Archive for the 'Injustiça' Category

ASSOCIAÇÃO FILOSOFIA ITINERANTE (AFIN) LANÇA A CAMISA ‘LULA ECCE HOMO’

 

Produção Afinsophia.             

A  Associação Filosofia Itinerante (AFIN), Ong sem fins lucrativos que há mais de 16 anos trabalha no Amazonas produzindo junto com as comunalidades novas formas de afetos: sentir, novas formas de perceptos: ver e ouvir e novas forma de conceitos: pensar, através das potências práxis-ação e a poieses-criação movimentados pelo kinemazófico, teatrosófico, esquizo-som, afrosófico, filosófico, entre outros corpus produtivos, aproveitou o trabalho do artista Jô Hallack com o rosto de Lula quando fichado durante sua prisão como líder metalúrgico, e criou a camisa ‘Lula Ecce Homo”. 

   Ecce Homo foi a frase que Pilatos enunciou no momento em que Cristo encontrava-se diante de seus carrascos ambiciosos e embrutecidos: judeus e romanos. O Ecce Homo, que traduzido do latim, significa Eis o Homem, teve durante séculos o entendimento vulgar que representa o ato de Pilatos entregar Cristo aos seus algozes, mas não significa isso. O filósofo Nietzsche, que escreveu uma de suas mais contundentes obras em que ele faz um entendimento de sua vida com o título de Ecce Homo, junto com outros filósofos como Deleuze e Guattari, entende totalmente diferente. Para o filósofo da Vontade de Potência  quando Pilatos enuncia essa frase ele não enuncia como uma sentença acusatória, mas como o reconhecimento da grandeza de Cristo. O Homem Superior. Ecce Homo o Homem Superior cuja vida ativa o pensamento e o pensamento afirma a vida. É o que entende o filósofo Deleuze para quem Cristo é o mais amado, o que não prega a culpa, a cobrança, a acusação, a perseguição, o julgamento e a condenação. Cristo não cobra nada, não ameça, não pune, como fazem os hipócritas fariseus. Cristo em sua grandeza se diferencia dos homens reativos, má consciência e ascetismo moral. Os vingativos, odientos, hipócritas, covardes, orgulhosos, insignificantes, medrosos, submissos, magoados, rancorosos, inúteis. 

    A camisa Lula Ecce Homo não foi criada para ser vendida, mas usada pelos membros da AFIN como forma de seu engajamento em defesa de Lula, a democracia e o Estado de Direitos Brasileiro com sua soberania que se encontram ameaçados por antipatriotas que, como escravos dominados pela exacerbação de suas insignificâncias, seus sentimentos pobres de frustrados e martirizados, daí a predominância de uma consciência neo-colonial,  se subjugam a força do capital norte-americano e se apresentam como trapaceiros da Nação Brasileira. Afirmação inconteste de personagens golpistas.

     Agora, se o acessante quiser copiar o modelo Lula Ecce Homem, tem total liberdade. A AFIN como propulsora da inteligência coletiva não exerce qualquer proibição. Proibir e punir é coisa de paranoico, já dizia Michel Foucault, e não ato de Lula Ecce Homo. 

PROFESSORES DO AMAZONAS OCUPAM ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA E SECRETÁRIO DE EDUCAÇÃO FOGE

  Hoje, como parte da luta por seus direitos de trabalhadores da educação, os professores, pedagogos e agentes administrativos, em greve, dariam continuidade ao calendário de discussões com o governo Amazonino conversando com o secretário de Educação Lourenço Braga na Assembléia Legislativa do Estado do Amazonas (ALE-AM)  em uma audiência pública convocada pelos deputados na pessoa do deputado José Ricardo do Partido dos Trabalhadores. Entretanto, essa discussão não ocorreu: o secretário Lourenço Braga fugiu da casa do povo cometendo, com sua atitude-fugitivamente-medrosa, antidemocrática, um ato de desprezo aos parlamentares e a instituição parlamentar.

   O secretário de Amazonino, alegou que não participaria da audiência porque os professores estavam muito agitados. Como um representante de sua classe burguesa, já que alguns de seus parentes serviram aos governos antipopulares do Amazonas, Lourenço Braga não pode perceber, clara e distintamente, como a potência-do trabalhador, greve, se manifesta nos corpos e nos afetos como  aumento de potência de agir destes que lutam como processual ativo, como nos mostram os filósofos Spinoza e Nietzsche. A forma ativa de existir como agente de produção de modus sensitivos, cognitivos e éticos autênticos. Lourenço Braga teve medo da Potência da Multidão. O Multitudo, como nos mostra o filósofo italiano Toni Negri. Tudo que é molar teme o movimento real, diriam Deleuze/Guattari e Marx.

    O secretário não percebeu  e não entendeu que a luta dos profissionais da educação do Amazonas não começou agora. É uma luta que luta para ser histórica, já que no Amazonas a maioria dos ditos governantes jamais tiveram inteligência e comprometimento com a educação em seu espírito político. O espírito que cria novas realidades necessárias aos seres humanos em seus habitat. O que esses pseudos governantes sempre fizeram foi conceder à educação o lugar de desnecessidade histórica. O que o governador Amazonino não tem conseguido diante desses trabalhadores da educação que têm consciência engajada.

   Muito antes da performance do secretário fujão, os trabalhadores da educação, durante a madrugada, realizaram um ato de vigília em frente  do prédio parlamentar para depois, juntos com os que iam chegando, adentrarem no plenário da casa do povo. Sem se deixarem abalar pela posição fugitiva do secretário, os trabalhadores da educação, logo em seguida realizaram uma reunião no próprio prédio parlamentar, para decidir novos procedimentos grevistas. O que significa que a greve continua por tempo indeterminado.

     Avante, Companheiras e Companheiros!

A VIRTUDE JURÍDICA DE LULA DIANTE DE MORO: “…PRESTEI DEPOIMENTO A UM JUIZ IMPARCIAL?”

 


Produção Afinsophia.  

   O filósofo Nietzsche diz que nem todos nascem com a virtude da Justiça. O que significa que não adianta cursar um curso de Direito para ter a virtude da Justiça. A virtude da Justiça não é um produto saído dos conteúdos programáticos dos Cursos de Direitos que estão imbricados ao corpo jurídico do Estado. A virtude da Justiça é um modus de ser movimentado pelos que alcançaram o sentido ontológico do Ser Humanidade. A humaniora, diz o filósofo Kant. O compromisso e responsabilidade histórica com o humano.

    O Brasil é um país com milhares de agentes jurídicos, mas poucos como  dimensão da virtude da Justiça. Dalmo Dallari, Fábio Konder Comparato são dois desses poucos. Mas a virtude da Justiça não pode ser referida apenas aos agentes do Poder Judiciário. Uma pessoa que não tenha qualquer curso superior, um simples pessoa do interior de uma cidadezinha é capaz de carregar esse corpo virtude da Justiça. Lula, que não tem curso superior, é um homem em que a virtude da Justiça se faz presente desde criança. A virtude da Justiça é seu espírito ontológico de homem histórico. Daí ser invejado e odiado pelos que fantasiam Justiça como castigo, punição. As formas mais irracionais de se entender a Justiça.

     Lula em seu entendimento de como a Justiça encontra-se expressada de forma banal, sabe da fórmula como deve ela ser dita. Em um seguimento do filósofo Baudrillard, que trata das coisas que passaram de seus limites e entraram em ex terminis, excrecência, Lula diria: O êxtase da Justiça, a parcialidade, mais justa que a lei.

      Então, lula perguntou a Moro: “Posso olhar nos olhos do meus netos e dizer que prestei depoimento a um juiz imparcial?”

    

IVES GRANDA, PRESIDENTE DO TST, PROJETA EM VOCÊ, TRABALHADOR QUE NÃO DEFENDE SEUS DIRETOS

 

O presidente do Superior Tribunal do Trabalho (TST), Ives Granda, não precisa de apresentação quando se trata de defender as ideias mais reacionárias e antitrabalhista do capitalismo. Além de outras ideias ofensivas à democracia.

  Para não deixar o impulso conservador enfraquecer, ele ao participar de uma audiência conjunta das comissões de Assuntos Sociais (CAS) e de Assuntos Econômicos (CAE) no dia 10, no Senado, projetou a assertiva pessoal do que ele entende por trabalhador.

    “Se você começa admitir indenizações muito elevadas, o trabalhador pode acabar provocando um acidente ou deixando que aconteça porque para ele vai ser melhor”.

