Archive for the 'Dilma' Category



MAIS UMA “COERÊNCIA” DE TEMER. ANTES ELE DIZIA QUE ERA CONTRA FOTO OFICIAL, PORQUE “É CULTO Á PERSONALIDADE QUE NÃO É COMPATÍVEL COM A DEMOCRACIA”, AGORA É

 Essa passagem meteórica de Temer como golpista-mor no poder, já evidenciou um talento que antes ele não expressava: sofrível piadista. Uma grande parte da sociedade brasileira quando se refere a ele é sempre no tom de curtição, sarro, deboche, piada. Não é para menos, Temer não tem qualquer qualidade que lhe possa conferir o adjetivo de presidente da República. E não se fala nem em grau de dimensão superior política.

  Dizem, para diminuir essa deplorável realidade, que ele até tem alguma qualidade, mas o problema é que ele se misturou com péssimas companhia em seu desgoverno. Como gente acusada de envolvimento em corrupção. Só ele tem 43 denúncias. Ledo (Ivo) engano. Temer tem em seu desgoverno os mesmos cúmplices que já tinha antes da concretização do golpe. E ele foi escolhido para o cargo não somente porque era vice da presidente Dilma Vana Rousseff eleita com mais de 54 milhões de votos democráticos materializados pelo desejo dos eleitores brasileiros, mas, para seus instigadores como empresários, parlamentares, mídia afasia das massas reacionárias e parte do judiciário, porque, por sua ausência de qualidade presidencial, servia aos propósitos ambiciosos desse tipo de gente antidemocrática. Temer sempre esteve aliado com indivíduos do tipo Padilha, Eduardo Cunha, Renan, Sarney, Aécio, Alckmin, Jucá, entre outros notórios inimigos da democracia.

   Agora, fugazmente no poder, tenta criar para si algum signo que possa lhe notabilizar como diferente do que é tentando outra consideração do povo brasileiro mais afeita ao que ele imagina ser. Como já é sabido, sentindo que vai ser expulso do poder usurpado tiranicamente, resolveu posar para a foto oficial. Como mostrou esse blog Afinsophia. Para explicar o porque de sua demora em tirar a foto, afirmou que era contra foto oficial por ser um “culto à personalidade que não compatível com a democracia”. Palmas e gargalhada geral.

      Um golpista tentando valorar a democracia. Um golpista tentando se mostrar respeitador da democracia por via de uma foto. Ele que junto com as massas reacionárias do país, coadjuvadas com o capital estrangeiro, tripudiou sobre a democracia obliterando seu movimento real através da força de um golpe, tenta se mostrar o símbolo maior da anti-vaidade quando o que verdadeiramente almeja é ser tido para a história da República brasileira também um presidente. Novamente ledo (Ivo) engano. Golpista não tem essência e nem existência para ser considerado e percebido. E mais, não tem produção revolucionária. O que a história toma como sua substância.

    E mais do mais. Ele uma figura que esbanja necessidade de reconhecimento fala em “culto à personalidade”. JK e Lula não cultuaram personalidade e tiraram foto oficial com faixa e tudo. E não foi a foto oficial que lhe fizeram os dois mais importantes presidentes da República brasileira. Não foi a faixa que determinou suas personalidades notáveis e excepcionais. No caso específico de Lula ele já coleciona duas faixas, e se prepara para aumentar sua coleção com a terceira faixa que vai abiscoitar em 2018.

     Porém, sempre tem um porém, diz a vovó Saterê. Temer não entende de psicanálise de massa. O culto à personalidade não é produzida pela vontade da personalidade que persegue o reconhecimento, mas pelas classes que se identificam com a personagem por seus atos. Breve exemplo: Marx. O filósofo de Trier não fez qualquer esforço para ser considerado a mais influente personalidade do mundo. Foram as classes que reconheceram sua sensibilidade, inteligência e moral como substâncias que atingiram o mais alto grau do pensamento. Marx não cultuou nada.

      Temer não deve se preocupar em mostrar que não é vaidoso (invejoso), porque não serão as exibições de sua foto nas paredes das   instituições públicas que irão lhe transforma em um notável presidente.         

