Archive for the 'Economia Doméstica' Category

TEREZA CAMPELLO DISSE QUE O BOLSA FAMÍLIA TERÁ REAJUSTE ATRAVÉS DE RECURSOS QUE SAIRÃO DO ORÇAMENTO DE 2016

bolsa_familia88079

O programa Bolsa Família que beneficia milhões de famílias brasileiras e que já é copiado e aplicado em vários países do mundo tal sua importância como fator de diminuição da pobreza e estímulo ao aumento da estima dessas famílias, é a expressão inconteste de uma política social criada pelo governo Lula e continuado no governo Dilma.

Como se trata de um programa de transferência de renda que deu certíssimo as direitas ressentidas continuadamente se colocam contrárias com acusações que deixam escapar os seus motivos: inveja e ódio. Porém, essa posição delirantemente-invejosa, não surgiu agora. As direitas já o atacavam, com forte teor de inveja, muito antes dele se tornar realidade. Ainda mais, porque elas passaram oito anos no poder e não realizaram qualquer programa que beneficiasse a população mais necessitada. Oito anos em que essa população ficou totalmente abandonada pelos desgovernos de Fernando Henrique, além de outros seguimentos do país, como a educação, a saúde, o emprego. Sem falar na crise de energia, a corrupção na Petrobrás e à submissão ao Fundo Monetário Internacional (FMI).

Entende-se que não se trata nada de preocupação com o Brasil, mas de um caso claro de psiquiatria. É inveja pela inveja, basta só observar a continua campanha golpista dirigida por Fernando Henrique. Como as direitas sabem que o Bolsa Família conhecido pela maioria do povo brasileiro como necessário para essa parte da população, elas acreditam que ele é um forte cabo eleitoral dos governos populares. Daí a perseguição contra ele.

Elas rezaram para que o Orçamento de 2016 trouxesse cortes no programa. Só que Dilma afirmou que nele ninguém toca. E agora a ministra do Desenvolvimento Social, a eficiente e engajada Tereza Campello, afirmou ontem, dia 4, que o Bolsa Família terá reajuste cujos recursos deverão sair do Orçamento de 2016.

“Existe a previsão de ter aumento no Bolsa Família, na casa de R$1,1 bilhão, que pode ser um pouquinho maior, dependendo do comportamento da economia”, disse a ministra.

Tereza Campello também deu um chega pra lá na emenda à Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) do ressentido-compulsivo, Aécio Cunha, que pretendia que o reajuste do programa deveria ter como base o índice da inflação mediada pelo IPCA.

“Me preocupa muito essa ideia de indexar o Bolsa Família à inflação, como queria o senador Aécio Neves. Não vamos nos meter nessa aventura. O Bolsa Família não é salário e nem o substitui”, rebateu a insigne ministra.

Segundo dados do Ministério do Desenvolvimento Social o benefício do Bolsa Família variou entre janeiro do ano de 2011 e junho de 2015 em 78,35%. O que supera quatro índices de inflação no período que varia de 27,95% a 45,78%.

Dados que comprovam que a emenda de Aécio é coisa de Aécio.

PREVISÕES DA MÃE TRANSVISÃO PARA O ANO DE 2016

images-cms-image-000415351

Embora conhecendo o adágio temporal-sacro de que “o futuro a Deus pertence”, membros dos vetores comunicacionais da Associação Filosofia Itinerante (Afin), Blog Esquizofia e Blog Afinsophia , fizeram uma vista a Casa da Mãe Transvisão com o intuito de pedir a ela que, em sua potência-transcendental, realizasse algumas previsões para o ano de 2016 que já se encontra adentrando no ano de 2015. Ano em que as direitas do Brasil contam minuciosamente os segundos para que encerre seu ciclo, visto que fora um ano em que elas não tiveram qualquer de suas intenções conspiradoras consumadas. Entre elas, depor Dilma e prender Lula, dois expressivos brasileiros por suas originalidades.

Mãe Transvisão, como sempre carinhosa, solícita, meiga e inteligente atendeu os consultantes. Em seu salão nobre, completamente colorido, de um psicodelismo envolvente, enlevado por aromas agradáveis, sonorização fluente, ela, em seu traje singular composto por traços cativantes, envolveu-se com a transcelestidade, transtemporalidade, transhistoricidade e trancedência e realizou seus contatos que nos foram comunicados como formas de previsões.

Como Mãe Transvisão é uma mulher eminentemente politizada, ela começou suas previsões pelo que há de pior no Brasil: as ignóbeis trapaças das direitas golpistas comandadas pelo seu persona non grata, Eduardo Cunha.

Então, leiamos as previsões da infalível Mãe Transvisão.

  • No começo do ano de 2016, Eduardo Cunha conquistará a tríplice coroa: será destituído da presidência da Câmara Federal será cassado e preso.

  • Aécio Cunha vai aumentar mais ainda seu tônus biliar: Dilma continuará seu objeto de desejo inatingível. Continuará tramando, mas vai aos pousos ficando mais isolado que já se encontra. Até os coxinhas lhe abandonarão. E para acabar de vez com sua simulação de honestidade, Janot vai pedir ao Supremo Tribunal Federal (STF) investigação sobre a Lista de Furnas. Esquema de corrupção comandado pelo PSDB sob a orientação do próprio ressentido-compulsivo.

  • Fernando Henrique vai sofrer um grande baque em seu narcisismo já tão anêmico: Dilma vai ter a popularidade de seu governo aumentada.

  • Serra sofrerá investigações e terá seus projeto entreguista do pré-sal totalmente combalido.

  • O senador Agripino Maia vai ser condenado pelos crimes de corrupção e perder o mandato.

  • O vice-presidente Michel Temer, continuará sendo apenas uma figura decorativa no governo Dilma. E sua fama de golpista vai aumentar e nem as mídias aberrantes, suas defensoras, vão conseguir protege-lo.

  • O deputado Jean Wyllys do PSOL vai conseguir maior aderência em suas ideias que serão compartilhadas por grande parte da sociedade brasileira.

  • A deputada Jandira Fegalli do PCdoB vai se tornar a representação-mor das mulheres combativas do mundo indicada por organismos internacionais.

  • Os institutos de pesquisa eleitoral vão sofrer o ano inteiro: terão que divulgar resultados de suas pesquisas para a eleição presidencial de 2018 com Lula disparado na liderança.

  • O deputado racista e homofóbico Bolsonaro será definitivamente condenado por ter ofendido a deputada Maria do Rosário (PT/RG).

  • Fernando Henrique terá um ano doloroso e tenso: as investigações sobre esquema de propina na Petrobrás em seus governos aumentarão de tal forma que nem as mídias, suas protetoras, poderão escamotear as notícias sobre esse esquema de onde se originaram Paulo Roberto Costas e Pedro Borusco, ambos presos pela Operação Lava Jato.

  • Dilma não vai sofrer impeachment, a economia vai voltar a crescer, a maioria dos brasileiros terão suas vidas melhoradas e parte das direitas vai morar na Argentina para apoiar o governo Macri.

  • Lula será indicado ao Prêmio Nobel da Paz e Fernando Henrique será acometido de forte crise de invejite-tremules.