       Reage, trabalhador! Estão te tratando como crápula que tudo faz para se locupletar.

       Vídeo do site Justificando.

DELES PARA ELES

Resultado de imagem para imagens de moro feitas pelo fotográfo lula marques

Resultado de imagem para imagens do deputado bolsonaro

A jornalista, Mônica Bérgamo,  funcionária de um dos mais reacionários jornais (?) de São Paulo, e comentarista de uma TV, também, reacionária sucursal da Globo, em São Paulo, contou que houve um encontro casual no aeroporto de Brasília com Moro e Bolsonaro. Porém, o juiz de primeira instância, ídolo das direitas, não reconheceu o deputado… Estes predicados aqui enunciados são do conhecimento da grande parte da sociedade brasileira: homofóbico, racista, misógino. O fato ocorreu no fim do mês de março.

Porém, dias depois, o ídolo das direitas, ligou para o deputado antidemocrático (antidemocrático, saber da maior parte da sociedade brasileira) explicando que não o havia reconhecido no aeroporto. O que causou êxtase no misógino.

“Tive a satisfação de receber a ligação do juiz Moro. Mas o teor da conversa ninguém sabe. Não contei para ninguém”, afirmou o extasiado racista.

Pergunta de uma democrata que ler, perguntaria o teatrólogo-poeta-crítico-romancista-ensaísta-militante Brecht: E precisa contar “o teor da conversa”?

RESISTIR, SEMPRE, VERGAR, JAMÉ; 78% QUEREM CASSAÇÃO DE TEMER E 90% ELEIÇÕES DIRETAS JÁ!

Vagner Freitas

“A resistência de vocês é fundamental” – Dilma falando a Gregório Duvivier

Todo vergar simboliza submissão. Uma árvore não se verga ao vento. Ela compõe com o vento. Todo sorriso diante do opressor é sorriso opressor. Não podemos dizer que seja sorriso. O que é o sorrir? O que é rir? Rir é criar. Rir é entender o humor e com o sorrir refletir sobre a situação posta. Moro não ri frente ao tirano. O riso do escravo frente ao tirano escravo não é riso.

Isto posto nos leva a refletir sobre situação  política do Brasil neste momento. A nossa resistência, como disse Dilma é fundamental. Precisamos falar do que está acontecendo no Brasil toda hora. Precisamos denunciar as arbitrariedades e violências que se cometem por parte dos tiranos golpistas contra o povo brasileiro.

Por que o exército condecorou Moro? O que fez Moro para receber essa honraria? Quebrou com a economia, desenvolve uma perseguição seletiva contra Lula e o PT e por isso é condecorado. Um juiz não deve ser condecorado. Sua atitude de magistrado nada mais é do que sua obrigação. Julgar justamente. Não por convicção. Moro recebe prêmio da Rede Globo, Dória e agora do Exército, instituição nacional, que aparece em pesquisas com alto valor de reconhecimento. Só que com essa premiação entendemos que  compactua com o medonho.

As duas pesquisas publicadas pela Vox Populi/CUT e pelo Ibope demonstram que se as eleições para presidente fossem hoje, Luís Inácio Lula da Silva seria eleito em primeiro turno. Não teria para ninguém.

Duas situações dão respaldo a isso. A forma de governar de Lula e Dilma nos dois governos populares que empreenderam e que as políticas sociais adotadas beneficiaram o povo: Luz para Todos, por exemplo. Quem fez isso antes? Ninguém. A outra situação que está fazendo Lula manter o minarete apontado para ser tricampeão é a saga desenfreada da Globo, e demais mídias golpistas, empresários, e a justiça, que não é justiça brasileira que não julgou, não se posicionou diante do golpe (faz parte), da derrocada da economia, dos desmandos e roubos no país. Quanto mais “batem” em Lula, mais ele cresce na aceitação popular, porque a leitura que o povo faz do enredo é que ele representa a classe trabalhadora, como milhares, ele é contra tudo o que se está votando no congresso contra a classe.

A revista Carta Capital deste final de semana divulga mais informações da pesquisa da Vox Populi/CUT feita entre os dias 6 e 10 de abril com população maior de 16 anos de todos os Estados brasileiros incluído o DF com margem de erro de 2,2 para mais ou menos.

O destaque deste corte da pesquisa é que 78% dos brasileiros desejam a cassação do golpista Fora Temer e 90% querem eleições diretas já.

Tudo o que os golpistas vem impondo de mudanças prejudiciais ao povo contribui para esse quadro. O primeiro, claro. já foi o golpe que Dilma sofreu. Nesse golpe, atendendo interesses do capital, visava-se implantar o Estado mínimo. A PEC da morte é um exemplo, assim como o que Pedro Parente está fazendo na Petrobras e as investidas para controle da água doce de nosso país. Os interesses por terras na Amazônia é muito grande. E os interessados não são nacionais. São estrangeiros. E dentre os estrangeiros sobressaem representantes de grandes empresas. Os sistemas de vigilâncias da Amazônia nada mais são do que monitores de identificação onde estão nosso recursos minerais.

O cerco a Lula. Lula não é o proprietário do apartamento do Guarujá. 73 testemunhas, unânimes enunciaram que Lula não é o dono do apartamento. Léo Pinheiro está preso desde 2014. No seu primeiro depoimento inocentou Lula e por esse motivo inviabilizou sua delação. A procuradoria comandada por Delagnol e pelo juiz que não é das araucárias o deixaram preso. Leo Pinheiro quer sair do xilindró, Moro não tem provas para prender Lula, só convicção, a audiência de Lula é dia 03 de maio, precisa-se dessa prova, mas não há. O dia se aproxima, o Juiz de Brasília Vallisney de Souza quer ser mais rápido que Moro transformando Lula em réu. Há perseguição contra Lula, o Partido dos Trabalhadores e o povo.

Como diz o jornalista Josias de Souza “é desnecessária e arriscada a detenção de Lula”.

A situação do povo está muito difícil. Mais de 13 milhões de brasileiros estão desempregados. A fome e falta de dinheiro é grande. Ou paramos isso ou a derrocada nos levará ao buraco.

Por isso, o dia 28 de abril será muito importante: “A crise política só começará a ser debelada com novas eleições, e somente uma intensa mobilização popular, com os movimentos sociais e a população nas ruas, será capaz de antecipá-las”, enuncia Vagner Freitas, presidente da CUT, pois não temos como esperar do Legislativo qualquer solução. “Boa parte dos deputados e senadores que estão aí sabe que não será capaz de se reeleger em 2018, até pelos impactos da Lava Jato. Parecem negociar o fim de suas carreiras políticas.”

Todas as categorias de trabalhadores devem parar suas atividades, ir para as ruas, se manifestar, porque só assim nós derrubaremos os golpistas que nos impuseram tais mazelas. Resistir sempre, se vergar aos tiranos jamée.

NÃO TEM GLOBO QUE SEGURE O GOLPE. LULA É QUERIDO E ESTÁ PRESO NO CORAÇÃO DO SEU POVO

ricardo stuckert

Por que a Globo usa de 4 horas, 33 minutos para denegrir a imagem do ex-presidente Lula e 18 minutos para falar mal da presidente Dilma Rousseff eleita com 54.501.118 votos e o dublê junto com Aécio tiveram 21 minutos?

Porque no governo do Lula e da Dilma não se quebrou o monopólio dessa empresa golpista.

A quebra desse monopólio não dependia só dos dois, teria que passar pelo congresso, é claro. Mas se tivessem os dois trabalhado para isso, principalmente o Lula no primeiro e segundo mandatos não teríamos uma emissora sonegadora de impostos, golpista, colocando os dois com mais tempo negativo do que os golpistas Aécio, Temer e seus 8 ministros delatados.

Mas, a Globo pra nós já era. É bom que Requião vá mesmo visitar os irmãos Marinhos na penitenciária. Esperamos. E isso será em breve. Porque na Democracia que vamos reconstruir não há lugar para golpistas e nem emissora de televisão que propaga ideias nefastas e defende interesses privados e dos Estados Unidos contra o bem comum, contra o povo.