 

FOTO-PREMONITÓRIA-GOLPISTA: TEMER, SENTINDO QUE VAI SER EXPULSO DO CARGO USURPADO DE DILMA, TIRA FOTO COM FAIXA PRESIDENCIAL QUE, DEMOCRATICAMENTE, NÃO TEM DIREITO

IMG-20170125-WA0004

Resultado de imagem para imagens de temer com a faixa presidencial

 Não que estivesse sob o domínio do afeto ético, porque golpista se lixa para eticidade, mas o certo é que o golpista-mor Temer, já ha mais de sete meses no poder usurpado da presidenta Dilma Vana Rousseff, poder outorgado pelo povo em forma de mais ade 54 milhões de votos, vinha se despreocupando em posar para às câmeras fotográficas que lhe tornariam, segundo seu orgulho – Spinoza: o orgulho é uma ideia triste que o orgulhoso tem de si maior do que ele é -, perpetuado na história do Brasil como presidente.

 Ocorre, que a decisão de Temer, o golpista-mor, posar para às câmeras fotográficas, com o objetivo inútil de se tornar imortal, deve ser entendida como um ato premonitório. Ele sabe que vai ser expulso do cargo que não conseguiu pelas vias legais: eleição direta. Ele sabe que não tem qualquer qualidade para ser presidente da República, mas faz de conta que tem. Em psicanálise se chama “como se”. Ele se comporta “como se” fosse presidente para se manter no poder. Um “como se” que é sustentado pelas mídias delírio das massas reacionárias.

  Diante da implacável realidade democrática, ele decidiu posar com a faixa presidencial, porque sabe que vai ser expulso do poder que ele usurpou. Daí, que enquanto isso não ocorre, ele corre – rima rimada – para às lentes se iludindo que algum dia – e que dia – um desavisado estudante do primário vai responder à professora os nomes dos presidentes do Brasil e seu nome será pronunciado pelo aluno. Ledo, Ivo, engano. A professora, que estudou os filósofos Deleuze e Guattari, sabendo que a aula é um ato político, vai dizer: “Amigo, pule esse aí que ele jamais foi presidente. Passe para o próximo nome que é o tríplice-presidente Lula!”

   Então, Temer-futuro vai olhar para a foto e dizer, em forma de consolo, “Até que eu fiquei bem com essa faixa”. E alguém ouvindo o narcisismo-desativado, vai avaliar sua auto-consideração: “É verdade, ficou muito bem como fantasia carnavalesca, já que no carnaval toda fantasia cai bem”.

     Viva, Momo!  

COM TEORIA DA CONSPIRAÇÃO OU NÃO, GOLPISTAS COMEMORAM MORTE DE TEORI ZAVASCKI: “O SUBSTITUTO SERÁ INDICADO IMEDIATAMENTE”, “GANHAMOS TEMPO”

Atentado ou não contra Teori, o Brasil sofreu um golpe de Estado apolítico-jurídico-parlamentar-midiático em 2016 que roubou 54 milhões de votos da presidenta Dilma Vanna Rousseff e continua apresentando cenas como num cinema de Costa Gavras.

A direita brasileira não suportaria ficar 16 anos fora do poder na República. Depois,  amargar a partir de 2018 mais 8 anos ininterruptos com Luís Inácio Lula da Silva.

A partir do primeiro mandato de Lula para garantir governabilidade compôs com apolíticos que sempre tramaram contra princípios republicanos. Continuaram no segundo mandato. Com Dilma, ela deu uma brecada e isso contrariou interesses dos famintos, dos degenerados.

Tanto no governo de Lula como no de Dilma a corrupção foi combatida. Não havia um engavetador de processos na República.

Quando Aécio Never Cunha não reconheceu a vitória de Dilma e pediu recontagem de votos estava dada a largada para o golpe de Estado chancelado pelo STF que tudo permitiu alegando a interdependência entre os poderes.

Senadores, Deputados Federais, Empreiteiros, Empresas, lobbys estavam na mira de mega operações que  ameaçavam derrubar a República.

“É preciso estancar a sangria,” declarou Romero Jucá, conhecido como Caju no submundo do crime.

Fizeram de tudo para golpear a presidenta e o povo brasileiro, particularmente os seus 54 milhões de eleitores que a reelegeram.

