Archive for the 'Rua' Category

PREFEITO DE MANAUS ESTIMULA A PRODUÇÃO AGRÍCOLA URBANA: MORADORES PLANTAM BANANEIRAS NOS BURACOS QUE INFESTAM RUAS DO NÚCLEO 16, LOT. VITÓRIA E NOVO ALEIXO

IMG-20170513-WA0102[1]

O golpe de Estado jurídico, parlamentar, empresarial, norte americano e midiático que derrubou a presidente Dilma Vanna Rousseff eleita com 54.501.118 votos democraticamente vem impondo ao trabalhador brasileiro inúmeras consequências.

Os golpistas com as desformas que estão promovendo na área da Educação, previdência, trabalhista, na aprovação da terceirização e nenhum investimento que retome a volta do pleno trabalho e emprego faz com que o trabalhador brasileiro seja criativo. FHC foi o grande incentivador desse negócio. Enquanto ele, príncipe dos sociólogos comprava apartamento em Paris e em Higienópolis, na cidade de São Paulo, o povo percebeu que vender churrascos e outras iguarias era um grande negócio.

Nos anos de FHC nunca se vendeu tanto churrasco. Agora com o desemprego atingindo 14 milhões na era golpista, na cidade de Manaus, a população resolveu inovar. Deixaram o churrasco de lado porque a carne está muito cara. Os moradores do Núcleo, bairro Cidade Nova IV, Loteamento Vitória, Rua 7 e Rua 197 resolveram protestar contra o abandono da Prefeitura de Manaus que tem como prefeito do PSDB aquele que quis surrar Lula.

As ruas estão infestadas de buracos. Com as chuvas torrenciais dos últimos dias tem entupido bueiros, inundado casas e os esgotos estão despejando fezes e muito barro humano nas casas dos moradores que não suportam mais  o mal cheiro e o abandono que o poder público municipal legou aos cidadãos da terra de Ajuricaba.

Por isso, na tarde de ontem, dia 13 de Maio, para não esquecermos o golpista Salazar, na cova da Iria, Jesus aparece pra Virgem Maria na copa de uma bananeira que os moradores resolveram plantar nas ruas para chamar a atenção dos responsáveis dos serviços públicos e do mundo, porque é inadmissível que numa capital rica como é Manaus as ruas estejam nesse estado de calamidade.

Como a banana é uma fruta tropical muito consumida e a maior parte vem de outros Estados, os moradores resolveram investir nesse novo negócio implementando a política do III ciclo da era anacrônica de Arthur Neto.  Plantar bananeiras nos buracos do prefeito de Manaus, a  não-cidade. E o negócio é tão bom que já tem bananeira dando cachos. Em algumas ruas elas estão plantadas próximo ao acostamento como determina o código diretor da cidade, os moradores observaram esse critério, pois os buracos estavam nesses locais, noutros, não, como os buracos estavam no meio da rua lá foi plantada a pacovão. Há quem tenha até criado novos nomes de bananas: “Pracovão”. Não tem “Pracovinha”. As covas são grandes demais.

Os moradores da Rua 197 não só plantaram bananeiras como resolveram interditar o acesso à mesma amontoando geladeira velha, sofás, e muitos pedaços de paus.

Como já postamos aqui, a não cidade de Manaus é a cidade dos buracos. Os buracos são tantos que se um dia tivermos que ter túneis para metrô as construtoras quando deixarem de ser movidas a propinas para seus executivos lobistas, não vão ter muito trabalho. Por que os buracos comunicam-se entre si, como aparecem na peça do teatro maquínico da Afin “A farsa da verdade golpista”. Há buraco que vai do Jorge Teixeira IV até a Compensa, do centro até o Cemitério dos Índios, na Nova Cidade.

 

IMG-20170513-WA0104[1]

A cidade de Manaus nestes primeiros 5 meses da velha gestão do prefeito do PSDB está abandonada.

Para vencer a eleição contra o em fé zado, o candidato prefeito só falava em iluminação led. Manaus ia se transformar na cidade Luz, suplantaria Paris.

Para enganar analfabeto político, contratou várias empresas para tapar buracos. Era dia e noite as caçambas com asfalto a tampar buracos. Terminada as eleições esse serviço também acabou. Não se vê a bastante tempo nenhuma caçamba a carregar asfalto. O que se vê, são infiltrações nas grandes avenidas e os buracos a surgir a cada instante. Ora, na Torquato Tapajós, ora, na Paraíba. O morador desta não cidade deve ter muito cuidado porque a transitar por qualquer dessas ruas  pode ser sugado por uma cratera e ser despejado lá no Rio Negro ou no Solimões e ser engolido por uma piraíba ou por um jaú e ai “bau bau” dia das mães.

IMG-20170513-WA0105[1]IMG-20170513-WA0192[1]IMG-20170513-WA0228[1]

 

NÃO TEM GLOBO QUE SEGURE O GOLPE. LULA É QUERIDO E ESTÁ PRESO NO CORAÇÃO DO SEU POVO

ricardo stuckert

Por que a Globo usa de 4 horas, 33 minutos para denegrir a imagem do ex-presidente Lula e 18 minutos para falar mal da presidente Dilma Rousseff eleita com 54.501.118 votos e o dublê junto com Aécio tiveram 21 minutos?

Porque no governo do Lula e da Dilma não se quebrou o monopólio dessa empresa golpista.

A quebra desse monopólio não dependia só dos dois, teria que passar pelo congresso, é claro. Mas se tivessem os dois trabalhado para isso, principalmente o Lula no primeiro e segundo mandatos não teríamos uma emissora sonegadora de impostos, golpista, colocando os dois com mais tempo negativo do que os golpistas Aécio, Temer e seus 8 ministros delatados.

Mas, a Globo pra nós já era. É bom que Requião vá mesmo visitar os irmãos Marinhos na penitenciária. Esperamos. E isso será em breve. Porque na Democracia que vamos reconstruir não há lugar para golpistas e nem emissora de televisão que propaga ideias nefastas e defende interesses privados e dos Estados Unidos contra o bem comum, contra o povo.

Prova de que a Globo não influencia o povo brasileiro está ai na pesquisa da Vox Populi/CUT. Lula é o primeiríssimo nas intenções de votos para 2018. Está com mais de 45% de preferência contra todos os golpistas. Menos o Ciro. O Ciro não é golpista. Já foi ministro de Lula e está no PDT que um dia teve Leonel de Moura Brizola. Só essa pesquisa para nós já foi um grande alento depois da decisão arbitrária de ontem do juiz das Araucárias de determinar que Lula esteja presente nas oitivas das mais de oitenta testemunhas. Lula teria que se mudar para Curitiba. Isso é uma jogada, como disse o jurista italiano, de juiz que está perdendo o jogo. Lula irá prendê-lo e ele está com medo.

Atenção caravanas com destino a Curitiba. Serão mais de cem mil defensores de Lula que chegarão à cidade das araucárias a partir do dia 1º de Maio, inclusive, enviados deste Blog como correspondentes da AFINPRESS. O juiz da 13ª Vara de Curitiba que este Blog já conhece, a Vara, quer intimidar o caravaneiros. O certo é estarmos em Curitiba no dia 3 de Maio e no término da audiência retornarmos para nossos Estados. Não tem como ficar em Curitiba nas mais de 80 audiências, e é claro, isso é para intimidar, é um forma de pressionar Lula que já recorreu e não tem como prosperar mais uma arbitrariedade dessa. Mas  se for preciso um exército de Lulas é o que temos em excesso.

O dia 18 de abril também foi muito bom porque, desde ontem, anunciado uma produção de cinema, transmitido pela TV franco-alemã ARTE, nessa terça-feira 18, o documentário “Brasil: O grande salto para trás”, das francesas Frédérique Zingaro e Mathilde Bonnassieux,  com Duvivier divulgaram com mais de 55 minutos o golpe que nossa Democracia e a presidente Dilma sofreram e como era o Brasil antes e como está agora. É um trabalho cinematográfico interessantíssimo e que neste momento deve-se propagar, divulgar mostrando o que está se concretizando de ruim no nosso país.

Os golpistas levaram um surra na Câmara dos Deputados quando leram as propostas da reforma trabalhista: 230 x 163. Deputados golpistas que aprovaram a admissibilidade do golpe estão a deixando o golpista mor e seu projeto de ponte para o futuro.

Categorias de trabalhadores começam a reagir contra as propostas de mudanças na CLT, reforma trabalhista, terceirização já aprovada e sancionada, reforma da previdência. A invasão da Câmara dos Deputados por policiais civis em Brasília pela segunda vez demonstra que o grau de aceitação das medidas que o congresso vota está chegando num limite e que o povo não aceitará. O povo não aceita um congresso com deputados e senadores acusados de roubo votarem medidas que só prejudica o trabalhador.

A decisão do Papa Francisco de não atender ao convite do dublê de presidente foi uma decisão política. Está certo o papa.

No mais, a Odebrecht, grande empresa brasileira se constituiu como império devido as relações promíscuas que sempre manteve com governos e não nos venham dizer, senhores da Odebrecht, senhor Emílio, que a corrupção aumentou depois da ditadura. Na ditadura havia corrupção e vocês veem enriquecendo a muito tempo no Brasil. E ainda dizem que no governo de FHC não houve investimento em infraestrutura. Claro, investiu-se noutros negócios. Paraísos fiscais por exemplo.

O próximo dia 28 de abril iremos para o Brasil com uma monstra greve geral. Todos os trabalhadores da cidade e do campo estão sendo convocados pelos líderes dos trabalhadores, pelas centrais sindicais, movimento sociais, pra pararmos o Brasil exigindo a queda desse golpistas, eleições diretas já, pois não consideramos o dublê de presidente e seus dublês de ministros como nossos governantes. Vamos avantes companheiros. Avantes Camaradas. Nossa vitória está próxima e aqui parafraseamos Lenin: Todo poder aos trabalhadores brasileiros!

O TESTAMENTO DE JUDAS, 2017, COM A PARTICIPAÇÃO ESPECIALÍSSIMA DE JESUS CRISTO

A notícia correu célere: Judas Iscariotes e Jesus Cristo iriam se reunir em frente ao Palácio do Planalto para enunciarem, em repente, o intempestivo Testamento de Judas aos homens de boas e más consciências.

Como sempre ocorre quando a mensagem tem como conteúdo e expressão esses dois sublimes personagens transhistóricos, Brasília foi tomada pela maior e melhor multidão de toda sua história fazendo inveja aos filósofos Machiavel e Toni Negri, dois amigos que mais tratam da Multitudo como Potência da Multidão.

A multidão-política não somente queria sentir de perto os dois inigualáveis sacro-personagens e lhes conferir reverências, como também saber suas opiniões sobre o mal que se alojou no Brasil depois que homens e mulheres degenerados (os que sofrerem alterações teratogênicas em suas constituições genéticas impossibilitando-os da produção humana de sensibilidade, cognição e ética democrática) depuseram a presidenta Dilma Vana Rousseff, eleita com mais de 54 milhões de votos, através de um golpe idealizado, elaborado e executado por parte do Judiciário, parlamentares, mídias capitalizadas, e empresários vorazes, além de alienados-paranoicos de todos os matizes.

A multidão-política, diante dos dois magnânimos personagens, pediu que eles explicassem como o país poderia se soerguer depois de toda força predadora desencadeada pelos golpistas que afetou terrivelmente os direitos dos trabalhadores, a economia, a Previdência social, as ciências, as artes, as politicas sociais, todas as produções realizadas pelos governos populares de Lula e Dilma.

Jesus Cristo e Judas Iscariotes, em função de suas inteligências e militâncias, responderam que sabiam de tudo que estava ocorrendo de mal no Brasil, e que se encontravam dispostos a, juntos com os brasileiros de boa fé e razão, examinar o quadro maléfico e tentar procurar soluções. Mas avisaram que a democracia, citando o filósofo Spinoza, é uma contínua produção política saída da composição das potências de todos que se constitui em Bem Comum ou Estatuto do Público do Estado. Daí que todos os brasileiros deveriam produzir a democracia em todo momento. Só assim o Brasil estaria protegido contra qualquer golpe que pudesse lhe tirar o poder de criar o seu próprio destino e proteger sua soberania. E que deveriam ouvir o filósofo Marx quando ele afirma que viver é se encontrar sempre em movimento real. O movimento que descontrói a aparência criada pelo capitalismo. A máscara maior da burguesia.