Prova de que a Globo não influencia o povo brasileiro está ai na pesquisa da Vox Populi/CUT. Lula é o primeiríssimo nas intenções de votos para 2018. Está com mais de 45% de preferência contra todos os golpistas. Menos o Ciro. O Ciro não é golpista. Já foi ministro de Lula e está no PDT que um dia teve Leonel de Moura Brizola. Só essa pesquisa para nós já foi um grande alento depois da decisão arbitrária de ontem do juiz das Araucárias de determinar que Lula esteja presente nas oitivas das mais de oitenta testemunhas. Lula teria que se mudar para Curitiba. Isso é uma jogada, como disse o jurista italiano, de juiz que está perdendo o jogo. Lula irá prendê-lo e ele está com medo.

Atenção caravanas com destino a Curitiba. Serão mais de cem mil defensores de Lula que chegarão à cidade das araucárias a partir do dia 1º de Maio, inclusive, enviados deste Blog como correspondentes da AFINPRESS. O juiz da 13ª Vara de Curitiba que este Blog já conhece, a Vara, quer intimidar o caravaneiros. O certo é estarmos em Curitiba no dia 3 de Maio e no término da audiência retornarmos para nossos Estados. Não tem como ficar em Curitiba nas mais de 80 audiências, e é claro, isso é para intimidar, é um forma de pressionar Lula que já recorreu e não tem como prosperar mais uma arbitrariedade dessa. Mas  se for preciso um exército de Lulas é o que temos em excesso.

O dia 18 de abril também foi muito bom porque, desde ontem, anunciado uma produção de cinema, transmitido pela TV franco-alemã ARTE, nessa terça-feira 18, o documentário “Brasil: O grande salto para trás”, das francesas Frédérique Zingaro e Mathilde Bonnassieux,  com Duvivier divulgaram com mais de 55 minutos o golpe que nossa Democracia e a presidente Dilma sofreram e como era o Brasil antes e como está agora. É um trabalho cinematográfico interessantíssimo e que neste momento deve-se propagar, divulgar mostrando o que está se concretizando de ruim no nosso país.

Os golpistas levaram um surra na Câmara dos Deputados quando leram as propostas da reforma trabalhista: 230 x 163. Deputados golpistas que aprovaram a admissibilidade do golpe estão a deixando o golpista mor e seu projeto de ponte para o futuro.

Categorias de trabalhadores começam a reagir contra as propostas de mudanças na CLT, reforma trabalhista, terceirização já aprovada e sancionada, reforma da previdência. A invasão da Câmara dos Deputados por policiais civis em Brasília pela segunda vez demonstra que o grau de aceitação das medidas que o congresso vota está chegando num limite e que o povo não aceitará. O povo não aceita um congresso com deputados e senadores acusados de roubo votarem medidas que só prejudica o trabalhador.

A decisão do Papa Francisco de não atender ao convite do dublê de presidente foi uma decisão política. Está certo o papa.

No mais, a Odebrecht, grande empresa brasileira se constituiu como império devido as relações promíscuas que sempre manteve com governos e não nos venham dizer, senhores da Odebrecht, senhor Emílio, que a corrupção aumentou depois da ditadura. Na ditadura havia corrupção e vocês veem enriquecendo a muito tempo no Brasil. E ainda dizem que no governo de FHC não houve investimento em infraestrutura. Claro, investiu-se noutros negócios. Paraísos fiscais por exemplo.

O próximo dia 28 de abril iremos para o Brasil com uma monstra greve geral. Todos os trabalhadores da cidade e do campo estão sendo convocados pelos líderes dos trabalhadores, pelas centrais sindicais, movimento sociais, pra pararmos o Brasil exigindo a queda desse golpistas, eleições diretas já, pois não consideramos o dublê de presidente e seus dublês de ministros como nossos governantes. Vamos avantes companheiros. Avantes Camaradas. Nossa vitória está próxima e aqui parafraseamos Lenin: Todo poder aos trabalhadores brasileiros!

GOLPISTAS! A PAPUDA NÃO MERECEU JOSÉ GENOÍNO, MAS ELA ESPERA VOCÊS

Os detratores, degredados, filhos de Aécios, aéticos homens que de tudo fizeram para derrubar a presidenta eleita com 54.501.118 estão aí, agora denunciados como gatunos. Quando um banco, cartão de crédito cobra juros exorbitantes o que estão a fazer? Quando um pobre por necessidade surrupia uma lata de conserva para comer o que está a fazer? Quando uma empreiteira repassa malas de dinheiro para apolíticos em contas na Suíça, Condado na Alemanha, Cingapura em cabaré o que o recebedor desse dinheiro está a fazer? Todos eles estão  roubando. Todos são ladrões. Tem, porém, uma diferença, o roubo deles não é roubo, é corrupção, são juros que o banco cobra. Não é roubo. É dinheiro declarado no TSE para campanha. Só é roubo a lata de conserva surrupiada por um trabalhador para levar comida para seus filhos. E contra este desaba toda uma violência que vai da humilhação por parte de seguranças do supermercado que também são trabalhadores e termina num camburão, muitas vezes da polícia, onde é mais violentado. Nunca se viu seguranças de bancos, supermercados agredindo apolíticos, banqueiros, deputados, senadores ladrões. Só violentam pobres. Neste país, nos últimos tempos, a gana destes golpistas que vai da mídia, do judiciário todo é contra os trabalhadores. Neste momento o Brasil está desfigurado. Não bastasse a roubalheira, agora estão terminando de vender o que resta da Petrobras, vendendo a participação nas empresas aéreas para o capital internacional e abrindo o mercado para a venda de terras na Amazônia para estrangeiros, fato que não é de hoje denunciado. Há rios no Amazonas, no Baixo Amazonas que o ribeirinho não tem acesso porque está todo controlado por estrangeiros. Só tem acesso os estrangeiros, na sua maioria em aviões que pousam na água. Isso é uma forma de roubar a soberania de um povo. Neste dia em que o ministro Fachin divulga a lista para investigação só comprova o que falávamos junto com todos os outros blogs sujos. A presidenta Dilma foi  cassada por um bando de ladrões, de entreguistas da soberania de nosso país. Nosso país está numa situação muito difícil. O desemprego está numa escalada vertiginosa. Não há uma família que não tenha pessoas desempregadas. E o homem sem trabalho perde sua dignidade. E lutando contra as aberrações, contra os indignos, os não seres, abjetos estamos nós, defendendo o povo e nossa democracia. Eles querem nos tirar o direito de concorrer as eleições com Luis Inácio Lula da Silva. Só que eles já perderam o tempo e Lula será o candidato do PT e do povo brasileiro. Lula é intempestivo. Estão fazendo de tudo para prejudicar o maior e melhor presidente que este país já teve. Mas não há nenhuma prova de que Lula é ladrão. Nenhuma testemunha em Curitiba disse que Lula roubou. Mas mesmo assim Lula tem que ir a Curitiba. O maior desejo de Moro é prender Lula. Mas Lula nunca será preso. Só há um lugar para Lula ser preso. É no coração do povo brasileiro, dos verdadeiros democratas, dos que querem bem seu país, que amam seu país, que querem o projeto energético funcionando com a Petrobras, o Banco do Brasil, com as Universidades, Institutos Federais, Educação, Minha Casa Minha Vida, Fome Zero, Pronatec, Fies, Ciências Sem Fronteiras, com a Caixa Econômica Federal, com o BNDES, com a conclusão do projeto do nosso submarino nuclear e com a liberdade de Othon Pinheiro que se encontra preso acusado de corrupção, quando sabemos que isso faz parte de interesses do sistema capitalístico internacional contra nossa soberania. Estes golpistas não merecem a consideração do povo brasileiro, Eliseu Padilha, Moreira Franco, Gilberto Kassab, Helder Barbalho, Aloysio Nunes, Blairo Maggi, Bruno Araújo, Roberto Freire e Marcos Pereira denunciados pela PGR deveriam cada um renunciar a dublagem de ministros. Que nobreza tem um palácio quando todos os seus dublês de ministros são denunciados. Ah! mas denunciado não quer dizer que é criminoso. Certo. Concordamos, senhor golpista Eduardo Braga. Só que nas planilhas da Odebrecht o nome de vocês aparecia e agora as delações voltam a reafirmar que muita grana foram repassadas para vocês, né seu Omar Aziz que tem todo o interesse de ver seu nome limpo porque no seu governo a Odebrecht não operou por cá. Mas, você é senador. O que vale são os interesses da empresa e os lobes com Jucá. Quando vale a aprovação de uma emenda de interesse de uma empreiteira. A grana quem comandava era Jucá e outros e depois era rateada, né Alfredo Nascimento. Você pulou fora dos governos populares que durante todo o governo Lula fez parte da coligação. Não suportou ser afastado no governo Dilma. Mas agora vai ter que responder à justiça. Enriquecimento aqui e em Natal. Dizem que há muitos hotéis por lá. Quem já está doente vai piorar. Tem tucano de todo jeito e forma delatado. Há Kimonos. O príncipe que ainda hoje pregava o diálogo contra a intolerância, Fernando Henrique Cardoso foi delatado na lata pelo pai do Marcelo Odebrech. Não só comprou a reeleição como pegou muita grana nas duas últimas eleições. No dia que Mineirinho levou uma surra de Lula nas intenções de votos em Minas em pesquisa do Instituto Paraná, hoje, a partir de hoje Aécio já era. Está fora de concorrer e chegar à Presidência da República. O desgoverno golpista que perdeu toda a credibilidade do povo por suas investidas contra a soberania brasileira recebeu este relatório de Fachin que estamos a compartilhar, sacado do nosso companheiro Paulo Henrique Amorim, no seu Conversa Afiada.