Só que esse povo não se entregou. Foi às ruas. Discursou. Questionou e continua nas ruas questionando o golpe e as medidas contra a classe trabalhadora.

Esse mesmo povo atuou duramente contra o Congresso Nacional, contra a FIESP e contra o STF que nada fez para evitar o caos em que se encontra a nação brasileira.

O ministro morto poderia ter evitado que  o golpe solapasse 1,3 milhões de empregos só em 2016. Por que não afastou o Caranguejo? Por que autorizou a prisão de Delcídio Amaral? Por que só depois do golpe de Estado afastou Eduardo Cunha? Por que não foi mais incisivo com Moro após a divulgação do diálogo entre a presidenta Dilma e Lula?

Por que convivia com o hoteleiro Carlos Alberto Fernandes Filgueiras  que era julgado no STF por construção de propriedade num APA em Paraty semelhante a Paraty House dos donos da Globo? Esse hoteleiro era sócio do Banco BTG Pactual envolvido em tramas e tendo o ministro atuado beneficiando  um dos sócios do Banco, André Esteves, preso na época? Segundo um jornalista paraguaio, o hoteleiro fez fortuna também explorando serviços na fronteira do Brasil. Bastava observar só um desses desvios éticos do hoteleiro para o herói nacional de Moro não conviver com o dono do hotel onde propinas eram negociadas, né Renan Calheiros.

Conspiracion ou não, a morte do ministro tem tudo a ver com o golpe de Estado.

Neste janeiro de recesso forense ele e sua equipe trabalharam nas delações e nos processos.

Em fevereiro chamaria os 77 executivos da Odebrecht para novas diligências.

Só o conspirador mor contra Dilma na primeira delação aparece 43 vezes. Há ministros, senadores envolvidos nas trapaças.

Temendo a Papuda que em tempo de rebeliões cabeças estão rolando, ex-governador chora e berra que nem bezerro desmamado,  o gato Angorá, Moreira Franco disparou: “o substituto do ministro morto será indicado imediatamente.” No Sul do país, outro que não escapará duma penitenciária, Eliseu Quadrilha demonstrou numa frase a completude do golpe. “vai dar mais tempo para a homologação das delações da Odebrecht” e “Michel Temer vai indicar o substituto com a maior brevidade possível.”

Quando Quadrilha fala em tempo é o tempo deles aprovarem todo tipo de maldade contra o povo. Entrega do Pré-sal, reforma trabalhista e da previdência social, medidas que nos governos de Lula e Dilma nunca foram cogitadas.

Conspiração ou não conspiração, a morte do ministro deve ser investigada por organismos nacionais e observados por órgãos internacionais. Os golpistas não devem participar das investigações. Temos vários exemplos de mortes  em “acidentes” que não se configuram acidentes.

Para Francisco Zavascki, filho do ministro morto que em maio publicou em seu faceboock o recebimento de ameaças, essa prática continuou por emeio, rede social, mas tudo que deseja é que seu pai não tenha sofrido um atentado, pois não seria bom para o Brasil ter um ministro do STF assassinado.

 

CARDOZO, EX-MINISTRO DO GOVERNO DILMA, AFIRMA,AGORA, QUE ATOS DE MORO “ULTRAPASSARAM A LEGALIDADE” E CONTRIBUÍRAM PARA O IMPEACHMENT, COMO A DIVULGAÇÃO DOS ÁUDIOS

Resultado de imagem para imagens do ex-ministro eduardo cardozo

Quando era para falar e se posicionar não falou e muito menos se posicionou. Mas como diz a lógica dos destemporalizados, “antes tarde do que nunca”, mesmo que esse tarde não altere a história, o ex-ministro da Justiça e Advocacia-Geral da União (AGU)Eduardo Cardozo, do governo popular da presidenta Dilma Vana Rousseff, afirmou, em entrevista a jornal de São Paulo, porta voz do atraso, que atos do juiz Sérgio Moro serviram para impulsionar o impeachment. Ele falou impeachment e não golpe quando a maioria do povo brasileiro sabe que foi golpe.

