Archive for the 'Catástrofe' Category

JANOT E GLOBO SOB A PÁ DE CAL, QUEM ACREDITA NELES? NINGUÉM DO MUNDO DOS VIVOS

Resultado de imagem para imagens da globo e janot

  Produção Afinsophia.  

   Uma pessoa acredita que seus atos são decorrentes de sua vontade. Ledo (Ivo) engano. O mundo é quem lhe comanda. Com se diz: eu não fumo o cachimbo é o cachimbo quem me fuma. Eu não analiso o objeto é o objeto quem me analisa. Há quem, em mais delirante narcisismo paranoico, acredite que é amado por seus atos. Pura falta de singularidade. Todos que procuram aprovação são os tipos que perderam ou nunca tiveram singularidade. É dessa indigência existencial que nasce a crença de que os atos são produtos de sua vontade.

     Os indigentes de singularidades sempre procuram as instituições para se protegerem contra essa indigência. Eles não suportam carregar sozinhos suas indigências. Amparados nas instituições eles podem simular ser o que não são: se sentirem fortes e importantes. Vistos e reconhecidos além de suas indigências que se encontram encobertas por suas posições institucionais. 

     O ledo (Ivo) engano desses tipos sofridos, é que suas perspectivas encontram-se fixadas no ponto que eles tomam como referências para seus narcisismos delirantemente paranoico. Como estão obliterado por essas perspectivas não têm o olhar oblíquo. O olhar que escapa do campo definido como harmônico-perceptivo. Eles só percebem o que encontra-se nesse campo que concede a harmonia ilusória do olhar. Daí serem tristemente entes das hierarquias. Como o que se encontra no campo oblíquo não pode ser hierarquizado suas ilusões se desfazem diante do real.

      O procurador-Geral da República, Rodrigo Janot e a Rede Globo são desses tipos de crentes mandantes do mundo. A Globo segue confiantemente o enunciado da teoria da comunicação que acredita que a informação é para ser acreditada, cumprida e propagada. Ela precisa acreditar nesse dogma da teoria da comunicação. É um caso de crença que extrapola as indicações reais. Ela crê que é a alma do receptor. Assim, como o que sustenta o emissor como o medium da existência social. Ela crê que produz opinião pública. Ou que confunde a opinião pública em seu próprio benefício. O benefício delirante de que é importante para o Brasil.

    Na verdade, a Globo não acredita que, em sua sordidez-comunicacional, controla o receptor. É por isso, que ela continuamente lança invectivas contra Lula e o PT. Há nela a certeza de que não pode jamais atingir Lula. Se ela continua sua tara paranoica é para manter a ilusão que existe. Nem que seja em forma de delírio. Ela sabe que a maioria do povo brasileiro não acredita em sua fé. O que lhe alimenta mesmo, são seus semelhantes. Os que também odeiam e invejam o que Lula simboliza distribuído entre a maioria do povo brasileiro. 

     A Globo não carrega em si qualquer corpo humaniora, como diz o filósofo Kant, a íntima empatia universal entre os homens que lhes proporciona o sentido de humanidade. A Globo não tem qualquer dimensão humana.

      Quanto a Janot, o jurista Eugênio Aragão já o exibiu com detalhes para a sociedade brasileira. Exibiu suas formas de tratar as pessoas que lhe serviriam de subida em sua ambição institucional. Exibiu como ele, Janot, tratou José Genoíno, incluindo-o no chamado “mensalão” depois de várias vezes encontra-se com ele em alguns momentos gastronômicos. Agora, recentemente, Aragão, explicitou sua ambição e irresponsabilidade que comprometeram profundamente no Ministério Público.

     Como a Globo, Janot, sob a pá de cal, tentou desviar a atenção sobre si do caso com a JBS, mas, como ocorre com o sem singularidade, piorou sua situação. Ao pedir ao Supremo Tribunal Federal (STF) abertura de inquéritos contra Lula, Dilma e o PT, seu ato, delirado como se fosse sua vontade, foi entendido pela maioria da sociedade como uma recurso próprio dos que viram o espelho de suas vaidades se estilhar e sua imagem se transformar em micros estilhaços incapazes de serem reunidos para uma outra aventura virtual.

    Em síntese, a Globo e Janot não têm qualquer reflexo. Não se refletem no mundo das singularidades. São catástrofes: o que se enrola em si mesmo. Perda de energia: grau zero. 

SENADOR-GOLPISTA OMAR AZIZ (PSD/AM) AO VOTAR CONTRA OS TRABALHADORES CONTINUA REAFIRMANDO QUE NUNCA FOI DO PC do B. ELE APOIA UM CANDIDATO AO GOVERNO

Resultado de imagem para imagens do senador do amazonas omar aziz

Produção Afinsophia.

No período da ditadura, e também no pós ditadura, apareceram dois tipos de personagens, que se tomavam como revolucionários, sem ter qualquer signo que revelasse a concreta consciência-transformadora, mas que foram se alojando nas verdadeiras frentes de lutas democráticas. Tudo em função de suas verborragias-estéricas e simulações que conseguiram engabelar incautos.

Esses dois tipos apresentavam (ainda existem muitos pelo mundo), para as pessoas que vão além das percepções-condicionadas, as pessoas que percebem além das aparências, duas formas claras de procedências. Uma mostrava os visíveis conflitos edipianos não resolvidos que deixam as pessoas em estado de exasperação-irracional a tudo que simbolicamente represente autoridade. Com diz Freud/Lacan: a lei. E outra que pretendia aproveitar a onda que gerava um certo charme de esquerda e possibilitava futuros ganhos.

  Essas duas personagens proliferaram pelo Brasil inteiro. E como o Amazonas faz parte do Brasil, não deu outra: os falsos esquerdistas se desdobraram. Principalmente, no começo da década de 80 com a chamada abertura política, a redemocratização do país com as diretas Já! O Amazonas foi um dos casos excepcionais junto com alguns que ocorreram no Brasil. O ex-governador Gilberto Mestrinho, que havia sido cassado pela ditadura, não por motivos esquerdistas, e que passou seu exílio no sul maravilha, especificamente no Rio de Janeiro, foi eleito o primeiro governador da pós-ditadura. Junto com ele trouxe aquele que seria seu sucessor Amazonino Mendes. O tal que se tomava por comunista. Foi uma festa. Esses dois tipos de personagens deitaram e rolaram.

  Com a reorganização dos partidos, e inclusive os proscritos, alguns indivíduos (indivíduos no sentido solipsista: aquele que só trata do seu pirão primeiro, nada de coletivo) se filiaram em chamados partidos de esquerda como o PCB e PC do B, PT. E é aí no PC do B que Omar Aziz entra. Em seguida se candidata a vereador, é eleito, e, em outro em seguida, deixa o partido e passa para o partido mais reacionário que mantinha a força no estado e que iria se fazer como a verdade reacionária que já dura mais de 30 anos como perverso atraso. E, novo em seguida, deslancha: é deputado,  secretário, governador e, agora, senador. Porém, jamais expressou fundamentado conhecimento marxista sobre o que o trabalhador e o trabalho produtivo, produzido pelo real trabalhador que produz a riqueza de uma nação e que a burguesia em sua indiferença psicopatológica usufrui.

     Omar participou do golpe que assaltou o Brasil e afastou a presidenta Dilma Vana Rousseff do governo popular que mais de 54 milhões de eleitores democratas outorgaram ao País. Ontem, dia 11, defendendo sua coerência, votou contra os direitos dos trabalhadores ajudando outros golpistas comandados pelo golpista-maior Temer a massacrar a história do trabalhador brasileiro. 

    Omar é um dos representantes do Amazonas investigados pela Lava Jato por determinação do ministro Fachin. Omar apoia um candidato ao governo que também faz parte da subjetividade golpista. Fica claro para o eleitor-trabalhador o que representa esse apoio.

