Archive for the 'Saúde' Category

TRANSTORNO DA PERSONALIDADE NARCISISTA PARA QUEM INTERESSAR NO BRASIL ATUAL

Resultado de imagem para imagens de narciso

 Produção Afinsophia.

 O mundo é um sintoma, afirmam alguns psiquiatras. Só que alguns personagens fazem de seus sintomas individuais uma verdade social. Ou seja, procuram as instituições para serem amparados por elas e não causar estranheza à sociedade com seus atos. As instituições servem de defesa contra as investidas de resíduos persecutórios destes personagens que não saberiam como lidar com eles se não tivessem a proteção do corpus-institucional. Um quadro paranoico que conturbou por vários momentos os percursos históricos dos que lutaram, e lutam, por uma sociedade igualitária constituída por um Ego-Social-Democrático, onde o conceito de normalidade é representado pelos direitos e bens sociais de todos. O contrário, violências contra esses direitos e bens de todos, chama-se psicopatologia-social. A magnificação da destruição do Ego-Social-Democrático, como se tem observado no Brasil atual. 

  A psiquiatria, como exame-político da sociedade em suas funções e determinações voltadas para o bem comum como normalidade, mostra que em sociedade são expressados vários sintomas que incomodam o movimento coletivo da saúde-mental-social. Entre os vários sintomas prescritos como transtornos das personalidades, como Transtorno Da personalidade Borderline, Transtorno da Personalidade Histriônica, Transtorno Da Personalidade Dependente, Transtorno da Personalidade Obsessivo-Compulsivo, Transtorno da Personalidade Antissocial, entre outros, um chama mais a atenção para se entender a saúde do Brasil atual: o Transtorno da Personalidade Narcisista.

     Daí, que como forma de enunciação pedagógica para o entendimento desse transtorno, se faz necessário apresentar os principais sinais-sintomáticos dos personagens acometidos por essa forma de existência frustradas, como diz o filósofo e psiquiatra Ludwig Binswanger. Sim, pois trata-se de existência malograda de toda existência que falseia a condição ontológica autêntica do ser. 

     Como indicação psíquica-pedagógica, necessário se faz informar de onde foram extraídas essas enunciações. Trata-se do livro de psiquiatria Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais – DSM – 5. American Psychiatric Association. As enunciações encontram-se nas páginas 669 e 670.

       “CRITÉRIOS DIAGNÓSTICOS

 Um padrão difuso de grandiosidade ( em fantasia ou comportamento), necessidade de admiração e falta de empatia que surge no início da vida adulta e está presente em vários contextos, conforme indicado por cinco (ou mais) dos seguintes:

   1. Tem uma sensação grandiosa da própria importância (p.ex., exagera conquistas e talentos, espera ser reconhecido como superior sem que tenha as conquistas correspondentes). 

   2. É preocupado com fantasia de sucesso ilimitado, poder, brilho, beleza ou amor ideal.

    3. Acredita ser “especial” e único e que pode ser somente compreendido por, ou associado a, ouras pessoas (ou instituições) especiais ou com condição elevada.

    4. Demanda admiração excessiva. 

    5. Apresenta um sentimento de possuir direitos (i.e., expectativas irracionais de tratamento especialmente favorável ou que estejam automaticamente de acordo com as próprias expectativas).

    6. É explorador em relações interpessoais (i.e., tira vantagens de outros para atingir os próprios fins).

    7. Carece de empatia: reluta em reconhecer ou identificar-se com os sentimentos e as necessidades dos outros.

    8. É frequentemente invejoso em relação aos outros ou acredita que os outros o invejam.

    9. Demonstra comportamentos ou atitudes arrogantes e insolantes.”

           Em seu estudo sobre o Narcisismo, Freud afirma que o narcisista sofre do delírio chamado de magnificação do Eu. Seu Eu é o mundo. Ou melhor, o mundo é o que seu Eu fabula. O que leva ao entendimento que o narcisista é dominado por um sentimento de baixa tolerância para suportar frustração. Um sentimo também encontrado nos que sofrem do transtorno de Borderline. Não aceitam ser contrariados em suas posições.  O narcisista também sofre do síndrome do exibicionismo: precisa se sentir objeto do olhar do outra para acreditar que existe. É também voyeur. Olhar os outros para se sentir em situação de dominação desses outros.

      Pode-se dizer que o narcisista, em sua fraqueza, se mostra como se vivesse o sintoma do complexo de Deus. O que é uma grande dor para ele por não receber confirmação, já que nenhum crente vai trocar seu Deus por um narcista que delira ser Deus. 

      Em síntese, essas personagens são profundamente frágeis, inseguras e com forte sentimento de desamparo. Por isso, necessitam dos outros para criarem a ilusão de que são amados, não importando a forma como se relacionam com os outros.

DONA MARISA, ESPOSA DO INVEJADO E ODIADO COMANDANTE LULA, SOFREU UM AVC, MAS ENCONTRA-SE MEDICADA NO HOSPITAL SÍRIO LIBANÊS

Resultado de imagem para imagens de dona marisa esposa de lula

   Dona Marisa Letícia, esposa do invejado e odiado, pela massa reacionária, comandante Lula encontra-se internada no Hospital Sírio Libanês. De acordo com a assessoria do hospital, Dona Marisa deu entrada com sintomas de Acidente Vascular Cerebral (AVC) e encontra-se sendo atendida pela emergência.

    As informações são do jornalista Renato Rovai, do site Portal Fórum.

    A sociedade brasileira representada pelos cidadãos sensíveis, intelectivos e éticos que compõem a democracia substância-política,esperam suas melhoras.

DEMOCRACIA É PRODUÇÃO E NÃO CONTEMPLAÇÃO. TEMER ESCOLHEU TÂNIA, SEGUNDA COLOCADA, NA PRESIDÊNCIA DA FIOCRUZ, MAS PRESSIONADO PELA INTELIGÊNCIA DEMOCRÁTICA, TEVE QUE INDICAR A DOUTORA NIÍSIA, PRIMEIRA COLOCADA

Nísia Trindade em vídeo de campanha para a presidência da Fiocruz - Créditos: Reprodução

É regular, moral e correto que o primeiro escolhido em eleição para o cargo de presidente da Fundação Oswaldo Cruz, seja indicado ao cargo. Foi realizada a eleição para a escolha do cargo e coube o primeiro lugar a doutora socióloga Nísia Verônica Trindade Lima que abiscoitou 59,7% dos votos, correspondendo a cifra de 2.556 votos. Já o segundo lugar ficou com a doutora Tânia Cremonini de Araújo-Jorge que obteve 39,6% dos votos.

Como Temer não entende nada de eleição democrática, daí seu ato usurpador como golpista-mor, escolheu para presidir o cargo a segunda colocada. Talvez como recorrência-oculta de sua sua condição de segundo como vice de Dilma. Mas o talvez seja o óbvio talvez: Temer odeia a democracia como expressão do desejo coletivo. Assim, quis impor sua vontade de golpista escolhendo Tânia de Araújo-Jorge.

  Mas Temer não conseguiu consumar seu ato arbitrário. Os funcionários da Fiocruz se reuniram e iniciaram uma onda de protestos para que a doutora Nísia fosse a indicada. Os protestos contra o interesse de Temer, através do dublê de ministro da Saúde, Ricardo Barros, chegaram aos deputados de esquerdas que fizeram, também, pressão para que a democracia prevalecesse.

    Para alguns membros da Fiocruz, a posição de Temer deve ter ocorrido porque a instituição é contrária ao desgoverno que se apropriou do país de forma funesta, principalmente contra os projetos científicos. Alem de quê, a Fiocruz foi contra o golpe que destituiu Dilma do governo. A Fiocruz é historicamente um instituição que sempre fez crítica as formas de opressão adotadas por governantes que atuam fora da racionalidade.