  Cardozo comentou sobre as gravações de Moro entre a presidenta Dilma e o ex-presidente e sua decisão de entregar a Rede Globo que aproveitou, pois trata-se de um conluio entre os dois estamentos, para apresentar a conversa dos dois melhores presidentes do Brasil, como é de seu feitio, como crime. 

  Cardozo, durante sua permanência no governo Dilma, principalmente como ministro da Justiça, serviu de tema para muitos especialistas em política, que o chamavam de indeciso e sem altivez para tomar decisões necessárias ao andamento do governo. Não tomou decisões, em sua pasta, que eram imprescendíveis para a ordem democrática.

 “É um juiz que teve um papel muito importante no processo do combate à corrupção no país. Eu o considero uma pessoa tecnicamente muito preparada, mas também sou crítico de algumas decisões dele. Eu nunca felei isso, mas em certos momentos me parece que o juiz Sérgio Moro decidiu questões que ultrapassaram a legalidade. Se os áudios (conversa entre Dilma e Lula sobre o termo de posse de sua nomeação para a Casa Civil) envolviam indícios de crime, teriam que subir pro Supremo em sigilo, segundo a lei. Se não envolviam, teriam que ter sido incinerados. Moro disse que não envolviam indícios de irregularidades, então, se não envolviam, ele não poderia ter divulgado conversas privadas. Isso ofende claramente a lei, ofende claramente a Constituição.

Por isso que eu, embora afirme que o juiz Sérgio Moro tem um papel importante no combate à corrupção, há decisões dele que podem ser objeto de uma profunda crítica, especialmente quando elas interferem também nos processos políticos.

Nesse caso (divulgação das conversas entre Dilma e Lula) um dos fatores que impulsionou e propulsionou o impeachment foi a divulgação desses áudios feita em total desconformidade com aquilo que legislação brasileira determina”, afirmou Cardozo.

Atualmente Cardozo é procurador do município de São Paulo. O que significa que na ordem hierarquizante da sociedade capitalista estratificada em segmentos antagônicos, como diz Marx em sua Crítica da Filosofia do Direito, de Hegel, a opinião como procurador de município não tem tem a mesma impressionabilidade que teria se tivesse sido feita quando ele era ministro. Principalmente quando era ministro da Justiça.

BREVE AJUSTE DE CONTAS DEMOCRÁTICAS. VOCÊ, QUE “POR DESCUIDO OU FANTASIA”, ESTUPIDEZ OU SADISMO, DEFENDEU O GOLPE, É RESPONSÁVEL PELO SALÁRIO DE 937 QUE COM DILMA SERIA DE 968

 Resultado de imagem para imagens de temer

Resultado de imagem para imagens da carteira de trabalho

    Todos que foram a favor que Dilma fosse extirpada do governo democrático representativo de mais 54 milhões de eleitores, são responsáveis pelo golpe. Todos sabiam que tratava-se da mais teratogênica composição de indivíduos ambiciosos, frustrados, recalcados que ambicionavam (e ambicionam) o poder pelo poder. Ninguém pode se eximir da culpa. Todos sabiam que um ato golpista instala em uma República agentes nocivos à democracia. Daí não há desculpas, diz o filósofo Sartre para tais escolhas livres que comprometem a liberdade humana.

   Instalado o golpe vieram as funestas consequências, já esperadas pelos mais lúcidos, sensíveis e éticos comprometidos com a democracia. Todo o desmonte que o desgoverno golpistas vem causando ao Brasil, além de ser produto do ódio e de sua estupidez, é também produto da inveja dos governos populares instituído no país por Lula e Dilma. A inveje tem sido o afeto-maléfico que serve de nutriente (psicopatológico) aos golpistas. Tudo que reflete o concreto acerto governamental de Lula e Dilma, os golpistas vão com brutal voracidade para destruir.

     O salário mínimo no Brasil tem um valor que deve ser entendido através da ausência de politica salarial dos governos que antecederam Lula, e depois de Lula. Embora com um valo muito baixo para a realidade da força de produção do trabalhador, todavia, com Lula o valor passou a considerar o trabalhador com mais justiça. Para Lula e Dilma, o aumento anual do salário mínimo era uma questão de racionalidade e ética.

