Arquivo para 20 de dezembro de 2017

REQUIÃO: BRASIL PÓS-GOLPE DÁ ‘ASILO’ A PROJETO ECONÔMICO FRACASSADO NO MUNDO

ENTREVISTAS
Durante participação em programa da TVT, senador apontou abusos da Lava Jato e defendeu a candidatura de Lula. “É o único candidato capaz de interromper a liquidação do Estado social”
por Redação RBA.
 
REPRODUÇÃO/YOUTUBE

Roberto_Requião

Para Requião, liberalismo econômico fracassou na Europa e está tendo “asilo” no Brasil governado por Temer

São Paulo – Opiniões afiadas e argumentos elaborados marcaram a passagem do senador Roberto Requião (PMDB-PR) como o entrevistado desta semana do programa EntreVistas, da TVT. Durante quase uma hora, o ex-prefeito de Curitiba e ex-governador do Paraná abordou criticamente alguns temas importantes e polêmicos da atualidade do país: avanços e abusos da Operação Lava Jato, perseguição política ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, desmonte do Estado social, ataque à soberania nacional, domínio do liberalismo econômico e influência dos Estados Unidos no Brasil, entre outros temas.

Requião iniciou a conversa afirmando ser “claro” que o ex-presidente Lula está sendo vítima de abusos de autoridade por parte do Judiciário e do Ministério Público desde a polêmica condução coercitiva, determinada pelo juiz Sergio Moro, em março de 2016. Como exemplo, citou a diferença da investigação “dura” a respeito dos “pedalinhos da Dona Marisa” e do apartamento no Guarujá, em contraposição ao silêncio diante da “entrega do pré-sal” e do projeto de lei que exime as petroleiras estrangeiras de pagar impostos até 2040.

“Só na comparação, na questão do equilíbrio destes dois processos, e tudo sem nenhuma preocupação do Ministério Público, do Judiciário e suas associações. Então, há um biombo colocado em cima desse processo para tirar o Lula da disputa eleitoral”, afirmou o senador. Para ele, o ex-presidente petista é o único candidato, dentro de um processo democrático, capaz de interromper a liquidação do Estado social e a liberalização sem regulações da economia, que fracassou na Europa e agora avança no Brasil.

“É um projeto neoliberal moribundo que pede asilo no Brasil, e encontra asilo por parte de um grupo de políticos envolvidos profundamente em processos de corrupção e que, para defenderem sua liberdade, estão entregando o país. É o liberalismo acabando com o Estado social brasileiro”, analisou Requião, ressalvando ser legítimo haver investigação tanto sobre Lula como qualquer outra pessoa.

Judiciário politizado

Lembrando conhecer Moro há bastante tempo, o senador disse que o juiz foi tomado por um ódio pessoal contra Lula, somado a um “amor desmedido” pelos Estados Unidos, combinado com a “captura pela vaidade”. “À medida que ele toma determinadas atitudes, ele é gratificado pela mídia, pelo poder econômico e, notadamente, pelos Estados Unidos.”

Requião vê o Judiciário, o Ministério Público e até mesmo a Polícia Federal, “cooptados ideologicamente” pelo capital financeiro nacional e internacional. Como exemplo, o senador citou a grande quantidade de cursos em universidades americanas e fundações alemãs realizados por membros destas instituições. “A ‘cabeça foi feita’ e passou a ser instrumento do sucesso a adesão às ideias liberais”, destaca.

Sem meias palavras, Roberto Requião define o procurador e coordenador da Lava Jato, Deltan Dallagnol, como um “religioso batista fanatizado” e “ideologicamente fanatizado”. “Como é possível que aqueles que enxergam tanto, não enxerguem que o Estado social está sendo destruído?”, questionou. Segundo o senador, os membros da Lava Jato fazem sucesso por não estarem conectados aos problemas do país. “Eles estão tão desligados dos problemas do Brasil e da vida cotidiana do povo quanto os ricos”, afirmou.

Durante a entrevista, o ex-governador paranaense disse haver, na Lava Jato, a predominância de uma narrativa que pretende transformar todo político nacionalista e progressista em bandido – destacando, entretanto, que sua opinião não exime a existência de políticos progressistas envolvidos em “ilícitos”, mas que a operação estabeleceu um alvo, ao mesmo tempo em que dava “cobertura ao processo de desnacionalização do país, o fim do Estado social”.

Capital financeiro

Ao analisar o avanço do liberalismo econômico no Brasil e no mundo, Requião define tal processo ancorado em um tripé: precarização do Estado, com a supervalorização do capital financeiro por meio do poder dos bancos centrais; precarização do Parlamento, com o financiamento privado de campanhas; e precarização do trabalho e fim da Previdência Social pública.