     

O GOLPE PARLAMENTAR-JURÍDICO-EMPRESARIAL-MIDIÁTICO É TÃO ABERRANTE QUE NÃO CONSEGUE NEM SER A FARSA DE 1964. A SAÍDA É LULA DE NOVO

Resultado de imagem para Turma do temer

Cinquenta e três anos não passados nos colocam novamente no turbilhão da luta contra nossos algozes.

Os degenerados, os abjetos seres que levaram a 53 anos nosso país à ditadura estão atuando e entregando tudo o que conseguimos nesses últimos 14 anos à derrocada.

Derrocada da classe trabalhadora. A principal prejudicada com esse golpe parlamentar-jurídico-empresarial-midiático. Derrocada da democracia brasileira, dos direitos dos trabalhadores e das trabalhadoras através das Emendas Constitucionais que nem Lula nem Dilma ousaram fazer porque defendiam a classe contra os estúpidos, gananciosos e privilegiados capitalistas brasileiros e internacionais.

São 53 anos. 1964-2017. Para não esquecermos o que fizeram com o Brasil e com os brasileiros. Prenderam, torturaram, assassinaram, desapareceram com corpos de todos que eram contra o regime. Dentre os que estão hoje no comando desse novo golpe muitos fugiram, medrosos, degenerados, depois voltaram para concretizar a continuidade daquele golpe a mando a mando dos yankes.

Os degenerados, dizem, jornalistas, estão na lama. De minuto em minuto saem notícias de ladroagem. É dinheiro em condado na Alemanha, Cingapura, Nova York. Dinheiro na Suíça. Senador golpista dando surra na  mulher e ficando proibido de voltar para casa pelo STF. É o primeiro rico, golpista  um sem teto. Mas eles não estão na lama não. Ao dizer que estão na lama estamos antropomorfizando e comparando aos porcos. Os porcos não tem nenhuma relação com seres abjetos. Os porcos tem mil vezes mais valor de que um ser degenerado, um não ser, uma gente miúda. Isso faz diferença com os militares de 64, digo com os militares. Os civis, estão aí.

Não  chore Andrea Neves e nem diga que é mentira o que a ignota Revista Veja publicou ontem. Um delator da Odebrecht depositou dinheiro para o Mineirinho na sua conta em Nova York. Seu irmão é o mais delatado na Lava Jato e até antes da Lava Jato. Como foi construída a Cidade Administrativa de BH? E a lista de Furnas? Porque Mineirinho intimidava tanto policiais, funcionários públicos quando governador em Minas. Porque o policial se suicidou?

No dia da eleição presidencial, Andrea, o seu apartamento em Belo Horizonte estava lotado de gente miúda. Vocês já festejavam a vitória de Mineirinho frente a Dilma eleita com 54.501.118. Vocês já tomavam champanhe francesa, comiam caviar iraniano e do mar negro, vocês se abraçavam. Aviões e helicópteros se prepararam para decolar com politicofastros de várias capitais e cidades brasileiras para o regabofe em BH. Só que os brasileiros jogaramo votos em cima do coquetel de vocês. Os brasileiros ganharam as eleições com uma enxurrada de votos vindo do Nordeste brasileiro e de outras bandas. Vocês não aceitaram. Mas aquela imagem de vocês cabisbaixa tramaria o medonho contra a democracia e agora contra vocês. O povo não quer olhar no seu olho,  ele quer distância de você e do Mineirinho. Nenhum trabalhador quer aproximação com vocês. Vocês são propagadores de maus encontros. Vá pra lá com as suas… O trabalhador só olha no olho de trabalhador. O trabalhador se identifica com quem é da sua classe e Lula é o representante do trabalhador. Lula fala como trabalhador e atua como trabalhador.

Nestes 53 anos vocês, golpistas, continuam aprontando. O dublê de chanceler, Aluysio Nunes, mais conhecido como 300, ptbul, ainda não engoliu ter sido expulso pelo povo da Venezuela naquela fatídica viagem que foram levar solidariedade aos golpistas de lá. O dublê de chanceler quer porque quer expulsar a Venezuela do Mercosul. Com ele está a Argentina,  Paraguai e Uruguai trabalhando para a exclusão desse país Bolivariano. Há por trás de tudo isso interesse do governo e do capital norte americano em promover a política da terra arrasada para depois surgirem como salvadores da pátria.

Nestes 53 anos de golpe, e mais este 2016, vocês golpistas, deram mais uma demonstração de que o pobre, o trabalhador deve mesmo “comer o barro que Deus amassou”. Não bastasse a PEC da Morte, Deforma da Previdência, Terceirização, agora vocês extinguiram o Ciência Sem Fronteira projeto do governo Dilma que beneficiava estudos no exterior para os filhos de trabalhadores. Ali tinha, negros, índios, brancos. Com esse projeto na área de Educação, Ciências nós estávamos formando pessoas para no retorno ao Brasil aplicar os conhecimentos conseguidos para nosso desenvolvimento. Como neste momento se sentem nossos estudantes, em Portugal, Espanha, Canadá, Angola, Moçambique, Inglaterra, Rússia, Cuba, Haiti, Cairo, Teerã? Assim também como estão os filhos de trabalhadores africanos, asiáticos que estudam nas nossas Universidades em convênios com o desgoverno brasileiro? É um catástrofe.

Sob um golpe não podemos esperar nenhum benefício de golpista. Eles como não possuem inteligência e a ideia fixa está em se dar bem, eles estão a tomar decisões que lhes parecem normais. Neste momento, prestes o julgamento do ilegítimo no TSE, as informações de que o amigo Gilmar Mendes vem orientando os advogados do golpista e há possibilidades muito grande de desvincularem Dilma do golpista. Dilma ficaria inelegível e como não se pode investigar o gente miúda por ser detentor do cargo de dublê de presidente é intocável. As leis e nem a Constituição permitem.

Nestes 53 anos, de 2003 até o novo golpe não tínhamos 13,5 milhões de desempregados. Tínhamos a preocupação e o atendimento do governo na área de educação, saúde, habitação, transportes, saneamento. Foi o período que mais se criou Universidades e Institutos Federais de Educação. E também o que mais ganhamos títulos de Doutor Honoris Causa. Erramos, sim nalgumas, coisas e não podemos deixar de mencionar. Faltou dialogar mais com o povo. Faltou se aproximar dos movimentos sociais. Faltou taxar as grandes fortunas, faltou uma reforma política, reforma agrária, faltou regularizar as mídias e quebrar com a Globo e sua afiliadas. Quebrar mesmo, porque a Globo é a principal incentivadora do Golpe e uma das empresas que mais sonegam impostos.

Nestes 53 anos, com todas essas medidas antipopulares, antipovo só resta aos trabalhadores, fortalecidos, depois de uma análise daquilo que está acontecendo trabalhar para mudar tudo isso, ativando nas fábricas, nas escolas, nos sindicatos, em casa, na favela, no cortiço, na vila, no campo, no ônibus, na canoa, no avião, por todos os cantos, lados e beiras o nome do melhor e maior presidente do Brasil. Luís Inácio Lula da Silva.

Só, com esse brasileiro, depois de Getúlio Vargas e João Goulart construiremos um Brasil democrático, livre e soberano, novo e com rima, para  seu povo.

 

LULA É A TRAVESSIA PARA O MAR POR SER TÃO BRASILEIRO E ESTADISTA

Nosso país possui hoje mais de 13 milhões de trabalhadores desempregados. Há fome e muitos brasileiros e brasileiras passando necessidade.

Lula e Dilma são responsáveis por isso?

