Archive for the 'Serviço Público' Category

MAIS 5 MIL PROFESSORES DE MANAUS REALIZAM MANIFESTAÇÃO CONTRA O PREFEITO ARTHUR NETO (PSDB) EXIGINDO PAGAMENTO DO FUNDEB E TRANSPARÊNCIA

Produção Afinsophia.

Os professores do município de Manaus que participam do Movimento Todos Pelo FUNDEB (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação, criado pela Emenda Constitucional n° 53.2006 e regulamentado pela Lei n° 11.494/2007 e pelo Decreto n° 6.253/2007 criado no governo Lula) realizaram hoje, dia 22, pela manhã, mais uma manifestação contra a posição do prefeito Arthur Neto, do PSDB, que descumpre suas obrigações em relação à Educação. A manifestação foi uma paralisação geral durante todo o dia englobando os três turnos.

Foram mais de 5 mil professores que embaixo de forte chuva sustentaram duas pautas reivindicatórias na manifestação. Uma, o pagamento do FUNDEB relativo ao ano de 2016. Duas, a transparência quanto ao uso da verba. O prefeito não pagou os professores como também não explicou para onde foi o dinheiro. Ou se o dinheiro foi gasto em outras instâncias da prefeitura. Como até as pedras que rolam sabem, por isso não criam limo, o FUNDEB é uma verba federal destinada exclusivamente aos professores. Um direito da categoria. Porém, até hoje os professores estão suprimidos desta verba.

As gestões do PSDB, em relação à Educação, já são conhecidas do povo brasileiro: inoperância, arrogância e violência policial. Dois breves exemplos: Curitiba, com o governador do estado do Paraná Beto Richa, acusado de corrupção; e São Paulo, com o desgovernador Geraldo Alckmin, vulgo Santo, na Lava Jato, da Odebrecht. Apanhando essa linha partidária, Arthur segue o mesmo destino, segundo os professores.

Em uma reunião passada, o prefeito, junto com sua secretária de Educação(que segundo os professores os chamou de criminosos), diante de alguns professores, desenrolou um terço (místico-mítico) de elogios às suas administrações. Coisa de primeiro mundo. Arthur chegou a afirmar que um dos seus empreendimentos frente à prefeitura se tornara modelo internacional. Em seu intermezzo ufanista, em um quadro edipiano-psicanalítico, acusava os professores de não fazerem as mesmas exigências ao governo estadual. Governo que ele se opôs ao se tornar cabo eleitoral do candidato Amazonino Mendes, outro que desconhece que educação é um caso de política.

Porém, seu terço não afirmou nada de concreto em relação às reivindicações dos professores. Chegou a afirmar que o movimento era composto por uma minoria. O que levou os professores a duas inferências. Ou ele acredita que a maioria dos professores está satisfeita com sua gestão, ou que essa maioria é estupidamente analfabeta política que não conhece nem o valor de seu salário e muito menos os preços das mercadorias.

O certo mesmo, é que Arthur não respondeu as interrogações dos professores. O que vem causando desconfiança em alguns professores que já andam comentando que o fato tem alguma relação com a candidatura de seu filho Arthur Bisneto para lhe suceder na prefeitura. Bisneto é deputado federal, eleito com ajuda fortíssima do pai, e, como o pai, se posicionou pelo golpe. No momento encontra-se afastado da Câmara Federal e ocupa o cargo de chefe da Casa Civil Municipal. Para esses professores, já é uma jogada preparatória para sua candidatura.

O certo mesmo é que Arthur prometeu atender os professores pela parte da manhã, mas não cumpriu o prometido. Então, os professores em uma assembleia, decidiram que de acordo com os andamentos das negociações eles irão novamente parar ou no dia 27 ou 28. Os professores afirmaram também que irão se reunir com as comunidades e apresentar o caso para que os pais, principalmente, entendam como se encontra a chamada educação em Manaus.

MANAUS: “QUE MORRA”, DISSE EX-PREFEITO AMAZONINO PARA UMA PARAENSE DESABRIGADA PELA CHUVA. COM TUCANO ARTHUR NETO, DESEJO DE AMAZONINO PERMANECE ATUAL

Várias vias ficaram alagadas  (Foto: Divulgação/Manaustrans)

O prefeito tucano de Manaus, Arthur Neto, aquele que ameaçou surrar o presidente Luís Inácio Lula da Silva, das listas de propinas e das campanhas eleitorais milionárias tem o descomando da cidade pela terceira vez.

Nos dois últimos mandatos do prefeito não observamos nenhuma melhoria na infraestrutura  da cidade para beneficiar o povo.

As ruas da cidade se transformaram em grandes buracos; não se construiram creches e nem escolas prometidas em campanha eleitoral.

A insegurança, a violência, o desemprego, rebeliões em penitenciárias e decapitações marcam a vida de familiares e de todos os que não admitem esse fatos como normais.

Por trás de tudo isso há responsabilidades políticas. Os governadores e todos os agentes políticos amazonenses são responsáveis por tudo que os habitantes de Manaus sofrem.

A cada chuva torrencial que cai sobre a cidade a população entra em pânico porque o fenômeno natural provoca deslizamentos e alagações em vários bairros da cidade com famílias de trabalhadores perdendo carros, geladeiras, fogões, colchões, eletrodomésticos fruto de trabalho árduo para perda repentina devido a irresponsabilidade do poder público, neste caso, do prefeito da cidade, que durante a campanha de reeleição se encontrava hospedado num luxuoso hotel desta cidade.

Outro grave problema enfrentado pela população é o péssimo sistema de transporte coletivo da cidade. Não há no Brasil uma cidade que mais tenha convivido com greves no sistema de transporte coletivo do que Manaus. Na última greve os rodoviários desafiaram o Tribunal do Trabalho e a própria prefeitura que pediram para que  greve não fosse deflagrada.

A prefeitura de Manaus é a responsável pelo sistema, mas quem manda é o SINETRAN. Nestes últimos cinco anos da administração do tucano Artur Neto nada foi feito para melhorar o serviço. Não se renovou a frota. Aproveitou as paradas do antigo expresso da administração de Alfredo Nascimento para implantar a linha azul que deu a maior confusão durante a última campanha eleitoral.

O sistema de transporte é subsidiado pelo Governo do Estado e pela prefeitura Manaus. Nestes últimos três anos reajustes  foram concedidos, mas derrubados por decisão judicial. E quanto a justiça impedia esses reajustes, economicamente o Brasil e a população tinha trabalho e salário. Hoje há desemprego e falta de salário. Como se vai pagar uma passagem mais cara se não há dinheiro em poder do povo?

O titular, o tucano Artur Neto neste momento em viagem para a Colômbia onde foi ver o sistema de transporte coletivo de Bogotá que é semelhante ao de Curitiba não está na cidade tratando do reajuste que será concedido por solicitação dos empresários. A população até este momento,  não sabe qual será o valor. Isso tudo, demonstra a fragilidade de uma administração pública comandada por um tucano, cujo partido tem pretensões, sonhos, delírios de dirigir o país. Nessa inconsequente situação o que está combinado com os empresários é que a meia passagem dos estudantes permanecerá R$ 1,50 fato negociado com o prefeito em exercício do PMDB, Marcos Rota.

A viagem do tucano à Colômbia não tem nenhum significado. O único significado é a gastança de dinheiro que uma viagem dessa exige. Passagens, diárias tudo pago com dinheiro do contribuinte.

Como falamos, o sistema de transporte de Bogotá tem semelhanças com o de Curitiba. Os prefeitos anteriores plagiaram Curitiba mas o projeto não deu certo e nunca dará. As ruas de Curitiba tiveram como alargar para que os tubos e as vias comportassem os ônibus. Aqui, executar esse serviço sairá oneroso para o poder público e para a população. Nesse sentido, a vigem do prefeito e de seus convidados é só um jogo de cena, de gastança. Enquanto isso, a cidade vive com as constantes ameaças de paralisações dos rodoviários do sistema de transporte coletivo.

Manaus e seu povo não merecem sofrer. É uma cidade com alta concentração de riqueza que investida em benefício das pessoas não as fariam passar vexames e incertezas.

ENTIDADES DE DIREITOS HUMANOS, SINDICATOS E MOVIMENTOS SOCIAS CONDENAM A TRUCULÊNCIA DA PM DE ALCKMIN CONTRA ESTUDANTES

O fato já é comum, embora tenha tido da sociedade racional profunda contestação. Sempre que estudantes se reúnem para manifestarem insatisfação contra alguma decisão dos governos que lhes atingem de forma negativa, logo aparece a reação (de força pétrea psicológica reacionária) em forma de violência provocada pela polícia desses governos.

A população brasileira mais uma vez presenciou, ou teve notícia, da truculência da Polícia Militar do governo Alckmin, do PSDB, partido da burguesia-ignara, contra estudantes que realizavam manifestações na Avenida Paulista contestando o aumento da tarifa do transporte público que passou de R$ 3,50 para R$3,80.

O resultado da truculência policial deixou dezenas de jovens feridos por estilhaços de bombas, balas de borracha e cassetetes. De acordo com o Movimento Passe Livre (MPL) foram 20 estudantes feridos.

Foi mais um déjà vu policial, expressão de como os governos do PSDB não sabem trata com temas relativos à educação. Dias passados, o mesmo braço repressor de Alckmin usou de violência contra estudantes que protestaram contra o plano de “reorganização” do ensino público que o governado queria impor aos estudantes, seus país e a comunidade.

Em nota a Anistia Internacional condenou a truculência da PM de Alckmin. Ela considerou “muito grave que a Polícia Militar de São Paulo continue reprimindo protestos pacíficos com uso excessivo e desnecessário da força e detenções arbitrárias”.

“A politica aplicada pelo governador de São Paulo de criminalizar os movimentos sociais e reprimir manifestações como a de ontem mostra cada vez mais a face autoritária e repressora de Geraldo Alckmin que não condiz com o Estado Democrático de Direito que vivemos.

Saímos às ruas por não pactuar com mais um aumento abusivo dos transportes públicos, por acreditar no nosso direito em acessar a cidade e entender que esse aumento vai contra isso”, disse Ângela Meyer, presidenta da União Paulista dos Estudantes Secundaristas (UPES).

“É uma violência lamentável, muito ruim que o governo Alckmin siga essa truculência. A policia está cada vez mais equipada para empregar a violência. Agora não pode mais se manifestar? Tem que escolher o que a polícia quer? E o direito de ir e vir? A Constituição foi rasgada pelo governador nesse episódio”, sentenciou Martim de Almeida Sampaio, diretor da Comissão de Direitos Humanos da OAB(SP).