De acordo com o Ministério Público, “há fortes elementos que indicam a prática de crimes graves, consistente na solicitação por ELISEU PADILHA e MOREIRA FRANCO de recursos ilícitos em nome do Partido do Movimento Democrático Brasileiro – PMDB e de MICHEL TEMER, a pretexto de campanhas eleitorais” (fl. 10). Em menção ao termo de depoimento de Paulo Cesena, narra a inicial que, por ocasião do lançamento do edital da segunda rodada de concessões aeroportuárias, a Odebrecht tinha sinalizado interesse na manutenção de cláusulas que aumentariam suas chances no certame. Por essa razão, noticia reunião com o Ministro da Aviação Civil Moreira Franco para que as cláusulas fossem mantidas, tendo sido acolhidos os pleitos do grupo empresarial.

Ainda segundo o Ministério Público, os termos indicariam que Moreira Franco, a pretexto da campanha eleitoral de 2014, teria solicitado o valor de R$ 4.000.000,00 (quatro milhões de reais), e que o grupo empresarial, consoante relato de Benedicto Barbosa da Silva, teria feito o repasse, porquanto Moreira Franco seria muito próximo do núcleo duro Supremo Tribunal Federal . O pagamento, por sua vez, teria sido realizado por Paulo Henrique Quaresma à Eliseu Padilha, pessoa indicada por Moreira Franco para receber os recursos. Dos documentos apresentados pelo colaboradores constam planilhas do sistema “Drousys” que apontam pagamento a pessoa de apelido “Primo”, em localidades que correspondem ao escritório de Eliseu Padilha. Cláudio Melo Filho detalha, conforme aponta a inicial, um jantar, de que teria participado Marcelo Odebrecht, Eliseu Padilha e Michel Temer, ocorrido no dia 28 de maio de 2014, no Palácio do Jaburu, e no qual teria sido solicitado, a pretexto da campanha eleitoral de 2014, o repasse de dez milhões de reais. Segundo o termo de Marcelo Odebrecht, esses recursos, respectivamente seis milhões de reais e R$ 4 milhões de reais , seriam destinados à Paulo Skaf e a Eliseu Padilha. Os detalhes sobre esse pagamento constam, segundo o Ministério Público, dos termos de Cláudio Melo Filho, Marcelo Odebrecht, Hilberto Mascarenhas Alves da Silva Filho, e José de Carvalho Filho. Afirma-se que os valores destinados à Paulo Skaf foram pagos parcialmente a Duda Mendonça e que, por haver saldo remanescente, Paulo Skaf teria procurado Marcelo Odebrecht para informar a dívida.

Já o pagamento a Eliseu Padilha teria sido feito ao “Sr. Yunes ou Sra. Cida”. José de Carvalho Filho, em seu termo, afirma que desse valor a soma de um milhão de reais teria sido destinada à Eduardo Cunha. O Ministério Público narra, ainda, que José Yunes compareceu espontaneamente à Procuradoria Geral da República no dia 14 de fevereiro de 2017 e relatou ter sido contatado por Eliseu Padilha em 2014 a fim de que recebesse um suposto “documento”, entregue por Lúcio Bolonha Funaro.

Segundo o requerente, a presença de Lúcio Funaro como uma das pessoas encarregadas da entrega indicaria o “caráter ilícito dos fatos”. Fazendo uma exposição de vários fatos e transcrevendo documentos que se caracterizam como indícios, ressalta “que há menção de participação do atual presidente da Republica Michel Temer, sendo certo que ele possui  imunidade temporária à persecução penal” , o que, em seu entender, significaria a “impossibilidade de investigação do presidente da República, na vigência de seu mandato, sobre atos estranhos ao exercício de suas funções” 

A democracia será reconquistada no Brasil. E todos os golpistas serão chamado à responsabilidade. Insistimos. Não era para termos aceito com tanta facilidade esse golpe. Ladrões, golpistas, no início da trama era para terem sido todos presos, como serão quando a Democracia for novamente produzida, pois nela, ladrão, corrupto não será tolerado. Vão ter que se ver com a justiça. E a justiça será devolvendo o que roubaram e tirando-os do convívio social porque são muitos perigosos. E para usurpador só a um remédio: Papuda, no Distrito Federal. Pelo menos isso, será um preso federal.

 

SATSIPLOG

Resultado de imagem para imagens de temer no congresso

No Brasil, 54.501.118 brasileiros nunca serão acusados de golpistas. Fora esses, muitos outros eleitores dos mais diversos partidos políticos também não são golpistas. Mais os 15% que votaram no Aécio esses são golpistas. Falamos nesses 15% porque o presidente do IBOPE, Augusto Montenegro falou o que até as pedras que não rolam por isso criam limo já sabiam. Aécio não tinha os 44% por cento que as pesquisas apontavam. Os números além desses 15% era de antipetistas.

Serão sempre golpistas todos os deputados que votaram e admitiram a continuidade do golpe no Senado. São golpistas todos os senadores que votaram a favor do golpe da presidenta Dilma. São golpistas todos os órgãos do poder judiciário, lenientes, passivos por compor com o golpe, por isso não se pode esperar nada deles para por fim ao medonho que vivemos.

A operação Lava Jato contribuiu muito para o Golpe. Ajudou. Divulgou conversa da presidenta Dilma com o ex-presidente Lula. E nas hostes dessa operação se está a ver um juiz que atua como juiz, acusador e lobista contra a corrupção e defesa da lei sobre abuso de autoridade. Defende interesses norte americanos.

Não podemos esperar nada do STF. Este supremo não tem saída nenhuma honrosa. Teria se seus ministros não fossem acovardados. Mais eles não são acovardados. Ser acovardado é você se sentir impotente, impossibilitado de fazer algo, o que não é o caso desse ministros. Eles participaram do golpe e por isso não podiam ser contra. Por isso não há como ter uma saída honrosa. A única saída honrosa só quem pode tomar é o povo. O povo é soberano. O povo produz a democracia. Só o povo tem honra. Como o STF vai ter honra se Gilmar Mendes aconselha advogados do golpista Temer para separar o degenerado da presidenta eleita. Nem terminou o mandato dos dois ministros do STF e já há como certa indicação pelo golpista de novo ministro.

Enquanto isso, temos um país com mais de 13 milhões de desempregados. Ataque direto contra os direitos dos trabalhadores e do povo. Emendas Constitucionais que atingem diretamente a previdência social, a CLT e a terceirização.

A ponte para o futuro dos golpistas está construindo uma viagem com volta. E será uma volta que a “cutia vai assoviar”.

Assoviar para Moro que condena Eduardo Cunha onde na sentença faz comentários de como deve proceder um deputado. Eduardo Cunha é um ser abjeto, foi o politicofastro que atendendo interesses de empresários, da mídia, banqueiros, deputados e senadores iniciou o golpe contra a presidenta Dilma a mando do Aécio e de Temer. Mas não concordamos com a sua sentença contra o Caranguejo. Ele adota essa sentença para dizer que é imparcial. Prende deputado do PMDB, PP, PT. Há mais deputados de outros partidos do que do PT como já disse o Xarope. Sim, mas porque não prende também Aécio, Serra, Alckmin, Agripino, Renan, Jucá, Padilha, Moreira Franco, Gedel, e os demais ministros citados nas delações das empreiteiras?

