Arquivo para 16 de dezembro de 2017

EUGÊNIO ARAGÃO: POR QUE A MÍDIA DE DIREITA ATACA GILMAR MENDES

Por Eugênio Aragão*

Notícia de jornal e de hebdomadários é que nem jabuti em árvore. Não chega sozinho lá. Alguém ali o coloca. Para entender noticiário é preciso conhecer a história por detrás dele. Há sempre uma razão para ter este ou aquele título, este ou aquele lead, esta ou aquela abordagem. Há uma intenção latente em cada palavra, em cada frase, em cada parágrafo. O comunicador profissional é um formador de opinião e usa de toda a técnica para atrair o leitor para seu conceito da realidade.

O problema é que o leitor comum é desavisado, distraído. Toma a notícia por seu valor de face e, assim, não é difícil engambelá-lo. Engole qualquer coisa pelo argumento de autoridade: “se foi a Veja que disse, então é verdade”.

Pois bem. A tal revista Veja, do esgoto do jornalismo tupiniquim, que ajudou a desgastar o governo Lula, que trabalhou intensamente com Demóstenes Torres, Carlinhos Cachoeira para lançar estrume no PT e com quem o Ministro Gilmar Mendes sempre pôde contar politicamente, resolveu atacá-lo, na contramão de sua linha editorial. Acusa-o de fazer negócios com o grupo JBS, através do IDP, faculdade de que é sócio. Foi seguida pela menor IstoÉ, apelidada no mercado editorial de QuantoÉ, que, nesta semana apôs a foto do magistrado em sua capa, para denunciar suposto escândalo que envolveria a venda de uma faculdade ao governo estadual, em Diamantino, sua cidade natal,  em Mato Grosso. Onde Veja vai, IstoÉ costuma ir atrás.

LULA: ‘A SOLUÇÃO É GERAR EMPREGO E COLOCAR O POBRE NA ECONOMIA’

LUTA POLÍTICA
Em discurso em ato contra os desmontes da educação em Piracicaba, ex-presidente criticou a austeridade na economia e a reforma da Previdência, e defendeu a reforma agrária: ‘Eu quero é dar terra para o povo para acabar com a fome’
por Gabriel Valery, da RBA.
 
RICARDO STUCKERT
lula em piracicaba.jpg

Lula disse que a Previdência não é deficitária e que a reforma dificulta o acesso da população à aposentadoria

São Paulo – “Eles abriram minha casa, meu instituto, com máquinas fotográficas e não acharam nada. Essa gente está acostumada com político que tem medo, que a cada denuncia enfiam o rabo entre as pernas. Mas eu quero que eles saibam que eu perdi o respeito por eles, pela quantidade de mentiras”, disse o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em ato pela educação em Piracicaba, interior de São Paulo nesta sexta-feira (15).

Lula discursou após nomes como os ex-ministros da pasta Fernando Haddad e Renato Janine Ribeiro. Além do discurso costumeiro em defesa da Educação como prioridade para o desenvolvimento nacional soberano, Lula falou indiretamente sobre as acusações que caem sobre ele no âmbito da Operação Lava Jato. Em janeiro, Lula será julgado em segunda instância pelo Tribunal Regional Federal da quarta região (TRF-4), em Porto Alegre, após ter sido condenado no caso do tríplex do Guarujá pelo juiz Sergio Moro, em primeira instância.

“Nasci pobre e fui criado por uma mãe analfabeta que me ensinou a ter caráter. E caráter não se compra, a gente tem. Não vou assistir quieto eles destruírem o que construí ao longo dos meus 72 anos (…) Vocês se preparem para enfrentar essa batalha”, disse.

Lula enfatizou em seu discurso a questão da soberania nacional que, de acordo com ele, vem sofrendo baixas com a gestão de Michel Temer (PMDB). “Esse país tem que ser soberano, tem que ser importante. Veja a desfaçatez deste povo do FMI, do Banco Mundial. Passaram pela crise do subprime, pela quebra do Lehmann Brothers”, afirmou, em referência ao crash do mercado de capitais fictícios em 2008. 