Não. Os responsáveis por isso nominamos. Aécio Never, o mineirinho que não aceitou a derrota. A presidenta Dilma foi eleita democraticamente com 54.501.118 votos. Michel Temer que através do PMDB organizou toda uma estrutura de arrecadação financeira ilícita para compor um congresso que impedisse aprovação de qualquer projeto da presidenta eleita. Pelas delações da Odebrecht aparecem 140 deputados compráveis. Mas são mais de 300 picaretas. Eduardo Cunha, presidente da Câmara dos Deputados, preso, hoje em Curitiba aceitou o golpe das alcunhadas pedaladas fiscais. Os ministros do STF nenhum, mesmo o Supremo provocado, não se posicionaram como ministros, contra o medonho. Por sinal o presidente do STF compôs a ópera que derrubou a presidenta dos 54.501.116 votos. Todos os deputados e senadores que votaram a favor do golpe, todos os coxinhas, todos os paneleiros e paneleiras, Rede Globo de Televisão,  Folha de São Paulo, Estadão, Valor, Época, Quanto é?, empresários, e afins, mais Sérgio Moro, todos os procuradores de Xarope Dallagnol e parte de delegados da Polícia Federal são responsáveis pelas dificuldades, desemprego, fome,  mazelas, quebra da engenharia nacional, da Odebrecht e de outras grandes empreiteiras que nosso país enfrenta.

Era para estarmos vivendo essa situação?

Resultado de imagem para imagem de São FranciscoResultado de imagem para lula

Não. Os dois mandados de Lula tiraram o Brasil da miséria, a fome foi erradicada e o governo desenvolveu inúmeras políticas sociais nunca dantes vista neste país. Lula investiu em saúde, educação, ciência, tecnologia. No Amazonas temos muita água doce. Grande parte de seus moradores vivem nas várzeas e interiores longe da sede de seus municípios. Lula e Dilma trouxeram o Luz para Todos. E o Luz para todos está em todo o Brasil. Uma outra grande obra que a mídia golpista não divulga mais está causando uma grande alegria a todos os brasileiros é a transposição das águas do rio São Francisco pelo sertão nordestino. Nunca, nunca um representante da classe rica pensou nisso. Mas nossos literatos, cantores, repentistas cantaram como no vídeo abaixo: “o sertão vai virar mar e o mar vai virar sertão”, que rendeu ao nosso cinegrafista da Esquerda Valente, um “Valeu Lula, Dilma, obrigado governo do PT.

Dilma ganhou a eleição com 54.501.118. O capitalismo predador com seus deputados, senadores, parte do judiciário, meios de comunicação golpistas, empresários, preconceituosos vendidos ao sistema capitalístico internacional golpearam nossa democracia impondo o desemprego, a fome e a miséria. E não venham dizer que vocês, lambaios do grande capital internacional não são responsáveis. Quando a democracia for reconstituída não haverá prisão que suporte tantos ladrões.

E 2017, 2018?

É uma travessia. Lula é uma subjetividade, um devir. É Translulação. Dia 03 de maio, Sérgio Moro vai ver o que é isso. Quer porque quer, com aquela sua voz afásica interpelar o maior presidente do mundo. Mesmo já tendo sido inocentado por todas as testemunhas no caso do Triplex. Curitiba terá o maior comício do mundo. Se levado para depor na marra, de São Bernardo para Congonhas, em Sampa, sem o povo saber já houve todas aquela solidariedade a Lula, imaginem o melhor presidente do Brasil indo a Curitiba no dia 03 de maio depois do dia lº, dia do Trabalhador que o homenageará em todos os cantos do Brasil.

E depois de 2017 e 2018?

Teremos dificuldades mas as superaremos porque tudo que os golpista fizeram e estão fazendo vai ser revertido. Como tudo foi tramado para derrubar a presidenta eleita com 54.501.118 votos o que eles estão fazendo não tem valor. Quem está investindo dinheiro na compra da Petrobras, em terras, minérios, água, agricultura vai perder tudo. Serão revogadas todas as PECs assassinas, principalmente a da morte. Ninguém mais morrerá no Brasil. Mais muita gente vai se ver com a Justiça.  Até o ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moraes vai perder o cargo porque foi sabatinado na Chalana do Amor. A Papuda vai ser reformada para receber todos os golpistas: Aécio, Temer, Padilha, Jucá, Angorá, Renan, Lobão, Sarney, Aluísio 300, Mabel, Suíno, José Serra, Henrique Alves, Ana Amélia, Omar ó Terra Aziz, Eduardo Acorda Tarde Braga, Anastasia, Agripino Gripado Maia. Todos os deputados e senadores golpistas.

MINISTRO TEORI ESTAVA NO AVIÃO QUE CAIU EM PARATY, DIZ FILHO DO RELATOR DA LAVA JATO

teori

 Até o momento não se tem notícia sobre o ocorrido com os passageiros do avião modelo Beechcraft C90GT que caiu no mar de Paraty, que, segundo informação da família, o ministro Terori Zavascki, encontra-se na lista dos passageiros.

   Teori é ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e relator da Lava Jato.

   Espera-se informações dos órgãos responsáveis pelas buscas.

O “LÍDER DO BRASIL” O “BRASILEIRO DO ANO” TEM DE APROVAÇÃO 6%, E DE REJEIÇÃO 72%, SEGUNDO CNI/IBOPE. É HORA DE IR À ESQUINA PARA VER PAPAI NOEL COM SEU SACO VAZIO

Resultado de imagem para imagens de temer

Como diz aquele sociólogo brechteano: “Esperava o quê, de um golpista? Queria cumplicidade do povo brasileiro? Tá doido, meu?”.

          Bem que os seus iguais tentaram passar um verniz. Só que o verniz é sintético. Não o verniz tradicional apurado dias e mais dias no álcool. O verniz de seus iguais é como cenário de espetáculo teatral burguês: só para conceber a ilusão da cena.

            O janota, insosso, Dória, lhe envernizou como o “Líder do Brasil”. O sociólogo perguntou: “Que Brasil?”. A “QuantoÉ”, o “Brasileiro do Ano”. O sociólogo, perguntou: “Que brasileiro? Chico? Zé? Raimundo? Que ano? O ano que não existiu, já que o golpe dissipou? Ora, me deixa em paz que eu mereço. Não sou globotário”.

          Temer foi envernizado, como Moro, pela “QuantoÉ”. Temer acreditando que a premiação poderia lhe conceder alguns ganhos com os brasileiros que ele não representa. Moro, como bom vaidoso, também entrou na onda de amado pelo povo representado pela mídia acéfala. As duas entidades premiadoras fizeram parte do golpe Empresa Lide de Dória, a “QuantoÉ”.

         Resultado da premiação-bíblica “diz-me quem de premia que te direi quem és”: pesquisa CNI/IBOPE mostra o “Líder do Brasil” e “Brasileiro do Ano” com 6% de aprovação e 72% de rejeição.

           E o chato do sociólogo, pergunta: “Com esse corpo um golpista pode continuar no poder (?)?”.

 

 

 

 

SENADORES-CAPACHOS DO CAPITAL PREDADOR CONTRA O TRABALHADOR APROVAM A PEC 55 QUE REPRESENTA 20 ANOS DE SOFRIMENTO DO POVO BRASILEIRO

Resultado de imagem para imagens do Senado

Capacho, como se sabe, é tapete. Tapete é um objeto que se coloca na porta das casas para que o visitante não suje o recinto. Celso Laffer, alcunhado de intelectual, ministro de Fernando Henrique, ao visitar os Estados Unidos Tirou os sapatos ao adentrar no recinto oficial. O que significou, não simbolicamente, que um representante do governo brasileiro tinha os sapatos sujos e deveria tirá-los para não sujar o ambiente. O dublê de ministro de Temer, Serra, também teve gesto semelhante.

        De formas, que o capacho é sempre um objeto onde se limpa a sujeira para preservar a ‘saúde’ de outro. Porém, o que acentua a irrelevância do capacho para si mesmo, é o ato dele ser fortemente pisado, para que a sujeira seja extirpada. Aqui o capacho aparece com a função de esconder a sujeira do pisante-limpador. O pisante-limpador esconde sua sujeira para não ser descoberto pelo dono ambiente, se querendo visto como alguém higiênico.

     Assim, o capacho tem duas funções: uma para limpar os sapatos daquele que lhe pisa, e outra para ocultar o objetivo do que lhe pisa diante do proprietário do ambiente. Foi na redução dessas duas funções que os 53 senadores-capachos aprovaram a PEC 55, filha bastarda do golpista-mor, Temer, acusado de corrupção na delação da Odebrecht, já em fim daquilo que jamais iniciou: governo.