                  

ATO SACRO-DEMOCRÁTICO DO GRITO DOS EXCLUÍDOS INCLUI MAIS DE 5 MIL PESSOAS EM MANAUS

IMG_5304.JPG

Neste 7 de Setembro de 2016 realizou-se em todo o Brasil mais um Grito dos Excluídos e das Excluídas com o tema principal, “Vida em primeiro lugar.”

Na não cidade de Manaus o ato sacro-democrático incluiu  mais de 5 mil pessoas na caminhada daquela que um dia foi a Santa Casa de Misericórdia de Manaus até a Praça do bairro de São Raimundo. Falamos daquela que um dia foi um hospital. Uma casa de saúde. Casa de Misericórdia. Hoje é só abandono. O prédio é históricos mas as iniciativas governamentais são farsas. Entra governo estadual, municipal, fazem inúmeras reuniões, nomeiam o comendador para administrar a  Misericórdia e o hospital não funciona. O resultado é o que manifestantes falaram. A Saúde em Manaus vai bem. O que não vai bem é o atendimento aos doentes. Falta hospitais, atendimento e já foi decretado estado de calamidade pública. Do jeito que está é melhor o doente permanecer em casa do que procurar socorro médico hospitalar.

IMG_5291.JPG

O ato que é coordenado pela Arquidiocese de Manaus e pela Cáritas Arquidiocesanas e contou com a participação de pessoas das diversas denominações religiosas. Tinha católicos, batistas, adventistas, metodistas, evangélicos, umbandistas, candomblecistas, muçulmanos, budistas, dentre outras manifestações religiosas. Contou ainda com a participação de várias entidades, indígenas e seus representantes que tem como política a defesa da vida contra a morte.

IMG_5266.JPG

No trajeto os coordenadores faziam paradas para refletir sobre determinados temas como: Falta de moradias, expulsão de locais onde famílias residiam há vários anos e indenizações irrisórias. Expuseram temas como a falta de saneamento básico na cidade de Manaus. Continua faltando água em vários bairros da não cidade bem como a inexistência do serviço de tratamento de esgoto. Denunciaram uma cidade cheia de buracos-crateras, transporte coletivo desumanizante.

IMG_5326.JPG

Por se tratar de um ato sacro-democrático em vários momentos da caminhada o povo gritou em uníssono: Fora Temer, Fora Golpista, Diretas Já, Dilma Guerreira do povo brasileiro. Aproveitaram também para escrachar outros políticos e partido golpistas.

IMG_5283.JPG

Foi dada oportunidade para crianças se manifestarem. Uma delas, uma menina falou das dificuldades vividas com a exploração do trabalho infantil e o convívio com violência sexual e o estupro praticado muitas vezes pelos próprios pais das meninas. Por se tratar de um grito, isso é muito sério e a sociedade não pode esconder esse mal que além de pais envolve políticos da não cidade de Manaus.

IMG_5321.JPG

IMG_5322.JPG

IMG_5295.JPG

IMG_5261.JPG

IMG_5288.JPG

img_5246

img-20160908-wa0057 img-20160908-wa0059 img-20160908-wa0056 img-20160908-wa0060 img-20160908-wa0058 img-20160908-wa0053 img-20160908-wa0061 img-20160908-wa0051 img-20160908-wa0055 img-20160908-wa0052

IMG_5306.JPG

IMG_5275.JPG

IMG_5274.JPG

O ato foi encerrado na Praça de São Raimundo em frente da Igreja católica com apresentações teatrais, manifestos, celebrações e a leitura do poema do prospecto da mais nova produção do Teatro Maquínico da Associação Filosofia Itinerante – AFIN, “A farsa da verdade golpista” que diz no seu grito às margens do igarapé de São Raimundo o seguinte:

Respeitável público

Vamos contar uma história

Que fala de verdade e mentira

Onde a mentira se diz verdade

Mas a verdade não se retira

Porque sem verdade

A democracia não respira

“Política”, “Justiça” e “mídia”

Unidas em golpe e corrupção

Feriram a democracia

Em seu corpo Constituição

Ao afastarem a presidenta

Porque ela não protege ladrão.

Mas o povo não concorda

Com essa cruel armação

Quer de volta a presidenta

Que ele escolheu na eleição

Por isso quer os golpistas fora

Julgados, condenados  na prisão.

IMG_5303.JPG

MAIS DE 50 MIL MANIFESTANTES RECEPCIONAM DILMA EM BH

Vídeo: "Se Dilma é amor, Temer só pode ser caô!"

Da AFINPRESS de BH

A abertura da 5ª edição do encontro Nacional de blogueiros e ativistas midiáticos contou com uma participação especial esta noite em Belo Horizonte. Presidenta Dilma Vana Rousseff. Mas estavam lá também, políticos, os sujos, Povo Sem Medo, sindicado de jornalistas, Tvs, Sem Tetos, ministros, Instituto Lula, intelectuais, prefeitos, deputados, CUT, CTB, todos, todos os movimentos que defendem e constroem a democracia brasileira e o mais importante de todos. O povo.

A recepção à Presidenta foi emocionante. Mais de 50 mil seres políticos aguardavam a chefa do poder popular brasileiro nas cercanias do  Othon Hotel, em BH. Os mineiros foram abraçar sua presidenta. A cena foi de arrepiar. De fazer golpista Temer. Tudo está só num processual pelo subterrâneo. Os devires de combate ao golpe estão se constituindo por todos os cantos. 

Foi pura emoção. “Dilma guerreira do povo brasileiro”! “Volta querida!” “Fica Querida”!  “Fora Temer!” O coração da presidenta pulsou forte, sentiu a emoção e ali, junto com o povo aproveitou para fazer uma exposição da realidade que os golpistas impuseram ao governo popular por ela comandado.

A presidenta falou do suposto crime que inventaram para darem o golpe. Os decretos e o plano safra todos os governos que lhe antecederam e os governadores os praticam, mas só agora passou a ser crime. Isso, disse a presidenta, foi uma forma de atentado à democracia e aos 54 milhões de eleitores que lhe deram a vitória em 2014. Foi um atentado aos mais pobres porque eles só se interessam pelas leis do mercado.

A presidente aproveitou para falar que o governo golpista não tem projeto e que os ministros usurpadores se contradizem, falam de medidas que serão adotadas e depois desdizem. Mas a verdade, disse a presidente, é o que afirmam primeiro. Um deles é sobre a divisão dos ministérios que tratarão sobre a aposentadoria. Uma parte vai ficar com o Ministério da Fazenda e o outro vai para o MDS. Falam de mudanças no SUS, Mais Médicos, PRONATEC, FIES, Minha Casa Minha Vida

Um outro alerta da presidenta foi chamar atenção para o “levantamento” que o governo golpista provisório está fazendo e que virá a mídia golpista falar em valores referente a previsão e gastos do governo legítimo dela. Falarão de metas fiscais, recursos do Bolsa Família dentre outros que prejudicariam o funcionamento do país. Romero Jucá, o sigiloso é o mais arvorado em condenar a política da presidenta. 

A presidente também não vacilou e disse que a Câmara e o Senado este ano ainda não trabalharam. Na Câmara nenhuma comissão trabalhou. Se não trabalha na Câmara não tem como reunir com o Senado. O réu Eduardo Cunha inviabilizou todas as comissões.