“Esta atitude não condiz com uma sociedade democrática onde é legítimo o direito de manifestação de todo cidadão. Não podemos aceitar a forma covarde e violenta com que o governador Alckmin e os governos do PSDB em outros estados tem agido para reprimir toda e qualquer ação da sociedade civil organizada, seja do movimento sindical durante as greves, dos movimentos sociais e mais recentemente as agressões a alunos, pais e professores contra o fechamento de escolas no estado de São Paulo”, observou , em nota, o Diretório Municipal do Partido dos Trabalhadores de São Paulo.

“Foi um ataque covarde. Mais um ataque covarde contra manifestantes pacíficos”, disse a Central Sindical Conlutas.

Vejam os vídeos que mostram o “carinho” usado pela polícia contra os estudantes. Mas na mídia burguesa, como a Globo, os estudantes são colocados como agressores. Por sua vez, o secretário de Segurança, Alexandre de Moraes, teceu elogios à ação da PM. “Ótima a alteração da estratégia”.

PREVISÕES DA MÃE TRANSVISÃO PARA O ANO DE 2016

images-cms-image-000415351

Embora conhecendo o adágio temporal-sacro de que “o futuro a Deus pertence”, membros dos vetores comunicacionais da Associação Filosofia Itinerante (Afin), Blog Esquizofia e Blog Afinsophia , fizeram uma vista a Casa da Mãe Transvisão com o intuito de pedir a ela que, em sua potência-transcendental, realizasse algumas previsões para o ano de 2016 que já se encontra adentrando no ano de 2015. Ano em que as direitas do Brasil contam minuciosamente os segundos para que encerre seu ciclo, visto que fora um ano em que elas não tiveram qualquer de suas intenções conspiradoras consumadas. Entre elas, depor Dilma e prender Lula, dois expressivos brasileiros por suas originalidades.

Mãe Transvisão, como sempre carinhosa, solícita, meiga e inteligente atendeu os consultantes. Em seu salão nobre, completamente colorido, de um psicodelismo envolvente, enlevado por aromas agradáveis, sonorização fluente, ela, em seu traje singular composto por traços cativantes, envolveu-se com a transcelestidade, transtemporalidade, transhistoricidade e trancedência e realizou seus contatos que nos foram comunicados como formas de previsões.

Como Mãe Transvisão é uma mulher eminentemente politizada, ela começou suas previsões pelo que há de pior no Brasil: as ignóbeis trapaças das direitas golpistas comandadas pelo seu persona non grata, Eduardo Cunha.

Então, leiamos as previsões da infalível Mãe Transvisão.

  • No começo do ano de 2016, Eduardo Cunha conquistará a tríplice coroa: será destituído da presidência da Câmara Federal será cassado e preso.

  • Aécio Cunha vai aumentar mais ainda seu tônus biliar: Dilma continuará seu objeto de desejo inatingível. Continuará tramando, mas vai aos pousos ficando mais isolado que já se encontra. Até os coxinhas lhe abandonarão. E para acabar de vez com sua simulação de honestidade, Janot vai pedir ao Supremo Tribunal Federal (STF) investigação sobre a Lista de Furnas. Esquema de corrupção comandado pelo PSDB sob a orientação do próprio ressentido-compulsivo.

  • Fernando Henrique vai sofrer um grande baque em seu narcisismo já tão anêmico: Dilma vai ter a popularidade de seu governo aumentada.

  • Serra sofrerá investigações e terá seus projeto entreguista do pré-sal totalmente combalido.

  • O senador Agripino Maia vai ser condenado pelos crimes de corrupção e perder o mandato.

  • O vice-presidente Michel Temer, continuará sendo apenas uma figura decorativa no governo Dilma. E sua fama de golpista vai aumentar e nem as mídias aberrantes, suas defensoras, vão conseguir protege-lo.

  • O deputado Jean Wyllys do PSOL vai conseguir maior aderência em suas ideias que serão compartilhadas por grande parte da sociedade brasileira.

  • A deputada Jandira Fegalli do PCdoB vai se tornar a representação-mor das mulheres combativas do mundo indicada por organismos internacionais.

  • Os institutos de pesquisa eleitoral vão sofrer o ano inteiro: terão que divulgar resultados de suas pesquisas para a eleição presidencial de 2018 com Lula disparado na liderança.

  • O deputado racista e homofóbico Bolsonaro será definitivamente condenado por ter ofendido a deputada Maria do Rosário (PT/RG).

  • Fernando Henrique terá um ano doloroso e tenso: as investigações sobre esquema de propina na Petrobrás em seus governos aumentarão de tal forma que nem as mídias, suas protetoras, poderão escamotear as notícias sobre esse esquema de onde se originaram Paulo Roberto Costas e Pedro Borusco, ambos presos pela Operação Lava Jato.

  • Dilma não vai sofrer impeachment, a economia vai voltar a crescer, a maioria dos brasileiros terão suas vidas melhoradas e parte das direitas vai morar na Argentina para apoiar o governo Macri.

  • Lula será indicado ao Prêmio Nobel da Paz e Fernando Henrique será acometido de forte crise de invejite-tremules.

  • Os movimentos sociais e os sindicatos serão mais fortalecidos e terão maiores participações em decisões importantes para a sociedade brasileira.

  • As artes como o cinema, teatro, música, literatura, dança, todas as formas de expressões populares terão maiores investimentos.

  • Os estudantes do ensino público do estado de São Paulo, que mudaram o conceito de educação no estado defendido pelo governador Geraldo Alckmin com seu plano de ‘reorganização’, vão constatar o fim desse plano.

  • O compositor, cantor, escritor, teatrólogo, poeta, articulista Chico Buarque receberá das mãos de um organismo internacional o título de representante-maior da sensibilidade e inteligência frente estupidez-arrogante da burguesia-desvairada.

  • A surpresa das eleições municipais de 2016 será o número de prefeitos eleitos de partidos progressistas, assim como vereadores.

  • Em Manaus, o prefeito que jurou aplicar uma surra em Lula, Arthur Neto, não será reeleito apesar do grande esquema de cooptação de funcionários como cabo eleitorais. Seu pior cabo eleitoral serão os buracos que ele produziu em Manaus como continuação das gestões de prefeitos anteriores como seu amigo Amazonino, ex-prefeitos Serafim e Alfredo. Professores, médicos e outros profissionais lambaios continuarão votando nele, mas não será um número insuficiente para reelegê-lo.

  • Muitos vereadores que usam as igrejas como catapulta para a vereança não serão reeleitos, assim como os chamados novos também.

  • Os principais candidatos que disputarão a prefeito de Manaus serão um de partido progressista e outro, como é comum no Brasil, de um partido reacionário. Mas não serão do PSDB, PPS, DEM, SD e REDE.

  • O governador do Amazonas, José Melo, será cassado, mas vai recorrer em outra instância. Porém, no final será cassado de vez.

  • No mesmo momento da derrota de Arthur e a cassação de Melo, jornalistas e empresas de comunicação submissas e calculistas a ambos cuspirão nos pratos que babaram.  

  • A TV Globo vai continuar perdendo audiência junto com sua emissora de rádio CBN, e será denunciada e investigada pelo FBI no esquema de corrupção da FIFA e ainda será, terminantemente, obrigada a pagar sua dívida com a Receita Federal.

  • As inúteis revistas lamê Veja, Época e IstoÉ diminuirão suas finanças, irão despedir funcionários e ficarão com os pés na cova do capitalismo.

  • Por sua vez, os blogs, sites, portais progressivos, também conhecidos como “sujos”, aumentarão seus acessos. E também terão aumentados seus anúncios de publicidades.

  • A Seleção Brasileira vai continuar sofrendo em busca de sua classificação para a Copa do Mundo. Porém, só no ano que vem é que se saberá ao certo se será classificada ou não.

No fim das previsões, os membros dos blogs pediram que Mãe Transvisão, fizesse algumas previsões para a Afin. Então, ela pousou nos membros dos blogs um olhar cândido e sorrindo suavemente disse que a Afin apenas processasse seus devires com confiança, engajamento e responsabilidade como vem fazendo há mais de 13 anos.

O que eles queriam mesmo era saber qual seria a conclusão do processo que a Afin vem respondendo no Paraná porque seu Blog Afinsophia publicou um artigo, em 2012, sobre um caso de racismo e foi acusada de prática de ofensa e ter que pagar R$ 30 mil de indenização.

Ao saírem da casa sagrada Mãe Transvisão abraçou todos os abençoando  proferindo louvor: “Axé, meus filhos e filhas!”. Ao que eles responderam: “Axé, Mãe Transvisão!”

DILMA SE REUNIU COM LIDERES SINDICAIS, SE POSICIONOU CONTRA A TERCEIRIZAÇÃO E FEZ BALANÇO DA POLÍTICA TRABALHISTA

07908ca1-9207-4a94-a7d6-42469fc115baTendo como pauta a discussão sobre o Projeto de Lei 4.330, terceirização, e estrutura da política trabalhista em seu governo e a importância da valorização do salário-mínimo, a presidenta Dilma Vana Rousseff se reuniu no Palácio do Planalto com os líderes sindicais da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), Nova Central Sindical de Trabalhadores (NCST), Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB), União Geral dos Trabalhadores (UGT) e Contag, além dos ministros Joaquim Levy, da Fazenda, Manoel Dias, do Trabalho, Nelson Barbosa, do Planejamento, Carlos Gabas, da Previdência Social e Aloizio Mercadante, da Casa Civil.

Durante a reunião a presidenta também falou sobre a data do 1° de Maio, Dia do Trabalhador, que se comemora hoje. E como já foi informado por seu governo, esse ano ela não falará em cadeia nacional de rádio e televisão. Ela fara uso da internet. Decisão que dividiu as opiniões. Para alguns ela deveria usar a cadeia de rádio e televisão porque possibilita maior comunicação com a sociedade brasileira. Para outros a internet é importante ela fala, porque hoje é um recurso comunicacional que abrange muitos brasileiros e permite contato direto com os internautas, o que o rádio e a televisão não permite.

“É preciso manter a diferença da terceirização entre atividade-fim e atividade-meio nos mais diversos ramos da atividade econômica.

É urgente e necessário regularizar o trabalho terceirizado para que milhões de trabalhadores tenham proteção no emprego e garantia de salário digno, também é importante para os empresários porque significa segurança para eles, uma legislação clara sobre terceirização.

É fundamental que possamos garantir por lei, até 2019, o aumento do poder de compra do salário e queria lembrar que, nos 4 anos do meu primeiro mandato, por conta da política salário-mínimo que adotamos em 2011, tivemos aumento de 14% de salário-mínimo acima da inflação.

