diretas ou STF?

No Congresso, parlamentares da oposição discutem a posição a ser adotada daqui por diante no sentido de pressionar pela saída de Temer. Lindbergh Farias (PT-RJ) defende pressão para acolhimento, o quanto antes, pelo presidente da Câmara ou do Senado, do pedido de impeachment. Mas um outro movimento dos oposicionistas trabalha para que a Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) da Câmara, vote com urgência a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 227/16 que trata de eleições diretas para a Presidência da República.

No final da noite, outra possibilidade discutida foi de o tema ser decidido pelo Judiciário, por meio de um pedido a ser feito junto ao STF para abertura de processo contra Michel Temer por obstrução de Justiça. Caso o colegiado da mais alta corte do país decida pela abertura do processo, o presidente terá de deixar o cargo.

O QUE ACONTECE SE MICHEL TEMER CAIR?

Se Temer cair, a ministra do STF Cármen Lúcia é a grande aposta como sucessora - Créditos: Marcelo Camargo / Agência Brasil

Matéria da jornalista Camila Rodrigues da Silva, para o site Brasil de Fato.

A delação premiada de Joesley Batista e o seu irmão Wesley, donos da JBS, publicada nesta quarta-feira (17) no jornal O Globo, colocou no horizonte uma grande possibilidade de impeachment ou renúncia do presidente golpista Michel Temer (PMDB).

Em uma das gravações divulgadas, Temer ouviu de Joesley que o empresário que estava dando ao ex-deputado Eduardo Cunha e ao operador Lúcio Funaro uma mesada na prisão para ficarem calados. Diante da informação, Temer incentivou: “Tem que manter isso, viu?”.

Os deputados federais Paulo Teixeira (PT-SP) e Alessandro Molon (Rede-RJ) foram os primeiros a entrarem com pedidos de impeachment de Temer logo após a denúncia. Um dos textos protocolados diz que “diante da gravidade dos fatos, é imprescindível a instalação de processo de impeachment para apurar o envolvimento direto do Presidente da República para calar uma testemunha”.

Se um dos pedidos for aceito, ocorrerá uma tramitação em dois turnos na Câmara e no Senado, como ocorreu com a ex-presidenta eleita Dilma Rousseff (PT).

Mas e quem assume se Temer cair?

Linha sucessória 

Segundo a Constituição, se o vice-presidente for deposto, quem o substitui é o presidente da Câmara; em seguida, o do Senado; e, por fim, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF).

O problema é que o atual presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), tornou-se alvo de inquérito aberto pelo ministro do STF Edson Fachin, após a chamada “delação do fim do mundo”, feita por executivos da empreiteira Odebrecht no âmbito da operação Lava Jato. Segundo despacho do ministro, Maia pediu R$ 350 mil para financiamento de campanha. Ou seja, há um risco iminente de ele se tornar réu, o que o impediria de assumir o cargo. 

Caso similar ocorre com o atual presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), que assumiu nesta posição em 1 de fevereiro e que é citado em três delações da operação Lava Jato.

Segundo o advogado e membro da Consulta Popular Ricardo Gebrim, se isso ocorrer, o Supremo pode impedi-los de fazer parte da linha sucessória, assim como fez com o ex-presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), no último 7 de dezembro.

Após denúncia do partido Rede, baseada em jurisprudência do afastamento do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ), a maioria dos ministros do STF decidiu a favor de manter Renan na presidência do Senado, com a ressalva de que ele fique impedido de substituir Michel Temer. 

Assim, a mais provável sucessora ao cargo máximo da República seria Cármen Lúcia, presidenta do Supremo. Ela assumiria interinamente e convocaria eleições indiretas no prazo de 30 dias. Ou seja, quem escolheria o substituto de Temer seria o Congresso Nacional, conforme previsto no artigo 81 da Constituição para casos em que o presidente ou o vice saem do cargo após dois anos de mandato.

Eleições indiretas ou diretas?