“O Estado vira um ‘gendarme’, um Estado policial para reprimir a insatisfação de populações oprimidas”, explicou. “O mundo está precisando de uma mudança, e a mudança não é essa da adoção do liberalismo econômico que fracassou na Europa de forma absoluta.”

Com participação do cientista político Pedro Fassoni, da vice-presidenta da União Nacional dos Estudantes (UNE) Jessy Dayane, e do comentarista político José Lopez Feijóo, o senador Requião ainda abordou a crise nas universidades públicas, as “reformas” da Previdência e a trabalhista e a democratização da mídia, além de defender um referendo revogatório para a população decidir o futuro do país.

Assista à primeira parte do programa:

registrado em:        

PAPO COM ZÉ TRAJANO

VIOMUNDO: AO RECORRER DE DECISÃO, DEFESA DE LULA DIZ QUE POWERPOINT DE DALLAGNOL FOI COPIADA DE CASO NOS ESTADOS UNIDOS, ONDE CAUSOU ANULAÇÃO DO PROCESSO

Da Redação

O juiz de Direito Carlo Mazza Britto Melfi, da 5ª vara Cível de São Bernardo do Campo, julgou improcedente o pedido de indenização por danos morais do ex-presidente Lula contra o procurador da República Deltan Dallagnol.

A defesa decidiu recorrer.

“Recorreremos da sentença demonstrando que a exibição de um Powerpoint em rede nacional e internacional conferindo tratamento de culpado ao ex-Presidente Lula no momento do oferecimento da denúncia é incompatível com a garantia da presunção de inocência e outras garantias previstas na Constituição Federal e nos tratados internacionais que o Brasil assinou e se obrigou a cumprir”, escreveu o advogado Cristiano Martins Zanin.

Acrescentou: “Nenhum motivo pode existir para a realização dessa apresentação a não ser inflamar preconceitos e paixões e aniquilar a possibilidade de Lula ter um julgamento justo e imparcial”.

Nas páginas 28, 29 e 30 do documento que divulgou, a defesa de Lula acusa Dallagnol de ter copiado a ideia do powerpoint de um processo dos Estados Unidos, que segundo a assessoria do ex-presidente “foi anulado pelo uso indevido da arte”.

Assim como Lula, o réu norte-americano aparecia no centro de várias “flechadas” acusatórias.

No caso, do estado de Washington contra Edward Michael Glasmann, o tribunal concluiu que “nenhum motivo pode existir para a apresentação deste slide a não ser inflamar preconceitos e paixões; ele reduz substancialmente o direito do réu de ter um julgamento justo”, sempre segundo a defesa do ex-presidente.

 

PORTAL FORUM: LULA É ENTREVISTADO POR JORNALISTAS: “EU NÃO VOU PASSAR PARA HISTÓRIA COMO UM INOCENTE CONDENADO”

Da Redação

Ex-presidente afirmou acreditar que será inocentado, porque não foram apresentadas provas que pudessem incriminá-lo. Disse, também, que está tranquilo para o dia 24, mesmo que seja decisivo, mas não o minuto final dessa partida.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva concedeu entrevista nesta quarta-feira (20), no Instituto Lula, a jornalistas da blogosfera progressista e parte da mídia tradicional. A Fórum estava presente e, ao final, o editor Renato Rovai fez uma intervenção ao vivo na página da revista no Facebook, dando uma prévia do que foi a entrevista. Por 2h20, Lula respondeu diversas perguntas sobre os mais variados temas. Começou falando se ele próprio acha que será condenado ou não no dia 24 de janeiro, quando será julgado seu recurso no TRF-4, de Porto Alegre. Lula acredita que será inocentado, porque não foram apresentadas provas que pudessem incriminá-lo. Disse, também, que está tranquilo para o dia 24, mesmo que seja decisivo, mas não o minuto final dessa partida, pois a Justiça ainda prevê recursos, em caso de condenação.

Outra pergunta, dessa vez de cunho econômico, foi sobre como Lula pretende agir, uma vez que o cenário não se mostra tão positivo de quando o ex-presidente assumiu o primeiro mandato. Lula disse: “A gente falava em distribuição de renda e agora a gente vai começar a falar em distribuição de riqueza”, assumindo uma posição mais à esquerda. Também disse que pretende usar as reservas internacionais para incentivar o mercado interno, para irrigar a economia.

Em relação à democratização das comunicações, o ex-presidente revelou que achava que o governo Dilma tocaria essa questão, mas como não aconteceu, ele pretende fazer em 2019. Outro assunto levantado foi como ele pretende trabalhar as alianças, dentro de um processo político dinamitado por denúncias de corrupção, atingindo líderes políticos com quem ele negociava antes. Lula também abordou essa questão, qual o perfil de seu vice, como encarou as críticas de Ciro Gomes e muito mais.