  • Os movimentos sociais e os sindicatos serão mais fortalecidos e terão maiores participações em decisões importantes para a sociedade brasileira.

  • As artes como o cinema, teatro, música, literatura, dança, todas as formas de expressões populares terão maiores investimentos.

  • Os estudantes do ensino público do estado de São Paulo, que mudaram o conceito de educação no estado defendido pelo governador Geraldo Alckmin com seu plano de ‘reorganização’, vão constatar o fim desse plano.

  • O compositor, cantor, escritor, teatrólogo, poeta, articulista Chico Buarque receberá das mãos de um organismo internacional o título de representante-maior da sensibilidade e inteligência frente estupidez-arrogante da burguesia-desvairada.

  • A surpresa das eleições municipais de 2016 será o número de prefeitos eleitos de partidos progressistas, assim como vereadores.

  • Em Manaus, o prefeito que jurou aplicar uma surra em Lula, Arthur Neto, não será reeleito apesar do grande esquema de cooptação de funcionários como cabo eleitorais. Seu pior cabo eleitoral serão os buracos que ele produziu em Manaus como continuação das gestões de prefeitos anteriores como seu amigo Amazonino, ex-prefeitos Serafim e Alfredo. Professores, médicos e outros profissionais lambaios continuarão votando nele, mas não será um número insuficiente para reelegê-lo.

  • Muitos vereadores que usam as igrejas como catapulta para a vereança não serão reeleitos, assim como os chamados novos também.

  • Os principais candidatos que disputarão a prefeito de Manaus serão um de partido progressista e outro, como é comum no Brasil, de um partido reacionário. Mas não serão do PSDB, PPS, DEM, SD e REDE.

  • O governador do Amazonas, José Melo, será cassado, mas vai recorrer em outra instância. Porém, no final será cassado de vez.

  • No mesmo momento da derrota de Arthur e a cassação de Melo, jornalistas e empresas de comunicação submissas e calculistas a ambos cuspirão nos pratos que babaram.  

  • A TV Globo vai continuar perdendo audiência junto com sua emissora de rádio CBN, e será denunciada e investigada pelo FBI no esquema de corrupção da FIFA e ainda será, terminantemente, obrigada a pagar sua dívida com a Receita Federal.

  • As inúteis revistas lamê Veja, Época e IstoÉ diminuirão suas finanças, irão despedir funcionários e ficarão com os pés na cova do capitalismo.

  • Por sua vez, os blogs, sites, portais progressivos, também conhecidos como “sujos”, aumentarão seus acessos. E também terão aumentados seus anúncios de publicidades.

  • A Seleção Brasileira vai continuar sofrendo em busca de sua classificação para a Copa do Mundo. Porém, só no ano que vem é que se saberá ao certo se será classificada ou não.

No fim das previsões, os membros dos blogs pediram que Mãe Transvisão, fizesse algumas previsões para a Afin. Então, ela pousou nos membros dos blogs um olhar cândido e sorrindo suavemente disse que a Afin apenas processasse seus devires com confiança, engajamento e responsabilidade como vem fazendo há mais de 13 anos.

O que eles queriam mesmo era saber qual seria a conclusão do processo que a Afin vem respondendo no Paraná porque seu Blog Afinsophia publicou um artigo, em 2012, sobre um caso de racismo e foi acusada de prática de ofensa e ter que pagar R$ 30 mil de indenização.

Ao saírem da casa sagrada Mãe Transvisão abraçou todos os abençoando  proferindo louvor: “Axé, meus filhos e filhas!”. Ao que eles responderam: “Axé, Mãe Transvisão!”

DILMA ENTREGA MORADIAS DO MINHA CASA, MINHA VIDA ÀS FAMÍLIAS VITIMADAS PELAS ENCHENTES NO RIO

15d803b3-0e31-4a23-bb8f-92ad145969a9Em 2011 o estado do Rio de Janeiro sofreu uma das maiores enchentes de sua história que causou graves danos aos moradores das cidades de Nova Friburgo, São Gonçalo e Duque de Caxias levando várias famílias a perda de suas moradias.

Ontem, dia 10, a presidenta Dilma Vana Rousseff, fez entrega de moradias do programa Minha Casa, Minha Vida nesses municípios às famílias vitimadas pelas enchentes. Entre essas famílias estavam presentes algumas que perderam suas moradias nas enchentes de 2011.

a695ff61-9349-47e3-8383-d78c8c638d23

Nova Friburgo - RJ, 10/11/2015. Presidenta Dilma Rousseff durante Cerimônia de entrega de unidades habitacionais em Nova Friburgo/RJ e entregas simultâneas de unidades em São Mateus/ES, em São Gonçalo/RJ e em Duque de Caxias/RJ do Programa Minha Casa Minha Vida. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

Nova Friburgo – RJ, 10/11/2015. Presidenta Dilma Rousseff durante Cerimônia de entrega de unidades habitacionais em Nova Friburgo/RJ e entregas simultâneas de unidades em São Mateus/ES, em São Gonçalo/RJ e em Duque de Caxias/RJ do Programa Minha Casa Minha Vida. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

bbe94a56-6821-4346-af66-526e06b3df69 de4b0875-bbca-42f2-bdb1-442cdf49587a cfc7af75-2326-459b-8874-531fab6d6e48Foram entregues por Dilma 300 apartamentos em Nova Friburgo, 215 casas em Duque de Caxias e 280 apartamentos em São Gonçalo. Também foram entregues, em São Mateus, no Espírito Santo, 1004 casas. Os apartamentos com 55m2 apresentam uma especificidade: são adaptados para pessoas com impossibilidade de mobilidade física. Os imóveis possuem dois quartos, sala, cozinha, banheiro, área de serviço, piso cerâmico, água, esgoto, drenagem e energia elétrica.  

Já foram entregues mais de dois milhões e meio de moradias e até o fim do governo da presidenta Dilma serão entregues 4 milhões e 160 mil unidades.

“Assisti cenas de grande solidariedade. Pessoas que tinham perdido seus familiares, imersas em extrema dor, cenas comoventes. A nossa proposta era construir as vidas das pessoas atingidas, melhorando a situação, garantindo que tivessem acesso à casa própria, observou Dilma durante a cerimônia de entrega das moradias.

Ela também afirmou que seu governo não irá fazer corte nos recursos do programa Bolsa Família.

“Nós continuaremos a garantir recursos para as famílias que menos têm em nosso país”, afirmou Dilma sob os aplausos dos presentes.

DILMA FAZ ENTREGA DE MORADIAS E REAFIRMA QUE O BOLSA FAMÍLIA E O MINHA CASA, MINHA VIDA NÃO VÃO TER CORTE

d79765dc-cb16-4fac-a74a-334be4027869As táticas são as mesmas desde a relação atribulada de Caim e Abel: a velha inveja. Com mais de doze anos nas costas de consagrados sofrimentos por terem sido expulsos do poder pelo povo, os reacionários lançam mão de qualquer expediente indecoroso para atingir o governo Dilma. Pior para eles: não conseguem.

Agora a tática, ou expediente, é espalhar que Dilma vai fazer corte nos programas Bolsa Família e Minha Casa Minha Vida. Fantasiam eles que os beneficiados vão se desesperar e atacar Dilma ou lançar lhes impropérios. Tudo em vão.