Golpistas, o dia 1º de Maio está chegando assim como o dia 3. Apoiamos a sugestão do presidente do Partido da Causa Operária, Rui Costa, de fazer uma grande manifestação no dia 1º,  permanecer em Curitiba até o dia 3 e acompanhar o Lula, cercá-lo e não deixar ninguém tocá-lo. Vai ser a maior proteção que um homem querido, amado por seu povo vai receber nesse dia. Televisões, rádios e as mais variadas mídias farão uma cobertura que nunca se fez em parte alguma. Esse depoimento de Lula será um divisor de água. A partir daí os golpistas vão ver que não pisaram na cabeça da jararaca. A jararaca vai pra cima e vai iniciar a caminhada solo, porque pode vir Dória, Hulk, Bolsonaro, Marina, Ciro Gomes, Serra, Aécio, FHC que não tem páreo para o retirante que emigrou de Garanhuns. Do seu lado estarão os não golpistas, as pessoas inteligentes que só pelo fato de estar construindo novas formas de ver, ouvir, sentir estão usando sua inteligência para a construção da democracia contra os aberrantes Golpistas.

CONDUÇÃO COERCITIVA DE EDUARDO GUIMARÃES PELA PF É UM ATENTADO CONTRA A LIVRE MANIFESTAÇÃO DE PENSAMENTO E PERSEGUIÇÃO POLÍTICA

Blog da Cidadania por Eduardo Guimarães

Nós, da Associação Filosofia Itinerante – AFIN e seus Blogs Afinsophia e Esquizofia queremos nos solidarizar com o blogueiro Eduardo Guimarães do Blog da Cidadania pela condução coercitiva feita pela Polícia Federal hoje, de manhã, na cidade de São Paulo para depor sobre a condução coercitiva que o presidente Lula sofreu no dia 4 de março de 2016 por determinação de Sérgio Moro.

Eduardo Guimarães não tinha recebido nenhuma intimação. Ao acordar hoje de manhã os federais já estavam às 6 horas na porta de sua casa. Conduziram-no coercitivamente, prenderem seu notebock, telefone celular e o de sua esposa. O blogueiro neste momento está sem seus instrumentos de trabalho.

A condução coercitiva foi para Eduardo informar aos federais quem tinha lhe repassado as informações da condução coercitiva de Lula no dia 04 de março do ano passado. Como diz Eduardo, eles sabem quem é a pessoa, mas fizeram isso para dizer quem era, não respeitando o direito de ser mantida em sigilo a fonte.

Eduardo Guimarães não é jornalista e mantém a 12 anos o Blog da Cidadania. No Brasil não existe mais a exigência de só jornalista produzir informações, notícias. Principalmente num pais, como diz, Mino Carta, onde jornalista chama patrão de companheiro.

A informação repassada por Eduardo Guimarães sobre a condução de Lula foi muito importante. Denunciava com isso uma arbitrariedade do juiz Sérgio Moro e da Polícia Federal contra o maior e melhor presidente do Brasil, Luis Inácio Lula da Silva. Se não fosse essa notícia e mais a determinação do “Brigadeiro Rossato, gaúcho de Caxias do Sul, para quem o ex-presidente da República continua carregando a simbologia de Chefe das Forças Armadas. Ele não permitiu que a Polícia Federal levasse Lula para Curitiba. Foi algo civilizatório”, segundo João Pedro Stédile, a condução coercitiva de Lula teria se consumado.

Foram dadas muitas asas de Ícaro para a Polícia Federal. Está na hora do Diretor Geral dessa polícia chamar seus delegados e dizer o seguinte: Vamos acabar com o glamour. Chega de entrevistas coletivas após operações. Só devem se pronunciar, quando tiver operação para prender golpista, por exemplo, o Ministro da Justiça (não serve dublê) e o Diretor Geral e ninguém mais. Afinal, não se fala tanto em segredo de justiça.

É companheiro Eduardo, fica aqui nossa solidariedade, nosso apoio a você e a todos os que sofrem perseguição por divulgar seus pensamentos. Seguimos o que Voltaire disse: Posso não concordar com o que você pensa, diz, mas jamais vou proibir que o manifeste. É isso.

        Assista o vídeo dos Jornalistas Livres

VÍDEO COM WAGNER MOURA, POVO SEM MEDO E MÍDIA NINJA EXPLICAM O GOLPE NA APOSENTADORIA

O vídeo abaixo numa produção Povo Sem Medo, Mídia Ninja com locução de Wagner Moura mostra de forma didática pedagógica a violência que os golpistas comandados pelo ilegítimo e degenerado Fora Temer querem  impor ao povo brasileiro.

A reforma da previdência social referente à aposentadoria é horrível. O trabalhador deverá contribuir durante 49 anos e se aposentar com 65 anos. Hoje a contribuição é de 25 anos. Para o trabalhador se aposentar com 65 deve trabalhar desde os 16 anos ininterruptos. Não poderá ficar desempregado. E do jeito que o país vai fica muito difícil.

Por isso, dia 15 de março várias entidades, sindicatos estão convocando todos os trabalhadores para uma grande greve geral visando impedir que a reforma d previdência seja levada a cabo.

EDUARDO BRAGA CONTINUA COM SUA ARROGÂNCIA DE GOVERNADOR DO AMAZONAS: TENTOU ANTECIPAR SEU PARECER A FAVOR DA INDICAÇÃO DE SEU COMPARSA DE GOLPE ALEXANDRE MORAES

Eduardo Braga e Gleisi Hoffmann

 É simplesmente simples, simplíssimo de entender, mas vergonhosamente acatar.

 O senador Eduardo Braga pelo estado do Amazonas é oriundo de uma família de empresários em Manaus. E como filho de família abastada estudou em escola privada. Como um bom burguês foi guindado para o rol dos grupos partidários do estado pelos dois maiores representantes do reacionários da terra de Ajuricaba: Gilberto Mestrinho e Amazonino Mendes. Ambos governadores e senadores. O último acusado de envolvimento na compra de votos de deputados para reeleição do príncipe sem trono Fernando Henrique. 

  Com tais padrinhos chegou a ser prefeito de Manaus, e, por duas vezes, governador do estado. Segundo observações de pessoas próximas dele, sempre se apresentou diante dos subalternos com arrogância. Sempre querendo que sua opinião prevalecesse. Foi o governador que recebeu os maiores apoios econômicos e políticos dos governos populares de Lula e Dilma. Chegou a ser ministro do governo Dilma. Porém, foi mais um de seu partido PMDB, que trabalhou pelo golpe contra a mão que lhe foi estendida.

  Agora, como golpista-militante, encontra-se realizando um papel que deve lhe agradar com profundidade: é o relator da indicação feita por Temer, seu comparsa, de Alexandre de Moraes. A indicação mais ofensiva contra o Supremo Tribunal Federal, apesar de apresentar alguma semelhança com alguns ministros dessa Corte. 

  Pois bem, na patológica antidemocracia promovida pelos golpistas, a leitura do relatório de Eduardo Braga era para ser lida amanhã, dia 15, mas como os golpistas têm pressa para colocar um seu semelhante no STF para defender seus interesses de indivíduos delatados na Lava Jato, não esquecer que o nome de Eduardo Braga também é citado, o arrogante e-governador, resolver realizar a leitura. Não deu outra: a oposição fincou o pé contra o arbítrio.

     “Isso que estamos vendo aqui é um caso gravíssimo de quebra do regimento. É uma questão política absurda, uma manipulação. É preciso de haja tempo para que se investigue a vida do nome a ser sabatinado para uma Corte como o STF”, se posicionou o senador Lindbergh Farias (PT/RJ).

       Também a senadora Gleisi Hoffmann (PT/PR)não deixou barato.

    “Vossas excelências não tem autoridade para falar em interstício de cinco dias, por que uabdo éramos governo e vocês oposição, exigiam o prazo de 15 a 45 para que acontecesse sabatinas semelhantes. E agora? Por que o mesmo rito não é cumprido? Estão com medo?”, mandou ver a bela, inteligente e engajada senadora. 

      Resultado os reacionários inimigos da democracia queriam antecipar a sabatina, mas ficou para o dia 21, segunda-feira.

“A SAÍDA É MICHEL PARA ESTANCAR A SANGRIA E PARAR ESSA PORRA”, DISSE JUCA EM GRAVAÇÃO. VEIO O GOLPE. AGORA O MINISTRO FACHIN ABRE INQUÉRITO CONTRA JUCÁ, RENAN, SARENEY E MENDONÇA

Resultado de imagem para imagens de temer com juca, renan e sarney

Resultado de imagem para imagens do delator sergio machado

É fácil de entender, mas impossível aceitar, principalmente passivamente.