Depois dessas considerações coletivas, os dois tiraram as violas dos sacos, observaram as afinações, fizeram alguns improvisos, alguns exercícios sonoros e começaram a enunciar o testamento de 2017. Quando o dueto transcendental, impulsionado pelo seu plano de imanência, soltou seus primeiros acordes, a galera foi ao delírio aplaudindo e bradando “Viva à Democracia! O regime político de Cristo e Judas que nenhum golpista vai acabar!”

JUDAS (Sorridente agradecendo ao povão, iniciou sua enunciação) –

Meu amigo Jesus Cristo

Pra começar esse repente

Explique pra todos nós

Como é que você sente

O Brasil sendo humilhado

Por essa gente demente.

 

CRISTO (Contagiado de contentamento acenando para o povão)-

Amigo Judas Iscariotes

Sinto como uma desgraça

Um povo trabalhador

Sendo ofendido em sua raça

Mas é coisa de momento

Logo resgata sua graça.

 

Judas – Mas companheiro J.C.

Isso é muito sofrimento

Esse povo não merece

Passar por esse tormento

Obra própria de tarado

Que não tem bom sentimento.

 

Cristo – Companheiro J.I.

Você tem toda razão

O homem não está no mundo

Para passar por privação

Mas não esqueça que existe

Gente mal, aberração.

(Público – E quanta aberração!)

Judas – Tenho aqui no meu juízo

Uma ideia e não me gabo

Para mim esses golpistas

Tiveram ajuda do Diabo

Porque não têm inteligência

Pra levar um golpe a cabo.

(Público – É verdade Judas!)

Cristo – Não aceito essa ideia

O Diabo é inteligente

Não mistura sua moral

Com esse tipo de gente

Que você já afirmou

Ser uma “gente demente”.

 

Judas – Eu fui mal, amigo Cristo,

Ao Diabo acusar

Ele faz suas traquinagens

Mas não iria prejudicar

Esse povo brasileiro

Que já demonstrou amar.

(Público – Eu, hein!)

Cristo – Todo golpe é praticado

Por figuras desse planeta

Não é coisa de extraterrestre

Tramando uma mutreta

Para no final das contas

Conseguir sua chupeta.

(Público – Eu sei que chupeta quer golpista!)

Judas – Para você, amigo Cristo,

Qual deles é o pior golpista

Já que têm muitos desfilando

Na famosa imensa lista

Nomes de todos os credos

Falsos político e jornalista.

(Público – Tem também gente judiciarista.)

Cristo – É verdade, Iscariotes,

Mas todo golpista é igual

Não é possível escolher

Quem é menos anormal

Por isso o testamento

Vai bombar geral.

(Público – Esse Cristo é mesmo Cristo, meu!)

Judas – Eu vou logo agraciando

O dublê de presidente

Deixando-lhe como lembrança

O Manual do Indigente.

 

Cristo – Para o dublê de presidente

Inimigo da democracia

Deixo-lhe sua cassação

Como fim da fantasia

 

Judas – Ao guloso Aécio-Mineirinho

Da Lava Jato freguês

Deixo-lhe como lembrança

O conforto cativante do xadrez.

 (Público – Também o cheiro da creolina.)

Cristo – Ao vaidoso Fernando Henrique

Que pousava de vestal

Deixo-lhe como lembrança

O escárnio da moral.

 

Judas – Ao senador Homero Jucá

O amante da suruba

Deixo-lhe como lembrança

A lei com sua curuba.

 

Cristo – Ao senador Renan Calheiros

Que do golpe cantou loas

Deixo-lhe como lembrança

Sua derrota em Alagoas.

 

Judas – Ao senador Aloísio Nunes

Que da esquerda fingiu ser dela

Deixo-lhe como lembrança

O fantasma do Marighella.

 

Cristo – Ao governador Geraldo Alckmin

Conhecido como ‘Santo’

Deixo-lhe reservado

No STF seu canto.

 

Judas – Ao senador José Sarney

O patrono do reacionarismo

Deixo-lhe como lembrança

A impotência do coronelismo.

 

Cristo – Ao senador Eduardo Braga

Que se dizia moderno

Deixo-lhe como lembrança

Da corrupção o seu terno.

 

Judas – Ao senador Omar Aziz

Que se dizia comunista

Deixo como lembrança

O martelo e a foice na lista.

 

Cristo – Ao deputado Alfredo Nascimento

Que ao Amazonino levava tucumã

Deixo como lembrança

A justiça do amanhã.

 

Judas – Aos deputados do Amazonas

Analfabetos políticos do mal

Deixo-lhes em 2018

A barca do balatal.

 

Cristo – Para o senador José Serra

Um soberbo entreguista

Deixo-lhe toda a inveja

Ao ver o Brasil progressista.

 

Judas – A Rede Globo golpista

Que odeia a democracia

Deixo como lembrança

O fim de sua aliança com a CIA.

 

Cristo – Ainda para a Rede Globo

Que vive de simulação

Deixo-lhe o depoimento da Odebrecht

Que lhe envolve na corrupção.

 

Judas – Aos ‘justiceiros’ de Curitiba

Que perseguem Lula como um troféu

Deixo-lhes como lembrança

A ilusão que chegarão ao céu.

(Público – O céu é para os justos!)

 

Cristo – Para estes ‘justiceiros’

Que usam o nome de Deus em vão

Deixo-lhes o anseio do paraíso

Como uma grande frustração.

 

Judas – Para os amigos da blogosfera

Que não recuam jamais

Mesmo com todas as porradas

Dos grupos irracionais

Deixo-lhes a boa máxima

Lutar é que nos vivos faz.

 

Cristo – Para minha amiga Dilma

Primeira presidenta do Brasil

Como minha mãe Maria é honrada e guerreira,

Diferente do golpista vil

Deixo como lembrança

O eterno respeito desse povo varonil!

(Público – Valeu minha eterna presidenta!)

 

Judas – Perseguida desde a adolescência

Por lutar pela liberdade

Essa mulher não se curvou

Como faz todo covarde

Por isso deixo-lhe no coração

A chama que sempre arde.

 

Cristo – Para meu amigo Lula

Que pelas aberrações é invejado

Porque não são seres políticos

Como ele é formado

Deixo-lhe a certeza

Que não será aprisionado.

 

Judas – Como líder do povo brasileiro

Só Lula poderá salvar essa nação

Depois da catástrofe dos golpistas

Onde prevaleceu a destruição

Deixo-lhe a certeza

Que em 2018 terá tripla eleição!

(Público cantando – “Olê! Olê! Olê, Olê, Olá, Lula, Lula, lá!”)

 

Os Dois – Assim, povo brasileiro

Terminamos o testamento

Pode ser que muita gente

Não foi lembrada no momento

Mas quem produz democracia

Sabe que vive em nosso pensamento!

(Público – Eu vivo!).

GOLPISTAS! A PAPUDA NÃO MERECEU JOSÉ GENOÍNO, MAS ELA ESPERA VOCÊS

Os detratores, degredados, filhos de Aécios, aéticos homens que de tudo fizeram para derrubar a presidenta eleita com 54.501.118 estão aí, agora denunciados como gatunos. Quando um banco, cartão de crédito cobra juros exorbitantes o que estão a fazer? Quando um pobre por necessidade surrupia uma lata de conserva para comer o que está a fazer? Quando uma empreiteira repassa malas de dinheiro para apolíticos em contas na Suíça, Condado na Alemanha, Cingapura em cabaré o que o recebedor desse dinheiro está a fazer? Todos eles estão  roubando. Todos são ladrões. Tem, porém, uma diferença, o roubo deles não é roubo, é corrupção, são juros que o banco cobra. Não é roubo. É dinheiro declarado no TSE para campanha. Só é roubo a lata de conserva surrupiada por um trabalhador para levar comida para seus filhos. E contra este desaba toda uma violência que vai da humilhação por parte de seguranças do supermercado que também são trabalhadores e termina num camburão, muitas vezes da polícia, onde é mais violentado. Nunca se viu seguranças de bancos, supermercados agredindo apolíticos, banqueiros, deputados, senadores ladrões. Só violentam pobres. Neste país, nos últimos tempos, a gana destes golpistas que vai da mídia, do judiciário todo é contra os trabalhadores. Neste momento o Brasil está desfigurado. Não bastasse a roubalheira, agora estão terminando de vender o que resta da Petrobras, vendendo a participação nas empresas aéreas para o capital internacional e abrindo o mercado para a venda de terras na Amazônia para estrangeiros, fato que não é de hoje denunciado. Há rios no Amazonas, no Baixo Amazonas que o ribeirinho não tem acesso porque está todo controlado por estrangeiros. Só tem acesso os estrangeiros, na sua maioria em aviões que pousam na água. Isso é uma forma de roubar a soberania de um povo. Neste dia em que o ministro Fachin divulga a lista para investigação só comprova o que falávamos junto com todos os outros blogs sujos. A presidenta Dilma foi  cassada por um bando de ladrões, de entreguistas da soberania de nosso país. Nosso país está numa situação muito difícil. O desemprego está numa escalada vertiginosa. Não há uma família que não tenha pessoas desempregadas. E o homem sem trabalho perde sua dignidade. E lutando contra as aberrações, contra os indignos, os não seres, abjetos estamos nós, defendendo o povo e nossa democracia. Eles querem nos tirar o direito de concorrer as eleições com Luis Inácio Lula da Silva. Só que eles já perderam o tempo e Lula será o candidato do PT e do povo brasileiro. Lula é intempestivo. Estão fazendo de tudo para prejudicar o maior e melhor presidente que este país já teve. Mas não há nenhuma prova de que Lula é ladrão. Nenhuma testemunha em Curitiba disse que Lula roubou. Mas mesmo assim Lula tem que ir a Curitiba. O maior desejo de Moro é prender Lula. Mas Lula nunca será preso. Só há um lugar para Lula ser preso. É no coração do povo brasileiro, dos verdadeiros democratas, dos que querem bem seu país, que amam seu país, que querem o projeto energético funcionando com a Petrobras, o Banco do Brasil, com as Universidades, Institutos Federais, Educação, Minha Casa Minha Vida, Fome Zero, Pronatec, Fies, Ciências Sem Fronteiras, com a Caixa Econômica Federal, com o BNDES, com a conclusão do projeto do nosso submarino nuclear e com a liberdade de Othon Pinheiro que se encontra preso acusado de corrupção, quando sabemos que isso faz parte de interesses do sistema capitalístico internacional contra nossa soberania. Estes golpistas não merecem a consideração do povo brasileiro, Eliseu Padilha, Moreira Franco, Gilberto Kassab, Helder Barbalho, Aloysio Nunes, Blairo Maggi, Bruno Araújo, Roberto Freire e Marcos Pereira denunciados pela PGR deveriam cada um renunciar a dublagem de ministros. Que nobreza tem um palácio quando todos os seus dublês de ministros são denunciados. Ah! mas denunciado não quer dizer que é criminoso. Certo. Concordamos, senhor golpista Eduardo Braga. Só que nas planilhas da Odebrecht o nome de vocês aparecia e agora as delações voltam a reafirmar que muita grana foram repassadas para vocês, né seu Omar Aziz que tem todo o interesse de ver seu nome limpo porque no seu governo a Odebrecht não operou por cá. Mas, você é senador. O que vale são os interesses da empresa e os lobes com Jucá. Quando vale a aprovação de uma emenda de interesse de uma empreiteira. A grana quem comandava era Jucá e outros e depois era rateada, né Alfredo Nascimento. Você pulou fora dos governos populares que durante todo o governo Lula fez parte da coligação. Não suportou ser afastado no governo Dilma. Mas agora vai ter que responder à justiça. Enriquecimento aqui e em Natal. Dizem que há muitos hotéis por lá. Quem já está doente vai piorar. Tem tucano de todo jeito e forma delatado. Há Kimonos. O príncipe que ainda hoje pregava o diálogo contra a intolerância, Fernando Henrique Cardoso foi delatado na lata pelo pai do Marcelo Odebrech. Não só comprou a reeleição como pegou muita grana nas duas últimas eleições. No dia que Mineirinho levou uma surra de Lula nas intenções de votos em Minas em pesquisa do Instituto Paraná, hoje, a partir de hoje Aécio já era. Está fora de concorrer e chegar à Presidência da República. O desgoverno golpista que perdeu toda a credibilidade do povo por suas investidas contra a soberania brasileira recebeu este relatório de Fachin que estamos a compartilhar, sacado do nosso companheiro Paulo Henrique Amorim, no seu Conversa Afiada.

