Archive for the 'Brasil Atual' Category



Grupo Tortura Nunca Mais homenageia, no Rio, vítimas da ditadura

Grupo Tortura Nunca Mais homenageia, no Rio, vítimas da ditadura Luiz Eduardo da Rocha Merlino, militante do POC assassinado em 1971, é um dos homenagados (Foto: Reprodução)

Da Rede Brasil Atual

São Paulo – O Grupo Tortura Nunca Mais, do Rio de Janeiro,  entrega amanhã (1º), aniversário do golpe de 1964, a Medalha Chico Mendes de Resistência a 10 pessoas (a maioria in memoriam) e duas organizações que se destacaram na luta por direitos humanos, durante a ditadura ou no período recente. A cerimônia será na sede da Associação Brasileira de Imprensa (ABI), a partir das 17h.

É a 25º edição do evento, criado em 1988 em resposta à Medalha do Pacificador, do Exército, entrega a pessoas ligadas ao aparato de repressão. A Medalha também homenageia Chico Mendes, líder seringueiro do Acre assassinado naquele mesmo ano por fazendeiros.

Os homenageados de 2013 serão:

1 – Carlos Alexandre Azevedo (in memoriam), filho de presos políticos, torturado com 1 ano e oito meses de idade;

2 – Cícero Guedes dos Santos (in memoriam), líder do MST, assassinado em janeiro de 2013 no Norte Fluminense;

3 – Comissão Pastoral da Terra – CPT-Acre, instituição que defende comunidades tradicionais e trabalhadores rurais no estado do Acre;

4 – Daniel Ribeiro Callado (in memoriam), militante do PC do B, desaparecido político;

5 – Divino Ferreira de Sousa (in memoriam), militante do PC do B, desaparecido político;

6 – Luis Eduardo da Rocha Merlino (in memoriam), militante do Partido Operário Comunista – POC, assassinado na Operação Bandeirantes em 1971;

7 – Macarena Gelman – Argentina, filha de desaparecido político encontrada pelo avô;

8 – Movimento Mães de Maio – organização de mulheres que tiveram filhos assassinados em ações truculentas da Polícia Militar de SP;

9 – Octávio Brandão (in memoriam), político e ativista brasileiro, militante e teórico do Partido Comunista Brasileiro – PCB;

10 – Patrícia de Oliveira da Silva, da Rede de Comunidades e Movimento Contra a Violência;

11 – Regina dos Santos Pinho (in memoriam), integrante do MST, encontrada morta em fevereiro de 2013 no Norte Fluminense; e

12 – Silvio Tendler, documentarista brasileiro.

Também haverá o lançamento da obra “Brasil, ditadura militar — Um livro para os que nasceram bem depois”, de Joana D’Arc Fernandes Ferraz e Elaine de Almeida Bortone.

A ABI fica na rua Araújo Porto Alegre, 71, 9º andar, Centro do Rio de Janeiro.

Seminário discute os tempos ditatoriais na Argentina e no Brasil

 Da Redação do Brasil de Fato
Nesta quinta-feira (30), na Universidade de São Paulo (USP), inicia o seminário “Psicanálise, Política e Memória em Tempos Sombrios: Brasil e Argentina”. Nos dias 31de agosto (sexta-feira) e 1º de setembro (sábado), a continuação do evento acontecerá na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp). As palestras serão gratuitas e abertas ao público, limitada à lotação dos auditórios.
O primeiro encontro do seminário será às 10h da manhã no Auditório da Biblioteca do Instituto de Psicologia da USP, com o tema Psicanálise, política e ditaduras: a experiência argentina e brasileira. Já no período da tarde, entre 14h e 17h, o evento ocorrerá no Auditório Carolina Bori do Instituto de Psicologia.

Já na Alesp, na sexta-feira, das 10h às 13h, será discutido em mesa redonda o atendimento às vítimas do Estado no dois países latino-americanos, com a coordenação do deputado estadual do PT, Adriano Diogo. No sábado, das 14h às 17h, haverá uma reunião com a diretora do Centro de Assistência a Vítimas de Violações de Direitos Humanos Dr. Fernando Ulloa (Argentina), Fabiana Rousseaux, e também da psicanalista e membro da Comissão Nacional da Verdade, Maria Rita Kehl.

Os debates também contam com a participação da diretora do Instituto de Estudos sobre a Violência do Estado (Ieve), Janaína Teles; do professor do Instituto de Psicologia da USP, Paulo Endo, e do coordenador da área técnica de saúde mental, álcool e outras drogas da Secretaria de Atenção à Saúde do Ministério da Saúde, Dr Roberto Tykanori Kinoshita.

Só falta a Globo escalar Galvão Bueno para narrar o julgamento do ‘mensalão’

Por Helena Sthephanowitz, especial para a Rede Brasil Atual

Gurgel tropeça na bola e Gilmar apita: penaaaaalidade máxima! E aí, Arnaldo? Olhando o replay não foi pênalti contra o time do PT, mas do ângulo que o juiz Gilmar estava, ele pode ter confundido, ele não viu”.