Tomamos um conjunto de medidas e fizemos ajustes porque queremos reduzir a inflação e queremos fazer esses ajustes para voltar a crescer e em bases sólidas.

Vai nos caber encontrar a melhor estratégia e definir o instrumento mais eficiente para que nossos objetivos sejam atingidos.

Consideramos que as manifestações dos trabalhadores são legitimas e temos que estabelecer esse diálogo sem violência”, disse Dilma.

Dilma afirma que as reivindicações dos trabalhadores são legitimas e que devem ser vistas sem violência, dimensão política trabalhista que o governador do Paraná, Beto Richa, do partido da burguesia-ignara-parasita, PSDB, não tem. Aliás, os governantes do PSDB, já que sempre tiveram dificuldade democrática em lidar como os interesses reivindicatórios dos trabalhadores. A sensibilidade e intelecto deles se reduzem ao primitivismo opressor e dominador: violência-corporal. Vide exemplo, o que vem ocorrendo com os professores do Paraná. 

CUT INICIA A SEMANA DO TRABALHADOR COM SEMINÁRIO SINDICAL INTERNACIONAL COMUNICAÇÃO: O DESAFIO DO SÉCULO

BmUSL9ICQAAgQKP.jpg

Já alguns anos a Central Única dos Trabalhadores (CUT) de São Paulo escolhe um tema para ser debatido durante a semana de comemoração do Dia do Trabalhador. Esse ano, como o assunto é profundamente relevante para a sociedade brasileira, como também para todo o mundo, visto que afeta seus sentidos e cognição, ela resolveu colocar como tema de debate a democratização da comunicação e direito ao acesso à informação no Seminário Sindical Internacional Comunicação: O Desafio do Século que começou ontem, dia 28, em parceria com Fundação Perseu Abramo e a Fundação Friedrich Ebert.

O debate amplia a discussão sobre a necessidade da democratização da mídia no Brasil que tem uma realidade cruel quanto ao tema comunicação onde há desrespeitosamente a manipulação de uma única empresa como as Organizações Marinho ou Organizações Globo. O debate focara, principalmente, os artigos 220 e 224 da Constituição Federal que trata dos meios eletrônicos de comunicação dependentes, para funcionar, da concessão do governo federal e que foram aprovados na Constituição de 1988, mas que nunca foram transformados em lei.

Esses artigos têm o poder de impedir:

  • Monopólio e oligopólio nos meios eletrônicos de empresas e meios e concessão para políticos e agentes públicos.

Poder de defender:

  • A diversidade cultural e a pluralidade de opiniões fortemente desrespeitadas pelos grupos de comunicação no país.

Para isso debater o tema o seminário contará com os compromissos, inteligências e ativismos dos seguintes especialistas:

  • Franklin Martins: Jornalista e ex-ministro da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República dos governos Lula.

  • Venício Artur de Lima: Professor e pesquisador da Universidade de Brasília.

  • Alessandro Molon: Deputado (PT/RJ) e relator do texto do Marco Civil da Internet.

  • Sérgio Amadeu: Ativista e professor da Universidade Federal do ABC.

  • Sebastian Rollandi: Diretor de Relações Institucionais e Comunitárias da Autoridade Federal de Serviço de Comunicação (Afsc), entidade responsável pela aplicação da Lei de Meios.

Osmar Rincón: da FES.

Durante o evento ocorrerão shows, protestos, passeatas, conferências, mesas redondas, eventos religiosos, atividades de rua, torneios esportivos e outros. Também um ponto importante, é que hoje, dia 29, a CUT, primeira seccional da central, completa 30 anos de saudosa luta de existência e resistência. Durante as comemorações natalícias a CUT homenageará todos os seus ex-presidentes estaduais.  

MÉDICOS CRIAM ESQUEMA, “FAZER HORÁRIO”, EM SPA DE MANAUS, E EXPÕEM SUAS IGNORÂNCIAS EM RELAÇÃO A FUNÇÃO SOCIAL DO TRABALHADOR

http://sinapseoculta.files.wordpress.com/2011/02/hippocrates.jpg

Todo trabalhador como partícipe de uma comunidade exerce uma função social. Essa função social representa a singularidade de sua profissão comprometida com a sociedade como sujeito produtor de relações sociais. De forma mais simples, a função social não é nada mais do que o trabalho executado pelo trabalhador. O que lhe confere a importante de ser social produtivo para o bem da sociedade. Ou seja, seu trabalho representa sua relação com todos os sujeitos que vivem em sociedade.

Dessa forma compreende-se o que o filósofo Karl Marx, afirmou quando disse que um sapateiro, com sua função social, seu trabalho, representa todos os sujeitos que compõem uma sociedade. Assim, como todos os trabalhadores, com seus trabalhos, representam todos os outros sujeitos. É a universalização do trabalho partindo de uma atividade individual. Ou com diz o filósofo Hegel, a objetividade do trabalhador. Reconhecer em si esse laço de responsabilidade social faz do trabalhador um ser desalienado. Um ser que além de compreender a importância de seu trabalho para a sociedade, também compreende o valor de sua existência como sujeito produtor de história. Um saber que o impede de se tornar escravo das forças opressivas do sistema tirânico.

A POLÍTICA DOS SPAs E A DEMANDA DE PACIENTES

O Amazonas é um estado em que o sistema de atendimento médico sempre foi perversamente desumano. São poucas as unidades médicas em que os pacientes vivenciam um atendimento que lhe propicie um sentido de encontrar-se em um habitat civilizado. Em outros casos, essa vivência só é possível quando alguns pacientes encontram, por acaso, médicos enfermeiras e técnicos vocacionados. Mas contra estas poucas realidades médicas, existem outras perversas realidades.

A criação do Serviço de Pronto Atendimento (SPA) tinha como objetivo atender pacientes com necessidade de atendimento de urgência, e dessa forma, também, diminuir o fluxo de pacientes em postos de saúde e hospitais. Uma política de saúde necessária para a diminuição dos entraves do complexo que representa os quadros de enfermidades em Manaus.

Inicialmente os SPAs trabalhavam com dois médicos de acordo com as especialidades, em escalas de plantões de 6 e 12 horas, atendendo a demanda de enfermos. Logo se percebeu que Manaus sendo uma não-cidade com um grande número de pacientes, esse número de médicos era insuficiente. Com os médicos sobrecarregados nos atendimentos houve uma pressão feita pela população. Foi então que as cooperativas-médicas resolveram contratar mais médicos, já que são as  responsáveis por esse serviço junto ao governo do estado e a população. Então, três médicos passaram a realizar os atendimentos.

OS MÉDICOS E O ESQUEMA “FAZER HORÁRIO”

Ocorreu, porém, que mesmo com três médicos designados para atender os pacientes, em alguns SPAs, e em alguns horários, a situação ficou da mesma forma ou pior. Embora a demanda de pacientes continuasse quase que a mesma, as filas continuavam perversas. Foi então, que alguns médicos perceberam que entre eles haviam outros médicos-esquematizados, que alienados do conhecimento de suas funções sociais, portanto sem qualquer responsabilidade com a sociedade, estavam sabotando o atendimento em seus benefícios.

Esses médicos-esquematizados compuseram um esquema chamado por eles de “fazer horário”. Durante o plantão combinam que um ou dois médicos atendem e o outro fica dispensado, por algumas horas, de sua obrigação. Quando não um atende e os dois ficam em ‘repouso’. Muitas vezes dormindo no conforto médico. Se, entretanto, um médico discordar da violência contra a comunidade, eles continuam em seus confortos, e o médico que discordou passa a atender a maioria dos pacientes. Um esquema próprio de desrespeito à comunidade que é cumpliciado por alguns médicos que sabem do esquema e não denunciam. Muitas vezes esses “fazedores de horário” deixam o plantão antes do horário acordado pela lei trabalhista.  

Em alguns casos, os “fazedores de horário” são médicos escalados em vários plantões e aproveitam esse recurso para descansar, já que querem manter o seus status com o que ganham. Provavelmente, em função de não serem médicos vocacionados, por isso não conhecerem a importância de suas profissões como representantes da sociedade, esses médicos-trapaceiros, por causa desses predicados, possivelmente são dos tipos que são contra o Programa Mais Médicos do governo federal.

Diante desse quadro apresentado por esses médicos profissionalmente e socialmente enfermos a comunidade manauara, principalmente a mais carente, exige uma posição das cooperativas médicas, visto que elas prestam serviço público fundamentalmente por causa da população.

SINDICATO DOS METROVIÁRIOS AFIRMA QUE DESDE 2011 CHAMA ATENÇÃO PARA O PERIGO DOS TRENS SUCATEADOS DE SÃO PAULO

11146720.jpg

Enquanto o governador do estado de São Paulo, Geraldo Alkmin, do partido porta-voz da burguesia-ignara, PSDB, e seu secretário de Transportes Metropolitanos, Jurandir Fernandes, afirmam que o caos apresentado no Metrô na segunda-feira, dia 4, que atingiu milhares de usuários, foi obra de “sabotagem” e de “vândalos”, Altino de Melo Prazeres Junior, presidente do Sindicato dos Metroviários de São Paulo, disse que a ameaça de perigo já havia sido revelada desde o ano de 2011. Para ele o caos na frota K, foi apenas a consequência de como se encontram os trens em São Paulo. Segundo ele, desde essa época o sindicato vem avisando a direção do Metrô e o Ministério Público sobre essa ameaça.

O trem que sofreu a pane é o mesmo que, em agosto, desencarrilhou perto da Estação Palmeiras Barra Funda e abriu sozinho todas as portas do lado contrário da plataforma Santa Cecília, no mês de outubro.

“O trem que iniciou o processo de problemas ontem foi o K07. No ano passado, entre 10 de outubro e 9 de novembro, houve 696 falhas só na frota K. São falhas registradas pelo próprio Metrô. Dessas 696 falhas, mais de 300 ocorreram só com o K07.

Essa porta abriu, mas não fechou. Ficou emperrada. Teve que ser isolada, demorou bastante, em horário de pico, e o trem teve que ser evacuado na estação Brás. A demora acabou acarretando outros problemas em outros trens. E o problema maior foi no ar-condicionado.

Tiveram que desenergizar a via na Estação Marechal Deodoro, porque havia usuários nos trilhos, e os trens que usam ar-condicionado acabaram ficando sem energia. Os vagões estavam superlotados e as pessoas obviamente tentaram sair. Quem já esteve nessa situação, dentro de um trem lotado, com ar-condicionado parado, sabe que é um desespero total. Que culpa tem o cara de querer sair daquele sufoco? Não tem culpa.