    Hoje, nesse ano que se inicia (possivelmente para Temer será somente início, para o bem do Brasil), o desgoverno do golpista-mor, Temer, confirma a inveja que tem de Lula e Dilma, e o ódio e desprezo que tem pelo trabalhador. O valor do salário mínimo em R$937 confirma essa o caráter sádico desse desgoverno. E a reconfirmação encontra-se no fato de que se fosse com Dilma, o valo do mínimo seria de R$ 968. R$31 a mais que o reajuste dos golpistas.

    Um bela debochada contra os que por “descuido ou fantasia”, como diz o poeta, ou por estupidez apoiaram o golpe, é que no golpe eles estavam unidos com os patrões, e agora o valor de seus salário é para beneficiar os patrões contra eles, estúpidos inúteis. O desgoverno golpista trabalha exclusivamente para os patrões.

    Mas ainda há possibilidade de fazer o reajuste do mínimo crescer: ir às ruas para ajudar a colocar os golpistas para fora de onde eles antidemocraticamente se alojaram.

     Lugar de golpista não é na democracia, mas na tirania!  

 

DILMA REALIZA CONFERÊNCIA NA ARGENTINA, RECEBE PRÊMIO DOUTOR HONORIS CAUSA E DE QUEBRA AFIRMA QUE DELATOR DA ANDRADE GUTIERREZ, FERNANDO, DEVE PAGAR POR MENTIRA

Resultado de imagem para imagens de dilma

  A presidenta Dilma Vana Rousseff como uma mulher engajada, inteligente e respeitada nacional e internacionalmente, não deixou de produzir política. Todo momento concede entrevistas para órgão internacionais analisando o mundoatuala e falando, como não poderia ser diferente para uma democrata, sobre o golpe que a democracia sofreu através da ambição e antipatriotismo das forças mais perversas que parasitam o Brasil em todos os quadrantes da sociedade brasileira.

  Dessa vez, a presidenta foi até a Argentina, país que também sofre com um desgoverno antipopular e entreguista, como fazem os golpistas entregando as riquezas do Brasil ao capital internacional, mormente ao capital noete-americano, a convite do Conselho Latinoamericano de Ciências Sociais (Clacso) e pela Universidade Metropolitana (UTEM), e também concedeu entrevista ao jornal La Nacion.

      Durante a entrevista, entre outros temas, Dilma Vana Rousseff, a brasileira que a misoginia sofreu ao lhe ver presidenta, falou sobre o comportamento sórdido de Fernando Azevedo, ex-presidente da Empresa Andrade Gutierrez que durante depoimento no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) afirmou que sua empresa havia depositado R$ 1 milhão para a chapa Dilma/Temer. Porém, quando foi descoberto que ele havia doado R$ 1 milhão, em cheque nominal para Temer, ele mudou sua afirmação. Diante da sordidez, a presidenta entrou com processo contra ele para que ele seja responsabilizado pelo ato sórdido.

      “Ele disse que se equivocou, e nós estamos pedindo que pague por isso. Pedimos que anulem a delação de Azevedo, porque ele deliberadamente tentou comprometer minha campanha.

        Qual é moral da história? Que o delator nem sempre está delatando a verdade, e sim muitas vezes usa sua delação para fazer jogos políticos. Então, a delação tem que ser tratada como manda a lei: um indício, e não como uma prova definitiva. O que se passa no Brasil é que quando há uma delação ela é tratada como prova definitiva”, observou Dilma, a presidenta de mais de 54 milhões de brasileiros.

A imagem pode conter: 4 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas sentadas
A imagem pode conter: 8 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé e área interna

A imagem pode conter: 1 pessoa, em pé

Depois foi correr para o abraço da homenagem da entrega do prêmio de doutora honoris causa.

A canalha se rasga de despeito, inveja e ódio. Fazer o quê? Rastejar empurrada pela força de sua imoralidade.

Veja e ouça o vídeo da premiação.

PARABÉNS, QUERIDA! QUERIDA É DILMA!

    O filósofo Michel Serres afirma que todos nós ao nascermos somos singularidades. Antes de nós ninguém nasceu como nós. Assim, como também depois de nascermos ninguém nasceu como nós. Somos sempre únicos. Ai nossa singularidade: não termos cópia e nem simulacros. O que nos livra da alienação: não sermos a singularidade que somos.