De acordo com o Ministério Público, “há fortes elementos que indicam a prática de crimes graves, consistente na solicitação por ELISEU PADILHA e MOREIRA FRANCO de recursos ilícitos em nome do Partido do Movimento Democrático Brasileiro – PMDB e de MICHEL TEMER, a pretexto de campanhas eleitorais” (fl. 10). Em menção ao termo de depoimento de Paulo Cesena, narra a inicial que, por ocasião do lançamento do edital da segunda rodada de concessões aeroportuárias, a Odebrecht tinha sinalizado interesse na manutenção de cláusulas que aumentariam suas chances no certame. Por essa razão, noticia reunião com o Ministro da Aviação Civil Moreira Franco para que as cláusulas fossem mantidas, tendo sido acolhidos os pleitos do grupo empresarial.

Ainda segundo o Ministério Público, os termos indicariam que Moreira Franco, a pretexto da campanha eleitoral de 2014, teria solicitado o valor de R$ 4.000.000,00 (quatro milhões de reais), e que o grupo empresarial, consoante relato de Benedicto Barbosa da Silva, teria feito o repasse, porquanto Moreira Franco seria muito próximo do núcleo duro Supremo Tribunal Federal . O pagamento, por sua vez, teria sido realizado por Paulo Henrique Quaresma à Eliseu Padilha, pessoa indicada por Moreira Franco para receber os recursos. Dos documentos apresentados pelo colaboradores constam planilhas do sistema “Drousys” que apontam pagamento a pessoa de apelido “Primo”, em localidades que correspondem ao escritório de Eliseu Padilha. Cláudio Melo Filho detalha, conforme aponta a inicial, um jantar, de que teria participado Marcelo Odebrecht, Eliseu Padilha e Michel Temer, ocorrido no dia 28 de maio de 2014, no Palácio do Jaburu, e no qual teria sido solicitado, a pretexto da campanha eleitoral de 2014, o repasse de dez milhões de reais. Segundo o termo de Marcelo Odebrecht, esses recursos, respectivamente seis milhões de reais e R$ 4 milhões de reais , seriam destinados à Paulo Skaf e a Eliseu Padilha. Os detalhes sobre esse pagamento constam, segundo o Ministério Público, dos termos de Cláudio Melo Filho, Marcelo Odebrecht, Hilberto Mascarenhas Alves da Silva Filho, e José de Carvalho Filho. Afirma-se que os valores destinados à Paulo Skaf foram pagos parcialmente a Duda Mendonça e que, por haver saldo remanescente, Paulo Skaf teria procurado Marcelo Odebrecht para informar a dívida.

Já o pagamento a Eliseu Padilha teria sido feito ao “Sr. Yunes ou Sra. Cida”. José de Carvalho Filho, em seu termo, afirma que desse valor a soma de um milhão de reais teria sido destinada à Eduardo Cunha. O Ministério Público narra, ainda, que José Yunes compareceu espontaneamente à Procuradoria Geral da República no dia 14 de fevereiro de 2017 e relatou ter sido contatado por Eliseu Padilha em 2014 a fim de que recebesse um suposto “documento”, entregue por Lúcio Bolonha Funaro.

Segundo o requerente, a presença de Lúcio Funaro como uma das pessoas encarregadas da entrega indicaria o “caráter ilícito dos fatos”. Fazendo uma exposição de vários fatos e transcrevendo documentos que se caracterizam como indícios, ressalta “que há menção de participação do atual presidente da Republica Michel Temer, sendo certo que ele possui  imunidade temporária à persecução penal” , o que, em seu entender, significaria a “impossibilidade de investigação do presidente da República, na vigência de seu mandato, sobre atos estranhos ao exercício de suas funções” 

A democracia será reconquistada no Brasil. E todos os golpistas serão chamado à responsabilidade. Insistimos. Não era para termos aceito com tanta facilidade esse golpe. Ladrões, golpistas, no início da trama era para terem sido todos presos, como serão quando a Democracia for novamente produzida, pois nela, ladrão, corrupto não será tolerado. Vão ter que se ver com a justiça. E a justiça será devolvendo o que roubaram e tirando-os do convívio social porque são muitos perigosos. E para usurpador só a um remédio: Papuda, no Distrito Federal. Pelo menos isso, será um preso federal.

 

ATO SACRO-DEMOCRÁTICO DO GRITO DOS EXCLUÍDOS INCLUI MAIS DE 5 MIL PESSOAS EM MANAUS

IMG_5304.JPG

Neste 7 de Setembro de 2016 realizou-se em todo o Brasil mais um Grito dos Excluídos e das Excluídas com o tema principal, “Vida em primeiro lugar.”

Na não cidade de Manaus o ato sacro-democrático incluiu  mais de 5 mil pessoas na caminhada daquela que um dia foi a Santa Casa de Misericórdia de Manaus até a Praça do bairro de São Raimundo. Falamos daquela que um dia foi um hospital. Uma casa de saúde. Casa de Misericórdia. Hoje é só abandono. O prédio é históricos mas as iniciativas governamentais são farsas. Entra governo estadual, municipal, fazem inúmeras reuniões, nomeiam o comendador para administrar a  Misericórdia e o hospital não funciona. O resultado é o que manifestantes falaram. A Saúde em Manaus vai bem. O que não vai bem é o atendimento aos doentes. Falta hospitais, atendimento e já foi decretado estado de calamidade pública. Do jeito que está é melhor o doente permanecer em casa do que procurar socorro médico hospitalar.

IMG_5291.JPG

O ato que é coordenado pela Arquidiocese de Manaus e pela Cáritas Arquidiocesanas e contou com a participação de pessoas das diversas denominações religiosas. Tinha católicos, batistas, adventistas, metodistas, evangélicos, umbandistas, candomblecistas, muçulmanos, budistas, dentre outras manifestações religiosas. Contou ainda com a participação de várias entidades, indígenas e seus representantes que tem como política a defesa da vida contra a morte.

IMG_5266.JPG

No trajeto os coordenadores faziam paradas para refletir sobre determinados temas como: Falta de moradias, expulsão de locais onde famílias residiam há vários anos e indenizações irrisórias. Expuseram temas como a falta de saneamento básico na cidade de Manaus. Continua faltando água em vários bairros da não cidade bem como a inexistência do serviço de tratamento de esgoto. Denunciaram uma cidade cheia de buracos-crateras, transporte coletivo desumanizante.

IMG_5326.JPG

Por se tratar de um ato sacro-democrático em vários momentos da caminhada o povo gritou em uníssono: Fora Temer, Fora Golpista, Diretas Já, Dilma Guerreira do povo brasileiro. Aproveitaram também para escrachar outros políticos e partido golpistas.

IMG_5283.JPG

Foi dada oportunidade para crianças se manifestarem. Uma delas, uma menina falou das dificuldades vividas com a exploração do trabalho infantil e o convívio com violência sexual e o estupro praticado muitas vezes pelos próprios pais das meninas. Por se tratar de um grito, isso é muito sério e a sociedade não pode esconder esse mal que além de pais envolve políticos da não cidade de Manaus.

IMG_5321.JPG

IMG_5322.JPG

IMG_5295.JPG

IMG_5261.JPG

IMG_5288.JPG

img_5246

img-20160908-wa0057 img-20160908-wa0059 img-20160908-wa0056 img-20160908-wa0060 img-20160908-wa0058 img-20160908-wa0053 img-20160908-wa0061 img-20160908-wa0051 img-20160908-wa0055 img-20160908-wa0052

IMG_5306.JPG

IMG_5275.JPG

IMG_5274.JPG

O ato foi encerrado na Praça de São Raimundo em frente da Igreja católica com apresentações teatrais, manifestos, celebrações e a leitura do poema do prospecto da mais nova produção do Teatro Maquínico da Associação Filosofia Itinerante – AFIN, “A farsa da verdade golpista” que diz no seu grito às margens do igarapé de São Raimundo o seguinte:

Respeitável público

Vamos contar uma história

Que fala de verdade e mentira

Onde a mentira se diz verdade

Mas a verdade não se retira

Porque sem verdade

A democracia não respira

“Política”, “Justiça” e “mídia”

Unidas em golpe e corrupção

Feriram a democracia

Em seu corpo Constituição

Ao afastarem a presidenta

Porque ela não protege ladrão.

Mas o povo não concorda

Com essa cruel armação

Quer de volta a presidenta

Que ele escolheu na eleição

Por isso quer os golpistas fora

Julgados, condenados  na prisão.

IMG_5303.JPG

NOSSOS INIMIGOS DIZEM: É UM MOVIMENTOZINHO; NÓS DIZEMOS É A MULTIDÃO CONTRA TEMER E TODOS OS GOLPISTAS DA DEMOCRACIA BRASILEIRA

IMG_5143.JPGÉ o sétimo dia consecutivo que o povo está nas ruas de todo o Brasil protestando contra o golpe jurídico-partidário-midiático praticado pela classe rica brasileira contra a democracia do Brasil sem respeitar os resultados das urnas que impôs ao candidato derrotado Aécio Never fragorosa derrota em 2014.

Ontem, sábado, dia 03 de setembro de 2016, centenas de pessoas compareceram à Praça São Sebastião, na Zona Centro Sul da não cidade de Manaus, para expressarem seu descontentamento contra o golpe de Estado e manifestar posição firme de seguir protestando contra o desgoverno golpista até sua queda.

IMG_5049.JPG

Estiveram participando da manifestação representantes e filiados de partidos políticos como PT, PCB, PSOL, PSTU, Movimentos Sociais, Sindicatos de diversas categorias, O Grupo de Dança Maracatu, a Associação Filosofia Itinerante – AFIN, dentre outras instituições contrárias à brutitude que vive o Brasil no momento atual.

IMG_5173

Nas falas das representações todos foram unânimes em refletir sobre o atual momento vivido por nosso país. Foi falado sobre o que significa um desgoverno comandado pelo PMDB, PSDB, DEM e demais aliados ao golpe contra a classe trabalhadora e contra a soberania do nosso país.

IMG_5141

Didaticamente ouve quem explicasse que o golpe veio para parar a Lava Jato e vender, privatizar o Pré-Sal e todas as grandes empresas que dão lucro no Brasil. Mais, o principal objetivo dos golpistas é retirar direitos trabalhistas como 13º salário, férias, promover a reforma da previdência, aumentar a idade mínima da aposentadoria para 70 anos, acabar com o Minha Casa Minha Vida, ENEM, PROUNI, PRONATEC, Mais Médicos, cancelar o repasse de 7 bilhões para o Norte Nordeste investir em infraestrutura e aumentar os turnos de trabalho.

IMG_5146.JPG

Foi lembrado também que o golpe de Estado que a democracia brasileira sofreu e que a presidenta da República foi deposta teve a participação direta de todos os deputados Federais do Amazonas: do maior corrupto do Brasil segundo Sérgio Machado, Pauderney Avelino, Conceição Sampaio, Hyssa Abraão, Artur Bisneto, Alfredo Nascimento, Marcos Rota, Silas Câmara e Henrique Oliveira. Os senadores golpista foram são: Eduardo Braga e Omar Aziz. A única representante do Amazonas e defensora intransigente da democracia e da presidenta Dilma Vana Rousseff foi Vanessa Grazziotin. 

IMG_5121

Vários manifestantes ao mencionarem o nome dessas aberrações e na proporção que eram citados um coro em uníssono como numa ópera de Heitor Vilas Lobo ecoava rumo ao Teatro Amazonas assim: Golpistas, golpistas, golpistas. Fora Temer, fora Temer. Diretas já. Golpistas, fascistas, não passarão!

IMG_5073.JPG

Houve também pedido para que os amazonenses acompanhem e protestem contra a onda de violência que as polícias de São Paulo, Rio Grande do Sul e outras cidades vem cometendo contra os manifestantes contrários ao golpe de Estado.

IMG_4982.JPG

IMG_5148.JPG

O grupo Maracatu apresentou várias músicas com temas alusivos ao golpe de Estado e fez uma encenação tendo como referência os deputados e Senadores do Amazonas que são golpistas.