    Os senadores-capachos ao aprovarem a “PEC do fim do mundo”, deixaram o capital limpar sua sujeira sobre eles, e, ao, mesmo tempo, dissimular os reais objetivos deletérios contra a sociedade brasileira dessa aprovação limpeza de sujeira que corresponde a 20 anos de atraso para o país em benefício das riquezas das classes dominantes nacionais e estrangeiras. Que coloca o trabalhador em posição de mendicância.

   Todos os 53 senadores desempenharam os seus papeis de capachos de acordo com a ‘saúde’ do capital, mas houve um que se destacou no estilo capacho-mor: Renan Calheiros, presidente do ofendido Senado. Réu no Supremo Tribunal Federal (STF) e com denúncia promovida pela Procuradoria-Geral da República, que pediu sua prisão e cassação de mandato, ele, para conseguir tempo hábil para votação, abriu três sessões extraordinária no mesmo dia, configurando violação da Constituição.

     A oposição vai recorrer no STF. Não esquecer que essa Corte já liberou Renan mostrando que ele é bem articulado nela. E lembrar sempre que o Congresso Nacional tem em seu corpo mais de 200 capachos – deputados e senadores – citados em corrupção.

   Segundo os capachos a PEC deverá ser promulgada até o fim da semana.   

         Leia a lista dos senadores-capachos, onde mostra, como sempre, as presenças pertinentes e inconfundíveis dos dois senadores reacionários do Amazonas Eduardo Braga (PMDB) e Omar Aziz (PSD). Dois dos responsáveis pelos mais de 30 anos de atraso do estado.

 

53 senadores que votaram a favor da PEC 55/2016

 16 senadores que votaram contra a PEC 55/2016

1- Aécio Neves – PSDB-MG 1 – Angela Portela – PT-RR
2 – Aloysio Nunes – PSDB-SP 2 – Dário Berger – PMDB-SC
3 – Alvaro Dias – PV-PR 3 – Fátima Bezerra – PT-RN
4 – Ana Amélia – PP-RS 4 – Gleisi Hoffmann – PT-PR
5 – Antonio Anastasia – PSDB-MG 5 – Humberto Costa – PT-PE
6 – Antonio Carlos Valadares – PSB-SE 6 – João Capiberibe – PSB-AP
7 – Armando Monteiro – PTB-PE 7 – Jorge Viana – PT-AC
8 – Ataídes Oliveira – PSDB-TO 8 – José Pimentel – PT-CE
9 – Benedito de Lira – PP-AL 9 – Kátia Abreu – PMDB-TO
10 – Cidinho Santos – PR-MT 10 – Lídice da Mata – PSB-BA
11 – Ciro Nogueira – PP-PI 11 – Lindbergh Farias – PT-RJ
12 – Cristovam Buarque – PPS-DF 12 – Paulo Paim – PT-RS
13 – Dalirio Beber – PSDB-SC 13 – Paulo Rocha – PT-PA
14 – Deca – PSDB/PB 14 – Regina Sousa – PT-PI
15 – Edison Lobão – PMDB-MA 15 – Roberto Requião – PMDB-PR
16 – Eduardo Amorim – PSC-SE 16 – Vanessa Grazziotin – PCdoB-AM
17 – Eduardo Braga – PMDB-AM  
18 – Elmano Férrer – PTB-PI  
19 – Eunício Oliveira – PMDB-CE  
20 – Fernando Bezerra Coelho – PSB-PE  
21 – Flexa Ribeiro – PSDB-PA  
22 – Garibaldi Alves Filho – PMDB-RN  
23 – Gladson Cameli – PP-AC  
24 – Hélio José – PMDB-DF  
25 – Ivo Cassol – PP-RO  
26 – José Agripino – DEM-RN  
27 – José Aníbal – PSDB-SP  
28 – José Maranhão – PMDB-PB  
29 – José Medeiros – PSD-MT  
30 – Lasier Martins – PDT-RS  
31 – Lúcia Vânia – PSB-GO  
32 – Magno Malta – PR-ES  
33 – Marta Suplicy – PMDB-SP  
34 – Omar Aziz – PSD-AM  
35 – Otto Alencar – PSD-BA  
36 – Pastor Valadares – PDT-RO  
37 – Paulo Bauer – PSDB-SC  
38 – Pedro Chaves – PSC-MS  
39 – Pinto Itamaraty – PSDB-MA  
40 – Raimundo Lira – PMDB-PB  
41 – Reguffe – Sem Partido-DF  
42 – Ricardo Ferraço – PSDB-ES  
43 – Roberto Muniz – PP-BA  
44 – Romero Jucá – PMDB-RR  
45 – Ronaldo Caiado – DEM-GO  
46 – Sérgio Petecão – PSD-AC  
47 – Simone Tebet – PMDB-MS  
48 – Tasso Jereissati – PSDB-CE  
49 – Telmário Mota – PDT-RR  
50 – Valdir Raupp – PMDB-RO  
51 – Vicentinho Alves – PR-TO  
52 – Waldemir Moka – PMDB-MS  
53 – Wellington Fagundes – PR-MT  
OBS: O presidente do Senado, Renan Calheiros, se absteve de votar.

transparent-pixel

 

LULA, O PROFETA, ANTEVIU O PIOR

 

Dizem que a função do profeta é antever o futuro para poder controlá-lo, principalmente quando há a ameaça de um futuro destruidor. Mas na democracia um profeta necessita da participação de todos para que a profecia ameaçadora não se concretize. 

    O profeta Lula, antes do golpe que assaltou o Brasil tirando a presidenta Dilma Vana Rousseff do cargo outorgado por mais de 54 milhões de brasileiros, fez sua antevisão do que poderia ocorrer no país se as forças aberrantes dessem o golpe. Só que o profeta Lula ficou só. Salvo alguns movimentos sociais, sindicatos, parte da sociedade civil se manifestaram para que a profecia perversa não se concretizasse. Porém, não deu outra: o mal tomou conta do poder.

Escute a profecia de Lula antes do golpe e sinta como um profeta não ouvido é desesperadorpara a democracia.

MANIFESTAÇÕES CONTRA A PEC DO FIM DO MUNDO, PEC 241, ESTÚPIDA E CRUEL CRIA DE TEMER, SE ALASTRAM, HOJE, PELO SUDESTE

PEC 241

Hoje, dia 17, a Região do Sudeste será palco de várias manifestações contra a PEC do Fim do Mundo, a filha aberrante – não podia ser outro tipo de filha – do desgoverno Temer que objetiva, concretamente, atrasar o Brasil durante 20 anos. Como se não bastasse o atraso iniciado com o golpe implantado que usurpou o governo Dilma Vana Rousseff, eleito com mais de 54 milhões de votos democráticos.

Diante do espectral corpo desse desgoverno-golpista, não há como esperar atos democráticos saídos da união entre a irracionalidade e a força da estupidez, representada pelo desgoverno que destroça o país. A PEC 241 é a maior demonstração do grau de irracionalidade e força da estupidez que tomou posse do poder administrativo do país.

Aprovada em sua primeira parte na Câmara Federal com o amplo apoio dos falsos parlamentares que visam tão somente seus interesses particulares e, não, os interesses da sociedade brasileira, a PEC 241 ameaça anemizar a educação, a saúde, a previdência social, e outros direitos produzidos pelos trabalhadores brasileiros. Sujeitos-históricos produtores das riquezas do país.

Diante da grave ameaça o povo brasileiro representado por movimentos sociais, sindicatos, MST, MTST, entidades estudantis, e outros seguimentos lúcidos e nacionalistas, estão realizando diariamente manifestações contra essa aberração que fere profundamente, também, a economia brasileira.

Assim, hoje, dia 17, na Região Sudeste serão realizadas várias manifestações contra a irracionalidade e a força da estupidez representada por Temer e seus comparsas golpistas. A maioria a acusada de corrupção.