Dilma ao fazer entrega de 2.681moradias para famílias de Brasília, São Paulo e Rio Grande do Sul, voltou a reafirmar que, apesar das dificuldades econômicas que passa o país, não haverá cortes nos programas Bolsa Família e Minha Casa, Minha Vida.

“Muita conversa que não é séria parece. Estou dizendo o Bolsa Família não vai ser interrompido. O Minha Casa, Minha Vida não vai ser interrompido.  

Estamos fazendo um esforço para melhorar nossas finanças e voltar a crescer mais rápido. Mas o Minha Casa, Minha Vida não para. Ele é importante para as famílias brasileiras.

A gente aperta o cinto e também garante aqueles programas que são fundamentais para a vida da população do nosso país.

O programa ainda tem outro mérito, ele assegura empregos na construção civil. E também, por isso, ele é muito importante. Vejam duas coisas, garante casa própria e gera emprego”, disse Dilma.

Enquanto isso os reacionários cada vez mais imobilizados no passado abraçados em seus sedutores espectrais fantasmas. 

BOLSA FAMÍLIA ESTÁ MAIS SEGURA DO QUE A CONQUISTA DO CAMPEONATO BRASILEIRO PELO CORINTHIANS

dilmalulaplanaltoNo quadro das dificuldades econômicas que passa o país surgem inúmeras formas de apelações contra o governo da presidenta Dilma Vana Rousseff, eleita pelos vetos da maioria dos eleitores brasileiros que mandou o seu fraco adversário Aécio Cunha, ao nicho do ressentimento exacerbado.

Entre as apelações vingativas surgiu a que a presidenta, para dirimir as dívidas, deveria fazer corte no Bolsa Família. O relator do Orçamento da União de 2016, deputado Ricardo Barros (PP/PR) propôs um corte de R$ 10 bilhões do programa, mas Dilma falou firme se colocando contra.

Ontem, dia 22, Dilma, em cerimônia, no Palácio do Planalto, que sancionou lei que regulariza mais de seis mil lotéricas no país, disse que o programa Bolsa Família é o maior programa social do governo e possui um compromisso inarredável.

“Não podemos permitir que isso aconteça. Estou certa que o bom senso prevalecerá na destinação de recursos ao programa.

Além de ser reconhecido por sua eficiência, o Bolsa Família tornou-se peça central de nossa estratégia de enfrentamento da pobreza e da desigualdade social. A ONU e o Banco Mundial reconhecem no Bolsa Família uma invenção brasileira de alta repercussão.

Cortar o Bolsa Família significa atentar contra 50 milhões de brasileiros que têm uma vida melhor por causa do programa. O Bolsa Família completou 12 anos. Isso significa que o Brasil tem a primeira geração de crianças que não passaram fome e que estão na escola.

É o maior programa de inclusão social do mundo afirmou Dilma. Destinado aos mais vulneráveis, ele mantém 36 milhões de pessoas fora da extrema pobreza. O Bolsa Família garante ainda que 17 milhões de crianças e adolescentes estema na escola e ajudou a reduzir 58% da mortalidade infantil.

O Bolsa Família é prioridade máxima para meu governo como foi para o governo do presidente Lula”, afirmou Dilma.

Uma afirmação que torna o Bolsa Família para as famílias brasileiras, mais seguro do que a conquista do Campeonato Brasileiro pelo Corinthians para seus torcedores. E quem sabe que alguns não são membros do Bolsa Família, já que, junto com o Mengão, é o time do povão?

O Bolsa Família é sempre gol e conquista de campeonato contra a miséria!

A POPULAÇÃO BRASILEIRA NÃO REFLETE AS ALUCINAÇÕES E DELÍRIOS DOS GOLPISTAS COMO ELES AFIRMAM

0001Como já foi dito várias vezes o comportamento das direitas, em relação ao governo Dilma querendo tirá-lo a qualquer custo do poder não importando para isso às eleições democráticas em que ela foi eleita com mais de 54 milhões de votos, é inegavelmente uma questão psiquiátrica.

Há visíveis alucinações, sentimentos falsos em relação à realidade, e delírios, afirmações que não se coadunam ao princípio de realidade, a objetividade. Todas as expressões das direitas que conspiram contra o governo Dilma querendo-a fora do poder-político saem de conteúdos psiquiátricos. Conteúdos que não encontram correspondência no mundo exterior vivenciado, observado e pensado pela maioria da sociedade brasileira.Lula_e_Dilma_be_01

Três diagnósticos com suportes saídos da realidade.

I – O ódio contínuo por elas terem perdido mais uma eleição para os governos populares que mudaram a vida de milhões de brasileiro que viviam na extrema pobreza e, como também, a vida da classe média. No primeiro caso, o Bolsa Família que completou no dia 20, 12 anos de satisfatória existência e insatisfatória inexistência das direitas.

Com é sabido o ódio contínuo obstrui a realidade e impede o sujeito de inter-relaciona-se com o mundo, ao mesmo tempo, que o impossibilita a construção de uma infra-relação interior derivada da dialética de si com o mundo, já que o mundo para ele foi dissipado pelo ódio.

II – A inexistência de qualquer projeto político para substituir o projeto do governo popular que vem sendo eficaz a ponto de ser tido como modelo para muitos países desenvolvidos. A inexistência de projeto substituto nas direitas confirma que seu objetivo em querer se apossar do poder através de golpe é decorrente da dissipação do real. Elas estão mentalmente impossibilitadas de criar um projeto, posto que para criar um projeto a ser aplicado no exterior ele deve ter seus fundamentos saídos da observação, apropriação, comparação e análise da concretude material e ideal do mundo. Caso contrário é produto de delírio. Do tipo de delírio de pacientes que pretendem criar o paraíso na Terra por se sentirem maravilhados pela aura divina.

III – De acordo com o filósofo-psiquiatra Karl Jaspers, a consciência do Eu é constituída de quatro características formais. Consciência do Eu como atividade, unidade, identidade e oposição ao exterior. Todas essas características formais estão ausentes nas direitas quando se trata da objetividade. Sua atividade inexiste. Ela é inerte, não age. Sua unidade, sou um no mesmo momento, está dissipada. Sua identidade, sou o que sou hoje, como fui ontem, destemporalizou-se. E, por fim sem fim, a oposição ao mundo exterior fragmentou-se e tomaram seu lugar as alucinações e os delírios.

Um exemplo irrefutável pode ser apresentado pela consciência do Eu na característica formal como identidade. Uma grande parte dos golpistas é acusada de corrupção. São personagens partidários, personagens midiáticos e empresarias, entre outros, com estrutura mental corrompida, mas que não a tomam como elementos de suas identidades. Acusam o governo de corrupto quando são corruptos. O que significa: destemporalizaram as identidades.

Observando as direitas por esse quadro psiquiátrico diagnosticador político não há que se perder tempo e cognição para tentar entender por que elas são despudoradas, levianas, imorais, conspiradoras, aéticas, estúpidas, insensíveis, etc.