A democrata aproveitou ainda para dizer que o réu, aquele detentor de trust é quem está mandando no governo impopular de Temer. Está indicando todos os seus capachos para postos chaves do governo. É advogado, líder, presidente da EBC. Está na EBC aquele que acabou com a comunicação da TV Câmara.

A presidente aproveitou para dizer que se defenderá no Senado, no STF e que estará nas ruas com o povo participando da defesa de seu mandato. Que não ficará sitiada no Alvorada.

Para o povo, isso é um alento, porque é dessa forma que a pressão popular vai mostrar para os golpistas que governos sem voto não durarão. Prova disso é a queda de seu Ministro do Planejamento Romero Jucá que teve hoje seu sigilo fiscal e bancário autorizado pelo Ministro Marco Aurélio do STF. Já há quem diga que ele é carta fora do golpe. Mas será sempre golpista, traidor.

Veja, ouça,  analise o vídeo e fortaleça sua opinião contra o golpe apolítico-jurídico-midiático que a direita comandada pelo PSDB, PMDB, DEM e Sindicato de Ali Babás impuseram à democracia e ao povo brasileiro.

SERVIDORES DA FUNDAÇÃO DE MEDICINATROPICAL RECLAMAM CONTRA O ATRASO NO PAGAMENTO DO TICKET REFEIÇÃO

prepara_conferenciaHá décadas a saúde, como a educação, nunca foi para os governantes do estado do Amazonas e sua capital Manaus, um caso de política, mas tão somente um mero exercício administrativo sem qualquer comprometimento com a criação de um quadro capaz da população vivenciar a segurança que a instituição responsável pela saúde deve constitucionalmente promover como bem comum.

Nesse quadro de descaso imposto pelos governantes à saúde da população do estado, não se encontra apenas na ausência de uma política médica, preventiva e terapêutica, mas também na ausência de uma estrutura política que atenda os direitos dos trabalhadores responsáveis pelo funcionamento da instituição da saúde.

É por força dessa ausência de uma política de saúde no Amazonas que continuamente os profissionais da saúde têm seus vencimentos prejudicados. Esse Blog Afinsophia tem recebido várias denúncias contra o descaso do governo em relação aos vencimentos desses profissionais. Agora mesmo os servidores da Fundação de Medicina Tropical do Amazonas estão reclamando contra o atraso no pagamento do ticket alimentação. Um direito que quando falta, causa carência nas famílias dos servidores. Financeiramente a Fundação Medicina Tropical é gerida pelo governo do estado. O que significa que o atraso é de responsabilidade do secretário de Saúde do governo Zé Melo.

Há também reclamações sobre o atraso no pagamento dos médicos das cooperativas que se desenrola há meses, cuja fórmula recorrida para amenizar o distúrbio trabalhista foi o empréstimo ao banco.

Essa é apenas uma parte da crônica ausência de política no estado do Amazonas que se arrasta muito antes da ditadura continuada pelos governantes ineptos do pós-ditadura.

PREVISÕES DA MÃE TRANSVISÃO PARA O ANO DE 2016

images-cms-image-000415351

Embora conhecendo o adágio temporal-sacro de que “o futuro a Deus pertence”, membros dos vetores comunicacionais da Associação Filosofia Itinerante (Afin), Blog Esquizofia e Blog Afinsophia , fizeram uma vista a Casa da Mãe Transvisão com o intuito de pedir a ela que, em sua potência-transcendental, realizasse algumas previsões para o ano de 2016 que já se encontra adentrando no ano de 2015. Ano em que as direitas do Brasil contam minuciosamente os segundos para que encerre seu ciclo, visto que fora um ano em que elas não tiveram qualquer de suas intenções conspiradoras consumadas. Entre elas, depor Dilma e prender Lula, dois expressivos brasileiros por suas originalidades.

Mãe Transvisão, como sempre carinhosa, solícita, meiga e inteligente atendeu os consultantes. Em seu salão nobre, completamente colorido, de um psicodelismo envolvente, enlevado por aromas agradáveis, sonorização fluente, ela, em seu traje singular composto por traços cativantes, envolveu-se com a transcelestidade, transtemporalidade, transhistoricidade e trancedência e realizou seus contatos que nos foram comunicados como formas de previsões.

Como Mãe Transvisão é uma mulher eminentemente politizada, ela começou suas previsões pelo que há de pior no Brasil: as ignóbeis trapaças das direitas golpistas comandadas pelo seu persona non grata, Eduardo Cunha.

Então, leiamos as previsões da infalível Mãe Transvisão.

  • No começo do ano de 2016, Eduardo Cunha conquistará a tríplice coroa: será destituído da presidência da Câmara Federal será cassado e preso.

  • Aécio Cunha vai aumentar mais ainda seu tônus biliar: Dilma continuará seu objeto de desejo inatingível. Continuará tramando, mas vai aos pousos ficando mais isolado que já se encontra. Até os coxinhas lhe abandonarão. E para acabar de vez com sua simulação de honestidade, Janot vai pedir ao Supremo Tribunal Federal (STF) investigação sobre a Lista de Furnas. Esquema de corrupção comandado pelo PSDB sob a orientação do próprio ressentido-compulsivo.

  • Fernando Henrique vai sofrer um grande baque em seu narcisismo já tão anêmico: Dilma vai ter a popularidade de seu governo aumentada.

  • Serra sofrerá investigações e terá seus projeto entreguista do pré-sal totalmente combalido.

  • O senador Agripino Maia vai ser condenado pelos crimes de corrupção e perder o mandato.

  • O vice-presidente Michel Temer, continuará sendo apenas uma figura decorativa no governo Dilma. E sua fama de golpista vai aumentar e nem as mídias aberrantes, suas defensoras, vão conseguir protege-lo.

  • O deputado Jean Wyllys do PSOL vai conseguir maior aderência em suas ideias que serão compartilhadas por grande parte da sociedade brasileira.

  • A deputada Jandira Fegalli do PCdoB vai se tornar a representação-mor das mulheres combativas do mundo indicada por organismos internacionais.

  • Os institutos de pesquisa eleitoral vão sofrer o ano inteiro: terão que divulgar resultados de suas pesquisas para a eleição presidencial de 2018 com Lula disparado na liderança.

  • O deputado racista e homofóbico Bolsonaro será definitivamente condenado por ter ofendido a deputada Maria do Rosário (PT/RG).

  • Fernando Henrique terá um ano doloroso e tenso: as investigações sobre esquema de propina na Petrobrás em seus governos aumentarão de tal forma que nem as mídias, suas protetoras, poderão escamotear as notícias sobre esse esquema de onde se originaram Paulo Roberto Costas e Pedro Borusco, ambos presos pela Operação Lava Jato.

  • Dilma não vai sofrer impeachment, a economia vai voltar a crescer, a maioria dos brasileiros terão suas vidas melhoradas e parte das direitas vai morar na Argentina para apoiar o governo Macri.

  • Lula será indicado ao Prêmio Nobel da Paz e Fernando Henrique será acometido de forte crise de invejite-tremules.

  • Os movimentos sociais e os sindicatos serão mais fortalecidos e terão maiores participações em decisões importantes para a sociedade brasileira.

  • As artes como o cinema, teatro, música, literatura, dança, todas as formas de expressões populares terão maiores investimentos.

  • Os estudantes do ensino público do estado de São Paulo, que mudaram o conceito de educação no estado defendido pelo governador Geraldo Alckmin com seu plano de ‘reorganização’, vão constatar o fim desse plano.

  • O compositor, cantor, escritor, teatrólogo, poeta, articulista Chico Buarque receberá das mãos de um organismo internacional o título de representante-maior da sensibilidade e inteligência frente estupidez-arrogante da burguesia-desvairada.