Esse conjunto de falhas, já sabíamos que estava ocorrendo há algum tempo. Sempre dissemos que a empresa estava trabalhando com a sorte, apostando na sorte. E que, se isso ocorresse no pico da tarde, com as pessoas voltando para suas casas, ia causar tumultos.

A população está em risco. Vamos consultar a categoria e possivelmente realizar uma assembleia para decidir como vamos lidar com esse problema. Com o evento de ontem, está demonstrado que tudo aquilo que a gente falava faz sentido. A própria imprensa dizia que estávamos exagerando. Mas os fatos demonstraram.

Nossa preocupação é que isso pode acontecer novamente, e o governo pode não ter tanta sorte. Estamos a beira de uma tragédia”, analisou Altino.

SOCIÓLOGO AFIRMA QUE O BRASIL É O TERCEIRO OU QUARTO PAÍS COM NÚMERO DE PRESOS, MAS NÃO SABE LIDAR COM O PROBLEMA

A política carcerária no Brasil encontra-se em nível deplorável, é o que todos estudiosos do tema afirmam. Mas não precisa ser estudioso do tema para ter essa certeza. Todo momento segue-se informações sobre rebeliões de presos em cadeias e presídios sem que nada seja feito para exterminar a causa dessas rebeliões que são as superlotações e a falta de assistência à saúde dos presos e respeito jurídico. Como os casos de processos sem andamento, com presos mantidos nos cárceres com suas penas já ultrapassadas. Os princípios que os direitos humanos exigem.

As rebeliões em Pedrinhas, no estado do Maranhão, onde presos são mortos pelos próprios presos, muitas vezes degolados, é mais uma demonstração do estado deplorável em que estão confinados os presos. Incluem-se a este estado desumano as torturas e as humilhações que se estendem às suas famílias. Foi exatamente sobre esse  estado desumano, resultante da ausência do Estado Brasileiro nessa esfera, que o sociólogo do Fórum Brasileiro de Segurança Pública e pesquisador da Fundação Getúlio Vargas, Renato Sérgio Lima, estabeleceu sua análise.

“Não adianta continuar do mesmo jeito, em que o Brasil é o terceiro ou quarto país que mais aprisiona no mundo sem que isso resolva o problema. Segurança pública não é só o direito penal, em que se prende, mas não oferecidas condições mínimas de sobrevivência e convívio pacífico dentro do presídio, sem que isso signifique defender o luxo ou benefícios descabidos aos presos. E não adianta achar, como muita gente diz que é melhor deixar para lá situações como as que vêm ocorrendo no Maranhão porque, afinal, são bandidos matando bandidos. Na verdade, são cidadãos morrendo que, na prática, vão ajudar a manter o sentimento de medo e insegurança em todo o Brasil, trazendo prejuízo a toda a sociedade.

O que vemos hoje, a exemplo de Pedrinhas, é que vários presos estão amontoados em uma mesma cela, sem qualquer critério de agrupamento. Além disso, os guardas não têm acesso às galerias dominadas pelos próprios presos. É uma lógica muito contraproducente, porque a atuação do Estado se iguala à dos bandidos e prisões funcionam mais como escolas do crime do que qualquer outra coisa, permitindo que essas mesmas pessoas, que hoje estão presas, retornem à sociedade e provoquem mais medo e insegurança”, analisou o sociólogo.

Segundo Renato Sergio Lima, baseado no Anuário do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, 40% dos presos do Brasil estão sem julgamento cumprindo penas desnecessárias.

“Com isso, a pessoa acaba presa por um tempo prolongado sem nem termos a certeza que ela é culpada. Enquanto isso, pode estar convivendo com outros presos de maior periculosidade, agravando o problema”, observou o sociólogo.

Renato também afirmou que não adianta, no caso de Pedrinhas, o governo apenas mandar a Polícia Militar e a Força Nacional de Segurança para o local porque funciona apenas como um “curativo em uma ferida aberta”.

PESQUISA SOBRE EDUCAÇÃO E COMPORTAMENTO SEXUAL MOSTRA QUE JOVENS SÃO DESINFORMADOS SOBRE O TEMA

soropositivo

Jovens entre 18 e 29 anos são desinformados sobre comportamento sexual, têm preconceito de gênero e são contra homossexuais. Esses dados são o resultado da pesquisa Juventude, Comportamento e DST/AIDS que foi aprovada pelo Comitê de Ética da Faculdade de Medicina da Universidade de Brasília e acompanhada pela Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), Departamento de Doenças Sexualmente Transmissíveis e Aids (DST/AIDS) e Hepatites Virais do Ministério da Saúde, encomendada pela Caixa Seguros.

Os dados. A educação sexual não deve ser ensinada em casa. Acreditam 75% dos jovens. A educação está relacionada com o início da vida sexual. Acreditam 70% dos jovens. Não teriam amigos ou amigas homossexuais: 11%. Se incomodariam com um professor homossexual: 9%. Se incomodariam ter irmão ou irmã homossexual: 22%. Para 4 entre 10 jovens entre as idades de 18 e 29, as mulheres que se vestem de forma insinuante não devem reclamar por sofrer violência sexual. Para esse tipo de violência 10% são indiferentes. Concordam em um homem agredir uma mulher quando ela recusa fazer sexo com ele: 9%. O homem bater na companheira que o traiu: 11%.

Foram entrevistados 1. 208 jovens, em 15 estados e no Distrito federal, 55% mulheres. 30% estudam, 56% foram reprovados, metade é católico, um terço evangélico, de 10, seis acessam internet, e navegam pelo menos duas horas por dia.

Analisando os dados, o doutor em saúde pública e coordenador da pesquisa, Miguel Fontes, teceu algumas considerações e rebateu alguns argumentos.

“A conversa com os pais é fundamental, ela faz com que os jovens se sintam muito mais à vontade para absorver e trabalhar as informações e as diferenças. Além disso, a pesquisa mostra que ter um professor como referência contribui para um jovem com maior nível de educação sexual.

Eles não têm tanto preconceito quando é fora de suas casas. Se perguntar se você tem um amigo gay, eles são mais abertos a isso, um professor, um pouco menos, mas quando pergunta sobre a família, um irmão, a intolerância aumenta consideravelmente.

A visão contemporânea da educação sexual daqueles que não têm muitos preconceitos, tabus, os que aceitam as diferenças, os que reconhecem a importância da educação sexual em todas as etapas da vida, não só na escola, contribui para saúde pública, analisou Miguel Fontes.

TV MOSTRA MÉDICOS CORRUPTOS BATENDO PONTO NO HOSPITAL E EM SEGUIDA INDO EMBORA

Veja o vídeo. E tudo com a conivência do diretor da entidade hospitalar. Esses possivelmente são contra o Programa Mais Médicos.

PROFESSORES DO DISTRITO FEDERAL RECEBEM TREINAMENTO SOBRE IDENTIFICAÇÃO DE ABUSO SEXUAL INFANTIL

Professores da rede pública de ensino do Distrito Federal que estão fazendo cursos de formação continuada realizaram ontem um treinamento para identificar sinais de abuso e exploração sexual em crianças e adolescentes. Segundo o Ministério da Saúde este mal é crecente e no último ano contou com 67 mil casos em todo país.

O treinamento que usa a cartilha para professores intitulada “Guia escolar” elaborado pela educadora italiana Rita Ippolito e lançada em 2004 junto a Secretaria dos Direitos Humanos da presidência da república.

Voltada para professores a cartilha traz informações importantes que auxiliam a identificar e denunciar casos de abusos. Sinais como timidez excessiva, variações nas notas escolar, marcas pelo corpo são alguns que podem auxiliar na identificação de casos deste problema.

Não esquecendo que ao identificar este problema o professor deve denunciar o caso para o conselho tutelar, delegacia de polícia, Disque 100 e acompanhar o desenvolvimento destes orgãos. No próximo sábado, dia 18 de maio, acontece o Dia Nacional de combate de abuso sexual de crianças e adolescentes.

Professores de todo Brasil podem também ter acesso gratuitamente ao material dividido em 4 partes que disponibilizamos no nosso  bloguinho via turminha do MPF: Parte 1Parte 2Parte 3Parte 4.

A ÁGUA QUE FALTA NAS TORNEIRAS DE MANAUS INUNDA DE NOVO CASAS NA COMPENSA

Vinte casas, por vota das 20:00 h da noite de ontem, sábado, 23 de março de 2013, foram inundadas. Não bastasse a quantidade de água que caiu sobre a cidade nesse dia  e que causou prejuízo para inúmeras pessoas, agora a água está saindo de buracos e crateras da terra.

De janeiro para cá, pelo menos três vezes, as adutoras da antiga COSAMA, depois Águas do Amazonas e agora Manaus Ambiental  já romperam e deixaram rastros de prejuízos enormes para os moradores atingidos.

Só nessa área, em três dias, é o segundo rompimento. As pessoas que moram no raio itinerante por onde passam os enormes canos estão apreensivos. A qualquer hora temem morrer afogados. Crianças e idosos são os mais propensos a se afogarem nesses “tsunamis” urbanos, resquícios de políticas irresponsáveis criadas por governantes irresponsáveis.

A questão da água na cidade de Manaus é uma questão séria. Assim como os buracos nas ruas.

Com relação a água, não é de hoje que a população sofre com o desabastecimento.

O ex-prefeito cassado da não cidade de Manaus, Amazonino Mendes, durante o período que desgovernou nosso Estado, dentro da política neoliberal defendida por seus amigos paulistas Fernando Henrique Cardoso, José Serra, seu amigo mineiro Aécio Neves “vendeu” a COSAMA, antes conhecida como COLAMA, para empresários franceses que veem se apropriando de um bem precioso e que será motivo de tensões políticas e econômicas no século XXI que é a água, como diz Ignacio Ramonet, jornalista, filósofo e diretor do Le monde  Diplomatique.

Quando os franceses pegaram o manancial de água potável, pra enganar caboclo, batizaram a empresa como ÁGUAS DO AMAZONAS. Assumiram  compromissos de abastecer a cidade toda. Isso não aconteceu. Vereadores já constituíram CPIS para investigar a negociação e nada. Já assinaram acordos de repactuação e nada. A água que abastece a Zona Norte é o resultado da política social empreendida no governo do Presidente do povo brasileiro, Lula.

Pra mudar a imagem negativa depois de tanto alagamentos causados pelos seus dutos, seguindo orientações neoliberais, mudaram o nome da empresa para MANAUS AMBIENTAL assim como Fernando Henrique Cardoso queria mudar o nome da PETROBRAS para PETROBRAX.