Ano passado, no auge da conspiração para a execução do golpe que destituiria do governo a presidenta Dilma Vana Rousseff, eleita com mais de 54 milhões de votos democráticos, foi divulgado um áudio em que o senador Romero Jucá (PMDB) conversa com Sérgio Mendonça, ex-filiado dos partidos PSDB e PMDB, e expõe o plano para tirar Dilma da presidência da República.

       Na conversa, os dois tratam das consequências funestas que a Operação Lava Jato traria para todos os envolvidos em corrupção. No caso concreto, os personagens principais do golpe. Porém, os mais preocupados com o desenrolar da Lava Jato eram Jucá, Sarney, Renan, Temer, Eduardo Cunha, e outros.

     No diálogo não sobrou nenhuma figura exponencial dos dois partidos PMDB e PSDB. Aécio, o Mineirinho, é comentado por Mendonça como medroso e “o primeiro a ser comido”. Segundo Jucá seria realizado um pacto nacional com as participações dos parlamentares, membros do Supremo Tribunal Federal (STF), as mídias e até militares.

      Para Jucá a saída era Michel para ocupar o lugar de Dilma. Para ele seria preciso “estancar essa sangria e parar essa porra”. A porra era a Lava Jato. Tecido o pacto veio o golpe. Às direitas tomaram o poder e passaram a desmontar a economia brasileira, entregar as riquezas do país, ameaçar direitos dos trabalhadores adquiridos historicamente, fragmentar os programas sociais criados nos governos populares de Lula e Dilma, mudar, para pior, o ensino médio, alterar a Previdência Social, entre outras reações predadoras.  

     A publicação das gravações feitas por Sérgio Machado, porque foram várias, inclusive com Sarney, Temer, Renan, levaram alguns ingênuos a acreditar que o golpe não mais iria prosperar. Ledo (Ivo) engano. A dona justiça não deu qualquer bola para o fato. E golpe continuou célere.

     Com a morte do ministro Teori Zavascki, relator dos processos da Lava Jato, aliás, responsável, também, pelo golpe, já que não pediu em tempo hábil o afastamento de Eduardo Cunha da presidência da Câmara Federal, que havia sido feito pelo procurador-geral da República Rodrigo Janot, o ministro Luiz Fachin foi indicado o novo relator.

     Dias passados Janot pediu ao Supremo Tribunal de Federal (STF) que abrisse inquérito contra Jucá, Renan, Sarney e Mendonça por obstrução das investigações da Lava Jato. Ontem, acolhendo os argumentos de Janot, para quem a “saída Michel” foi uma forma de obstruir a Lava Jato, o ministro Fachin pediu a abertura de inquérito para investigar os tais tipos.

          Se a justiça se fizer e os tais tipos forem denunciados e julgados, o golpe se destrambelha, e a democracia prevalece.

          Não custa nada fazer de conta.

GOLPE CONTINUA GOLPEANDO: O GOLPISTA-MOR TEMER INDICA O GOLPISTA ALEXANDRE MORAES (PSDB) PARA VAGA DE TEORI NO STF. OBJETIVO: ESTANCAR DE VEZ A LAVA JATO

 Resultado de imagem para imagens de temer com o ministro alexandre moraes

O “psicólogo-sociólogo”, senador-delatado na Lava Jato, Romero Jucá, em gravação de Sérgio Mendonça, afirmou que era preciso “estancar essa porra”. A Lava Jato par que livrasse todos os corruptos de PMDB e PSDB arrolados na Lava Jato, porque com Dilma no governo a sangria continuaria. Jucá, então, revelava a estratégia do golpe em tríplice aliança composta pelo Congresso Nacional, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e as mídias capitalizadas. O golpe foi executado e os golpistas passaram a se locupletar e entregar as riquezas do Brasil ao capital estrangeiro, além de desmontar a economia, a Previdência Social e os direitos trabalhista, entre outros atos predadores.  

   Apesar das evidentes garantias, as ameças da Lava Jato alcançar os corruptos continuava. Só que ocorreu a morte do ministro Teori que era relator da Lava Jato. Uma morte comemorada pelos golpistas, apesar de todos os fingimentos e hipocrisias dissimulados em forma de pseudas condolências. Passada as exéquias, ministro morto ministro posto. Ou, Teori morto Alexandre Moraes posto.

   Há um protesto muito intenso quanto essa nomeação do ministro policial por Temer. Afiram que ele não tem qualquer dimensão jurídica para ocupar o posto de ministro do STF, mas como esperar sobriedade, probidade de um desgoverno golpista? Qualquer um que fosse indicado e aceitasse a indicação mostraria que também foi mordido pela seiva venenosa do golpe.

      Claro que há diferenças abismais, juridicamente e eticamente, entre Teori e Moraes, mas não devemos esquecer que foi o não pedido de afastamento, em tempo hábil, de Eduardo Cunha da presidência da Câmara por Teori que auxiliou profundamente na abertura e consumação do golpe que continua sua expansão com a nomeação do ministro policial membro os PSDB.

     

EPITÁFIO PARA A TRABALHADORA MARISA LETÍCIA LULA DA SILVA SACADO DO EPITÁFIO PARA GORKI DE BERTOLT BRECHT

 

Resultado de imagem para imagens de lula e marisa

 

Neste momento de dor, difícil, expressamos ao maior e melhor de todos os presidentes do Brasil, Luís Inácio Lula da Silva e a toda  família brasileira que sente a passagem da trabalhadora, Dona Marisa Letícia, força para continuarmos na luta contra o medonho, as injustiças, os assassinos da democracia brasileira.

Aqui jaz

O enviado dos bairros da miséria

O que descreveu os atormentadores do povo

E aqueles que os combateram

O que foi educado nas ruas

O de baixa extração

Que ajudou a abolir o sistema de Alto e Baixo

O mestre do povo

Que aprendeu com o povo.

 

 

 

PRISÃO DE BOULOS CONFIRMA A FILÓSOFA HANNAH ARENDT: ONDE FALTA A RAZÃO PREVALECE A OPRESSÃO

É muito simples de entender, mas impossível de aceitar.

  O homem é um ser composto por corpo (soma) e mente (espírito), distribuídos em sentidos, inteligência e ação. Para alguns um dualismo, para outro monismo, já, como diz o filósofo Spinoza, o corpo não foge da mente. Ou seja, todo afeto se manifesta tanto no corpo como na mente.

   Ocorre, porém, que embora o homem seja um ser de sensibilidade, inteligência e ação, nem sempre todos expressam em seus atos esse monismo filosófico. Um grande número de indivíduos, por motivos genéticos ou por força de uma infância sofrível, expressam seus atos simplesmente como materialidade. Neles não se revelam a sensibilidade, a inteligência e ação coletiva em forma de ética.

    O filósofo Guilherme Boulos, presidente do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) foi preso quando intercedia a favor de moradores da Ocupação Colonial na ação de reintegração da área na Região de São Mateus na zona leste de São Paulo. O filósofo foi levado ao 49° onde prestou depoimento.

    Boulos afirmou que foi uma “prisão política, evidente”. Não foi “prisão política”. Foi uma prisão partidária que confirma a força da subjetividade capitalista manifestada pelo PSDB que há mais de vinte anos domina o estado de São Paulo. Não foi prisão política, porque onde há a práxis e poieses política, o movimento real da potência constituinte que cria as relações reais entre os homens comprometidos democraticamente, não há arbitrariedade. Onde há política há razão e não opressão.

  A filósofa Hannah Arendt, uma das que mais entende do sentido filosófico de política, afirma que onde a razão falta predomina a opressão, a irracionalidade em forma de força. Para ela a força é o recurso de todos que perderam a capacidade de dialogar, já que o diálogo é a concretude do pensamento. E pensamento é racional. Só nas ditaduras a razão é obstruída pela força opressora. A força é a única de linguagem usada onde faltam as faculdades sensível, intelectiva e ética coletiva.

    Diante da violência sofrida por Boulos os deputados do Partido dos Trabalhadores publicaram nota de repúdio. Leia trecho da nota.

   . “Além de negar o direito constitucional à moradia o governo Alckmin patrocina cenas lamentáveis de violência, ataca e despeja nas ruas mais 700 famílias neste no momento de recessão e desemprego que assola o país, numa demonstração de insensibilidade com a situação da população carente”, diz a nota. 