IMG_5084.JPG

IMG_5056

IMG_5197.JPG

IMG_5046.JPG

IMG_5147.JPG

IMG_5159.JPG

IMG_5189IMG_5197

IMG_5113De Paris, passando pelo Vaticano onde ontem o Papa Chico condenou o golpe e disse que o Brasil vive momento triste, contradiz o timoneiro da nau golpista de que somos 40 a 50 pessoas, um movimentozinho. É um movimentozinho, mas que está em toda parte, inclusive na não cidade de Manaus. É bom que os inimigos do povo pensem assim, e falem assim mesmo, porque é este povo que é capaz de promover mudanças, e principalmente, elas ocorrem quando:

A Rosa Vermelha desapareceu.

Para onde foi, é um mistério.

Porque ao lado dos pobres combateu

Os ricos a expulsaram de seu império.

(Epitáfio 1919 – Bertolt Brecht)

IMG_5052

 

STF RATIFICA AFASTAMENTO DE CUNHA, MAS NÃO FALA SOBRE O IMPEACHMENT DE DILMA

images|cms-image-000495742.jpg (1000×357)

“Jesus chegará um dia depois do juízo final.” Kafka.

O STF acaba de fazer a última cesta para a o afastamento de Eduardo Cunha do mandato de Deputado Federal e da presidência da Câmara dos Deputados. Mas não citou o impeachment (golpe) da Presidente da República. Isso é bom para a democracia porque oportuniza condições de se recorrer ao STF ratificando o que disse o Ministro Ricardo Levandovisk. As portas do STF estão abertas para julgar qualquer ilegalidade.

O réu, independente, da vontade de Deus, de Feliciano, Malafaia a seu favor, deve se preocupar com a mulher e a filha que a partir de agora podem ser presos a qualquer momento e sentirem aquele odor além de Coco Channel, lá na Papuda que quer degustar caranguejo.  

Não adianta mais expressar seu ódio contra o PT, contra a presidente Dilma.

Não adianta querer recorrer ao STF porque o cacete foi de 11 a zero. Uma verdadeira cacetada.

Não adianta questionar a interferência do judiciário no poder legislativo ou executivo. Os três poderes são independentes. O legislativo faz as leis, o executivo pratica e o judiciário é o árbitro que deve atuar quando uma pessoa ou ente federado, instituição comete um crime.

Eduardo cunha cometeu inúmeros crimes.Suposto desvio de 5 milhões para “Michel”, segundo, Teori. Evasão de divisas. Contas na Suíça. Recebimento de propinas, intimidações e ódio a democratas deste país e o pior de todos, deu prosseguimento num processo de afastamento de uma presidente eleita com mais de 54,5 milhões de votos constituindo-se num verdadeiro desvio de finalidade que cabe agora à AGU recorrer ao STF da decisão da admissibilidade do golpe  da presidente por uma casa comandada por um ladrão e seus 367 picaretas não tendo cometido crime algum.

A presidente não cometeu crime, mas no imprestável relatório de Jovair lá estava. Foi pro Senado e lá um outro imprestável relatório de um impoluto Anastasia confunde julgamento administrativo com penal dando sua interpretação de crime onde não há. Mas a nosso favor, o relator que por estar afoito para escrevê-lo não ouviu os depoimentos dos contra o impeachment e tipificou errado os crimes que não foram cometidos o que já dá condições para cancelamento do processo no Senado, claro, que se aí passar, o jeito é ir ao STF.

Cabe ao povo agora atender o chamado do deputado Paulo Pimenta e da procuradora Eugênia Augusta Gonzaga, da Frente Brasil Popular, CUT, CTB, INTERSINDICAL, Associação Filosofia Itinerante – AFIN e ir às ruas e se manifestar mesmo, contra o golpe. É urgente a reação do povo. Não devemos ser condescendentes com essa elite ignara que quer acabar com tudo que foi conquistado nos últimos governos populares comandados por Lula e Dilma.

Mantemos ainda nossa posição de desobediência Civil nos moldes de Thorreau. A presidente, por estar sendo julgada sem ter cometido crime nenhum não deve acatar a decisão do Senado. Seus ministros devem permanecer nos postos e a presidente deve governar com as ruas. Cada brasileiro, democrata deve ser um soldado da legalidade que nem aquele Coronel da Aeronáutica, em Congonhas, que impediu que os marines da Federal prendessem Lula e o levasse a Moro em Curitiba.

Aécio, Temer, Agripino, Cássio, Carlos Sampaio e todos os demais golpistas, a hora de vocês está chegando. As portas do STF estão abertas para julgar os traidores da pátria. “É chegada a hora dos ladrões pedirem reza.”

 

A INCONFUNDÍVEL ROSTIDADE DOS COXINHAS: INVEJA E ÓDIO

e196060b-a6d8-4b89-a7ca-f60395210f8aO amigo perguntou: “Você viu os rostos dos coxinhas? Que loucura! Ódio e inveja!”

Você viu o rosto dele? Tinha uma profunda expressão de ódio. Quando ela chegou já deu para perceber que ela não estava para conversa. Verdade. Cara de inveja pela promoção de Cláudia.

Não se nasce com rosto. O rosto é uma inscrição que se processa durante a existência das pessoas. O que há é cabeça, não rosto, dizem os filósofos Deleuze e Guattari. No lugar do que vai ser tido como rosto há um muro branco. Local de inscrição dos signos e das redundâncias. Mas um sujeito não se reduz a signos, redundância-significante. Há uma subjetivação que “não existe sem um buraco negro (D/G)”. O buraco negro é “onde aloja sua consciência, sua paixão, suas redundâncias (D/G)”. Dois estratos.

O rosto começa no muro branco para aparecer vagamente no buraco negro como rostidade pai, mãe, patrão, criança, policial, professor, etc., como traços significantes indexados específicos. A subjetivação necessita do rosto para escava o buraco negro por onde atravessa.

Mas a rostidade como significante e subjetivação não se mostra apenas no processo muro branco-buraco negro. Ela se mostra também nos objetos que também estão rostificados. Uma casa, uma cadeira, uma roupa, uma paisagem que se conectam a máquina abstrata de rostificação. “Essa roupa me olha”. Ou melhor, os objetos me olham. Me olham de acordo com minha rostidade. Meus significantes, minha consciência, minhas paixões.

No caso do rosto de Cristo. Ou rostos de Cristo, há também traços do agenciamento realizado pela máquina abstrata de rostificação. Há o rosto de Cristo o amante, o que não acusa, o que não cobra, que não julga, não persegue e que só ama seu próximo. O Cristo alegre. O rosto que Barrabás e Judas viram. E há o rosto de Cristo criado por Paulo. O rosto do crucificado que rostifica compaixão, dívida, julgamento, castigo, condenação, perdão compensatório e sem amor ao próximo, como liberdade. Esse segundo, a rostidade do homem ocidental onde a superstição, tida por religião, e o capitalismo fazem uso para manter a opressão ambiciosa. “Cristo de mercado. Cristo-tirânico (D/G)”.

Jornalistas livre e pessoas, também livres, se preocuparam em interpretar a redundância-significante dos cartazes exibidos pelos coxinhas, analfabetos políticos. Mas o que havia nos cartazes? Dizeres contra Dilma, Lula e o Partido dos Trabalhadores? Não. Os cartazes exibiam a rostidade dos coxinhas. “Deviam ter mortos todos”, dizia uma rostidade. “Somos Todos Cunha”, se exibia outro. Não havia Dilma, Lula e PT, mas só a rostidade coxinha.

O amigo viu a rostidade coxinha nos cartazes. Um cartaz expressava todos. “Viu os rostos deles?”. A gatinha, a madame mal-amada, o homem-fálico-narcisista, o jovem caráter-anal obsessivo, o bombado, o homofóbico, o racista, o arrivista, o misógino, estavam no muro brando-buraco negro dos cartazes. Foram 795 mil rostos no Brasil? Não. Uma rostidade só. Uma única inscrição. Uma rostidade redundância-significante e uma subjetividade-golpista-nazifascistas. Uma rostidade burguesa-branca, ponto-molar paranoico. Eu atribuível como rostidade determinada sem possibilidade de traços a-significantes e a-subjetivos.

Deleuze e Guattari nos dizem: “Se o rosto é uma política, desfazer o rosto também o é, engajando devires reais, todo um devir-clandestino. Desfazer o rosto é o mesmo que atravessar o muro do significante, sair do buraco negro da subjetividade”.

Mas os coxinhas não querem sair dessa opressão rostificadora. Eles querem continuar a cultuar o rosto do Cristo crucificado como ressentimento e má consciência. Quer dizer: eles não podem. Desfazer o rosto é a morte com quem eles não sabem lidar como criação para o novo. Eles não podem desejar. Eles são estratificados por linhas duras muito bem segmentadas e estriadas. Muito bem estratificadas como identidade, organização e subjetivação molar. Não qualquer possibilidade de variável, resíduos, neles.

Essa a inconfundível rostidade dos coxinhas: inveja e ódio.  

         

            

PARA ADILSON DE SOUZA, TENENTE-CORONEL DA RESERVA DA POLÍCIA MILITAR DE SP, A VIOLÊNCIA DA PM É “RESQUÍCIO DA DOUTRINA DE SEGURANÇA NACIONAL” DA DITADURA

Já vem de muitos anos a ideia de que é preciso desmilitarizar a Polícia Militar em função do papel que vem desempenhando no Brasil. Há hoje na sociedade brasileira, de acordo com pesquisas de especialistas, uma descrença quase que geral na importância da instituição como sentido de segurança pública. Todas às pesquisas mostram que a população não acredita na Polícia Militar. E muitos dos entrevistados afirmam que a temem

Motivos para tal descrença são muitos. A PM tem siso constantemente noticia dos meios de comunicação. E notícia nada agradável para a população. O tema noticioso é sempre a arbitrariedade e a violência praticada por membros dessa instituição. Casos como o do pedreiro Amarildo, preso, torturado e mortos por policiais militares no Rio de Janeiro, e o caso do jovem Douglas Rodrigues, morto por um policia militar, em São Paulo, já são comuns no Brasil. Como disse uma sobrinha do pedreiro Amarildo: “as crianças são tratadas, na favela, com tapa na cara pelos policiais”. É uma violência que atinge a dignidade social, principalmente dos pobres e negros. E muitas vezes apoiada por algumas pessoas.

Todos esses temas foram discutidos no programa da TVT, Melhor e Mais Justo, que contou com a presença do tenente-coronel, Adilson Paes de Souza, autor do livro O Guardião da Cidade, que mostra como a Polícia Militar continua com a mesma mentalidade e ações da ditadura militar com sua Doutrina de Segurança Nacional. Para Adilson Paes de Souza é necessário desmilitarizar a PM e criar uma Polícia Civil. Em seu entender, a palavra autoridade perdeu seu sentido de responsabilidade para significar hoje violência, arbitrariedade e truculência. De acordo com sua observação, temas como violência policial, tortura e preconceito não eram debatidos nas 1.100 horas de aulas na formação dos policiais. Somente 90 horas de aulas eram dedicadas aos temas dos direitos humanos. Para Adilson de Souza é preciso entender quais os mecanismos que na mente e no ensino policial, “faz com que uma pessoa reduza a outra a objeto a ponto de praticar violência”.

“Desmilitarizar não é defender uma polícia sem armas, mas a existência de uma Polícia Civil. Não há a menor necessidade de que uma instituição de segurança pública seja militar. Essa condição leva a uma série de abusos e de tradição de subcultura da violência que é inaceitável no Estado Democrático de Direito.

Existem supostas autoridades que apregoam o extermínio e a morte. Isso exerce um efeito pedagógico nefasto sobre a mente de policiais militares e da sociedade civil, que faz com que eles defendam ideias como a pena de morte ” analisou o tenente-coronel reformado.

Para ele, o fato de desmilitarizar a PM constituísse em desarmar a Doutrina de Segurança Nacional que até hoje é atuante no Brasil. A violência extrajudicial praticada pela PM no Brasil já foi tema do Conselho de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU) que pediu para o governo brasileiro desenvolver políticas de segurança que mude esse quadro de violência praticada pela PM.

Para Ângela Mendes de Almeida, coordenadora do Observatório de Violências Policiais da Pontifícia Universidade Católica (PUC/SP) as ações dos militares nas periferias têm o objetivo de exterminar os pobres.