A MANAUS AMBIENTAL vem causando verdadeiro prejuízo ao ambiente. Além de alagar as casas leva muita lama para as residências, fazendo com que a MANAUS AMBIENTAL volte a ser a verdadeira e reconhecida COLAMA.

O cassado, Amazonino Mendes vendeu ainda o Banco do Estado do Amazonas para o BRADESCO e tendo seu interesse voltado para o negócio aqüífero, entregou o porto de Manaus para a família Di Carli que enriqueceu explorando um serviço que é de responsabilidade do governo federal, mas que por aqui, pessoas como esse “político” entendem que  se trata de um bem pessoal e fazem o que querem.

E Amazonino, o cassado, sempre entendeu assim, tanto é que ia construir um camelódromo numa área privativa do governo federal às margens do Rio Negro, tendo já toda a estrutura de ferro gusa  montada para a obra. Só que se deu mal. O grupo Uai de Minas perdeu porque o governo federal através do Ministério Público Federal resolveu agir.

O governo federal também resolveu agir e está retomando o porto que é operado pelos Di Carli. O governo não só deve operar como deve resgatar o dinheiro que enriqueceu essa família e políticos incentivadores da trapaça. Com a desapropriação inúmeras pessoas serão prejudicadas, fruto de erros que não podiam ter sido produzidos.

Assim é Manaus, uma não cidade e seus “políticos”, seus buracos, água que caem em abundância das chuvas diárias, água que sai da terra, mas que falta nas torneiras das residências da população que paga caro e ainda tem que passar a noite tirando lama de suas casas.

 

CHUVA TORRENCIAL INUNDA MANAUS E CAUSA PREJUÍZOS

 Manaus à margem do Rio Negro e do Amazonas vem sofrendo seu eterno problema de falta de água nas torneiras de seus habitantes. 

Para resolver esse problema uma frente fria que se desloca do sul/sudeste do Brasil vem causando prejuízos em São Paulo,  no Rio de Janeiro e cidades adjacentes com prejuízos ainda incalculáveis.

Por nossas bandas a situação também não é diferente. A chuva que caiu sobre Manaus na quarta-feira vinda daquelas bandas deu uma demonstração da perdulária administração passada. Ruas inundadas, carros enguiçados, lojas alagadas, trânsito imóvel. Essa situação demonstra o que não se fez durante todos esses anos no que diz respeito a saneamento básico na capital do Amazonas. Drenagem não dá voto. Tubulação de esgoto a população não vê. Só vê depois o prejuízo.

 Um exemplo disso, só um exemplo, foi o que ocorreu na Avenida Getúlio Vargas no centro. A via transformou-se num verdadeiro mar. A tubulação de esgoto não deu vasão à água da chuva torrencial e transbordou. Tudo indica que esse escoamento que é obra dos ingleses esteja entupida e sem manutenção.

 A administração do  prefeito Artur Neto, do PSDB paulistano tem mais uma das amostras de problemas que tem que ser resolvido imediatamente. Saneamento básico no centro da capital e cuidar dos moradores que vivem em área de risco como encostas, barrancos e buracos.

 No período chuvoso do ano passado houveram desabamentos de barrancos, alagamentos e mortes. O comportamento do prefeito cassado na época não foi nada edificante.

Que a população de Manaus precisa de água não resta dúvida, mas não água dessa forma destruindo tudo. Que os vereadores que neste momento brigam por gabinetes espaçosos cuidem de propor projetos inovadores que beneficiem a população e não visem única e exclusivamente seus interesses pessoais.

Mais chuvas cairão sobre a cidade e o prefeito não tem que estar discutindo com empresários gananciosos reajuste de tarifa no transporte urbano. Não adianta reajustar preço de passagem de ônibus se a cidade é uma buraqueira,  obrigando coletivos desviarem rotas, como no Mutirão, por exemplo, prejudicando inúmeros usuários que utilizam as linhas 014, 015, 016, 017, 442 dentre outras.

Não podemos em hipótese alguma deixar de tratar de tema tão importante como esse, pois somos nós, moradores de Manaus que pagamos 80% de taxa de esgoto para não ter seu tratamento, nem água e por ocasião de uma chuva ainda arcarmos com prejuízos materiais enormes fruto da inoperância de administradores incompetentes.

MANAUS: A NÃO CIDADE, SEM RUMO, SEM PRESENTE NEM FUTURO

Que futuro? Quanto ao tempo verbal é aquilo que vai acontecer. Mas ele se confunde com o presente. Este ocorre agora, no momento que produzimos este texto, mas a partir do momento que ele se constitui real o futuro já se materializou.

Isso não vem ocorrendo na não cidade de Manaus. O prefeito da no-city   não conseguiu até hoje recuperar-se do nocaute que foi sua cassação pela insigne juíza de direito Maria Eunice Torres do Nascimento.

Tanto que não teve um feriado prolongado que permanecesse na cidade. Hora está em São Paulo, noutro dia está no interior do Estado maquinando interesses pessoais. Enquanto isso a cidade e seus habitantes teem que conviver com problemas crônicos que o poder público municipal não resolve e que os meios de comunicação tornam públicos: falta de coleta de lixo, falta de alimentos nas escolas municipais que estão recheadas  só com bolachas de maisena, chocolatados, e para piorar, na última segunda feira mais de 500 mil usuários ficaram sem transporte coletivo numa greve dos rodoviários que prejudicou muita gente.

Isso tudo porque aqui será sede da copa do mundo de futebol de 2014 e a cidade está nos preparativos finais para o grande evento, símbolo do capitalismo mundial.

Capitalismo mundial que beneficia um número diminuto de pessoas e governos e prejudica quem produz a riqueza.

Os rodoviário de Manaus com a greve, organizada ou não, demonstraram uma força que pode medir como a cidade está sendo desgovernada a muito tempo. Além de terem que conviver com a disputa pelo sindicato da categoria que está sob intervenção, esses trabalhadores convivem com a incerteza quanto a seus direitos trabalhistas.

A cidade tem um sistema de transporte péssimo. Os empresários do ramo ganham muito dinheiro assaltando seus trabalhadores e os usuários.

Desde Jorge Teixeira, João Furtado, Manuel Ribeiro, passando por Alfredo Nacimento até  a época do prefeito 5%, Artur Neto quanto criou-se a ETAMA numa dessas fusões fraudulentas de empresas que os trabalhadores são prejudicados e perdem seus direitos. Sai prefeito, entra prefeito e o sistema de transporte sempre apronta das suas para com seus trabalhadores.

Com Serafim Correa fizeram uma licitação nacional e de nacional mesmo só as empresas que operavam aqui participaram originando a TRANSMANAUS que de 7 a 8 empresas que havia reduziu-se a uma, comandada pela Cascavel, do senador e prefeito vitalício de Manaus, Acir Gurgacz.

A criação desse monopólio pensada e comandada por um “socialista” e depois por um “comunista” na antiga EMTU demonstra como a situação só se agravou prejudicando o povo. De socialismo e comunismo não vimos nada, apenas suspeitas de favorecimentos envolvendo os dirigentes do órgão até então, como é o caso do atual deputado Marcelo Ramos e que agora no desgoverno de um ex-comunista expurgou um verme da presidência da SMTU por corrupção.

Com isso tudo, temos que pensar no futuro. Mas que futuro? O da incerteza. Porque Manaus não compõe nada que possamos dizer que ela é um cidade cosmopolita, uma cidade do futuro, futurista. Uma cidade que alguns dos seus ditos intelectuais choram a morte de um comerciante  e o consideram o último boêmio da city, deve mesmo manter seu título de no-city, sem presente, sem rumo e nem futuro.         

SEDUC-AM NÃO ESCLARECE O PORQUÊ NÃO CONVOCA TODOS OS PROFESSORES CONCURSADOS

A professora Bia através de um comentário solicitou que fizéssemos uma matéria sobre a situação dos candidatos aprovados no último concurso da SEDUC-AM- 2011 e que ainda não foram convocados.

A SEDUC-AM convocou no dia 29 de dezembro de 2011 professores e administrativos. Não constou nessa convocação nenhuma outra categoria, como os pedagogos por exemplo. Mas o que vem deixando a professora Bia apreensiva, preocupada é que ela fez o concurso para as séries iniciais do ensino fundamental e foram oferecidas 395 vagas e 31 para portadores de deficiência especial, totalizando 426.

A SEDUC-AM convocou os concursados das séries iniciais do ensino fundamental do 1º ao 300º e do 301º ao 382º. Faltaram entrar nessa lista 13 aprovados, sem contar com os portadores de deficiência especial, que são 31.

A professora declara, que busca incansavelmente resposta para o porquê dessa não convocação e não vem obtendo resposta. Relata  que já foi à SEDUC-AM, já contatou com funcionários, escreveu email para o Secretário, mas até agora não foi atendida nem obteve respostas para as suas indagações.

E o que causa mais preocupação à professora Bia e a todos os aprovados que não foram convocados ainda, é que foi feito um Processo Seletivo Simplificado em 2011 e já iniciaram as convocações.  A Secretaria poderá dizer, não, é só para aquela áreas que não houve aprovados, sim, mais isso precisa ser dito de forma oficial.

Nosso país, no período de 1964 a 1985 viveu um período de ditadura militar. Naquela época, eles através do SNI controlavam a vida das pessoas através da espionagem para identificarem quem era a favor ou contra a ditadura. Os contra a ditadura eram torturados física, moral e psicologicamente, que o diga Frei Tito, Marighela,  nossa Presidenta e milhares de outros brasileiros que amavam e amam nosso Brasil.

A partir de 1988 quando se promulgou a nova Constituição da República Federativa do Brasil, um dos pontos chaves nessa nova carta foi exatamente voltado para que os órgãos públicos prestassem todas as informações solicitadas por seus cidadãos e disse que os feitos públicos deveriam obedecer a impessoalidade e a transparência, especialmente nos órgãos do Estado.

Mas não é o que vemos na SEDUC-AM quanto ao pleito da professora Bia. E, logo numa Secretaria responsável pela formação do estudante como cidadão. O que dizer para os alunos sobre cidadania, direitos, deveres, quando um órgão público se nega a emitir um comunicado dizendo: Nos dias tais e tais convocaremos os demais concursados.

Insistimos. O que nos preocupa, é que temos histórias no Amazonas e especialmente na cidade de Manaus de desconcusados. E antes mesmo da SEDUC-AM ter convocado os professores no dia 29/12/2011, nós, aqui no Blog já havíamos nos manifestado sobre esse tema.