  • A surpresa das eleições municipais de 2016 será o número de prefeitos eleitos de partidos progressistas, assim como vereadores.

  • Em Manaus, o prefeito que jurou aplicar uma surra em Lula, Arthur Neto, não será reeleito apesar do grande esquema de cooptação de funcionários como cabo eleitorais. Seu pior cabo eleitoral serão os buracos que ele produziu em Manaus como continuação das gestões de prefeitos anteriores como seu amigo Amazonino, ex-prefeitos Serafim e Alfredo. Professores, médicos e outros profissionais lambaios continuarão votando nele, mas não será um número insuficiente para reelegê-lo.

  • Muitos vereadores que usam as igrejas como catapulta para a vereança não serão reeleitos, assim como os chamados novos também.

  • Os principais candidatos que disputarão a prefeito de Manaus serão um de partido progressista e outro, como é comum no Brasil, de um partido reacionário. Mas não serão do PSDB, PPS, DEM, SD e REDE.

  • O governador do Amazonas, José Melo, será cassado, mas vai recorrer em outra instância. Porém, no final será cassado de vez.

  • No mesmo momento da derrota de Arthur e a cassação de Melo, jornalistas e empresas de comunicação submissas e calculistas a ambos cuspirão nos pratos que babaram.  

  • A TV Globo vai continuar perdendo audiência junto com sua emissora de rádio CBN, e será denunciada e investigada pelo FBI no esquema de corrupção da FIFA e ainda será, terminantemente, obrigada a pagar sua dívida com a Receita Federal.

  • As inúteis revistas lamê Veja, Época e IstoÉ diminuirão suas finanças, irão despedir funcionários e ficarão com os pés na cova do capitalismo.

  • Por sua vez, os blogs, sites, portais progressivos, também conhecidos como “sujos”, aumentarão seus acessos. E também terão aumentados seus anúncios de publicidades.

  • A Seleção Brasileira vai continuar sofrendo em busca de sua classificação para a Copa do Mundo. Porém, só no ano que vem é que se saberá ao certo se será classificada ou não.

No fim das previsões, os membros dos blogs pediram que Mãe Transvisão, fizesse algumas previsões para a Afin. Então, ela pousou nos membros dos blogs um olhar cândido e sorrindo suavemente disse que a Afin apenas processasse seus devires com confiança, engajamento e responsabilidade como vem fazendo há mais de 13 anos.

O que eles queriam mesmo era saber qual seria a conclusão do processo que a Afin vem respondendo no Paraná porque seu Blog Afinsophia publicou um artigo, em 2012, sobre um caso de racismo e foi acusada de prática de ofensa e ter que pagar R$ 30 mil de indenização.

Ao saírem da casa sagrada Mãe Transvisão abraçou todos os abençoando  proferindo louvor: “Axé, meus filhos e filhas!”. Ao que eles responderam: “Axé, Mãe Transvisão!”

VAMOS FALAR SOBRE GÊNERO?

IMG-20150915-WA0013Por: Brenda Oliveira*

Existem muitas características que nos tornam diferentes um dos outros ao passo que somos muito parecidos em outros aspectos. Dependendo da localidade onde nascemos e nos desenvolvemos adquirimos características bem diferentes em relação a uma região bem próxima da nossa. A escolaridade, a religião e a cultura nos fazem tão diversos.

Desde criança somos ensinados se comportar de maneira a corresponder às expectativas que foram colocadas no momento da nossa concepção. Se nascermos com uma vagina nossos pais nos ensinam tudo o que uma menina deve fazer e nós devemos seguir a risca esse padrão, ou contrário, seremos confundida com outro gênero, e isso é inaceitável.  

Crescemos dentro de uma perspectiva, que meninos jogam bola e meninas brincam de boneca, e nenhum pode entrar na brincadeira do outro. É como se em duas caixas fossem colocados os papéis de menina e os papéis de meninos. Cada um só pode usar as características das caixas que correspondem ao seu gênero imposto no momento do nascimento. Se alguém ousar sair da regra pode sofrer várias consequências.

Observamos isso de forma muita clara na sociedade, onde os papéis de gênero são construídos socialmente. Ser mulher é uma construção social, assim com o ser homem também é uma construção e isso nada tem a ver com o genital.

Para a biologia, o sexo é definido pelo tamanho das suas células reprodutivas (pequenas: espermatozoides, logo, macho; grandes: óvulos, logo, fêmea), e só. Mas isso não define um comportamento feminino ou masculino a forma como vou me colocar no mundo, a forma como meu gênero será imposto e como será minha expressão de gênero.  Isso varia conforme nossa cultura.

O conceito de ser homem e ser mulher é diferente em cada cultura, assim o que é considerado papel de mulher na Islândia pode ser considerado papel de homem no Brasil. Ser masculino no Japão é bem diferente de ser masculino no Brasil, por exemplo.

O gênero é social, e isso nada tem a ver com seus cromossomos ou o formato da sua genitália, tem a ver com o autoconceito, sua autopercepção. O papel de gênero que vamos adotar ou não independe de nossos genitais, está mais ligado à expressão social.

Se observarmos o tempo e a história, em algum momento passamos por mudanças e inversão de papel. Comportamos-nos como é imposto ao gênero oposto, seja em uma brincadeira de criança, ou seja, em caso de sobrevivência como foi para Maria Quitéria que se vestiu de homem para lutar na guerra da independência.

Dentro dessas nuances que é o ser humano, nasce a transexualidade. Atualmente o DSM V aponta a transexualidade como Disforia de Gênero, patologizante. Só que a transexualidade não é uma doença, não é contagiosa e muito menos uma perversão sexual. É uma questão de identidade de gênero. Vamos deixar claro aqui que nada tem a ver com a orientação sexual. A orientação sexual está no campo da afetividade, por quem ou por qual eu direciono minha libido, meu desejo sexual ou não. Transexualidade está no campo do autoconceito, da forma como me vejo e me coloco no mundo. Logo uma pessoa transexual pode ser hétero, bissexual, homossexual, pansexual ou assexuada.  

A transexualidade não é um capricho, podemos inclusive observar ao longo da historia. Para ser bem claro, mulher transexual é qualquer pessoa que reinvidica o reconhecimento como mulher. E homem transexual é qualquer pessoa que reinvidica o reconhecimento como homem, como bem definiu Jaqueline Gomes de Jesus.

O reconhecimento da identidade trans* ocorre ainda na infância para algumas pessoas, mas para outros ocorre ao longo da vida, principalmente na adolescência. Em sua maioria, tardam esse reconhecimento por diversos motivos, os principais são o preconceito (aqui vamos usar o termo transfobia, que é o termo usado dentro da comunidade T para se referir a discriminação de pessoas travestis e transexuais), repressão e a falta de conhecimento sobre o assunto.

Muitas mulheres trans* no inicio de sua identificação são lidas e se leem como homens gays afeminados e com os homens trans* a mesma coisa, no inicio são lidos como mulheres lésbicas masculinizadas.

Depois que chegam ao entendimento sobre sua identidade essas pessoas passa pela transição, ou seja, a adequação do corpo ao gênero com o qual se identifica. E graças aos avanços da medicina homens e mulheres trans* podem se hormonizar e alcançar um corpo igual ao de homens e mulheres biológicos, ou seja, cisgêneros. Isso claro, se a pessoa tiver dinheiro para custear todo o tratamento.