Rio de Janeiro, São Paulo, Vitória e Belo Horizonte são as capitais sensibilizadas politicamente para a execução das manifestações. Outras cidades da região também marcaram manifestações.

O QUE ESPERAR DE UM DESGOVERNO GOLPISTA? A IRRACIONALIDADE E A BRUTALIDADE TIRÂNICA: APROVAÇÃO DA PEC DA MORTE. 366 VOTOS TANÁTICOS CONTRA 111 NÃO-TANÁTICOS

Plenario.jpg

            Só o fato do Poder Executivo propor a PEC 241 já expressava a psicopatologia que tomou conta dos poderes ditos Legislativo e Executivo no Brasil com o golpe que destituiu Dilma Vana Rousseff da presidência outorgada por mais de 54 milhões de votos democráticos. Só essa proposta já afirmava o tipo de caráter que esse desgoverno reflete.

        Somar a violência do golpe, mais a miséria intelectual e ética desses personagens que confirmam a psicopatologia que se quer dominante, e esperar o pior para a sociedade brasileira no que se refere às chamadas políticas públicas. Daí que para não ficar no quietismo esperando as garras psicopatológicas se expandirem, a sociedade civil deve continuar sua mobilização como vem fazendo. Posto que se trata do movimento da potência constituinte que enfraquece a força-molar das tiranias.

          A aprovação na Câmara Federal da PEC 241, onde às direitas conseguiram se soldar em 366 votos e os democratas se inquietarem em 11, não pode servir de fator de imobilidade para os democratas que acreditam e lutam por um Brasil senhor de seu destino produzido por si mesmo como expressão sensorial, intelectiva e ética de seu corpo Nação vivificante.

        Mais uma vez nesse ano a Constituição Federal Brasileira foi rasgada pelos golpistas-tiranos. Congelar por 20 anos verbas para os setores mais importantes do Estado Brasileiro é a comprovação do ódio contra a vida social do Brasil.

DILMA ASSINA MEDIDA PROVISÓRIA QUE PENALIZA CAMINHONEIROS GOLPISTAS

Rio de Janeiro (RJ) - Presidenta Dilma Rousseff posa para foto com trabalhadores durante visita à Ponte Estaiada e à Estação Jardim Oceânico da Linha 4 do Metrô (Roberto Stuckert Filho/PR)

Rio de Janeiro (RJ) – Presidenta Dilma Rousseff posa para foto com trabalhadores durante visita à Ponte Estaiada e à Estação Jardim Oceânico da Linha 4 do Metrô (Roberto Stuckert Filho/PR)

A obstrução deliberada de estradas e rodovias por alguns caminhoneiros liderados pelo golpista Ivar Luiz Schmidt do Comando Nacional de Transporte, não passa de um delírio, visto que não tem pauta de reivindicação e muito menos representatividade da categoria, já que a maioria dos caminhoneiros é contra a decisão.

O entendimento de que se trata de um delírio é encontrado no que pede o golpista. Ele afirmou que a reivindicação é a renúncia da presidenta Dilma da presidência da República. E quanto aos interesses dos caminhoneiros serão discutidos com o governo que substituirá Dilma. A psiquiatria conceitua esse tipo de comportamento como delírio megalomaníaco, onde o seu autor acredita ter força capaz de mudar a objetividade. Um caso claro de psicose que, aliás, já é muito comum no mundo dos golpistas que pretendem a expulsão da presidenta de seu cargo governamental com o delirante impeachment.

Como o governo não é psiquiatra, ele tem que usar os recursos que o Estado tem em seu seguimento judiciário: a lei. Além de que, um tratamento psiquiátrico leva muito tempo para que o paciente acometido dessa psicose possa mudar seu modus de ser delirante. Assim, a presidenta Dilma decidiu tratar o delirante com a terapêutica que o Estado através de sua Constituição determina.

Depois de afirmar na terça-feira, no Rio de Janeiro, que obstruir estradas é crime, Dilma assinou a Medida Provisória que penaliza o delirante e seus seguidores que bloqueiam estradas e rodovias nos estados do Mato Grosso, Bahia, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Tocantins.

A Medida Provisória, que foi publicada ontem, dia 11, no Diário Oficial da União (DOU) determina que os caminhoneiros que obstruírem as estradas e rodovias terão que pagar multa de R$ 19. 154 reais. E mais, se houver reincidência o obsessivo pagará R$ 38.308 reais. E tem mais do mais, se houver obstrução deliberada com o uso do veículo, o motorista pagará multa de R$ 5.576, podendo chegar a R$ 11. 492. E de quebra o motorista ainda poderá ter suspensão do direito de dirigir por 1 anos, apreensão do veículo, além de ficar proibido de receber incentivos creditícios para comprar veículos automotores.

Como os golpistas tem o dinheiro como seu real deus, é possível que Ivar e seus seguidores bloqueiem seus delírios. Como o delírio é recidivo, Ivar já apresentou esse sintoma outa vez com o objetivo de atingir o governo, é possível que ele volte a ser acometido novamente. Só que da próxima vez, talvez, com outros sinais menos megalomaníacos.

TRÊS MORADORES DE BENTO RODRIGUES, TRÊS SOBREVIVENTES DO ROMPIMENTO DAS BARRAGEN

b6afa1f3-18f2-4172-87d6-84a04d0e6e4eO rompimento das duas barragens mineradoras no município de Bento Rodrigues, no estado de Minas Gerais, não pode ser explicado por causas naturais. E é muito simples entender essa afirmação. Antes das barragens a natureza já se encontrava lá. Por tal, foi exatamente modificada pela ambição capitalistas do homem embalada pelo eufemismo desenvolvimento.

Todas as consequências do rompimento das barragens como morte de moradores, perdas de objetos, moradias pelas famílias têm sua explicação na obra humana. E não adiante querer determinar outro fator. Se a natureza oferece e o homem não sabe como usar, é de sua total responsabilidade.

As três pessoas que falam de suas experiências frente ao ocorrido comprovam que tudo se resume ao homem.

Marcos Eufrásio Messias, 39 anos, profissão pedreiro, morador da parte baixa de Bento Rodrigues – “Só conseguimos salvar a vida”.

“Eu tinha casa bem aqui no centro. Conseguimos sair a tempo, mas perdi carro, documento cartão de banco. De resto, não sobrou nada”, disse Marcos.

Terezinha Custódio Quintão, 49 anos, dona de casa, moradora da parte alta de Bento Rodrigues – “A nossa história ficou ali, debaixo da lama”.

“Na hora que via avalanche, minha irmã gritou. Eu estava acabando de arrumar a cozinha. Olhei pra cima, vi uma chuva de poeira. Quando olhei de novo, vi a avalanche de lama.

Deus ajudou porque estamos vivos. A nossa história ficou ali, debaixo da lama. Não sei o que vai ser da vida agora. A lama desmontou tudo, separou a família toda”, observou Terezinha.

Antônio Geraldo dos Santos, 32 anos, – “Agora, a gente está no susto, na emoção, no sofrimento”.

“Como a comunidade é pequena, todo mundo se conhece. As pessoas que estão desaparecidas não são parentes, mas é como se fossem. A gente cresceu conhecendo todas elas.

Agora, temos que começar do novo. Não sei como a gente vai conseguir. Só vaia cair a ficha mesmo daqui uns três dias. Agora, a gente está no susto, na emoção, no sofrimento. Mas daqui a alguns dias, a vida vai voltar ao normal e é aí que a gente vai descobrir o dano maior”, analisou Antônio.

Segundo informações da prefeitura de Maringá, são mais 19 pessoas desaparecidas.

RIO ACRE PODE SUBIR MAIS E JÁ DEIXOU QUASE 8 MIL PESSOAS DESABRIGADAS

948167-acre_cheia_-3O Rio Acre atingiu o nível de 16,35 metros deixando quase 8 mil pessoas desabrigadas em seis municípios. Só na capital, Rio Branco, 31,5 mil pessoas foram atingidas pelas enchentes. Segundo informação da Defesa Civil o nível pode subir ainda mais. Os municípios mais atingidos são Brasileia, Xapuri, Assis Brasil, Epitaciolândia, Cruzeiro do Sul e Rio Branco.