O deputado golpista do PSDB, partido da burguesia-ignara, Carlos Sampaio, afirmou ao entregar, junto com outros golpistas como Hélio Bicudo, 93 anos, um dos que  destemporalizou a existência, ao presidente da Câmara Federal Eduardo Cunha, o homem dos 5 milhões de dólares, mais um pedido de impeachment contra Dilma, que a população brasileira quer a saída de Dilma do governo. Ele não sabe que a população brasileira é um corpo-devir demográfico-político-social-econômico-histórico-antropológico-cívico constituído por sua potência-criadora como substância de si mesma. Não é uma abstração fantasiada por um grupo calculista para servir os interesses desse grupo.

“Esse movimento não é apenas da oposição. Estamos aqui apresentando esse pedido, principalmente, em nome da população brasileira, que não suporta mais esse governo”, disse o deputado golpista como se soubesse o que significa oposição.

images-3-27-327bb59e0044eb146cc61cdfdbdf4df437c85e06Os golpistas jamais saberão que a população é uma contínua intensidade democrática, que em sua singular transcendência nunca pode ser capturada por alucinações e delírios.

DILMA ENTREGA MORADIAS DO MINHA CASA, MINHA VIDA E DEFENDE O USO DE TRIBUTOS EM SUAS CONSTRUÇÕES

image_preview (1)A presidenta Dilma Vana Rousseff mais uma vez realizou o que seu governo prometeu: entregou novas moradias aos que necessitam de habitação. Desta vez foi no município de São Carlos, no interior do estado de São Paulo. Durante a cerimônia de entrega das moradias a presidenta defendeu a ideia de que o dinheiro arrecado com tributos sejam usados nas construções de casas populares.

Ela lembrou também que antes da criação do Programa Minha Casa, Minha Vida, em 2009, os programas habitacionais eram deveras pequenos, não atendendo a demanda. Com o Minha Casa, Minha Vida, já foram entregues 4 milhões moradias. E, mesmo com a crise econômica, o programa vai continuar em sua terceira fase.

Dilma também fez entrega de moradias, simultaneamente, através de videoconferência, nas cidades de Leme, Itanhaém, em São Paulo, e nas cidades de Monteverde, Minas Gerais, e Campo Formoso, na Bahia. Foram 3,422 moradias entregues.

“O governo recorreu ao dinheiro que a agente arrecada dos tributos para fazer o quê? Para garantir que famílias tivessem acesso a casa própria, porque, antes, vocês não tinham como pagar a casa própria, porque os recursos não eram destinados a fazer e a cumprir o sonho de ter um lar.

Quando lançamos o Minha Casa, Minha Vida, não faltou gente dizendo que não ia dar certo. No Brasil, tem hora que algumas poucas pessoas olham para os programas que fazem bem para o povo e dizem: ‘não vai dar certo, porque não vai dar certo’. Hoje estamos mostrando que deu certo e via continuar dando certo.

Estamos passando por um período de dificuldades. Esse período faz com que a gente tenha que fazer esforços, de tomar medidas, apertar um pouco o cinto, mas uma coisa garanto: não vamos deixar de garantir o Minha Casa, Minha Vida. Além disso, estamos tomando todas as medidas para recuperarmos o crescimento econômico do país, gere mais emprego, garanta renda”, disse Dilma.

Dilma também reconheceu a importância dos movimentos sociais de moradias na construção das moradias

“Vocês deram uma demonstração muito importante. Mostraram que era possível construir casas de qualidades”, observou Dilma.

A FOME NO MUNDO CHEGOU A DIMENSÃO DE ESCÂNDALO, DIZ PAPA CHICO

cubapapa72550Em suas condições biológicas-instituais, todos os animais têm fome. Os animais em seu hábitat natural comem. O homem em seu hábitat natural come e não come. O homem da sociedade capitalista come por força de seu dinheiro. Quem não tem dinheiro passa fome, mas a fome não passa.

O capitalismo se toma como sistema econômico de riqueza. Porém, a riqueza é para poucos que comem em abundância e estragam os alimentos. Outros que não são ricos, mas podem comprar a morte de suas fomes, comem. E também estragam alimentos. Os alimentos são mercadorias que proporcionam lucros para seus proprietários, desta forma a fome nas cidades encontra-se intrinsecamente ligada ao capital.

O instinto-fome tornou-se institucional por força dos Estados em forma de indústria alimentar ou instituição responsável pelos alimentos. Como ocorre com a institucionalização da água, onde o homem tem que pagar para beber. Para aplacar a necessidade da fome e da sede o homem, em sociedade, precisa se inserir nessas instituições do universo das mercadorias-alimentos-água. Na pré-história e nas áreas rurais distantes das urbes, os homens satisfazem o instituto-fome-sede sem precisar das instituições do instinto-fome-água. 

Para ter dinheiro para alimentar sua fome e saciar sua sede, o homem precisa de emprego. Com emprego terá salário. E com salário poderá comprar alimentos para matar sua fome. Trabalhando, mesmo com um salário confirmando que é exploração, o homem não precisa da compaixão dos ricos para se alimentar. Nenhum homem precisa de compaixão, já que viver e viver bem, é seu compromisso existencial.

Todavia, o rico não tem compaixão. O que é bom para o pobre, já que ele não servirá de sublimação do mal do rico. Sua compaixão é mais uma de suas máscaras como agente do capitalismo. Concede algumas migalhas a alguns que têm fome para simular um “amor ao próximo”. E com isso lucrar por força de um sentimento calculista.

Quem passa fome sabe junto com o poeta acreano, que “minha miséria não foi Deus que quis muito menos eu”. A fome como reflexo da miséria, é criada pelos homens ricos. Não a fome como instinto é lógico, mas como não ter o que comer. A impossibilidade de comer é a maior ofensa que um homem rico impõe a um necessitado. Uma perversão que escapa do olhar de Deus. Impor fome ao necessitado é se alojar longe da ordem divina-natural.

É o que mostra o papa Chico ao afirmar que a fome hoje alcançou “dimensões de verdadeiro escândalo”. A afirmativa de Chico ocorreu, ontem dia 3, quando da comemoração dos 25 anos do Banco Alimentar.

“A fome alcançou dimensões de um verdadeiro escândalo que ameaça a vida e a dignidade de muitas pessoas, homens, mulheres, crianças e velhos.

Devemos lembrar diariamente desta injustiça: num mundo rico em recursos alimentares, também graças aos progressos tecnológicos, são demasiados aqueles que não têm o necessário para sobreviver.

E isso não acontece apenas nos países pobres, mas também cada vez mais nas sociedades ricas e desenvolvidas.

Este problema é hoje agravado mais pelo aumento dos fluxos migratórios, que leva à Europa milhares de refugiados, que fogem de seus países e que necessitam de tudo”, analisou Chico.

E no Brasil ainda tem uma corja de indigente de burgueses-bulímicos que pretendem o fim do Bolsa Família e invejam a saída do Brasil da faixa da fome.

Posição de pervertidos.

DILMA, EM TEREZINA, DISSE QUE “DEVEMOS REPUDIAR OS QUE QUEREM SEMPRE A CATÁSTROFE”

images-cms-image-000455735No Brasil as direitas sempre se sentiram livres para fazer e desfazer de acordo com seus objetivos econômicos, sociais e hipocritamente políticos. Essa é a-história do Brasil patrocinada pelos governantes que nunca se preocuparam com as populações de baixas rendas e as que sempre estiveram nos guetos esperando apenas a morte. E o principal motivo era que esses governantes não destruíram em si a herança colonial. Sempre se colocaram em posição submissa ao capital internacional. Daí que desde a chamada República Velha e a tautológica e arcaica Republica Nova, foi sempre assim.