Somos pródigos em  fraudes. A última foi no concurso da Defensoria Pública do Estado do Amazonas onde filhos de funcionários públicos foram beneficiados. Ainda bem que foi anulado. Não queremos com isso, em hipótese alguma aventar, colocar sob suspeita o Concurso feito pela SEDUC-AM e executado pelo CESPE, mas queremos sim, que se fale francamente com aqueles que aguardam ser convocados e pertencer ao quadro de servidores do Estado, pois para isso submeteram-se a um concurso e foram aprovados.

Não podemos deixar de mencionar também, que o concurso da SEDUC-AM poderia ter formado cadastro de reserva, pois vários candidatos obtiveram notas excelentes, mas ficaram fora do limite de vagas oferecidas e com isso, se mantêm o PSS que é uma forma que prejudica o funcionário porque ele trabalha com um contrato determinado e depois pode ser demitido como está acontecendo desde o final do ano passado. O Estado lucra com isso, mas o trabalhador perde. E o SINTEAM, não faz nada.

Uma resposta para Bia, esse era o título que tínhamos imaginado para esta matéria, mas trocamos, visto que, a postada acima provocará  os agentes do Estado, e eles responderão às indagações que lhes são dirigidas, caso contrário, Bia, é só constituir um advogado, que seja conhecedor dos trâmites processuais e que dependa da profissão, e entrar na justiça, pois, já  há jurisprudência que reza que  nenhum candidato aprovado em concurso público de provas e títulos poderá ser alijado de sua posse nos entes federativos.  Valeu, Mana!

DROGAS: POLÍCIA DEFLAGRA OPERAÇÃO EM MAUÉS E REALIZA VÁRIAS PRISÕES

“O carnaval deste ano não será como aquele que passou na minha vida.” Assistiremos só pelo som do repique, do tarol, da cuíca, do surdo, do bumbo quando o vento estiver “terral”, vindo lá das bandas da praia da ponta da Maresia, da Avenida Doutor Pereira Barreto, pois nós estamos aqui no xilindró. Tudo começou a mais ou menos a 11 meses de investigação. Só que o delegado de Maués, Mário Matos depois de ter provas dos ilícitos sobre tráfico e venda de drogas, juntamente com agentes do grupo Fera sacudiram a terra do guaraná, hoje, dia 04 de fevereiro de 2012 a partir das 10 h. Era gente correndo, gritando e a polícia prendendo. Até por volta das 12 h já estavam engaloiados as seguintes pessoas: Luis Carlos Dinelli (Secretaria de Produção do Município de Maués), Renison, da Caixa Econômica Federal, Jhones Dorzane, filho do empresário Hugo Dorzane, Gueguê, dançarino de boi, Azevedo da Praça da Alimentação que fica na entrada do Cemitério São João Batista, Mara Michiles, dentre outros.

 Como falamos, o resultado dessas prisões é fruto de investigação que já vinha ocorrendo. Com a prisão de Poliana e seu marido, a polícia recolheu agendas e outras fontes de indícios que conduziram a essas pessoas envolvidas com drogas. Numa das agendas apreendidas na casa de Poliana tinha o nome do pessoal da padaria (não mencionada) que vendia trigo e outra que  não conheciam e vendiam drogas.

A terra do guaraná que tem nesse produto sua principal fonte de riqueza, mas que, por falta de políticas públicas municipais e do estado do Amazonas voltadas para atender a população, com trabalho, emprego, abre o flanco para que empregue-se no tráfico de drogas crianças, jovens e adolescentes. E na sua grande maioria, prende-se os “aviões” e nunca se chega aos verdadeiros “capos” da máfia.

Maués está sempre no nosso foco. Recentemente falamos que a cidade enfrenta vários problemas com obras inacabadas, ruas cheia de buracos e poças, porto hidroviário inacabado, muro de arrimo não concluído, lixão emitindo fumaça para a zona urbana, bem como, muitas propriedades suntuosas, casas nobilíssimas e na maioria com comerciantes, funcionários públicos, dentre estes, com o salário que percem, não justifica condições para as possuirem. A polícia realmente tem que investigar e prender os verdadeiros mandandes e comandantes da droga.

CENTRAL SINDICAL E POPULAR APRESENTA À OAB DOCUMENTO SOBRE A VIOLÊNCIA DO GOVERNO ALCKMIN CONTRA ASSENTADOS

“O Município de São José dos Campos, embora detenha um dos maiores orçamentos per capita do país, arrecadando cerca de R$ 1,7 bilhão por ano, amarga um déficit habitacional de cerca de 30 mil moradias. A média de casas populares construídas na última década foi de 300 unidades por ano. Metade dessas habitações é destinada à remoção de famílias de uma região a outra, numa política deliberada de segregação da pobreza.

Diante desse quadro social, em 2004, centenas de trabalhadores sem-teto ocuparam uma área na Zona Sul da cidade conhecida como Pinheirinho. Logo após essa ocupação por moradia, uma empresa falida, a Selecta S/A, criada pelo megaespeculador financeiro Naji Nahas, reivindicou a posse do terreno.

Inicialmente, o juiz da 18.ª Vara de Falência de São Paulo-SP concedeu uma liminar de reintegração de posse. Os advogados do movimento alegaram que o juízo de falência da capital não tinha competência para discutir a posse da área e o Tribunal de Justiça cassou essa liminar.

A massa falida pediu nova liminar e o juiz da 6.ª Vara Cível de São José dos Campos negou a reintegração. A massa falida recorreu ao Tribunal de Justiça (TJSP), que então concedeu a liminar. Na defesa dos sem-teto contra esse recurso foi apontada uma irregularidade processual (a massa falida não havia comunicado o juiz de São José dos Campos sobre o recurso ao Tribunal).

Após a suspensão da liminar pelo próprio TJSP, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) anulou todo o recurso, reconhecendo a irregularidade por conta da falta de comunicação ao juiz em S. José.

Agora em 2011, quando da comunicação dessa decisão do STJ à 6.ª Vara Cível de São José dos Campos, a juíza Márcia Loureiro, hoje titular desse juízo, analisando um pedido da massa falida para que o processo tivesse prosseguimento com a definição de uma data de audiência entre as partes, resolveu ressuscitar a liminar da Vara de Falência!

No momento em que foi apontada a gravíssima irregularidade no processo, com um retorno a uma decisão já cassada há muito tempo, a juíza alegou que não era mais a velha decisão ressuscitada, era uma nova decisão!

A juíza ignorou que a liminar já havia sido indeferida; que o processo seguia seu curso normal, com testemunhas intimadas para comparecer à audiência, que só dependia da definição de data (como pedido pela própria massa falida); que, na prática, a “nova decisão” somente “requentava” a velha decisão da Vara de Falência.

A área do Pinheirinho, hoje ocupada por cerca de 9.600 pessoas, em população composta em grande número por mulheres e crianças, é toda edificada, sendo que a Secretaria Estadual de Habitação e a Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano do Estado de São Paulo já iniciaram estudos para regularização do bairro e para a implantação da infraestrutura.

Na falência da Selecta só resta um último credor: o Município de São José dos Campos, que tem cerca de 10 milhões de reais de IPTU a receber. Esse tributo nunca foi pago pela falida, desde a data de sua instituição.

Na execução fiscal movida pela Prefeitura de São José dos Campos ensaiou-se um “acordo” entre a Selecta e o Município. Somente os honorários advocatícios eram pagos, sendo que essa verba era embolsada pelos procuradores municipais em proveito próprio.

Um protesto de moradores ontem na Prefeitura Municipal exigindo o cadastramento do bairro no programa “Cidade Legal” recebeu a resposta evasiva da Administração Municipal de que não poderia inscrever uma área “particular”, mas que não se opunha às iniciativas do Governo Estadual. O fato é que a área só continua sendo particular pela omissão da Prefeitura na cobrança dos créditos de IPTU. O recurso encaminhado ao TJSP contra essa absurda decisão da juíza caiu com o mesmo desembargador sorteado em 2005.

Até o momento, ele não suspendeu a liminar, o que estimulou a juíza a prosseguir com as iniciativas, marcando como data de desocupação o dia 31 de dezembro de 2011.

Um aspecto emblemático se repete nessa data.

Em 2005, o Tribunal chegou a recomendar “cautela” na operação de desocupação violenta, pois a Revista Caras havia noticiado uma festança promovida por Naji Nahas, regada a champanhe e caviar (esses “detalhes” constam da decisão).

A história parece querer se repetir. Enquanto o megaespeculador estiver comemorando seu réveillon, os sem-teto serão vítimas de um massacre.

A juíza responsável pelo feito tem se manifestado com frequência pelos órgãos de comunicação, chegando mesmo a sugerir valores ao terreno. Essa postura, agravada por um tom de intransigência em face dos esforços no sentido de regularização da área revelam a necessidade de apoio institucional para atingir-se um resultado que atenda aos ditames da justiça.

A Secretaria Geral da Presidência da República e o Ministério das Cidades, no âmbito federal, e a Secretaria Estadual de Habitação e a Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano do Estado de São Paulo – CDHU já demonstraram disposição para promover a regularização fundiária do bairro, sendo que a Prefeitura Municipal de São José dos Campos já promoveu, inclusive, o cadastramento das famílias. Está ocorrendo reunião entre as três esferas de governo na data de hoje, visando encontrar soluções.

A desocupação violenta, entretanto, já tem procedimentos iniciados, com o desvio de ônibus da Zona Sul do município, local em se insere o Pinheirinho.

Uma tragédia está anunciada e os meios para evitá-la estão nas mãos estatais. Essa área não cumpria nenhuma função social, servindo à especulação imobiliária e sonegando impostos aos cofres públicos.

Diante dessa situação crítica, solicita-se declaração pública de Vossa Excelência, no sentido de exigir dos poderes constituídos uma solução humanitária às famílias, que não implique uma desocupação violenta para buscar u caminho racional que viabilize a regularização da área na forma já sinalizada, permitindo-se o apoio técnico aos magistrados envolvidos com o problema social, tudo para garantir a prevalência da vida e da dignidade humana sobre os interesses patrimoniais.

Requer-se, ainda, o agendamento de audiência com o Procurador-Geral da República para que se represente ao Superior Tribunal de Justiça visando o deslocamento de competência à Justiça Federal, perante a ameaça aos direitos humanos que a situação indica.

Certos de poder contar com as iniciativas de Vossa Excelência, subscrevemo-nos, atenciosamente.