Diante da grave situação em que se encontram as populações, prefeito de Rio Branco, modificou o Decreto 193 através da criação do Decreto 201 que amplia os números de lugares atingidos pela cheia. Sendo assim, as áreas rurais também se encontram como localidades afetadas.

De acordo com dados do Sistema de Georreferenciamento (SIG) de Rio Branco mais de 9 mil casas foram atingidas, 732 famílias encontram-se em abrigos da prefeitura e o Parque de Exposição já abriga 2.696 pessoas.

Em entrevista o governador do estado afirmou que a Defesa Civil, o Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar, desde que começou a enchente, têm atendido às pessoas. Além, do contínuo monitoramento do nível das águas. Assim como a prestação de auxílio às famílias que saíram de suas casas.

Como diz o ribeirinho: “Todo ano calha de acontecer!”.

EM ESTADO DE CALAMIDADE PÚBLICA RONDÔNIA JÁ TEM 29,5 MIL PESSOAS ATINGIDAS PELAS ÁGUAS DO RIO MADEIRA

O número de pessoas sofrendo, em Rondônia, por consequências da cheia descomunal do Rio Madeira já atingiu uma proporção por demais preocupante. Apesar dos trabalhos dedicados às vítimas pelas autoridades federais, estaduais e municipais a população rondoniense continua sofrendo.

Agora, já chega a mais de 29.570 pessoas atingidas pelas águas do rio que já alcançou 19,70 em Porto Velho, conseguindo se tornar o maior número de sua história. Só nos distritos de Porto Velho, a região em estado de calamidade pública mais atingida pelas águas, 3.736 famílias tiveram que abandonar suas casas depois de muito lutarem para não chegarem a essa decisão. Uma decisão cruel quando se sabe que a moradia é uma das principais questões da existência.

Ainda nesta semana, 200 famílias serão transferidas para o Parque de Exposição da capital. Todas elas se encontram, no momento, abrigadas em escolas públicas, em Porto Velho. Depois que o estado de calamidade pública foi decretado em Rondônia, os órgãos estaduais em sua totalidade estão determinados a auxiliar a Coordenadoria de Defesa Civil para tentar mudar o quadro de sofrimento das populações atingidas pelas forças das águas.

De acordo com o decreto, todas as equipes têm direito de entrar nas casas e convencer os moradores a abandonarem suas residências em vista dos perigos que correm. Caso as equipes não executem esse propósito serão responsabilizadas como omissas.

DILMA SE COMPROMETE A MANDAR CONSTRUIR UMA PONTE SOBRE O RIO MADEIRA PARA LIGAR ACRE E RONDÔNIA

https://i1.wp.com/img.r7.com/images/2014/03/16/rhahzsbge_1uuzlv1jkm_file.jpg

Depois de observar por via aérea durante 40 minutos a enchente do Rio Madeira e perceber como se encontram as localidades atingidas pelas águas e suas populações, a presidenta Dilma Cana Rousseff, se comprometeu a mandar construir uma ponte sobre o Rio Madeira para ligar os estados do Acre e Rondônia. A rodovia BR-364, que liga os dois estados, encontra-se impossibilitada de tráfego por força das águas das chuvas que forçaram a subida dos níveis dos rios Madeira e Acre.

Ela ficou muito preocupada com o resultado da enchente do rio que mudou profundamente o cotidiano dos moradores das regiões afetadas. A presidenta, em ato de solidariedade, visitou os moradores da região que estão desabrigados de suas, e encontram-se alojados no Parque de Exposição da Cidade.

Dilma afirmou, ainda, que o pagamento seguro-defesa dos pescadores que ficam sem trabalho durante o período de reprodução dos peixes, período em que a pesca não é consentida, vai continuar. Ela disse, também, que a Força Aérea vai permanecer na região durante todo o tempo em a população atingida precisar.

“Nós faremos a ponte sobre o Rio Madeira e isso vai beneficiar a todos vocês. Estamos aqui porque parceiro não pode faltar na hora difícil. Temos um desafio de garantir alimentos à população do Acre. Preocupa-me a situação do Acre. Vocês não podem ficar isolados. Vamos juntos dar as mãos e garantir e ligação do estado com o país”, considerou Dilma.

DE HELICÓPTERO DILMA SOBREVOA A REGIÃO DE GOVERNADOR VALADARES PARA ANALISAR OS ESTRAGOS CAUSADOS PELAS CHUVAS

Acompanhada do governador de Minas Gerais, Antônio Anastasia, ministros e técnicos, a presidenta Dilma Vana Rousseff sobrevoou a região do município de Governador Valadares, em Minas Gerais, para poder analisar os estragos causados pelas chuvas que desde semana passada caem sobre a região.

Ciente dos efeitos danosos causados pelas chuvas nas vidas dos moradores das regiões, Dilma, observou que para amenizar os sofrimentos das pessoas vitimadas é preciso que os governos federal, estadual e municipal se solidarizem esquecendo as divergências políticas. Para ela é um fato que merece a cooperação de todos. Depoimento feito no momento da reunião da coordenação de ações com ministro e o governador de Minas Gerais.

Durante a reunião a presidenta teceu elogios aos trabalhos da Defesa Civil Federal, estadual e municipal que resgataram pessoas que corriam perigo. Também falou do trabalho do Centro Nacional de Monitoramento e Alerta de Desastres Naturais com mecanismos pluviométricos, radares e mapeamento de riscos nos municípios que servem de sinal para os moradores sobre os perigos. Para ela as construções de pontes que foram destruídas devem ser realizadas após o fim das chuvas. O governo, segundo Dilma, vai distribuir kits de limpeza de cama, mesa e banho.

“Vejo uma grande parceria entre nós e o espírito de cooperação, que tem de imperar nessas horas. Nessas horas, temos que esquecer que temos divergências políticas, ou que somos de partidos distintos, ou que um torce para um clube de futebol ou para outro clube. Nós temos que atuar como um organismo salvando a população, para isso fomos eleitos.

Muitas vezes conseguimos, muitas vezes, não, mas vamos lutar para conseguir. Se eu começar a construir uma ponte, vem a chuva e leva tudo, não tem sentido.

Assim que a prefeitura decreta estado de calamidade, ou de desastre, recebe esse cartão e pode fazer pequenos gastos, como arrumara uma ponte que caiu e está isolando um bairro. Pode também tomar medidas como providenciar água, contratar limpeza de ruas. Superar a questão da burocracia”, observou Dilma.

DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO PUBLICA MP PARA APRESSAR VERBAS PARA SEREM APLICADAS NAS ÁREAS ATINGIDAS PELAS CHUVAS

As áreas dos estados do Espirito Santo e Minas Gerais atingidas pelas chuvas que caíram nos últimos dias destruindo casas deixando milhares desabrigados e causando a morte de vários moradores, deverão com brevidade receber verbas para suas recuperações. Para que isso fosse possível, o governo federal publicou no Diário Oficial da União (DOU) uma Medida Provisória (MP). Ela muda a Lei nº 12.340, de 1° de dezembro de 2010 que trata das transferências de recursos da União aos órgãos e entidades dos estados, municípios e o Distrito Federal.

A transferência dos recursos deverá ser feita por meio de depósito em conta específica do beneficiário em instituição financeira oficial federal. Outra forma será pelo Fundo Nacional para Calamidades Pública, Proteção e Defesa Civil (Funcap). A MP também estabelece que será da União a responsabilidade de determinar as diretrizes e aprovar os planos de trabalho de ações de prevenção em áreas de risco e recuperação. Depois dos trabalhos aprovados, também é da responsabilidade da União o repasse de recursos aos entes beneficiários, como também fiscalizar as metas físicas e avaliar o cumprimento das ações estabelecidas pela lei.