Agora, que há 12 anos o Brasil experimenta um governo popular essas mesmas forças reacionárias através dos herdeiros do passado usam todas as formas de trapaças para impedir o governo eleito pela maioria da população continuar seu mandato. São os velhos colonizados e seus novos herdeiros colonizados juntamente com alguns membros de instituições, também com consciências colonizadas, que pretendem de qualquer forma tomar o governo. São personagens que já mostraram que não querem o governo para a maioria da população, mas para seus próprios interesses de famílias, partidos, grupos econômicos, midiáticos e institucionais.

dilma-dialoga-brasil-890x395Comprovado que não há crise econômica capaz de parar o país, essas consciências colonizadas procuram através dos partidos reacionários fomentar ameaças ao governo Dilma. Todavia, não contam que a grande maioria dos brasileiros que já entendeu o objetivo das consciências colonizadas. É por essa razão que a presidenta Dilma se mantém com confiança que essas dificuldades vão acabar e Brasil vai continuar seu crescimento que começou com o governo Lula.

Sendo assim, Dilma, em Terezina, capital do Piauí, ao lançar o site Diálogo Brasil, voltou a mostrar quem são os verdadeiros inimigos do país e por que eles se comportam da forma abjeta.

“Nós devemos repudiar esses que querem sempre o desastre, a catástrofe. Claro que o país passa por dificuldades, mas são dificuldades que nós superaremos porque somos capazes de superar”, afirmou Dilma.

devemos-repudiar-quem-sempre-quer-a-catastrofe-diz-dilmaRSF_Dilma_Ferrovia_Transnordestina_11092015_001Dilma afirma o que as consciências colonizadas não podem afirmar: superar dificuldades. Um exemplo breve: os desgovernos de Fernando Henrique o guru colonizado s das direitas. Além de seus desgovernos criarem dificuldades, entregaram o país rebaixado e mendigando quando Lula foi eleito presidente da República.

MAIS DE 120 MIL FAMÍLIAS SERÃO ASSENTADAS ATÉ 2018

312476a5-cc01-4862-8eca-5fb2b4739407O novo Plano de Reforma Agrária, encaminhado a presidenta Dilma Vana Rousseff pelo ministro Patrus Ananias, do Ministério do Desenvolvimento Agrário, mostra que mais de 120 mil famílias que vivem acampadas pelo país, serão assentadas até o ano de 2018. O plano foi criado a pedido da presidenta.

Para o ministro é ousado e para sua implementação ele vem recebendo auxílio do Instituto de Colonização e Reforma Agrária (Incra) no levantamento dos recursos. Ele também relacionou a reforma a agricultura familiar e sua importância na produção de alimentos e produção de renda.

“Elaboramos um plano concreto, factível, um plano de ação na perspectiva de assentarmos em condições dignas as 120 mil famílias hoje acampadas no Brasil. Nossa proposta foi encaminhada à Presidência da República, e estamos aguardando uma convocação da presidenta Dilma para apresentarmos o plano à sociedade brasileira.

O prazo que estabelecemos inicialmente nos despachos com a presidenta foi cumprirmos esses assentamentos até 2018. Esse objetivo é ousado e depende da adesão de municípios e estados. Todos nosso esforço, nosso empenho será posto para alcançarmos esse objetivo”, afirmou o ministro.

Essa informação prestada pelo ministro Patrus Ananias foi prestada na reunião que ele participou na comissão geral da Câmara dos Deputados.

 

APESAR DA CRISE DILMA ENTREGA 2.555 MORADIAS DO MINHA CASA, MINHA VIDA E DIZ QUE O PAÍS VAI MELHORAR, APESAR DOS PESSIMISTAS

dilma-em-catanduva83366A presidenta Dilma Vana Rousseff viajou para a cidade de Catanduva onde fez entrega de 1.237 moradias do programa Minha Casa, Minha Vida. E através de teleconferência fez entrega de outras unidades habitacionais nas cidades de Araras, Arara quara e Mauá. No todo foram entregues 2.555 moradias.

Em Catanduva ela concedeu entrevista onde falou sobre a condição atual do país e a crise econômica internacional que impõe preocupação ao mundo. Principalmente os países considerados desenvolvidos da Europa e os Estados Unidos. Para Dilma o governo brasileiro ao tomar as medidas necessárias, entende que os efeitos do que ocorreu na economia mundial na segunda-feira, em que as Bolsas caíram principalmente na China, não vão pegar o país.

Dilma não escondeu a situação que o país atravessa, mas afirmou que o desejo dos que querem o pior para o país não vai ser alcançado. O Brasil vai sair dessa situação e retomar seu crescimento em curto prazo, disse.

 “Eu espero uma situação melhor. Mas não tenho como garantir que a situação em 2016 vai ser maravilhosa, não vai, muito provavelmente não será. Agora, também não será a dificuldade imensa que muitos pintam. Vamos continuar tendo dificuldades, até porque não sabemos a repercussão de tudo que está acontecendo na economia internacional.

As nossas medidas já começaram a ser implementadas, não temos como estarmos pior no futuro, porque tomamos um conjunto de medidas.

As pessoas querem que as coisas sejam imediatamente resolvidas. É compreensível, mas nem sempre é assim. E isso não ocorre também na vida da gente: você tem uma dificuldade, tem que enfrentar e só o tempo lhe ajuda a fazer passar”, disse Dilma.

Na construção das 2.555 moradias, que vão beneficiar mais de 10 mil pessoas, foram investidos R$ 250 milhões do governo federal.

Apesar da perversa prática do capitalismo, que o próprio capitalismo chama de crise mesmo se sabendo que ele é o grande autor, o governo Dilma vem mantendo suas políticas sociais. Mesmo com toda a perversidade do capitalismo internacional as famílias não pararam de receber o Bolsa Família. Tudo que deixa os invejosos e odientos vomitando mais bílis e desesperado por que o golpe gorou.  

ILMA ENTREGA 1.480 CASAS EM JUAZEIRO, NA BAHIA, E DIZ QUE “ESSE PESSOAL DO NÃO VAI DAR CERTO NUNCA VAI REALIZAR O QUE DEVE SER REALIZADO” E GARANTIU QUE O BRASIL VAI VOLTAR A CRESCER

dilma_em_juazeiro_foto82968O compromisso de entrega de casas a população mais necessitada e que participa do Programa Minha Casa, Minha Vida, continua. Durante a semana passada a presidenta Dilma Vana Rousseff entregou milhares de casas do programa nos estados do Maranhão e Mato Grosso do Sul, sempre acompanhada pelos moradores das regiões que lhe desejam felicidades e bom governo.

Ontem, dia 14, não foi o contrário. A presidenta entregou 1.480 moradias do Habitacional Juazeiro do Programa Minha Casa, Minha Vida aos moradores de Juazeiro, na Bahia, em meio à festa e com direito a dedicação de presente da imagem de Nossa Senhora.  Durante a cerimônia, Dilma, falou sobre a entrega das 1.500 moradias que estão faltando e do lançamento da Terceira Etapa do Minha Casa, Minha Vida que ocorrerá no dia 10 de setembro.