“Quando o jovem (Douglas Rodrigues) perguntou ao policial ‘por que você me matou?’, ele não percebeu que a polícia está lá para matar todos eles, para torturá-los, para humilhá-los e tem uma grande parte da população que aprova esse tipo de ação, desde que seja com o pobre”, observou Ângela de Almeida.

ESTUDO DO INSTITUTO DE PESQUISA ECONÔMICA APLICADA MOSTRA QUE DE TRÊS PESSOAS ASSASSINADAS DUAS SÃO NEGRAS

O estudo Segurança Pública e Racismo Institucional que faz parte do Boletim de Análise Político-Institucional do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) que foi elaborado pelos pesquisadores da Diretoria de Estudos e Políticas do Estado das Instituições e das Democracias (Diest) divulgou que o racismo predominante no Brasil confirma que o homicídio de uma adolescente negro é 3,7 vezes maior do que de um branco. Para o estudo, embora o racismo institucional seja mais evidente nas ações das polícias, todavia outros grupos também praticam essa discriminação.

“O desvio comportamental presente em diversos outros grupos, inclusive aquele de origem dos seus membros.

Ser negro corresponde fazer parte de uma população de risco: a cada três assassinatos, dois são de negros. Cada ano uma maior proporção de jovens, cada vez mais jovens, é assassinada.

Contudo, a segurança pública é uma das esferas da ação estatal em que a seletividade racial se torna mais patente”, mostraram os pesquisadores Almir Oliveira Junior e Verônica Couto de Araújo Lima.

Diante a apresentação do estudo, na sede do Ipea, Daniel Cerqueira, diretor do Diest, que participou do Rio, em videoconferência, confirmou o teor da pesquisa sobre racismo institucional mostrando que mais 60 mil pessoas são assassinadas durante o ano no Brasil com uma grande parcela de negros.

“Há um forte viés de cor/raça nessas mortes. O negro é discriminado duas vezes: pela condição social e pela cor da pele. Como falar em direitos fundamentais e democracia.

Enquanto o homem negro perde 1,73 ano de expectativa de vida ao nascer, vinte meses e meio, a perda do branco é de 0,71 ano, o que equivale a oito meses e meio”, analisou Daniel.

PREFEITURA DE ARTUR NETO, DO PSDB, 100 NADA

O vitual e o real

Manaus continua a mesma.  Ruas cheias de buracos, falta de água, reajuste da passagem de ônibus de R$ 2,75 para R$ 3,00, agressão a estudantes por parte do rapa que reclamavam do reajuste  abusivo da passagem de ônibus.

Uma coisa é propaganda, virtualidade a outra é o fato, a situação real.

Nos jornais e televisões o prefeito e seus seguidores propagam realizações: tapa buracos, prourbis, construção de casas, entrega de ruas, iluminação, ampliação do horário de atendimento nas ubs, plano de reforma para 60 escolas e por ai vai.

O que o prefeito e sua equipe realizaram foi mínimo. Nestes 100 dias não há nada para ser comemorado.

Como comemorar algo se em campanha o prefeito prometeu que não reajustaria a passagem de ônibus?

Comemorar o quê se em várias áreas da não cidade de Manaus a falta de água continua sendo diária e persistente?

Tapar buraco é uma obrigação e isso já era para ter sido concluído nesses 100 dias, mas não é o que acontece. A cidade continua a cidade dos tatus a qual apenas para  que enriquecer donos de lojas de autopeças.

Para que economizar R$ 70 milhões se meu filho não tem mais leite. Comemorar 100 dias inaugurando obras que já estavam em fase de término é questionável.  O corredor viário do Mindu estava quase pronto quando ele assumiu a prefeitura.

Por que reajustar o IPTU se antes o prefeito criticava o elevado índice tributário?

Por que a campanha de limpeza de quintais nas diversas zonas da cidade ainda não foi autorizada para que as pessoas possam colocar seus entulhos nas laterais das vias e assim os caminhões da prefeitura os recolher. A dengue está ai e como já falamos; o prejuízo é enorme tanto para o município como para o Estado, bem como coloca em risco a vida de muitas pessoas.

Por que reformar escolas em pleno andamento do ano letivo? Há escolas no município que ainda não iniciaram as aulas bem como há escolas que começaram a partir deste mês e estão repondo aulas aos sábados.

Não se deve esquecer que este ano teremos avaliações externas como a prova Brasil e se as escolas retardarem suas atividades os índices educacionais do Amazonas irão continuar os últimos como se encontram hoje em comparação como os outros estados da federação.

Manaus como várias cidades do Brasil que sempre foram comandadas por políticos tradicionais, carreiristas são os principais responsáveis pelo que elas apresentam.

A  falta de planejamento urbanos, alagamentos resultados de fenômenos pluviais, falta de política habitacional, de saúde, educação. Por trás de tudo isso estão os políticos que ininterruptamente se elegem e são responsáveis pelo descaso que estas cidades como Manaus, São Paulo enfrentam.

O prefeito eleito prometeu muita coisa. Nestes 100 dias não há nada de fenomenal. A não cidade continua triste. Muito triste.

A capitalista promoção da FIFA, a copa do mundo por aqui em termos de transporte coletivo ainda não deu as caras. Neste momento obra nenhuma em termos de transporte  será concluído até a realização do evento.

E diante de toda esta situação, Manaus continua uma não cidade.

Uma não cidade 100 água, 100 transporte coletivo, 100 combate à dengue, 100 o leite do meu filho, 100 aulas, 100 cumprir promessas, 100 cancelar o contrato com a Manaus Ambiental, 100 dialogar com os movimentos sociais.

100 tudo isso, Manaus continuará a ser um território 100 cidade.  

 

 

  

 

    

MANAUS CHEIA DE BURACOS, ÔNIBUS R$ 3,00, 100 DIAS DE GOVERNO E O TUCANO CONTINUA PELADO

REUNIÃO EM SÃO PAULO

Após as eleições, o prefeito eleito, Artur Neto constituiu uma comissão de transição para receber do prefeito cassado, Amazonino Mendes todas as informações da administração do município.

Após as inúmeras reuniões locais o prefeito decidiu fazer uma em São Paulo, longe de todos seus eleitores, pois naquele momento ele estava organizando seu secretariado, dos quais vários que atuaram na equipe de transição assumiram secretarias.

Essa viagem para São Paulo era para dar um caráter de destaque, de seriedade ao seu governo.

Empossado no dia 1º de janeiro o tucano fez discurso, empossou nego e prometeu 100 dias de total transformação da cidade. Transformação, porque a cidade deixada por Amazonino Mendes era um verdadeiro buraco em todos os sentidos. Como este foi seu aliado até agora não abriu o bico para reclamar da péssima administração cassada.

Artur Neto ganhou a eleição apoiado pelo prefeito cassado, por seus secretários, parte de funcionários públicos e muitos professores. Artur, segundo suas promessas, faria uma revolução.

O que notamos é que nos 100 primeiros dias de seu governo, o tucano ainda não alçou voou. A cidade que administra ainda não apresenta nenhuma mudança daquela recebida de seu antecessor cassado Amazonino Mendes.

REAJUSTE DE PASSAGEM NÃO LEVA EM CONTA QUE DIESEL É SUBSIDIADO PELO ESTADO

Mudou na cidade sim, o reajuste na tarifa de ônibus que saltou de R$ 2,75 para R$ 3,00 neste sábado.

Na quarta feira, dia 27 de março em entrevista coletiva o prefeito anunciava o reajuste. Aproveitou exatamente a semana santa  para essa tomada de decisão.

Na quarta-feira os postos de atendimento do SINETRAN não mais funcionaram para venda de vale transportes e nem de meia passagem estudantil.

Diferente de outras vezes, esse reajuste de passagem foi decidida pelos empresários e pela prefeitura sem a participação, debate por ‘representantes” do povo. Não vimos, por exemplo, vereadores discutindo a planilha proposta por empresários o que tradicionalmente era feito em anos anteriores.

Um reajuste de passagem não se faz considerando, por exemplo, o aumento do Diesel , que é subsidiado pelo Estado e as empresas de ônibus são beneficiadas. Se for assim que o governo estadual cancele esse subsídio, pois só beneficiam os donos de ônibus e não a população.

Uma passagem nesse valor até seria aceita se a cidade fosse dotada de um sistema de transporte coletivo que fosse pontual, confortável e seguro. Não é o que vemos. Muitos ônibus são velhos, outros apenas receberam novas carrocerias, andam super lotados, deixam passageiros nas paradas e para complicar não obedecem  horário determinado.

Manaus continua com grave sistema de transporte coletivo e por incrível que pareça, a antiga EMTU, hoje, SMTU, está sendo comandada pelo mesmo técnico que na adminstração do ex-ministro de transportes, Alfredo Nascimento, projetou o Expresso. Ali foi investido mais de 120 milhões de dinheiro do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico – BNDES e a prova do crime está até hoje no meio das principais avenidas da cidade como um verdadeiro troféu da impunidade. Deverão fazer novos empréstimos para a demolição do concreto armado ali construído.

Não podemos deixar de destacar também, que por trás desse interesses de aumento da passagem estão empresários do sistema que mandam na cidade. A cidade é governada por essas pessoas. Por exemplo, a bilhetagem eletrônica que deveria ser comandada pela prefeitura está nas mãos desse empresários. Se tivesse em poder da prefeitura, na quarta feira deveria ter funcionado, mas não funcionou porque os empresários perderiam dinheiro.

Além desses empresários mandar na prefeitura eles também mandam no sindicato dos rodoviários. Tanto que ali observamos a luta envolvendo a atual diretoria e rodoviários que se opõem aos irmãos Oliveira que administram o sindicato.

MINISTÉRIO PÚBLICO SE MANIFESTA

Mas, esse reajute de passagem não está sendo aceito pacificamente. O MPE já entrou com uma ação cautelar inomidada dizendo o seguinte:“A administração pública municipal procedeu e elevou a tarifa, sem publicar os dados que evidenciam a necessidade do aumento. A medida tenta impedir lesão ao patrimônio dos usuários do sistema”.

A juíza plantonista Onilza Abreu Gerth, do TJAM manteve neste sábado o reajuste e deu um prazo para a prefeitura se manifestar sobre aumento em até 72 horas.

Independente disso, os estudantes de Manaus, irão movimentar a cidade a partir da segunda feira, dia 1º de abril protestando contra esse reajuste.

NA TERRA DE TATUS LOJAS DE AUTOPEÇAS ENRIQUECEM

Nestes 100 dias de governo de Artur Neto o que vemos é que nada foi feito ainda a não ser aumentar a passagem de ônibus. A cidade continua cheia de buracos. É buraco para todo lado.

Será que a prefeitura tem convênio com lojas de autopeças? Numa cidade de tatus como é a não cidade de Manaus, donos de lojas de autopeças, mecânicos lanterneiros são os grandes beneficiados.

As chuvas continuam tropicais e em vários bairros da cidade a prefeitura não autorizou que os moradores fizessem a limpezas de seus quintais colocando entulhos para os caminhões da prefeitura recolher. Sempre nesse período, no governo do português por exemplo, todos os quintais estavam limpos numa prevenção contra do mosquito da dengue.

Nestes dois governos  tanto do cassado e agora do tucano que foi apoiado pelo cassado, isso ainda não ocorreu e o que vemos é o aumento de casos de dengue, inclusive com óbitos já anunciados. A prefeitura dos 100 dias tem grande responsabilidade na proliferação do mosquito, da dengue e das mortes.

A adminitração de uma cidade não se faz com pompas, promessas. A administração de uma cidade se faz com trabalho e resolução de falsos problemas que prejudicam a coletividade como buracos, dengue, reajuste de passagem sem divulgação de planilhas. 100 dias de governo ainda não se disse para que veio. O tucano continua pelado.  

       

A ÁGUA QUE FALTA NAS TORNEIRAS DE MANAUS INUNDA DE NOVO CASAS NA COMPENSA

Vinte casas, por vota das 20:00 h da noite de ontem, sábado, 23 de março de 2013, foram inundadas. Não bastasse a quantidade de água que caiu sobre a cidade nesse dia  e que causou prejuízo para inúmeras pessoas, agora a água está saindo de buracos e crateras da terra.

De janeiro para cá, pelo menos três vezes, as adutoras da antiga COSAMA, depois Águas do Amazonas e agora Manaus Ambiental  já romperam e deixaram rastros de prejuízos enormes para os moradores atingidos.