O estado do Espírito Santo tem sido o território onde mais ocorreram mortes: são 27 mortos. E o município onde mais morreram moradores, foi em Itaguaçu. Quatro moradores morreram por aterramento e mais quatro por causas variadas. Em Colatina morreram seis, em Baixo Guandu, morreram quatro, e em Domingos Martins, Barra do São Francisco e Nova Venécia, um morador em cada um desses municípios. São 50 municípios atingidos.

Em Minas Gerais o número de mortos é de 18 moradores. Foram pessoas vitimadas por desabamento e deslizamento. Além dos mortos existem seis moradores feridos, 3.410 desalojados e 744 desabrigados. Já são 79 municípios afetados onde 26 decretaram situação de emergência ou calamidade pública.

Hoje, dia 27, a presidenta Dilma visitará o estado de Minas Gerais para avaliar os desastres ocorridos pela ação das chuvas e tomar as providências cabíveis. Segundo Francisco José Teixeira, ministro da Integração Nacional, a presidenta vai oferecer ajuda ao governador Antônio Anastásia (PSDB).

 “Estamos viajando com a presidenta para poder oferecer ajuda que já foi oferecida por mim, enquanto ministro, ao governador do estado de Minas Gerais. Também queremos disponibilizar esta ajuda para o estado e já estamos enviando esforços para ajudar os municípios mais afetados.

Com essa nova medida provisória o componente se torna mais ágil. Vamos poder agora liberar de uma forma menos burocratizada, mais imediata, os recursos para poder reconstruir pontes, estradas, habitações para as populações que têm que sair da área de risco, drenagem urbana. Tudo aquilo que é necessário para reconstruir e para prevenir novos desastres serão feitas em velocidade muito maior que está sendo feita hoje”, disse o ministro.

ESTADOS, PREFEITURAS APROVEITAM COMOÇÃO NACIONAL PARA MOSTRAREM SERVIÇOS

No domingo, 27 dia da tragédia em Santa Maria, no Rio Grande do Sul, iniciou o debate sobre a situação de funcionamento da boate Kiss.

Para as autoridades, como expressou o governador do Rio Grande, Tarso Genro em entrevista, este chegou a afirmar que o alvará de funcionamento da casa estava em dia. Evidentemente que para o Estado isso era o ideal, pois o livraria de responsabilidades, de culpa, no sentido paulíneo-cristiano. Nessa mesma tônica o prefeito da cidade também afirmava que tudo estava regularizado.

Não foi o que se descobriu depois. O alvará estava vencido. Ruim para o Estado, para o município e para os proprietários da casa noturna.

Era preciso dar demonstrações de atuação do Estado. Prenderam um dos proprietários da casa de show Kiss e dois membros da pirotécnica banda fandangueira.

O Estado e o município não se livrarão de responsabilidades. Autorizar uma casa de shows para mais de 1500 pessoas apenas com uma porta de entrada é de uma irresponsabilidade tamanha. Irresponsabilidade que deve ser compartilhada com a empresa de bombeiros que fez as fiscalizações e vistorias, segundo o Jornal Zero Hora de Porto Alegre.

A demonstração da existência de uma não cidade começou por aqui. Telejornais repercutiram na segunda-feira a iniciativa da prefeitura  psdebista de Manaus em ir a campo fiscalizar casas de shows. Identificaram 39 casas funcionando precariamente e as interditaram.

Quando nós neste intempestivo blog afirmamos que estamos numa não cidade é exatamente por demonstrações como essa. Se não fosse a tragédia em Santa Maria, no Rio Grande, as casas noturnas interditadas por aqui continuariam bailando, fandangando, funcionando e nenhum prefeito apareceria junto com equipes de fiscais vistoriando esses points.

Nesta não cidade, as casas de shows, na sua maioria são galpões. É cerca por todos os lados para bois. Por aqui não vemos nenhuma preocupação com o cliente que freqüentam essas casas, mas sim, almejam lucros capitalísticos, que infelizmente nossos notívagos narcotizados por drogas como a Globo impossibilitam refletir sobre tal exploração e perigo de morte em caso de incêndio.

Para produzir uma casa dentro de padrões próprios para shows é necessário que o empresário apresente o projeto aprovado por todos os órgãos governamentais. Por estas bandas são poucas as casas que cumprem esses critérios. O comum é transformar galpão em danceteria.

E como afirmamos em posts anteriores, os aproveitadores de tragédias buscam aparecer exatamente no memento da dor que é para o povo também levado pela emoção não fazer a análise, a reflexão da necessidade de um trabalho desse sempre, independente de tragédias, de mortes.

Tragédias como surto de dengue, por exemplo, que o prefeito cassado não organizou e o atual só está fazendo promessas de iniciar a fiscalização, fumacê e recolhimento de lixo. Até iniciarem os mosquitos já infectaram muita gente e aí o prejuízo para o Estado vai ser maior.

Para finalizar, a fiscalização do Estado não deve centrar-se apenas em casas de Shows, mas deve desdobrar-se para Igrejas disangelistas, católicas, escolas e outros locais onde se concentram grande número de pessoas como escolas e quadra de samba,por exemplo.

SABATINA MIDIÁTICA

Sabatina Midiática

@ Após a decisão liminar da Justiça Federal do Ceará determinando a divulgação imediata da correção das redações do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2012, o Ministério da Educação (MEC) entrou com recurso no Tribunal Regional Federal da 5ª Região.

enem-logo

Em alguns lugares do Brasil, estudantes que fizeram as avaliações do Enem, realizaram alguns protestos no dia 02. A reivindicação, organizada via facebook, visa o acesso aos espelhos das redações corrigidas e o direito a questionar, legalmente, as correções. Contudo, o MEC informou que o Termo de Ajustamento de Conduta, firmado com o MPF no ano passado, não disponibiliza o acatamento das reivindicações apesar de determinar que, a partir do Enem de 2012, os candidatos passam a ter acesso à correção da redação – apenas para fins pedagógicos, sem o direito de pedir uma nova avaliação. Daí, também, a razão pela qual o MEC encaminhar o recurso citado acima.

O MEC aguarda o parecer do tribunal. Caso não seja levado em conta o recurso e o ministério não consiga reverter a decisão liminar da Justiça Federal do Ceará, no prazo de 48 horas, será aplicada multa diária no valor de R$ 10 mil a ser paga pelo Inep, além de multa diária no valor de R$ 5 mil, a cargo do agente público que de qualquer modo dificultar a execução.

Como se sabe, os estudantes com as notas do Enem podem concorrer às vagas oferecidas em universidades e nos institutos federais de ensino superior por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). O Sisu abre as inscrições entre 7 e 11 de janeiro e os estudantes reclamam que terão acesso às redações após já terem se inscrito no processo. Segundo calendário apresentado pelo MEC, os espelhos das redações corrigidos estarão disponíveis no dia 6.

@ Uma boa notícia, que não atinge somente os historiadores, mas todos interessados em perscrutar o estado de coisas produzido no capitalismo, tanto em seus processos econômicos como os que acabaram por determinar a administração capitalista do desenvolvimento internacional, é o achado, dito casual, de debates que aconteceram na conferência de Bretton Woods, de 1º a 22 de julho de 1944, em Hampshire, nunca antes divulgados.

Imagem retirada do site Valor Econômico

Imagem retirada do site Valor Econômico

A conferência de Bretton Woods marcou, para o mundo capitalista, a hegemonia da economia capitalista sobre a socialista, um desenvolvimento liberal como modelo para o mundo, baseado em um mercado (relativamente) livre e da equivalência do ouro ao dólar. Além disso, como é sabido, também foram criados o Fundo Monetário Internacional (FMI) e o Banco Internacional para a Reconstrução e o Desenvolvimento, hoje, Banco Mundial. O achado foi encontrado pelo economista Kurt Schuler.