As moradias são para famílias com uma renda de R$ 1,6 mil e computam o  preço de R$ 60 mil. Na construção das moradias foram investidos R$ 88,8 milhões. Cada moradia tem dois quartos, área de circulação, sala, banheiro, área de serviço e todo o piso é de cerâmica. O Residencial Juazeiro será composto de 2.980 moradias cujo investimento é, no total, R$ 179 milhões.

“Estamos em uma travessia, e nessa travessia nós vamos fazer dar certo. O Brasil, podem ter certeza, vai viltar a crescer. Vai reduzir a inflação. O Minha Casa, Minha Vida 3, vamos lançar até o dia 10 de setembro, e isso significa mais três milhões de casas, além das que já entregamos e daquelas que estão em construção.

A gente vence desafios com luta, otimismo e esperança. Com coração e determinação. Ninguém que olha para a dificuldade e fica com medo dela, vence. Nós sabemos que quando se começa a fazer uma coisa, tem muita gente que olha e fala: não vai dar certo. Esse pessoal do não vai dará certo nunca vai realizar o que deve ser realizado.

Quando Lula iniciou o programa habitacional, uma porção de gente disse: não vai dar certo. E deu certo. É óbvio que no início temo uma dificuldade aqui e outra ali. Mas com coragem, determinação, esperança e com muita força no coração, você faz dar certo.

Vocês estão tendo as casas, que também garantiram emprego para muita gente”, discursou Dilma.

DILMA LANÇA PLANO DE ENERGIA COM INVESTIMENTO DE R$ 186 BILHÕES

c92fe1b8-af3f-4a1c-ac02-cdda092cf104Para continuar com a política deenergia de seu governo buscando atender a população de acordo com seus direitos, a presidenta Dilma Vana Rousseff anunciou a quantia de R$ 186 bilhões a ser investida em energia entre agosto de 2015 e dezembro de 2018. O plano “faz parte de um caminho de retomada de crescimento”, segundo a presidenta.

Durante seu discurso Dilma disse que a rede de transmissão de energia saltou de 70 mil Km de linhas em 2001, para, em 2014, 120 Km. Ela também falou da importância do etanol, a energia eólica, solar e biomassa para o desenvolvimento do país como diferencial energético.

“Os investimentos que estamos anunciando vão ampliar a solidez do sistema de  produção e distribuição de energia em nosso país. O Brasil tem um diferencial imenso na área de energia, tanto por conta do etanol, como da energia eólica, solar e biomassa.

Temos que criar novos caminhos para o crescimento nesse mundo que está muito diferente do mundo de dois anos atrás. Um dos sinais é este plano energético, porque ele garante visibilidade numa área estratégica para todo o mundo e para a economia.

Faremos todas as nossas ações e esforços no sentido de assegurar o abastecimento, essa é a sinalização que estamos dando hoje.

Temos que superar os gargalos e obstáculos. Sabemos que os marcos regulatórios precisam ser melhorados para que tenhamos maior rapidez. Esse plano de energia elétrica, hoje aqui lançado pelo ministro Eduardo Braga, faz parte de um caminho de retomada do crescimento”, discursou a presidenta Dilma.

DILMA DISSE QUE A MELHORA HIDROLÓGICA DOS RESERVATÓRIOS TRARÁ REDUÇÃO DE 15% a 20 % NO VALOR DO PREÇO DA ENERGIA E ANUNCIOU R$ 186 BILHÕES DE INVESTIMENTO EM ENERGIA

8d296e25-26bf-440a-aeb8-0db1db1d1449O valor da energia atual, que se encontra na bandeira vermelha, consumida domesticamente é um dos pontos de reclamação da população, principalmente a de baixa renda. Mas, segundo a presidenta Dilma Vana Rousseff, esse quadro vai mudar com a melhora da situação hidrológica dos reservatórios brasileiros.

De acordo com a presidenta, os valores serão reduzidos com o desligamento de 21 termoelétricas que produziam, a um custo alto, cerca de 2 mil megawatts. Já no dia 9 algumas dessas termoelétricas foram desligadas.

Dilma afirmou que mesmo na bandeira vermelha o custo do valor do consumo de energia vai ser reduzido em 16% a 20%.

“Tenho certeza que agora estamos numa situação bem melhor, e esse encarecimento do fornecimento de luz, começará a ser progressivamente revertido”, disse Dilma.

MINISTRO JOAQUIM LEVY AFIRMOU QUE PARA LEVAR O BRASIL A VOLTAR CRESCER, DILMA, ARRISCOU SUA POPULARIDADE

8208e40e-ddcb-451a-bd6d-3d71866e6b70O país passa por algumas dificuldades econômicas impostas, principalmente, pela realidade perversa criada pelo próprio sistema capitalista neoliberal. Todos os países do planeta que têm suas economias ditadas pelas do capital internacional estão atingidos por essa força do lucro chamada simuladamente de crise, já que crise no capital é parada para novos investimentos lucrativos ligados diretamente ao entesouramento. O que leva à lógica: alguém está retendo capital. Nesse quadro os países europeus têm mostrado, mais que o Brasil, o quanto são vítimas dessa regra como a Alemanha, Inglaterra, Itália, Espanha e, também, os Estado Unidos.

A presidenta Dilma Vana Rousseff, diante dessas dificuldades teve que mudar o método de governo exibido e praticado em seu primeiro mandato. Algumas medidas de teor econômico foram aplicadas e, como era de ocorrer, tocaram diretamente na população, principalmente a parte mais destituída do fator econômico. Todavia, essas medidas, chamadas de ajuste fiscal, não mexeram nas políticas sociais criadas nos governo Lula e continuadas no governo Dilma. O que significa que estão garantidos esses direitos dessa parte da população. Entretanto, as medidas ainda não foram elaboradas por grande parte da população brasileira, o que vem refletindo no nível de popularidade da presidenta Dilma.

Diante desse quadro econômico que passa o país, o ministro da Fazenda Joaquim Levy, em entrevista, afirmou que a presidenta Dilma arriscou sua popularidade para levar o Brasil de volta ao crescimento.

“O Brasil precisa de reformas rápido, sem populismos fáceis. O governo tomou a responsabilidade e assumiu o custo de popularidade para fazer o necessário para o país voltar a crescer. A presidente assume esse risco sem temor.

Primeiro, temos que entender que o ajuste fiscal não causou a desaceleração da economia. Os economistas vêm falando que a recessão começou em 2014. O ajuste fiscal é uma consequência e é ferramenta indispensável para voltarmos a crescer”, disse o ministro.

“O GOVERNO TEM PRIORIDADES”, AFIRMA DILMA DURANTE O LANÇAMENTO DO PLANO SAFRA DA AGRICULTURA FAMILIAR

add30bf1-370f-4117-bd58-84b9a3aa31cbDurante o lançamento do Plano da Safra da Agricultura Familiar a presidenta Dilma Vana Rousseff, afirmou, em discurso, que apesar dos ajustes que estão sendo feitos, seu governo tem prioridades que não podem ser preteridas. A agricultura familiar e o fortalecimento da população rural é uma delas. Dilma afirmou que o aporte para o Plano da Safra da Agricultura Familiar 2015-2016, será de R$ 28,9 bilhões.