Só nessa área, em três dias, é o segundo rompimento. As pessoas que moram no raio itinerante por onde passam os enormes canos estão apreensivos. A qualquer hora temem morrer afogados. Crianças e idosos são os mais propensos a se afogarem nesses “tsunamis” urbanos, resquícios de políticas irresponsáveis criadas por governantes irresponsáveis.

A questão da água na cidade de Manaus é uma questão séria. Assim como os buracos nas ruas.

Com relação a água, não é de hoje que a população sofre com o desabastecimento.

O ex-prefeito cassado da não cidade de Manaus, Amazonino Mendes, durante o período que desgovernou nosso Estado, dentro da política neoliberal defendida por seus amigos paulistas Fernando Henrique Cardoso, José Serra, seu amigo mineiro Aécio Neves “vendeu” a COSAMA, antes conhecida como COLAMA, para empresários franceses que veem se apropriando de um bem precioso e que será motivo de tensões políticas e econômicas no século XXI que é a água, como diz Ignacio Ramonet, jornalista, filósofo e diretor do Le monde  Diplomatique.

Quando os franceses pegaram o manancial de água potável, pra enganar caboclo, batizaram a empresa como ÁGUAS DO AMAZONAS. Assumiram  compromissos de abastecer a cidade toda. Isso não aconteceu. Vereadores já constituíram CPIS para investigar a negociação e nada. Já assinaram acordos de repactuação e nada. A água que abastece a Zona Norte é o resultado da política social empreendida no governo do Presidente do povo brasileiro, Lula.

Pra mudar a imagem negativa depois de tanto alagamentos causados pelos seus dutos, seguindo orientações neoliberais, mudaram o nome da empresa para MANAUS AMBIENTAL assim como Fernando Henrique Cardoso queria mudar o nome da PETROBRAS para PETROBRAX.

A MANAUS AMBIENTAL vem causando verdadeiro prejuízo ao ambiente. Além de alagar as casas leva muita lama para as residências, fazendo com que a MANAUS AMBIENTAL volte a ser a verdadeira e reconhecida COLAMA.

O cassado, Amazonino Mendes vendeu ainda o Banco do Estado do Amazonas para o BRADESCO e tendo seu interesse voltado para o negócio aqüífero, entregou o porto de Manaus para a família Di Carli que enriqueceu explorando um serviço que é de responsabilidade do governo federal, mas que por aqui, pessoas como esse “político” entendem que  se trata de um bem pessoal e fazem o que querem.

E Amazonino, o cassado, sempre entendeu assim, tanto é que ia construir um camelódromo numa área privativa do governo federal às margens do Rio Negro, tendo já toda a estrutura de ferro gusa  montada para a obra. Só que se deu mal. O grupo Uai de Minas perdeu porque o governo federal através do Ministério Público Federal resolveu agir.

O governo federal também resolveu agir e está retomando o porto que é operado pelos Di Carli. O governo não só deve operar como deve resgatar o dinheiro que enriqueceu essa família e políticos incentivadores da trapaça. Com a desapropriação inúmeras pessoas serão prejudicadas, fruto de erros que não podiam ter sido produzidos.

Assim é Manaus, uma não cidade e seus “políticos”, seus buracos, água que caem em abundância das chuvas diárias, água que sai da terra, mas que falta nas torneiras das residências da população que paga caro e ainda tem que passar a noite tirando lama de suas casas.

 

PRODUÇÃO COLETIVA: ARTE OCUPA MANAUS DEVOLVE A PRAÇA AO PÚBLICO

IMG_1438

A não-cidade de Manaus sempre foi governada por pessoas tristes que tentaram e continuam tentando de todas as formas manter a população resignada e improdutiva. As produções pseudo (ou somente e raramente) artísticas foram sempre direcionadas a uma cultura-valor (aquela que adiciona valor aos que tem acesso a ela, em uma relação social de poder como expõe Guattari) para uma classe mediana e improdutiva.

Como já discutimos anteriormente Manaus é uma não cidade pois dificilmente se encontra artistas, vemos apenas aqueles que são dependentes do Estado para produzir suas pirações. Assim os poucos se mostram interessados muitas vezes esbarram nesta realidade deprimente e não conseguem ir muito adiante.

Porém quando diversas pessoas da sociedade civil organizada, cidadãos comuns como qualquer outro decide deixar esta realidade opressora de lado, acreditar na sua capacidade produtora independente de qualquer auxilio do estado e ir para a rua mostrar sua arte, sua voz, sua presença no mundo.

Esta foi a idéia do Arte Ocupa Manaus, uma ocupação de um dos espaços urbanos para que seja devolvido a produção e presença coletiva. Assim esta ocupação foi dar vida a não-cidade de Manaus que através das desadministrações políticas da cidade temos um verdadeiro cemitério a céu aberto. É só andar pelo Centro da cidade para perceber uma história de abandono da população pelos governantes e que por isto deve-se ocupar o espaço público para oxigenar as veias da não cidade.

Assim diversos grupos e artistas de rua decidiram ocupar no domingo da semana passada (17) a Praça Dom Pedro II, localizada ao redor da Antiga Prefeitura e do INSS. A recente reforma da praça com seu coreto e fontes pintados não escondem todo a deprimente realidade que a cidade se encontra, sem os serviços básicos principalmente nas quebradas do mundaréu onde estão as Zonas Norte e Leste. Porém diversas expressões de amazonenses produtivos, que não sofrem do sentimento de inferioridade imobilizante sobre outros povos (principalmente pelos mais ativ@s paraenses, maranhenses, piauienses, etc) e nem deixam ser deglutidos pela inoperancia do governo e dos artistofastros (falsos artistas).

E rolou a moçada da capoeira, do grafite, do freestyle, do rap, do samba, da poesia, das artes plásticas, dos malabares, do circo, e muitas outras atividades artística. Conversamos com os dois propositores do evento, a ativista Renatinha Peixe-boi e o Grafiteiro Raiz, que deram o início no evento que juntou mais de 200 pessoas em um encontro gostoso, produtivo, que aumentou a potência de agir de cada um que foi para conhecer somar e multiplicar este evento que foi o primeiro de vários outros a vir.

IMG_1430

Eu acho que eu só consegui dá o enter nas idéias que já estavam no coração e nas idéias de muita gente, não só como em um espaço físico, mas no espaço do irreal, do intocado que está dentro de cada um, na possibilidade de fazer e ajudar de fato o irmão com coisas boas. Como por exemplo uma pintura de parede que pode modificar a vida de uma criança que está observando a arte de pintar a parede quando ela poderia está observando o cara alí fumando oxi. Então a idéia foi quando a gente veio pintar uma parede e quando a gente viu estavamos cercados pelas pessoas da comunidade, interessadas pela pintura, falando sobre as necessidades que são necessidades comuns de todo mundo: necessidade a cultura, a liberdade de expressão, de um espaço físico adequado para utilizar. Este aqui é o ponto de prostituição mais famoso da cidade, no entanto é em frente a primeira prefeitura, o prédio do INSS onde as pessoas ficam na fila pra receber um benefício. Então é mostrar que a gente não precisa de mais nada, não precisa de grandes estruturas para resolver nossos próprios problemas. Somos nós que vamos resolver os problemas, não vai ser o governo, não vai ser o dinheiro, vai ser boas ações. Só o fato de a gente estar aqui neste domingo hoje compartilhando, tenho certeza que vai nascer muita coisa boa .Pretendiamos fazer primeiro este encontro em uma mansão. A gente tava saindo de um centro cultural e foi passando na frente desta casa, a gente viu a porta aberta e pensou vamos invadir e fazer um centro cultural. Aí a gente foi entrando e vendo a grandiosidade da casa, cheia de mármore, com piscina, gigante. A gente chegou lá e pensamos em ocupar pra fazer uma exposição com o grafite, por a galera é isto aí, não tem medo de polícia, sabem muito bem dos direitos que defendem quando vão pra rua pintar. Só que a idéia foi crescendo e fomos ficando mais preocupada com a estrutura física, se poderia suportar a quantidade de pessoas. E no dia seguinte viemos aqui nesta parte de trás e a comunidade foi chegando e apreciando.” Renatinha Peixe-Boi

Os grafiteiros Hulk e Raiz

Os grafiteiros Hulk e Raiz

Os movimentos aqui em Manaus tem esperado muito das atitudes governamentais. Os skatistas não constroem mais suas rampas pra andar de skate. Então a gente reuniu esta moçada para a galera dar o que tem de melhor. E você está vendo que faltou alguns movimentos, isto por que os movimentos ainda estão fracos. Olha o grafite aí que veio, pintou tudo por que a galera realmente é independente. Mas temos que agradece a galera que fez mesmo, por que quem está aqui pra somar é a galera que temos que acreditar, tem que fortalecer, todo mundo tá tendo seu espaço aqui, isto não está custando nada, não tem nada com dinheiro, a gente está fazendo tudo na força de vontade. A gente quer mesmo é que a galera abra os olhos, por que se a gente diz que a arte salva, vamos provar isto, não vamos ficar esperando ações e atitudes de outras pessoas. E que massa que vocês estão fazendo esta entrevista, que possam divulgar, compartilhar, estar conhecendo uma galera que não conhecia pois é para promover uma união geral. Eu estou só feliz, os caras da polícia estão meio incomodados andando pra caramba, tomara que eles não pegue a galera do bomb que está fazendo uns riscos alí.” Raiz

Dando um rolê pela praça logo sentia a diversidade deste grande evento e um dos grupos que logo encheu o espaço de uma forte cultura multicentenária e história foi o pessoal da capoeira do Mestre Xangô que veio do São Jorge para mostrar esta expressão afro em conjunto com seu trabalho social e conversou com a moçada do bloguinho sobre o evento e da praça ser ocupada com arte.

IMG_1383

Meu nome é José Carlos, sou o Mestre Xangô, presidente e mestre do Grupo Manaus Capoeira e sou morador do bairro de São Jorge há 41 anos. Este trabalho que a moçada está fazendo aqui é uma maneira de fazer uma pequena manifestação e se direcionar as pessoas que se preocupam muito com coisas pequenas, quando tinham outras coisas a se preocupar como a cultura, a dança, a arte, como as outras manifestações que são feitas em Manaus e fora dela por amazonenses que sairam pra divulgar já que aqui não tem espaço.

Nosso trabalho é um trabalho social no bairro de São Jorge, na quadra da Igreja de São Dimas, onde a única coisa que a gente cobra todo ano é o boletim escolar, se tiver ruim no colégio não treina e só volta quando estiver melhor. E como os meninos não querem perder o espaço onde treinam eles dão 100% no colégio. Por isto eu sempre digo que você tem que estudar e manter o esporte sim e dizer sempre não as drogas, mas sem nunca discriminar ninguém. A gente tem pouca divulgação no nosso bairro. Este evento que estamos fazendo podia estar cheio por que é um trabalho gratuito e esta manifestação devia ter em toda praça pública inclusive em datas como no dia 20 de novembro [Dia da Consciência Negra] que a cada ano que se passa está diminuindo mais, as pessoas quase não estão indo pras manifestações por que não está havendo uma atividade cultural e o que tem muitas vezes não tem nada a ver com a cultura afro ou negra. Por isto dentro dos bairros, das comunidades, as praças tem que estar limpa e aberta para a cultura. Estão utilizando as praças hoje, mas não tem espaço para as crianças, que é um direito delas ao lazer, ao esporte, a cultura que está dentro do ECA. Estão enchendo as praças de brinquedos onde ninguém pode mais brincar e se quiser brincar tem que pagar, enquanto a praça é pública. E assim todas tem que estar abertas para cultura.” Mestre Xangô

DSC00631

Além dos malabares que deixaram a praça com um aspecto alegre e lúdico estava presente o palhaço Curumim que encheu a praça de gargalhada da criançada e transeuntes que não resite a leveza do artista palhaço. Em uma conversa com o bloguinho o artista Rosival que recebe o palhaço Curumim falou sobre sua participação e da expressividade que este encontro tem para todos os cidadãos.