“Schuler, que tem sua principal atividade como economista do Escritório de Assuntos Internacionais do Departamento do Tesouro dos Estados Unidos, também é, no tempo livre, pesquisador sênior do CFS. Foi nessa condição que encontrou as transcrições, por acaso, na biblioteca do Tesouro. Eram quatro volumes, que os bibliotecários também não sabiam estar ali, numa seção de itens a serem catalogados”, de acordo com o que é escrito na reportagem do Valor Econômico, onde pode ser encontrada a matéria completa com todas as informações.

Junto com Schuler, Andrew Rosenberg é responsável pelos documentos achados. Os escritos, nunca antes publicados, foram reunidos e publicados na internet:

“As transcrições não são completas, mas parecem ser fiéis, tanto quanto se possa esperar de eficiência das estenógrafas e datilógrafas que registravam os debates durante a conferência, realizada em Bretton Woods, nas montanhas de New Hampshire, Estados Unidos – que resultou nos acordos para criação do Fundo Monetário Internacional e do Banco Internacional para a Reconstrução e o Desenvolvimento (o Banco Mundial de hoje). Num e-book de 800 páginas, as transcrições integram uma plataforma eletrônica de estudo e pesquisa, o “Bretton Woods Project“, sob responsabilidade de Schuler (não confundir com o Bretton Woods Project, de Londres, que faz o acompanhamento crítico das atividades do FMI e do Banco Mundial)”.

Segundo a reportagem do Valor Econômico, “Representantes do Brasil, chefiados pelo ministro da Fazenda, Artur de Souza Costa, aparecem como participantes de debates em vários pontos das transcrições – entre eles, Eugenio Gudin, membro do Conselho Econômico e Financeiro e do Comitê de Planejamento Econômico da Presidência da República, e Octávio Gouvêa de Bulhões, funcionário da divisão de estudos econômicos e financeiros do Ministério da Fazenda. O diplomata Roberto de Oliveira Campos, então segundo secretário da embaixada em Washington, tinha funções de assessor”. Schuler classificou a participação do Brasil nos debates de discreta.

 @ Segundo o Portal Brasil, “Famílias vítimas das fortes chuvas no Rio de Janeiro receberão cestas básicas. Os alimentos serão retirados no armazém da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) no estado e entregues a famílias do município de Duque de Caxias que tiveram suas casas alagadas. A Defesa Civil do Rio

de Janeiro é responsável pela distribuição dos mantimentos. Cada cesta tem capacidade para atender cinco pessoas.

O fornecimento das cestas básicas atendeu a um pedido ligado à Secretaria Nacional de Defesa Civil do Ministério da Integração Nacional.

O Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) está acompanhando a situação das vítimas por meio do Cenad. Nos próximos dias, o ministério poderá fazer novas remessas de cestas básicas às famíliasEnchente blog atingidas pelas chuvas, caso as autoridades locais apontem essa necessidade”.

Já são recorrentes os casos de desabamento e inundação em épocas de grandes pancadas de chuvas em vários lugares do país. De modo algum, a natureza pode ser culpada por tudo isso. Em primeiro lugar, porque a violência vinda da natureza ocorre à revelia da vontade humana e decorre da falta de cuidado que os governos vêm cometendo aos longos dos anos. Em segundo lugar, engrossando cada vez mais o número de vítimas atingidas por catástrofes naturais, está a especulação imobiliária própria ao capitalismo pós-moderno, onde o espaço público passa a ser subordinado à lógica do capital, fazendo de lugares inadequados à moradia humana, a única possibilidade de habitação.  

A NATUREZA EM SEUS MODUS DE SER TEMPORAL COM VENTOS FORTES, RAIOS, TROVÕES E RELÂMPAGOS MOSTRA PORQUE MANAUS É UMA NÃO-CIDADE

Durante quase quinze horas esse Blog Intempestivo esteve fora de cogitação de postagem. Por isso, só pela parte da tarde começou sua ação cyber-espacial. Um fato comum com qualquer blog não fosse o fator causa da interrupção.

Na terça-feira, dia 30, pela parte da noite, às 21h30 – no centro -, Manaus foi visitada por uns modus de ser da natureza. Ela foi envolvida por um forte temporal composto de ventos velozes, chuva intensa, raios, trovões e relâmpagos. Modus de expressão da natureza que seria singular não fossem às interferências científicas promovidas como experiências no seio Naturante-Naturado. Consequência dessa visita foram árvores derrubadas, casas avariadas, ruas e avenidas alagadas, intransitáveis (já são intransitáveis quando não chove), postes da rede elétrica caídos, casas avariadas, telhas arrancadas, igarapés transbordando, pessoas sem poder se locomover, principalmente as pessoas usuárias dos transportes coletivos, rede telefônica fora de ar, internet ausente, e o já famoso blecaute.

Em alguns bairros foram mais de vinte horas sem energia elétrica. Na quarta-feira, ontem, dia 31, último dia de pagamento do funcionalismo público, com a falta de energia e internet algumas repartições públicas tiveram seus serviços suspensos, em algumas foi feriado. Bancos também não atenderam seus clientes. Em alguns atendimentos médicos, como Serviços de Pronto Atendimento (SPA), médicos e outros profissionais da saúde tiveram que atender os pacientes na parte externa dos prédios.

Tirando a atuação original da natureza, muitas – quiçá todas – dessas consequências terríveis que violentam e debocham da população poderiam ser evitadas, se Manaus fosse uma cidade com uma arquitetura urbana material e imaterial que fosse ligada ao espírito humano. Mas ela não tem arquitetura urbana. Da maioria dos seus espaços construídos em forma estilística, histórica, funcional, afetivo, em corpus interpelantes dos moradores de Manaus, todos só lhe afetam de forma triste. Manaus é um escombro. Não tem saneamento básico. Esgotos e, algumas ruas – quando têm – são ineficazes. Não atendem a demanda de uma pequena chuva. Há uma grande quantidade de lixo na cidade, em razão de uma falha coleta. Não tem uma rua com calçada completa. Os carros são donos das calçadas e jogam os transeuntes para às ruas. O transporte coletivo é depauperante. Os sistemas de abastecimento elétrico e de águas são deficientes. Quando chove em muitos bairros e centro fata energia e a água, quando não falta também, diminui sua força. Quer dizer, quem tem um mínimo de entendimento de polis, de urbanismo, de hábita-humano, de espaço de vivência coletiva, sabe que Manaus não pode ser considerada, nem com a maior boa vontade, como cidade.

Tirando o fator-natureza do ocorrido mais uma vez em Manaus, ficamos com o político e o social, para não indicar o antropológico, o cultural e o epistemológico que aí era fazer desaparecer todos os rastros da não-cidade. Só com o político e o social podemos ter uma amostragem de que a triste Manaus de hoje não é nada mais do o produto dos desgovernos que aqui aportaram e não querem mais partir. Mas tem um personagem que tem uma ligação direta com essa triste Manaus. O ex-prefeito biônico, ex-governador e ex-senador Amazonino Mendes, atual prefeito. Contado seu tempo de prefeitura, propriamente dito, e o tempo em que elegeu prefeito e teve ingerência na não-cidade, já vão mais de vinte anos. E Sabe-se que vinte anos é tempo suficiente para se construir uma cidade.

A prova histórica da ineficácia administrativa de Amazonino encontra-se na síntese de seu governo hoje. Posiciona-se entre os piores do Brasil, com uma rejeição a gosto de Serra. Mas o mais “encantador” de toda essa produção de Manaus não-cidade, é que ele foi o braço forte do candidato representante da ultradireita de Manaus, Arthur Neto (PSDB/SP/AM), eleito prefeito com os votos dos conservadores de Manaus. Um preocupante sinal. Se são conservadores, podem muito bem ajudar na conservação dessa não-cidade. Um grande perigo para quem tem a grandeza do espirito humano urbano.

Até que o tempo não se faça, esses manauaras do espírito  humano urbano, vão parafrasear o teatrólogo alemão, Brecht: “Nos futuros “temporais” não venha meu cigarro apagar-se por causa da amargura”.   


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.240.813 hits

Páginas

maio 2021
D S T Q Q S S
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Arquivos