      A Central de Movimentos Populares (CMP) também publicou nota de repúdio. Leia.

                                                                   NOTA DA CMP

          boulos 

As cenas de violência da PM contra moradores, que assistimos na amanhã desta chuvosa terça-feira, 17/01, na região leste da cidade de SP, durante reintegração de posse de área ocupada por 700 famílias, são imagens típicas de uma zona de guerra.

A violência do Estado contra famílias sem teto é prática recorrente, mas agora o governador Geraldo Alckmin tem respaldo dos aliados  governos Doria e Temer, para descer a porrada nos trabalhadores(as).

Os golpistas Temer, Alckmin e Doria são a favor da especulação imobiliária em detrimento da moradia popular. A Central de Movimentos Populares e o Movimento dos Trabalhadores Sem Teto, há tempo estão atuando na defesa dos moradores, por intermédio dos companheiros Boulos, Dito e Sidnei, tentando articular uma saída negociada que evitasse a reintegração de posse com despejo de mais de 3 mil pessoas, mas infelizmente não encontramos apoio dos governantes.

A CMP repudia a detenção do companheiro Guilherme Boulos. Moradia não é caso de polícia. Não criminalização dos movimentos sociais. Vamos resistir e lutaremos.

Nenhum Direito a Menos. 

Central de Movimentos Populares
Raimundo Bonfim, coordenador geral da CMP e integrante da coordenação da Frente Brasil Popular

  Veja e ouça o vídeo publicado pelo site Brasil de Fato que mostra Boulos falando sobre sua prisão.

 

DIÁLOGO DO ILUSTRE SUBPROCURADOR-GERAL E EX-MINISTRO DA JUSTIÇA, EUGÊNIO ARAGÃO, MOSTRA A CONSCIÊNCIA ILIBADA DE JANOT SUSTENTADA POR PORNOFONIAS

janot-e-aragao

 O ilustríssimo ex-ministro da Justiça do governo Dilma Vana Rousseff e subprocurador-geral da República, Eugênio Aragão, concedeu entrevista a um jornal burguês de São Paulo e contou como foi que ele se separou da presença do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, que ele ajudou a ser indicado por Dilma para ocupar o cargo na Procuradoria-Geral da República e mudou completamente de comportamento em relação ao que antes apresentava como seu ideal ao ex-ministro da Justiça, inclusive sua relação com Genoíno, onde chegou a afirmar, para Eugênio Aragão, que ele, Genoíno, não era culpado.

  Só para mostrar a consciência ilibada de Janot, transcrevemos somente a parte em que ele, como toda consciência ilibada, chama Lula de “bandido” e manda Eugênio Aragão “a puta que o pariu” além de ir a “merda”. Coisa de gente de consciência ilibada. Só que Eugênio Aragão conhecedor dos percursos que descaminham a homologia democrática, não foi a nenhuma das duas indicações pornofônicas.

“Janot: Você me deu um soco na boca do estômago com aquela mensagem (“não estou interessado em cargos”).

Aragão: É aquilo mesmo que está escrito lá.

Janot: Então considere-se desconvidado.

Aragão: Ótimo. Eu não quero convite (para função), tudo bem, não tem problema. Olha, Rodrigo, nós somos diferentes. É isso mesmo. Para mim, você foi uma decepção…

Janot: O que você está querendo dizer? Vai me chamar de traíra?

Aragão: Não, traíra não. Não chega a tanto. Desleal, mas traíra não. (No caso Operação da Lava Jato) você foi extremamente seletivo… 

Janot: Você vem aqui no meu gabinete para me dizer que eu estou sendo seletivo?

Aragão: É isso mesmo.

Janot: Você vai para a p… que o pariu… Você acha que esse (ex-presidente) Lula é um santo? Ele é bandido, igual a todos os outros…

Aragão: Você foi muito mesquinho em relação ao Lula, só porque ele disse que você foi ingrato (em razão da indicação para a função)… Não tinha nem de levar isso em consideração. 

Janot: Isso é o que você acha. Eu sou diferente. O Lula é bandido, como todos os outros. E você vai à m…

Aragão: E os vazamentos das delações? Eu tive informações, quando ministro da Justiça, pelo Setor de Inteligência da Polícia Federal, que saíram aqui da PGR…

Janot: Daqui não vazou nada. E eu não te devo satisfação, você não é corregedor.

Aragão: É, você não me deve satisfação, mas posso pensar de você o que eu quiser.

Janot: Você vá à m…, você não é meu corregedor.

Aragão: Eu não vim aqui para conversar nesse nível. Só vim aqui para te avisar que estou de volta”.

CARDOZO, EX-MINISTRO DO GOVERNO DILMA, AFIRMA,AGORA, QUE ATOS DE MORO “ULTRAPASSARAM A LEGALIDADE” E CONTRIBUÍRAM PARA O IMPEACHMENT, COMO A DIVULGAÇÃO DOS ÁUDIOS

Resultado de imagem para imagens do ex-ministro eduardo cardozo

Quando era para falar e se posicionar não falou e muito menos se posicionou. Mas como diz a lógica dos destemporalizados, “antes tarde do que nunca”, mesmo que esse tarde não altere a história, o ex-ministro da Justiça e Advocacia-Geral da União (AGU)Eduardo Cardozo, do governo popular da presidenta Dilma Vana Rousseff, afirmou, em entrevista a jornal de São Paulo, porta voz do atraso, que atos do juiz Sérgio Moro serviram para impulsionar o impeachment. Ele falou impeachment e não golpe quando a maioria do povo brasileiro sabe que foi golpe.

  Cardozo comentou sobre as gravações de Moro entre a presidenta Dilma e o ex-presidente e sua decisão de entregar a Rede Globo que aproveitou, pois trata-se de um conluio entre os dois estamentos, para apresentar a conversa dos dois melhores presidentes do Brasil, como é de seu feitio, como crime. 

  Cardozo, durante sua permanência no governo Dilma, principalmente como ministro da Justiça, serviu de tema para muitos especialistas em política, que o chamavam de indeciso e sem altivez para tomar decisões necessárias ao andamento do governo. Não tomou decisões, em sua pasta, que eram imprescendíveis para a ordem democrática.

 “É um juiz que teve um papel muito importante no processo do combate à corrupção no país. Eu o considero uma pessoa tecnicamente muito preparada, mas também sou crítico de algumas decisões dele. Eu nunca felei isso, mas em certos momentos me parece que o juiz Sérgio Moro decidiu questões que ultrapassaram a legalidade. Se os áudios (conversa entre Dilma e Lula sobre o termo de posse de sua nomeação para a Casa Civil) envolviam indícios de crime, teriam que subir pro Supremo em sigilo, segundo a lei. Se não envolviam, teriam que ter sido incinerados. Moro disse que não envolviam indícios de irregularidades, então, se não envolviam, ele não poderia ter divulgado conversas privadas. Isso ofende claramente a lei, ofende claramente a Constituição.

Por isso que eu, embora afirme que o juiz Sérgio Moro tem um papel importante no combate à corrupção, há decisões dele que podem ser objeto de uma profunda crítica, especialmente quando elas interferem também nos processos políticos.

Nesse caso (divulgação das conversas entre Dilma e Lula) um dos fatores que impulsionou e propulsionou o impeachment foi a divulgação desses áudios feita em total desconformidade com aquilo que legislação brasileira determina”, afirmou Cardozo.

Atualmente Cardozo é procurador do município de São Paulo. O que significa que na ordem hierarquizante da sociedade capitalista estratificada em segmentos antagônicos, como diz Marx em sua Crítica da Filosofia do Direito, de Hegel, a opinião como procurador de município não tem tem a mesma impressionabilidade que teria se tivesse sido feita quando ele era ministro. Principalmente quando era ministro da Justiça.

SENADORES-CAPACHOS DO CAPITAL PREDADOR CONTRA O TRABALHADOR APROVAM A PEC 55 QUE REPRESENTA 20 ANOS DE SOFRIMENTO DO POVO BRASILEIRO

Resultado de imagem para imagens do Senado

Capacho, como se sabe, é tapete. Tapete é um objeto que se coloca na porta das casas para que o visitante não suje o recinto. Celso Laffer, alcunhado de intelectual, ministro de Fernando Henrique, ao visitar os Estados Unidos Tirou os sapatos ao adentrar no recinto oficial. O que significou, não simbolicamente, que um representante do governo brasileiro tinha os sapatos sujos e deveria tirá-los para não sujar o ambiente. O dublê de ministro de Temer, Serra, também teve gesto semelhante.