A cobertura dos barões da mídia no julgamento do chamado “mensalão” está mais para o oba oba das promoções de lutas de UFC do que para noticiário político sério. Requentam os velhos bordões e chavões martelados durante sete anos, sem buscar aprofundar, nem informar a verdade.

Mas vamos lá. Como é o sistema político brasileiro? Permite coligações de partidos? Sim. O financiamento de campanha eleitoral é exclusivamente público? Não. Os partidos são obrigados a passar o chapéu no empresariado, se quiserem concorrer com chances.

É óbvio que partidos coligados também precisam de dinheiro para financiar a campanha de deputados, senadores, prefeitos, vereadores etc. O empresariado sempre prioriza doações para quem tem poder de mando, ou seja, para o partido cabeça de chapa. Logo é natural que partidos coligados também exijam que o cabeça de chapa repasse parte das doações. E, até prova em contrário, foi isso – e apenas isso – que Delúbio Soares fez. Seu erro, já admitido, foi ter o operado o chamado caixa 2.

A função de Delúbio era fechar as contas partidárias. Ele buscava doações ou empréstimos e cumpria os acordos entre os partidos para disputarem eleições, e não para garantir a governabilidade do governo Lula. O próprio Delúbio não tinha obrigação e nem como saber o que era feito do dinheiro depois que ia para outros partidos ou candidatos. E nem o que era feito do dinheiro antes de entrar como doação ou empréstimo – afinal como saber o que se passava dentro da gestão das empresas privadas com as quais mantinha contato?

A lei é assim. É uma porcaria de lei, porque empreiteiras, bancos e até bicheiros (!) financiam campanhas, em geral buscando vantagens futuras nos governos. Os governantes eleitos têm que ser muito populares, como foi Lula, para ter como resistir aos ataques de corruptores sem ser derrubado (como tentaram) e ainda ser reeleito.

Mesmo resistindo, como o Estado brasileiro é grande (e tem que ser, para sermos uma grande nação e haver democracia popular), lobistas acabam conseguindo se infiltrar pelas bordas. Mas são casos à parte, são elos fracos da corrente que se rompem, e que órgãos como a CGU (Controladoria Geral da União) vivem tendo que expulsar do serviço público, e que a Polícia Federal vive tendo que fazer a faxina – limpezas que, diga-se, passaram a ser muito mais frequentes desde o primeiro governo Lula.

A lei não prevê caixa 2, é claro, mas também sempre tratou o caixa 2 como uma infração menor, o que acabou se tornando sinônimo de tolerância e uma prática disseminada nas campanhas eleitorais. Basta ver que o mensalão tucano teria passado despercebido e estaria funcionando até hoje, se Lula não tivesse sido eleito. Só quando descobriram o caixa 2 do PT é que desvendaram, por tabela, o mensalão tucano (e mesmo assim, com uma enorme má vontade em aprofundar as investigações, com medo de atingir Aécio Neves, José Serra e Geraldo Alckmin).

O leitor deve perguntar: e a turma que deu dinheiro, fez de graça? As intenções podem ser as mais diversas e escusas possíveis, como pode ser também de quem doa oficialmente pelo caixa 1. Daniel Dantas investiu fortunas em publicidade nas empresas de Marcos Valério, e acabou sendo preso durante o governo Lula. As próprias empresas das quais Valério era sócio sofreram devassa da Receita Federal e da Polícia Federal. O Banco Rural também.

Estamos acostumados com políticos demagogos, que dão tapinhas nas costas do eleitor pobre, quando ele pede emprego ou bens materiais. Talvez nunca tenhamos visto gente que faça algo parecido com grande financiadores de campanha, por isso muita gente acha difícil acreditar. Mas então, por que razão o mensalão tucano funcionou tão bem desde a década de 90, e não funcionou no governo Lula?

À luz dos fatos, é razoável considerar se os petistas aceitaram doações para campanha via caixa 2, mas recusaram retribuir com dinheiro público. Talvez, justamente por contrariar interesses, é que todo o escândalo veio à tona. Porém, em vez de focar no que aconteceu realmente, que foi o caixa 2 (coisa que também comprometeria justamente os corruptores, com interesses contrariados), havia o interesse da oposição e da imprensa demotucana em forjar boatos de que a origem do dinheiro seria público e, em vez de caixa 2, haveria compra de votos parlamentares.

São estas outras vertentes desta história que são censuradas do noticiário, por interesse eleitoreiro dos barões da mídia em favorecer seus aliados demotucanos – e daí vem a opção pela cobertura espetaculosa e“esportiva” de um julgamento jurídico de um processo político.

Se o Procurador-Geral conseguir provar, não por ilações, mas com provas materiais, que alguém meteu a mão em dinheiro público para favorecer os financiadores do chamado “mensalão”, teremos que aceitar a condenação de quem tenha sido responsável pelo delito. Mas condenar quem não cumpriu as supostas expectativas de corrupção de financiadores de campanha, será uma completa inversão de valores.


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.243.262 hits

Páginas

agosto 2021
D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

Arquivos