“Conseguimos mostrar, em que pese as dificuldades, temos também prioridades. Fizemos ajustes sim, mas um ajuste considerando que temos condições de dar uma passo a frente.

 Podem ter certeza que, se nós pudemos tirar o país do mapa da Fome da FAO, se iniciamos o processo de modernização da agricultura familiar, vamos avançar, Tenho plena confiança na capacidade dos agricultores”, discursou Dilma.

Presente ao lançamento do plano, o ministro do Desenvolvimento Agrário, Patrus Ananias, mostrou as mudanças que ocorreram nas formas de ação da agricultura familiar.

Queremos que os agricultores familiares tenham uma qualidade de vida de padrão diferente. Até aqui, os agricultores tinham que seguir o padrão da grande agroindústria, agora não mais. O pequeno agricultor que produz queijo no Nordeste, que produz salame na Serra Gaúcha, que produz mel, castanha, que produz o queijo de Minas, que produz farinha, todos poderão produzir com qualidade e respeito às exigências sanitárias e sem medo, pois a legislação, agora adaptada à realidade da agricultura familiar, vai ampará-los e protege-los”, afirmou o ministro.

Dilma durante a cerimônia também assinou decretos de regularização fundiária de dez terras quilombolas.

ESTUDO MOSTRA QUE EDUCAÇÃO NOS ASSENTAMENTOS DE REGORMA AGRÁRIA PERMITE A FIXAÇÃO DAS FAMÍLIAS NO INTERIOR

960c6890-e1bb-4fe9-8824-bf879347db32Uma das causas que obrigam famílias inteiras deixarem suas terras para tentarem a cruel sorte de sobreviverem – na verdade, sub-viverem – nas capitais está relacionada ao abandono que as cidades do interior sofrem por parte das falsas autoridades que não criam politicas capazes de fazerem com que essas famílias permaneçam em suas terras de forma digna. Principalmente, através da educação e o trabalho.

Pois foi a educação que o professor da Unesp Bernardo Mançano Fernandes, apresentou como fator imprescindível para fixação das famílias no interior na segunda Pesquisa Nacional de Educação na Reforma Agrária (PRONERA) da qual ele foi o coordenador e o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA)lançou para todo o Brasil. O estudo apresenta um diagnóstico de todos os estados do Brasil onde ocorreram assentamentos e que a educação passou a ser o princípio real para a fixação das famílias no campo. Esse quadro só pode ser esboçado e tornado real porque os movimentos sindicais e sociais lutaram pela escolarização dos trabalhadores assentados.

 “O que a pesquisa do Pronera mostra é que nós conseguimos introduzir esse novo paradigma desde o fundamental até a pós-graduação. O resultado das análises das produções que nós vimos é que, no Brasil, a educação no campo é voltada ao desenvolvimento dessas famílias para que possam viver em suas comunidades.

A pesquisa mostrou que nosso trabalho atingiu somente 10% da população total da agricultura camponesa que existe no Brasil. Portanto, nós ainda temos um desafio enorme pela frente, que é ampliar o projeto que é para atingir os outros 90%”, observou o professor Bernardo Fernandes.

A coordenadora nacional do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra e membro da Comissão Pedagógica Nacional do Pronera, Antônia Vanderlúcia de Oliveira lembrou como foi a luta para realizar esse quadro.

“Eu lembro muito bem que em 1999, rodamos muito pelo Brasil, batendo de universidade a universidade que pudessem fazer parceria com o Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária, e todas as universidades fecharam as portas. Mas, hoje, através do Pronera, o muro que era cercado, ao qual não tínhamos acesso, agora podemos ingressar.

O Pronera nasceu em 1998, em 13 anos, atingiu todas as unidades da Federação. Chegou em todos os estados do Brasil, se relacionou com a maior parte das universidades federais, estaduais e privadas. Foram desenvolvidos cursos em todos os níveis, ou seja, desde o fundamental até o superior, e foi além dos assentamentos da reforma agrária, pois o Pronera acabou atuando nos territórios da cidadania e rurais.

Os cursos são em período de alternância, e têm sido um fator importante para provarmos que a questão da pedagogia tem sido fundamental. Porque quando trazemos esse princípio para o Pronera, é para que os jovens não se distanciem no tempo de estudo da sua família, e isso temos observado através da pesquisa”, explicou Antônia Oliveira.

Cursos presenciais ou à distância, oferecidos pelo Pronera:

  • Administração.
  • Agroecologia.
  • Agronomia.
  • Direito Fundiário e Ambiental.
  • Territórios onde atuarão os jovens diplomados:
  • Associações.
  • Cooperativas.
  • Escolas.
  • Produção de alimentos.

Uma breve lembrança dos fatores que fizeram com que o Pronera, em 1999, não fosse tido como importante para a educação dos assentados e que não foram citados pela coordenadora Antônia Oliveira.

Em 1999, o Brasil era desgovernado pela segunda vez por Fernando Henrique, que conseguiu sua reeleição em um ato de violência contra a Constituição: compra de deputados para mudar as regras da eleição presidencial. Como já ficou pontuado na parte negativa da história do Brasil, os desgovernos de Fernando Henrique não tiveram qualquer atuação considerável em relação à educação. As universidades estavam sucateadas e quase paradas, os professores e funcionários viviam em constantes greves que não foram jamais ouvidas por ele. Nessa perversa realidade, o Pronera não podia florescer.

Daí que o Pronera, em seus 13 anos, confirma que ele só foi impulsionado nos governos populares de Lula e Dilma.

LULA DISCURSA NO FÓRUM DE MINISTROS DA GRICULTURA DA EXPO MILÃO 2015 E FALA DO BOLSA FAMÍLIA, COMBATE À FOME NO MUNDO E SOBREVIVÊNCIA

21b64cef-877d-4b71-90c3-edb52f801a9bCondição humana de Lula que inspira os que estão comprometidos com a vida. O filósofo Kant afirma que um homem alcança o sentido de humanidade quando tem simpatia universal e sentimento de comunicação íntima universal. Ou seja, quando se torna um ser universal pela alteridade com o todo humano. Embora fosse considerado um filósofo burguês, Kant se mostra um socialista quando apresenta o sentido de humanidade como dever de todos.

Mas sabemos que nem todos os indivíduos alcançam o sentimento de humanidade. Por exemplo, o burguês. Como ser burguês é um modo de existir pela individualidade imposta pela classe que deve ter seus valores de dominação defendidos e propagados, como uma subjetivação despótica, autoritária e de poder capitalista, ele não pode ter simpatia universal e muito menos comunicar-se intimamente universalmente. Assim, com uma identidade bem definida como interioridade sem fora, território das alteridades universais, o burguês nasce, cresce e morre sem humanidade> daí seu ódio de tudo que não inspira seu ‘amor-lucro’.