José Maria de Almeida
Membro da Executiva Nacional da Central Sindical e Popular – CONLUTAS

e

Aristeu César Pinto Neto
Presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB de São José dos Campos-SP”

14ª CNS | Comunicadores da Saúde debatem o SUS

O Sistema Único de Saúde- conquistas e desafios. Esse foi o tema central da Oficina Jornalística ‘Diálogos – Mídia e Saúde’, que reuniu comunicadores para debater o SUS no primeiro dia de encontros da 14ª Conferência Nacional de Saúde, em Brasília (DF). Estiveram presentes o ministro Alexandre Padilha, assessores de comunicação das Secretarias Estaduais e Municipais e dos Conselhos de Saúde e jornalistas e blogueiros que cobrem o tema para a imprensa.

Os presentes buscaram discutir a melhor forma de fazer com que a informação circule entre as instituições, entidades e veículos de mídia, alcançando o objetivo primordial: chegar à população. “Estamos montando um canal permanente e respeitoso com os veículos de comunicação. O papel constante de crítica que a imprensa tem, melhora muito a gestão da Saúde. Outro papel fundamental é reforçar a luta contra o preconceito, por exemplo, em relação à aids. No mínimo, a imprensa não pode reforçar o preconceito . A imprensa pode ajudar muito nisso e entender mais sobre o SUS, nos ajudando a mudar a Saúde para melhor”, disse o ministro Padilha, ressaltando o Dia Mundial de Combate à Aids, comemorado nessa quinta-feira, 1º de dezembro.

A falta de informações mais detalhadas sobre o SUS foi destacada por Odorico Monteiro, secretário de Gestão Estratégica e Participativa do Ministério da Saúde. “No geral, há um desconhecimento muito grande na imprensa sobre o que é o SUS. O Brasil foi o primeiro país a colocar na constituição a Saúde como uma condição democrática e assim conseguimos garantir a Saúde como um dever do estado. Hoje gastamos 8% do PIB com a Saúde e somos o único país do mundo com mais de 100 milhões de habitantes com sistema universal. Temos um dos melhores programas de imunização do mundo, um dos melhores programas de aids e somos os primeiros em transplantes públicos”.

A importância de destacar as conquistas do SUS e os desafios diários foi destacada pelos participantes da Oficina. “A Comunicação em Saúde é estratégica e fundamental para garantir o melhor atendimento ao cidadão. Informar, mais do que um bem público, é determinante para a vida do cidadão”, comentou Fátima Gomes, chefe da assessoria de comunicação do Ministério da Saúde.

A opinião é compartilhada por Maria de Lourdes Rodrigues, coordenadora -adjunta da Comissão de Comunicação e Saúde do Conselho Nacional de Saúde. “Temos que garantir à população o direito da informação por um lado e à Saúde por outro. Nós aqui, em um evento como esse, podemos construir pontes, criar alianças importantíssimas. Não é uma iniciativa comum juntar assessores e jornalistas no mesmo evento. Geralmente, estão em lados opostos. Por isso, a grandeza desse momento”.

O encontro foi uma oportunidade para que os profissionais pudessem conhecer mais sobre a atividade dos outros. “É muito importante colocar lado a lado o assessor da Saúde e o jornalista da imprensa que cobre Saúde. Faz com que eles conheçam um pouco mais sobre o nosso trabalho. Encurta a distância e as pessoas passam a falar a mesma língua”, assinalou Anderson Acendino, assessor da Secretaria Estadual de Mato Grosso.

O SUS como base da informação ao público de grandes veículos de mídia já é uma realidade. Foi o que apresentou Fabiane Leite, ex- Folha de S.Paulo e O Estado de São Paulo e produtora do programa matutino ‘Bem Estar’, da Rede Globo. “Nosso foco é informação útil de Saúde. Falamos de prevenção e do que está acessível no SUS. O programa acolheu o SUS como foco de suas pautas. Eu me pego algumas vezes pensando como é incrível estar dando certo. Hoje, eu não queria ser uma assessora da indústria farmacêutica. O setor está em crise de credibilidade e a indústria às vezes quer esconder os problemas. Em relação aos planos de saúde, eu não queria estar na pela da assessora da ANS. Enquanto isso, o SUS nos últimos 20 anos está questionando a qualidade e o acesso da população, os recursos e os novos modelos de gestão. Mas o SUS ainda não é visto como um Sistema para todos, nem nos grandes veículos nem regionalmente”, comentou.
Para Fátima Oliveira, médica do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e blogueira do ‘Tá lubrinando – escritos da Chapada do Arapari’, a mídia, em geral, retrata o Sistema de forma totalmente equivocada. “O SUS que aparece na mídia é irreal, é como se fosse apenas medicina para pobre. A maior parte dos jornalistas que cobre Saúde não conhece Saúde Pública. Precisamos cobrar a função social do jornalismo.

Por que ele não se coloca na luta pelo SUS? As denúncias têm que ser feitas, os desvios de recursos, mas precisam pensar como a denúncia pode ser transformada em um degrau de apoio ao SUS. A mídia no Brasil tem uma característica muito própria na geração e divulgação da notícia, que é ser uma mídia catastrofista que gosta de divulgar o ruim. Precisamos trabalhar com eficiência e abrir uma outra perspectiva para a mídia. Esse é o grande desafio dos gestores do nosso país”, salientou.

Fonte: Marcos Moura, Ascom/MS

“Só para Loucos” (muitos poucos) II

Um presente de grego e de Esfinge (decifra-me ou te devoro<sensualmente ou  metaforicamente?>)

“As Portas da Percepção” – Aldous Huxley/retalhado/questionado por um loucodidata em formação fazendo Pós-pós-pós-pós-pós-Doutorado em ARTESCULTURASLOUCURAS. Presidente da Associação dos Loucos, Ex-loucos e Amigos dos Loucos da Via Láctea-Secsional SCIARÁ   

 “  ……….E pelo menos um

 filósofo profissional

 tomou mescalina pela

luzque ela pode lançar em enigmas antigos e inexplicados

o lugar da mente na natureza

e a relação entre o cérebro e a consciência.

Assim ficaram as coisas até que, há dois ou três anos, um fato novo e talvez

extremamente significativo foi observado. Na verdade, esse fato havia várias décadas era visível aos olhos de todos, mas ninguém o percebera até que um jovem psiquiatra inglês, presentemente trabalhando no Canadá, ficou impressionado pela grande semelhança, na

composição química, entre a mescalina e a adrenalina.

Pesquisas posteriores revelaram que o ácido lisérgico, um alucinógeno extremamente potente derivado da cravagem do centeio, tem uma relação de estrutura bioquímica com os outros dois. Depois veio a descoberta de que o adrenocromo, que é um produto da decomposição da adrenalina, pode produzir muito dos sintomas observados na intoxicação por mescalina. Mas o adrenocromo provavelmente ocorre espontaneamente no corpo humano.

Em outras palavras,

cada um de nós pode ser capaz de fabricar uma (várias?) substância química da qual doses minúsculas causam profundas modificações na consciência.

Algumas dessas mudanças são similares às que ocorrem na praga (?) mais característica do século XX,

a esquizofrenia(?).

A desordem mental é causada por uma desordem química?

E essa desordem química é devida, por sua vez, a aflições psicológicas que afetam as glândulas adrenais?

Seria precipitado e prematuro afirmar isso. O máximo que podemos dizer é que existe um

caso prim facie.

Enquanto isso a pista está sendo sistematicamente seguida e os detetives – bioquímicos, psiquiatras, psicólogos (neurocientistas, xamã, psicólogos transpessoais e loucodidatas)

estão na trilha……..”

“ ……encontrei-me repentinamente à beira do pânico.

Isso, senti de súbito, estava indo longe demais.

Longe demais,

mesmo que fosse na direção de uma

beleza mais intensa e um significado mais profundo.

O medo, como analiso em retrospecto, era de ser dominado, de

desintegrar

sob uma pressão de realidade maior que pudesse agüentar uma

mente acostumada a viver a maior parte do tempo

num aconchegante mundo de símbolos.

A literatura sobre experiências religiosas abunda em referências aos

sofrimentos e terrores

que dominam aqueles que chegaram,

demasiado súbito,

face a face com alguma manifestação do

Mysterium tremendum.

Em linguagem teológica, esse medo é devido. à incompatibilidade

entre o egoísmo do homem e a pureza divina, entre

a individualidade auto-intensificada do homem

e a infinidade de Deus (do principio). Seguindo Boehme e William Law, podemos dizer que, pelas almas não-regeneradas (?), a Luz divina em todo o seu esplendor só pode ser apreendida como

um fogo purgatorial ardente. Uma doutrina quase idêntica é encontrada em

O Livro Tibetano dos Mortos,

onde a alma que partiu é descrita como encolhendo-se’ em agonia para longe da Luz Pura do Vazio,

e mesmo das Luzes menos brilhantes, para mergulhar de cabeça na

consoladora escuridão do eu como um ser humano renascido, ou mesmo como uma fera, um fantasma infeliz, um habitante do inferno. Qualquer coisa que não o brilho ardente da Realidade implacável – qualquer coisa!…”””

“”“ ….. O esquizofrênico (?)

é como um homem permanentemente sob a in-fluência de mescalina, e portanto incapaz de fazer cessar a experiência de

uma realidade com a qual ele não é suficientemente santo(sábio?) para viver,

Que ele O esquizofrênico é uma alma não apenas não-regenerada (?), mas

também

desesperadamente doente.

Sua doença. consiste na incapacidade de refugiar-se da

realidade interior e exterior (como a pessoa sã (?) faz habitualmente)

dentro do universo feito em casa(?) do bom(?) senso(comum)

– o mundo estritamente humano de teorias úteis(objetivas?), símbolos compartilhados e convenções socialmente (impostas/aceitas)…..

pode explicar por que ela é o mais renitente dos fatos primários, e que, por jamais permitir que ele olhe

para o mundo

com olhos simplesmente humanos,

assusta-o,

fazendo com que ele interprete essa

estranheza ininterrupta,

essa intensidade ardente de significados,

como manifestações de malevolência humana ou até mesmo cósmica,

procurando(provocando?) as reações mais desesperadas, de violência assassina em um extremo da escala até a catatonia, ou

 suicídio psicológico,

no outro. E uma vez na infernal estrada para baixo, a pessoa nunca conseguirá parar (será?).…..”

Então você acha que sabe onde  Jaz (z)

A     Lou(CURA)?

“  Minha resposta foi um “sim” sincero e convicto.

E você não poderia controlá-la?

– Eu não poderia controlá-la, não.

Se eu iniciasse com medo e ódio como premissa principal, teria que continuar até a conclusão.