Do contrário o que o senso comum diz a cirurgia de adequação genital não muda o gênero. Como sempre diz Daniela Andrade, mulher transexual e ativista do movimento T no Brasil, “ninguém deita em uma mesa de cirurgia homem e levanta de lá mulher, assim como ninguém deita mulher e levanta homem” existe todo um trabalho que antecede essa cirurgia, incluindo uma equipe multidisciplinar de pessoas cisgêneras que vai “julgar” se você pode ou não ir para uma fila de espera (aproximadamente 10 anos). Existe um protocolo transexualizador, além de uma hormonização compulsória que as pessoas transexuais passam para poder ter o aval da equipe multidisciplinar.

Assim cada pessoa adota uma expressão de gênero correspondente ao que se identificam, mulheres transexuais reivindicam o direito de serem tratadas como qualquer outra mulher, com os deveres e direitos que lhe são reservados, assim como os homens transexuais também adotam uma expressão de gênero masculino e reivindicam nome e tratamento conforme sua identidade de gênero.

Para essas pessoas, a necessidade de viver de forma completa como se sentem interiormente é prioritária. Por isso a necessidade de um novo nome, usar o banheiro adequado ao gênero, trabalho, aceitação social e a cirurgia de transgenitalização. Algumas pessoas optam por não fazer essa cirurgia.  

Outra nuance do ser humano é a travestilidade. Como bem definiu Jaqueline Gomes de Jesus, “entende-se, nesta perspectiva, que são travestis as pessoas que vivenciam papéis de gênero feminino, mas não se reconhecem como homens ou como mulheres, mas como membros de um terceiro gênero ou de um não-gênero.”

Para esse grupo, é imprescindível o tratamento no feminino. É considerado um insulto tratar uma travesti no masculino. Não se trata de homens travestidos, mas sim de uma figura feminina, que não é homem e nem mulher. Por isso enfrentam tanta dificuldade de adentrar no mercado de trabalho, muitas empresas são discriminatórias, preferem não associar sua imagem a esse ser, inusitado, uma incógnita, um terceiro sexo.

Dada a situação social de uma travesti, visto que muitas saem cedo da escola sem terminar os estudos por conta de sua condição, o abandono da família e dos amigos, muitas recorrem a prostituição como única fonte de sustento. Isso não quer dizer que toda travesti é uma profissional do sexo.

A grande dificuldade do homem é entender que a transexualidade e a travestilidade é mais uma forma de ser e de se manifestar do ser humano. Por isso ele marginaliza e o trata de forma tão excluída pessoas que pertençam a esse grupo. Para deixar o preconceito de lado é preciso humanizar-se.

*Brenda Oliveira estudante do curso de Psicologia e pesquisadora sobre sexualidade e transgêneros. 

VAI UMA VACINAÇÃO CONTRA GRIPE AÍ?

912444-agencia brasil_dia d_vacinação contra a gripe_mcam-1Hoje, dia 4, inicia a Campanha de Vacinação Contra a Gripe. Serão vacinados crianças de 6 meses, menores de 5 anos, idosos, indígenas, trabalhadores da saúde, mulheres de 45 anos após parto, gestantes, presos e funcionários do sistema prisional. E os pacientes que participam do controle de doenças crônica do Sistema Único de Saúde (SUS) podem, sem prescrição médica, se dirigir aos postos de saúde onde estão cadastrados.

Serão usadas 54 milhões de doses para imunizar 49,8 milhões de pessoas. O governo tem como objetivo atingir o público-alvo de 80% o que corresponde 39,7 milhões de pessoas.

O Dia D da Mobilização Nacional será no dia 9 de maio, portanto as pessoas que não podem se vacinar durante a semana podem usar o dia da campanha para serem vacinadas.

O ponto estratégico da campanha é imunizar as pessoas antes do início do inverno, já que os anticorpos contra a gripe são criados três semanas depois da vacinação.  

MINISTRO DA SAÚDE AFIRMOU QUE O SUS DEVE ENFRENTAR A OBESIDADE E AS DOENÇAS CRÔNICAS

1fdd2401-0bf0-47e5-87c4-4ab8d7130c06Dados mostram que 51% dos brasileiros estão acima do peso normal, o Brasil é o quinto país em números de acidentes de trânsito e 74% dos óbitos registrados no país são decorrentes de doenças crônicas. Além do rápido processo de envelhecimento da população. Um quadro que merece profunda meditação e ação por parte dos governos federal, estadual e municipal.

Pois é o que o Ministério da Saúde se propõe como política de ação contra as causas contornáveis das doenças e mortes. É o que o Sistema único de Saúde (SUS) vai se engajar. Para o ministro da Saúde Arthur Chioro é necessário avaliar os impactos das mudanças demográficas na saúde pública e suplementar.

“Ou tomamos decisões corretas agora ou seremos engolidos. Se juntarmos esforços, vamos conseguir avançar significativamente”, disse o ministro.

“PROGRAMA MAIS MÉDICOS: PERSPECTIVAS E OPINIÕES”, O DESESPERO E A INVEJA DAS DIREITAS

image_largeNo último dia 11, o Departamento de Medicina Preventiva da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), com apoio da Organização Pan-Americana da Saúde, realizou o simpósio Programa Mais Médicos: Perspectivas e Opiniões com o objetivo de discutir com os usuários do sistema público, estudantes, médicos, agentes comunitários de saúde, gestores municipais os avanços, desafios e as perspectivas a curto, médio e longo prazo o programa federal que atualmente atende mais de 50 milhões de pessoas em 3.785 municípios e 34 Distritos Sanitários Indígenas, através do trabalho de 14,462 médicos.

O resultado do simpósio foi o que todo democrata brasileiro esperava: a confirmação de que o Programa Mais Médicos tem eficácia, é necessário e, portanto, deve continuar. Principalmente pela relação solidária e comprometida criada entre os médicos e os moradores das comunidades. Um respeito e confiança mútua necessária para a realização do trabalho de saúde e combate as enfermidades.

Um resultado, como é óbvio, que não interessa as direitas que desde sua elaboração foi contra e tudo fez para que ele não se concretizasse. Só que nas eleições presidenciais seu candidato maior, Aécio Cunha, afirmou que iria continuar com ele caso fosse eleito. Mas como a maioria do povo brasileiro, inteligentemente, não quis, o acaso não se materializou. Diante da razão esse tipo de acaso não se atualiza como real.

A comprovação do resultado saiu dos testemunhos dados pelos que participaram do simpósio, pessoas que saíram de diversas partes do Brasil como dona Edite Rodrigues, moradora de São Francisco do Guaporé, na fronteira do estado de Rondônia com a Bolívia. De acordo com dona Edite, “médico era coisa difícil”.

“Hoje, o médico vai na comunidade, vai visitar, ver criança nascer, atender criança de baixo peso. A gente consegue consulta até para micose, e conversa om ele como se fosse amigo. Antes não, ele era uma autoridade máxima”, analisou dona Edite.

Iraci Vera dos Santos, agente de saúde, também de São Francisco do Guaporé, reafirma o que analisou dona Edite.

“É difícil andar sozinho, fazer nosso trabalho sozinho. E a consulta era super-rápida, porque o médico não tinha tempo para nada. Agora é possível acompanhar as famílias diariamente. Gestantes, diabéticos, crianças idosos. Hoje acompanhamos hipertensos, acamados. Como é difícil levar para o postinho quem não pode andar! Por isso, a população estar adorando. A gente organiza o mês. Não é fácil, mas estamos avançando” disse Iraci.

Dona Nilza de Souza, do distrito de Albuquerque, da zona rural de Corumbá, Mato Grosso, também testemunha de forma similar.

“Temos médico todo dia, e não mais uma vez por semana. Antes, quando a gente ia ao posto, não sabia se ia ser atendido. Minha mãe é cadeirante, o médico vai atender em casa. Agora temos duas pessoas em uma: um médico e um amigo. Então, só tenho a agradecer”, observou dona Nilza.