        De formas, que o capacho é sempre um objeto onde se limpa a sujeira para preservar a ‘saúde’ de outro. Porém, o que acentua a irrelevância do capacho para si mesmo, é o ato dele ser fortemente pisado, para que a sujeira seja extirpada. Aqui o capacho aparece com a função de esconder a sujeira do pisante-limpador. O pisante-limpador esconde sua sujeira para não ser descoberto pelo dono ambiente, se querendo visto como alguém higiênico.

     Assim, o capacho tem duas funções: uma para limpar os sapatos daquele que lhe pisa, e outra para ocultar o objetivo do que lhe pisa diante do proprietário do ambiente. Foi na redução dessas duas funções que os 53 senadores-capachos aprovaram a PEC 55, filha bastarda do golpista-mor, Temer, acusado de corrupção na delação da Odebrecht, já em fim daquilo que jamais iniciou: governo.

    Os senadores-capachos ao aprovarem a “PEC do fim do mundo”, deixaram o capital limpar sua sujeira sobre eles, e, ao, mesmo tempo, dissimular os reais objetivos deletérios contra a sociedade brasileira dessa aprovação limpeza de sujeira que corresponde a 20 anos de atraso para o país em benefício das riquezas das classes dominantes nacionais e estrangeiras. Que coloca o trabalhador em posição de mendicância.

   Todos os 53 senadores desempenharam os seus papeis de capachos de acordo com a ‘saúde’ do capital, mas houve um que se destacou no estilo capacho-mor: Renan Calheiros, presidente do ofendido Senado. Réu no Supremo Tribunal Federal (STF) e com denúncia promovida pela Procuradoria-Geral da República, que pediu sua prisão e cassação de mandato, ele, para conseguir tempo hábil para votação, abriu três sessões extraordinária no mesmo dia, configurando violação da Constituição.

     A oposição vai recorrer no STF. Não esquecer que essa Corte já liberou Renan mostrando que ele é bem articulado nela. E lembrar sempre que o Congresso Nacional tem em seu corpo mais de 200 capachos – deputados e senadores – citados em corrupção.

   Segundo os capachos a PEC deverá ser promulgada até o fim da semana.   

         Leia a lista dos senadores-capachos, onde mostra, como sempre, as presenças pertinentes e inconfundíveis dos dois senadores reacionários do Amazonas Eduardo Braga (PMDB) e Omar Aziz (PSD). Dois dos responsáveis pelos mais de 30 anos de atraso do estado.

 

53 senadores que votaram a favor da PEC 55/2016

 16 senadores que votaram contra a PEC 55/2016

1- Aécio Neves – PSDB-MG 1 – Angela Portela – PT-RR
2 – Aloysio Nunes – PSDB-SP 2 – Dário Berger – PMDB-SC
3 – Alvaro Dias – PV-PR 3 – Fátima Bezerra – PT-RN
4 – Ana Amélia – PP-RS 4 – Gleisi Hoffmann – PT-PR
5 – Antonio Anastasia – PSDB-MG 5 – Humberto Costa – PT-PE
6 – Antonio Carlos Valadares – PSB-SE 6 – João Capiberibe – PSB-AP
7 – Armando Monteiro – PTB-PE 7 – Jorge Viana – PT-AC
8 – Ataídes Oliveira – PSDB-TO 8 – José Pimentel – PT-CE
9 – Benedito de Lira – PP-AL 9 – Kátia Abreu – PMDB-TO
10 – Cidinho Santos – PR-MT 10 – Lídice da Mata – PSB-BA
11 – Ciro Nogueira – PP-PI 11 – Lindbergh Farias – PT-RJ
12 – Cristovam Buarque – PPS-DF 12 – Paulo Paim – PT-RS
13 – Dalirio Beber – PSDB-SC 13 – Paulo Rocha – PT-PA
14 – Deca – PSDB/PB 14 – Regina Sousa – PT-PI
15 – Edison Lobão – PMDB-MA 15 – Roberto Requião – PMDB-PR
16 – Eduardo Amorim – PSC-SE 16 – Vanessa Grazziotin – PCdoB-AM
17 – Eduardo Braga – PMDB-AM  
18 – Elmano Férrer – PTB-PI  
19 – Eunício Oliveira – PMDB-CE  
20 – Fernando Bezerra Coelho – PSB-PE  
21 – Flexa Ribeiro – PSDB-PA  
22 – Garibaldi Alves Filho – PMDB-RN  
23 – Gladson Cameli – PP-AC  
24 – Hélio José – PMDB-DF  
25 – Ivo Cassol – PP-RO  
26 – José Agripino – DEM-RN  
27 – José Aníbal – PSDB-SP  
28 – José Maranhão – PMDB-PB  
29 – José Medeiros – PSD-MT  
30 – Lasier Martins – PDT-RS  
31 – Lúcia Vânia – PSB-GO  
32 – Magno Malta – PR-ES  
33 – Marta Suplicy – PMDB-SP  
34 – Omar Aziz – PSD-AM  
35 – Otto Alencar – PSD-BA  
36 – Pastor Valadares – PDT-RO  
37 – Paulo Bauer – PSDB-SC  
38 – Pedro Chaves – PSC-MS  
39 – Pinto Itamaraty – PSDB-MA  
40 – Raimundo Lira – PMDB-PB  
41 – Reguffe – Sem Partido-DF  
42 – Ricardo Ferraço – PSDB-ES  
43 – Roberto Muniz – PP-BA  
44 – Romero Jucá – PMDB-RR  
45 – Ronaldo Caiado – DEM-GO  
46 – Sérgio Petecão – PSD-AC  
47 – Simone Tebet – PMDB-MS  
48 – Tasso Jereissati – PSDB-CE  
49 – Telmário Mota – PDT-RR  
50 – Valdir Raupp – PMDB-RO  
51 – Vicentinho Alves – PR-TO  
52 – Waldemir Moka – PMDB-MS  
53 – Wellington Fagundes – PR-MT  
OBS: O presidente do Senado, Renan Calheiros, se absteve de votar.

transparent-pixel

 

VOCÊ SABE QUEM É “MINEIRINHO”? NÃO É O DA DUPLA SERTANEJA COM “MINEIRO”. É A ALCUNHA DE AÉCIO NA DELAÇÃO DA ODEBRECHT

Resultado de imagem para imagens de aécio neves Embora Sérgio Moro, juiz responsável pela Lava Jato tido pelos advogados de Lula como parcial, tenha afirmado na Alemanha, depois de indagado por que apareceu em foto descontraída com Aécio, que o senador do PSDB não estava sendo investigado por ele, as delações publicadas mostram o contrário.

 Segundo reportagem do jornal reacionário e golpista Estadão, Aécio aparece na lista de delação da Odebrecht com a alcunha de “Mineirinho” abiscoitando R$15 milhões entre 7 de outubro e 23 de dezembro de 2014, quando fora candidato derrotado pela valente, íntegra e engajada Dilma Vana Rousseff.

   O jornal informa “que o cruzamento das informações de proposta de delação do ex-diretor de Relações Institucionais da Odebrecht Cláudio Melo Filho com as planilhas angariadas pela Operação Lava Jato na investigação contra a empresa sugere o pagamento de R$ 15 milhões para o senador Aécio Neves (PSDB-MG) e ao menos R$ 2,5 milhões para o ministro de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab (PSD-SP)”.

    Enquanto Aécio Cunha é apelidado na lista da propina como “Mineirinho”, Kassab aparece com o apelido de Kafta. Mas a operacionalidade propinante de Aécio não termina aí. De acordo com o delator Cládio Melo, o golpista-invejo, teria intermediado o pagamento de R$ 1 milhão para o senador Agripino Maia (DEM-RN), conhecido na lista das celebridades propinais como “Gripado” e “Pino”.

    Infere-se que quando Moro afirmou, na Alemanha, que Aécio não estava sendo investigado por ele, ele, Moro, já sabia que Aécio estava no páreo. Não esquecer que o nome de Aécio já apareceu em vários vazamentos ocorridos meses atrás. Sem falar o caso do esquema de Furnas, onde aparece como o responsável pelo esquema.

     Agora, “Mineirinho” já começa a cantar pianinho.


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.243.268 hits

Páginas

agosto 2021
D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

Arquivos