DSC00639

O palhaço curumim se sente honrado de poder vim numa praça como esta que tem todo um histórico em Manaus. Histórico em prostituição, de abandono e tudo mais. Então este movimento vem exatamente para resgatar a questão do espaço público que precisa ser cuidado. Então para o palhaço Curumim é extremamente importante que além deste lugar aqui a gente poder levar para outros lugares, porque Manaus está carente disto, carente de arte. E quando a gente fala de arte não é só o palhaço, mas arte com toda sua plenitude: levar as crianças, levar as vovós, os vovôs, levar todo mundo. Manaus precisa ocupar seus espaços, colocar arte, dar vida, por que Manaus precisa de vida. Neste domingão de chuva que está maravilhoso dá vontade de a gente sair pulando por estas praças. Adoro praça e este espaço veio a calhar e este movimento é que Manaus precisa acordar. Mais importante que os grandes eventos, o poder público também precisa investir na arte lá no bairro, lá na periferia, isto está faltando, valorizar isto, enquanto expressão da comunidade. É por isto que eu sou palhaço e é por isto que eu sou mambembe para ir a outros lugares.” Palhaço Curumim

A moçada do grafite se fez presente em mais um encontro artístico que contou com mais de 20 grafiteiros e considerados do Bomb com gente da antiga como Buiu, Rogério Arab, Paradise, Blur, Mega, e vários outros. Abaixo vemos um registro histórico da moçada com alguns grafiteiros que estiveram presentes desde o início do evento e que sempre trocaram suas experiências, amizade e estilos artísticos.

IMG_1339

IMG_1341

Conversamos com alguns grafiteiros que nos falaram deste grande encontro de grafiteiros e dos mais diversos artistas urbanos.

IMG_1411

Eu acho muito válido em um domingo destes, ainda mais no Centro, eu amo pintar no Centro e é muito massa. Reunir toda esta galera, todo mundo aqui num domingão, sempre desenvolvendo a arte e quebrando estes mitos que arte é isto ou aquilo. Tudo é arte. Ela é vandal, é subversiva, mas é arte. Um artista se liberta, não importa o material, faz, aprende, se supera. Alguém tem que fazer os trabalhos para ficar melhor.” Paradise

IMG_1475

Sou o escritor Soor que estou na rua na atividade e na minha opinião é um projeto muito bom que o cara vai trabalhando. É a arte que na vista de muitas pessoas é vista como vandalismo, mas o pessoal tem que saber diferenciar o vandalismo da arte de rua, que vem da arte da cultura urbana. É uma boa reunir a galera pra pintar no final de semana, estar se distraindo e convido toda rapaziada que puder vim ver nosso trabalho. Melhor do que estar envolvido em droga nós estamos com este trabalho que está tirando muitos jovens usuários de droga e trazendo aqui para o mundo da arte” SOOR

DSC00636

É bom que não é só o grafite aqui hoje como em geral é, tem todos estilos: o circo, grafite, artes plásticas. Isto no meu conhecimento é uma novidade. Bom estar mandando este grafite com a galera interagindo pra caramba, mesmo tendo só alguns espaços, a galera distanciada mas o clima está bom demais, tudo perfeito. Um dos melhores eventos da cidade e a idéia é se encontrar mais vezes durante o ano fazendo em outros lugares. ” Buiu

IMG_1402

IMG_1410IMG_1409

IMG_1355

IMG_1418

IMG_1417

Também marcaram presença o pessoal do Freestyle, estilo de rima com base no rap, onde se tem que criar as rimas na hora. Os participantes fizeram mais uma Competição de Freestyle Amazonas e mandando muito bem. Os competidores se superavam para não perderem na rima do adversário, e assim tinham que usar sua capacidade para mandar sempre uma rima melhor.

DSC00651

DSC00644

IMG_1460

IMG_1457

E como a produção não parava em todos os cantos da praça muitos aproveitaram para ficar também durante a tarde, quando também foram chegando novas expressões para mostrar e trocar experiências com a rapaziada que já estava presente.

O pessoal do Mestre Xangô aproveitou para cair no samba de raiz e deixar a praça com ainda mais alacridade. Chegaram também vários poetas e mais grafiteiros que começaram a ocupar todo o Centro e seus espaços abandonados, alguns há mais de uma década.

E no agradável passeio pelo centro de Manaus vimos as cores encher Manaus da vivacidade das cores. Encontramos nesta caminhada pelos arredores do Centro as talentosas representantes do grafite feminino e trocamos uma idéia com as belas Lori e Hippie Greeny que deixavam sua arte sobre a cinzas telas que eram transformadas em pulsações visuais.

IMG_1534

Na verdade este evento foi bom por que fazia muito tempo que não rolava algo assim que reunia todo mundo pra fazer uma ação assim. E fazer aqui no centro pra todo mundo se rever por que tinha muita gente que pintava há muito tempo atrás e que já tinha dado um tempo e com este evento se empolgou de novo e aí está aqui pintando e isto é muito legal. Pra mim fazer este trabalho é deixar um pedacinho meu no muro, então o que eu sinto eu deixo alí, independente do que eu sinto ou não, se estou mais feliz ou mais triste, tudo eu deposito alí pra não descontar em ninguém. É uma forma de eu liberar um sentimento preso em mim.” Lori- Arte sem limites (ASL)

img_1527

Achei este evento muito bom por que tinha tempo que o pessoal não se encontrava. E o lugar está bem deteriorado, então dar uma cor para um muro totalmente sem vida é bem bacana. E não é só o grafite, são vários movimentos juntos, por isto acho que deveria ter mais. Participar de um evento assim é muito bom para o nosso crescimento, por que é uma coisa que vai ficar podemos fazer de novo e a gente vem retoca, faz diferente, sempre procurando evoluir. “Hippie Greeny

IMG_1538

Acima vemos um dos grandes nomes do grafite e do bomb manauara, o sempre presente Blur que também apareceu para expor sua arte no Centro.

Abaixo vemos diversas telas (paredes) sendo ocupadas e criando um fluxo artístico que alimenta as veias esclerosadas da não-cidade de Manaus. Alguns lugares como os interiores de uma casa abandonada, terrenos baldios serviram de suporte para que a arte penetrasse em suas estruturas já bastante empedernidas

IMG_1465

IMG_1498IMG_1521

IMG_1493

A arte das grafiteira Meg e Poly

O artista grafiteiro Broly

O artista grafiteiro Broly

IMG_1489

O estilo do bomb/grafite de Vapor

IMG_1484IMG_1506

IMG_1512

IMG_1515

IMG_1550

No fim da tarde agentes da Guarda Municipal apareceram para admoestar os grafiteiros por estarem utilizando de um espaço público e que foi relegado pelo poder público. Prédios como o antigo prédio do exército (foto acima) que se encontra há tempos abandonado e teve suas entradas cimentadas e percebe-se diversas plantas que se aproveitaram do abandono para crescerem nos espaços limites da construção.

Os agentes tentaram impor a idéia de que o ato de grafitar era vandalismo e que não tinha nenhuma diferença da pichação. O que prova o desconhecimento da lei de Crimes Ambientais que no seu artigo 65 diferencia e legaliza o grafite. O que os ocupantes estavam fazendo nada mais foi do que dar vida a um espaço afuncional e devolve-lo ao espaço público. Assim aos grafiteiros, cidadãos ativos não podem ser negado a liberdade de sua expressão artistica ainda mais como intervenção urbana.

Porém em um estado que onde a liberdade é tolida, a criação é desincentivada e os jovens marginalizados dificilmente se entenderá a expressividade do grafite e de uma produção como Arte Ocupa Manaus. Por isso mais vezes todos verdadeiros artistas que trazem seu talento ao mundo e as ruas continuarão a ocupar a cidade e novos eventos logo surgirão para que Manaus um dia possa vir a ser uma cidade, já que o possível já está dentro do coração da arte manauara.

IMG_1517

IMG_1519

CHUVA TORRENCIAL INUNDA MANAUS E CAUSA PREJUÍZOS

 Manaus à margem do Rio Negro e do Amazonas vem sofrendo seu eterno problema de falta de água nas torneiras de seus habitantes. 

Para resolver esse problema uma frente fria que se desloca do sul/sudeste do Brasil vem causando prejuízos em São Paulo,  no Rio de Janeiro e cidades adjacentes com prejuízos ainda incalculáveis.

Por nossas bandas a situação também não é diferente. A chuva que caiu sobre Manaus na quarta-feira vinda daquelas bandas deu uma demonstração da perdulária administração passada. Ruas inundadas, carros enguiçados, lojas alagadas, trânsito imóvel. Essa situação demonstra o que não se fez durante todos esses anos no que diz respeito a saneamento básico na capital do Amazonas. Drenagem não dá voto. Tubulação de esgoto a população não vê. Só vê depois o prejuízo.

 Um exemplo disso, só um exemplo, foi o que ocorreu na Avenida Getúlio Vargas no centro. A via transformou-se num verdadeiro mar. A tubulação de esgoto não deu vasão à água da chuva torrencial e transbordou. Tudo indica que esse escoamento que é obra dos ingleses esteja entupida e sem manutenção.

 A administração do  prefeito Artur Neto, do PSDB paulistano tem mais uma das amostras de problemas que tem que ser resolvido imediatamente. Saneamento básico no centro da capital e cuidar dos moradores que vivem em área de risco como encostas, barrancos e buracos.

 No período chuvoso do ano passado houveram desabamentos de barrancos, alagamentos e mortes. O comportamento do prefeito cassado na época não foi nada edificante.

Que a população de Manaus precisa de água não resta dúvida, mas não água dessa forma destruindo tudo. Que os vereadores que neste momento brigam por gabinetes espaçosos cuidem de propor projetos inovadores que beneficiem a população e não visem única e exclusivamente seus interesses pessoais.

Mais chuvas cairão sobre a cidade e o prefeito não tem que estar discutindo com empresários gananciosos reajuste de tarifa no transporte urbano. Não adianta reajustar preço de passagem de ônibus se a cidade é uma buraqueira,  obrigando coletivos desviarem rotas, como no Mutirão, por exemplo, prejudicando inúmeros usuários que utilizam as linhas 014, 015, 016, 017, 442 dentre outras.

Não podemos em hipótese alguma deixar de tratar de tema tão importante como esse, pois somos nós, moradores de Manaus que pagamos 80% de taxa de esgoto para não ter seu tratamento, nem água e por ocasião de uma chuva ainda arcarmos com prejuízos materiais enormes fruto da inoperância de administradores incompetentes.

PREFEITO CASSADO VIAJANDO MENDES DEIXA MANAUS SOB AMEAÇA DA DENGUE

As campanhas tradicionais de limpeza de quintais onde cantam galos, bem-te-vi, sabiás que antecediam a chegada do período chuvoso no Amazonas, este ano, em Manaus não aconteceram.

O prefeito cassado da cidade e sua equipe até o presente momento não demonstraram intenção nesse sentido.

A cidade de Manaus está tomada pelo lixo,  buracos e piscinas.

Ainda ontem, o Coordenador do Projeto Nacional de Controle da Dengue, Giovani Coelho, em reportagem da Agência Brasil declarou que 77 municípios estão em situação de risco e 375 em estado de alerta.

O coordenador do Projeto falou ainda que a população tem conhecimentos dos procedimentos de combate, mas precisa mudar o comportamento. Não adianta saber como evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypt se os jarros de plantas não recebem areia, se os quintais não são limpos, recipientes de plásticos acumularem água, caixas dágua sem tampas não forem fechadas.

A não cidade de Manaus pelo visto está entre os municípios em estado de risco. Dos quintais não foram removidos os lixos. A prefeitura não fez a campanha de coleta de entulhos que se acumulam no decorrer do ano. Terrenos baldios, quintais e ruas com buracos, crateras e piscinas são locais propícios para criadouros, e tudo isso coloca Manaus em estado de alerta.

A situação anda complicada com relação ao lixo porque nem o doméstico tem sido recolhido com regularidade.

Tudo isso demonstra o desinteresse que o atual prefeito cassado tem tido por Manaus. Os periódicos locais publicam que mais uma vez o eirunepeense está viajando. Não falam para onde. Será que está pescando ou foi ao Albert Einstein, em São Paulo para uma consulta?

Enquanto isso é bom que adotemos uma mudança de atitude contra o Aedes aegypt limpando os quintais, colocando o lixo na rua e esperar as caçambas coletarem porque senão, com a epidemia que esse mosquito dissemina o prejuízo será grande, e principalmente devido já ser recorrente pode matar muita gente e nós não queremos que ninguém viaje pela irresponsabilidade de quem já está viajando.

ASSASSINOS SÃO OS OUTROS

Com a devida permissão, meu Caro Jean-Paul Sartre.