Morador, também, de Albuquerque, e agente comunitário desde 2005, Joilson dos Santos, reafirma que antigamente era impossível tecer laços entre o médico e os moradores.

“Não tinha como criar vínculos. Faltava médico, ninguém queria vir para cá, na zona rural, a 70 quilômetros”, testemunhou o agente comunitário.

E as comparações com o que ocorria antes da chegada do Mais Médicos continuam com a agente de saúde, Maria do Carmo Santos Pereira, do município de Nossa Senhora das Dores, semiárido de Sergipe, 72 quilômetros de Aracaju.

“Antes, eles chegavam ao posto 9h, 9n30, e queria ir embora ao meio-dia. Hoje, o médico vai às casas porque tem que conhecer as famílias. Acorda às 5h para ir para zona rural, muito distante de tudo. A gente chega às 6h30 para a ginástica das idosas. Todas estão felizes, vaidosas. Fizeram até desfile. Secaram o cabelo, fizeram maquiagem. Foi muito bonito mesmo. Espero que os médicos fiquem por muito tempo. Pelo menos até eu me aposentar”, disse sorrindo Maria do Carmo.

Aos 88 anos, a sertaneja sergipana Maria da Graça Lima, tem a lucidez suficiente para analisar a revolução que vem ocorrendo com o Programa Mais Médico.

“Foi Deus que colocou o doutor Rodolfo aqui. Ele vai na casa do povo. Visita todo mundo, recebe a gente bem. Eu vivia doente da ‘perna’ não conseguia nem abaixar, apanhar nada no chão. Mas graça a Deus, e os remédios do doutor, estou muito satisfeita. Não sei como vamos ficar se um dia ele se for”, falou do alto de seus 88 anos dona Maria da Graça Lima.

E assim seguiram outros testemunhos tanto de usuários como também de médicos. Todos foram unânimes em mostrar a criação dos laços solidários entre os profissionais e as comunidades. Uma gratificante e humana necessidade que deve ir além da aposentadoria de dona Maria do Carmo. Como, também, além do temor de dona Maria da Graça, que diz não saber como irá ficar se o doutor for embora.

Para quem já viveu tantas privações, o temor é comum, embora não fosse necessário. Mas, ao observar o engajamento dos governos populares Lula e Dilma, esse temor não deve ser motivo ou de ansiedade ou angústia. O Programa Mais Médico foi instituído para a possibilidade da saúde e a prevenção contra as doenças.

DILMA FAZ EXAME DE ROTINA E “SUA SAÚDE ESTÁ ÓTIMA”, DIZ MÉDICO. DIANTE DO DIAGNÓSTICO AS DIREITAS SE RASGAM DE ÓDIO

1f304f2d-8729-447f-9f02-d7b9be7a2453Toda pessoa infeliz pretende o mundo infeliz. Toda pessoa inútil pretende o mundo inútil. Toda pessoa invejosa pretende o bem que outro tem. Toda pessoa vingativa tem o mundo como responsável pela sua dor. Cabem todos esses aforismos às direitas. Elas, que são as maiores produtoras das dores do mundo, se tomam como as mais puras e merecedoras de todos os bens da terra. Logo elas, eternas parasitas cujas riquezas-maléficas saem do extermínio dos trabalhadores.

Há doze anos as direitas estão sofrendo despudoradamente no Brasil. Cada segundo é um eterno sofrimento. Elas deitam (mas não dormem) e levantam imaginando o sofrimento do povo brasileiro através de uma possível infelicidade de Lula e Dilma. Como a história também é gozadora, os dois lhes aplicaram uma senhora ilusão: ficaram doentes. Doentes elas comemoraram. Mas foi vitória de Pirro. Lula e Dilma voltaram as suas vidas saudáveis. E elas afundaram mais ainda em seus afetos tristes inveja e vingança.

Ontem, 12, Dilma foi ao Hospital Sírio-Libanês realizar exame de rotina. Elas foram ao delírio acreditando que o diagnóstico mostraria elementos de euforia maldosa. Resultado: suas dores continuaram.

“Ela está ótima, melhor do que eu!”, afirmou o cardiologista Roberto Kalil.

Se o doutor pudesse examinar as direitas, certamente diagnosticaria.

“Elas estão péssimas, pior do que elas mesmas!”.

CANABIDIOL É RECLASSIFICADO COMO MEDICAMENTO CONTROLADO E NÃO PROIBIDO, DECIDE ANVISA POR UNANIMIDADE. VITÓRIA DOS QUE LUTARAM POR PRECISAR

943552-canabidiol_anvisa-3Relacionado com maconha, o canabidiol foi durante muitos anos, proibido como uso medicamentoso para tratamento de epilepsias e outras enfermidades graves. Por essa ignorância, na verdade, estupidez-científica-moral, também conhecida como hipocrisia, várias pessoas têm sofrido com essas doenças e, consequentemente, seus parentes. Como é o caso de Katiele Bortoli, mãe de Anny Fisher que sofre de epilepsia grave e é acometida de intensas convulsões quando não toma canabidiol. Em outro artigo esse Blog Afinsophia, já mostrou sua luta para conseguir o medicamento juntamente com seu marido Norberto Fisher.

O casal preocupado com os casos que necessitam de tratamento com o medicamento, na época, proibido, iniciou uma campanha nacional para que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) reclassificasse o medicamento. Desta forma, várias famílias passaram a participar do movimento até pessoas que não têm parentes acometidos da enfermidade chegando a milhares de assinaturas.

943551-canabidiol_anvisa-2

Hoje, dia 14 de janeiro (aniversário do Bairro Praça 14 de Janeiro, em Manaus), a Anvisa reuniu sua diretoria e por unanimidade reclassificou o medicamento. O que significa que canabidiol não é mais considerado uma substância proibida, mas um medicamento de uso controlado. O que resulta em uma verdadeira realidade. A ignorância em sua forma de estupidez-cientifica-moral desapareceu, por não ser real, mas simplesmente paranoia-preconceituosa, para dá lugar à realidade-científica-ética.

Por essa decisão democraticamente-justa, os familiares estão felizes por poderão sentir a melhora de seus parentes e se alegrarem como os sorrisos vitalmente comprometidos deles, já que essa é uma das funções da ciência-democrática.

Falando sobre a decisão-humana, Katiele, afirmou que a “reclassificação dá esperança”.

“Você não tem ideia do que se passa no coração de alguém desesperanço. Essa reclassificação dá esperança, dá alívio, dá sensação de que existe uma luz. Dá esperança de qualidade de vida”, disse a mãe que tanto sofreu com a ignorância dos estúpidos-sádicos.

Já para Norberto, pai de Anny, não se deve mais ter dívidas quanto a eficácia do uso médico de canabidiol e reclassificação não teve nenhum efeito político, mas sim de apelo social.

“A decisão demonstra que o Brasil atingiu maturidade para debater e discutir a reclassificação do uso medicinal da cannabis”, afirmou o pai satisfeito com a decisão científica-democrática.

Para o pai de Lorenzo, que sofre de epilepsia refratária, Júlio Américo Neto, a liberação do canabidiol sofreu problemas por sua vinculação com a maconha e que agora, a reclassificação abre portas para pesquisas e seus avanços.