Nas eleições indiretas, qualquer partido pode apresentar seu candidato dentro do prazo legal estabelecido, e quem votaria seriam deputados federais e senadores. No entanto, a oposição do Congresso Nacional, composta por parlamentares do PT, do PC do B, do PSOL, do PDT e do PSB, está com uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que propõe eleições diretas imediatamente.

O problema é que a tramitação de uma PEC é feita em dois turnos em cada uma das Casas do Congresso Nacional. “Isso teria que ser feito em regime de urgência, os parlamentares não teriam recesso em julho e precisariam paralisar a votação da reforma da Previdência”, explica Gebrim.

Cientes das dificuldades, os movimentos populares apostam no crescimento da pauta das “Diretas Já”. “Nós, da Frente Brasil Popular e da Frente Povo Sem Medo, defendemos que se mude a Constituição em caráter de urgência e que não aconteçam eleições indiretas”, afirma Raimundo Bonfim, coordenador geral da Central de Movimentos Populares (CMP).

“Nossa manifestação do dia 24 de maio e a bandeira de ‘Diretas Já’ agora ganha maior relevância”, observa o advogado popular.

Desconfiança

Para Gebrim, a delação desta quarta faz parte de um roteiro suspeito. Ele lembra que Cármen Lúcia se reuniu a portas fechadas, no último dia 9, com um grupo de 13 empresários, três deles são membros do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social, o chamado Conselhão, formado em novembro do ano passado por Temer. São empresários pertencentes a setores variados da economia, como bancos, telecomunicações, hotéis, companhias aéreas, incorporação imobiliária, papel e celulose.

“Essa gravação provavelmente já era de conhecimento da Cármen Lúcia quando ela se reuniu com o PIB brasileiro na semana passada”, indicou.

A professora de Direito Carol Proner, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), também desconfia do apoio da Rede Globo às denúncias e alerta:

“A denúncia contra Michel Temer é contundente e, num país sério, é significativa para a derrubada do governo, sim. Porém, da forma como está sendo transmitida e comemorada, unindo a Rede Globo de televisão, o STF, a PGE [Procuradoria Geral do Estado] (…); considerando que o Supremo Tribunal Federal recém organizou uma reunião com empresários para pensar o país, sendo muitos dos empresários formuladores do golpe de 64 além do de 2016, é algo que exige cautela”.

Para ela, os movimentos têm que tomar as ruas, mas “a transição para o Estado Democrático de Direito deve ser feita pelos legítimos prejudicados, que são os trabalhadores e os movimentos sociais. E não por um novo golpe. A população está atenta, está com muita cautela, porque não permitiremos que novamente sejam usurpados os direitos constitucionais por aqueles que pretendem a reforma da Previdência, a reforma trabalhista e o retrocesso de mais de um século das garantias e dos direitos no Brasil”.

Segundo o jornal Valor Econômico, “o propósito da ministra, informou uma fonte, era ouvir dos empresários e executivos sugestões de temas que estão paralisados no STF ou que tenham interpretações diferentes das instâncias judiciais, com possibilidade de serem desbloqueados por decisão da Suprema Corte”.

Da área do Conselhão, participaram Chieko Aoki, presidente da rede Blue Tree Hotels; Luiza Trajano, dona da rede Magazine Luiza; e Pedro Wongtschowski, presidente do Instituo de Estudos para Desenvolvimento Industrial (Iedi). Os demais participantes foram Betania Tanure, consultora da BTA; Candido Bracher, presidente do Itaú Unibanco; Carlos Schroder, diretor-geral da Rede Globo; Décio da Silva, presidente do conselho da WEG; Flavio Rocha, dono das lojas Riachuelo; Jefferson de Paula, CEO da ArcelorMittal Aços Longos; Paulo Kakinoff, presidente da Gol; Rubens Menin, fundador e presidente do conselho de administração da MRV Engenharia; Walter Schalka, presidente da Suzano Papel e Celulose; e Wilson Ferreira, presidente da Eletrobras.

Edição: Vivian Fernandes.


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.245.445 hits

Páginas

Arquivos