Ouça o áudio completo da entrevista de Lula:

ESTADÃO SE DEPARA COM ‘ÁPICE’ DE APROVAÇÃO DE LULA EM PESQUISA

AVALIAÇÃO

Ex-presidente teve sucessivas elevações em sua popularidade, enquanto os principais adversários no pleito de 2018 registraram queda
por Redação RBA.
 
RICARDO STUCKERT/INSTITUTO LULA
Lula aprovação

Rejeição ao ex-presidente registrou recuo de 14 pontos percentuais: notícia escondida no jornal

São Paulo – O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva atingiu em dezembro o “ápice” de 45% aprovação, com o sexto mês seguido de elevação, na pesquisa Barômetro Político Estadão-Ipsos. A pesquisa não mede intenções de votos, mas apenas as taxas de aprovação e desaprovação dos possíveis candidatos à presidência da República nas eleições de 2018.

levantamento, publicado com discrição nesta quarta-feira (20) pelo Estado de S. Paulo – na penúltima página da editoria de Política, com destaque reduzido na primeira página – também aponta queda na popularidade de nomes como Geraldo Alckmin (PSDB), Marina Silva (Rede) e Jair Bolsonaro (PSC-RJ). No mês passado, o resultado da pesquisa mereceu a manchete principal do jornal, quando o apresentador Luciano Huck registrou elevação da sua aprovação

A rejeição a Lula, de 54%, que ainda supera a taxa de aprovação, recuou 14 pontos percentuais desde junho. Nesse mesmo período, a aprovação saltou de 28% para os atuais 45%. Segundo o diretor do Ipsos, a melhora na percepção da imagem do ex-presidente tem relação com a atual “degradação do emprego” e da “crise da rede de proteção social” do país. 

Alckmin, o virtual candidato tucano ao Planalto, viu a sua aprovação cair de 24% para 19%, em apenas um mês, enquanto a reprovação saltou de 67% para 74%. Bolsonaro também registrou piora na sua imagem, nos últimos dois meses, e ficou com 21% de aprovação contra 62% de desaprovação. Já Marina é aprovada por 28% e reprovada por 62%. 

Apesar de negar a intenção de se candidatar, o juiz Sérgio Moro viu sua aprovação cair de 50%, em novembro, para 40%. Em dezembro, 53% dos entrevistados afirmam desaprovar a atuação do magistrado que condenou Lula na Operação Lava Jato. 

O presidente Michel Temer (PMDB) registrou 97% de desaprovação e apenas 2% de aprovação. Já o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles (PSD), apontado como possível candidato governista, tem 75% de desaprovação, enquanto só 6% o aprovam.

registrado em:             

JUSTIFICANDO: EU DELATO. POR LEONARDO ISAAC YAROCHEWSKY

Eu delato
Foto: Carlos Humberto/SCO/STF

Antes de tudo devo confessar que faço parte de vários grupos que lutam pelo Estado Democrático de Direito. Confesso que à minha maneira lutei contra o golpe parlamentar que usurpou o poder da presidenta democraticamente eleita Dilma Rousseff.

Devo admitir, também, que estou na resistência e no combate ao Estado de Exceção que trata o ex-presidente Lula como “inimigo”, negando-lhe direitos e garantias fundamentais.

Venho à presença de todas e de todos fazer minha delação ou como eles preferem colaboração. Meu acordo não é feito com a Polícia, nem com Procuradores da República e independe de qualquer homologação feita por juízes. Nenhum deles tem competência ou dignidade para tomar minha confissão.

Minha delação é feita tão somente para minha consciência. Ela, também, não é premiada. Não preciso de nenhum prêmio.

A minha delação é espontânea, como deve ser as delações, e comigo em liberdade, como deveria ser.

Ultrapassada as questões preliminares, passo a delatar todas e todos que comigo lutam pelo Estado Constitucional e pela Legalidade Democrática. Lutamos também pelas Prerrogativas das advogadas e dos advogados que desgraçadamente tem sido considerado estorvos para a realização da justiça.

Nossa única arma é a caneta (nos dias atuais, o computador), com ela denunciamos o autoritarismo, as arbitrariedades e o fascismo que se instalou na República. Assim, eu delato, primeiramente, o ex-Ministro da Justiça e advogado José Eduardo Cardozo que, com decência e firmeza, lutou contra o golpe parlamentar.

Delato Cristiano Zanin Martins e Valeska Teixeira Martins, que lutam com denodo e com a espada da justiça para demonstrar a inocência do ex-presidente Lula, sem dúvida a principal vítima do Estado de Exceção. Delato os amigos de Lula, entre eles e por todos, o advogado Roberto Teixeira.