“A reclassificação é um passo importante. A Anvisa está dando uma contribuição histórica para aliviar o sofrimento de milhares de pacientes com enfermidades tratáveis com a cannabis”, opinou o pai alegre. 

canabidiolPor sua vez, a Anvisa afirmou que não existe relato de dependência do uso de canabidiol e que a própria literatura médica constata que a substância auxilia no tratamento da epilepsia. Ela afirmou também, que o governo federal já recebeu 374 pedidos de importação para uso pessoal, sendo que 336 já foram autorizados, 20 aguardam autorização e 11 estão sendo avaliados pela área técnica.

Enquanto isso, o presidente do Uruguai, Mujica, liberou o uso da maconha para consumo e plantação. É certo que no país do engajado escritor Eduardo Galeano, o caso a maconha é analisada e considerada historicamente através de um sentido ontológico singular.

NO DIA MUNDIAL DE LUTA CONTRA A AIDS SECRETÁRIO-GERAL DA ONU PEDE AOS LÍDERES DO MUNDO QUE ATÉ 2030 A AIDS TENHA ACABADO

938776-_tng3381

O Dia Mundial de Luta Contra a Aids, comemorado ontem dia 1°, teve como compromisso o pedido do secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, aos líderes mundiais para que eles se envolvam no combate a aids para que ela esteja debelada até o ano de 2030.

Em sua mensagem ele agradeceu todos que estão envolvidos no combate a enfermidade que para ele, comparado com vírus do ebola, o legado da aids, já é visível. Ele disse também, que embora já “haja um luz no fim do túnel”, os sistemas médicos por si só não são suficientes, por isso pediu mais apoio para combater a enfermidade.

“Apelo aos líderes mundiais para se reunirem nessa causa comum. Há uma luz no fim do túnel. Estabelecemos uma meta concreta. Vamos todos acabar com aids até 2030. Estou satisfeito e orgulho pelo caminho certo no combate a doença.

Quase 14 milhões de pessoas em todo mundo estão recebendo tratamento contra aids. Conseguimos reduzir novas infecções em 38%, desde 2001. Existem 35 milhões de pessoas vivendo com o Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV) hoje e, dia e cerca de 19 milhões delas não têm conhecimento de que contraíram o vírus.

Existem lacunas importantes na nossa resposta a grupos-chave. Duas em cada três crianças necessitam de tratamento e não dispõem dele. As mulheres jovens são particularmente vulneráveis em muitos países com prevalência alta de HIV. A epidemia da aids está aumentando no Leste da Europa, na Ásia Central e no Oriente Médio, alimentada pelo estigma, a discriminação e as leis punitivas.

Ainda assim, o trabalho essencial dos sistemas de comunidade e organizações de apoio muitas vezes não dispõe de apoio. Não podemos deixar ninguém para trás”, afirmou o secretário-geral ad ONU.  

OS JOVENS DEVEM SER O PÚBLICO-ALVO PARA O COMBATE DA AIDS, DIZ DIRETORA DO PROGRAMA CONJUNTO DA ONU SOBRE HIV

938784-_tng3572A diretora do Programa Conjunto da Organização das Nações Unidas sobre o Combate HIV/Aids (Unaisd), Georgina Braga-Orillard, afirmou que para combater a aids no Brasil a estratégia deve ter como público-alvo os jovens. Para ela os jovens devem agir de forma responsável com sua sexualidade. E a sociedade deve deixar de lado a hipocrisia de a conversa sobre sexo incentiva à vida sexual precoce. A cultura do teste rápido também é uma estratégia eficaz, já que leva o jovem a manter um habito de fazer o teste e não mais esperando para fazê-lo depois de uma experiência de risco.

“O jovem de hoje não viu a epidemia de 30 anos atrás. As mensagens têm que ser adaptadas, não somente à faixa etária, mas às diferenças da sociedade de hoje.

Tive a oportunidade de, recentemente, conversar com vários jovens que se infectaram neste último ano. A sensação é que eles não achavam que o problema era com eles. Não se achavam vulneráveis e não achavam que tinham ficado expostos.

Passei quinze anos fora do Brasil. Voltei ano passado e me assustei a não ver mais aids nos jornais. Fala-se muito da parte clínica, dos avanços. Mas a aids não tem mais rosto. E essa personificação da mensagem é importante. As pessoas estão cada vez menos confortáveis para conversar sobre sua sexualidade e isso pode gerar grandes consequências”, analisou Georgina Braga-Orillard.

MINISTÉRIO DA SAÚDE LANÇA A CAMPANHA “RACISMO FAZ MAL À SAÚDE. DENUNCIE”

938010-racismo_saude_sdh_-2

“Os profissionais de saúde não acreditam na dor que a gente sente. Acham que é exagero. O que queremos é ser respeitados enquanto seres humanos que somos”, denunciou Maria Renó, paciente com a enfermidade falciforme que causa intensa dor. Marai Renó sempre enfrenta discriminação por parte de médicos quando procura uma unidade do Serviço Único de Saúde (SUS).

Essa é só mais uma denúncia contra a posição racista de muito médicos quando vão atender pacientes negros. Há um número grande desse tipo de profissional que alienado de sua profissão como representação social, atua como mero corpus-imóvel na relação de simpatia e empatia com os enfermos. O Brasil teve uma demonstração clara dessa realidade agora no período eleitoral quando alguns desses profissionais mostraram o quanto estão estupidizados ao projetarem suas frustrações na candidata Dilma. São bloqueados-políticos que não conseguem a realização desses afetos humanos, simpatia e empatia, fundamentais no trato médico-paciente.

Diante dessa cruel realidade, que deveria ter sido observada pela faculdade de medicina por onde passaram esses alienados-profissionais para impedi-los de fazerem uso do discurso médico, a autoridade-médica promulgada, o Ministério da Saúde decidiu lançar a campanha nacional Racismo Faz Mal à Saúde. Denuncie”. A campanha que começou ontem, dia 25, vai até o dia 30 de novembro quando serão distribuídos em todas as unidades de saúde aos profissionais e pacientes 260 mil cartazes e 260 mil folders. Para denunciar basta ligar o Disque Saúde 136.

O Ministério da Saúde vem mostrando através de estudos, que há uma gritante diferença de tratamento entre a paciente branca e a negra. Por exemplo, na questão do parto. Enquanto 46,2% mulheres brancas tiveram acompanhamento no parto, só 27% das mulheres negras tiveram esse acompanhamento. Sobre a importância do aleitamento materno, 77% das brancas tiveram orientação, 62,5% das mulheres negras tiveram essa orientação. Quanto a mortalidade maternal infantil, 60% das mortes maternas atingem as mulheres negras e 34% as mulheres brancas. O estudo mostra ainda, que as crianças que morrem na primeira semana de vida, 47% são crianças negras, enquanto 36% são brancas.

“Dados importantes mostram como a desigualdade e o preconceito produzem mais doenças, mais mortes, mais sofrimento. O que mais pode justificar essa diferença no atendimento a brancos e negros no SUS que não seja o preconceito e o racismo institucional.

Não podemos tolerar o preconceito ou nenhuma forma de racismo na saúde”, disse o ministro da Saúde, Arthur Chioro.

PROGRAMA MAIS MÉDICOS TEM SEGURANÇA JURÍDICA, DIZ MINISTÉRO DA SAÚDE

ms-mais-medicos

Depois que Ministério Público Federa (MPF) pediu que o governo federal pague diretamente aos médicos cubanos que prestam serviço no Programa Mais Médicos, o Ministério da Saúde divulgou nota afirmando que o programa tem toda a segurança jurídica. O programa foi aprovado pelo Congresso Nacional e o pagamento dos profissionais é feito através da intermediação da Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS) e o governo de Cuba.

“No caso de acordo de cooperação com a Opas, braço da Organização Mundial de Saúde (OMS) na América Latina, cabe ressaltar que não irregularidade no acordo firmado pelo governo federal, que cumpre todas as regras estabelecidas para este tipo de cooperação”, diz parte da nota.