As  14 mortes  por afogamento ocorridas na Ponta Negra na não cidade de Manaus não poderiam ter acontecido. As várias mortes que ocorreram na Avenida Getúlio Vargas quando inverteram o sentido com a implantação de um corredor de ônibus não era para ter ocorrido. As mortes na Avenida Joaquim Nabuco quando modificaram o sentido da via também não era para ter acontecido.

Assassino não  é  somente a pessoa que mata culposa ou dolosamente uma outra pessoa. Este último muitas vezes mata por prazer, com sadismo.

Entretanto há assassinos em potencial que não manifestam essa tara explicitamente, conscientemente. São assassinos e matam silenciosamente e sem constrangimento.

A psicanálise, a psicologia, a sociologia possuem estudos relacionados à essas pessoas.

Na não cidade de Manaus que se prepara para eleger prefeitos e vereadores convive com essa triste situação de matança de pessoas por irresponsabilidade do não prefeito cassado e hoje principal cabo eleitoral do ex-senador Artur Neto, Amazonino Mendes, assim como outros que passaram pela Prefeitura e Governo do Estado.

Não satisfeito com as mortes ocorridas na Avenida Getúlio Vargas, Avenida Joaquim Nabuco, João Coelho, obra de engenheiros da prefeitura que ceifou a vida de muitas pessoas que cresceram convivendo com um único sentido dessas vias e quando alteravam o sentido, mesmo com um trabalho de orientação, quem já estava condicionado enfrentou   o “laborum meta”.

O atual prefeito cassado da não Manaus, impedido de junto com a família Di Carli tomar o patrimônio do Governo Federal para fazer o camelódromo no porto de Manaus resolveu investir na ponta Negra. Remodelou-a. Foi a maior confusão com os antigos locatários dos bares e “points” ali localizados. Famílias inteiras revezavam-se nos seus empreendimentos para não perder  o negócio.

Além desse infortúnio vêem agora a interdição da praia porque a areia que ali foi colocada descobriu-se que é areia movediça. Seja lá quem for a pessoa que caia n’agua será sugada. Pode ser o nadador olímpico Felps, o Xuxa que não vai escapar da morte, pois a areia suga como um funil. A pessoa morre engolida pela areia movediça para o local projetada.

“Água não tem cabelo” se pronunciou uma autoridade da prefeitura transferindo a responsabilidade para os que jazem. Esse cidadão que é um dos assassinos deve ser  incriminado e denunciado para que os tribunais procedam os rituais de reparação, processo e ou condenação, pois trata-se de um assassino. É inconcebível que gastem pra mais de 50 milhões de reais numa obra que traga como conseqüência a morte de pessoas prematuramente.

Na história dessa praia que agora é de areia movediça,  anteriormente não víamos mortes ocorrerem nessa proporção. Havia a praia natural, os pedrais, mas agora com esse novo projeto comprova-se que os assassinos que não matam a sangue frio, matam com seus projetos  insanos, irresponsáveis.

E neste momento de eleição é bom que analisemos o histórico de todos os candidatos que postulam cargos públicos. Há dentre eles três que são violentos, fanfarrões  que não levam desaforo pra casa. Um deles ameaçou dar uma surra no presidente do povo brasileiro, Luis Inácio Lula da Silva. O outro em programa de televisão corria atrás de traficantes – os pequenos, arraia miúda e se mostrava pra sociedade como justiceiro. Hoje promete que no primeiro dia de trabalho vai mudar Manaus. São desses tipos que nós temos que nos livrar.

Infelizmente onde deveriam estar somente funcionários públicos trabalhando para promover a vida do povo, a melhoria de sua condição social, nesse meio reside assassinos em potencial responsáveis pelas 14 mortes da Ponta Negra e dos demais logradouros públicos planejados irresponsavelmente.  

MAUÉS-AM, UMA NÃO-CIDADE TAMBÉM

O markenting propagandistíco transforma pedra em ouro. Simula-se tudo para mostrar o real não real. Assim como ocorre na capital do Estados que a chamamos de não cidade, também ocorre no interior. Estamos na cidade de Maués. Nossa equipe já esteve no rio Apocuitaua onde observou, conversou e entrevistou moradores que falaram da maneira como vivem. O material está sendo preparado para divulgação. Entretanto, o relato de hoje, é para ratificar o que já escrevemos anteriormente sobre a antiga Luseia.

Maués situa-se no Médio Amazonas. É uma  não-cidade que durante sua existência sempre foi governada por pessoas da classe dominante, da elite. A única vez que conseguiu ser administrada por uma pessoa, filho da classe trabalhadora, o atual prefeito, não conseguiu fazer um governo voltado para os interesses da população porque esteve sempre amarrado aos governantes anti-povo: Alfredo Nascimento, Eduardo Braga e agora ao atual governador.

A não cidade de Maués, que já foi alvo de inspeção pela CGU possui inúmeras obras do governo federal conveniadas com a prefeitura municipal que “entra e sai ano”, como diz o ditado popular, e  tais obras não são concluídas. O porto da cidade que foi projetado para embarque e desembarque de passageiros e mercadorias está embargado. As vigas de sustentação da ponte que liga ao terminal não suporta um caminhão carregado. E a obra vem de quando o ex-ministro Alfredo Nascimento estava no Ministério dos Transportes. Se gastou tanto dinheiro e a obra está inacabada e não oferece condições de utilização.

 A ampliação da orla da frente da cidade também segue inacabada. É um serviço que não se conclui e bastante dinheiro já foi empregado na obra. O muro de arrimo foi feito, carradas de barro foram depositados e o que vemos é muita lama e uma frente da não-cidade, suja.

 O cartão postal do que seria uma cidade,  Maués, a praia da ponta da Maresia está repleta de lixo. Garrafas pets, copos descartáveis, garrafas de vidro, restos de alimentos estão poluindo o rio Maués-açu.

 No bairro Ramalho Júnior,  consta que o governo federal através da Caixa Econômica Federal  firmou um convênio de R$ 1.500.000,00 do qual já repassou  R$ 500.000,00 para a Prefeitura construir um empreendimento voltado para a juventude. Já passaram vários meses e até agora só existe os piquetes demarcando a área a ser construída.

As ruas estão sujas, há muito capim, cerrados e a cidade tem uma grande quantidade de carapanãs que nunca acabam. Por estarmos no período chuvoso a lixeira que não parava de emitir fumaça poluidora para a região urbana deu uma trégua, mas ainda há muito por fazer por esta cidade para que o dito popular não se torne fato. “Maués, mal fostes, mal serás.”

Depois de tudo isso e do que está acontecendo no sudeste do Brasil, não vamos culpar a natureza pelas catástrofes naturais, pois de acordo como que dissemos ontem, o resultado de tudo isso é cultural, obra e criação única do homem.

 

MANAUS: A NÃO-CIDADE

Quando a polis grega surgiu foi devido as necessidades daquele povo   estabelecer relações políticas e religiosas. A cidade grega compreendia a organização de todas as famílias para a manutenção e preservação. Ela possuia um local chamado ágora (praça) onde as questões relacionadas à vida dos homens eram discutidas e solucionadas.

Noutros cantos bárbaros, cidades foram soerguendo-se. Na Europa, com a passagem e convivência do feudalismo com a nascente burguesia capitalística, esse modelo foi ganhando maiores proporções. A vida urbana a partir das crises européias e com o advento da revolução industrial na Inglaterra o homem passou a relacionar-se com uma cidade que vai oferecê-lo de tudo.

O capitalismo vai criar mecanismos de capturas do homem, ditando procedimentos e impondo formas de comportamento. Comportamento para o consumo e também para o alheamento, a não tomada de atitudes, ao servilhismo e  à imobilidade.

Manaus, que para nós a consideramos não-cidade, foge ao modelo grego acima mencionado. O local público onde se deveria discutir  temas relacionados à não-cidade, anula-se porque ali referenda-se as decisões do executivo municipal e poucas são as vozes contrárias na Câmara de Vereadores.

Neste blog já enumeramos várias características de Manaus que justificam o título de não-cidade. Mas a fundamental de onde saem todos os males é que ela sempre foi governada por famílias que mantiveram poder centralizador em detrimento da participação coletiva e disso resulta o alto índice de homicídios, tráfico de drogas, assaltos, falta de transporte coletivo, de atendimento médico-hospitalar satisfatório, educação reprovada tanto no nível fundamental, médio e superior como demonstrou o último ENADE com a maioria das faculdades sediadas aqui, falta de um plano diretor que fez com que a cidade transbordasse.

Manaus, a não-cidade é a única em que as casas andam e ruas se transformam em prédios particulares. Exemplo: A Casa do Eletricista foi construída numa apropriação de parte da Rua Barcelos com a Silva Ramos com a conivência da Prefeitura Municipal da não cidade de Manaus.  Ainda quando o português Eira governava por aqui, na Rua Silva Ramos, próximo ao Colégio Auxiliadora, uma casa avançou 35 cm sobre o passeio público e continua lá com seus porcelanatos reluzentes.

Nesta não-cidade, o pedestre arrisca a vida andando no meio da rua porque o passeio é tomado por carros que estacionam num total desrespeito às leis de trânsito.

Conhecemos  pessoas menos aquinhoadas que resolveram reformar ou construir casas de alvenaria, algumas modestas, outras não tanto, fruto das transformações econômicas vividas e proporcionadas pelo governo Lula. Talvez por denúncias, quando menos se esperava, os fiscais da antiga URBAN chegavam embargando a construção por falta da licença do órgão.

Em Manaus, a não-cidade, ocorrem fatos que não podemos deixar de questioná-los. Próximo ao 6º Batalhão, no Mutirão, há uma igreja da Assembléia de Deus e  um “largo” público. Primeiro construíram no “largo” um palco e agora está lá a lanchonete do Barroso. Tudo indica que a igreja ganha la babita orando e vendendo lo ranguito.

Um fato mais concreto que denega a cidade foi a violência praticada  contra um professor da UFAM pelo irmão do atual governador do Estado do Amazonas e que a título de indenização coube-lhe R$ 15.300,00 que foi recusado e repassado para uma casa que trata de crianças com câncer.

Pra finalizar, queremos noticiar, que na Avenida Autaz Mirim, antes Grande Circular, Zona Leste da não-cidade de Manaus, confronte a UBS Leonor Brilhante está sendo construído um prédio muito grande que populares declaram que será um shopping .

O que chama atenção é que no prédio,  pela Grande Circular não há nenhuma placa da Prefeitura com a licença onde indique o proprietário, o ramo de atividade, engenheiro responsável e valor da obra. Se por ventura, tal placa está para o lado do igarapé do Mindu que corta o Tancredo Neves, mesmo assim, indagamos: por que não está na Grande Circular.

Essa Avenida é bastante movimentada e ali passam diariamente deputados, vereadores e será que ninguém atentou para esse fato? Se por ventura, a placa esteja fixada  para o lado do Igarapé, o empreendimento cumpre o que determina a lei, caso contrário infringe-a.

A infração poderia ser estranha numa cidade, mas como trata-se de  uma não cidade, para os amigos os favores da lei, para os pobres o embargo da obra e os rigores da lei.

REINO UNIDO CONTINUA PALCO DE PROTESTOS

Pelo quarto dia consecutivo a Inglaterra foi palco de protestos provocados por moradores revoltados com o assassinato do jovem negro de 29, pela polícia, no sábado, quando foi abordado por policiais dentro de um taxi. O jovem pai de quatro crianças, foi acusado de ter entrado em confronto com a polícia, mas exame de balística divulgado ontem, dia 8, mostrou que a bala é de arma usada pela polícia de Londres.

Os protestos que tem se espalhado por várias cidades do Reino Unido, principalmente em Londres, já fez com que a força policial prendesse mais de 650 pessoas só na capital e em Birmingham. Os protestos que são marcados por incêndios em prédios e veículos, além de saques em lojas e supermercados, e que, como conseqüência, provocou a morte de uma pessoa, além de outras cidades, já atingiu as cidades de West Bromwich, Wolverhampton, Manchester e Salford, mesmo com a presença e repressão exercida por mais de 16 mil policiais nas ruas das cidades.

O recrudescimento dos protestos levou o governo inglês a pedir que os policiais deixem suas folgas para se juntarem às tropas de repressão contra os distúrbios. Enquanto isso, com medo das revoltas lojistas estão deixando de abrir seus comércios.


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.245.599 hits

Páginas

outubro 2021
D S T Q Q S S
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Arquivos