Delato Alberto Toron, advogado que defende com a mesma fidalguia, coragem e competência adversários políticos, mas que o faz em nome da Legalidade Democrática e em nome do sagrado direito de defesa. Já que o assunto é defesa, aproveito para delatar o Presidente do IDDD, Fabio Simantob Tofic, que honra o cargo na defesa do direito de defesa.

Devo delatar e entregar as professoras Gisele Cittadino e Carol Proner, guerreiras incansáveis na luta pelo restabelecimento do Estado democrático de direito. Elas juntamente como Gisele Ricobom e João Ricardo Dornelles organizaram o livro “Comentários a uma sentença anunciada: o processo Lula”, livro que contou com mais de uma centena de artigos em defesa de Lula e do Estado democrático de direito.

Devo dizer que Lênio Streck é, antes de tudo, um grande defensor da Constituição da República. O jurista de Pindorama por meio de sua imperdível coluna influencia inúmeras pessoas a defenderem o Estado Constitucional.

Não posso deixar de apontar o dedo para Marco Aurélio Carvalho. Ele é um dos principais articuladores do grupo que defende as Prerrogativas. É um líder.

De igual modo, entrego o advogado Carlos de Almeida Castro, conhecido como Kakay, que com seu carisma e irreverência tem percorrido o Brasil denunciando as violações de direitos e garantias fundamentais.

Com seus artigos e vídeos Gabriela Shizue Soares de Araujo é uma grande ameaça ao Estado de Exceção.

Alguns deveriam ter suas obras queimadas por denunciarem o autoritarismo e o fascismo. É o caso da obra de Rubens Casara, “Estado Pós-Democrático“.

Confesso, também, que escrevi um livro em homenagem a Presidenta Dilma – “Tchau, querida democracia” e outro em que denuncio vários abusos perpetrados pela famigerada Operação Lava Jato e contra o ex-Presidente Lula– “República de Curitiba, Por Que LULA?”. Em ambos os livros ataco o fascismo e a justiça de exceção que no Estado Pós-Democrático, segundo Casara, se transforma em regra.

Quando o assunto é Estado de Exceção sou obrigado a delatar o jurista Pedro Estevam Serrano, incansável na defesa do Estado de direito e na luta contra esse Estado.

Eu delato o processualista Geraldo Prado, que através de seus escritos se revela um dos principais defensores do processo penal democrático e crítico do processo penal inquisitório e de exceção.

Entrego o também eminente processualista Afrânio Silva Jardim, que através de seu parecer e de seus artigos tem demonstrado a incompetência do Juiz Federal Sergio Moro para julgar o ex-Presidente Lula.

Acuso os professores Weida Zancaner e Celso Antônio Bandeira de Mello por terem formado uma geração de professores críticos e comprometidos com o Estado Democrático de Direito.

Eu delato Roberto Podval, Fernando Fernandes, Roberto Tardelli, Luiz Pacheco, Luciano Rollo e Reinaldo e tantos outros guerreiros da legalidade.

Delato ainda a professora Margarida Lacombe Camargo, que utiliza sua capacidade e Inteligência para denunciar os abusos perpetrados contra o Estado Constitucional.

Entrego todos que fazem parte do grupo dos “Absolvidos” que tem Fidel Castro como ícone. Delato Wilson Ramos Filho, o Xixo, que organizou obras de resistência ao golpe.

Eu delato Técio Lins e Silva, Presidente do IAB (Instituto dos Advogados Brasileiros), que com competência ímpar sempre se colocou na trincheira da defesa da classe dos advogados e, notadamente, do Estado Democrático de Direito.

Tenho muitos nomes, ainda, para delatar, mas isso fica para outra oportunidade. Não posso entregar todos agora. É necessário que alguns permaneçam no anonimato para defenderem os que ora foram delatados. Declaro, por fim, que minha delação foi feita de livre espontânea vontade e que não sofri nenhuma espécie de coação.  

Leonardo Isaac Yarochewsky é Advogado e Doutor em Ciências Penais (UFMG).

EXCLUSIVO: ZUCOLOTTO NÃO DÁ ENTREVISTA E DUAS PESSOAS DO ESCRITÓRIO DELE SEGUEM O REPÓRTER

A INDÚSTRIA DA DELAÇÃO PREMIADA

Dentro do projeto que une o Jornal GGN e DCM, “A Indústria da Delação Premiada”, Joaquim de Carvalho traz mais uma grande reportagem diretamente de Curitiba. Lá, o primeiro-amigo Zucolotto se recusa a dar entrevistas, e funcionários dele seguem o repórter. Outras matérias da série podem ser vistas aqui.


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.244.828 hits

Páginas

dezembro 2017
D S T Q Q S S
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Arquivos