“Durante toda a crise, fui consultado no G20”, disse sobre a reunião das 20 maiores potências econômicas promovida pela ONU. “Nem o FMI nem ninguém deu palpite sobre a crise comigo. Ao contrário, pediram dinheiro emprestado. Agora, quando a crise é aqui, já vieram dar palpite. Dizem que temos que cortar, que estamos gastando demais. Que programa social é gastar demais. Que colocar pobre na universidade é gastar demais. Quero que eles saibam que a solução é gerar emprego e colocar o pobre na economia”, disse.

Lula ainda criticou o argumento do governo de que existe um déficit na Previdência que faz necessário uma reforma que dificulta o acesso da população à aposentadoria. “Eles atacam a Previdência, mas quero que saibam que no meu governo o salário subiu todo ano acima da inflação. O salário mínimo aumentou 74% e a Previdência nunca foi deficitária”, disse.

O governo Temer passa por dificuldades em colocar o tema em pauta para votação. Mesmo com ampla base, a matéria é alvo de críticas, incluindo de uma CPI, que questiona o argumento do déficit. Diante de tal cenário, a base do governo postergou a votação da reforma para o ano que vem. “Deficitária é essa gente, de inteligência”, criticou Lula.

O ex-presidente ainda criticou o argumento dos que defendem a propriedade privada de forma radical, como o pré candidato Jair Bolsonaro. “Alguns querem distribuir fuzis. Dizem que o MST é terrorista. Essa é a diferença entre nós e eles. Eu quero é dar terra para o povo para acabar com a fome”, disse.

Por fim, Lula passou uma mensagem de esperança para o público. “Não façam cartazes que não serei preso. Façam cartazes sobre como era o país quando eu era presidente. De como as pessoas em Piracicaba passaram a comer peito de frango em vez de pescoço. As pessoas deixaram de comer acém para comer picanha”, disse.

TIJOLAÇO: DURAN, QUE MORO NÃO OUVE, DIZ QUE SISTEMA DE PROVAS DA ODEBRECHT FOI ADULTERADO

LAVA JATO

Segundo o advogado, a maioria das “provas” oferecidas pela Odebrecht em seu acordo de delação premiada foi fraudada antes e depois de bloqueio pelas autoridades da Suíça, em março de 2016
por Fernando Brito, do Tijolaço.
 
                                                                        REPRODUÇÃO

tacla duran e defesa.jpg

Duran em videoconferência com advogados de defesa se dispôs a depor ainda que Moro venha se recusando a ouvi-lo

Tijolaço – Na presença de um notário público, para atestar judicialmente a veracidade das declarações, o advogado Rodrigo Tacla Duran, prestou o depoimento que, por três vezes, o juiz Sergio Moro recusou-se a ouvir.

E o que Duran diz é mais estarrecedor do que tudo o que Duran já havia dito na única oportunidade que teve de falar sobre sua experiência como advogado da Odebrecht.

Ele relata que o famoso “Sistema Drousys”, de onde vêm a maioria das “provas” oferecidas pela Odebrecht em seu acordo de delação premiada foi fraudado antes e depois de ser bloqueado pelas autoridades da Suíça, em março de 2016, com a emissão de documentos posteriores a esta data.

Duran revela que tem um laudo pericial que o prova, não apresentado na CPI, porque ainda não estava pronto, na ocasião.

Diz, ainda, que ao menos um dos argumentos invocados por Moro para recusar a sua oitiva – o endereço incerto – é mentiroso, porque a “Força Tarefa” da Lava Jato solicitou uma oitiva à Espanha, onde Duran vive e que negou sua extradição para o dia 4 passado. Duran compareceu, mas os membros do MP brasileiro, não.

Duran se dispôs a depor ainda que Moro venha se recusando a ouvi-lo, embora outros países, como os Estados Unidos e Suíça e Equador o tenham aceito como testemunha.

No Brasil, porém, a verdade está banida.

Assista o “depoimento” que Moro acha que “não vem ao caso”: 

EMIR SADER: LULA, A DEMOCRACIA E O BRASIL: DESTINOS INDISSOLUVELMENTE LIGADOS

Ricardo Stuckert

Quem não compreender que o destino do Lula está indissoluvelmente vinculado ao destino da democracia e do próprio país, não entende nada do que ocorre hoje no Brasil. Lula é a ameaça, para a direita, da retomada da democracia, da reconquista de um projeto para o país, e é a esperança, para o povo dessa mesma retomada.