     Mas, ao nascermos, não somos somente singularidades. Somos também individuações.  Potência incorporal que nos move como práxis e poieses criativa. Não individualidade que reflete o numeral-capturador determinado pela semiótica-jurídica do estado. A força-estratificante-paranoica.

      Singularidades e individuações movimentam o mundo como novidade contínua. Os corpos que como práxis e poieses produzem a história, visto que só é corpo histórico o que se apresenta como novo. Não basta nascer para ser tido como histórico. História não é narração de fatos. Nenhum golpista é histórico. Golpistas são quimeras: o que não tem essência e nem existência, como afirma o filósofo holandês Spinoza.

      Somos singularidades e individuações quando nascemos, todavia, nem todos processam em seus percursos esses corpos únicos produtivos e criativos. Um número muito grande de pessoas têm suas singularidades e individuações obstruídas por opressões agenciadas pelos adultos, principalmente pelos pais que são os sujeitos-sujeitados traumatizantes das crianças. Também muitas ditas escolas fazem parte dessa cruel operação opressora. Assim, como meios de comunicação manipuladores.

    As pessoas que tiveram suas singularidades e individuações obstruídas são as representantes da classe burguesa. Não há como encontrar na burguesia esses corpos produtivos e criativos do novo, já que a sua grande compulsão é manter seus privilégios adquiridos oprimindo os trabalhadores. Na burguesia a singularidade sofre a metamorfose da pluralidade-lucro: quantidade. A individuação a metamorfose força do poder: dominação. É por isso que seu caráter ímpar é a brutalidade e a irracionalidade expressadas em ódio, inveja e vingança. Como obstruídos, muitas dessas metamorfoses buscam segurança, poder de dominação e reconhecimento nos estratos concedidos pelo Estado burocrático hegeliano. Triste ilusão.

    Como a burguesia é pluralidade-lucro e força de poder dominante, ela não se move, é molar. E como tudo que é imóvel só reflete o já estabelecido, e no caso da burguesia a ambição de sua classe, e a história é “movimento real”, a burguesia não faz história. Não há burguês-histórico. Alguém poderia afirmar: Então, a burguesia é o lixo da história! Não! Na história, como produção e criação do novo, não há lixo. Não há excedente. Não há resíduos recicláveis. A história é a história por si mesmo. Mulheres e homens ativos como singularidades e individuações.

    Dilma é história! Os golpistas não. Dilma é história querida. Querida, não como adjetivo, mas como devir singularidade e individuação. Não é querida porque alguém lhe quis querida pronominal. Mas porque ela primeiro se tornou seu próprio querer. E como seu querer, se tornou querida por si mesma. O afeto revolucionário que os que lhe chamam de querida compuseram com ele. Ninguém é amada sem primeiro se tornar por si mesma querida. Querida é o afeto amor que encadeia desejos revolucionários produtores e criadores da democracia como devir-povo. A ultrapassagem contínua como existência nova.

      Só se faz querida por via da singularidade e individuação que são os afetos livres que compõem potência de agir coletivo. Sartre afirma que a existência precede a essência. O homem primeiro é livre para escolher. E não primeiro escolhe para ser livre. Aí a existência como singularidade e individuação liberdade.

   Como a singularidade e a individuação da burguesia encontra-se em estado obstruído, ela jamais poderá processar em si um querer que lhe torne querida por si mesma, para que o outro o tome como querida. Como não é querida, a burguesia se engana com o tratamento entre os seus pares: “Oi, querida! Como, vai querida? Você é muito querida! Querida você é um luxo!”. Um infinito tagarelar querida para se iludir que é querida. Daí se infere que no meio burguês não há amor, já que para o amor se fazer presença real, ontologicamente ser, é necessário que os amantes sejam em si queridos.

    Parabéns, Querida! Querida é Dilma! O povo compõe com Dilma Querida, porque ele se quis e se fez querido. Ele sabe que só há democracia quando o povo se faz querido. E ser querido é atingir o mais alto grau político da democracia. Grau que a analfabeta-burguesia jamais alcançará.

    Não cansamos: Parabéns, Querida!


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.243.263 hits

Páginas

agosto 2021
D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

Arquivos