DILMA VISITA UNIDADE DE SAÚDE, QUE MODIFICOU ATENDIMENTO, A PARTIR DO PROGRAMA MAIS MÉDICOS

Dilma durante visita unidade de saúde em Guarulhos.

A presidenta Dilma Vana Rousseff, candidata a reeleição à Presidência da República, visitou a Unidade Básica de Saúde, em Guarulhos, município de São Paulo, e falou sobre as mudanças que ocorreram com a introdução dos profissionais de saúde ligados ao Programa Mais Médicos.

Durante o momento em que esteve na unidade, à presidenta foi grandemente aplaudida pelos presentes que acompanhavam a visita. Dilma falou que a unidade, durante oito meses, funcionou com apenas um médico, mas que agora tem dois médicos cubanos, um médico do Programa de Valorização Profissional da Atenção Básica e três concursados pela prefeitura de Guarulhos.

“Esta é uma unidade bastante efetiva, que trouxe melhoria significativa do atendimento na segunda maior cidade de São Paulo. A solução foi muito rápida para o problema do médico da atenção básica.

 Pelo Programa Mais Médicos, como vocês sabem concluímos ao atendimento de 100% da demanda pedida pelo 3.800 municípios. Hoje há uma cobertura de saúde para 50 milhões de brasileiros melhor do que havia antes. Porque o que estamos fazendo não é dividir, é juntar esforços no sentido de resolver o problema do atendimento à saúde da população.

Muita gente pensa que este programa foi feito para atender as regiões mais isoladas desse país, as mais distantes. Sem dúvida nenhuma fizemos o Mais Médicos para atender essas regiões, mas a principal demanda pelos médicos vem das cidades mais populosas do país. São Paulo é a cidade que mais demandou médicos”, falou Dilma.

E as direitas são contra o Programa Mais Médicos e querem ganhar as eleições.

“AÉCIO É CONTRA O MAIS MÉDICOS”, AFIRMA DILMA

A inveja sempre foi o afeto triste que imobiliza as direitas. Seja no Brasil ou em outros países onde predomina a subjetividade perversa do solipsismo capitalista. Então, não preocupa ninguém que a inteligência e a ética como suas faculdades de orientação e transformação no mundo.

Por isso, ninguém precisa de qualquer esforço para saber que todas as políticas sociais criadas pelos governos populares do ex-presidente Lula e a atual presidenta Dilma, são objetos e invejas das direitas. E como objetos de invejas, são atacados de forma irracional, já que o invejoso não passou do primeiro grau de conhecimento, como afirma o filósofo holandês, Spinoza.

Daí que indagada por uma jovem sobre a posição do candidato das direitas, a ralé-burguesa, Aécio, sobre o Programa Mais Médicos, a presidenta respondeu movida pela sinceridade que lhe peculiar que ele é contra o programa.

“Para nós, as críticas feitas pelo senador não significam uma sugestão para a melhoria do programa.

Na verdade, essas críticas demonstram simplesmente que o senador é contra o Mais Médicos, aliás como foi a posição do seu partido, ao longo de todo processo de aprovação”, sentenciou Dilma.

O Programa Mais Médicos já atendeu mais de 50 milhões de pessoas e é aprovado por todos os que o conhecem e já fizeram uso de suas intervenções. Ser contra o programa é ser contra milhões de brasileiros. E é uma posição perigosa para o país.

Mas há um enunciado promovido pelas direitas, por causa das eleições, a ser interpretado. Elas começaram a conceituar os programas dos governos Lula e Dilma como importantes, porque elas sabem que são programas que beneficiam milhões de eleitores. E como o povo brasileiro não é ignorante, e sabe que esses programas são para seus benefícios, ele não se deixa seduzir por palavras. Palavras. Posto que quando essas direitas estiveram no poder não realizaram qualquer política social que beneficiasse essa população.

O PROGRAMA MAIS MÉDICOS, QUE OS MÉDICOS-BURGUESES ODEIAM E INVEJAM, JÁ ATENDEU MAIS DE 50 MILHÕES DE PESSOAS

921527-dilma_hospital_tng8196

É muito simples de entender, mas, para os médicos-burgueses, é impossível entender e aceitar. A meta projetada pelo governo federal para o Programa Mais Médicos, até esse momento, era atender 46 milhões de pessoas. Mais qual o quê. O Programa Mais Médicos não atingiu a meta. Ultrapassou! Atendeu mais de 50 milhões de pessoas.

Uma demonstração racional e solidária de que coexistência requer vivência-humana. E a essencialidade humana é uma dimensão ontológica que nem todos atingem. Os médicos-burgueses e todas as facetas das direitas não podem tingir essa dimensão dado ao fator solipsista em que estão encerradas. O exterior como objetividade do outro não existe para elas.

Para elas, o outro como enfermo não existe. Ainda mais, quando o enfermo é alguém da classe pobre que não tem dinheiro para pagar um plano de saúde, que alimenta a ambição-patológica dos profissionais analfabetos, e precisa do Estado com suas instituições funcionando. Ao contrário das direitas, que detentoras de poder econômico, não precisam do Estado. Suas riquezas lhes conferem o que necessitam.

Por isso, elas quando comentam a existência dos pobres é através de um ato abstrato de suas próprias consciências-idealizadas que não foram produzidas por experiências concretas saídas da relação com a matéria, já que não podem atingir a objetividade. Com essas consciências-idealizadas que se iludem com suas abstrações não podem atingir o pobre, visto que compreender o sofrimento do outro é da ordem da aprendizagem, como diz o filósofo da Vida-Ativa, Nietzsche. As direitas são estúpidas demais para entenderem o real. Principalmente quando o real comporta as classes pobres que ela não conhece por sua ignorância. Elas confundem o real com suas abstrações de poder e riquezas.

São 3.819 municípios em que contam com a vocação, a inteligência e denodo dos profissionais do Mais Médicos. Nestes municípios atuam 14.452 médicos brasileiros e estrangeiros. E mais, de acordo com pesquisa divulgada pelo Ministério da Saúde, houve uma diminuição de 21% no número de encaminhamentos a hospitais depois que o Mais Médicos começou a atuar.

Uma parte dessa realidade foi apresenta ao público pela presidenta Dilma Vana Rousseff.

“O Mais Médicos é uma das nossas ações que aumenta a capacidade de atendimento do SUS. Muitas cidades não tinham sequer um médico. A pessoa que precisasse de atendimento tinha que se deslocar para outra cidade, às vezes a dezenas e dezenas de quilômetros de distância – de carro, de ônibus e até mesmo de barco, algumas iam a pé.

Quando a gente trata o problema da saúde lá na base, lá no posto de saúde do bairro, a gente trata as doenças no início. Assim, você consegue controla-las e até curá-las. E isso desafoga os hospitais e os serviços de urgência. Com o Mais Médico, conseguimos reduzir 21% o número de encaminhamento aos hospitais. Os centros mais especializados de saúde estão cada vez mais atendendo apenas os casos mais graves.

Uma coisa importante é que a maior parte dessas vagas está também sendo criada em cidades do interior. Essa é uma estratégia fundamental para fixar os médicos na própria região onde são formados. Isso faz parte do nosso esforço de descentralizar a graduação e a especialização de médicos, que antes só se formavam nos grandes centros urbanos, em especial na região Sul e Sudeste”. Analisou Dilma.

Essa realidade mostra fatos que arrocham as consciências-abstrata das direitas.


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.240.814 hits

Páginas

maio 2021
D S T Q Q S S
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Arquivos