Lula representa o projeto mais virtuoso que o Brasil conheceu, combinando desenvolvimento econômico, expansão do mercado interno e distribuição de renda. Sua popularidade é o único aríete com que conta hoje a esquerda para romper o isolamento a que foi submetida.

O destino da democracia no Brasil depende do destino do Lula: de ele ser candidato, vencer e voltar a ser presidente do país. É somente com essa força que será possível conter e reverter a brutal ofensiva da direita, que desmonta todos os avanços logrados nos governos do PT.

A direita sabe disso e por isso concentra toda sua força em atacar e tentar tirar o Lula da campanha. É um dos itens fundamentais que ainda une a direita: o pacote conservador e os ataques a Lula.

Desse enfrentamento depende o futuro, democrático ou não, do Brasil. E depende o próprio Brasil: ou seguirá sendo desmontado como país, como nação, como sociedade, ou retomará o caminho da reunificação nacional, da reconstrução das estruturas de convivência política de todas as forças, no marco das disputas políticas, dos debates públicos, das grandes mobilizações populares, que caracterizam a democracia.

O nome do Lula representa assim, hoje, a via de restauração da democracia, de resgate do Brasil como país. O caminho a esperança.

Ao se dar conta que havia perdido o timing para destruir o Lula, e como resposta ao sucesso de mais uma caravana, a direita reagiu apressando o julgamento em segunda instância. Se dá que quanto mais passe o tempo, mais Lula se fortalece, mas ela fica descolocada para condená-lo, mais se amplia o clima de resignação e aceitação de que Lula será candidato.

Mas, uma vez mais, a direita pode estar dando um mal passo. Porque produz mais um momento de grandes mobilizações na defesa do Lula. Porque acelera o movimento de simpatias com o Lula. Porque tenta o tudo ou nada, em condições de que a peleja jurídica ainda tem muitos outros capítulos pela frente. Esgotam esse primeiro processo em condições que não lhe são favoráveis.

A eventual confirmação da condenação do Lula vai acelerar o processo de projetá-lo definitivamente no centro das atenções e da vida política brasileira. Todos se manifestam e se manifestarão sobre o Lula. Deve haver um janeiro de intensos atos e mobilizações, que desembocarão no dia 24 em Porto Alegre, que voltará a ser o centro das grandes mobilizações nacionais e internacionais, esta vez a favor do Lula.

DCM: AS AVENTURAS DE UM “BUNDA SUJA”: PARA GEISEL, BOLSONARO ERA “FORA DO NORMAL” E UM “MAU MILITAR”. POR KIKO NOGUEIRA

Por Kiko Nogueira

 
“Mau militar”, segundo Geisel

Roberto Simon, diretor para a América Latina da FTI Consulting, em Nova York, empresa de consultoria empresarial global, postou em suas redes sociais trechos de um depoimento de Ernesto Geisel, o quarto general da ditadura.

As conversas com Geisel foram compiladas pela Fundação Getúlio Vargas e viraram um livro fundamental para entender aquele período. 

As entrevistas foram concedidas à cientista política Maria Celina d’Araújo e ao antropólogo Celso Castro entre julho de 1993 e abril de 1994. A obra foi lançada em 1997, um ano depois da morte de Geisel.

Ele governou o Brasil de 1974 a 1979. Às páginas 112 e 113 (o catatau tem 494 no total), Geisel fala de Jair Bolsonaro, à época um deputado que já chamava a atenção pela indigência mental.

O contexto são as “vivandeiras” do regime militar. Geisel se queixava de que “há muitos dizendo: ‘Temos que dar um golpe!” E emenda: “Não é só o Bolsonaro, não!”.

Em seguida: “Presentemente, o que há de militares no Congresso? Não contemos o Bolsonaro, porque o Bolsonaro é completamente fora do normal, inclusive um mau militar“.

Eduardo Reina escreveu no DCM sobre a expulsão de Bolsonaro da Escola de Oficiais após um plano terrorista.

Jair vive de uma mistificação de uma época brutal sob qualquer aspecto e de uma posição auto outorgada de herdeiro daqueles déspotas.

Na verdade, o “capitão” era considerado um “bunda suja”, o termo empregado pelos militares de alta patente — como Geisel — para designar aqueles que não galgaram posições na carreira. A história se repete como farsa.

 


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.241.958 hits

Páginas

dezembro 2017
D S T Q Q S S
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Arquivos