– Você conseguiria – perguntou minha esposa – fixar sua atenção no que

O Livro Tibetano dos Mortos chama de Luz Clara?

Fiquei em dúvida. – Isso manteria o mal distante, se você conseguisse apreendê-lo? Ou você não conseguiria apreende-lo?

Pensei um pouco na pergunta. “Talvez”, respondi finalmente. “Talvez eu pudesse” –mas só se houvesse

alguém

ali para me falar da Luz Clara. Não se poderia fazer isso

sozinho.

Acho que essa é a razão para o ritual tibetano – alguém sentado ali o tempo todo,dizendo o que é o quê.

Depois de ouvir a gravação dessa parte da experiência, peguei meu exemplar da edição de Evans-Wentz de

O Livro Tibetano dos Mortos

e abri-o ao acaso.

“Oh, nobres de

berço, não deixeis que vossas mentes sejam dis(traídas)!”

Esse era o problema – não se distrair.

 Não se distrair com a lembrança de erros passados, com prazeres imaginários, com o gosto amargo de antigos males e humilhações, com todos os temores, ódios e desejos que normalmente eclipsam a Luz. O que esses monges budistas faziam pelos moribundos e pelos mortos, os psiquiatras modernos não poderiam fazer pelos dementes?

(psiuquiatras não, nem psiucólogos ou psiucanalistas, somente aqueles que trilharam/trilham os caminhos do vale da morte e de lá retornaram renascidos. Será ? “O caminho do xamã”  em “Emergência Espiritual” Stan. e CristinaGroff)

Que haja uma

voz

para assegurar-lhes, de dia e mesmo enquanto eles estão adormecidos,

que apesar de tudo

o terror, toda a perplexidade e confusão,

a Realidade definitiva permanece inabalavelmente a

mesma (?) e é feita da mesma substância da luz interior da

mente mais cruelmente atormentada.

Por meio de mecanismos como gravadores, interruptores de controle de

tempo, sistemas de alto-falantes e pequenos ditafones para uso sob o travesseiro, deveria ser bem fácil manter os pacientes, até numa instituição com falta de pessoal, constantemente cônscios desse fato primordial.

Talvez algumas poucas das almas perdidas (?) pudessem assim

Ser ajudadas a obter uma

certa medida de controle sobre o universo – ao

mesmo tempo belo e apavorante,

mas sempre algo

não humano,

sempre totalmente incompreensível

– no qual

se acham condenados a viver.”

(pere-Ser?)

“..Em tempo fui afastado dos inquietantes esplendores ……”(“ufa! are égua…..”.)

PSiiiuuuuu……… “…Caindo em parábolas verdes da cerca, as folhas de hera reluziam com uma espécie de radiância vítrea, similar ao jade. Um. momento mais tarde, uma touceira de flores cor de fogo, em plena floração, tinha explodido em meu campo de visão.

Tão apaixonadamente vivas que pareciam estar à beira da expressão oral, as flores esforçavam-se para cima na direção do azul. Como a cadeira sob o caramanchão, elas protegiam demais. Baixei o olhar para as folhas e descobri uma complexidade cavernosa de delicadíssimas luzes e sombras verdes, latejando com um mistério indecifrável.

Roses:

The flowers ore easy to paint, The leaves difficult.

O haicai de Shiki (que citei na tradução de É. H. Blyth) expressa, de modo indireto, exatamente o que eu senti então –

a glória excessiva, demasiado óbvia, das flores, contrastadas com o milagre mais sutil de sua folhagem.”

PSiiiuuu……..I-Trilha/ pista dos caminhos pela loucura(“quem caminha para a loucura não precisa de condução “(?))   / /escribasvirtuais.blogspost.com/

PSiiiuuuu…… II-Ganha U$ 22 milhões  quem advinhar de quem é essa poesia:

DEMOGORGON

Na rua cheia de sol vago há casas paradas e gente que anda.

Uma tristeza cheia de pavor esfria-me.

Pressinto um acontecimento do lado de lá das fronteiras e

                                                                             [ dos movimentos.

Não, não, isso não!

Tudo menos saber o que é o Mistério!

Superfície do Universo, ó Pálpebras Descidas,

Não vos  ergais  nunca !

O olhar da Verdade Final  não deve poder suportar-se !

Deixai-me viver sem  nada saber,

e morrer sem ir saber nada !

A  razão de haver ser, a razão de haver seres, de haver tudo,

Deve trazer uma loucura maior que os espaços

Entre as almas e entre as estrelas. 

Não, não, a verdade não! Deixai-me estas casas e esta gente;

Assim mesmo, sem mais nada, estas casas e esta gente…

Que bafo horrível e frio me toca  em olhos fechados?

Não os quero abrir de viver!  Ó Verdade, esquece-te de mim!

* Jorge
Loucodidata em formaçáo fazendo Pós-pós-pós-pós-pós-Doutorado em ARTESCULTURASLOUCURAS na
Real Academia dos Zeladores e Despenseiros dos BENS de PSIQUÊ.


USAR O CONTROLE REMOTO É UM ATO DEMOCRÁTICO!

EXPERIMENTE CONTRA A TV GLOBO! Você sabe que um canal de televisão não é uma empresa privada. É uma concessão pública concedida pelo governo federal com tempo determinado de uso. Como meio de comunicação, em uma democracia, tem como compromisso estimular a educação, as artes e o entretenimento como seu conteúdo. O que o torna socialmente um serviço público e eticamente uma disciplina cívica. Sendo assim, é um forte instrumento de realização continua da democracia. Mas nem todo canal de televisão tem esse sentido democrático da comunicação. A TV Globo (TVG), por exemplo. Ela, além de manter um monopólio midiático no Brasil, e abocanhar a maior fatia da publicidade oficial, conspira perigosamente contra a democracia, principalmente, tentando atingir maleficamente os governos populares. Notadamente em seu JN. Isso tudo, amparada por uma grade de programação que é um verdadeiro atentado as faculdades sensorial e cognitiva dos telespectadores. Para quem duvida, basta apenas observar a sua maldição dos três Fs dominical: Futebol, Faustão e Fantástico. Um escravagismo-televisivo- depressivo que só é tratado com o controle remoto transfigurador. Se você conhece essa proposição-comunicacional desdobre-a com outros. Porque mudanças só ocorrem como potência coletiva, como disse o filósofo Spinoza.

Acesse esquizofia.wordpress.com

esquizofia.wordpress.com

CAMPANHA AFINADA CONTRA O

VIRTUALIZAÇÕES DESEJANTES DA AFIN

Este é um espaço virtual (virtus=potência) criado pela Associação Filosofia Itinerante, que atua desde 2001 na cidade de Manaus-Am, e, a partir da Inteligência Coletiva das pessoas e dos dizeres de filósofos como Epicuro, Lucrécio, Spinoza, Marx, Nietzsche, Bergson, Félix Guattari, Gilles Deleuze, Clément Rosset, Michael Hardt, Antônio Negri..., agencia trabalhos filosóficos-políticos- estéticos na tentativa de uma construção prática de cidadania e da realização da potência ativa dos corpos no mundo. Agora, com este blog, lança uma alternativa de encontro para discussões sociais, éticas, educacionais e outros temas que dizem respeito à comunidade de Manaus e outros espaços por onde passa em movimento intensivo o cometa errante da AFIN.

"Um filósofo: é um homem que experimenta, vê, ouve, suspeita, espera e sonha constantemente coisas extraordinárias; que é atingido pelos próprios pensamentos como se eles viessem de fora, de cima e de baixo, como por uma espécie de acontecimentos e de faíscas de que só ele pode ser alvo; que é talvez, ele próprio, uma trovoada prenhe de relâmpagos novos; um homem fatal, em torno do qual sempre ribomba e rola e rebenta e se passam coisas inquietantes” (Friedrich Nietzsche).

Daí que um filósofo não é necessariamente alguém que cursou uma faculdade de filosofia. Pode até ser. Mas um filósofo é alguém que em seus percursos carrega devires alegres que aumentam a potência democrática de agir.

_________________________________

BLOG PÚBLICO

Propaganda Gratuita

Você que quer comprar entre outros produtos terçado, prego, enxada, faca, sandália, correia, pé de cabra ou bola de caititu vá na CASA UYRAPURU, onde os preços são um chuchu. Rua Barão de São Domingos, nº30, Centro, Tel 3658-6169

Pão Quente e Outras Guloseimas no caminho do Tancredo.
PANIFICADORA SERPAN (Rua José Romão, 139 - Tancredo Neves - Fone: 92-8159-5830)

Fique Frio! Sabor e Refrescância!
DEGUST GULA (Avenida Bispo Pedro Massa, Cidade Nova, núcleo 5, na Rua ao lado do DB CIdade Nova.Todos os dias).

O Almoço em Família.
BAR DA NAZA OU CASA DA VAL (Comendador Clementino, próximo à Japurá, de Segunda a Sábado).

Num Passo de Mágica: transforme seu sapato velho em um lindo sapato novo!
SAPATEIRO CÂNDIDO (Calçada da Comendador Clementino, próximo ao Grupo Escolar Ribeiro da Cunha).

A Confluência das Torcidas!
CHURRASQUINHO DO LUÍS TUCUNARÉ (Japurá, entre a Silva Ramos e a Comendador Clementino).

Só o Peixe Sabe se é Novo e do Rio que Saiu. Confira esta voz na...
BARRACA DO LEGUELÉ (na Feira móvel da Prefeitura)

Preocupado com o desempenho, a memória e a inteligência? Tu és? Toma o guaraná que não é lenda. O natural de Maués!
LIGA PRA MADALENA!!! (0 XX 92 3542-1482)

Decepcionado com seus desenganos? Ponha fé nos seus planos! Fale com:
PAI GEOVANO DE OXAGUIÃ (Rua Belforroxo, S/N - Jorge Teixeira IV) (3682-5727 / 9154-5877).

Quem tem fé naõ é um qualquer! Consultas::
PAI JOEL DE OGUM (9155-3632 ou paijoeldeogum@yahoo.com.br).

Belém tá no teu plano? Então liga pro Germano!
GERMANO MAGHELA - TAXISTA - ÁGUIA RADIOTAXI - (91-8151-1464 ou 0800 280 1999).

E você que gostaria de divulgar aqui seu evento, comércio, terreiro, time de futebol, procurar namorado(a), receita de comida, telefone de contato, animal encontrado, convites diversos, marocagens, contacte: afinsophiaitin@yahoo.com.br

Outras Comunalidades

   

Categorias

Arquivos

Blog Stats

  • 4.243.268 hits

Páginas

agosto 2021
D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

Arquivos