O sentimento de humanidade é para todos, mas só alguns têm necessidade ontológica de se tornar humano para se comprometer como humanidade. É o caso singular de Lula. Ele não se satisfez apenas em ter nascido em uma família particular, construir amizades ocasionais, consequenciais, se comprometer regionalmente, ele pretendeu um olhar além das torres, das montanhas, das cidades, como diz o filósofo Nietzsche. Sua pretensão era sua inquietação-humanidade, seu ser-universal. Um trans-Ego que se devirianiza continuamente com os outros como Mundo.

Por seu sentimento-humanidade, Lula foi convidado para participar do encerramento do Fórum de Ministros da Agricultura da Expo 2015, na Itália, propriamente na cidade de Milão, que teve como itens principais água para todos, alimentos saudáveis e energia para todo o planeta.

Lula que em questão de fome é autoridade, não poderia ficar de fora, visto experimentou como nordestinado na pobreza e como o presidente que tirou milhões de brasileiros da faixa de miséria combater a fome com o programa Fome Zero e depois o Bolsa Família, uma realidade política, econômica-social que transformou O Brasil em símbolo de engajamento ao combate à fome. Lula teve como um dos grandes colaboradores para a mudança da vida de milhões de brasileiro José Graziano coordenador do programa Fome Zero e que hoje é o diretor-geral da FAO.

Em seu discurso grandemente aplaudido, que quebra de inveja as direitas-aberrantes, Lula afirmou que o combate à fome tem que ser um compromisso de todos os países e que os países pobres têm que receber mais cooperação dos países ricos para desenvolverem suas agriculturas e, com isso, combater a fome.

“A cada ano crescem os contingentes de refugiados e deslocados internos. São pessoas que deixam suas terras, empurradas por violência e conflito regionais. Acredito que é muito melhor apoiar o desenvolvimento dos países pobres do que fechar as portas dos países ricos à migração.

Eu tenho a convicção de que a África, recebendo os estímulos justos e necessários, pode deixar de ser um continente ainda marcado pela fome para se tornar um dos celeiros do mundo. Deixar de ser um problema para ser uma grande solução”, discursou Lula.

No término do fórum, que teve como participantes além dos ministros da agricultura, organizações não governamentais, movimentos sócias e especialistas em alimentação do mundo inteiro, foi redigida a Carta de Milão que apresenta a síntese do que foi a Expo 2015 e as propostas e metas que devem ser desenvolvidas para a fome no mundo pelo menos diminua e pare de causar tanto sofrimento às pessoas, principalmente dos países pobres.

FMI RECONHECE A IMPORTÂNCIA DO PLANO BRASIL SEM MISÉRIA E OS SUCESSOS DO BOLSA FAMÍLIA E CADASTRO ÚNICO. E DAÍ?

0cde0d02-e616-42f2-aea1-24b2b1ed7c55O que vale é o que os mais de 22 milhões de brasileiros que saíram da extrema pobreza vivenciam hoje. Uma realidade que desespera a burguesia ignara que odeia as pessoas que não possam ter seus direitos sociais garantidos para se sentirem em condições de produzir suas cidadanias. Opiniões elogiosas não mudam nada. Ainda mais quando se trata de um organismo que reflete o ‘amor’ do capital: o Fundo Monetário Internacional (FMI).

Essa nota de reconhecimento da mudança social que ocorreu no Brasil a partir dos governos populares implantados por Lula e continuado por Dilma divulgada pelo FMI, a importância maior encontra-se no fato que serve para tirar um belo de um sarro das aberrações que, não tendo o que realizar de gratificante para si, o país e o mundo, fica alucinando e delirando fantasmagorias paranoicas para projetar no governo federal, como se ele fosse responsável por suas frustrações derivadas das violentas repressões que sofreram por obra perversa de seus pais.

O que disse o FMI? Nada mais do que o óbvio. Leiamos.

“Os participantes têm maiores taxas de frequência e progressão escolar, assim como menores taxas de repetência. No que diz respeito à saúde, o baixo peso ao nascer, a mortalidade infantil, a subnutrição e a diarreia têm menor incidência entre os participantes, enquanto as taxas de vacinação e amamentação aumentaram.

O governo trabalho ativamente para identificar as famílias elegíveis. Ao mesmo tempo um registro unificado de beneficiários foi criado para monitorar as famílias beneficiárias.

Com o sucesso do Bolsa Família, o governo lançou o Brasil Sem Miséria, em 2011 para superar a extrema pobreza. Esse programa vai além da transferência de renda ao promover qualificação educacional, integração no mercado de trabalho no acesso a serviços públicos”, diz parte da afirmação do óbvio feita pelo FMI.

MORADORES DE FAVELAS TÊM A VIDA MELHORADA POR AÇÃO DOS EMPREGOS FORMAIS, DIZ PESQUISA

4ced7b24-1081-47b4-9c1e-832889235467O quadro é esse. No Brasil, 12,3 milhões de pessoas se encontram habitando favelas. Desse número 10% são de pessoas das favelas dos estados do Amazonas, Pará, Rio de Janeiro e Pernambuco. Por ano, essas pessoas fazem circular no mercado-monetário R4 68,6 bilhões.

Nesse quadro, uma forma de política social atua positivamente: o Programa Bolsa Família. De quatro lares ao menos um morador recebe bolsa família. Uma breve mostra de algumas capitais confirma a realidade. Em Belém 32%, Fortaleza 58% 4 Recife 40%.

A pesquisa, que revela que o emprego formal é o responsável pela melhoria da condição de vida dessas pessoas, foi realizada pelo Data Favela em parceria do Data Popular e Central Única de Favelas (CUFA). Ela mostra que 53% dos trabalhadores têm carteira assinada, 18% trabalham como autônomos, 17% trabalham na informalidade e &% são empregadores. Dos entrevistados, 29% têm entre 24 e 25 anos, 17% entre 19 e 25 anos e 28% entre 35 e 49 anos.

De acordo com o presidente do Data Popular, Renato Meireles, se fosse possível se tratar de Federação Favela Brasileira, seria a quinta em população do Brasil.

“Se existisse um estado da Federação chamado Favela Brasileira, seria o quinto maior do país. Temos mais favelados do que gaúchos no Brasil.

São brasileiros que não se conformam mais em receber um salário mínimo e meio. Eles sabem, que para transformar o sonho em realidade, precisarão crescer, ganhar mais e ser dono do próprio negócio”, afirmou Meireles.

Mesmo que as direitas atrofiadas alucinem o contrário, foi exatamente a criação e implementação das políticas sociais dos governo populares iniciadas nos governos Lula e continuados nos governos (tudo no plural Lula e Dilma) que mudaram a condição de miséria em que vivia uma grande parte da população brasileira. E o Programa Bolsa Família é um dos responsáveis por essa mudança.

Entretanto, não foram somente as políticas sócias, como o Bolsa Família, que possibilitaram as mudanças, para melhor, de milhões de brasileiros, foi a política de geração de empregos perseguida e executada pelos governos populares, como afirma a ministra Tereza Campello, do Desenvolvimento Social.

“Parece que a geração de mais de 20 milhões de empregos formais nos últimos 12 anos ocorreu naturalmente, mas não ocorreu.

 A questão da empregabilidade é um esforço do governo brasileiro”, disse a ministra.


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.245.501 hits

Páginas

outubro 2021
D S T Q Q S S
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Arquivos